Jump to content
Forum Cinema em Cena

The Dark Knight Rises (2012)


joao_spider
 Share

Qual seria o melhor vilão para a continuação de TDK?  

87 members have voted

  1. 1. Qual seria o melhor vilão para a continuação de TDK?

    • Mulher-Gato
      26
    • Pinguim
      13
    • Charada
      26
    • Mr.Freeze
      1
    • Hera Venenosa
      2
    • Duas-Caras
      8
    • Bane
      9
    • Chapeleiro Louco
      0
    • Cara de Barro
      1
    • Morcego Humano
      2
    • Rei do Cuco
      1


Recommended Posts

Questão disse : Nenhum desses filmes q vc citou pertencem ao genero "super heroi " q aceitem ou não, é exatamente o subgenero ao q o Batman pertence.

 

 

Mas , por pertencer ao gênero super-herói , será que vale tudo ? Será que não existem regras de bom senso a serem seguidas ? Será que valeria , por exemplo , o próximo filme do Motoqueiro Fantasma se passar numa estação espacial repleta de andróides ? Ou um filme do Demolidor em que ele enfrente um mago que atravessou um portal dimensional e veio parar na Cozinha do Inferno acompanhado por um exército de orcs ? e , mais : todo mundo sabe que o Batman que vem sendo feito no cinema não é meramente "super-herói" . Na verdade , é muito mais thrillers policiais travestidos de "super-herói" . Me lembro , inclusive , que a SET que trouxe "TDK" na capa disse (por Rodrigo Salém) que o longa era como um"Fogo-Contra-Fogo"com o luxo de possuir Batman e Coringa no casting de personagens .

 

 Porq ficaria estranho? Franquias mudam. O povo aceita isto melhor do q vc imagina. Se fracassa não é culpa da mudança, e sim de quem a conduz.

 

  O exemplo do "Alien" que vc forneceu de franquias que mudam não serve , uma vez que "Alien", até então ; não havia tido um terço do histórico de fontes e referências fora do cinema que Batman possui . "007" , de fato , mudou muito ao longo do tempo (em relação a série literária)e teve as críticas devidas (tanto é que voltaram ao ponto de origem para conceber aquele que é considerado o melhor já feito - trajetória semelhante a de um certo morceguinho conhecido nosso).

 

 

 O problema REI DO CUCO, é q vc coloca as coisas d um jeito q pareçam ridiculas, e vc sabe q não é por ai.

 

Sim , tanto sei que deixei claro que a coisa pode ser bem feita (como os quadrinhos que citei) desde que não seja escancarada .

 

 Pq não poderiamos ter tramas sérias e sombrias com ficção cientifica fantastica, ou thriller sobrenatural envolvendo o Batman? A credibilidade da franquia não esta no seu conteudo, e sim numa questão bem simples: O filme é bom? O filme respeita os personagens? Pronto, acabou

 

Concordo , desde que saibam fazer com descrição o bastante que não choque àqueles que já se habituaram e curtem o trabalho dos Nolan . Se for descaracterizar demais , aí é melhor rebootar novamente (por mais absurdo que isso soe) .  

 

 Como eu disse, não me importo de ver o genero narrativo visto emTDK repetido novamente, gosto de historia de gangster. Mas me irrita, e acho um absurdo acharem q os filmes do Batman DEVEM ser limitados só a esse genero narrativo, e não explorar outras possibilidades.

 

 

Eu não sou a favor da limitação de gênero (e já esclareci acima) , mas prefiro o que vem sendo feito atualmente e , particularmente , assistiria a mais 10 desses sem problema nenhum (desde que mantivessem a qualidade , evidentemente . Não precisa ser melhor , apenas igual .).

 

 

 

Sobre as franquias que citei , as citei porque vc deu a entender que muitos filmes de um mesmo gênero dentro de uma mesma franquia tornam a coisa enjoativa (perdão se entendi errado) . Apenas exemplifiquei com casos em que o sucesso acompanhou todos os capítulos .

 
Link to comment
Share on other sites

 

 Eu disse q tem q virar bagunça REI DO CUCO? Não disse. Oq eu disse é q esse subgenero, quando se trata d uma franquia, permite uma variedade interessante de generos narrativos a cada filme, mas pe claro, tem q saber contar. Uma historia sobrenatural do Batman é diferente d uma historia sobrenatural do Homem De Ferro, q é diferente d uma historia sobrenatual do Superman, e por ai vai. E REI DO CUCO, é sim um thriller policial, mas ainda tem dois malucos de pijama brigando no meio da rua. Então é Super heroi sim senhor. E isso não tira NADA do mérito do filme. Não é preciso dar a ele um ar de cult pseudo intelectual pra reconhecer os meritos do filme.

 

 Vc diz q CASSINO ROYALE é considerado o melhor já feito? Considerado por quem? Por mim é que não é. Gosto do filme, mas prefiro outros exemplares da franquia Bond. Criticas devidas? Não entendi, esta dizendo q foram negativas? Houve sucessos e fracassos ao longo da franquia, como em qualquer franquia longa. E ALIEN serve como exemplo sim. Afinal, um dos argumentos é q o publico não aceitaria bem a mudança d foco, mas o grande publico não tá nem ai pra fontes e referencias fora do cinema.

 

 Mais uma vez vc coloca o estranhamento em relação a mudança como algo necessariamente negativo. A tolerancia d uns não é a mesma dá d outros. Eu não me incomodaria d ver um Morcego Humano ou uma Hera Venenosa desde q bem inserido.

 

Eu não me incomodaria d ver o Batman investigando uma seita q comete assassintatos para invocar um demonio, por exemplo. Saber fazer com descrição é relativo. O nivel d "descrição" q vc exige é diferente do meu, q é diferente do do PRIMO, e por ai vai. Na minha opinião, como disse o PRIMO, deve ser algo gradativo. Oq seria descaracterizar pra vc? Só se for descaracterizar um personagem q já vinhamos acompanhando.

 

 Acho q é isso q tenho a dizer desta vez.

 

 Reboot pq? Pq mancharia a sagrada trilogia do Nolan? (q de sagrada não tem nada, afinal BATMAN O RETORNO é muito mais filme q BEGINS) Por favor, né? Como diria o sabio palhaço "Why So Serious?"

 

E pelo amor d deus REI DO CUCO, reboot só em ultimo caso. Eu já sou contra o reboot em HOMEM ARANHA, espero q leve decadas pra q isso precise ser feito com o morcego.

Valeu16 

 

 

 

 
Questão2010-10-14 19:32:02
Link to comment
Share on other sites

   Vamos lá : Eu disse q tem q virar bagunça REI DO CUCO? Não disse. Oq eu disse é q esse subgenero, quando se trata d uma franquia, permite uma variedade interessante de generos narrativos a cada filme, mas pe claro, tem q saber contar. Uma historia sobrenatural do Batman é diferente d uma historia sobrenatural do Homem De Ferro, q é diferente d uma historia sobrenatual do Superman, e por ai vai. E REI DO CUCO, é sim um thriller policial, mas ainda tem dois malucos de pijama brigando no meio da rua. Então é Super heroi sim senhor. E isso não tira NADA do mérito do filme. Não é preciso dar a ele um ar de cult pseudo intelectual pra reconhecer os meritos do filme.

 

 

Não quero dar a ele ar de nada , meu querido (embora ele possa até ser esse palavrão bonito que vc falou). Basta assistir .  

