Jump to content
Forum Cinema em Cena

Socialismo na América Latina


King Edward
 Share

Recommended Posts

 

1 - Key' date='mesmo assim o Brasil têm um exército mais bem armado que o resto desses países....

 

2 - E,caso aconteça alguma coisa,o Brasil teria apoio dos EUA...que sempre deu apoio aos países capitalista em guerras contra socialistas....

 

3 - Não acho que o Lula vá deixar o socialismo entrar no Brasil.....

Pelo menos é o que parece....
[/quote']

 

1 - Hum.. será? será?

 

2 - Nisso você tem razão. Os E.U.A., sendo a sociedade espartana que é, não vai perder a oportunidade de bombardear La Paz, Santa Fé de Bogotá ou Caracas. Tenho certeza que o Bush tá esperando a oportunidade pra roubar o petróleo sul-americano. E já vai aproveitar a oportunidade e rouba a amazônia também.

 

3 - O PT é chegado num socialismo, Rafal. É só olhar os partidos de que ele saiu, os que ele apóia e a estrelinha vermelha...

 

R50-yo0354-Oznaka_pripadnosti_zrakoplova.png

 

O PT é um partido sem extremismos. E claro tem muita merda e fanatismo lá dentro, como nas religiões, nos times de futebol e outros agregados humanos. É mesma coisa que falar que PSDB é de cunho fascista ou apoia o mesmo, só por ser de direita. É uma generalização pura burra e simples. <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Só porque uma parte ou a grande maioria é corrupta não quer dizer que todos são assim. BH tem um dos melhores prefeitos de todo país, e olha é Petista. E como alguns tem olhares partidários ingênuos, e difícil pedir para não generalizar. Além disto, não tomo partido de ninguém só do meu mesmo. 

Link to comment
Share on other sites

Ué...quer viver num mundo 100% pacífico?Venda todos os teus bens e viva como um primata no meio da Amazônia.

 

Também não gosto de guerras, agora, existem horas em que elas são necessárias!

 

Que nem...quando o Bugre Cocalero tomou nossas refinarias na Bolívia, por exemplo...primeiramente tentaríamos, é claro, para o bem todos, negociar, tudo na diplomacia...caso não desse certo(e realmente não deu), qualquer presidente inteligente(o que não é o caso do sapo barbudo) não hesitaria em decretar guerra a eles...
Link to comment
Share on other sites

 

O PT é um partido sem extremismos. E claro tem muita merda e fanatismo lá dentro' date=' como nas religiões, nos times de futebol e outros agregados humanos. É mesma coisa que falar que PSDB é de cunho fascista ou apoia o mesmo, só por ser de direita. É uma generalização pura burra e simples. <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Só porque uma parte ou a grande maioria é corrupta não quer dizer que todos são assim. BH tem um dos melhores prefeitos de todo país, e olha é Petista. E como alguns tem olhares partidários ingênuos, e difícil pedir para não generalizar. Além disto, não tomo partido de ninguém só do meu mesmo. 

[/quote']

 

Por isso eu disse que o PT é chegado num socialismo, e não que é absolutamente socialista.

 

O melhor petista que eu já vi foi Celso Daniel, ex-prefeito de minha cidade, que foi assassinado. Motivos? Digamos que ele não tinha a cara do PT. Talvez ele sabia demais daquilo que hoje todo mundo sabe. Ele era o primeiro na lista de ministro da casa civil. O Dirceu era o segundo.09

 

OPS: para os curiosos, o símbolo que coloquei no outro post é da força aérea iugosvala, durante o governo de Tito.
Link to comment
Share on other sites

Vão atrasar ainda mais a América Latina do resto do mundo.

Ass.: skellington

 

E essa praga pega' date=' sim. Vide Equador, Venezuela, Bolívia...
[/quote']

Primeiro que o que está acontecendo na America Latina não é socialismo e sim um caminho para a simples e pura ditadura e segundo que praga mesmo é o capitalismo com todas as suas desigualdades e consequentes atrasos, pois para lucrar alguém tem que perder e quem sempre perde é o povo.
Link to comment
Share on other sites

Vão atrasar ainda mais a América Latina do resto do mundo.

Ass.: skellington

 

E essa praga pega' date=' sim. Vide Equador, Venezuela, Bolívia...
[/quote']

Primeiro que o que está acontecendo na America Latina não é socialismo e sim um caminho para a simples e pura ditadura e segundo que praga mesmo é o capitalismo com todas as suas desigualdades e consequentes atrasos, pois para lucrar alguém tem que perder e quem sempre perde é o povo.

