Jump to content
Forum Cinema em Cena

Que tecnologia vai mudar nossas vidas em breve?


Destemido
 Share

Recommended Posts

O videocassete, lançado em 1975 e popularizado na década de 80, acabou com o desconforto de assistir a filmes somente na TV e no cinema e em horários pré-estabelecidos. Finalmente foi possível estabelecer nossos próprios horários para assistir a filmes e a programas pois estes podiam ser gravados nos videocassetes. Uma mudança que mexeu com o comportamento das pessoas.

 

O walkman, que se popularizou na década de 80, colocou fim a ditadura de só podermos ouvir música em casa ou no carro. Mudança e tanto.

 

Com o videogame Atari nas residências de classe média, já não era mais tão necessário jogar em estabelecimentos de fliperama. Outra mudança importante de comportamento.

 

Depois tivemos a popularização dos computadores, o lançamento dos telefones celulares e algo nunca sequer imaginado, a Internet. Nem é preciso comentar muito o que esses avanços tecnológicos nos trouxeram.

 

Recentemente tivemos a popularização da banda larga, a Internet em alta velocidade. Com ela, muitos baixam vídeos e músicas, mudanças de comportamento tão significativas que, em breve, será necessário mexer profundamente nas leis de direitos autorais.

 

Tivemos, ainda, o lançamento das câmeras fotográficas digitais que tornaram diminuiram bastante a importância dos laboratórios de revelação de fotos.

 

O CD e o DVD já não considero tão importantes pois eles não mudaram nossos comportamentos. O CD substituiu o vinil e o DVD ficou no lugar do VHS, ou seja, foram apenas melhorias de tecnologias já existentes. Tenho a mesma opinião sobre os DVDs e TVs de alta definição, apenas melhorias.

 

Como vimos, as décadas de 80 e 90 foram muito significativas para alterar nossos comportamentos e agora nos anos 2000 tivemos um avanço tão importante que deve até mesmo respingou nas leis existentes.

 

E para a próxima década, anos 2010, o que podemos esperar de avanços tecnológicos que irão mexer com as nossas vidas?
Link to comment
Share on other sites

Respondendo ao tópico que criei, eu aposto em dois avanços que vão mudar nossos cotidianos nos anos 2010:

 

1 - Popularização dos Smart Phones e PCs portáteis. Acredito que, em breve, será possível usar o computador e acessar a Internet com direito a banda larga em qualquer lugar, tudo isso graças a PCs cada vez mais miniaturizados;

 

2 - Popularização dos aparelhos GPS veiculares. Nos anos 2010, creio eu, os obsoletos mapas de papel serão substituídos por essas pequenas maravilhas da tecnologia moderna que virão já embutidas no painéis dos carros.

 

Além das tecnologias acima, que devem vingar no decorrer dos anos 2010 e mudar bastante nossos comportamentos, eu ficaria muito feliz se o homem conseguisse inventar o seguinte:

 

1 - Carros voadores;

 

2 - Máquina do tempo. Este é um dos meus maiores sonhos. Só que em vez de ir para o futuro, como muita gente iria fazer, eu voltaria para o passado, especificamente a década de 80, a melhor década de todos os tempos em todos os sentidos.
Link to comment
Share on other sites

  Sei lá, acho que depois que tu se acostuma com o conforto que as facilidades tecnológicas te dão, voltar no tempo seria tão duro qto viver no tempo das pedras... aff!

 

  Tu se pegaria pensando: eu faria isso em 5 minutos, num computador... ou isso seria evitado com um celular... ou... ou...

 

 

 

 
Link to comment
Share on other sites

 

O q a Chica disse é verdade. Qnd a gente

se acostuma a determinada tecnologia, passa a ser tarde demais pra

conseguir viver tranquilamente sem ela.

 

 

 

Há alguns anos, sem internet, qnd a gente queria uma música do momento,

mas não queria comprar o LP, K7 ou CD do artista, a saída era deixar a

fita gravável pronta no aparelho de som, e ficar esperando a música

tocar na rádio (engraçado q isso era muito comum, mas ninguém chavama

as pessoas de ladras por pegarem as músicas de graça). Geralmente eu

perdia os primeiros segundos da música, e pra piorar, ainda tinha

aquelas gravações q as rádios fazem. E se não fosse uma música q

estivesse na moda, nem teria como conseguir. Por muito tempo eu quis a

trilha sonora de O Casamento do Meu Melhor Amigo, e fiquei só na

vontade, pq as lojas da minha cidade não tinham o CD, não havia a opção

de comprar em lojas virtuais e nem de fazer o download de graça. Hoje,

eu escuto uma música no filme, e se der vontade, consigo na internet. 3

dias atrás eu pensei: quero conhecer o trabalho de Bob Dylan. E desde

ontem eu passei a ter 40 músicas dele. A internet tornou a arte

mais acessível (pra quem tem acesso a uma internet rozoavelmente boa).

