Jump to content
Forum Cinema em Cena

Ernesto "Che" Guevara


Michel M.
 Share

Recommended Posts

  • Replies 170
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

O que mais me chamou atenção nesse tópico foi a maneira como as pessoas aparentam repudiar o assassínio. Com base nisso' date=' faço pergunta s que pra mim poderiam muito bem ter um tópico exclusivo(leia-se não tem nada a ver com a pessoa que está sendo discutida aqui):

Por que essa repugnância pelo assassinato?

Por que deixam de lado o fascínio que ele exerce, algo tão visto nos cinemas?

Vcs sentem alguma coisa quando se dizem enojados perante a idéia do assassinato ou a indignação é tão forte quanto a que os acomete na política?

Ninguém aqui seria capaz de matar?

Por que dizer que o ímpeto sexual é algo instintivo(algo muito visto nesse fórum) e quando se fala em matar alguém esse velho instinto é esquecido?

Matar um e matar muitos faz diferença?

 

E, por favor, não vamos escrever asneiras, levando pro lado pessoal. Se quiserem, encarem como perguntas de pesquisa ou uma conversa de bar.
[/quote']

 

Matar por sobrevivência como no reino animal é muito diferente de matar pela crença. Qualquer pessoa aqui acuada mataria para sobreviver ou para proteger um ente querido. Vê a diferença?   

Link to comment
Share on other sites

Hitler ' date=' durante a WWII era um chefe de Estado , e como tal , não poderia ir para linha de frente dar tiros .

Para quem tiver qualquer dúvida , consulte sua folha de serviços durante a WWI : 2 cruzes de ferro . Algo incomum para um soldado de primeira classe .

Mas quando se viu encurralado em Berlim , não tentou fugir ou implorou pela vida . Fez o que tinha que fazer : meteu uma bala na cabeça .

E antes que me chamem de nazista , creio que em situação análoga , Stalin teria feito o mesmo .

Che podia ir para a linha de frente porque nunca foi chefe de Estado . O próprio Fidel , após se tornar um , nunca mais participou pessoalmente de um combate .

 
[/quote']

 

Está é a desculpa dos franguinhos. Pó pó! Pó pó!06

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Líderes de estado e religiosos já foram e muito na história ao fronte, lutar pelos seus interesses. Que tal Maomé? Henrique V, Saladino, Ghengis Kahn, Átila etc. Será que no século XIX só gerou carniceiros covardes?  Tipo Stalin, Hitler e outros que tinham este pretexto mais não iam para a guerra.

Link to comment
Share on other sites

Hitler ' date=' durante a WWII era um chefe de Estado , e como tal , não poderia ir para linha de frente dar tiros .

Para quem tiver qualquer dúvida , consulte sua folha de serviços durante a WWI : 2 cruzes de ferro . Algo incomum para um soldado de primeira classe .

Mas quando se viu encurralado em Berlim , não tentou fugir ou implorou pela vida . Fez o que tinha que fazer : meteu uma bala na cabeça .

E antes que me chamem de nazista , creio que em situação análoga , Stalin teria feito o mesmo .

Che podia ir para a linha de frente porque nunca foi chefe de Estado . O próprio Fidel , após se tornar um , nunca mais participou pessoalmente de um combate .

 
[/quote']

 

Está é a desculpa dos franguinhos. Pó pó! Pó pó!06

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Líderes de estado e religiosos já foram e muito na história ao fronte, lutar pelos seus interesses. Que tal Maomé? Henrique V, Saladino, Ghengis Kahn, Átila etc. Será que no século XIX só gerou carniceiros covardes?  Tipo Stalin, Hitler e outros que tinham este pretexto mais não iam para a guerra.

 

Não meu querido . As novas armas , táticas e meios de comunicação tornaram desnecessária e obsoleta a presença do chefe de Estado no campo de batalha .

Ou você queria que Saladino comandasse o ataque a  Jerusalém observando via satélite e dando ordens pelo celular ?