Ué...e no socialismo é diferente?Uma meia dúzia de burocratas vivendo no luxo enquanto o povo fica com as migalhas...pelo menos no capitalismo, mesmo nascendo pobre, você tem a oportunidade de subir na vida...e quando é o capitalismo VERDADEIRO(e não este pseudo-capitalismo que temos no Brasil), as oportunidades para se subir na vida são muito maiores, e no final das contas, os ganhos muito maiores que as perdas

 

A queda do Muro de Berlin já provou que o Socialismo não presta...só o típico idiota latrino-americano que odeia o Bush sem ao menos saber porque para apoiar essa merda...
Link to comment
Share on other sites

O PT é um partido sem extremismos.

 

Dormirei de bom humor.06

 

 

Concordo com o Keymaker. Capitalismo e desigualdades sociais andando juntas ou guardando parentesco é papo terceiro-mundista típico. Perguntem a um inglês, a um francês, japonês ou alemão o que eles acham do capitalismo. A "malevolência" do sistema é fruto de uma perspectiva envenenada da desigualdade social histórica de países com distribuição de renda vergonhosa como o nosso. A luta entre classes é intrínseca à sociedade humana e muitíssimo anterior a qualquer resquício do que hoje tomamos por capitalismo. As primeiras pirâmides sociais de que se tem notícia são as das sociedades antigas, em especial a greco-romana, e já se via nelas o esboço da segregação que vivemos hoje.

É uma bestialidade afirmar que o capitalismo é responsável pela desconfiguração social de qualquer país. É simplista, banal e burro.09
Scarlet Rose2007-06-30 02:58:14
Link to comment
Share on other sites

Vão atrasar ainda mais a América Latina do resto do mundo.

Ass.: skellington

 

E essa praga pega' date=' sim. Vide Equador, Venezuela, Bolívia...
[/quote']

Primeiro que o que está acontecendo na America Latina não é socialismo e sim um caminho para a simples e pura ditadura e segundo que praga mesmo é o capitalismo com todas as suas desigualdades e consequentes atrasos, pois para lucrar alguém tem que perder e quem sempre perde é o povo.

Ué...e no socialismo é diferente?Uma meia dúzia de burocratas vivendo no luxo enquanto o povo fica com as migalhas...pelo menos no capitalismo, mesmo nascendo pobre, você tem a oportunidade de subir na vida...e quando é o capitalismo VERDADEIRO(e não este pseudo-capitalismo que temos no Brasil), as oportunidades para se subir na vida são muito maiores, e no final das contas, os ganhos muito maiores que as perdas

Ganho para quem? Por exemplo: Aqui temos a empresa Citroen. lá estão os trabalhadores trabalhando e tal. Fazendo tudo. Sabe quando vão ter um desse nunca. Sabe quando eles vão subir na vida? Sabe o quanto eles ganham e o quanto a empresa ganha?  

 

A queda do Muro de Berlin já provou que o Socialismo não presta...só o típico idiota latrino-americano que odeia o Bush sem ao menos saber porque para apoiar essa merda...
Até hoje não houve um socialismo real e puro pois ainda havia abertura de mercado, estado e tal. E eu não sou a tipica "latrina"idiota que odeia o Bush. Eu odeio o Bush sabendo o porque, e sabendo quem é e as merdas que faz.

 
Link to comment
Share on other sites

Vão atrasar ainda mais a América Latina do resto do mundo.

Ass.: skellington

 

E essa praga pega' date=' sim. Vide Equador, Venezuela, Bolívia...
[/quote']

Primeiro que o que está acontecendo na America Latina não é socialismo e sim um caminho para a simples e pura ditadura e segundo que praga mesmo é o capitalismo com todas as suas desigualdades e consequentes atrasos, pois para lucrar alguém tem que perder e quem sempre perde é o povo.

Ué...e no socialismo é diferente?Uma meia dúzia de burocratas vivendo no luxo enquanto o povo fica com as migalhas...pelo menos no capitalismo, mesmo nascendo pobre, você tem a oportunidade de subir na vida...e quando é o capitalismo VERDADEIRO(e não este pseudo-capitalismo que temos no Brasil), as oportunidades para se subir na vida são muito maiores, e no final das contas, os ganhos muito maiores que as perdas

Ganho para quem? Por exemplo: Aqui temos a empresa Citroen. lá estão os trabalhadores trabalhando e tal. Fazendo tudo. Sabe quando vão ter um desse nunca. Sabe quando eles vão subir na vida? Sabe o quanto eles ganham e o quanto a empresa ganha?  

 

A queda do Muro de Berlin já provou que o Socialismo não presta...só o típico idiota latrino-americano que odeia o Bush sem ao menos saber porque para apoiar essa merda...
Até hoje não houve um socialismo real e puro pois ainda havia abertura de mercado, estado e tal. E eu não sou a tipica "latrina"idiota que odeia o Bush. Eu odeio o Bush sabendo o porque, e sabendo quem é e as merdas que faz.

