Jump to content
Forum Cinema em Cena

P.S.: Eu Te Amo (P.S.: I Love You)


Administrator
 Share

Recommended Posts

  • Replies 64
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Acabo de sair do cinema, e vim até a internet pra procurar a trilha sonora de 'PS: eu te amo'...

 

Encontrei o fórum, e após as críticas que li resolvi me cadastrar pra também expor minha opinião e defender (sim, não me batam!) o filme.

 

Não acho que ele se encaixe no clichê das comédias românticas.. não gosto muito da Hilary, mas achei o filme brilhante e (por que não?) diferente.

A história é linda, e confesso que comecei a chorar após 10 minutos sentada na cadeira! hsauihsaiuhas

O filme tem diálogos brilhantes sim, tem cenas bonitas de amor, de cumplicidade. Podem ter errado a mão em alguma outras, confesso que não gostei muito da cena do karaôke (apesar de engraçada), e nem da conversa no estádio, mas as cartas, a preocupação que o filme mostra do marido com os sentimentos da esposa, que emociona a todos em volta.. Isso sim deve ser levado em conta.

 

Tudo bem, podem falar que a história pertencia à um livro, e por isso ela é tão bonita. Mas me emocionei com o filme, e apesar de alguns pequenos erros (e de achar que o lugar da Hilary é vestida de macho ou se comportando como um hahaha desculpem...) achei o filme lindíssimo.

 

Era só isso, quem não assistiu recomendo que assista.

E quem assistiu e não gostou, sejam mais toleráveis.. e não classifiquem como uma simples comédia romântica ou mais um filminho 'agua-com-açucar' porque aí já é avacalhar né galera!

 

beijão :*
Link to comment
Share on other sites

 Achei a estória bem original... Como é??? O mocinho morre no início??? Esse acontecimento faz com que a estória se torne quase única no seu gênero. Mas o roteiro não consegue manter, essa coragem,  o filme todo...  Realmente é um filmezinho... todo inho...

Mas eu tenho que confessar: Sou uma romântica incurável! Embarrassed <?:namespace prefix = v ns = "urn:schemas-microsoft-com:vml" />...chorei muito... Cry <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

Acho que por isso Amei o filme! As cenas na Irlanda são lindas e a trilha sonora é tudo de bom.

Estranhei, no início, a Swank como a "mocinha"... mas acho que ela segura bem. Clap

<?:namespace prefix = st1 ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:smarttags" />Butler, apaixonante...Heart

Link to comment
Share on other sites

 

 

Por que?

 

 Ela tem razão!

 Além de ilegal é uma saanagem com os donos de locadoras.

se serve de desculpa, faço isso pq naminha city não tem cine.

O cinema mais p´roximo fica a quase 80 km... aff!

 
[/quote']

 

Se eu for depender do cinema daqui da minha cidade, não tem como ser cinéfilo. E não espero chegar na locadora nem f***. Baixo mesmo.

 

Pirataria é você baixar o filme e comercializa-lo. Isso sim é errado. Mas eu puxo, assisto e já excluo. Não vejo problema algum.

 

Link to comment
Share on other sites

  Aff! Não reclamem, seus malas!

 Vc ainda tem cinema na sua cidade e  eu?  e eu?? Cry

  Mas eu sou do tipo que espera chegar nas locadoras, sim.  

 Geralmente eu baixo filmes que nunca chegaraõ por essas bandas.

 

 Tipo, as locadoras trazem poucos filmes brasileiros, preferem os de pancadarias, pornos, de adolescentes, de terror ... aff! Confused

 Tudo que eu abomino! Logo...
Chica2008-01-16 19:11:21
Link to comment
Share on other sites

Não gosto muito da Hilary' date=' mas achei o filme brilhante e (por que não?) diferente.

 

O filme tem diálogos brilhantes sim.

 

 

 

Confesso que não gostei muito da cena do karaôke (apesar de engraçada), e nem da conversa no estádio.

 

 

 

O lugar da Hilary é vestida de macho ou se comportando como um hahaha desculpem. E quem assistiu e não gostou, sejam mais toleráveis..

 

 

 

E não classifiquem como uma simples comédia romântica ou mais um filminho 'agua-com-açucar' porque aí já é avacalhar né galera![/quote']

 

 

 

Oi Candylipzz... Poxa vida, você achou o filme lindíssimo e tal e desce a lenha assim na Hilary Swank...rs??? Afinal, se não fosse pelo talento dela (é isso ela tem de sobra) e a beleza do surpreendente Gerard Butler (de 300 para P.S., quem diria hein???) você não teria se emocionado tanto... Concorda??? O roteiro por si só não faz milagre... é preciso atores de talento para lhe dar vida...