 

Vc diz q CASSINO ROYALE é considerado o melhor já feito? Considerado por quem? Por mim é que não é. Gosto do filme, mas prefiro outros exemplares da franquia Bond. Criticas devidas? Não entendi, esta dizendo q foram negativas? Houve sucessos e fracassos ao longo da franquia, como em qualquer franquia longa. E ALIEN serve como exemplo sim. Afinal, um dos argumentos é q o publico não aceitaria bem a mudança d foco, mas o grande publico não tá nem ai pra fontes e referencias fora do cinema.

 

Boa parte das críticas que eu li na época de seu lançamento , o apontavam sim , como o melhor "Bond" já realizado . E , sim , falava de críticas negativas .

O grande público pode não ser tão informado , mas sabe diferenciar "Batman-eternamente" de "TDK" , por exemplo . Por que vc acha que a recepção de "Begins" no cinema foi fria e a de "TDK" aquele estardalhaço todo (e não me venha dizer que foi por causa do Ledger . Se a franquia permanecesse na linha de "Batman e Robin" , nem um Robert de Niro rejuvelecido no papel de Coringa chamaria público)?

 

Mais uma vez vc coloca o estranhamento em relação a mudança como algo necessariamente negativo. A tolerancia d uns não é a mesma dá d outros. Eu não me incomodaria d ver um Morcego Humano ou uma Hera Venenosa desde q bem inserido.

 

Não vou repetir novamente sobre isso , ok ?

 

 

Eu não me incomodaria d ver o Batman investigando uma seita q comete assassintatos para invocar um demonio, por exemplo. Saber fazer com descrição é relativo. O nivel d "descrição" q vc exige é diferente do meu, q é diferente do do PRIMO, e por ai vai. Na minha opinião, como disse o PRIMO, deve ser algo gradativo. Oq seria descaracterizar pra vc? Só se for descaracterizar um personagem q já vinhamos acompanhando.

 

Exatamente . É disso que eu estou falando .

 

Reboot pq? Pq mancharia a sagrada trilogia do Nolan? (q de sagrada não tem nada, afinal BATMAN O RETORNO é muito mais filme q BEGINS) Por favor, né? Como diria o sabio palhaço "Why So Serious?"

 

Aí já entramos no terreno da pura e simples opnião . Para mim , os longas de Burton podem ter lá seu mérito , mas compará-los à franquia de Nolan , para mim , é quase como querer comparar o seriado de 66 . Mas , enfim , é só opnião mesmo (embora a minha esteja em sintonia com toda a repercussão , em todos os sentidos , dos dois longas de nolan-rsrsrsrs) .

 

Eu só falei do reboot para o caso de quererem algo muito diferente do que vem sendo apresentado , mas sei que seria absurdo se fosse algo precipitado como está sendo com o aracnídeo .

 

 

Abração !
Link to comment
Share on other sites

 

Não quero dar a ele ar de nada , meu querido (embora ele possa até ser esse palavrão bonito que vc falou). Basta assistir . 

 

 REI DO CUCO, ao assistir TDK, se vê um filme de super heroi e thriller policial de ação. Esta longe d ser um filme cult pseudointelectual.

 

Boa parte das críticas que eu li na época de seu lançamento , o apontavam sim , como o melhor "Bond" já realizado .

 

 Comentario mais do que batido. Se os criticos gostaram do filme se torna "O melhor Da franquia" e bla bla bla. Critico tambem é gente, e tambem é afetado pelo hype. E se boa parte dos críticos acham, o problema é deles. No final das contas, criticas são só um guia, estão longe de serem atestados

 

E , sim , falava de críticas negativas

 

 Claro, me esqueci q GOLDFINGER foi muito mal recebido na epoca. VIVA E DEIXE MORRER foi um grande fracasso, né? O ESPIÃO QUE ME AMAVA idem. GOLDENEYE então nem se fala.

 

 Esses filmes REI DO CUCO, foram grandes sucessos de publico e critica. Peguei só os mais bem sucedidos, mas houveram outros. Como vc pode dizer q uma franquia com 22 filmes q vem desde a decada de 60, teve as "criticas devidas" e só ganhou boas criticas agora em 2006? Eu espero sinceramente q vc tenha se expressado mal, e não q acredite mesmo neste absurdo. E mais uma vez, danem-se os criticos.

 

 

O grande público pode não ser tão informado , mas sabe diferenciar "Batman-eternamente" de "TDK" , por exemplo . Por que vc acha que a recepção de "Begins" no cinema foi fria e a de "TDK" aquele estardalhaço todo (e não me venha dizer que foi por causa do Ledger . Se a franquia permanecesse na linha de "Batman e Robin" , nem um Robert de Niro rejuvelecido no papel de Coringa chamaria público)?

 

 Desculpe,  não entendi oq tem a ver oq vc disse acima com oq eu havia dito antes. Não vejo qual a conexão d sua réplica com oq eu disse.

 

 

Aí já entramos no terreno da pura e simples opnião . Para mim , os longas de Burton podem ter lá seu mérito , mas compará-los à franquia de Nolan , para mim , é quase como querer comparar o seriado de 66 .  

 

 O terreno de opinião tudo bem, mas dizer isso q vc disse d é quase como querer comparar o seriado de 66 , já é um exagero sem tamanho.

 

  Mas , enfim , é só opnião mesmo (embora a minha esteja em sintonia com toda a repercussão , em todos os sentidos , dos dois longas de nolan-rsrsrsrs) .

 

 Pense de novo, REI DO CUCO. Cinco anos se passaram desde BEGINS, e hj muita, eu digo muita gente, vê BEGINS como um filme divertido, porem irregular O filme não envelheceu muito bem. A ansia do Nolan em dar explicações ao invés d contar a historia enfraquece e muito o filme. O filme é bom, mas podia ser melhor. Por isso eu digo, se pedir pro pessoal aqui do forum mesmo fazer uma lista com os filmes do Batman, vamos ver se BEGINS vai aparecer nas duas primeiras posições com frequencia esmagadora. No rotten tomatoes por exempl o, BEGINS tem uma cotação menor do q RETURNS. Não q isso queira dizer realmente alguma coisa

 

 Valeu16

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Link to comment
Share on other sites

    REI DO CUCO, ao assistir TDK, se vê um filme de super heroi e thriller policial de ação. Esta longe d ser um filme cult pseudointelectual.

 

    Discordo radicalmente e tenho certeza de que muita gente também . Cheguei , inclusive , a ler na época do lançamento uma crítica negativa que apontava justamente como erro o fato de haver uma psicologia e diálogos profundos demais para um filme de "batman"-o que deveria ser um simples pipocão para divertir . Em todo caso , a despeito das críticas , repito : basta assistir .

 

 

 Comentario mais do que batido. Se os criticos gostaram do filme se torna "O melhor Da franquia" e bla bla bla. Critico tambem é gente, e tambem é afetado pelo hype. E se boa parte dos críticos acham, o problema é deles. No final das contas, criticas são só um guia, estão longe de serem atestados

 Claro, me esqueci q GOLDFINGER foi muito mal recebido na epoca. VIVA E DEIXE MORRER foi um grande fracasso, né? O ESPIÃO QUE ME AMAVA idem. GOLDENEYE então nem se fala.

 

 Esses filmes REI DO CUCO, foram grandes sucessos de publico e critica. Peguei só os mais bem sucedidos, mas houveram outros. Como vc pode dizer q uma franquia com 22 filmes q vem desde a decada de 60, teve as "criticas devidas" e só ganhou boas criticas agora em 2006? Eu espero sinceramente q vc tenha se expressado mal, e não q acredite mesmo neste absurdo. E mais uma vez, danem-se os criticos.

