Jump to content
Forum Cinema em Cena

Angelina Jolie


jamesbond007
 Share

Recommended Posts

Angelina Jolie diz gostar da 'energia' do novo lar de Berlim

Ela diz que não se incomoda com o céu cinza do lugar. Atriz está trabalhando com Quentin Tarantino em 'Inglourious Basterds'

A atriz Angelina Jolie disse estar satisfeita de morar em Berlim, uma cidade cheia de "energia", de história, e perfeita para os filhos, que adoram a neve. Em entrevista ao dominical "Frankfurter Allgemeine Zeitung", a atriz afirma que não se incomoda com o céu cinza de Berlim, ao contrário, porque seus filhos adoram "brincar na neve".

A atriz se mudou para Berlim em setembro com os seis filhos que tem com Brad Pitt, porque o ator está trabalhando com Quentin Tarantino em "Inglourious Basterds", um filme sobre a Segunda Guerra Mundial rodado nos estúdios Babelsberg.

"Não nos arrependemos", diz, sobre a decisão de viver em Berlim. "Temos amigos, é uma cidade interessante por sua história, mas também por todas as coisas novas que estão sendo geridas aqui. A cidade tem uma enorme energia", acrescenta. 

Sobre o novo presidente eleito dos EUA, a atriz diz de Barack Obama que é "um homem inteligente que soube se cercar de bons assessores" e o compara com Franklin Roosevelt, "um político extraordinário, que soube fazer algo extraordinário".

A atriz, que disputa o Globo de Ouro de melhor atriz por seu papel em "A Troca", reconhece que gosta muito de ser artista, mas que não pode dedicar toda sua vida à indústria do entretenimento.

Angelina deu à luz gêmeos em julho, na França, se declara muito comovida por seu papel no filme de Clint Eastwood, na qual interpreta uma mãe dos anos 20 em Los Angeles (EUA) que tem o filho é seqüestrado.

Papel dedicado a mãe

Ela dedicou o papel a sua mãe, que morreu de câncer no ano passado, porque "tem muito a ver com mulheres como minha mãe, com mães sozinhas, e porque reflete a força de uma mulher que não é tão avançada e, no entanto, se mostra valente e decidida", explica.

Em ocasiões anteriores, Angelina já havia dito que sua intenção é deixar o cinema para se dedicar à família.

%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20Brad%20Pitt%20e%20Angelina%20Jolie%20têm%20seis%20filhos %20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20 
Link to comment
Share on other sites

Brad Pitt e Angelina Jolie são indicados ao 'Screen Actors Guild Awards'

O prêmio é concedido pelo sindicado dos roteiristas americanos

Brad Pitt e Angelina Jolie são mesmo um casal poderoso. Os dois foram indicados ao "Screen Actors Guild Award".

Jolie está indicada ao prêmio de melhor atriz por "Changeling" e Pitt ao de melhor ator por "The curious case of Benjamin Button".

O prêmio é concedido pelo sindicato dos roteiristas americanos.

Kate Winslet concorre com Angelina pelo filme "Revolutionary Road", em que faz par romântico com Leonardo DiCaprio novamente.

%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20Brad%20Pitt%20e%20Angelina%20Jolie:%20indicados%20a%20prêmio%20%28foto %20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20de%20arquivo%29 %20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20 
Link to comment
Share on other sites

Acordo pré-nupcial de Jolie e Pitt pode chegar a U$ 200 milhões

Segundo um amigo da família, o acordo foi idéia do ator

Acordo pré-nupcial de Angelina Jolie e Brad Pitt pode chegar a 200 milhões de dólares. Segundo um amigo da família, o acordo foi uma idéia de Pitt. “Ele queria que tivesse um documento detalhando seus bens e que garantisse a educação de seus filhos caso aconteça alguma coisa no futuro”, afirmou o amigo à revista “Star”.

Reprodução/Reprodução 
Link to comment
Share on other sites

Filme de espionagem com Angelina Jolie muda de roteirista

 

O JoBlo revelou que a Sony Pictures não ficou satisfeita com o roteiro de 'Erika Salt'. A empresa quer dar início à uma nova franquia, então substituiu o roteirista Kurt Wimmer por Brian Helgeland ('Sobre Meninos e Lobos'), para criar uma trama mais envolvente.