 

Claro que existiu!Eles podem até não ter chegado na fase do comunismo, isto é, a fase da "perfeição", mas a fase SOCIALISTA existiu sim!E assim como ocorreu no Leste Europeu, nunca chegaremos a esta "igualdade"
Link to comment
Share on other sites

O PT é um partido sem extremismos.

 

Dormirei de bom humor.06

 

 

Concordo com o Keymaker. Capitalismo e desigualdades sociais andando juntas ou guardando parentesco é papo terceiro-mundista típico. Perguntem a um inglês' date=' a um francês, japonês ou alemão o que eles acham do capitalismo. A "malevolência" do sistema é fruto de uma perspectiva envenenada da desigualdade social histórica de países com distribuição de renda vergonhosa como o nosso. A luta entre classes é intrínseca à sociedade humana e muitíssimo anterior a qualquer resquício do que hoje tomamos por capitalismo. As primeiras pirâmides sociais de que se tem notícia são as das sociedades antigas, em especial a greco-romana, e já se via nelas o esboço da segregação que vivemos hoje.

É uma bestialidade afirmar que o capitalismo é responsável pela desconfiguração social de qualquer país. É simplista, banal e burro.09
[/quote']

 

Como não? Para o capitalismo exisitr precisa ter alguém, o capitalista, que possui os meios e aqueles que não tem nada a não ser a sua força de trabalho.

Você está usando uma idéia marxista de que a luta de classes é uma constante na história do homem. Ele disse o que você disse. Realmente a diferença social não é exclusivo do capitalismo, mas o capitalismo ainda mantém. O que ele propõe é superar este estágio da história da humanidade para um sem diferenças.

Mas os seus exemplos de Japão, Inglaterra e França foi um exemplo infeliz. O que eles representam na população mundial? E porque estão assim? Alguns dizem por causa da exploração o que causou tantos problemas aos outros países (a expansão do sistema capitalista englobando o mundo inteiro, em que uns países são explorados pelos outros). Acho isso um exagero, mas realmente dá o que pensar se alguns países não conseguiram prosperar à custa dos outros...
Link to comment
Share on other sites

O PT é um partido sem extremismos.

 

Dormirei de bom humor.06

 

 

Concordo com o Keymaker. Capitalismo e desigualdades sociais andando juntas ou guardando parentesco é papo terceiro-mundista típico. Perguntem a um inglês' date=' a um francês, japonês ou alemão o que eles acham do capitalismo. A "malevolência" do sistema é fruto de uma perspectiva envenenada da desigualdade social histórica de países com distribuição de renda vergonhosa como o nosso. A luta entre classes é intrínseca à sociedade humana e muitíssimo anterior a qualquer resquício do que hoje tomamos por capitalismo. As primeiras pirâmides sociais de que se tem notícia são as das sociedades antigas, em especial a greco-romana, e já se via nelas o esboço da segregação que vivemos hoje.

É uma bestialidade afirmar que o capitalismo é responsável pela desconfiguração social de qualquer país. É simplista, banal e burro.09
[/quote']

 

Como não? Para o capitalismo exisitr precisa ter alguém, o capitalista, que possui os meios e aqueles que não tem nada a não ser a sua força de trabalho.

Você está usando uma idéia marxista de que a luta de classes é uma constante na história do homem. Ele disse o que você disse. Realmente a diferença social não é exclusivo do capitalismo, mas o capitalismo ainda mantém. O que ele propõe é superar este estágio da história da humanidade para um sem diferenças.

Mas os seus exemplos de Japão, Inglaterra e França foi um exemplo infeliz. O que eles representam na população mundial? E porque estão assim? Alguns dizem por causa da exploração o que causou tantos problemas aos outros países (a expansão do sistema capitalista englobando o mundo inteiro, em que uns países são explorados pelos outros). Acho isso um exagero, mas realmente dá o que pensar se alguns países não conseguiram prosperar à custa dos outros...

 

Bom...o Chile escolheu prosperar...QUIS prosperar...e hoje é o país mais rico e próspero da América Latina...pode não ser uma nação de 1º mundo AINDA...mas daqui a 20 anos a situação com certeza será outra

 

E os Sul Coreanos?Há não mais de meio século a Coréia não passava de um paísesco pobre, destruído por 2 guerras seguidas, com um povo analfabeto...tudo isto numa naçãozinha com uma população maior que a de São Paulo, expremida num território igual ao do Pernambuco...e o que a Coréia Do Sul é hoje?Pode não ter alcançado o patamar de uma França ou de uma Itália...na realidade, o nível de vida deles é semelhante ao de um Português...o que não apaga o fato de terem prosperado tudo isto nestes últimos 50 anos.Aqui em casa, por exemplo, temos vários produtos da LG, e até o ano passado, meu celular era da Samsung.

