Jump to content
Forum Cinema em Cena

Flamengo


ltrhpsm
 Share

Recommended Posts

  • Replies 2.6k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Olhando friamente somente o resultado é pouco pra segurar o Corinthians em casa.

 

Lembrando a nhaca que estávamos jogando esse ano foi goleada.

 

E levando em conta que, mesmo com um a menos, tivemos mais chances claras de gol, poderíamos sair com 2x0 que seria uma grande vantagem.

 

Ainda acho muito difícil a classificação, até pelas motivações do Corinthians pra esse campeonato, mas o jogo me deu esperanças de um futuro um pouco mais limpo, mesmo que seja só pro Brasileirão.

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

Excelente vitória. Dada as circunstâncias de estado do gramado e do destemperado do Michael eu já estava comemorando um 0 x 0.

 

Agora é segurar os gambás lá.

 

Agora' date=' justiça seja feita, jogou muito bem o Rômulo.

 

[/quote']

 

Concordo. Também achei que o David jogou um bolão.

 

Link to comment
Share on other sites

Também acho que nao dá pra se empolgar muito. Vao ficar descendo a lenha no Ronaldo a semana inteira (aliás o que foi aquilo?Chegou a dar pena.), mas todos sabem a capacidade dele jogar quando é criticado demais.

O Flamengo pode se beneficiar da grande pressao que o Corínthians vai sofrer, é a tao sonhada Libertadores indo pro ralo e o relógio jogando contra.

Sobre hoje achei o Rogério bastanate inteligente, o bom time do Fla no ano passado tinha como arma a aplicaçao tática do Aírton, esse jogador passa a ser o Rômulo que tem as mesmas características.

E antes que eu me esqueça: ÁLVARO NUNCA MAIS...

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

Também acho que nao dá pra se empolgar muito. Vao ficar descendo a lenha no Ronaldo a semana inteira (aliás o que foi aquilo?Chegou a dar pena.)' date=' mas todos sabem a capacidade dele jogar quando é criticado demais.

O Flamengo pode se beneficiar da grande pressao que o Corínthians vai sofrer, é a tao sonhada Libertadores indo pro ralo e o relógio jogando contra.

Sobre hoje achei o Rogério bastanate inteligente, o bom time do Fla no ano passado tinha como arma a aplicaçao tática do Aírton, esse jogador passa a ser o Rômulo que tem as mesmas características.

E antes que eu me esqueça: ÁLVARO NUNCA MAIS...

 

 

[/quote']

 

O Ramon estava no banco? Os poucos minutos que vi ele jogando esse ano ele foi muito bem. O único problema é que estava quase tão gordo quanto o Ronaldo.

 

O Michel quase fodeu tudo. Talvez o erro do Rogério foi não ter tirado o cara logo, já que pareceu que sentiu o peso da responsa. Mas só de ter colocado o Romulo pra ajudar o Maldonado na proteção da zaga e dos laterais já fez o Juan jogar sua melhor partida no ano. E estou gostando do Leo Moura estar nos últimos jogos chamando a responsabilidade.

 

Link to comment
Share on other sites

Gostei da partida do Flamengo após a expulsão do Michael. À exceção do confronto decisivo contra o Botafogo, em todos os outros jogos em que tivemos jogadores expulsos, vencemos. E assim o foi quando não houve expulsões do outro lado, i.e., terminamos de fato com um a menos. O time ao menos teve vontade de cercar razoavelmente bem o Corinthians e tentar alguma jogada sem ser o velho bumba-meu-boi, apesar de ainda estar um pouco viciado nisso.

 

 

 

Outro aspecto positivo foi a força de vontade do Adriano após o gol - além de ter batido bem o pênalti, algo que ele sabe fazer -, ao menos tentando correr. Agradaram-me as atuações já por vocês destacas de David e Rômulo, mas fui surpreendido pelo Willians, que vinha irritando há algum tempo e hoje evitou as faltas tolas e conseguiu arrumar boas jogadas (aquele cruzamento para a cabeçada do Adriano eu pensei que ele ia errar fácil, dada a "qualidade dele"). Os demais não comprometeram, à exceção das duas figurinhas: Michael, pela expulsão, e Vinícius Pacheco que, mal entrou, tentou inverter a bola para a direita sendo que não havia NINGUÉM! Depois posicionou-se mal em dois contra-ataques (impedido) e perdeu uma boa chance num chute cruzado (apesar de não ter batido mal).