No filme de ação, Angelina Jolie substitui Tom Cruise e será dirigida por Phillip Noyce ('O Colecionador de Ossos').

'Erika Salt' será o primeiro longa de Angelina após o nascimento dos gêmeos.

A atriz fará o papel de uma autoridade da CIA acusada de espionar para a Rússia. Sua personagem será perseguida até conseguir provar sua inocência.

Seu último filme, 'O Procurado', faturou mais de R$ 180 milhões.

procurado_6.jpg

Fonte: cinepop.com.br

 

Adoro a Jolie em filmes de ação e esse promete ser o melhor de sua carreira!!! Diferente de Tomb Raider, Sr. & Sra. Smith e O Procurado, Erika Salt parece que será sério e terá uma trama elaborada.

 

 
Link to comment
Share on other sites

Acabei de assistir A Troca, depois farei comentários, digamos, mais elaborados.

 

O filme é ótimo, melhor que Menina de Ouro e Sobre Meninos e Lobos. E Angelina... MARAVILHOSA! A melhor atuação de sua carreira!

 

Ela está perfeita, quem está na tela não é a estrela Jolie e sim a atriz talentosa que eu virei admirador em 2000!

 

Ela será indicada ao Oscar, não tenho dúvidas. E não ficaria surpreso se vencesse o Globo de Ouro.

 

zaberdust

 

TOP 5

 

1. A Troca (2008) Christine Collins 10

2. Gia - Fama e Destruição (1998) Gia Carangi 10

3. Garota, Interrompida (1999) Lisa Rowe 10

4. O Preço da Coragem (2007) Marianne Pearl10

5. Corações Apaixonados (1998) Joan 10

 

changeling.jpg  

 
Deckard2008-12-29 08:51:02
Link to comment
Share on other sites

Angelina Jolie: a mulher mais influente de 2008

AngelinaJolie-789701.jpg

A pesquisa realizada com internautas elegeu as mulheres mais influentes do mundo em 2008. Atrizes, políticas, esportistas, todas foram devidamente lembradas.

A primeira colocada foi a atriz Angelina Jolie. Em ano para lá de especial, Jolie deu a luz a gêmeos em julho e mesmo assim protagonizou três filmes durante o ano. Ela foi a tigresa de "Kung Fu Panda", a assassina sexy de "O Procurado" e a mãe desesperada de "A Troca". Kung Fu Panda foi uma das maiores bilheterias de 2008. "O Procurado" teve a maior estréia da estória de um filme censurado. Embora tenha interpretado um papel coadjuvante, a atriz foi apontada por 75% dos cinéfilos como a principal razão para se ver o filme. "A Troca", filme de Clint Eastwood, estreou no badalado festival de cinema de Cannes em maio. Jolie e Eastwood foram aplaudidos de pé durante 8 minutos após o fim da apresentação. Para completar o ano profissionalmente, Jolie foi indicada aos principais prêmios de cinema, como Critic's Choice Awards, Globo de Ouro e SAG Awards. Mesmo ocupada profissionalmente e cuidando de suas novas crias, Angelina encontrou tempo para realizar seu trabalho humanitário. A atriz visitou o Iraque no começo do ano e o Afeganistão em outubro.

Confira a lista das 10 mulheres masi influentes de 2008

- Angelina Jolie
- Sara Palin
- Oprah Winfrey
- Hillary Clinton
- Gina Carano
- Tina Fey
- Michelle Obama
- Katie Couric
- Barbara Walters
- Dara Torres

 

Preferida de Homens e Mulheres

AngelinaJolie_Wanted-793170.jpg

A atriz Angelina Jolie foi votada por homens e mulheres como a estrela de cinema mais sexy de 2008. Angelina participou dos filmes "Kung Fu Panda", "O Procurado" e "A Troca" (estréia marcada para 9 de janeiro no Brasil). Também constam na lista atrizes como Charlize Theron e Penélope Cruz. Entre os homens Robert Pattinson, Hugh Jackman, Daniel Craig e Brad Pitt.

 

 
Link to comment
Share on other sites

jolie1-766213.jpg

 

A trajetória da atriz, contada pelo repórter Marcelo Bernardes, que já teve mais de dez encontros com ela. Desde a época em que o mundo não sabia quem era essa tal Jolie, que colecionava facas, gostava de drogas e levava uma vida punk, até hoje, quando o planeta e o repórter -que a princípio não fora enfeitiçado pela moça- se renderam a ela.

