Jump to content
Forum Cinema em Cena

Copa América 2007


Quem vai vencer a Copa América?  

22 members have voted

  1. 1. Quem vai vencer a Copa América?

    • Brasil
      5
    • Argentina
      11
    • Venezuela
      2
    • México
      1
    • Uruguai
      0
    • Equador
      0
    • Paraguai
      0
    • Colômbia
      0
    • Estados Unidos
      1
    • Chile
      1
    • Peru
      1
    • Bolívia
      1


Recommended Posts

  • Replies 247
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Boa noite. Amigos e Amigas!

 

 

 

Essa seleção brasileira é uma das mais fracas da história, só não é mais fraca do que a seleção do Leão, daquela Copa das Confederações em que o mesmo foi demitido por telefone.

 

 

 

Com certeza e infelizmente quem levará essa será a Argentina, que leva todo o tipo de competição que disputa a sério, coisa que a seleção brasileira não faz, que os clubes brasileiros no passado não faziam.

 

 

 

T+!

 

 

Link to post
Share on other sites

Eu não dou muito importãncia pra essa competição, mas sempre que ela começa e vai se tornando empolgante, estou lá eu torcendo ... aquela vitória com o gol do Adriano no final e os penaltys foi "felomenal" ...

 

Mas, infelizmente, nesse ano dá Argentina ... mas se a final for com o Brasil, estarei eu lá torcendo, esperando mais uma final daquelas ...03
Link to post
Share on other sites

To torcendo pela Argentina16

Mas tomara que a final seja contra  o Brasil, pra dar emoção ao jogo.

E essa seleção brasileira pelo menos não foi convocada pelo nome.

 

Tensor, vc tá apostando tudo nesse mascara. Quero ver se ele não jogar nada0606

 

Quem votou na poderosa Venezuela?1706
Link to post
Share on other sites

Começou. Nada de muito surpreendente, o Uruguai vem num declínio terrível, perdeu por 3 X 0 para o Peru; não vi o jogo, mas parece que os peruanos não foram testados em momento algum, entretanto, mostraram bom poder de criação e finalização, algo que costuma faltar a certos times sul-americanos, como o próprio Peru da época do Autuori. Do outro lado, a Venezuela (time por qual estou torcendo) não conseguiu vencer a Bolívia, num jogo animado até. Foi interessante notar que as equipes pareciam mais soltas, sem muita responsabilidade, a Venezuela arriscou chutar a gol e tudo o mais, só que cometeu dois erros inacreditáveis: depois de fazer o primeiro gol (20 minutos do primeiro tempo), recuou bastante. A Bolívia empatou meio que sem querer, mas merecidamente, pois pressionou, apesar de não conseguir chutar com precisão (aparantemente, o time mais fraco tecnicamente da competição); a Venezuela fez o segundo (aos 10 do segundo) e retrancou-se, desta vez, por inteiro. Uma hora, tinha que sair o gol. Mas tudo bem, ainda acredito na classficação venezuelana - ou da Bolívia, também gosto de Tio Morales, he.

 

Hoje, tem o Méxicozão! E amanhã, o jogo mais foda da primeira fase: EUA X Argentina. Por mim, se os argentinos vencerem, também está bom. Ou mesmo os americanos. Só não curto o Brasil e o Paraguai, nem sou fã da Colômbia.

 

Foto:%20Agência

 

161616
ltrhpsm2007-06-27 10:58:41
Link to post
Share on other sites

Brasil rejuvenesce só 2 anos para 1º torneio após fracasso na Copa

Bruno Freitas e Leandro Canônico
Enviados especiais do UOL
Em Puerto Ordaz (Venezuela)

O campo do estádio Cachamay, em Puerto Ordaz, assistirá nesta quarta-feira ao começo simbólico de um novo ciclo da seleção, quase um ano exato após a eliminação no Mundial passado. Com uma equipe apenas dois anos em média mais jovem que o estrelado time que fracassou na Alemanha, o Brasil enfrenta o México em sua partida de estréia na Copa América, às 21h50 (horário de Brasília), inaugurando oficialmente a 'era Dunga'.