Não troco isso por nenhuma década do passado.

Lucy in the Sky2008-02-06 13:26:35

Link to comment
Share on other sites

Robôs cada vez mais inteligentes, capaz de interagir mais com os seres humanos, de desenvolver habilidades mais complexas como dirigir nas grandes cidades, cozinhar e arrumar a casa. Dentro de alguns anos poderemos viver em casas inteligentes, onde tudo será interligado com nosso cérebro e comandos através da telepatia mental, desde acender a luz ou ligar a tv.

Além disso poderemos ter robôs com cérebros, semelhante ao dos seres humanos, de forma que poderão pensar, aprender e tomar decisões independentes e complexas no dia a dia.

Na medicina teremos 'nano' robôs programados para entrar no corpo humano para combater e destruir bactérias e vírus biológicos. Outro grande avanço, serão funções mais complexas no corpo humano como, desobstruir artérias e fazer cirurgias.

Link to comment
Share on other sites

 Mas as vezes a tecnologia facilita tanto que acabamos por nos tornarmos práticos... feito às máquinas.

 Nesse ponto entende o saudosismo de Destemido (achei seu nick porreta...afff!) por se referir aos anos 80.

 

 Tipo, a internet por exemplo... tem até atendimento psicologico on line e pasmem, Casamento... pode ?? (sei lá se tem valor legal, mas ainda assim é esdruxulo demais)

 

 Anyway, uma coisa legal foi o banco 24 horas 10101010

 

 
Link to comment
Share on other sites

 

Robôs cada vez mais inteligentes' date=' capaz de interagir mais com os seres humanos, de desenvolver habilidades mais complexas como dirigir nas grandes cidades, cozinhar e arrumar a casa. Dentro de alguns anos poderemos viver em casas inteligentes, onde tudo será interligado com nosso cérebro e comandos através da telepatia mental, desde acender a luz ou ligar a tv.

Além disso poderemos ter robôs com cérebros, semelhante ao dos seres humanos, de forma que poderão pensar, aprender e tomar decisões independentes e complexas no dia a dia.

Na medicina teremos 'nano' robôs programados para entrar no corpo humano para combater e destruir bactérias e vírus biológicos. Outro grande avanço, serão funções mais complexas no corpo humano como, desobstruir artérias e fazer cirurgias.

 

[/quote']

 

é aí teríamos a guerra: homem x maquina

com certeza.

 

penso assim pra que fazer robos que pensam, se o legal da vida é o pensamento critico e independento humano. e pra que inventar robos, se tá cheio de humanos na terra ?16

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

Respondendo ao tópico que criei' date=' eu aposto em dois avanços que vão mudar nossos cotidianos nos anos 2010:

 

1 - Popularização dos Smart Phones e PCs portáteis. Acredito que, em breve, será possível usar o computador e acessar a Internet com direito a banda larga em qualquer lugar, tudo isso graças a PCs cada vez mais miniaturizados;

 

2 - Popularização dos aparelhos GPS veiculares. Nos anos 2010, creio eu, os obsoletos mapas de papel serão substituídos por essas pequenas maravilhas da tecnologia moderna que virão já embutidas no painéis dos carros.

 

Além das tecnologias acima, que devem vingar no decorrer dos anos 2010 e mudar bastante nossos comportamentos, eu ficaria muito feliz se o homem conseguisse inventar o seguinte:

 

1 - Carros voadores;

 

2 - Máquina do tempo. Este é um dos meus maiores sonhos. Só que em vez de ir para o futuro, como muita gente iria fazer, eu voltaria para o passado, especificamente a década de 80, a melhor década de todos os tempos em todos os sentidos.
[/quote']

 

    Como sempre, todas essas inovações demoram a chegar por aqui, e quando

chegam são pouco acessíveis... Vc se refere a uma popularização da

banda larga.. Eu não vejo assim... Nos EUA uma conexão 1Mb custa cerca

de R$12,00, na Europa, Itália por exemplo, R$4,50 a mesma vel, e no

Japão o Yahoo local oferece 1Mb por míseros R$1,80(é isso mesmo, vc leu

certo, R$1,80!!!!). Isso é popularizar a internet banda larga. Aqui vc

paga pelo menos uns 50 paus por 1 Mb...