 

E a Alemanha?Ao final de 1945, havia perdido 1/4 de seu território para os Poloneses, teve sua capital e seu território dividido em dois países, era, com facilidade, a nação mais destruída, pobre e humilhada de toda a Europa, e embora tenha recebido ajuda do Plano Marshall, o fato é que esta ajuda foi ÍNFIMA, ainda mais se considerarmos que os Britânicos e os Franceses receberam uma ajuda bem maior...e nem vou considerar o fato da Alemanha ter sofrido pacas durante a Guerra Fria...nem isto impediu a mesma de se tornar a maior economia da Europa, a 3ª maior do mundo, e o maior exportador de bens em 2000...

 

 
Link to comment
Share on other sites

Se dependesse só de força de vontade...parece a propaganda do Lula, "é só você querer..."

06

Mas o Brasil ainda é mais rico que o Chile. Aliás, o Brasil é um país com riqueza considerável. Em regiões do Brasil temos qualidade de vida semelhante à de primeiro mundo. E não estou falando de Regiões distintas, mas numa mesma cidade. Belo Horizonte, por exemplo, tem lugares com qualidade de vida igual, senão maior, que da Noruega. Mas em outros, se aproxima da África.

São diversos fatores que não dá para listar, ou seguir uma receita pronta, ou o modelo de outro país. Temos ver o que é adequado para cá. Mas com certeza está sendo mal feito...
Link to comment
Share on other sites

1) Bush

 

As maior atrocidades que os EUA já cometeram contra a humanidade foram as bombas de Hiroshima e Nagazaki, right?

Projeto Manhatan = Roosevelt = .... PARTIDO DEMOCRATA!!!!13

Não confundam espírito belicista com política belicista. É isso que Michael Moore e seus adoradores (já fui um deles) adoram ressaltar em críticas ácidas, mas pobremente fundadas ao governo Bush e a facção republicana. Os EUA são um Império, com direito a tudo que o Império presume: monopólio, domínio econômico, tecnológico, social e territorial. A maneira com que esse Império se impõe é que varia com as sobreposições partidárias. Apertos de mão são lindos...para pendurar na parede!!! Embora goste do Clinton, não sinto que sua política "let's make friends" no Oriente Médio tenha surtido algum efeito. Em que pese a megalomania do Bush, acho que o american way of life dele é apenas uma variação daquele que domina o mundo desde a década de 50.

 

2) Comunismo:

 

90% dos que usam esa palavra, não sabem de que se trata. O comunismo surgiu da forma como qualquer manifestação popular surge: a partir de um sistema que causava danos a uma maioria, gozando esta de amplo poder de organização e formação de resistência. Ora, é óbvio que existiam muito mais trabalhadores famintos na Rússia do que trabalhadores bem empregados. Os famintos queriam a fatia deles, os já empregados queriam uma fatia maior (não julgo se merecidamente ou não) e os industriais, como não poderia deixar de ser, buscavam o lucro máximo com o investimento mínimo, o que fatalmente caia de ponta sobre as ambições proletárias. Vamos ao ponto cuminante da Revolução Russa: quem era maior numericamente? os industriais capitalistas ou o proletariado?

Bingoooo! A massa proletária, muito mais signficativa em tamanho, entrou em conflito com a minoria burguesa e como não poderia deixar de ser, fizeram-no com os únicos meios de que dispunham: foices e machados.

Com a luta ganha, começou a ruminância no comando do movimento, o que fatalmente, subjugou os intelectualmente desafortunados a uma minoria letrada. Essa minoria, aproveitando-se da nulidade crítica do povo, passou a mão na grana (lê-se terra), implantou medidas ditatoriais, deu um maço de cheques sem fundo aos mesmos proletários e no fim das contas, depois de muito brigarem entre si pelo poder, foram todos os líderes, um a um, para o caixão. Uns até pelas mãos dos outros (Stálin/Trótsky). As mazelas sociais de toda a natureza assolaram a Rússia e milhões de proletários, em tese condenados a morrerem de fome, acabaram morrendo dela e também de frio, pneumonia, cólera...

Chegando aos trancos e barrancos à decada de 80, o comunismo russo começou a se "contaminar" com o sistema político do arqui-rival, e os estudantes que antes usavam tênis iguais06, já começavam a sonhar com as marcas americanas e delinear uma faísca de individualismo no futuro.

Depois, vieram aquelas palavras engraçadas "perestroika" e "glasnost", que continuaram sendo só engraçadas mesmo.