 

 

 

Mas , aqui , eu me refiro à críticas vindas dos fãs da obra literária de Ian Fleming e às citei não como um guia , mas para exemplificar no quê exatamente a franquia vinha pecando (independente da qualidade de seus longas) . Não se tratava de fatores referentes à película (embora , em alguns casos , esses também tenham deixado a desejar) , mas sim da infidelidade ao material original . Bond estava sendo infantilizado e vazio . Por isso falei que o processo foi semelhante ao do Batman . Eu também gosto desses que vc citou , mas não sou um fã dos livros (que , segundo dizem , apresentavam maior densidade e tramas com um tratamento melhor) , então não faz diferença alguma para mim . Por isso amo os filmes do Nolan - porque além da qualidade , respeitam o cânone que tornou o morcego o que é (não pondo , por exemplo , um "batrangue mini-game" como arma para o herói) .

 

Desculpe,  não entendi oq tem a ver oq vc disse acima com oq eu havia dito antes. Não vejo qual a conexão d sua réplica com oq eu disse.

 

Foi que vc falou que o grande público não liga para referências , então eu disse que eles não ligam para isso , mas sabem reconhecer o assistem na telona . Portanto , qualquer um estranharia caso chegasse no cinema para ver a continuação do Batman que vinha sendo feito (e que vinha rendendo tanto sucesso) e se deparasse com o morcego enfrentando o conde Drácula . Nisso , não é preciso conhecer fontes históricas para saber que algo de estranho está no ar .

 

 

 O terreno de opinião tudo bem, mas dizer isso q vc disse d é quase como querer comparar o seriado de 66 , já é um exagero sem tamanho.

 

 

 Para mim , só o fato de se comparar o Batman de Burton com os que vem sendo produzidos pelos nolan , já é um exagero sem tamanho .

 

 

Pense de novo, REI DO CUCO. Cinco anos se passaram desde BEGINS, e hj muita, eu digo muita gente, vê BEGINS como um filme divertido, porem irregular O filme não envelheceu muito bem. A ansia do Nolan em dar explicações ao invés d contar a historia enfraquece e muito o filme. O filme é bom, mas podia ser melhor. Por isso eu digo, se pedir pro pessoal aqui do forum mesmo fazer uma lista com os filmes do Batman, vamos ver se BEGINS vai aparecer nas duas primeiras posições com frequencia esmagadora. No rotten tomatoes por exempl o, BEGINS tem uma cotação menor do q RETURNS. Não q isso queira dizer realmente alguma coisa

 

 

 

Ora , mas as explicações são exatamente o que despertaram minha vontade de assistir "Begins" no cinema . Quando ouvi Nolan dizendo que iria fazer questão de esclarecer cada ponto da origem do morcego (não à toa , mas pelo fato dela nunca ter sido descrita com detalhes antes) , enlouqueci . Não acreditava que , enfim , alguém tinha um projeto sério e fiel para o Batman no cinema . E , foi mágico (assisti 3 vezes na telona)! As explicações acontecem como acontecem em todo filme de origem e , se a proposta era tornar o morcego algo crível nas telas , então existia uma necessidade ainda maior das explicações (entretanto , tudo sem perder o rítmo em momento algum . Inclusive , eu até achei que ele poderia ter abordado com mais detalhes muita coisa ali que ficou para as rodas de especulação ou como um dever de casa para quem quisesse pesquisar e descobrir mais a respeito) . A questão toda é que , de uns tempos para cá (desde a estreia de "Begins") , resolveram transformar a obra de Burton (que já foi muito malhada pelos fãs)em cult , como provavelmente farão

 com a franquia dos Nolan quando surgir uma outra e por aí vai (funciona , mai ou menos , como se a coisa ganhasse uma respeitabilidade maior com o tempo . O novo , por ser novo , "modinha" , coisa e tal - será sempre inferior enquanto novo . Isso sempre me lembra o "Blade Runner") . Somente o próximo que assumir a cadeira de Nolan é que poderá ter seu trabalho comparado de forma decente com a trilogia inicial , pois aí já falamos de longas diferentes de uma mesma franquia .
Rei do cuco2010-10-15 23:26:29
Link to comment
Share on other sites

 

  Discordo radicalmente e tenho certeza de que muita gente também . Cheguei , inclusive , a ler na época do lançamento uma crítica negativa que apontava justamente como erro o fato de haver uma psicologia e diálogos profundos demais para um filme de "batman"-o que deveria ser um simples pipocão para divertir . Em todo caso , a despeito das críticas , repito : basta assistir .

 

 Ué, e um filme não pode ter uma psicologia e dialogos profundos sendo um filme de super heroi e thriller policial?

 

Mas , aqui , eu me refiro à críticas vindas dos fãs da obra literária de Ian Fleming e às citei não como um guia , mas para exemplificar no quê exatamente a franquia vinha pecando (independente da qualidade de seus longas) . Não se tratava de fatores referentes à película (embora , em alguns casos , esses também tenham deixado a desejar) , mas sim da infidelidade ao material original . 

 

 REI DO CUCO, com todo o respeito, vc não sabe do que esta falando. Pelo q entendi, vc não leu nenhum dos livros, certo? Pois bem, em primeiro lugar, CASSINO ROYALE foi o ultimo filme adaptado d uma obra d Fleming, o ultimo q faltava, e só não havia sido adaptado por questões d direitos. A ultima obra d Fleming adaptada havia sido MARCADO PARA MORTE do começo da era Dalton. Depois disso, só tivemos roteiros originais.

 

 Por isto, fidelidade ao material original a nivel de trama, nunca foi qualidade da franquia, oq diga-se d passagem, CASSINO ROYALE tambem não tem. A fidelidade a q vc se refere esta na personalidade do espião, oq Pierce Brosnan soube manter tão bem como Daniel Craig, com a diferença q Craig investiu mais no lado durão e atormentado do herois(o fato d Jason Bourne e Jack Bauer terem perfis parecidos e estarem fazendo sucesso não é mera coincidencia). Brosnan tambem mostrava este lado, mas de modo mais sutil.

 

Bond estava sendo infantilizado e vazio

 

 Se esta se referindo a UM NOVO DIA PARA MORRER, o filme é pessimo, mas não por causa do desenvolvimento do personagem, e sim por ter um roteiro fraquissimo, com situações absurdas e direção horrivel. No filme anterior, O MUNDO NÃO É O BASTANTE, Bond não estava infantilizado, e muito menos vazio.

 

  (não pondo , por exemplo , um "batrangue mini-game" como arma para o herói)

 

 Esse de fato é um erro do filme. Mas não tira o seu mérito. E oq realmente esta lá. O Batman que vejo neste filme d Burton é tão fiel ao personagem e seu espirito quanto ao Batman do Nolan

 

Foi que vc falou que o grande público não liga para referências , então eu disse que eles não ligam para isso , mas sabem reconhecer o assistem na telona . Portanto , qualquer um estranharia caso chegasse no cinema para ver a continuação do Batman que vinha sendo feito (e que vinha rendendo tanto sucesso) e se deparasse com o morcego enfrentando o conde Drácula . Nisso , não é preciso conhecer fontes históricas para saber que algo de estranho está no ar .