    Na Coréia, por 27 dólares,

praticamente os mesmos 50 reais, vc paga uma internet 45Mb... Ou seja,

como sempre a gente é explorado, aviltado por um serviço pior e muito

muito mais caro...

   Os aparelhos GPS já são populares nos EUA e Europa faz tempo.. Muitos modelos médios já trazem o GPS de fábrica... Aqui está engatinhando... De todo modo, ainda q se populariza de verdade aqui, não penso q trarão uma mudança muito grande nos hábitos e costumes... Vai trazer uma facilidade a mais, sem dúvida, mas não acho tão revolucionário assim...

 

    Os Smart Phones vem caindo de preço, mas de novo esbarramos num serviço caríssimo... A impressõa q dá é q aqui as empresas "treinam" as pessoas a não usar os serviços... As pessoas falam correndo no cel pra não pagar caro, os planos de internet nos celulares e Smart Phones são caros e cheios de restrições... Meu plano de telefonia móvel permite troca de 240Kb de informação por mês... É ridículo!!!  Em países mais civilizados, os preços são feitos de modo a estimular as pessoas a usar a tecnologia, e aí sim, popularizar e trazer uma mudança nos hábitos e costumes... Na AT&T americana, por 80 dolares, pouco mais de 130 reais por mês vc fala 900 minutos por mês pra fixo ou celular de qqr operadora incluidno longa distância dentro do país... Aqui vc não acha nada assim por esse preço... Um plano de 1000 minurtos cheio de restrições custa uns 300 paus...

  Estamos bem longe das trecnologias se tronarem populares... O próprio celular se tornou popular em função da queda de preços de aparelhos, mas a grande massa de pessoas usa só pra receber chamadas.. Tem um pré pago e insere créditos só qdo já está a ponto de perder a linha...

Highlander2008-02-06 16:54:02

Link to comment
Share on other sites

Robôs cada vez mais inteligentes' date=' capaz de interagir mais com os seres humanos, de desenvolver habilidades mais complexas como dirigir nas grandes cidades, cozinhar e arrumar a casa. Dentro de alguns anos poderemos viver em casas inteligentes, onde tudo será interligado com nosso cérebro e comandos através da telepatia mental, desde acender a luz ou ligar a tv.

Além disso poderemos ter robôs com cérebros, semelhante ao dos seres humanos, de forma que poderão pensar, aprender e tomar decisões independentes e complexas no dia a dia.

Na medicina teremos 'nano' robôs programados para entrar no corpo humano para combater e destruir bactérias e vírus biológicos. Outro grande avanço, serão funções mais complexas no corpo humano como, desobstruir artérias e fazer cirurgias.

[/quote']

é aí teríamos a guerra: homem x maquina
com certeza.

penso assim pra que fazer robos que pensam, se o legal da vida é o pensamento critico e independento humano. e pra que inventar robos, se tá cheio de humanos na terra ?16

Acredito que esse tipo de evolução tecnológica, será conforme nossas necessidades. Conforme mencionei, as funções robóticas com a nanotecnologia no auxílio da medicina, serão realidades no futuro. Teremos melhores resultados no combate a células cancerígenas por exemplo, ou vírus e bactérias.

 

E conforme esse avanço tecnológico vem crescendo cada vez mais, cientistas e programadores do mundo tudo continuarão essa evolução com variantes de máquinas inteligentes.

 

Robôs inteligentes, máquinas trabalhando junto à inteligência artificial, são estudos importantes onde máquinas serão programadas para cuidar de vidas e auxiliar cada vez mais na exploração de ambientes hostis, sistemas de segurança ou situações críticas em processos automatizados, onde a percepção e tomadas de decisões de tarefas mais complexas deverão ter um nível de programação semelhante ao modo como os seres humanos pensam.

 
Link to comment
Share on other sites

  Já existe robo o qual se programa p/ fazer operações do cérebro.

 Foi criado pela sua precisão, visto que em operações assim um erro, por mínimo que seja, pode lesar e comprometer funções psicomotoras.

 

 Ruim, é que tudo que o homem faz a máquina faz melhor.

 á fomos substiruídos por ela num montaõ de coisas.

 

 Ainda bem que só nós é que produzimos óvulos e esperma, pq senão, nos tornariamos logo, logo seres supérfluos... afff!
Link to comment
Share on other sites

O dia que baratearem os discos rígidos e mídias, e ao mesmo tempo lançarem um HD de, sei lá, 10 ou mais terabytes, minha vida vai mudar (pra melhor). Vou poder me livrar, finalmente, dessa tralha que carrego durante anos.