No começo de outubro, conduzi minha décima-primeira entrevista com Angelina Jolie quando nos encontramos no Waldorf-Astoria, em Nova York. Ela estava lá para promover o filme 'A Troca', que estreia no Brasil este mês. Acompanhando a atriz pela cidade, o parceiro Brad Pitt, com quem ela não é oficialmente casada, e a prole de seis filhos -Maddox, 7; Pax, 5; Zahara, 3; Shiloh, 2; e os gêmeos Knox Léon e Vivienne Marcheline, nascidos em julho. Angelina chegou à suíte do hotel onde eu a esperava, usando calça creme e malha de gola rolê da mesma cor, ambos Ralph Lauren. Estava muito diferente da mulher que vi pela primeira vez em 1999. Começou revelando que hesitou por meses em aceitar o convite para fazer 'A Troca', por causa do tema espinhoso. Mas suas reservas foram dissipadas, quando encontrou traços da personalidade da própria mãe, a atriz Marcheline Bertrand (que morreu no começo de 2007, depois de uma longa batalha contra o câncer), na luta da personagem.

Em 'A Troca', Angelina interpreta Christine Collins, mãe solteira que trabalha numa companhia telefônica nos anos 20, supervisionando um time de ocupadíssimas telefonistas. Quando uma delas falta ao trabalho, Christine precisa tapar a lacuna. Deixa o filho de nove anos sozinho em casa. Ao voltar, não encontra o garoto. Acionada, a polícia de Los Angeles demora para investigar o caso. É mais uma inadequação enfrentada pela força policial local, que vinha sendo acusada de negligência e corrupção na época. A polícia finalmente 'encontra' o filho de Christine, mas a mãe não o reconhece. Para evitar que a crise de imagem seja ainda mais arranhada, a polícia faz uma campanha pública para desacreditar Christine, fazendo-a passar por louca.

A história é verídica, assustadora, repleta de reviravoltas e dirigida por um dos maiores do cinema americano, o ator e cineasta Clint Eastwood. Na mão de uma outra atriz, o desespero e a dor de Christine Collins poderiam ter sido demonstrados com doses de histerismo dramático. Mas Angelina cria uma personagem introspectiva, fria até. Caso a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas não a indique para o próximo Oscar de melhor atriz, os cérebros dos membros dessa organização devem ser seriamente investigados. Ela dá um show.

O PRIMEIRO ENCONTRO

Foi num sábado, em 1999, que a entrevistei pela primeira vez. A filha de Jon Voight, que parecia ter herdado o talento do pai (já tendo vencido prêmios pelo telefilme 'Gia - Fama e Destruição'), começava a ser conhecida e trazia com ela uma certa fama de louca. E agora aparecia num hotel de Beverly Hills, o Four Seasons, para promover o filme 'Garota, Interrompida', e lá estava eu para entrevistá-la. Só que meu foco naquele dia não era ela, e sim a atriz principal, Winona Ryder, uma das grandes promessas da minha geração. Com rosto miúdo, angelical e olhos enormes, como uma dessas personagens dos mangás japoneses, Winona era a bola da vez. E era, também, a produtora de 'Garota, Interrompida'. Mas como Angelina tinha roubado a cena no filme, rolavam rumores de que elas não se bicavam. Para conferir ânimo à fofoca, as duas não deram entrevistas no mesmo horário, contrariando o costume nessas ocasiões.

Nesse dia, minha entrevista com Angelina começou cedo, às 9h15 da manhã. Ela entrou numa suíte do Four Seasons vestindo camiseta regata,
jeans branco e chinelos. A primeira coisa que notei foram os quadris. Espetaculares. Mas os inigualáveis lábios assustaram um pouco: estavam ressecados. Para piorar, Angelina tinha sujeira no canto dos olhos, uma gota de sangue em uma de suas narinas e as unhas estavam sujas. O desleixo foi entendido como jogada de marketing. Não era. O que, acho, me deixou ainda mais mal-impressionado. A partir dali, as vidas de Angelina e Winona mudariam para sempre. Angelina ganhou o Oscar de coadjuvante pelo filme, e Winona, depois de ser acusada de furtar roupas numa grande loja de departamentos de Los Angeles, viu sua carreira ser enterrada.

