Jump to content
Forum Cinema em Cena

Liga da Justiça


Recommended Posts

 Gostei muito da visão do Cavill sobre o projeto. Mostra que ele tem consciência de como o projeto deve ser conduzido. Espero que os produtores tenham escutado esta declaração com atenção.

 

 Curiosamente, esta declaração é muito semelhante a uma que um certo Robert Downey JR deu a respeito de um certo filme em 2008. A Marvel Studios escutou seu astro. Vamos torcer para que a Warner faça omesmo com o seu.

Link to post
Share on other sites
  • Replies 4k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Ele é bem mais alto que o Cavill se não me engano. Será que para um filme da Liga o Super não teria que ser o personagem mais alto?(sei que posso estar falado uma besteira) 

Eu prefiro que o Lanterna do filme seja o Hal Jordan também.     Agora proponho uma análise diferente. É a análise de um velho arco de histórias da Liga datado da década de 70, que apesar de ter as

Eu votaria no Brad Bird, gostei do último MI e acho que ele seguraria a barra de uma equipe, principalmente em explorar o trabalho em grupo com poderes diferente (Os incríveis). Eu não espero um filme

Mostra que ele tem consciência de como o projeto deve ser conduzido. Espero que os produtores tenham escutado esta declaração com atenção.

 

Ou vai ver foram os produtores que prepararam o discurso do Cavill, que seria nesse caso vendido como herói. heheh

 

28415516.jpg

Link to post
Share on other sites

>>> E Agora?!?! Quem poderá nos defender?!?!

 

 

Legendary Pictures decide encerrar parceria com Warner Bros.
25/06 - 09h03
 
por Renato Silveira
 

img51c98820ebd48.png

 

A Legendary Pictures e a Warner Bros. decidiram não renovar o contrato de parceria que rendeu, desde 2005, grandes sucessos como a trilogia O Cavaleiro das Trevas, 300, Watchmen, Se Beber, Não Case!, A Origem, Atração Perigosa, o recém-lançado O Homem de Aço e o ainda inédito Círculo de Fogo.

Os dois estúdios ainda têm munição guardada até 2014, no entanto. Frutos da parceria que ainda estão em produção ou finalização incluem 300: A Ascensão do Império, Godzilla, World of Warcraft e Crimsom Peak.

De acordo com o site da Variety, o presidente da Legendary, Thomas Tull, confirmou que está conversando com diversos outros grandes estúdios para fazer uma parceria semelhante a que tem com a Warner. Entre eles estão Universal, Sony e Fox.

A Universal é tida como favorita por já ter engatilhada a produção de dois blockbusters: Jurassic Park 4 e Velozes e Furiosos 7. Além disso, o estúdio tem a vantagem de ser do mesmo grupo que a rede de TV NBC, o que favoreceria a produção de novos seriados pela Legendary.

É esperado que Tull anuncie com quem fechou contrato antes de 4 de julho, feriado da Independência nos Estados Unidos. O acordo deverá incluir, além do cinema, projetos para televisão, conteúdo digital e publicação de revistas em quadrinhos.

Em nota relacionada, a Warner anunciou nessa segunda-feira, 24 de junho, que Jeff Robinov não é mais presidente da divisão de filmes do estúdio. Ele estava no cargo desde 2007 e será substituído por uma equipe de três pessoas: o presidente de produção Greg Silverman, a chefe de marketing Sue Kroll e o presidente da New Line Toby Emmerich. Eles vão se reportar diretamente ao CEO da Warner, Kevin Tsujihara – que foi para quem Robinov perdeu o principal cargo dentro do estúdio, após uma acirrada disputa interna, segundo a Variety.

Link to post
Share on other sites

Sei que existe uma maioria qu é contra os reebots, porém se pensarmos que em breve teremos um novo Batman nos cinemas em Filme solo ou não, talvez numa Liga, não seria interessante aproveitar e já rebootar :P o Lanterna Verde?, penso que a aparição do Super, deve servir como motivação para que outros heróis apareçam.

Link to post
Share on other sites

se pensarmos que em breve teremos um novo Batman nos cinemas em Filme solo ou não

 

Não creio que isso esteja tão certo assim, Lion El.

Veja, eu não entro aqui no mérito de qual situação é mais provável, mas, sobre um reboot do Batman, eu não confirmaria nem descartaria.