Dançaram um tango desgraçado com os EUA por quase um século, para juntar-se ao inimigo no final, que ergueu a carcaça da lebre ao mundo inteiro contemplando a queda de um sistema falho, criador de ditaduras e ditadores tão ou mais ferozes que o tão falado capitalismo monopolista segregacionista financeiro.

Porra...se uma coisa já foi tentada inúmeras vezes, em culturas e continentes diversos, e não deu certo em nenhum deles,  como alguém ainda suspeita  que esse sistema possa vingar? Por que será que o socialismo nunca saiu do papel? Porque o capitalismo "não deixou"?17

A abertura da China e os posteriores 10% anuais de crescimento explicam.

Leis trabalhistas flexíveis? Trabalho escravo? Desigualdade entre a costa e o interior do país? É coisa pra caralho para acontecer em dez anos, hein1306.
Scarlet Rose2007-06-30 16:50:09
Link to comment
Share on other sites

Se dependesse só de força de vontade...parece a propaganda do Lula' date=' "é só você querer..."

06

Mas o Brasil ainda é mais rico que o Chile. Aliás, o Brasil é um país com riqueza considerável. Em regiões do Brasil temos qualidade de vida semelhante à de primeiro mundo. E não estou falando de Regiões distintas, mas numa mesma cidade. Belo Horizonte, por exemplo, tem lugares com qualidade de vida igual, senão maior, que da Noruega. Mas em outros, se aproxima da África.

São diversos fatores que não dá para listar, ou seguir uma receita pronta, ou o modelo de outro país. Temos ver o que é adequado para cá. Mas com certeza está sendo mal feito...
[/quote']

Ué...90% depende mesmo é da força de vontade...só conseguiram isto porque QUISERAM isto, e foram atrás disto...

 

Brasil mais rico que o Chile...onde????Só se for pelo PIB do país...mas se usarmos este critério, a Índia é melhor que a Suíça...o Bangladesh melhor que a Islândia...o PIB Per Capita, embora não seja perfeito, é um critério mais "aceitável"

 

E tem outra...se BH tem locais melhores que a Noruega(um ou outro, é claro), então Santiago também tem...afinal, é a cidade mais rica da América Do Sul...
Link to comment
Share on other sites

Se dependesse só de força de vontade...parece a propaganda do Lula' date=' "é só você querer..."

06

Mas o Brasil ainda é mais rico que o Chile. Aliás, o Brasil é um país com riqueza considerável. Em regiões do Brasil temos qualidade de vida semelhante à de primeiro mundo. E não estou falando de Regiões distintas, mas numa mesma cidade. Belo Horizonte, por exemplo, tem lugares com qualidade de vida igual, senão maior, que da Noruega. Mas em outros, se aproxima da África.

São diversos fatores que não dá para listar, ou seguir uma receita pronta, ou o modelo de outro país. Temos ver o que é adequado para cá. Mas com certeza está sendo mal feito...
[/quote']

Ué...90% depende mesmo é da força de vontade...só conseguiram isto porque QUISERAM isto, e foram atrás disto...

 

Brasil mais rico que o Chile...onde????Só se for pelo PIB do país...mas se usarmos este critério, a Índia é melhor que a Suíça...o Bangladesh melhor que a Islândia...o PIB Per Capita, embora não seja perfeito, é um critério mais "aceitável"

 

E tem outra...se BH tem locais melhores que a Noruega(um ou outro, é claro), então Santiago também tem...afinal, é a cidade mais rica da América Do Sul...

 

Olha só...um especialista que consegue dar porcentagem da receita para se tornar um país próspero. Se fosse tão simples não teria diversos debates nos meios acadêmicos. A solução do Brasil é força de vontade... Acho que você anda lendo livro de auto-ajuda demais...06

Brasil é mais rico que o Chile sim. China mais rica que diversos países europeus e por aí vai...atenção no que você fala. Primeiro você diz rico, depois vai mudando o adjetivo para "melhor"? Não são sinônimos...

E novamente cuidado com o que diz. E daí se Santiago é mais rica? São Paulo é a cidade mais rica do Brasil e nem por isso é a melhor. Garanto que tem uma cidadezinha no interior que tem qualidade de vida bem maior. Ou uma Florianopolis da vida....

O problema do Brasil não é conseguir recursos ou riqueza, mas saber o que fazer com eles. Quer dizer o problema é bem mais complicado do que enriquecer e força de vontade...
Link to comment
Share on other sites

Novamente...o PIB, PRODUTO INTERNO BRUTO, do Brasil, REALMENTE é maior que o do Chile...agora, o PIB PER CAPITA, NÃO...então, NÃO, o Brasil, NÃO é mais rico que o Chile.