Ou então que todo o conteúdo digital que vocês possam imaginar esteja acessível via stream e todos possam baixar instantaneamente sem pagar, claro (o fim do monopólio da propriedade intelectual) e com uma banda larga tão rápida quanto a daquela velhinha sueca.

 

Mas eu acho que não estarei vivo pra presenciar nada disso se tornar realidade. É mais fácil surgirem carros voadores, no estilo do filme De Volta Para o Futuro, do que uma dessas idéias sairem do papel. 06

 

Link to comment
Share on other sites

Odo,

Essa tecnologia talvez não demore tanto assim para chegar, cientista já estão desenvolvendo uma nova tecnologia para armazenar dados em bactérias. Esses sistemas poderão armazenar dados por milhares de anos. Os átomos podem armazenar até 250 terabytes de dados por milímetro cúbico de terra.

Você poderá salvar seus dados no DNA de uma bactéria, os cientistas já conseguiram até salvar uma música em mp3 numa bactéria.

Link to comment
Share on other sites

O videocassete durou pouco tempo. Logo foi arrasado pela onda do DVD. Não creio que o DVD venha a cair e ser substituido por outra coisa. O CD/DVD é muito portátil e cabem vários juntinhos. Acho que algo menor (um mini CD) seria facilmente perdido pelos usuários.

 

 

 

Os celulares vão conter cada vez mais coisas, podem anotar. Há uns 7 ou 8 anos atrás minha casa teve o primeiro celular. BCP, um tijolo preto e chamativo (ótimo para os exibidos porem na cueca), de visor preto e branco. Alguns anos depois trocamos por um TIM, bem menor dessa vez. O próximo foi um V3, que tira foto. Ele quebrou 15 dias após a garantia. Hoje nosso celular (um Nokia de modelo ???) tira fotos, tem mp3, rádio, e um tal de blutuf que eu não sei o q q é.

 

 

 

Esse é um exemplo de como produtos como o celular melhoraram de forma espantosa e se tornaram cada vez mais acessíveis. A tendência é essa.

Link to comment
Share on other sites

Poderiam inventar o Vacocorizador

 

 

 

 Útil, mas terrivelmente constrangedor vender um troço desses... aff! 08

 

 Minha prof foi ao Japaõ e disse que a tecno é tão  avançada lá que quase não se vê gente desempenhando funções que aqui, no Brasil é feito por humanos.

 

 
Link to comment
Share on other sites

Poderiam inventar o Vacocorizador

 

 

 

 Útil, mas terrivelmente constrangedor vender um troço desses... aff! 08

 

 Minha prof foi ao Japaõ e disse que a tecno é tão  avançada lá que quase não se vê gente desempenhando funções que aqui, no Brasil é feito por humanos.

 

 
[/quote']

 

Me lembrou a cena do Jack Black vendendo-o para os italianos : " Para onde vai a caca ? No lo so !! " 06

 

 
Link to comment
Share on other sites

 e um tal de blutuf que eu não sei

 

 

Acho que vc está se referindo ao Bluetooth, que é uma tecnolgia para comunicação via ondas de radio, entre computadores, celulares, etc..

 

 

Além das funções básicas, o celular passará a ter cada vez mais utilidades, entre outras coisa será conectado na rede, para a distância o usuário dar comandos para abrir a porta de casa, acender a luz, ligar algum aparelho digital etc..

 

Isso pode ser muito útil no caso de algum parente ou amigo ir na sua casa no momento que você não estiver. A distancia você poderá dar o comando via celular para abrir a porta por exemplo. Isso ainda é uma tecnologia muito cara, mas já existem casas e apartamentos assim.

 

O sistema é bem interessante e muito útil por exemplo, quando você tem que viajar e não tiver alguém para olhar a casa, de longe você poderá acender as luzes do jardim ou o abatjour da sala, ou dar comida para o cachorro via celular.

 

Quando essa tecnologia se tornar mais viável, poderemos ter o celular conectado em câmeras de segurança, que você poderá deixar dentro dos cômodos da casa ou no muro do lado de fora. E ver em tempo real o que está acontecendo.