Link to post
Share on other sites

 Mas PRIMO, tanto o Goyer quanto o presidente da Warner/DC (cujo nome me escapa no momento) já confirmaram que a trilogia do Nolan pertence a outro universo, e que um novo Batman sera criado no cinema para este UDC iniciado por MAN OF STEEL. Ou seja, os caras já bateram o martelo.

 

 Não adianta dizer que estão escondendo o jogo, por que verdade seja dita, eles mais perdem do que ganham ao fazer isso. Ou seja, não estão escondendo jogo nenhum. Teremos um novo Batman em LIGA DA JUSTIÇA.

Link to post
Share on other sites

Liga da Justiça | Christian Bale diz que não será o Batman do filme "Não sejamos gananciosos", disse o ator

Aline Diniz

01 de Julho de 2013

batman___.jpg
 

Durante um tempo, especulou-se que Christian Bale voltaria ao papel de Batman para o filme da Liga da Justiça, mas, em entrevista à EW, o ator diz que aposentou o manto do Homem-Morcego definitivamente.

"Tivemos muita sorte em fazer três filmes [do Batman]. Isso é o suficiente. Não sejamos gananciosos", disse o ator. "Chris [Nolan] sempre disse querer fazer um filme por vez. Quando percebemos, já estávamos no terceiro filme", completou.

Bale diz ainda que não sabe do futuro dos filmes da DC na Warner: "Não tenho informação alguma, não sei de nada. Eu sei que o filme está acontecendo e é isso". O britânico diz ainda que não fica triste em passar o papel de Batman a outra pessoa: "É uma tocha que deve ser passada a diante, de um ator a outro. Eu mal posso esperar para ver o que outra pessoa fará com ele."

Em entrevistas recentes, o roteirista David Goyer já sugeriu que o Batman concebido no universo de Christopher Nolan não teria espaço no mundo estabelecido por O Homem de Aço - daí a possibilidade de apresentar em breve um novo ator no papel do Homem-Morcego.

Link to post
Share on other sites

 Bom, depois dessa sugiro a analise de mais um arco de histórias da Liga. No clima de destruição promovido por MOS, sugiro a analise de MUNDOS EM GUERRA

 

300px-Superman_Man_of_Steel_115.jpg

 

 

300px-JLA_Our_Worlds_at_War_1.jpg

 

300px-Wonder_Woman_Vol_2_172.jpg

 

 

300px-Wonder_Woman_Our_Worlds_at_War_1.j

 

300px-Action_Comics_782.jpg

 

 

300px-Worlds_Finest_Our_Worlds_at_War_1.

 

 A historia começa meses antes, quando o recém empossado presidente Luthor recebe uma visitante misteriosa, que lhe avisa que a Terra entrara em Guerra em um futuro muito próximo, e de que o presidente terá que fazer alianças inimagináveis caso queira vencer esta Guerra. Dois meses depois, Clark Kent acorda junto com milhões de pessoas em um local desconhecido. Logo Clark assume a identidade do Superman, encontrando Lois, Jimmy e Maggie Sawyer entre os abduzidos. Através de sua visão de raio-x, Superman descobre estar em uma enorme nave espacial, e parte para encontrar os responsáveis.

 

 Ao mesmo tempo em que o Superman enfrenta robôs que tentam detê-lo, mais robôs aparecem para os cidadãos, exigindo a presença de lideres e meta humanos. A população entra em pânico, e Lois é a primeira a ter uma atitude racional ao pedir aos robôs comida e abrigo, necessidades básicas dos seres humanos. Por isso, a jornalista é eleita a "Lider dos sobreviventes."

 

 Superman chega a sala de controle da enorme nave, encontrando velhos inimigos como Mongul e Máxima, mas também velhos aliados como Adam Strange e Estelar. Inicialmente, o herói pensa tratar-se de uma conspiração alienígena para atacar a Terra, mas o quarteto explica ser justamente o contrario. Eles fundaram uma coalizão para defender o planeta de uma ameaça conhecida como Imperiex.

 

  Imperiex seria a personificação da entropia, um ser de energia pura contido em uma armadura, que teria detectado uma grande imperfeição no universo, e pretende destruí-lo, criando um novo que seja perfeito. Em seu caminho ele destruiu o Mundo Belico., Daxam, e Almerac (planeta natal de Máxima) e agora ruma para a Terra. Adam Strange explica que com a grande energia liberada pela destruição da Terra, Imperiex poderia provocar seu Big Bang.