 

 

 

Quanto ao padrão tático, acredito que não deu para observar de fato do que esse time é capaz. Primeiramente que não houve jogo no primeiro tempo. Em segundo lugar, a marcação sobre Ronaldo foi desnecessária, já que ele passou um baita vexame e mostrou-se mais rubro-negro do que nunca (assim como o Júlio, confesso que estou até com pena dele; galera exagera na hora de descer a lenha, pqp); ou seja, o Corinthians esteve quase sempre com um a menos - e vale lembrar que por duas ou três vezes, Ronaldo recebeu bons passes, mas matou a bola na canela ou demorou demais. A marcação no meio, pelo menos, não foi frouxa, evitando as tentativas de tabelas; mas, novamente, achei o Corinthians muito mal: faltaram tiros de fora da área, tentativas de pressionar mesmo, pois o Fla visivelmente comportava-se à espera do oponente. Dentinho esteve totalmente ausente e esse Danilo... sei não, não vou falar mal agora porque ele pode me calar no jogo da volta. RC foi bem explorado, tendo em vista que Léo Moura e Willians desciam bastante e achei que a marcação ali podia ter sido mais bem feita. De todo modo, é sempre bom ver o time sem tomar gols (para quem toma 2 gols de Caracas, Duque de Caxias, Americano etc etc).

 

 

 

Por fim, o Rogério Lourenço não fez mais do que aquilo que dele se esperava. Prefiro não dizer que essa escalação do Rômulo foi genial; técnico tem dessas, um jogador de confiança e em quem aposta. Hoje deu certo, depois o cara vai mal e geral vai começar a atacar. Que ele sirva mesmo como o Aírton, mas demos tempo ao tempo. De resto, deu sorte porque o time fez o gol antes de a torcia começar a exigir o Pet e pode, inteligentemente, deixá-lo de fora da partida, tendo em vista que a sua entrada poderia expor exageradamente o time. Todavia, espero que no jogo da volta ele não insista com o Pacheco e comece com o Pet ou ao menos com o Ramon - que hoje nem no banco estava, assim como o Kléberson.

Link to comment
Share on other sites

 

Mas como o técnico vai prever que um maluco vai tomar dois cartões num espaço tão curto de tempo? Ainda mais um meia. Se ainda fosse um volante  e tal era mais previsível.

 

Mesmo assim' date=' perdeu a chance dele.

 

[/quote']

 

Aí tudo bem, mas o estado do campo não era pra ele que é um cara de carregar a bola. Mas estou longe de criticar o Rogério. Lembro até hoje de um gol dele: no primeiro jogo da fase final do Brasileirão 1992 (o grupo do Flamengo tinha São Paulo, Vasco e Santos) contra o SP, o jogo estava bem amarrado e ele soltou uma bomba de falta e o Zetti tomou o frango.

 

16

 

Link to comment
Share on other sites

Mas como o técnico vai prever que um maluco vai tomar dois cartões num espaço tão curto de tempo? Ainda mais um meia. Se ainda fosse um volante  e tal era mais previsível.Mesmo assim' date=' perdeu a chance dele.

 

[/quote']

 

 

 

Ok, concordo, mas o problema foi o medo de colocar o Pet desde o começo; ainda que, com a chuva, eu não colocaria mesmo e muito menos o botaria com um a menos em campo. Também considerava 1 x 0 goleada e estou satisfeito com este resultado, mas repito: Corinthians NÃO jogou - Ronaldo, então, pfff... Portanto, de fato tudo pode ser diferente no próximo confronto.

 

 

 

Assim como eles sofrerão durante a semana com as questões bem lembradas por vocês (Paulista passou, Libertadores no Centenário podendo escapulir de novo, altos gastos com elenco etc), um gol logo no começo sempre altera radicalmente a estrutura. O lance vai ser marcar ainda melhor que hoje e ser ainda mais inteligente nos contra-ataques e, particularmente, prefiro o Pet ao Pacheco desde o princípio tendo em vista que esse será o panorama inicial do confronto. Conforme for, no decorrer da partida, precisando ele tira um volante (Willians) e joga o Pacheco e se o Pet cansar joga outro atacante, não sei, mas se for para começar com o Pacheco que libere os laterais e não faça a bola ter de passar por ele.

Link to comment
Share on other sites

No final das contas essa expulsão teve um excelente efeito colateral, o Rogério deve escalar o Pet como titular, e num jogo como o de quarta que vem o gringo pode fazer a diferença. Pode cadenciar o jogo e fazer o tempo passar ou quem sabe fazer a diferença na bola parada. O problema é a velocidade no contra-ataque, arma que usaremos, aí já não é tanta vantagem.

