Jump to content
Forum Cinema em Cena
Administrator

Meu Nome Não é Johnny

Recommended Posts

meu-nome-nao-johnny.jpg

Meu Nome Não é Johnny (idem, Brasil, 2007) Dir.: Mauro Lima. Rot.: Mariza Leão e Mauro Lima. Com: Selton Mello, Cléo Pires, Júlia Lemmertz, André de Biase, Cássia Kiss, Eva Todor.

 

Sinopse: Ele tinha tudo. Menos limite. João Guilherme Estrella era um típico jovem da classe média, que viveu intensamente sua juventude. Inteligente e simpático, era adorado pelos pais e popular entre os amigos. Com espírito aventureiro e boêmio,  mergulhou em todas as loucuras permitidas. E também nas não permitidas. No início dos anos 1990, se tornou o rei do tráfico de drogas da zona sul do Rio de Janeiro. Investigado pela polícia, foi preso e seu nome chegou às capas dos jornais. Em vez de festas, passou a freqüentar o banco dos réus. Sua história revela sonhos e dramas comuns à toda juventude.

 

==================================================

 

Haverá pré-estréias na quarta e quinta-feira. Se possível, verei sim, mas a estréia oficial é só no dia 4.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu vi o trailer e até gostei a princípio, principalmente do Mello, mas acho que o trailer estraga um pouco a expectativa, mostra demais ... considerando que nesse mesmo dia 4 estreiam "PS: Eu te amo" e "Coisas que Perdemos pelo Caminho" ... talvez fique pro DVD mesmo ...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Eu vi o trailer e até gostei a princípio' date=' principalmente do Mello, mas acho que o trailer estraga um pouco a expectativa, mostra demais ... considerando que nesse mesmo dia 4 estreiam "PS: Eu te amo" e "Coisas que Perdemos pelo Caminho" ... talvez fique pro DVD mesmo ... [/quote']

P.S. Eu Te Amo ainda não estreou aí não Thiago? Por aqui o filme já está sendo exibido regularmente desde terça.

 

E quanto à Johnny, me pareceu ser bom. Vou tentar conferir no cinema mesmo.01

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eu vi o trailer e até gostei a princípio' date=' principalmente do Mello, mas acho que o trailer estraga um pouco a expectativa, mostra demais ... considerando que nesse mesmo dia 4 estreiam "PS: Eu te amo" e "Coisas que Perdemos pelo Caminho" ... talvez fique pro DVD mesmo ... [/quote']
P.S. Eu Te Amo ainda não estreou aí não Thiago? Por aqui o filme já está sendo exibido regularmente desde terça.

E quanto à Johnny, me pareceu ser bom. Vou tentar conferir no cinema mesmo.01

 

"PS: Eu Te Amo" não estreou oficialmente, ele está apenas com pré-estréias (sessões às 19h00 e às 22h00). A estréia mesmo pra valer só no dia 04 mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sinceramente não entendo quando vc's falam que o trailer entrega demais a história... Não achei isso não... O que me chamou a atenção foi a bem dosada mistura de drama com humor, isto é, o tema é barra pesada (consumo e tráfico de drogas) mas o personagem que nos conduz na história é divertido, malandro e carismático... Veículo perfeito para mais uma provável ótima atuação de Selton Mello...

 

 

 

Entre as estréias é de longe (na minha opinião) a mais interessante... 'PS. Eu Te Amo' deve ser assistido com a namorada, 'Coisas que perdermos pelo caminho' é programa pesado e pode esperar pelo DVD... Já 'Johnny' deve ser visto com a galera... Acredito no sucesso do filme...

Share this post


Link to post
Share on other sites

temos que ter sinceridade em reconhecer que ultimamente pelo menos os cartazes dos filmes tem sido muito bem feitos, esse ai ta muito daora...

 

 

 

acho que o filme pode ser muito bom...