 

Strange também explica que eles não estão em uma nave e sim em uma arca espacial, e que os cidadãos de Metrópolis foram escolhidos para repovoarem a Terra, caso a vida humana não resista a Guerra.Adam entretanto, esclarece que não é o líder da coalisão, como o Superman pensa inicialmente. Ele teletransporta-se junto com Superman de volta a uma Metrópolis deserta, só para encontrar o resto da Liga, que investiga uma grande frota alienígena sobre a cidade. De dentro de um enorme tubo de explosão, uma nave mãe surge, e Superman percebe com espanto que o líder da coalisão é Darkseid.

 

 Logo, o helicóptero presidencial pousa em Metrópolis trazendo o Presidente Luthor. Superman fica furioso ao saber que Luthor sabia da coalisão alienígena e da vinda de Imperiex, e não comunicou nada a ninguém. A princípio, o homem de aço é irredutível em se aliar aos seus dois maiores inimigos, mesmo com a Mulher Maravilha lembrando-lhe que a guerra faz aliados estranhos. O debate é interrompido quando um pequeno tremor atinge o local. Darkseid declara que a guerra começou, enquanto Mercy avisa a Luthor que algo extremamente poderoso acabou de atingir o Kansas.

 

  Superman reluta em partir para o seu estado natal e deixar os seus amigos sozinhos, mas Ajax o incentiva. Apavorado, o Homem de aço sobrevoa um estado devastado. O ponto zero foi a capital Topeka, que foi pulverizada por uma sonda de Imperiex. Com a ajuda da Supermoça (Linda Danvers) e do exercito, Superman enfrenta a horda de robôs vindos da sonda, enquanto a Liga Da Justiça tenta interceptar mais sondas que continuam a chegar. Com a situação em Topeka aparentemente sob controle, Clark voa para Smallville, mas a cidade também sofreu com a onda de choque. O Rancho Kent esta em chamas, e não há sinal de que Jonathan e Martha Kent tenham sobrevivido.

 

  No espaço, Superman se junta a seus colegas da Liga, e as frotas de Tamaran (planeta natal de Estelar) e Rann (Planeta natal de Adam Strange) na defesa da Terra. O Lanterna Verde (Kyle Rainer) consegue impedir a aceleração de uma das sondas, quebrando o braço no processo, mas não consegue impedir uma pequena nave Imperiex de chegar a Paris. A Mulher Maravilha persegue a nave, e em um esforço heroico, consegue derruba-la sozinha. Mas logo se vê sob ataque de mais robôs Imperiex.

 

Superman chega em seu auxílio no momento de uma grande explosão. Superman chega a temer pelo pior, mas Batman surge da fumaça carregando Diana. Ela esta muito ferida, tanto que Superman consegue ouvir somente um leve batimento cardíaco no corpo da princesa. O Superman leva Diana nos braços para a Arca Espacial, enquanto Batman retorna a Gotham. O morcego não faz mais parte da Liga, e acha que será mais útil em Gotham, contendo o caos que se espalhou com a histeria do fim do mundo.

 

 Na casa Branca, o Presidente Luthor, com a ajuda do Prof. Magnus, percebe que os robôs e sondas de Imperiex funciona como uma colmeia, e que só será derrotada quando o líder caí. Também deduzem que as cidades atacadas não são aleatórias, pois funcionam como pontos fixos de seus continentes.

 

 Enquanto isso, duas novas sondas passam pela linha de frente espacial. Uma destrói Frankfurt completamente. Para desespero do Aquaman, a segunda ruma para Atlântida. Em uma ação suicida, o herói se teleporta da Torre da Liga, e tenta deter a sonda em pleno mar, mas seus esforços parecem inúteis, e o Rei de Atlântida parece perecer com o seu reino. Ao saber da morte do amigo por Ajax, Superman grita que dará guerra total a Imperiex.

 

 O homem de aço é convocado de volta a Casa Branca, onde Luthor diz ter um plano para derrotar Imperiex Prime. Mas para isso, Superman deve buscar um prisioneiro encarcerado em um complexo militar no lado escuro da Lua. Ninguém menos que o Apocalipse. O monstro sofreu lavagem cerebral, e vê todas os robôs Imperiex como se fossem o Superman. Assim, a Liga abre caminho para que Superman e Apocalipse cheguem a até então intocada nave de Imperiex. Imperiex entretanto revela-se um adversário imbatível. Ele mata o Apocalipse com uma rajada de energia, deixando-lhe somente os ossos. O kriptoniano só sobrevive, pois usou um dos ossos do monstro como escudo. O herói escapa da nave até cair ferido em um tubo de explosão que o leva direto a Apokolips.