 

 Esqueça de Drácula. E se o publico se deparasse com o Batman enfrentando o Morcego Humano? Quem viu os outros filmes sentiria uma estranheza? Provavelmente. Isso quer dizer q é negativo? Decididamente não. Se a historia for bem contada, e os persobagens bem respeitados, eu digo e repito, o publico não vai dar a minima.

 

Para mim , só o fato de se comparar o Batman de Burton com os que vem sendo produzidos pelos nolan , já é um exagero sem tamanho .

 

 Não se pode comparar a bat biblia do deus Nolan com os filmes "pipoca" do Burton?  Pq não desenvolve seu raciocinio? Acho TDK melhor q os dois do Burton. Entretanto, acho O RETORNO bem melhor que BEGINS, já que mesmo com uma trama mais modesta, tem personagens bem mais interessantes q o de BEGINS, e um ritmo muito melhor tambem. Por sua vez, BEGINS é bem melhor q BATMAN do Burton, filme q diferente d sua sequencia, não resistiu muito bem ao teste do tempo ficando bem datado, embora tambem não deixe de ter momentos bem validos. O resto é ruim mesmo.

 

 As explicações acontecem como acontecem em todo filme de origem e , se a proposta era tornar o morcego algo crível nas telas , então existia uma necessidade ainda maior das explicações

 

 Todo o filme uma virgula. HOMEM DE FERRO tem uma proposta semelhante, e conta esta origem de maneira muito mais dinâmica. E discordo de vc, o filme perde o ritmo sim em certo ponto, e por detalhe não se torna chato. Eu acho q o Nolan exagera muito nas suas explicações de besteiras como pq tem luz na Batcaverna? Como Wayne vai fazer a passagem para a Batcaverna? D onde vem a porra do uniforme e o carro? Pq eu realmente preciso saber disto? Pq o Batman tem que parecer real? Baita besteira. Ele não precisava explicar como funciona. Em TDK Nolan parece ter aprendido a lição, e não perde chance com explicações inuteis como funciona o Batpod, ou de onde vem p lançador de bombas do Batman, e por ai vai. Volto a dizer, gosto bastante de BEGINS, mas o acho levemente irregular em alguns pontos, tanto q no meu top Nolan, o filme ocupa o penultimo lugar. E não só no meu, mas no de muita gente. Mas ca entre nós, não tô nem ai pro muita gente.

 

 A questão toda é que , de uns tempos para cá (desde a estreia de "Begins") , resolveram transformar a obra de Burton (que já foi muito malhada pelos fãs)em cult .

 

 Isso é hipotetico, rapaz. Se fosse verdade, quando olhei o Rotten Tomatoes, BATMAN não estaria atrás de BATMAN ETERNAMENTE. E outra, BATMAN O RETORNO sempre foi respeitado desde q me lembro por gente, embora não tenha ido muito bem a nivel de público na epoca do seu lançamento, quando comparado a seu antecessor.

 

 Claro q tudo é uma questão de opinião, e talvez oq vc diz seja verdade, mas por outro lado, já se criou um cult em torno dos Batman do Nolan sim, com gente dizendo "Agora sim é o Batman", fazendo comparações absurdas como esta q vc fez, botando em sua escala de proporção coisas como o seriado de 66.

 

Somente o próximo que assumir a cadeira de Nolan é que poderá ter seu trabalho comparado de forma decente com a trilogia inicial , pois aí já falamos de longas diferentes de uma mesma franquia .

 Ué, agora só da pra comparar de forma decente filmes da mesma franquia? Sinto muito, mas este argumento não faz sentido algum. Não há pq os Batman do Burton não possam ser comparados com os do Nolan. Sei q as propostas são diferentes em muitos aspectos, mas os filmes podem sim ser comparados em outros aspectos filmicos sim senhor.



 

 

  

 

 

 

 

 

 
Questão2010-10-16 02:24:46
Link to comment
Share on other sites

Ué, e um filme não pode ter uma psicologia e dialogos profundos sendo um filme de super heroi e thriller policial?

 

É o que te pergunto . Talvez não tenha sido sua intenção , mas vc falou como se isso não fosse possível , veja : REI DO CUCO, ao assistir TDK, se vê um filme de super heroi e thriller policial de ação. Esta longe d ser um filme cult pseudointelectual. 

Parece que vc separou uma coisa da outra como se fossem excludentes .

 

 

REI DO CUCO, com todo o respeito, vc não sabe do que esta falando. Pelo q entendi, vc não leu nenhum dos livros, certo? Pois bem, em primeiro lugar, CASSINO ROYALE foi o ultimo filme adaptado d uma obra d Fleming, o ultimo q faltava, e só não havia sido adaptado por questões d direitos. A ultima obra d Fleming adaptada havia sido MARCADO PARA MORTE do começo da era Dalton. Depois disso, só tivemos roteiros originais.

 

 Por isto, fidelidade ao material original a nivel de trama, nunca foi qualidade da franquia, oq diga-se d passagem, CASSINO ROYALE tambem não tem. A fidelidade a q vc se refere esta na personalidade do espião, oq Pierce Brosnan soube manter tão bem como Daniel Craig, com a diferença q Craig investiu mais no lado durão e atormentado do herois(o fato d Jason Bourne e Jack Bauer terem perfis parecidos e estarem fazendo sucesso não é mera coincidencia). Brosnan tambem mostrava este lado, mas de modo mais sutil.

 

 

 

Eu , em momento algum , disse que li (pensei ter deixado bem claro que não li , pois não sou de fazer tipos como gente que vc já deve ter esbarrado nesse fórum e em outros . Não sou disso e acho que , pelo tempo que a gente troca idéias por aqui , vc já devia ter tido essa percepção). Sobre a questão central ser o personagem , o que foi que eu disse ? "Bond estava sendo infantilizado e vazio (um comentário que fiz englobando não só a personalidade do herói  mas também o corpo de suas aventuras)" . O "Bond" dos livros (leia-se as fontes originais , as características narrativas - o universo - que , segundo os entendidos no assunto , foram corrompidos) não existia mais . Não estou falando dos livros , até porque eu nem sabia que foram tantos assim a serem adaptados , achei que fossem menos ...

 

Se esta se referindo a UM NOVO DIA PARA MORRER, o filme é pessimo, mas não por causa do desenvolvimento do personagem, e sim por ter um roteiro fraquissimo, com situações absurdas e direção horrivel. No filme anterior, O MUNDO NÃO É O BASTANTE, Bond não estava infantilizado, e muito menos vazio.

 

 

Cara , eu assisti à maioria dos Bonds (dos antigos até a chegada do Brosnan , acho que todos) e curti até o filme do Lanzenby . Adoro a franquia (observação : tenho muita curiosidade para ver o que o Tarantino tinha reservado naquela mente doentia para o espião) ,  mas acredito que a coisa começou a desandar , na minha opnião (e bem provavelmente na opnião dos fãs) , do Dalton para cá . Tudo ficou muito exagerado e os filmes deixaram de ter aquele climão de espionagem repleto de suspense e sacadas inteligentes para serem "Duro de Matar" com o Bond no lugar do John Mcclane (e um toque de "adaptação de desenho animado") ou um "Comando Para Matar" mais refinado .

 

Esse de fato é um erro do filme. Mas não tira o seu mérito. E oq realmente esta lá. O Batman que vejo neste filme d Burton é tão fiel ao personagem e seu espirito quanto ao Batman do Nolan

 

 

Sua opnião tem meu respeito .  

