Jump to content
Forum Cinema em Cena

Christian Bale


Thiago Araujo
 Share

Recommended Posts

  • Replies 156
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Se fosse vocês eu dava uma atualizada em relação ao Bale pois os filmes que ele geralmente faz são muito. Mas claro que depende muito do gênero de cada um.Mas que quem gosta de uma boa história bem contada pode se arriscar a conferir.03

Tente pelo pelo o ínicio onde tudo começou e já dá para ter noção que aquele garotinho ia longe. E Olha que Spilberg já sabia disso com o seu Império do Sol, drama de guerra vista pelo olhos ingênuo de uma criança.

 

imperio-do-sol-poster01t.jpgimperio-do-sol01.jpg

 

E ainda tem mais filmes bacanas que já mostram o Bale já procurado fazer algo diferente da carreira.

 

O Reino de Fogo onde divide a cena com um estranho Matthew McConaughey e a bela Izabella Scorupco.

reino-de-fogo-poster01t.jpg

reino-de-fogo02.jpg

 

 

E a ficção violenta e bacana que lembra alguns aspectos a série Matrix mas ainda consegue manter o seu charme.

 

Equilibrium-Quando um dos oficiais do próprio governo deixa de tomar a droga acidentalmente, ele passa a questionar a ordem dominante.

equilibrium-poster01t.jpg

equilibrium01.jpg

 

 
Link to comment
Share on other sites

 

 

 Filmografia: 

The Dark Knight (2008)

O Grande Truque (2006)

Harsh Times - Tempos Cruéis (ou Tempos de Violência' date=' título de TV) (2005)

Equilibrium (2002)

Reino de Fogo (2002)

Laurel Canyon - A Rua das Tentações (2002)

Capitão Corelli (2001)

Shaft (2000)

Sonho de uma Noite de Verão (1999)  

Retratos de Uma Mulher (1996)

O Agente Secreto (1996)

Adoráveis Mulheres (1994)

Jutland - Reinado de Ódio (1994)

Swing Kids - Os Últimos Rebeldes (1993)

Extra! Extra! (1992)

Henrique V (1989)

Império do Sol (1987)

Mio na Terra da Magia (1987)

 

Faroreste de primeira com Russel Crowe :Os Indomáveis

indomaveis-poster05.jpg

 

 

O triste e poetico O Novo do Mundo do genial Terrence Malick

novo-mundo-poster07.jpg

 

A Biografia musical de Bob Dylan

im-not-there-poster02.jpg

 

O Drama de guerra do cultuado Werner Hezorg

sobrevivente-2006-poster02.jpg

 

O instigante Grande Truque do amigo Christopher Nolan Batman(Bale) vs Wolverine(Jackman)

grande-truque-poster03.jpg

 

 

O alucinante Operário onde Bale parece que morreu e saiu da cova para trabalhar

operario-poster03.jpg

 

 

O grande momento como vilão Patrick Bateman

psicopata-americano-poster03.jpg

 

 

   
[/quote']

 

Na realidade, todos esses parecem interessantes e valer um olhada. Assistir filmes nunca é demais.

 

Pocahontas (1995)  o que ele fez aqui??? 17 17
Link to comment
Share on other sites

Esse O Reino de Fogo de vez em quando figura na Globo num Supercine da vida' date=' é legalzinho, mas quem rouba as cenas é o Matthew McConaughey.[/quote']

 

Achei esse uma enorme porcaria.

Psicopata Americana é ótimo e meu preferido dele é O Grande Truque.
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Christian Bale comenta Exterminador do Futuro 4

Ator explica por que decidiu fazer o filme

 

Agora que Batman está quase de volta aos cinemas, o ator Christian Bale começa a falar de Terminator Salvation: The Future Begins, o quarto filme da série O Exterminador do Futuro, no qual ele interpreta o herói da resistência John Connor. Primeiro, ele conta o que o atraiu no filme.

"Bem, inicialmente, não foi uma atração", contou ao ComingSoon. "Eu não estava certo sobre onde esse filme poderia levar. Antes de dar uma resposta, resolvi avaliar os outros filmes. Senti que, ao contrário de Batman, havia ali uma oportunidade para respeitar a mitologia estabelecida no cinema. Mais do primeiro e do segundo filme, nem tanto do terceiro. E dar um novo sopro a essa mitologia é a missão."