 

 A Arca Espacial é transformada em um hospital para os feridos de Guerra. A Rainha Hipolita chega a bordo, para cuidar da filha ferida. Enquanto isso, Lois Lane recebe um chamado do Presidente Luthor para ir a Casa Branca discutir um assunto urgente. Não muito tempo depois, a Arca Espacial é atacada pelos robôs de Imperiex.

 

 Uma sonda Imperiex de dirige a Washington. Mesmo ferida, Diana tenta se levantar para defender a Arca, a contragosto da mãe. Supermoça, Capitão Atomo e o exército americano liderado pelo General Sam Lane tentam defender a capital americana. Superman recupera-se de seus ferimentos em Apokolips e retorna ao espaço só para ver a Mulher Maravilha em seu traje espacial perfurando heroicamente a nave mãe que atacava a arca. Entretanto, o corpo inconsciente da heroína cai descontrolado na atmosfera da Terra, entrando em reentrância e em seguida, em combustão. Superman tenta ir ao seu resgate, mas é atacado por um robô Imperiex.

 

 Lois pede socorro do marido pelo sinalizador, mas não é atendida. Percebendo que só havia um jeito de salvar a capital, Sam Lane joga a sua nave contendo uma bomba nuclear sobre a nave que atacava a capital, morrendo no processo. Capitão Atomo absorve a radiação, impedindo a contaminação da Capital. Tudo é observado por Lois e Lex do Salão Oval.

 

 Superman consegue se livrar do robô e detém o corpo em chamas da Mulher Maravilha. Ela esta morta. Mas aquela não é Diana, e sim a sua mãe, a Rainha Hipólita. Superman volta para a Arca com o cadáver da Rainha, e descobrimos que ela nocauteou a filha e roubou a sua armadura para ir lutar no lugar dela. Diana sofre por suas ultimas palavras a mãe terem sido "você não é a Mulher Maravilha". Superman vai a Washington ver a esposa, e sofre mais um baque ao perceber que ela se ressente de ela não ter ido em seu socorro, o que podia ter evitado a morte de seu pai.

 

 Em Themyscera, as Amazonas interrompem a Guerra Civil em que se encontravam quando a Oraculo da Ilha anuncia a morte da Rainha, e mesmo as opositoras de Hipólita concordam com uma trégua, e vão a Guerra, em memória a Hipólita.

 

 Na Casa Branca, Superman, Mulher Maravilha, Lanterna Verde e Darkseid reúnem-se com Luthor. O Presidente alega que boa parte das Sondas de Imperiex foi destruída, e com a nave do vilão avariada pelo ataque do Kriptoniano e de Apocalipse, Imperiex esta vindo pessoalmente a Terra. A única esperança é romper a armadura de Imperiex e espalhar sua energia pelo universo, através de vários tubos de explosão. A única maneira de isso acontecer é Superman ganhar um impulso extra na sua capacidade de absorver energia. Nisso, a heroína feita de pura energua conhecida como Estranha Visitante sacrifica-se, mesmo contra a vontade do Superman, doando toda a sua energia para ele. Superman então voa sozinho para confrontar Imperiex. Tendo uma única chance, ele consegue romper o peito do vilão com um soco.

 

 Mas neste momento, Brainiac 13, uma versão futura de Brainiac, surge e absorve toda a energia liberada por Imperiex. Descobrimos que a visitante misteriosa de Luthor do começo da historia é sua filha Lena, que ele havia dado a Brainiac 13 meses antes, em troca da tecnologia B 13, que ele usou para transformar Metrópolis na cidade do futuro e ganhar as eleições. Luthor é isolado no Salão Oval por agentes controlados mentalmente por Brainiac 13. Em Apokolips, Darkseid é atacado pelas costas pelo filho Grayven, que também faz parte da maracutaia de Brainiac 13, que prometeu poupar Apokolips e entregar o poder a Grayvin em troca das informações que Darkseid tinha sobre Imperiex.

 

 Mesmo com a vantagem que Brainiac 13 lhe deu, Darkseid derruba o filho, dizendo que lhe dará um futuro pior do que a morte pela traição. Ele então convoca Superman e Mulher Maravilha, e os três fazem um pacto de lutar lado a lado contra Brainiac 13 e o legado de Imperiex até a morte.