 

 

Esqueça de Drácula. E se o publico se deparasse com o Batman enfrentando o Morcego Humano? Quem viu os outros filmes sentiria uma estranheza? Provavelmente. Isso quer dizer q é negativo? Decididamente não. Se a historia for bem contada, e os persobagens bem respeitados, eu digo e repito, o publico não vai dar a minima.

 

 

Mas , certamente , poderia ser maravilhoso termos o Morcego Humano ou o Cara de Barro (não sou , de maneira alguma , contra os vilões que levem ficção científica em sua abordagem . Em momento algum me manifestei contra) . Quero muito ver esse duelo que vc citou nos cinemas algum dia (Falei isso anos atrás enquanto escrevia críticas para os episódios de "Animated Series")! Enquanto a coisa girar em torno do universo "Batman" , serei sempre a favor desde que haja bom senso . O já citado Solomon , por exemplo , eu não acho que ficaria bem se apresentado como um mero morto-vivo no cinema , mas quem sabe se fosse uma vítima de experimentos (tipo "clássicos de Romero ou Resident") que lavassem sua mente transformando-o num ser desprovido de consciência - um zumbi - que então daria origem à lenda do cara que morreu e ressuscitou ; aí eu acho que a coisa ficaria mais interessante (ainda que nem sequer a origem fosse detalhada , mas que deixassem no ar essa possibilidade no melhor estilo "Arquivo-X") .

 

 

Não se pode comparar a bat biblia do deus Nolan com os filmes "pipoca" do Burton?  Pq não desenvolve seu raciocinio? Acho TDK melhor q os dois do Burton. Entretanto, acho O RETORNO bem melhor que BEGINS, já que mesmo com uma trama mais modesta, tem personagens bem mais interessantes q o de BEGINS, e um ritmo muito melhor tambem. Por sua vez, BEGINS é bem melhor q BATMAN do Burton, filme q diferente d sua sequencia, não resistiu muito bem ao teste do tempo ficando bem datado, embora tambem não deixe de ter momentos bem validos. O resto é ruim mesmo.

 

 

Não vou me estender muito aqui (se não vai virar um tópico de "Batman Nolan Vs Batman Burton" rsrsrsr) , mas aí vão alguns poucos fatores que me levaram a gostar mais de "Batman Begins" do que "Batman -O Retorno"

 

1 - A primeira coisa que me vem à mente é o protagonista . Bale é mais Batman que Keaton em tudo . Embora não tenha sido nenhum desastre em sua interpretação , Keaton parece ter se limitado apenas a ler e repetir as falas com alguma competência , enquanto que Bale viajou no personagem , ousou , inventou , convenceu - tudo isso atuando em 3 personas e não deixando a desejar em nenhuma delas . Ok , podem procurar pêlo em ovo e falar que sua voz de Batman não é perfeita , mas funcionou muito bem - principalmente se levarmos em conta que , nas HQ's , eu pelo menos nunca li nada a respeito da "voz do morcego" que não tenham sido breves comentários em "Ano Um" dizendo que ele emitia grunhidos enquanto lutava, o que é bem diferente . Portanto , foi uma cartada genial que o ator , e não o diretor ou roteirista - o que é bem raro , - tirou da manga . O cara , definitivamente , soube utilizar sua autonomia tão bem quanto Ledger faria depois , o que não deixa também de ser mérito de um diretor que sabe escalar e confia em quem escala sem tolher idéias) . Sua atuação como Wayne é uma coisa meio "escola Al Pacino" , sei lá - natural como se estivesse fora das gravações (o que , numa adaptação de HQ's , lança uma credibilidade e um ar de maturidade ao projeto que já adianta metade do caminho na hora de convencer , por exemplo , um leigo a permanecer até o final do filme) . Por isso eu acho que , em "TDK" , tivemos um duelo de titãs nas cenas dele ao lado de Ledger . Agora , eu dou um desconto ao Keaton por saber também que , por ser o primeiro longa decente do Batman , não se podia arriscar demais . Se formos falar do tipo físico de cada , aí é que a coisa complica . Michael Keaton , fisicamente falando , estava para Bruce Wayne assim como Tim Roth estaria para Thor . Até hoje eu não entendo isso .

 

2 - "Begins" engrandece o personagem - tratando-o , em algumas sequências , - de maneira quase que biográfica (o que já não ocorreu em "TDK" , por exemplo - onde toda a apresentação já havia sido feita . Entretanto , em raros momentos , buscou-se algo semelhante com o Coringa) . Foi um "Gandhi" de super-heróis (ou seja , uma biografia que buscou reforçar a mística em torno do protagonista) . Enfim , "Begins" foi diferente , enquanto que "Returns" teve sua qualidade (adorei , por exemplo , o Pinguim que todo mundo odiou) , mas foi somente mais um . "Begins" trouxe uma visão mais adulta da coisa - aproximando-se mais do que qualquer um de seus antecessores aos seus maiores sucessos nas HQ's . Os Batmans de Burton respeitaram muito mais ao estilo e à persona de seu diretor do que aos quadrinhos propriamente ditos .

 

3 - O que , para alguns pode ter sido um defeito , para mim foi a mágica da coisa : eles tornaram "Batman" algo próximo de nossa realidade . Contextualizaram e fizeram do "herói de quadrinhos" coisa séria (me refiro à trama , obviamente) . Lembrando que , isso não foi exatamente uma novidade no ramo . Desde "X-Men-O Filme" , longas de super-heróis já estavam seguindo à essa tendência de fazer dos heróis de quadrinhos coisa também de gente grande (com tantas explicações quanto "Begins" apresentou ou mais .) . Não vejo mal algum nisso desde que não descaracterize os personagens . Vejo nessa transformação e no desafio de torná-los fiéis à obra original e , ao mesmo tempo , críveis - próximos de nossa realidade - um exercício extremamente bem vindo e saudável . Acho que , não à toa esse é o gênero mais lucrativo e perseguido pelos produtores atualmente , já que a curiosidade das pessoas em saber como seriam seus heróis de desenho em carne e osso se deve justamente pela ansiedade decorrente da certeza de que virá algo diferente por aí . O sonho é , justamente , de ver aquelas figuras mitológicas dentro de nossa realidade . Do contrário , seria só uma questão de contratar aqueles fantasiados da Comic-Con que ficaria tudo certo (parecidíssimo com os desenhos) . 

 

E eu disse que não ia me estender muito aqui (rsrsrs)...

 

 

 

 

Isso é hipotetico, rapaz. Se fosse verdade, quando olhei o Rotten Tomatoes, BATMAN não estaria atrás de BATMAN ETERNAMENTE. E outra, BATMAN O RETORNO sempre foi respeitado desde q me lembro por gente, embora não tenha ido muito bem a nivel de público na epoca do seu lançamento, quando comparado a seu antecessor.

 

 Claro q tudo é uma questão de opinião, e talvez oq vc diz seja verdade, mas por outro lado, já se criou um cult em torno dos Batman do Nolan sim, com gente dizendo "Agora sim é o Batman", fazendo comparações absurdas como esta q vc fez, botando em sua escala de proporção coisas como o seriado de 66.

 

 

Mas aí ninguém está forçando cult nenhum - é apenas constatação do óbvio : os filmes são bons , muito bons , e isso pode até ser negado por um ou outro ; porém o tamanho do sucesso de ambos mostra claramente que , dificilmente , a marcha de 7 de setembro estará toda errada apenas porque uma pessoa resoveu usar botas azuis com bolinhas verdes . O que quero dizer com isso é que não se trata de algo forçado por um modismo ou idéia surgida recentemente de que tenha que ficar velho para ser bom , e sim o produto de um sucesso inegável (não estou falando nem das qualidades da franquia , mas dos  resultados) . Podemos especular sobre o sucesso da franquia de Burton (repito que não estou tratando da qualidade agora) , enquanto que a de Nolan não deixa a menor dúvida - foi escandaloso !