 

Link to comment
Share on other sites

Como eu tinha pensado antes: pode ser coincidência, mas bastou ter a saída do Andrade e toda a questão do crise para o Fla ao menos voltar a correr. Infelizmente, jogador de futebol é assim, tem que ser na marra. Que inventem mais uma crise esta semana e - pel'amor - não efetivem o Rogério Lourenço e - melhor! - ameacem o elenco com a contratação do Cuca caso o time não passe de fase, haha. Já vimos que contra ele, a galera corre, rs.

 

 

 

----

 

 

 

Coisa "ruim" dessa vitória é que agora a crise pode realmente passar para o Corinthians e os caras crescerem; sendo que viramos favoritos e eu ODEIO favoritismo no Flamengo, só atrapalha. Ainda mais em oitavas de Libertadores... Enfim, agora é esperar.ltrhpsm2010-04-29 02:42:27

Link to comment
Share on other sites

 

Boa' date=' Sopa06

 

Só lembrando no lance dos contra ataques, quem corre é a bola. Não adianta colocar o Pacheco pra correr e sapatear na hora de concluir.

É melhor deixar o Pet enfiando as bolas para o Love e o Adriano.

 

[/quote']

 

Agora o Love, que esse ano foi um dos que mais correu, não jogou nada hoje, hein?

Teve um contra ataque que era só meter no Adriano e ele enrolou até perder a bola.

 

Também acho que eles vão inflamar a torcida e o time com essa derrota. Será muito complicado passarmos.

 

Link to comment
Share on other sites

Texto sensacional do Rica Perrone, que por sinal é são-paulino.

 

 

 

 

Me maltrata, me arrebata!

flavagnerlove_GN_050510010-150x150.jpgNo começo de 2010, campeão brasileiro, o Flamengo montou um “super-time” em busca do título da Libertadores, do Carioca e do Brasileirão. Queria tudo, e começou bem. Até que um dia, sem a menor explicação, o time parou de jogar. Virou alvo de críticas, de muitas dúvidas e conseguiu complicar a mais simples vaga nas oitavas da Libertadores.

Teve que torcer na rodada sem jogar, dependendo de 3 resultados. E os 3 aconteceram.

Em seguida, cai o treinador e o diretor de futebol. O time fica sem treinador a dias de encarar um dos melhores times do país, também focado na Libertadores, em paz, com a melhor campanha.

A presidenta vai lá e avisa. O time reage mal a mudança. A torcida está MORRENDO DE MEDO do jogo, essa era a verdade. Você conversava com os rubro-negros e eles diziam: “O que será agora? Isso era hora dessa crise estourar?”.

E lá vai ele, treinando, chamando técnico dos juniores, apostando na camisa e em mais nada. A torcida lota o Maracanã, empurra, sonha, acha que pode “jogar com eles”.

Joga, e muito bem.

Vê um dilúvio que impede qualquer tipo de jogo. Vê um jogador recém promovido ao time titular ser expulso.

Convenhamos, é impossível. Como um time perdido, sem treinador, sem padrão, em crise, com jogadores descontentes e com um a menos vai ganhar de um dos melhores times do país, em boa fase, calmo, com estrelas e a melhor campanha?

A torcida está como uma bomba relógio. Revoltada com o time, cobra e deixa claro que a coisa vai ficar preta se perder.

Pressão. Muita pressão.

E como pode um provável derrotado ser pressionado? Em que lugar do mundo o “não favorito” pode ser pressionado a vencer?

No Flamengo. Só.

No Maracanã, já sem tanta chuva, a bola volta a rolar. Com ela, um lance isolado dá ao Flamengo a chance de um pênalti. E Adriano, questionado, marca.

Não comemora, porque está chateado. Mas, foda-se. Tem 35 milhões de pessoas comemorando.

O time segura, a bola não entra, o drama termina. 1×0, na raça, na camisa, e só.

Uma semana para treinar. O Corinthians promete vingança. O Flamengo se faz mudo.

Adriano falta ao treino. É, de novo, o ponto de partida de uma crise.

Crise, Flamengo. Quanta sintonia entre os dois.

O time vem a São Paulo e ouve parte da imprensa paulista GARANTIR que o time do Flamengo é FRACO e que o Corinthians vencerá. E que não venceu no Maracanã por incompetencia dele, não por méritos do Flamengo.

Mas, sejamos razoáveis… Quem não conhece a imprensa de SP? Aqui existem 4 times. No Brasileirão, os mesmos 4. Na Libertadores, os 4. E se pedir pra olhar 1 km além da fronteira… não rola.

Pagam a língua o tempo todo, mas não aprendem.