 

 No espaço, Brainiac 13 surge com uma versão mais poderosa do Mundo Bélico, disposto a terminar o trabalho que Imperiex começou. O vilão dispara um poderoso raio de energia contra a Terra. Máxima sacrifica-se jogando a nave imperial de Almerac sobre o raio, não o detendo, mas retardando-o. Na superfície do Mundo Bélico, a Liga Da Justiça, Darkseid, e um exército de amazonas e Parademônios surge para enfrentar as forças de Brainiac 13. Na Torre da Lexcorp, Lex confronta a sua filha, e consegue despertar uma centelha de humanidade na garota androide, ao dizer que ela não quer ser igual ao pai.

 

 Superman, Mulher Maravilha e Darkseid confrontam Brainiac 13 em pessoa. Percebendo que não será forte o bastante para deter o vilão, o kriptoniano faz uma aposta arriscada e voa para longe, mergulhando no coração do sol. Na Torre da Lexcorp, Lena trai Brainiac 13 em favor do pai, e revela que há um portal do tempo instalado no alto da LexCorp, um plano de contingencia de Brainiac 13 (uma versão futura de Brainiac caso alguém não tenha entendido) caso as coisas deem errado. Percebendo a traição da pupila, o maligno robô a transporta de volta ao mundo bélico. Luthor recebe a ajuda do Prof. Hamilton para terminar o portal do tempo.

 

 Tendo absorvido o máximo de energia solar que pôde, Superman retorna ao Mundo Bélico e enfrenta Brainiac 13. A principio o herói esta confuso pois seus poderes estão fora de controle, mas ele é guiado mentalmente por Ajax, e enfim consegue destruir a carapaça do vilão, matando-o. Mas a consciência de Imperiex ainda esta lá. Neste momento Luthor ativa o seu portal do tempo, que se conecta aos tubos de explosão abertos por Darkseid. Enquanto tem a energia sugada para cinco postos diferentes do cosmos segundos antes do big bang original, a consciência de Imperiex percebe que a imperfeição que detectou era ele mesmo. Após a batalha, Superman consegue voltar ao normal, com a ajuda de Ajax.

 

 A coalisão de defesa da Terra prepara-se para partir. Darkseid avisa a Liga que voltaram as posições anteriores. São novamente inimigos. Mas não antes de informar a Mulher Maravilha que apreciou muito lutar ao seu lado, e que se tivesse uma esposa ia querer que fosse como ela. O Lanterna acha Lena Luthor nos destroços do mundo bélico, que deixou de ser uma androide, e voltou a ser uma menina de dois anos. Superman a devolve a Luthor, mas não sem antes avisar ao Presidente que ele e a Liga sabem de sua responsabilidade indireta na Guerra, e que um dia, fariam com que ele pagasse.

 

 Memorias são erguidos em Frankfurt e Topeka, cidades destruídas durante a Guerra. Um monumento é erguido no local onde ficava Atlântida em memória do Aquaman e do povo de Atlantida, embora seu parceiro Tempest, recusa-se a acreditar na morte do mentor, ou mesmo na destruição de Atlântida. Em Themyscera, a Guerra Civil é suspensa por sessenta dias durante o funeral de Hipólita. No espaço, Superman, Adam Strange e Estelar prestam a sua ultima homenagem a Máxima.

 

  Em Washington, Luthor preside um funeral simbólico para o General Sam Lane, que conta com a presença de Clark Kent e Lois Lane. Na Mansão Wayne, Alfred pergunta ao patrão se ele não deve ir ver Clark e Diana pois sabe pelo que estão passando. Bruce apenas responde que justamente por isso, não vai. Em Smallville, ainda não há sinal de vida dos Kent, e nos destroços do Rancho Kent, Clark enfim se permite chorar nos braços de Lois, pois eles venceram a guerra, mas a custos terríveis.

 

 As questões são

 

 1) Quais elementos de MUNDOS EM GUERRA poderiam ser utilizados no cinema?

 

 2) Imperiex poderia surgir como vilão em um 1º filme?

 

 Bem, MUNDOS EM GUERRA é uma história de caráter claramente épico, com mortes de personagens importantes (quase todos eles ressucitaram mais tarde, mas deixa quieto) e batalhas em várias partes do espaço e do mundo, com frotas estelares e exércitos se degladiando. Creio que uma trama deste naipe seria mais adequada pra fechar uma 1ª trilogia do que para um primeiro filme.

 

Mas pra mostrar que a porra é seria mesmo, já em um 1º filme, podiam varrer uma cidade inteira do mapa mesmo, uma cidade real como Frankfurt ou mesmo Topeka.