E sim, usei o adjetivo melhor para mostrar que o país A tem renda per capita maior que a do país B...algum problema nisto?


Quanto a Santiago e São Paulo, não sei se você percebeu, ou se não tem massa encefálica suficiente, mas eu estava comparando as maiores cidades dos 2 países, portanto, é uma comparação justa

E também...me diga como um país anda tendo um povo que prefere ver Brasileirão bebendo pinga do que ler um livro ou fazer algo mais inteligente?
Link to comment
Share on other sites

Tem problema sim...pois você está misturando as coisas. Os EUA é o país mais rico, mas não é o melhor. Então defina o seu critério se é PIB ou PIB per capita, não tem dessa de quem lê descobrir o que você quer falar. Senão você vai entrar pelo cano. Nada é pressuposto, você tem explicar o seu arugmento e desenvolver a sua idéia. E principalmente quando país rico é uma coisa, país com qualidade de vida é outra.

Agora mais respeito, pois falta massa encefálica é no seu caso. Fica repetindo o que o prof de geografia fala.

Primeiro: repetindo o que você disse

"E tem outra...se BH tem locais melhores que a Noruega(um ou outro, é claro), então Santiago também tem...afinal, é a cidade mais rica da América Do Sul..."

Me mostra onde você disse de comparar as duas maiores cidades dos dois países?

Segundo, de que adianta esta comparação entre estas duas cidades, se a própria comparação dentro do país vai por água abaixo...Comparação não é justa. Ainda mais que a sua comparação está muito mal feita. Mas uma vez confundindo cidade rica (critério que você mesmo confessou na comparação) e qualidade de vida.

E temos tratar do assunto de modo real, e não ficar idealizando o povo. Quer dizer, esta sua idéia simplista de a culpa é do povo bate com a sua solução. Então me diga, qual é a solução do país?
Link to comment
Share on other sites

Bom...então o seu conceito de riqueza é novo pra mim...mundo a fora, o conceito de riqueza é o PIB Per Capita, e é esse conceito que eu vou seguir...se você quer seguir outro conceito, siga...mas não force os outros a segui-lo, ok?

 

Qualidade de vida pra mim TAMBÉM leva em consideração o PIB Per Capita.Leia-se, TAMBÉM...outros fatores, como segurança, saúde e etc entram nisto

 

Quanto a comparação, eu realmente me confundi no meu post anterior...mas de qualquer forma, eu fiz a tal comparação de Santiago com BH por você mesmo citou a mesma...e mesmo assim, apesar de BH não ser a maior cidade do país, a mesma tem dimensões parecidas com a de Santiago, e ainda sim, é a 3ª maior metrópole do Brasil...então, com o perdão do MEU erro, a comparação continua sendo válida

 

Pra você não me enxer mais o saco, aqui vão os meus conceitos referentes ao que discutimos agora:

 

País Rico - País com alta renda per capita
Qualidade de vida - Conceito que leva em conta vários fatores, dentre eles, a renda per capita.

 

Ok?

Qual é a solução?Oras, a mesma que o Chile, Tigres Asiáticos, e algumas poucas nações do Leste Europeu estão adotando...abrir sua economia!Liberalizar a economia!Ou, em outras palavras, aquilo que pseudo-intelectuais de USP e a nossa mídia O-D-E-I-A-M: neo-liberalismo, privatizações, reducação de esmolas trabalhistas, e etc
Link to comment
Share on other sites

Não é nem questão de encher o saco, mas primeiro conceitualizar os termos que você está usando. Não vou ficar aqui numa discussão sem nexo sobre o conceito de país rico para cada um. O negócio é você explicar as suas idéias e os termos usados, e não pensar que quem lê tem as mesmas idéias que você, senão assim nem precisaria em expôr a sua opinião.

Mas a sua solução acho que vai além para abrir a economia. Acho que o problema nem vai por aí. Não acho que é somente econômico. Na verdade eu penso mais na esfera política do que econômica. Mesmo porque não tenho intimidade com economia...
Link to comment
Share on other sites

Bom...então o seu conceito de riqueza é novo pra mim...mundo a fora' date=' o conceito de riqueza é o PIB Per Capita, e é esse conceito que eu vou seguir...se você quer seguir outro conceito, siga...mas não force os outros a segui-lo, ok?

 

Qualidade de vida pra mim TAMBÉM leva em consideração o PIB Per Capita.Leia-se, TAMBÉM...outros fatores, como segurança, saúde e etc entram nisto

 

Quanto a comparação, eu realmente me confundi no meu post anterior...mas de qualquer forma, eu fiz a tal comparação de Santiago com BH por você mesmo citou a mesma...e mesmo assim, apesar de BH não ser a maior cidade do país, a mesma tem dimensões parecidas com a de Santiago, e ainda sim, é a 3ª maior metrópole do Brasil...então, com o perdão do MEU erro, a comparação continua sendo válida

 

Pra você não me enxer mais o saco, aqui vão os meus conceitos referentes ao que discutimos agora:

 

País Rico - País com alta renda per capita
Qualidade de vida - Conceito que leva em conta vários fatores, dentre eles, a renda per capita.