Sobre as filmagens: "Está indo bem. Eles começaram há algumas semanas e eu entrei há pouco tempo. É um projeto grandioso, realmente é, e eu reconheço. Há muito trabalho a ser feito e eu estou apenas começando, já que sai de Public Enemies [novo filme de Michael Mann] há algumas semanas".

Ambientada em 2018, a trama acompanha John Connor, o homem destinado a liderar a resistência humana contra a Skynet e seu exército de Exterminadores. Mas o futuro no qual Connor foi criado para acreditar foi parcialmente alterado pela chegada de Marcus Wright (Sam Worthington), um estranho cuja última memória é a de estar no corredor da morte. Connor precisa entender se Marcus foi enviado do futuro ou resgatado do passado, se é aliado ou inimigo.

No elenco também estão Anton Yelchin (Kyle Reese), Moon Bloodgood (Blair Williams), Common (Barnes), Charlotte Gainsbourg (Kate Connor), Jadagrace (Star) e Helena Bonham Carter. McG dirige a partir de roteiro de Michael Ferris e John Brancato, dupla que assinou O Exterminador do futuro 3: A rebelião das máquinas.

O filme estréia em 22 de maio de 2009.

 

Bale aproveitando o esperto hype de Dark Knight e falando do vindouro Exterminador que até o momento tem tudo para ser bom.

KSIVICKIS já assistiu o supremacia Bale, quer dizer os seus filmes. Não sabe oque está perdendo

Link to comment
Share on other sites

Não gosto muito da atuação do Bale em "Batman Begins"...é tudo muito encenado. Já ele em "Equilibrium" está excelente, na minha opinião. Mostra que não é preciso muitos diálogos autoexplicativos para que o público se convença. A força dramática de suas expressões alcançam o auge nesse filme.

 

Aliás, "Equilibrium" é mais filme que as duas sequências de "Matrix". Apesar de mais simples, justamente por não ser tão pretenso que, para mim, o filme consegue cumprir à risca o que propõe...nada de hollywoodianismos descartáveis...
Link to comment
Share on other sites

KSIVICKIS já assistiu o supremacia Bale' date=' quer dizer os seus filmes. Não sabe oque está perdendo[/quote']

 

Dele, ainda, só Begins mesmo... Mas é o melhor filme que já vi, pra mim...

Pretendo ver os outros, mas em dvd...

Não achei ele nada forçado em Begins, achei sim que ele deu o tom certo, afinal, o próprio Batman é encenado e teatral...  
Link to comment
Share on other sites

Também concordo contigo KSIVICKIS, Bale e um ator completo e vai entregar este ano talvez o Batman mais atormentado,vingativo e obcecado do cinema e de toda a série do 5 filmes do morcego, e vai mudar o rumo desta poderosa cinesérie do super-herói mais dark dos HQ, mas e meio injusto que o protagonista esteja ficando a sombra Heath Ledger(o hype do momento) que deve ter entregado uma atuação no mínimo brilhante e merece todos os louros que o papel vai lhe conferir ainda mais depois da sua morte trágica e prematura. Deixando o Coringa o personagem mais icônico da sua carreira.

Com a estreia está semana espero que as resenhas e os críticos façam elogios a ambos atores, pois a presença deste jovem Batman perseguindo o jovem psicotico Coringa e com certeza o grande momento do longa.

thedarkknight_43.jpg
Link to comment
Share on other sites

E agora com a palavra propiamente dita o Sr. Cristian Bale :

 

 

15/07/2008 - 11h57

"Nunca me importei em ser comercial ou não", diz Christian Bale

RODRIGO SALEM
Colaboração para o UOL, de Los Angeles

 

ad='180x150';

pos='5';

sum='0';

DEconn=0;

var DEt=new Date(); DEt=DEt.getTime(); DErand=Math.floor(DEt*1000*Math.random());

var scw=0,sch=0; if(screen.height){scw=screen.width;sch=screen.height;}

document.write('<'+'scr'+'ipt ="text/" ="http://bn.uol.com.br/js.ng/site='+DEsite+'&chan='+DEchan+'&subchan='+DEsubc+'&affiliate='+DEsite+DEchan+'&size='+ad+'&page='+pos+'&conn='+DEconn+'&expble='+Expble+'&reso='+scw+'x'+sch+'&tile='+DErand+'?"><\/scr'+'ipt>');

