Jump to content
Forum Cinema em Cena

Nunca é Tarde Para Amar


mila penn
 Share

Recommended Posts

minha opinião: é um filme típico comédia romântica, que segue os padrões desse tipo, nada de mais.

Você vê ele pra relaxar, se divirtir, não pra sair da sala de cinema deslumbrado.

super tranqüilo o filme.

Reparam que Michelle Pfeiffer está em cartaz nos cinemas com vários filmes? PODEROSA 05

 

Rosie (Michelle Pfeiffer) é mãe de Izzie (Saoirse Ronan), adolescente que está apaixonada pela primeira vez. Esta situação também acontece com ela, que, perto dos 40 anos, se apaixona por Adam (Paul Rudd), homem bem mais jovem, o que deixa Rosie cheia de dúvidas sobre se deve ou não manter o novo relacionamento.

 
Link to comment
Share on other sites

Nunca é Tarde Para Amar (I Could Never Be Your Woman, EUA, 2007) Dir.: Amy Heckerling. Com: Michelle Pfeiffer, Paul Rudd, Sarah Alexander, Jon Lovitz.

 

Que filme gostoso de se ver! Uma surpresa, aliás, já que Heckerling é autora de filmes bobos como As Patricinhas de Beverly Hills e com esse título brasileiro, dá a impressão de uma novela boba.

 

O humor deste filme é rápido, me lembrou bastante a série Will & Grace pela enorme citação de artistas famosos e pela crítica a artistas fúteis (a quantidade de vezes que citam Lindsay Lohan e Paris Hilton é incrível). Além disso, a dinâmica existente entre o elenco é autêntica e a química entre Pfeiffer e Rudd conduz o filme de maneira divertida.

 

A performance individual de ambos é muito boa. Rudd, em particular, mostra um lado inusitado, com carisma e alegria durante o filme inteiro. Já Michelle Pfeiffer compõe a mulher como Diane Keaton fez em Alguém te que Ceder, exagerando nos atos neuróticos de sua personagem, ao mesmo tempo em que mostra carisma e provoca risadas.

 

Pena que nada é perfeito e obviamente Nunca é Tarde Para Amar não é exceção. A trama carece de momentos dramáticos para o casal e a separação entre eles não é bem retratada. Ainda assim, Heckerling investe em críticas a burocracia da televisão e a (já citado) artistas famosos e fúteis, provocando gargalhadas. Mesmo assim, existe um grave problema na montagem, em certas partes fica claro o corte de duração em certas cenas e portanto estas soam desnecessárias e até mesmo incoerentes. Mas isto não consegue estragar a diversão, que além de inteligente e muito cativante e graciosa. 3,5/5 Bernardo2008-03-20 11:11:43

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Filme é bonitinho, achei engraçadinho! Saudades que eu tava de Michelle Pfeiffer 05

Achei linda a dinamica mãe/filha da personagem de Pfeiffer e Saoirse Ronan, muito fofa mesmo! Enfim, filme é simpatico e legal pra passar o tempo. Tem cenas bem comicas e tal, as melhores partes são as parodias da filha de Pfeiffer, ótimas! 05

 

Link to comment
Share on other sites

  • 4 months later...

Gostei do filme, o casal Pfeifer/Rudd é muito carismático, tem boas piadas (especialmente as paródias) e não deixa de usar um bom senso de humor pra falar da ditadura da blz. Pena que a narrativa seja atropelada demais, dêem saltos sem explicar e/ou dando justificativas fracas para determinadas mudanças. 6/10.

Link to comment
Share on other sites

Tbm achei gostoso de se ver e engraçadinho, mas parece que em alguns momentos meio que sai dos trilhos. Todas aquelas partes com a secretária, por exemplo, são completamente descartáveis.

 

E Bernardo, As Patricinhas de Beverly Hills é muito legal. Vi recentemente e gostei bastante, mais do que desse.05

 

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...