 

 

 

O cinema nacional chegou a um nivel exelente, sendo que ano passado dos filmes que assisti, 2 nacionais são os melhores de 2007....e de resto o unico que foi realmente bom foi Zodiaco

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ótimo filme, atuação do Selton Mello tá MUITO boa. Pena que o filme perde um pouco do seu ritmo no 2o ato, mas não deixa de prender a atenção. Há partes que infelizmente (ou felizmente, ainda não sei) que o filme se torna cômico. Se alguma dessas cenas cômicas fossem cortadas, seria melhor

 

Há alguns movimentos de câmera bem desnecessários, e a trilha sonora é muito bem feita

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi ontem o filme... É bom, mas confesso que achei ele um pouco cansativo... Achei sua primeira metade (que mostra João traficando, usando e torrando o dinheiro) um pouco esticada demais... A segunda que mostra João na prisão e manicômio é mais coesa...

 

 

 

O filme possui sequências hilariantes, com destaque para a dupla de policias corruptos e para o momento em que João serve de intérprete na prisão... O cinema veio a baixo nesta hora... Selton Mello entrega novamente mais uma ótima performance... Mais é possível enxergar em seu João aquilo que já lhe tornou característico, ou seja, sua habilidade com as palavras... A maneira com que ele desenvolve suas falas, a rapidez ao falar, suas tiradas inteligentes...

 

 

 

O filme não julga os atos de João, e nem diz se foi justa a curta pena de apenas dois anos (para tantos anos de tráfico)... Cabe a nós tirar estas conclusões...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Vi uma entrevista do Selton com a Gabi e ele disse que o propósito do filme era mesmo esse, de não julgar.

 

 Tanto é assim que na cena do julgamneto dele, Selton antes de fazer a cena conversa com o cara.

 Queria mostrar ao público, o pq do juri lhe condenar a apenas 2 anos e não 20.((coloquei em branco, sei lá se é spoiler isso).

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

meu-nome-nao-johnny.jpg

Meu Nome Não é Johnny (idem; Mauro Lima; 2007)

 

Repleto de erros. Vi faz apenas 3 dias e já me esqueci de praticamente todo o filme, mas eis os maiores (leia-se: os que ficaram na memória): as cenas do filme são desconexas. Nenhuma parece se unir em conjunto, todas parecem apenas ter algo em comum: encher lingüiça. De uma cena para outra o pai morre e não se vê sequer o João lamentando por isso. Não existe bom desenvolvimento do personagem e sua mudança de comportamento é completamente súbita: de uma cena para outra ele já é um cara bonzinho e que se importa com um desconhecido levando uma surra. Pra piorar tudo, Selton Mello não alcança um trabalho satisfatório, sendo imensamente limitado pelo roteiro, exibindo carisma e só. Não existem nuances em seu personagem, ele apenas faz burrada, vai pro xadrez, sai do xadrez e fim de filme.

 

O que me impediu de durmir é que existem risadas entre os 130 minutos de duração. Fora isso, ruim, terrivelmente ruim. 1,5/5

Share this post


Link to post
Share on other sites

tem spoilers...

 

já eu gostei bastante do filme. é divertido e até chega a emocionar — principalmente quando ele sai pela primeira vez do manicômio (aliás, devo dizer que o Selton Mello representou muito bem o fascínio do João ao sair... o jeito que ele observou tudo ao seu redor, passando a dar mais valor a tudo). se teve uma coisa que não gostei do filme, foi a primeira parte, com João adolescente... o elenco jovem não me agradou.

a frase do cartaz eu acho que resume o filme. o cara tinha tudo, menos limite. no julgamento ele fala: "Se eu fosse tão poderoso assim, minha família não ia estar vendendo o único imóvel para pagar a minha defesa. Eu usava droga, vendia, ia usando, ia vendendo...". Ele não precisava entrar nesse mundo e entrou. isso não soa familiar? sei lá, existem tantos jovens de classe média, como ele, que não precisam e entram. que usam e vendem para os amigos, conhecidos; a diferença dele, pra mim, foi a ganância por ganhar mais e mais dinheiro...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

tem spoilers...