 

 

< ="http://bn.uol.com.br/js.ng/site=uolbr&chan=cinema&subchan=outros&affiliate=uolbrcinema&size=180x150&page=5&conn=0&expble=1&reso=1024x768&tile=1062543965650002?" =text/>

1x1.gif

Todos os holofotes de "Batman - O Cavaleiro das Trevas" estão direcionados para o Coringa de Heath Ledger. Mas o demônio anárquico do falecido ator não teria o mesmo impacto se do outro lado da moeda não existisse um ator tão dedicado e versátil quanto Christian Bale. Acostumado a pressão desde o início da carreira, comandado ainda criança em seus dois primeiros grandes longas por Steven Spielberg ("Império do Sol") e Kenneth Branagh ("Henrique V"), o galês de 34 anos consegue manter seu Batman fascinante e captura com perfeição o charme do playboy Bruce Wayne, identidade secreta do herói. Ao contrário de Michael Keaton, que levou uma surra do palhaço de Jack Nicholson em "Batman", de Tim Burton, Bale se impõe com o capuz negro e é essencial para o clima realista da obra de Christopher Nolan. A seriedade é levada também nesta conversa realizada num hotel de luxo em Beverly Hills, Los Angeles. De cabelos quase raspados, cansado por longas viagens, mas empolgado com o resultado do longa, Christian Bale é quase um herói por se manter articulado e simpático por toda a entrevista.
Divulgação

Seu Batman é visto como uma ameaça pelo sistema legal e por alguns cidadãos. Você acha que ele é um herói?

Olha, o Batman só é necessário porque o sistema é falho. Claro que gostaríamos de acreditar que os cidadãos vão se rebelar, bater o pé e lutar a favor da justiça em situações nas quais o sistema erra. Bruce Wayne ideologicamente espera que surja alguém como Harvey Dent, que luta contra corrupção e as falhas do sistema de forma legal. Batman é um personagem com varias dimensões, multifacetado. Por isso que é tão interessante, pois não é o cavaleiro da armadura brilhante. Ele deseja fazer o bem de forma altruísta, mas tem muita violência, raiva, vingança e outros sentimentos negativos em si. Sempre existe a questão se ele vai ultrapassar os limites. Sem dúvida, Batman não é um super-herói. Nem superpoderes ele possui.

Ao mesmo tempo, o Coringa serve como uma força caótica que a natureza proporciona ao dar luz a um herói. Ele seria a outra face da moeda do Batman, tão obstinado quanto o "mocinho" em sua ideologia anarquista...

Exatamente. Nenhum dos dois vai desistir de suas missões por nada neste mundo. Uma coisa que não podemos falar sobre o Coringa é que seja um hipócrita. Ele cumpre suas promessas e está disposto a morrer por suas crenças. É isso que ele despreza na sociedade, o fato que de acreditar tão facilmente no que é jogado em suas vidas e como correm de medo, se escondendo atrás de heróis que têm a coragem de confrontar o sistema. O Coringa enfrenta o Batman, alguém tão comprometido quanto ele, mas a grande diferença é que o Batman tem moral, não vai matar. E isso é a grande provocação do Coringa. Ele quer provar que todo mundo tem um limite, um preço e, eventualmente, se venderá.

Qual sua idéia de herói perfeito, então?

Como é o herói de todo mundo? Alguém que se impõe e fala a verdade sem se importar com as conseqüências. Ao mesmo tempo, precisamos questionar se essa é a maneira certa de se comportar em algumas situações. As pessoas tendem a fazer tudo para sobreviver e é aqui que entra a questão moral: Você comprometeria seus princípios e viveria de joelhos? Este é o dilema do Batman.

Você é um ator com muita história no cinema alternativo, sempre procurando papéis inusitados. Agora, além do Batman, você também está trabalhando em outra megaprodução, "O Exterminador do Futuro 4", batizado de "Terminator Salvation". Por que essa mudança?