Minha comparação pode ser absurda , mas insisto que é minha opnião . Fique tranquilo que não pretendo fazer teses de doutorado a respeito .

 

 

Ué, agora só da pra comparar de forma decente filmes da mesma franquia? Sinto muito, mas este argumento não faz sentido algum. Não há pq os Batman do Burton não possam ser comparados com os do Nolan. Sei q as propostas são diferentes em muitos aspectos, mas os filmes podem sim ser comparados em outros aspectos filmicos sim senhor.

 

 

 

A questão não é o filme ser da mesma franquia ou não . Acontece que , aqui , ambos são muito diferentes . É outro estilo , outra época , outra linha narrativa , enfim ; só o que tem em comum é parte do casting de personagens (que , ainda assim , estão dispostos em outro formato) . Posso dizer o que me agrada mais e porque gosto do que mais me agrada (como fiz acima) , porém comparar item a item seria total perda de tempo .
Rei do cuco2010-10-16 23:04:10
Link to comment
Share on other sites

Adoro a rapaziada que posta nesse tópico, tudo gente boa com comentários interessantes de se ler.

 

Mas quando vejo um post desse tamanho, me falta coragem. Vocês estão me lembrando o nosso colega McGyver-Advogado-Ilusionista-Pai-de-Santo-Inventor-e-Mentiroso "Keduardo" com seus posts quilométricos. rs!  06
Alexander_Bell2010-10-17 01:17:37
Link to comment
Share on other sites

É o que te pergunto . Talvez não tenha sido sua intenção , mas vc falou como se isso não fosse possível , veja : REI DO CUCO, ao assistir TDK, se vê um filme de super heroi e thriller policial de ação. Esta longe d ser um filme cult pseudointelectual. 

Parece que vc separou uma coisa da outra como se fossem excludentes .

 

 Aqui acho q houve uma falha de comunicação entre nós. É q pra mim, um filme não precisa ser cult pseudo intelectual pra ter uma psicologia e dialogos profundos. Olha o RAMBO original, por exemplo. Aquilo é anos 80 puro, com sangue, explosões, e tudo mais. Mas tambem tem toda uma psicologia e dialogos profundos. E como TDK, esta longe de ser cult pseudo intelectual.

 

 Eu , em momento algum , disse que li

 

 Isso eu entendi, mas realmente dei a entender q não havia entendido. Eu sinto muito.

 

 

Cara , eu assisti à maioria dos Bonds (dos antigos até a chegada do Brosnan , acho que todos) e curti até o filme do Lanzenby . Adoro a franquia (observação : tenho muita curiosidade para ver o que o Tarantino tinha reservado naquela mente doentia para o espião) ,  mas acredito que a coisa começou a desandar , na minha opnião (e bem provavelmente na opnião dos fãs) , do Dalton para cá . Tudo ficou muito exagerado e os filmes deixaram de ter aquele climão de espionagem repleto de suspense e sacadas inteligentes para serem "Duro de Matar" com o Bond no lugar do John Mcclane (e um toque de "adaptação de desenho animado") ou um "Comando Para Matar" mais refinado .

 

 Ai eu discordo um pouco d vc brother. Os filmes d Bond sempre tiveram um ar de egarero desde o Connery. Os filmes do Dalton são realmente muito fracos (A pior era Bond na minha opinião, pois tentaram transforma-lo em "Comando Para Matar" mesmo).

 

 Mas acho esta acusação um pouco injusta com a "Era Brosnan. Apesar d seus exageros, até q foi uma boa safra, e sinceramente, os exageros sempre fizeram parte da franquia GOLDENEYE esta entre os melhores Bond já feitos na minha opinião. O AMANHÃ NUNCA MORRE é irregular, mas mesmo assim divertido. Curto muito O MUNDO NÃO É O BASTANTE, e acho um Bond muito subestimado, pois tem otimas cenas d ação, uma trama com reviravoltas legais, e melhor Femme Fatale da franquia na minha opinião. O unico filme da era Brosnan na minha opínião q condiz com suas acusações é UM NOVO DIA PARA MORRER, este sim uma bomba de neutrons, realmente destrutiva.

 

 Quanto a fidelidade aos livros, eu lí alguns deles, e são tão profundos quanto os filmes, ou seja, não muito. Os primeiros filmes lá da era Connery seguiam a trama dos livros mais de perto, só que o Bond de Sean Connery com certeza é o menos fiel ao personagem literario, então fica no zero a zero.

 

 

Mas , certamente , poderia ser maravilhoso termos o Morcego Humano ou o Cara de Barro (não sou , de maneira alguma , contra os vilões que levem ficção científica em sua abordagem . Em momento algum me manifestei contra) . Quero muito ver esse duelo que vc citou nos cinemas algum dia (Falei isso anos atrás enquanto escrevia críticas para os episódios de "Animated Series")! Enquanto a coisa girar em torno do universo "Batman" , serei sempre a favor desde que haja bom senso . O já citado Solomon , por exemplo , eu não acho que ficaria bem se apresentado como um mero morto-vivo no cinema , mas quem sabe se fosse uma vítima de experimentos (tipo "clássicos de Romero ou Resident") que lavassem sua mente transformando-o num ser desprovido de consciência - um zumbi - que então daria origem à lenda do cara que morreu e ressuscitou ; aí eu acho que a coisa ficaria mais interessante (ainda que nem sequer a origem fosse detalhada , mas que deixassem no ar essa possibilidade no melhor estilo "Arquivo-X") .

 

 É isso justamente oq eu defendo. Acho q finalmente começamos a nos entender. Ficçao cientifica fantastica, e elementos fantasticos em geral podem sim ser inseridos na franquia. Por exemplo, no caso de um Morcego Humano da vida, é bem por ai mesmo, um lance bem ARQUIVO X. Quando falo de talvez usar elementos sobrenaturais, não falo d Batman vindo no Tumbler enquanto um maluco transforma postes em cobras gigantes. Eu falo por exemplo d uma investigação de crimes bizarros q parecem realizar rituais d magia negra, e oq parece mera loucura, vai evoluindo para algo bem mais macabro, algo na linha de A PROFECIA, ou mesmo a serie SOBRENATURAL. E claro q na minha opinião, quando e se esta abordagem mais fantastica do universo do Batman for feita, tem q ser algo não necessariamente sutil, mas gradual, com o fantastico aos poucos invadindo o até então pé no chão universo do Batman. Ver a mente lógica do Batman sendo desafiada por um elemento fantastico seria bem interessante.

 

 Sei q entende meu ponto de vista REI DO CUCO. Todas as criticas que tenho feito é que parece haver um repudio do fantastico para o futuro da franquia, oq eu pessoalmente não acho legal. E espero q entenda tambem q não estou defendendo q tenha necessariamente q se seguir uma vertente mais fantastica, mas sim que ela não deve ser descartada, ou jogada para um reboot por não combinar com oq o Nolan tem feito.

 

 É q uma das coisas q mais me fascina no Batman é a sua adapitabilidade. De todos os herois q andam pipocando nos cinemas, ele é um dos que mais pode ganhar variação no subgenero de suas aventuras, saca? Até no subgenero thriller politico o morcego poderia se criar, como provam historias como CONSPIRAÇÃO e BRUCE WAYNE: FUGITIVO.