 

 

 

Veja como as coisas são... Pra mim os melhores momentos do longa foram exatamente as duas sequencias ambientadas no karaoke... A primeira hilariante... A segunda emocionante... Agora concordo com vc... A sequencia no estádio rivaliza em ruindade com o início medonho...

 

 

 

Eu sou tolerável e não tenho problema algum em assistir 'comédias românticas' ou então filmes 'água com açucar'... É que simplesmente não gostei mesmo... Mas respeito sua opinião...

 

 

 

Obs: Tenha mais cuidado ao usar a palavra 'brilhante'... Vc a usou duas vezes em seu texto...rs!!! Um abraço...

Link to comment
Share on other sites

PS: Eu Te Amo - 3,5/5,0 (quase 4,0)<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Romance “água com açúcar” eficiente, cujo plus é o casal formado por Swank e Butler apoiados por ótimos coadjuvantes (Lisa Kudrow, Kathy Bates e Connick Jr.).

 

Gostei principalmente das cenas iniciais (diálogos inspirados e engraçados) e as do karaokê (Holly cantando pela primeira vez, aceitando o desafio), seguida da cena no hospital. Uma das coisas mais hilárias que assisti nos últimos tempos...

 

Entretanto, mesmo tendo uma premissa interessante o filme perde um pouco de ritmo a partir do segundo ato e certas situações soam forçadas demais devido a insistência burra de colocar “coincidências” em demasia.

 

À despeito desses detalhes que diminuem o filme a direção se mostra bem segura (principalmente a direção de atores) e a fotografia e trilha do filme são excelentes (pretendo comprar e recomendo).

 

Pontos de destaque:

 

- A inesperada química e timming para a comédia de Butler e Swank.

- A cena do suspensório.

- Os approaching de Denise durante o velório de Gerry.  

- A breve, mas reveladora e intensa cena, onde Swank mostra porque mereceu os dois Oscars: reparem como ela compõe a cena de modo sútil e demonstra o turbilhão de sentimentos e de “sufoco” enquanto pousa a mão discretamente sobre a barriga, na cena em que começa a desmoronar no restaurante... Muito bom!)

- A opção do diretor em filmar Gerry e Holly quando “jovens” com as mesmas caras dos dias atuais, preferindo que ambos compusessem suas idades através da interpretação e das posturas. Criativo e corajoso.    

- A já citada trilha sonora do filme.

 

Pontos Ruins:

 

- Os excessos de coincidências convenientes.

- A cena do karaokê de Holly no apto. Completamente desnecessária.

- Lisa Kudrow interpretando (de novo, mais uma vez) mais uma variante de sua personagem eterna de Friends – Phoebe Buffay.

- O happy ending forçado e pouco corajoso.

The Deadman2008-01-18 13:52:27
Link to comment
Share on other sites

"Homens são de Marte' date=' mulheres de Vênus." Não existe ditado melhor para definir este "filme" (pra mim possui uma lingüagem de série). Claro, toda regra tem sua exceção (como a Marcela e o Deadman), mas é bem do feitio dos homens achar esse filme um porre (como eu) e as mulheres se debulharem em lágrimas.[/quote']

 

Pior é que o filme é tão descaradamente manipulador que eu, mesmo consciente e crítica disso, ainda assim chorei, me maldizendo por isso, mas o fato de ter chorado não mudou uma vírgula da minha opinião sobre ele...
Link to comment
Share on other sites

Eu já não gosto muito de Diário de uma Paixão (apesar da revelação final ter me abalado bastante). Talvez a única vez que esse ditado não se aplica são na dobradinha Antes do Amanhecer/Pôr-do-Sol.

 

"Antes do Amanhecer" e "Antes do Pôr-do-Sol" são realmente imbatíveis.

 

A revelação final de "O Diário de Uma Paixão" a que vc se refere é a de que a senhora que sofre do Mal de Alzheimer é a garota ??? Eu já acho "Diário de uma Paixão" um filme tão romântico, mais tão romântico que até "cena de beijo debaixo da chuva" ele tem ... ou seja, conseguiu ser encantador mesmo com o uso de um dos clichês mais batidos do cinema de todos os tempos (com o perdão do exagero) .... 06 
Link to comment
Share on other sites

Acabei de voltar do cinema. Acho que desde quando fui ver A Paixão de Cristo, fazia tempo que não via tantas mulheres chorando num lugar só. Se quiser me fazer chorar é só eu ver minha namorada chorando. Isso pra mim é fatal. E ela chorava igual uma criança, não teve como não chorar junto, não pelo filme e sim por ela.

 

 

Mas o filminho é até bacaninha, fui assistir com a mente aberta e gostei. Dexei o senso crítico do lado de fora, claro.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...