OS 11 ELEITOS DA ESTRÉIA

Reuters

HÉLTON
29 anos
Tem sua vez na seleção após adeus de geração de Dida e Marcos

EFE

MAICON
26 anos
Joga a 2ª Copa América, mas não mais na sombra de Cafu

AFP

ALEX
25 anos
Sucesso na Europa, tem 1ª grande chance na seleção principal

Reuters

JUAN
28 anos
Um dos poucos que saiu com a moral intacta da queda da Copa

Reuters

GILBERTO
31 anos
Tem missão de honrar a lateral esquerda após a 'era Roberto Carlos'

AFP

MINEIRO
31 anos
Experiente, consegue sua grande chance somente depois de ir à Europa

Folha%20Imagem

G. SILVA
30 anos
Com 2 Copas na bagagem, é a referência de experiência da seleção

AFP

ELANO
26 anos
"Queridinho" de Dunga tem na Copa América missão de se afirmar

AFP

DIEGO
22 anos
Com ausência de astros, precisa provar que pode ser importante na seleção

AFP

ROBINHO
23 anos
Com status de estrela única, precisa se livrar do rótulo de promessa

AFP

VÁGNER LOVE
23 anos
Carregará a '9' que foi de Ronaldo por 10 anos e a missão de gols
O debute na primeira competição oficial depois da Copa de 2006 marca a promoção de um grupo de jogadores que carregará na Venezuela a dura herança de apagar o desfecho negativo de uma vitoriosa geração, de Dida, Cafu, Roberto Carlos e, provavelmente, que também vale para Ronaldo. Um elenco renovado, mas não necessariamente tão mais jovem em relação às estrelas de Carlos Alberto Parreira na Alemanha.

Sem poder contar com os astros Kaká e Ronaldinho Gaúcho, que pediram dispensa da seleção que disputa a Copa América alegando desgaste pós-temporada européia, o técnico Dunga reuniu grupo com média de idade de 26 anos e seis meses, em número inferior aos 28 anos e seis meses do Mundial passado, equilibrado entre novatos, jogadores que antes não tinham oportunidades e ainda alguns remanescentes de 2006. Os 'trintões' Gilberto Silva, Mineiro e Gilberto, que estiveram na Alemanha, puxam para cima essa conta.

Como treinador, Dunga encontra-se mais ou menos no mesmo estágio de busca de afirmação na seleção que a maioria de jovem grupo que levou à Venezuela para a Copa América, desprezando-se, obviamente, sua extensa ficha de serviços prestados ao Brasil como jogador.

Na avaliação do capitão do tetra mundial, é exatamente esse espírito de vontade que move os novatos, somado à noção histórica de compensar a decepção do Mundial anterior, que forma a combinação capaz de impulsionar a equipe na Copa América.

"Todos querem reverter esse revés da Copa do Mundo. Esse grupo quer trabalhar para mudar essa imagem da Copa. Essa é a melhor característica desses jogadores que estão chegando agora. Para isso, deixaram de lado suas férias, suas famílias, tudo em nome da vontade de jogar pela seleção brasileira", declarou o treinador.

"A primeira coisa é não esquecer o que aconteceu na Copa. Partir de tudo que não deu certo e pegar as coisas que deram certo para melhorar. Esses jogadores estão mostrando que têm condições de reverter essa situação. E os que ficaram tiveram bom rendimento na Copa", emenda Dunga.

Para construir a equipe da Copa América, Dunga usou como base os remanescentes do Mundial passado. Dois seis jogadores que estiveram com Carlos Alberto Parreira na Alemanha e que seguem na seleção, cinco estarão em campo como titulares nesta quarta diante do México.

A bagagem emocional da Copa passada estará viva na seleção com as presenças de Juan, Gilberto, Mineiro, Gilberto Silva e Robinho.

"O importante agora é dar início a uma nova etapa. É legal você conquistar uma nova identidade. Mesmo que a gente ganhe a Copa América, não vamos apagar o que aconteceu na Copa do Mundo", declarou o volante Gilberto Silva, que deve ser o capitão da seleção na Copa América a partir do jogo contra o México.

"O momento agora é diferente, com outro treinador. Temos que esquecer o fracasso da Copa e mostrar espírito de seleção", diz Vágner Love, escolhido para liderar o ataque ao lado de Robinho, em discurso de afinidade com o seu comandante.

Cabeça-de-chave do grupo B, o Brasil ainda enfrenta na primeira fase da Copa América as seleções de Chile (1º de julho) e Equador (4 de julho) depois da estréia contra os mexicanos.

BRASIL x MÉXICO

Data: 27/06/2007, quarta-feira
Hora: 21h50 (horário de Brasília)
Local: estádio Cachamay, em Puerto Ordaz (VEN)
Árbitro: Sergio Pezzotta (ARG)
Auxiliares: Rodolfo Otero (ARG) e Juan Carlos Arroyo (BOL)

Brasil
Hélton; Maicon, Alex, Juan, Gilberto; Mineiro, Gilberto Silva, Elano, Diego; Robinho e Vágner Love.
Técnico: Dunga

México
Sánchez; Castro, Magallon, Rafael Márquez, Lozano; Torrado, Pineda, Arce, Blanco; Bravo e Castillo
Técnico: Hugo Sánchez
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...