 

 Quanto a questão BEGINS vs O RETORNO vamos deixar quieto, pois é questão de opinião. Mas só ressalto uma coisa, concordo q como adaptação, BEGINS é melhor, mas faando de filme como um todo, O RETORNO me é mais atraente.

 

 

Mas aí ninguém está forçando cult nenhum - é apenas constatação do óbvio : os filmes são bons , muito bons , e isso pode até ser negado por um ou outro ; porém o tamanho do sucesso de ambos mostra claramente que , dificilmente , a marcha de 7 de setembro estará toda errada apenas porque uma pessoa resoveu usar botas azuis com bolinhas verdes . O que quero dizer com isso é que não se trata de algo forçado por um modismo ou idéia surgida recentemente de que tenha que ficar velho para ser bom , e sim o produto de um sucesso inegável (não estou falando nem das qualidades da franquia , mas dos  resultados) . Podemos especular sobre o sucesso da franquia de Burton (repito que não estou tratando da qualidade agora) , enquanto que a de Nolan não deixa a menor dúvida - foi escandaloso !

Minha comparação pode ser absurda , mas insisto que é minha opnião . Fique tranquilo que não pretendo fazer teses de doutorado a respeito .

 

 Entendo oq quer dizer, mas corrija-me se eu estiver errado (e por favor, tente ser claro porem sucinto, já que não vejo pq nos esticarmos neste item. Vc esta dizendo q os dois filmes do Nolan não tiveram cult forçado e os do Burton sim? Acho isto um pouco injusto, pois se as pessoas reconhecem os filmes (especialmente O RETORNO, já que não ouço muitos comentarios em relação ao original) depois de quase 20 anos de seu lançamento. Se eles não merecessem, com certeza não seriam lembrados.

 

 

Ué, agora só da pra comparar de forma decente filmes da mesma franquia? Sinto muito, mas este argumento não faz sentido algum. Não há pq os Batman do Burton não possam ser comparados com os do Nolan. Sei q as propostas são diferentes em muitos aspectos, mas os filmes podem sim ser comparados em outros aspectos filmicos sim senhor.

 

 Entendo e concordo com oq vc quer dizer. Por exemplo, vc vê joão jogando futebol e José jogando sinuca. Você com certeza  vai ´poder dizer: Acho q João joga melhor q José, mas não vai poder analisar a comparação detalhadamente, já q são jogos totalmente diferentes.

 

 É mais ou menos como uma comparação q fiz este ano. Achei o remake d A HORA DO PESADELO bem melhor q ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS do Burton, mas não posso listar diferenças, já que são propostas diferentes, Posso fazer apenas uma comparação superficial baseada em minhas impressões.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

 

 

 

 

 

  
Link to comment
Share on other sites

   

 

...3 - O que ' date=' para alguns pode ter sido um defeito , para mim foi a mágica da coisa : eles tornaram "Batman" algo próximo de nossa realidade . Contextualizaram e fizeram do "herói de quadrinhos" coisa séria (me refiro à trama , obviamente) . Lembrando que , isso não foi exatamente uma novidade no ramo . Desde "X-Men-O Filme" , longas de super-heróis já estavam seguindo à essa tendência de fazer dos heróis de quadrinhos coisa também de gente grande (com tantas explicações quanto "Begins" apresentou ou mais .) . Não vejo mal algum nisso desde que não descaracterize os personagens . Vejo nessa transformação e no desafio de torná-los fiéis à obra original e , ao mesmo tempo , críveis - próximos de nossa realidade - um exercício extremamente bem vindo e saudável . Acho que , não à toa esse é o gênero mais lucrativo e perseguido pelos produtores atualmente , já que a curiosidade das pessoas em saber como seriam seus heróis de desenho em carne e osso se deve justamente pela ansiedade decorrente da certeza de que virá algo diferente por aí . O sonho é , justamente , de ver aquelas figuras mitológicas dentro de nossa realidade . Do contrário , seria só uma questão de contratar aqueles fantasiados da Comic-Con que ficaria tudo certo (parecidíssimo com os desenhos) . 

 

E eu disse que não ia me estender muito aqui (rsrsrs)...

 
[/quote']

 

Esse realmente é o grande trunfo da franquia Nolan e o personagem permite isso perfeitamente.  E não vejo sentido em fazer um filme que reza na cartilha das HQ's e simplesmente as reproduz na telona (a não ser em projetos específicos como Sincity, que gostei muito).

 

Tambem tô no grupo que adora Begins e todas suas "explicações", o que dá background psicológico ao personagem (inclusive acho um dos melhores filmes de origem que já vi).

 

Acho que essas reclamações vem mais dos fãs que conhecem o batman desde a primeira HQ publicada até as edições mais recentes, daí o fato das explicações parecerem didáticas e desnecessárias. Natural. Mas pra quem conheceu o herói apenas no cinema com os filmes do burton e depois os do schumacher...

 

 
Link to comment
Share on other sites

Concordo com vc Sall, apesar de conhecer bem o Batman das HQS a anos - acho até q + 05 minutos do treinamento com a Liga das Sombras - nos quadrinhos é Liga dos Assassinos - ficaria bem melhor...

 

Hehehe, não vou mentir ... assim como o Bell, acho q não estou podendo ler td isso não... 
Link to comment
Share on other sites

Concordo com vc Sall' date=' apesar de conhecer bem o Batman das HQS a anos - acho até q + 05 minutos do treinamento com a Liga das Sombras - nos quadrinhos é Liga dos Assassinos - ficaria bem melhor...

 

Hehehe, não vou mentir ... assim como o Bell, acho q não estou podendo ler td isso não... 
[/quote']

 

rapaz, é mesmo. Acho que eles poderiam dividir os posts caso a msg fique longa e continuar as respostas nos posts seguintes. Facilitaria pra galera, até pq como bem falou o Bell o debate aí está em alto nível (ao contrário das eleições hehehe).

Acho melhor assim do que aquela caralhada de texto todo de uma vez. E olha que eu tô num monitor de 22"... imagina quem tá num notebook de 14"?...06
Link to comment
Share on other sites

Hehe, tranqüilo Questão e Rei, como bem disse o Bell e o Sall, importante ressaltar o bom nível da discussão, "briga de cachorro grande", no melhor sentido da expressão.

Mas, voltando a falar das cenas de luta, bem que o Snyder podia dar uns toques sobre edição pro Nolan hein?  

 
Link to comment
Share on other sites

   Caras , me perdoem , mas me senti forçado pela conversa a ir um pouco além das questões referentes ao tópico . Eu , realmente , não queria ir muito longe ao falar de "Begins" . Quem acompanha este fórum há cerca de 4 ou 5 anos já sabe que esses debates entre eu e Questão é clássico por aqui ... 

  Balrog (que pode ser derrotado facilmente com chute fraco agachado no canto da tela) disse : Concordo com vc Sall, apesar de conhecer bem o Batman das HQS a anos - acho até q + 05 minutos do treinamento com a Liga das Sombras - nos quadrinhos é Liga dos Assassinos - ficaria bem melhor...

   É exatamente o que eu quis dizer quando falei que senti falta de mais algumas "explicações técnicas" no filme .

  

 Sall disse : Acho melhor assim do que aquela caralhada de texto todo de uma vez. E olha que eu tô num monitor de 22"... imagina quem tá num notebook de 14"?...

  rsrsrsrsrsrsrsrsr ... Ok , vou dividir os posts quando o texto for muito longo (só porque vc me fez rir aqui do outro lado).  