Nunca me importei em ser comercial ou não. Fiz apenas filmes que as histórias me interessaram. Cometi muitos e muitos erros. Erros coletivos, claro, porque é o diretor que faz um filme ser fantástico. Chris Nolan fez "Batman Begins" ser maravilhoso, apesar de o elenco gerar performances iconográficas. Ao mesmo tempo, se o filme falhar, o culpado é o diretor, não importa qual ator esteja escalado. Nunca liguei para saber de onde o dinheiro estava vindo. Tive a mesma satisfação fazendo filmes independentes e "Batman - O Cavaleiros das Trevas". Neste longa, Chris Nolan prova que qualquer gênero pode ser soberbo nas mãos certas.

Você disse que cometeu alguns erros. Consegue perceber como um trabalho será durante as filmagens?

Posso apenas torcer que o filme seja ótimo e tentar ver o trabalho lá do meio das árvores, porque, às vezes, ficamos tão imersos que fica impossível ter uma idéia do plano geral. Minha confiança cresceu na capacidade de julgar como a obra está indo, porque estive errado muitas vezes e conheço o caminho. Agora, tento não cometer erros gigantes.

Qual a diferença do seu Batman nesta continuação?

Fisicamente, eu não estava num estado de fraqueza tão grande quanto o da época de "Batman Begins", quando sai de "O Maquinista" quase sem músculos e muito magro, e o uniforme é mais maleável. Em relação ao personagem, Chris (Nolan) delineou sua evolução para mim. Batman se desenvolve, amadurece e ganha novas responsabilidades com o surgimento do Coringa, que questiona e força sua ética.

O que existe de tão atraente num personagem como o Batman?

Acho que tenho uma fascinação pelo extremo. Personagens sombrios tendem a atrair mais a atenção. É algo normal, porque somos interessados nas pessoas que quebram as regras da sociedade civilizada. É uma sombra que todos nós carregamos.

Mas você gosta de fazer papéis heróicos ou se sente mais a vontade como Patrick Bateman, o assassino de "Psicopata Americano"?

Gosto da variedade. Quero ser capaz de fazer de tudo na minha carreira. Fiz personagens dementes no passado e vou fazer novamente no futuro. Há dez anos, Gary Oldman poderia viver o Coringa sem o menor problema. Hoje, ele interpreta o comissário Gordon, a bondade encarnada. Isso é ser ator.

No meio das filmagens, ainda sobra tempo para se empolgar com os veículos que precisa dirigir ou já virou um fato usual estar atrás do volante de um Lamborghini?

Imagina. Todo os dias de folga, eu falava para as pessoas que precisava treinar um pouco mais minhas cenas perigosas, testar umas novas técnicas no carro (risos).

<>

#uolcelwidgets { margin:2em 0;height:80px; }

#uolcelwidgets h3 { background:#efefef;color:#000;font:bold 10px verdana;padding:3px;height:12px;display:block;margin:0;padding-left:10px; }

#uolcelwidgets .borda span { margin-top:3px;color:#666;margin-bottom:40px; }

#uolcelwidgets .borda span a { color:#666; }

#uolcelwidgets a { text-decoration:none;color:000; }

#uolcelwidgets a:hover { text-decoration:underline; }

#uolcelwidgets #uolcelular { float:left;margin-right:10px;width:212px }

#uolcelwidgets #uolcelular .borda { height:50px;_height:57px;border:1px solid #efefef;color:000;font:normal 10px verdana;background:url(http://img.uol.com.br/wap-ico.gif) 13px 12px no-repeat;padding:0;padding-top:9px; }

#uolcelwidgets #uolcelular .margem { padding-left:40px; }

#uolcelwidgets #widgets { float:left;width:213px }

#uolcelwidgets #widgets .borda { height:50px;_height:57px;border:1px solid #efefef;color:000;font:normal 10px verdana;background:url(http://img.uol.com.br/widgets-ico-menor.gif) 7px 7px no-repeat;padding:0;padding-top:9px; }

#uolcelwidgets #widgets .margem { padding-left:50px; }

 

 

 

 
Link to comment
Share on other sites

Aproveitando a tão esperada estréia de Batman - O Cavaleiro das Trevas farei meu "TOP 5" dos filmes do Christian Bale. Assisti pouca coisa dele, tenho que conferir os filmes mais recentes.