 

Outro elemento bem interessante de se usar é Luthor Presidente. O vilão podia se eleger já no 2º filme do herói, e ter que se aliar aos heróis durante uma invasão alienígena no filme da Liga.

 

 Outra ideia que acho muito legal é o mergulho do Super no sol pra sair mega hiper poderoso. Mas acho que isso só poderia ser feito com o Ajax presente, e me repetindo, acho que o 1º filme deva se concentrar nos cinco grandes.

 

 Quanto a Imperiex, acho que se é pra usar um vilão dessa natureza, coloca o Darkseid de uma vez mesmo, ou mesmo o Brainiac.

 

Tenho mais coisas pra falar sobre este arco, mas creio que este post já ficou grande demais. Deixarei para um próximo.

 

 Então, Quais elementos de MUNDOS EM GUERRA, acham que pode ser aproveitado no cinema?

Link to post
Share on other sites

Liga da Justiça | Christian Bale diz que não será o Batman do filme "Não sejamos gananciosos", disse o ator

Aline Diniz

01 de Julho de 2013

batman___.jpg
 

Durante um tempo, especulou-se que Christian Bale voltaria ao papel de Batman para o filme da Liga da Justiça, mas, em entrevista à EW, o ator diz que aposentou o manto do Homem-Morcego definitivamente.

"Tivemos muita sorte em fazer três filmes [do Batman]. Isso é o suficiente. Não sejamos gananciosos", disse o ator. "Chris [Nolan] sempre disse querer fazer um filme por vez. Quando percebemos, já estávamos no terceiro filme", completou.

Bale diz ainda que não sabe do futuro dos filmes da DC na Warner: "Não tenho informação alguma, não sei de nada. Eu sei que o filme está acontecendo e é isso". O britânico diz ainda que não fica triste em passar o papel de Batman a outra pessoa: "É uma tocha que deve ser passada a diante, de um ator a outro. Eu mal posso esperar para ver o que outra pessoa fará com ele."

Em entrevistas recentes, o roteirista David Goyer já sugeriu que o Batman concebido no universo de Christopher Nolan não teria espaço no mundo estabelecido por O Homem de Aço - daí a possibilidade de apresentar em breve um novo ator no papel do Homem-Morcego.

 

 

 

Então acho que agora é definitivo, esqueçamos o Bale para futuro Batman. Alguem sabe quem foram os outros atores que concorreram com Bale, na época da seleção para o papel do homem morcego?

Link to post
Share on other sites

 PRIMO, voltando um pouco aquela situação de um filme baseado em BATISMO NEGRO, e da situação em Las Vegas, o que  você acha agora? Lembre-se que a presença de Bruce em Las Vegas não seria obra do acaso, pois ele foi justamente interrogar Zatanna, então não há "conveniência" em excesso.

 

Bacana. E Clark estaria apenas acompanhando Lois, certo? Digo, o Planeta Diário enviou apenas Lois. Melhor, neh?

Link to post
Share on other sites

Então acho que agora é definitivo, esqueçamos o Bale para futuro Batman. Alguem sabe quem foram os outros atores que concorreram com Bale, na época da seleção para o papel do homem morcego?

 

 

Lion, como é de praxe do Nolan utlilizar atores com quem ele já trabalhou o 1o nome apontado foi o Guy Pearce, o vilão de HF3.

 

284px-Guy_Pearce_Iron_Man_3.jpg
 
 
Mas eu acho que a idade (45) já pesou um pouco pra ele, ao que tudo indica haverá um "relaunch" do Batman, então eles devem procurar um ator mais jovem.
 
 
Link to post
Share on other sites

Provavelmente o Batman vai ser um ator assim com o Downey é para Vingadores, um ator de presença e com algum talento..., na teoria..., mas vai que o próprio Joseph Gordon-Levitt é o da vez..., dependendo da interpretação do Armie Hammer no O cavaleiro Solitário, vai que pq usa mascara nesse filme, haverá uma forte tendencia de escolha... ou não? acredito que o ator não tem bagagem ainda..., há inúmeras outras opções, alias já surgem imagens por ai do ator com uma outra imagem do Batman...

 

the-lone-ranger-armie-hammer1.jpg

 

Noticia antiga de outubro do ano passado...