 
Link to comment
Share on other sites

Não se esqueça que as gueras mudaram . Novas armas , novas táticas , novas tecnologias e outra dimensões de conflito .

O front se tornou bem mais amplo nas WWI e WWII .

Se Hitler se entrincheirasse na Criméia , como comandaria suas tropas na França ?

Se Churchill resolvesse empunhar um rifle na Normandia , como iria se inteirar do que acontecia na Linha Gustav na Itália ?

Se Roosevelt estivesse cercado em Bastogne , como tomar decisões referentes à ofensiva de bombardeiros sobre o Japão ?

 

 
Link to comment
Share on other sites

O que mais me chamou atenção nesse tópico foi a maneira como as pessoas aparentam repudiar o assassínio. Com base nisso' date=' faço pergunta s que pra mim poderiam muito bem ter um tópico exclusivo(leia-se não tem nada a ver com a pessoa que está sendo discutida aqui):

Por que essa repugnância pelo assassinato?

Por que deixam de lado o fascínio que ele exerce, algo tão visto nos cinemas?

Vcs sentem alguma coisa quando se dizem enojados perante a idéia do assassinato ou a indignação é tão forte quanto a que os acomete na política?

Ninguém aqui seria capaz de matar?

Por que dizer que o ímpeto sexual é algo instintivo(algo muito visto nesse fórum) e quando se fala em matar alguém esse velho instinto é esquecido?

Matar um e matar muitos faz diferença?

 

E, por favor, não vamos escrever asneiras, levando pro lado pessoal. Se quiserem, encarem como perguntas de pesquisa ou uma conversa de bar.
[/quote']

 

Matar por sobrevivência como no reino animal é muito diferente de matar pela crença. Qualquer pessoa aqui acuada mataria para sobreviver ou para proteger um ente querido. Vê a diferença?   

 

Atenção ao negrito e ao sublinhado também.  Ah, e quando matar por sobrevivência for objeto de ojeriza ou mesmo assassinato, me diga, por favor.

Obrigado por me fazer perder meu tempo.10
Link to comment
Share on other sites

O que mais me chamou atenção nesse tópico foi a maneira como as pessoas aparentam repudiar o assassínio. Com base nisso' date=' faço pergunta s que pra mim poderiam muito bem ter um tópico exclusivo(leia-se não tem nada a ver com a pessoa que está sendo discutida aqui):

Por que essa repugnância pelo assassinato?

Por que deixam de lado o fascínio que ele exerce, algo tão visto nos cinemas?

Vcs sentem alguma coisa quando se dizem enojados perante a idéia do assassinato ou a indignação é tão forte quanto a que os acomete na política?

Ninguém aqui seria capaz de matar?

Por que dizer que o ímpeto sexual é algo instintivo(algo muito visto nesse fórum) e quando se fala em matar alguém esse velho instinto é esquecido?

Matar um e matar muitos faz diferença?

 

E, por favor, não vamos escrever asneiras, levando pro lado pessoal. Se quiserem, encarem como perguntas de pesquisa ou uma conversa de bar.
[/quote']

 

Isso me fez lembrar Festim Diabólico... Falta um pulo para começar o discurso sobre 'superioridade' de alguns humanos em detrimento de outros...

 

Melhor abrir um tópico exclusivo mesmo. A discussão sobre o "Che" prossegue de forma bem menos indigesta.
Link to comment
Share on other sites

O que mais me chamou atenção nesse tópico foi a maneira como as pessoas aparentam repudiar o assassínio. Com base nisso' date=' faço pergunta s que pra mim poderiam muito bem ter um tópico exclusivo(leia-se não tem nada a ver com a pessoa que está sendo discutida aqui):

Por que essa repugnância pelo assassinato?

Por que deixam de lado o fascínio que ele exerce, algo tão visto nos cinemas?

Vcs sentem alguma coisa quando se dizem enojados perante a idéia do assassinato ou a indignação é tão forte quanto a que os acomete na política?

Ninguém aqui seria capaz de matar?

Por que dizer que o ímpeto sexual é algo instintivo(algo muito visto nesse fórum) e quando se fala em matar alguém esse velho instinto é esquecido?