 

já eu gostei bastante do filme. é divertido e até chega a emocionar — principalmente quando ele sai pela primeira vez do manicômio (aliás' date=' devo dizer que o Selton Mello representou muito bem o fascínio do João ao sair... o jeito que ele observou tudo ao seu redor, passando a dar mais valor a tudo). se teve uma coisa que não gostei do filme, foi a primeira parte, com João adolescente... o elenco jovem não me agradou.

a frase do cartaz eu acho que resume o filme. o cara tinha tudo, menos limite. no julgamento ele fala: "Se eu fosse tão poderoso assim, minha família não ia estar vendendo o único imóvel para pagar a minha defesa. Eu usava droga, vendia, ia usando, ia vendendo...". Ele não precisava entrar nesse mundo e entrou. isso não soa familiar? sei lá, existem tantos jovens de classe média, como ele, que não precisam e entram. que usam e vendem para os amigos, conhecidos; a diferença dele, pra mim, foi a ganância por ganhar mais e mais dinheiro...

[/quote']

 

As familias destruídas pelas droga que ele vendia, quantos ele viciou e morreram, se emocionar com o final "feliz" do playboy é fácil, mas quantos desses emocionados não torceram pra ver o Baiano ter os miolos explodidos pela escopeta?

 

Se fosse preto ou pobre ele era um safado, Brasil não tem lei, mas como é playboy é heroi, venceu na vida.

 

Não gostei do filme não, ele é hipócrita.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
As familias destruídas pelas droga que ele vendia' date=' quantos ele viciou e morreram, se emocionar com o final "feliz" do playboy é fácil, mas quantos desses emocionados não torceram pra ver o Baiano ter os miolos explodidos pela escopeta?

Se fosse preto ou pobre ele era um safado, Brasil não tem lei, mas como é playboy é heroi, venceu na vida.

Não gostei do filme não, ele é hipócrita.
[/quote']

 

 

não fiquei emocionada com  o final dele, mas sim com essa cena. obviamente que eu pensei o mesmo que você, sobre o cara ser um preto e pobre e etc, etc - cheguei até a ter essa discussão com minha mãe, que foi quem viu comigo - mas não deixei de gostar do filme por causa disso.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Não gostei do filme não' date=' ele é hipócrita.[/quote']

 

 

 

Oi Hallo, como o filme poderia ser hipócrita se ele é baseado numa história verídica??? E outra coisa, o filme em nenhum momento julgou os fatos e os atos de João Estrella... Mauro Lima apenas relatou os fatos... Agora se a pena dele foi pequena (e injusta) cabe a nós espectadores tirar as próprias conclusões... E se acharmos que foi injusta (como de fato foi na minha opinião) isso não transforma o filme num programa ruim... Eu por exemplo o achei um pouco cansativo, mas ainda assim um bom filme...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Selton Melo tb ficou encucado com esse lance da pena. 

 Qd perguntou p/ o cara, ele disse que no tribunal olhou p/ a mãe dele e depos que ele não era um traficante, pq se fosse a família dele não tava ferrada.

 Que não era um bandido, que era apenas um dependente que vendia p/ consumir. 

 

 Acho que colou... afff!

  
Chica2008-01-15 14:17:08

Share this post


Link to post
Share on other sites

Achei um bom filme. Algumas vezes achei que certos diálogos cômicos não se deram numa hora propícia, acho que os momentos de drama e comédia poderiam ser mais separados. Mas achei o filme bem bom. Apesar de me dar angústia ver que em praticamente todas as cenas havia alguém fumando ou cheirando. O.O

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Porque será que este filme não emplacou aqui no fórum??? Pouquíssimos comentários... Será que a galera que frequenta o fórum não viu o filme??? Apenas curiosidade...

 

Eu ainda não tive a oportunidade de vê-lo, mas desse final de semana não passa.

Inté!

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...