Famosa, Angelina começou a ser percebida pela imprensa como a musa dark. Em entrevistas, comentava sua fascinação por facas e armas. Admitiu que se automutilava, fazia uma tatuagem atrás da outra e gostava de sair com mulheres. E que contemplou, durante um período depressivo, a ideia de contratar alguém para matá-la. Nascia o mito.

Pouco tempo depois, quando nos encontramos no mesmo Four
Seasons, em Los Angeles, agora pelo filme 'O Colecionador de Ossos', vi Jon Voight circular pelos corredores, puxando conversa com jornalistas e, vez ou outra, dando uma espiada na filha. Dois anos mais tarde, Voight diria num programa de TV que Angelina era uma pessoa que precisava de ajuda psicológica. Depois disso, ela rompeu relações com o pai e se livrou legalmente do sobrenome dele. As confusões em sua vida estavam apenas começando.

Em 1999, aos 24 anos, ela conheceu no set do filme 'Alto Controle' o ator Billy Bob Thornton e, em maio de 2000, ela se casou com ele numa capela de Las Vegas. Para celebrar a união, passaram a usar uma cápsula pendurada no pescoço com uma gota de sangue de cada um. Mudaram-se para uma mansão em Beverly Hills, que havia pertencido a Slash, guitarrista do Guns'n'Roses, e faziam, como ela me revelou quando a entrevistei pelo filme 'Pecado Original', em 2001, 'sexo constante e feroz'.

VIRADA DE MESA - E DE IMAGEM


Jolie2-796810.jpg

 

Mas, em 2002, tudo mudaria quando os dois caíram na estrada com projetos diferentes. Billy Bob embarcou para uma turnê para promover seu lado musical e seu CD country e, enquanto isso, Angelina foi ao Camboja para pesquisar o papel em 'Lara Croft'. Lá, visitou um orfanato e viu, pela primeira vez, Maddox, o bebê que acabou adotando. Aí, começaram os rumores de que Billy Bob estava saindo com outras mulheres. Angelina continuou com o casamento, mas Billy Bob não conseguiu desempenhar o papel de pai e eles se separaram. Nessa mesma época, ela começou a trabalhar com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, sendo promovida a embaixatriz da boa-vontade. Era a virada.

Quando, no outono de 2003, Angelina veio divulgar 'Amor Sem Fronteiras', em Nova York, a entrevista foi marcada em um hotel em frente ao Central Park. Ao chegar nas proximidades, vi um grupo de paparazzi atravessando a rua apressadamente. Eram Angelina e Maddox (já com seu famoso penteado de índio moicano), chegando de um passeio de carruagem pelo parque. Notei imediatamente que havia algo de diferente nela. Durante a entrevista, ela me contou que já não era mais aquela garota insegura e dark. No dia seguinte a vi muito séria na tela da CNN falando sobre refugiados, falta de justiça no mundo e economias instáveis. Havia nela um ar de sinceridade, curiosidade e complacência. Se isso era apenas uma fase, o tempo diria.

Angelina estava impingindo ao showbiz americano um novo código de conduta. De repente, falar sobre grifes de vestidos ou de outros assuntos mundanos e rápidos no tapete vermelho, em festas ou entrevistas se tornava redundante e egocêntrico. Abraçar causas sociais e políticas em lugares tão distintos como Darfur, Equador, Camboja, Sudão e Nicarágua virava obrigação para a classe. Antes dela, humanitários como George Clooney, Ben Affleck, Salma Hayek, Reese Whitherspoon e Madonna não existiam.

Angelina não tem um assessor de imprensa fixo, uma raridade na cidade onde cada vez mais pessoas cuidam da imagem, e dos afazeres, de uma celebridade apenas. É ela quem discute pessoalmente estratégias de publicidade ou que supervisiona, com o auxílio de seus advogados, o contrato das famosas fotos de sua prole que estamparam a capa da revista 'People' e de outras publicações estrangeiras, e cuja renda é destinada a diversos projetos humanitários. É a atriz quem carrega os filhos em lojas para comprar roupas, brinquedos e lápis de cor.