 

TOP 5

1. Psicopata Americano (2000) 10

2. O Maquinista (2004)

3. Império do Sol (1987)

4. Batman Begins (2005)

5. Laurel Canyon (2002)

 

 

Pior trabalho: O Capitão Corelli (2001)
R. Deckard2008-07-22 14:44:31
Link to comment
Share on other sites

Olha eu tó ainda extasiado com desempenho do filme do Cavaleiro das Trevas e com qualidade da produção que foi maravilhosa e com o desepenho do mehor Batman nas telas o sr. Christian Bale que arrebentou geral em todos os aspectos e nós da a sua palavras atráves do Omelete:

Omelete Entrevista: Christian Bale, o Batman

Ator fala dos desafios do projeto, o trabalho com Nolan e sua experiência no Batpod

A primeira foi muito rápida e aconteceu entre uma pausa entre um take e outro. Bale estava usando a roupa do Batman coberta por um sobretudo de estilo militar. Seus olhos estavam cobertos por uma maquiagem preta, que ele usa junto com a máscara do herói, para esconder seus olhos. A segunda aconteceu três horas depois, com o fim das filmagens daquele dia. Dessa vez ele já estava em "roupas civis" e o semblante de fim de expediente. Apesar de simpático, ele era bastante econômico nas respostas. Fazia longas pausas antes de começar a soltar pela sala o seu sotaque galês em um tom bem baixo, completamente diferente do trovão que ouvimos cada vez que o Batman fala no filme.

9.jpg

Christian Bale: E aí, vocês estão vendo as cenas aqui pela televisão?

Sim. A segunda e terceira tomadas foram as melhores.

Segunda e terceira? (risos) Meu deus, nem sei quantas já fiz hoje...

Você está mesmo com cara de cansado.

E até que hoje está leve. Eu estava só batendo, sem ninguém para me acertar.
(risos)

As filmagens deste filme estão mais pesadas do que Batman Begins?

Não. Este é o meu terceiro filme com o Chris [Nolan, o diretor], o que já facilita bastante coisa. Mas o mais importante é que nós fizemos muitas mudanças na armadura, e agora consigo me mover muito mais facilmente. E isso é ótimo, pois passo muito mais tempo com ela, já que não temos mais a história de criação do personagem. A antiga, só de ficar de pé já me cansava.

Da outra vez você estava vindo das filmagens de O Operário, estava super magro, e teve de entrar em forma. Agora, você não passou por nada perto disso, certo?

Sim.

Então, quais foram os desafios físicos?

Agora eu conheço muito melhor o Método Keisy de Luta (KFM, em inglês). Cheguei aqui antes dos ensaios para treinar e continuamos aperfeiçoando a técnica. Me sinto muito mais confiante na hora da ação. E dá até espaço para mais e melhores improvisações nas cenas de luta.

Você sofreu alguma contusão mais grave durante essas filmagens?

Não. Nada!

O Batman adquire suas habilidades através de muito treinamento, e sabe as conseqüências que isso vai ter contra seu próprio corpo. Como comparar isso com outros personagens que você interpretou, como em Tempos de Violência (Harsh Times, 2005), por exemplo?

Veja bem, Batman não é um super-herói no sentido literal da palavra, já que ele não tem superpoderes, então ele sabe o tanto que vai sofrer. E agora vou falar algo por mim, mas acho que Chris jamais imaginaria fazer algo como um filme de ação sem cérebro. O que faz o filme tão brilhante são as conseqüências, os pensamentos que vêm com o tempo. E acho que isso é uma coisa tão simples e tão esquecida em outros filmes de ação... É a história!

Como é o Chris Nolan quando o assunto é você interferir na cena, propor algo diferente?

Ele deixa ir até um limite. Tem uma coleira que não me deixa ir muito longe.

Qual o maior desafio desse filme para você?

Fazer algo melhor do que o primeiro. É o desafio do filme todo. Agora que nós já conseguimos com sucesso mostrar a nossa versão [do herói], queremos melhorar.

E mentalmente, como você se prepara para um personagem desses, que é, por natureza, sombrio?

[Longa pausa]
É sombrio, mas não nas revistas mensais. Se você pegar as Graphic Novels, aí sim [ele é sombrio]...