Onde que Love, Adriano, Pet, Bruno, Leo, Juan, Maldonado, Kleberson e cia não tem time pra peitar o Corinthians? É muito desconhecimento de causa, me desculpem.

Mas, aguardem. Em alguns dias começa o bla bla bla dizendo que o Cruzeiro não tem time pra bater o SPFC. É quase lei essa empáfia, que pra mim é DESPREPARO.

Desculpa, não são todos. Mas são muitos.

E em meio a tudo isso, o Flamengo vai ao Pacaembu.

Mordido? Não. Apático. Assustado.

Joga um primeiro tempo ridículo, com a péssima escalção de Pacheco, que não consegue fazer nada há algum tempo.

Sofre 2 gols no primeiro tempo e a vaga vira de lado.

Agora, quem corre atrás é o Flamengo.

Flamengo que não está jogando NADA. Que está deixando a torcida desesperada, irritada, puta.

Rogério mexe. Coloca Kleberson, o jogador mais questionado do time no ano, e deixa Pet, o herói, no banco.

Ninguém entende. Mas, era simples: Vou trancar, e se o gol sair, eu ganho porque 2×1 é nosso.

Mas, e se não sai?

E como que numa transformação mágica de 15 minutos o Flamengo volta como Flamengo.

O Corinthians se assusta. Quem manda no jogo, dita o ritmo e coloca a bola no chão é o rubro-negro.

Gol de Vagner Love, com passe de Kleberson.

Rogério, quase burro, é quase gênio.

Flamengo, quase fora, está quase dentro.

Corações quase saudáveis estão sob risco. A nação treme, come unhas, chora, se desespera.

Do outro lado, um time de causas impossíveis, uma versão paulista do Mengão.

Se é Flamengo, tem que ser sofrido. Mas, se é Corinthians, também.

Então, o tempo passa.

As chances mais claras são, pasmem, do Flamengo. Mas ele perde todas.

E perde porque o Flamengo não pode vencer um jogo de forma simples e tranquila.

É preciso sofrer, é preciso ser no sufoco, é preciso ser Flamengo.

O gol não sai. O Corinthians não consegue criar.

E aos 46 minutos, Rômulo faz falta na entrada da área.

Chicão prepara. O Pacaembu se cala, a nação fecha os olhos e pensa: “Meu Deus, será?”

A outra nação repete: “Será?”

Nada mais natural. Afinal, se for Flamengo, tem que ser com um susto no fim.

Se for Corinthians, com um gol no fim.

Chicão cobra, Bruno voa e coloca pra fora quase dentro do gol.

A nação respira, a fiel se desespera.

Escanteio, mais sofrimento.

A zaga corta, o contra-ataque está armado. Nervoso, o time erra.

Ainda tem mais Corinthians. Mas a zaga corta.

O juiz faz cena, não termina.

48:30, é só apitar.

E eis que ele apita. E o Flamengo está classificado para as quartas de final, eliminando o maior projeto de 2010 rumo ao título da Libertadores, fora de casa, num jogo onde tudo caminhava para uma derrota histórica.

Aí você, desavisado, pergunta: “Mas como é possível?!?!”.

E o rubro-negro te responde, com 115 anos de história: “Eu já sabia”

E você duvida?

abs,
RicaPerrone

Link to comment
Share on other sites

 

Moleza. 4x0 a gente lá06

Só o Palmeiras e nós que tomamos goleada em casa em jogo decisivo. 06

 

Mas o Fla deu muito mole. Perdeu muitos gols.

E Love hoje não deu em bola.

Sim, mas antes disso jogamos como time de várzea na marcação e na defesa. E o "Bruno The Wall" foi ótimo novamente.

 

E ficou claro mais uma vez que o Pet não pode ficar fora desse time, em hipótese alguma.

Sim, como também que ele não aguenta o jogo inteiro.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Concordo com o fapreve, mas, pô, Fabiano, tu pareces que torce a todo momento contra; pel'amor. Agora já acabou mesmo, você tem razão que comparado a outros anos a situação nem foi tão vexamosa e o time não está grandes coisas, mas eu realmente acreditei, até a metade do segundo tempo. #Epicfail para mim, ok, mas torcedor é para isso.

 

 

 

Nem há o quê comentar hoje: Flamengo não existiu e Rogério Lourenço, Kléberson, Michael, Dênis Marques, David e cia. mostraram a sua essência. O time de La U é bem treinado, tem planejado e bons jogadores; logo no chances, mas espero que pelo menos não tomemos goleada. E La U vai rumo ao título, hein?

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...