 

RUMOR: ARMIE HAMMER AS BATMAN IN JUSTICE LEAGUE

armirbat1.jpg

Well, well now…Armie Hammer who is playing as the Lone Ranger in theThe Lone Ranger and he has also played Prince Alcott in Mirror Mirror. Hammer is now being considered again to take up the cowl again in the Justice League movie. When I say take up the cowl again, I mean whenWarner Bros. was trying to do a Justice League movie that never saw the light of day. It was Armie Hammer who was going to be our version of Batman before Christopher Nolan and Christian Bale entered the scene. Hammer was less known back then, now he might be the lead runner for the role with his Lone Ranger role.

Rumors from previous discussions have stated that the Justice League movie might be in a different universe from The Dark Knight Trilogy and Man of Steel, in which both movies are taking a more realistic storytelling approach. So, this rumor might be correct in casting Armie Hammer as Batman for this movie because down the line of a Batman reboot. There will be another actor for the reboot.

So how do we feel about Hammer being Batman? How did you feel back then about him being Batman? Do you think Warner Bros. is pulling the right moves in making the Justice League movie in a different universe than The Dark Knight Trilogy and Man of Steel? 

Link to post
Share on other sites

Provavelmente o Batman vai ser um ator assim com o Downey é para Vingadores, um ator de presença e com algum talento..., na teoria..., mas vai que o próprio Joseph Gordon-Levitt é o da vez..., dependendo da interpretação do Armie Hammer no O cavaleiro Solitário, vai que pq usa mascara nesse filme, haverá uma forte tendencia de escolha... ou não? acredito que o ator não tem bagagem ainda..., há inúmeras outras opções, alias já surgem imagens por ai do ator com uma outra imagem do Batman...

 

the-lone-ranger-armie-hammer1.jpg

 

Noticia antiga de outubro do ano passado...

 

RUMOR: ARMIE HAMMER AS BATMAN IN JUSTICE LEAGUE

armirbat1.jpg

Well, well now…Armie Hammer who is playing as the Lone Ranger in theThe Lone Ranger and he has also played Prince Alcott in Mirror Mirror. Hammer is now being considered again to take up the cowl again in the Justice League movie. When I say take up the cowl again, I mean whenWarner Bros. was trying to do a Justice League movie that never saw the light of day. It was Armie Hammer who was going to be our version of Batman before Christopher Nolan and Christian Bale entered the scene. Hammer was less known back then, now he might be the lead runner for the role with his Lone Ranger role.

Rumors from previous discussions have stated that the Justice League movie might be in a different universe from The Dark Knight Trilogy and Man of Steel, in which both movies are taking a more realistic storytelling approach. So, this rumor might be correct in casting Armie Hammer as Batman for this movie because down the line of a Batman reboot. There will be another actor for the reboot.

So how do we feel about Hammer being Batman? How did you feel back then about him being Batman? Do you think Warner Bros. is pulling the right moves in making the Justice League movie in a different universe than The Dark Knight Trilogy and Man of Steel? 

 

 

Ele é bem mais alto que o Cavill se não me engano. Será que para um filme da Liga o Super não teria que ser o personagem mais alto?(sei que posso estar falado uma besteira) 

Link to post
Share on other sites

 Com todo o respeito LION EL, acho que você esta certo; É besteira.

 

 Primeiro por que não existe uma obrigação do Superman ser o personagem mais alto.

 

 Segundo, por que mesmo que precisasse, pode-se dar um jeito. Tom Hardy era mais baixo que Christian Bale, mas no filme, Bane parece ter a mesma altura que o Batman. Na verdade, parece até mais alto em algumas cenas.

 

 Em primeira instancia, não gosto da idéia de Arnie Hammer como Batman.

Link to post
Share on other sites

Então, Quais elementos de MUNDOS EM GUERRA, acham que pode ser aproveitado no cinema?

 