 

Ok?

Qual é a solução?Oras, a mesma que o Chile, Tigres Asiáticos, e algumas poucas nações do Leste Europeu estão adotando...abrir sua economia!Liberalizar a economia!Ou, em outras palavras, aquilo que pseudo-intelectuais de USP e a nossa mídia O-D-E-I-A-M: neo-liberalismo, privatizações, reducação de esmolas trabalhistas, e etc
[/quote']

 

Desisto. È por essa mentalidade que nosso país não vai para a frente. Isso mesmo vamos privatizar, abrir mais as portas para o estrangeiro e o escambal. Vamos afundar o país na lama mesmo. Me revoltei.11
Link to comment
Share on other sites

Bom...então o seu conceito de riqueza é novo pra mim...mundo a fora' date=' o conceito de riqueza é o PIB Per Capita, e é esse conceito que eu vou seguir...se você quer seguir outro conceito, siga...mas não force os outros a segui-lo, ok?

 

Qualidade de vida pra mim TAMBÉM leva em consideração o PIB Per Capita.Leia-se, TAMBÉM...outros fatores, como segurança, saúde e etc entram nisto

 

Quanto a comparação, eu realmente me confundi no meu post anterior...mas de qualquer forma, eu fiz a tal comparação de Santiago com BH por você mesmo citou a mesma...e mesmo assim, apesar de BH não ser a maior cidade do país, a mesma tem dimensões parecidas com a de Santiago, e ainda sim, é a 3ª maior metrópole do Brasil...então, com o perdão do MEU erro, a comparação continua sendo válida

 

Pra você não me enxer mais o saco, aqui vão os meus conceitos referentes ao que discutimos agora:

 

País Rico - País com alta renda per capita
Qualidade de vida - Conceito que leva em conta vários fatores, dentre eles, a renda per capita.

 

Ok?

Qual é a solução?Oras, a mesma que o Chile, Tigres Asiáticos, e algumas poucas nações do Leste Europeu estão adotando...abrir sua economia!Liberalizar a economia!Ou, em outras palavras, aquilo que pseudo-intelectuais de USP e a nossa mídia O-D-E-I-A-M: neo-liberalismo, privatizações, reducação de esmolas trabalhistas, e etc
[/quote']

 

Desisto. È por essa mentalidade que nosso país não vai para a frente. Isso mesmo vamos privatizar, abrir mais as portas para o estrangeiro e o escambal. Vamos afundar o país na lama mesmo. Me revoltei.11

Bom...é por causa da SUA mentalidade que este país não vai pra frente...afinal, todos os países que "abriram a porta para o estrangeiro e para o escambau" de forma CORRETA, se deram bem...só os trouxas aqui dos Brasileiros que ainda acreditam nesse modelo de Estado protetor, detentor de tudo, e paternalista

 

PS - Você fica tão fofa quando fica irritada...06
Link to comment
Share on other sites

Não é nem questão de encher o saco' date=' mas primeiro conceitualizar os termos que você está usando. Não vou ficar aqui numa discussão sem nexo sobre o conceito de país rico para cada um. O negócio é você explicar as suas idéias e os termos usados, e não pensar que quem lê tem as mesmas idéias que você, senão assim nem precisaria em expôr a sua opinião.

Mas a sua solução acho que vai além para abrir a economia. Acho que o problema nem vai por aí. Não acho que é somente econômico. Na verdade eu penso mais na esfera política do que econômica. Mesmo porque não tenho intimidade com economia...
[/quote']

Ok...é, realmente errei em não conscientizar meus termos...foi mal

 

Mas que nem, voltando ao tema da conversa, realmente uma reforma política seria necessária sim, é ÓBVIO...mas eu acredito que a econômica deva ter prioridade...quero dizer, as 2 são extremamente importantes, mas a econômica precisaria ser realizada antes, abrindo caminho assim para a política...mesmo porque, se você pegar o Corruption Perception Index(da Transparency International) que mede o nível de corrupção ao redor do mundo, e o Index of Economic Freedom(da Heritage Foundation), que mede, obivamente, a liberdade econômica, você observará uma espécie de "correlação" entre os 2 índices.Os países mais economicamente livres normalmente tem um nível mais baixo de corrupção, ao passo que os mais "estatistas" possuem um nível mais alto.Chile, Botswana e Estônia, por exemplo, dentro de suas regiões, são as nações mais corruptas e ao mesmo tempos mais liberais.E se você juntar a esses 2 índices o Índice de Liberdade Política da Freedom House, também observará a mesma coisa...nações mais liberais economicamente tem uma tendência a serem mais livres e abertos politicamente
The Keymaker2007-07-01 23:45:35
Link to comment
Share on other sites