PITT ENTRA EM CENA

Mas, em 2007, a polêmica voltaria a sua vida. Foi quando assumiu o romance com Brad Pitt, por quem se apaixonou durante as filmagens de 'Sr. e Sra. Smith' meses antes. Angelina, no papel de amante, se tornaria impopular. Jennifer Aniston, ex de Brad e no papel de traída, criou um chororô em cima da imagem de passada para trás. Hollywood costuma ser mesmo intransigente quando o assunto é adultério.

A nova vida de Angelina, agora mulher de um astro, fez com que a circulação das revistas de celebridades aumentasse. O termo Brangelina, que ela detesta, foi cunhado e as chamadas de capas são constantes, em sua maioria criações fantasiosas e sem base na realidade, como a nova gravidez, a suposta depressão pós-parto, a sempre presente anorexia, os constantes rumores sobre o fim do casamento... e ela decidiu capitalizar em nome de uma boa causa. Posou várias vezes com os filhos para a 'People' e doou a renda. Também prometeu repassar a instituições humanitárias 1/3 de seu salário, que gira entre US$ 12 e 15 milhões por projeto.

Um novo modelo de atriz, para um novo modelo de mundo. Angelina inflaciona o mercado e obriga a classe a se tornar mais interessante -ou relevante- para sobreviver. E eu, que adorava não gostar dela, me rendi a seus encantos.

Matéria publicada na Marie Clarie brasileira, que cheja hoje às bancas.
As fotos usadas pela publicação são de um ensaio fotógrafico realizado em 5 de setembro de 2005 pelo fotógrafo Yariv Milchan.
Reportagem: Marcelo Bernardes

 

 

A Troca estréia nesta sexta-feira.

 
Deckard2009-01-08 00:28:54
Link to comment
Share on other sites

Não dá para ver as imagens que postou, Deckard, mas eu vi algumas fotos e me pergunto como e porque Brad Pitt está "embarangando".

 

E será que vc aguenta dois anos sem sua deusa? 06

 

Angelina Jolie deve fazer breve aparição no cinema

 

Fonte: Folha Online

 

Angelina Jolie, que está trabalhando menos desde que deu à luz aos seus gêmeos de cinco meses, pensa em retornar ao sets de filmagem, mas apenas para uma aparição rápida.

Mãe de seis crianças e estrela de "A Troca", em cartaz no Brasil, Jolie afirmou que vai ficar diante das câmeras no começo deste ano. A atriz de 33 anos não contou em quais projetos vai trabalhar.

"Tive que tirar um ano de folga e posso trabalhar alguns meses", disse. "Mas, se eu fizer algo, é provável que fique mais um ano e meio ou dois fora. Vou trabalhar bem menos."

Jolie e seu marido, Brad Pitt, compareceram à entrega do 14º Critics' Choice Awards, em Santa Monica (Califórnia), na noite desta quinta-feira (8).

Brad%20Pitt%20e%20Angelina%20Jolie%20chegam%20à%20entrega%20do%20prêmio%20Critics%20Choice%20nesta%20quinta-feira,%20na%20Califórnia
Ursa2009-01-09 18:57:14
Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Megan Fox pode assumir o papel de Lara Croft?

Site garante que a atriz de Transformers está prestes a vestir o shortinho que foi a Angelina Jolie

25/01/2009

O site espanhol Europa Press publicou uma notícia sobre a possibilidade de Megan Fox, a beldade de Transformers, assumir o papel que foi de Angelina Jolie na série Tomb Raider, o da aventureira Lara Croft.

Não há qualquer citação de fontes - e o texto parece um tanto especulativo -, mas eles chegam a entrar em detalhes, informando que a Paramount planeja filmar em 2010 para lançamento em 2011.

O projeto não foi oficializado e não há diretor ou roteirista ainda. Mas o filme não é a cara de Megan Fox? Aqui no Omelete já nos empolgamos...

Link to comment
Share on other sites

Megan Fox QUER ser Angelina Jolie! hehehe

 

Tatuagens, relações bissexuais e agora Lara Croft!? hehe

 

Acho até bom a Megan Fox como Lara, a série não serve mais p/ Jolie.

 

Angelina é uma atriz talentosa que merece filmes e personagens profundos e relevantes.

 

Um novo Tomb Raider jogaria por água abaixo todo o seu trabalho de recuperação do prestígio como atriz junto a crítica, iniciado com O Bom Pastor, seguido por O Preço da Coragem e coroado com A Troca.

 
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...