-Concordo com a substituição de Imperiex por um vilão mais famoso
-Bacana deixar como segundo ou terceiro filme
-O recém empossado presidente Luthor como detentor da informação sobre o iminente ataque e se aliando aos heróis no fim das contas.
-Kent acorda junto com milhões de pessoas em um local desconhecido.
-Maggie Sawyer entre os abduzidos!  
-Superman enfrenta robôs (de Brainiac ou parademônios de Apokolips)
-Lois líder
-Participação especial de vilões e heróis que não moram na Terra (possivelmente ligados ao então filme anterior da franquia)
-homem de aço é irredutível em se aliar aos seus dois maiores inimigos
-Mercy avisa a Luthor que algo extremamente poderoso acabou de atingir o Kansas - concordo em deixar uma cena tipo essa já no filme anterior
-Toda parte no Kansas é altamente aproveitável
-Mulher Maravilha mostrando toda a sua coragem, impetuosidade, fúria por vezes inconsequente é bacana demais. Na verdade, um filme como esse podia mostrar o extremo da personalidade e poder dos principais personagens!
-Batman surge da fumaça carregando Diana (uow, foda)
-O morcego não faz mais parte da Liga, e acha que será mais útil em Gotham, contendo o caos que se espalhou com a histeria do fim do mundo - bacana isso, mas pq afinal ele não faz mais parte? Acho que perdi esse trecho.
-cidades como pontos fixos de seus continentes
-sacrifício do Rei de Atlântida é sempre bem-vindo
-complexo militar no lado escuro da Lua - ok
-Superman volta com o cadáver da Rainha, e descobrimos que ela nocauteou a filha e roubou a sua armadura para ir lutar no lugar dela. 
-mesmo as opositoras de Hipólita concordam com uma trégua, e vão a Guerra, em memória a Hipólita.
-o kriptoniano faz uma aposta arriscada e voa para longe, mergulhando no coração do sol - um clássico utilizável
Link to post
Share on other sites

 PRIMO, sobre algumas de suas considerações

 

 -O recém empossado presidente Luthor como detentor da informação sobre o iminente ataque e se aliando aos heróis no fim das contas.

 

 Será que não seria interessante termos o Luthor presidente já em um primeiro filme da equipe? Assim desde o seu principio, existiria a tensão entre a Liga e o governo. Inclusive, Lex podia se eleger no final da já anunciada sequência de MOS.

 

 -O morcego não faz mais parte da Liga, e acha que será mais útil em Gotham, contendo o caos que se espalhou com a histeria do fim do mundo - bacana isso, mas pq afinal ele não faz mais parte? Acho que perdi esse trecho.

 

 Batman havia se desligado da equipe após os eventos de TORRE DE BABEL, onde foi descoberto que o morcego mantinha um dossiê contendo estratégias para neutralizar os membros da equipe.

 

 Mercy avisa a Luthor que algo extremamente poderoso acabou de atingir o Kansas - concordo em deixar uma cena tipo essa já no filme anterior

 

  A não ser que fosse uma trama dividida em partes, estilo O SENHOR DOS ANEIS (o que em primeira instancia, não é minha preferencia) não sei se esse trecho ficaria bem separado de seu plot de origem. Afinal, nas HQs, a sonda que atinge o Kansas não só reduz a capital do estado a pó, como gera ondas de choque que devastam varias cidades do Kansas, inclusive Smallville. Uma tragédia desta magnitude teria que ser desenvolvida já no filme em que é apresentada.

 

 Outra questão interessante que este arco levanta é o impacto que uma historia desse tipo gera no "universo particular" dos heróis. Afinal, se MUNDOS EM GUERRA fosse adaptado com certa fidelidade, coadjuvantes importantes do universo do Superman morrem (creio que os mais significativos aqui são o casal Kent). A Mulher Maravilha (que eu espero que ganhe a sua própria franquia) também perde a mãe nesta história, o que geraria grande impacto em seu "universo particular", não só no emocional da heroína, mas também em todo o status quo das Amazonas. Nas Hqs, o publico já se acostumou com isso, mas e no cinema?

 

 Em VINGADORES, os quatro heróis com franquias estabelecidas são devolvidos praticamente intactos aos seus "universos particulares". Eu diria que o mais afetado é o Thor, pois enquanto no 1º filme do Deus do Trovão, Loki termina o filme dado como morto, ele vai aparecer no começo do 2º já encarcerado em Asgard. Não ví HOMEM DE FERRO 3 ainda, então não sei o impacto narrativo que o filme da equipe teve na 3ª aventura solo do ferroso. Mas pelo que eu ouvi falar, apesar dos eventos do filme da equipe serem bastante referenciados, é um filme bem fechado no universo particular do ferroso.

 

 Então fica a pergunta, qual deve ser o tamanho do impacto que os filmes da Liga devem ter nos "universos particulares" de seus heróis? Digo, se é pra matar Martha Kent ou Hipolita, não seria melhor fazer isso nos "universos particulares" aos quais estes coadjuvantes pertencem?

 

 Acho uma questão interessante de se debater, por que este formato que a Marvel lançou, e que agora a DC pretende seguir ao seu próprio modo é bastante novo, portanto difícil de saber o caminho certo de se tomar.

Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

Announcements


×
×
  • Create New...