Matar um e matar muitos faz diferença?

 

E, por favor, não vamos escrever asneiras, levando pro lado pessoal. Se quiserem, encarem como perguntas de pesquisa ou uma conversa de bar.
[/quote']

 

Isso me fez lembrar Festim Diabólico... Falta um pulo para começar o discurso sobre 'superioridade' de alguns humanos em detrimento de outros...

 

Melhor abrir um tópico exclusivo mesmo. A discussão sobre o "Che" prossegue de forma bem menos indigesta.
 

Engraçado, vc leu mesmo o negrito e o sublinhado? Pois bem, vc acharia engraçado o que penso de neonazistas ou qualquer outro tipo de fanáticos (por clubes de futebol, por exemplo), mas não vou entrar nesse mérito porque como disse é pessoal ( digo apenas que essas pessoas são desprovidas de idéias, de objetivos). Entretanto, digo-lhe que não considerar o assassinato, quer em massa ou não, como algo sempre nefasto, não implica idéias de superioridade. O fato é que um indivíduo que se "horroriza" perante às ações de qualquer sujeito que entrou para história fazendo guerras; e, ao mesmo tempo, não sente absolutamente nada quando se fala em pobreza na África é um ser imbecilizado. É o mesmo que é chamado a lutar na guerra mesmo contra sua vontade, é o mesmo que é convocado a matar por ideais alheios. Assim foi e assim será, então pergunto o que tem de tão absurdo alguém não se sentir enojado em ter visto os outros matarem por ideais, ou mesmo começar por eles, para depois entrarem no mero caminho da ambição. 

 

Essa "discussão" sobre che guevara já tá morta há quantos anos, 40?
Link to comment
Share on other sites

 

Atenção ao negrito e ao sublinhado também.  Ah' date=' e quando matar por sobrevivência for objeto de ojeriza ou mesmo assassinato, me diga, por favor.

Obrigado por me fazer perder meu tempo.10
[/quote']

 

Já ouviu falar na lei algo do tipo matar em legítima defesa? De onde você acha que veio o conceito? Pois bem... ai põe tapete de sanidade no seu argumento matar por achar que é certo. Matar pelos ideais, você mata no fim das contas pelo seu egoísmo.

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Se eu faço você perder seu tempo aqui. Seria um bem para você e o nosso sua retirada macambúzia.03

Link to comment
Share on other sites

Blablablablablabla... Vc gostaria de ser assassinado? Só quero saber isso.

 

 
Putz grila cara' date=' vc definitivamente não leu o negrito(não só aqui, claro), muito menos o sublinhado. Pena que não sou muito bom de desenho.[/quote']

 

Isto inclui você mesmo pamonha. Não postar idiotices e besteira te desfavorece. Afinal você se torna a primeira vítima da sua própria regra. 06

Link to comment
Share on other sites

Blablablablablabla... Vc gostaria de ser assassinado? Só quero saber isso.

 

 
Putz grila cara' date=' vc definitivamente não leu o negrito(não só aqui, claro), muito menos o sublinhado. Pena que não sou muito bom de desenho.[/quote']

 

Isto inclui você mesmo pamonha. Não postar idiotices e besteira te desfavorece. Afinal você se torna a primeira vítima da sua própria regra. 06

 

?
Link to comment
Share on other sites

 

Blablablablablabla... Vc gostaria de ser assassinado? Só quero saber isso.
Putz grila cara' date=' vc definitivamente não leu o negrito(não só aqui, claro), muito menos o sublinhado. Pena que não sou muito bom de desenho.[/quote']

 

Isto inclui você mesmo pamonha. Não postar idiotices e besteira te desfavorece. Afinal você se torna a primeira vítima da sua própria regra.

 

 

 

?

 

 

 

Não liga não, sking. O Plutão tem mania de se intrometer e acusar qualquer idéia diferente dele de idiota e bitolada, algo unidimensional com certeza, o que segundo ele mesmo é coisa de bactéria 06.gif

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...