 

 

  Voltando ao Questão :

 

  Sobre os Bonds , eu gosto demais do Roger Moore . Embora o Bond de minha geração seja o Dalton , foram os 500 filmes do Moore que marcaram minha infância e adolescência . Perto da era "Brosnan" , ainda os acho muito menos exagerados (acho que até seja natural , afinal , o cinema da era "Brosnan" possibilita ao diretor que o céu seja o limite em termos de efeitos especiais , o que acaba deslumbrando basicamente a qualquer um que , de posse da tecnologia atual , se apodere de um dos maiores ícones do cinema como James Bond) .  

Curiosidade : nos livros tem o Dentes de Aço ???

  

 

É q uma das coisas q mais me fascina no Batman é a sua adapitabilidade. De todos os herois q andam pipocando nos cinemas, ele é um dos que mais pode ganhar variação no subgenero de suas aventuras, saca?

 

 

Pois é exatamente esse o segredo que me leva a curtir tanto o personagem e , tenho certeza , à maioria dos fãs .

 

Entendo oq quer dizer, mas corrija-me se eu estiver errado (e por favor, tente ser claro porem sucinto, já que não vejo pq nos esticarmos neste item. Vc esta dizendo q os dois filmes do Nolan não tiveram cult forçado e os do Burton sim? Acho isto um pouco injusto, pois se as pessoas reconhecem os filmes (especialmente O RETORNO, já que não ouço muitos comentarios em relação ao original) depois de quase 20 anos de seu lançamento. Se eles não merecessem, com certeza não seriam lembrados.

 

 

 

Cara , como eu já disse , eu curto os dois filmes do Burton (gosto das tramas - especialmente a de "Returns" que é "roteiro puro" - , das atuações , do elenco e dos efeitos da época . Portanto , não faria sentindo logo eu dizer que eles não merecem o status de cult . Agora , eu simplesmente acho os de Nolan muito melhores , assim como amanhã podem surgir outros melhores do que os de Nolan . E também acho que meio difícil comparar item por item , pois , como já falei , acho mais fácil explicar o que me leva a preferir a frranquia atual . E , no caso de "Begins" e "TDK" , é muito mais fácil identificá-los como cult já que seu sucesso arrebatador (especialmente do segundo) não deixa dúvidas .

 

 

 

Vc gostou do remake de "A Hora do Pesadelo" ?
Rei do cuco2010-10-18 18:30:03
Link to comment
Share on other sites

 

 Pá REI DO CUCO. Agora vc me pegou. É provavel q a saida do Nolan da franquia após o 3º filme represente tambem a saida do Bale tambem. Isso não é regra absoluta, pois acho q Bale aguentaria mais ou menos até 2016 como o morcegão, mas com a saida do Nolan, Bale talvez ache q é a deixa para passar o bastão tambem. Sinceramente, não saberia dizer um nome.

 

 Agora sobre a questão do BALROG, concordo com ele. O grande pecado da franquia Nolan como um todo, são os confrontos fisicos pouco empolgantes. Falta alguma coisa q eu não sei dizer. A montagem desse tipo de cena ao estilo Bourne até funcionou em algumas cenas d BEGINS (Foi perfeita na 1ª aparição do heroi no caís) mas já não foi tão bem sucedida no resto. A luta com os ninjas no final do filme é especialmente frustrante.

 

 Em TDK as cenas de luta cumprem a sua função. Estão longe de ser falhas, mas não empolgam de verdade. Parece realmente faltar algo.

 

 PS: Sei q sou minoria, mas gostei bastante do remake d A HORA DO PESADELO. Decididamente não supera o original. Mas achei q foi subestimado pelo publico e critica. Não se fazia um filme tão bom do Freddy desde os anos 80 na minha opinião.
Questão2010-10-18 18:48:36
Link to comment
Share on other sites

    Mas eu acho que o Balrog se referia a vermos mais do treinamento de Wayne  , e não à qualidade das cenas de luta .

 

 

    Sobre a próximo diretor , eu realmente espero que fique entre Michael Mann e David Fincher (com qualquer um dos dois , estará muito bem entregue . Agora , acredito que Mann focaria mais na ação , o que agradaria a muitos que não curtem as sequências de Begins e TDK , enquanto que Fincher poderia manter o tom dos Nolan sem grande alteração) .

     Uma coisa que poderia ocorrer , independente do diretor , é a permanência de J.Nolan e Goyer nos roteiros e , se possível , a de Chris Nolan no papel de supervisor (exatamente como estará em Superman) . Contudo , o que sinto ser o mais importante neste rito de passagem é mesmo a permanência dos 2 roteiristas (já que não faltarão diretores - e dos bons - querendo assumir o barco) .
Link to comment
Share on other sites

 

 Ele se referia a qualidade das cenas de luta não no comentario que vc quotou REI DO CUCO, mas sim no ultimo post escrito por ele.

 

 A permanencia de Jonathan Nolaan e David Goyer poderia ser interessante sim REI DO CUCO. Mas isso depende muito do diretor que vai assumir a parada, dos argumentos q seriam apresentados por J. Nolan e Goyer, e por ai vai.
Link to comment
Share on other sites

     É verdade .

     Sobre o Bale , ele sempre disse que só fica no barco enquanto o Nolan estiver , mas duvido que ele recuse caso algum diretor da pesada esteja à frente do projeto (e , obviamente , faça questão de sua permanência no papel) .

 

     Um cara que poderia cair bem no papel é : Stephen Moyer

                 stephen-moyer1.jpg

 

 

 

 

        Sobre o terceiro e último de Nolan , tenho 2 observações :

 

 

        1- Estão falando de Tom Hardy como Charada , mas se muito não me engano o vilão ainda não está 100% confirmado , está ? Digo isso porque o cara , aparentemente , não tem "cara" de Charada , entendem (sinto que vou queimar a língua como queimei quando falei sobre Ledger não ter cara de Coringa , mas tudo bem ...) ?

 

       2 - Notaram que , em nossa votação , o Charada deu uma arrancada e empatou com a Mulher-Gato ? Acredito que as pessoas já começam a entender que o Charada pode ser mais interessante (ou pode ser apenas impressão minha mesmo) .
Link to comment
Share on other sites

Boa indicação REI!!! O cara lembra muito o Bruce Wayne dos desenhos da icônica fase do Dennis O'Neil nos anos 70!!!

 

Uma questão a pesar contra ele é a idade - cinco anos mais velho q o Bale - será q o cara tem gás para vestir o manto???

 

Ah, só complementando o comentário do Questão a respeito do q falei das lutas: concordo com vc amigo, apesar da sensível melhora de BB para TDK, ainda estão aquém do q imagino para o Morcegão.

 

 
Link to comment
Share on other sites

Bell, acho q um grande ponto positivo do trabalho do Nolan nessa franquia é a ausência da camêra lenta, por outro lado o pecado cometido em BB foi os milhões de cortes de plano na edição das cenas de luta, notadamente na cena contra os ninjas no Narrows e no combate final contra o Rãs. Houve uma sensível melhora em TDK mas, como bem disse o Questão, longe do ideal.

Outra boa referência para o Nolan seria os filmes do Tony Jaa - note bem, não me refiro à coreografia e sim ao posicionamento/plano da câmera e montagem, sem cortes.

 
Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

×
×
  • Create New...