 

Dormirei de bom humor.06

 

 

Concordo com o Keymaker. Capitalismo e desigualdades sociais andando juntas ou guardando parentesco é papo terceiro-mundista típico. Perguntem a um inglês' date=' a um francês, japonês ou alemão o que eles acham do capitalismo. A "malevolência" do sistema é fruto de uma perspectiva envenenada da desigualdade social histórica de países com distribuição de renda vergonhosa como o nosso. A luta entre classes é intrínseca à sociedade humana e muitíssimo anterior a qualquer resquício do que hoje tomamos por capitalismo. As primeiras pirâmides sociais de que se tem notícia são as das sociedades antigas, em especial a greco-romana, e já se via nelas o esboço da segregação que vivemos hoje.

É uma bestialidade afirmar que o capitalismo é responsável pela desconfiguração social de qualquer país. É simplista, banal e burro.09
[/quote']

 

Só gostaria de saber para quem você dirige esta postagem?17 É para mim? Se for só posso rir. 06

 

Se me conhecesse melhor, saberia que não culpo o sistema apenas. Culpo toda forma de hierarquia, todas as instituições, culpo a igreja, o estado, a família, a propriedade e até a mim mesmo. Mas acima de tudo culpo o desgraçado criador disto tudo. Culpo “deus” e odeio ele como se o mesmo existisse. 
Plutão Orco2007-07-02 09:53:25
Link to comment
Share on other sites

Vão atrasar ainda mais a América Latina do resto do mundo.

Ass.: skellington

 

E essa praga pega' date=' sim. Vide Equador, Venezuela, Bolívia...
[/quote']

1) Primeiro que o que está acontecendo na America Latina não é socialismo e sim um caminho para a simples e pura ditadura e segundo que 2) praga mesmo é o capitalismo com todas as suas desigualdades e consequentes atrasos, pois para lucrar alguém tem que perder e quem sempre perde é o povo.

1) Socialismo e ditadura sempre foram íntimos um do outro.

 

2) Papo típico de latino-americano revoltadinho que culpa o Primeiro Mundo pelos seus problemas. 07

O inferno são sempre os outros.

 

Falando em populismo de esquerda,  vocês viram a entrevista com o presidente da RCTV na Band?


Foi jóia! 16

Os "jornalistas" tiveram que engolir em seco, não tinham sequer como argumentar a favor do Chavez. 
skellington2007-07-02 10:27:54
Link to comment
Share on other sites

Ok?

Qual é a solução?Oras' date=' a mesma que o Chile, Tigres Asiáticos, e algumas poucas nações do Leste Europeu estão adotando...abrir sua economia!Liberalizar a economia!Ou, em outras palavras, aquilo que pseudo-intelectuais de USP e a nossa mídia O-D-E-I-A-M: neo-liberalismo, privatizações, reducação de esmolas trabalhistas, e etc
[/quote']

 

Odeiam mesmo, e com razão. Para começar onde que foi parar o dinheiro de tantas privatizações?

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

E segundo se o estado não se expressa neste modelo, qual a razão da sua existência?

 

Acontece que este sistema neo-liberal no final das contas só serve para tirar as responsabilidades do estado e oferecer a empresas privadas. Se é assim, o estado deve fazer melhor do que isto. O estado deveria devolver vários impostos cobrados durante anos para toda a população, para que a mesma se vire para poder viver. Claro que isto ele nunca vai fazer, o estado sendo democrático, capitalista, comunista ou o diabo a quatro nunca vai deixar o poder. Nada é mais agradável do que ter o controle e brincar de deus.

 

Vale lembrar que as desigualdades, só pioraram com os amados governos liberais. Embora os imbecis aqui não vivem no subúrbio como eu para sentir na pele o que é sofrimento ou desespero. Vão obviamente dizer o contrário. Claro que farão isto se baseando na vida que eles têm.  

 

Vocês vivem até hoje nas assas do papai e da mamãe sem ter a menor compreensão de mundo a não ser o que o professor passa na salinha de aula particular cara. Assim, até eu poderia vir aqui e achar o neo-liberalismo uma maravilha, que Bush é um santo e o povo sofre merecidamente. Quando vocês viverem o que eu vivi, eu darei credito total. Mas até lá suas experiências são banais e enfadonhas, vidas de menininhos mimados que ganham pôneis no natal.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...