Nós já tínhamos concluído nossa descrição de porque ele é do jeito que é e como ele se tornou quem é. Eu sempre vou manter aquilo no personagem. Mas eu não fico remoendo isso na minha cabeça por sete meses. Eu ficaria louco! As pessoas adoram falar dos atores que encarnam seus personagens, mas isso é implausível por sete meses seguidos.

Qual a mudança psicológica do personagem do Batman Begins para O Cavaleiro das Trevas?

A mudança de alguém que atingiu seus objetivos iniciais e agora começa a contemplar a longevidade desses objetivos. Antes ele imaginava que seria uma tarefa temporária, e agora percebe que o fim está longe e, como mostramos no primeiro filme, o caos está crescendo.

É difícil construir o personagem quando se está usando uma máscara o tempo todo?

Nem um pouco! Eu vejo o Bruce Wayne como a sua máscara, pelo menos o Bruce que as outras pessoas vêem. Existe uma frase que não me lembro agora de quem é, que diz “Coloque uma máscara e você vai mostrar quem você realmente é”. O cara de verdade, corajoso, bravo e até bestial, que é o Batman é o que Bruce Wayne é de verdade.

Falando agora um pouco do Coringa e do Harvey Dent: 1. O Batman nutre um respeito pelo Harvey? 2. Existe essa necessidade de coexistência com o Coringa?

Sim. Muito! O Batman conhece os seus limites e vê que a cidade precisa de um herói sem máscara para que ela entre nos eixos. Alguém eleito pelo povo. Ele tem essa visão de que alguém como Harvey Dent possa tomar o poder e fazer as coisas certas para que o Batman possa lentamente sair de cena. E sobre o Coringa, de uma certa forma ele precisa do Coringa e todo o caos que ele traz consigo para que ele saiba quem ele é quando estiver lidando os outros criminosos.

Quanto o Coringa é amedrontador?

Segundo a visão do Batman, ele é um oponente muito difícil de se lidar. Porque o Batman segue uma série de regras próprias, então essa é toda a graça: como ele vai lutar contra alguém que não segue conduta alguma? Ele é um cara que dá muito medo porque é completamente imprevisível.

Você acha que de certa forma ele se sente responsável pelo Coringa?

De certa forma, sim. E essa é uma das questões do filme.

Você brincou bastante com o seu novo brinquedo, o Batpod?

Até o momento, eu só andei nele quando estava sendo puxado [por um carro]. Muitos homens tentaram domar aquela coisa e todos falharam, com exceção de um. Eu vou tentar pilotar aqui em Cardington. Mas acho que eles só vão deixar que isso aconteça depois do fim das filmagens (risos) Por motivos óbvios.

13.jpg

3.jpg

4.jpg

1.jpg
 


Link to comment
Share on other sites

Eu ia postar essa notícia, mas fiquei com receio dos fãs de HQ me acusarem de sensacionalismo... 06. Que feio bater na mãe... (se for verdade, claro)

 

Christian Bale é acusado de agressão

Ator, protagonista do novo "Batman", teria atacado a mãe e a irmã em quarto de hotel em Londres

Flávia Motta Do EGO, no Rio

Tamanho da letra

A-

A+

Reprodução/Reprodução

Christian Bale e sua mulher, Sibi Blazic, na première londrina de 'Batman'

Protagonista de "Batman, o Cavaleiro das Trevas", Christian Bale terá que prestar contas com a polícia nesta terça, 22, em Londres. O ator é acusado de ter agredido sua mãe e sua irmã em seu quarto de hotel no domingo, 20, véspera da pré-estréia do filme na capital inglesa. Segundo o jornal "Daily Mail", a polícia não teria tomado providências antes para não atrapalhar o que já estava programado para a première, na segunda, 21.

 

A Scotland Yard confirma que recebeu uma denúncia de agressão em um hotel de Londres, mas não identifica os envolvidos. De acordo com uma fonte do jornal inglês, a polícia decidiu agir com calma já que não havia certeza quanto à agressão. Christian deve prestar esclarecimentos no hotel em que está hospedado. O "Daily Mail" não dá mais detalhes sobre as circunstâncias da suposta agressão.

Fonte: globo.com

  
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...