-THX-2008-02-07 18:59:25
Link to comment
Share on other sites

 

Como sempre' date=' todas essas inovações demoram a chegar por aqui, e quando

chegam são pouco acessíveis... Vc se refere a uma popularização da

banda larga.. Eu não vejo assim... Nos EUA uma conexão 1Mb custa cerca

de R$12,00, na Europa, Itália por exemplo, R$4,50 a mesma vel, e no

Japão o Yahoo local oferece 1Mb por míseros R$1,80(é isso mesmo, vc leu

certo, R$1,80!!!!). Isso é popularizar a internet banda larga. Aqui vc

paga pelo menos uns 50 paus por 1 Mb... [/quote']

Concordo q internet de 1Mb não deveria custar 50 reais, mas como se isso não fosse suficientemente ruim, tem lugares em q nem por 50 é possível ter 1Mb, nem sequer uma velocidade menor. Existem locais em q não há cobertura por parte das empresas, por elas chegarem à conclusão de q o investimento não vale a pena. Pra ter uma internet inferior a 1Mb eu teria q pagar em torno de 400 reais, e talvez nem conseguisse, pq eu não é certo q área de cobertura da empresa inclua o lugar onde eu moro.

 

Os Smart Phones vem caindo de preço' date=' mas de novo esbarramos num serviço

caríssimo... A impressõa q dá é q aqui as empresas "treinam" as pessoas

a não usar os serviços... As pessoas falam correndo no cel pra não

pagar caro, os planos de internet nos celulares e Smart Phones são

caros e cheios de restrições... Meu plano de telefonia móvel permite

troca de 240Kb de informação por mês... É ridículo!!!  Em países mais

civilizados, os preços são feitos de modo a estimular as pessoas a usar

a tecnologia, e aí sim, popularizar e trazer uma mudança nos hábitos e

costumes... Na AT&T americana, por 80 dolares, pouco mais de 130

reais por mês vc fala 900 minutos por mês pra fixo ou celular de qqr

operadora incluidno longa distância dentro do país... Aqui vc não acha

nada assim por esse preço... Um plano de 1000 minurtos cheio de

restrições custa uns 300 paus...

  Estamos bem longe das

trecnologias se tronarem populares... O próprio celular se tornou

popular em função da queda de preços de aparelhos, mas a grande massa

de pessoas usa só pra receber chamadas.. Tem um pré pago e insere

créditos só qdo já está a ponto de perder a linha...[/quote']

Pra piorar, tem regiões no Brasil onde nem existe o serviço de telefonia celular, cidades do interior onde as empresas não acham conveniente investir. Uma vez eu li no jornal uma reportagem sobre isso, na qual os comerciantes reclamavam q estavam levando desvantagem em relação aos de cidades vizinhas, onde a comunicação era facilitada pelo celular.

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

Robôs cada vez mais inteligentes' date=' capaz de interagir mais com os seres humanos, de desenvolver habilidades mais complexas como dirigir nas grandes cidades, cozinhar e arrumar a casa. Dentro de alguns anos poderemos viver em casas inteligentes, onde tudo será interligado com nosso cérebro e comandos através da telepatia mental, desde acender a luz ou ligar a tv.

Além disso poderemos ter robôs com cérebros, semelhante ao dos seres humanos, de forma que poderão pensar, aprender e tomar decisões independentes e complexas no dia a dia.

Na medicina teremos 'nano' robôs programados para entrar no corpo humano para combater e destruir bactérias e vírus biológicos. Outro grande avanço, serão funções mais complexas no corpo humano como, desobstruir artérias e fazer cirurgias.

 

[/quote']

 

é aí teríamos a guerra: homem x maquina

com certeza.

 

penso assim pra que fazer robos que pensam, se o legal da vida é o pensamento critico e independento humano. e pra que inventar robos, se tá cheio de humanos na terra ?16

Acredito que esse tipo de evolução tecnológica, será conforme nossas necessidades. Conforme mencionei, as funções robóticas com a nanotecnologia no auxílio da medicina, serão realidades no futuro. Teremos melhores resultados no combate a células cancerígenas por exemplo, ou vírus e bactérias.

 

E conforme esse avanço tecnológico vem crescendo cada vez mais, cientistas e programadores do mundo tudo continuarão essa evolução com variantes de máquinas inteligentes.

 

Robôs inteligentes, máquinas trabalhando junto à inteligência artificial, são estudos importantes onde máquinas serão programadas para cuidar de vidas e auxiliar cada vez mais na exploração de ambientes hostis, sistemas de segurança ou situações críticas em processos automatizados, onde a percepção e tomadas de decisões de tarefas mais complexas deverão ter um nível de programação semelhante ao modo como os seres humanos pensam.

 

 

essa parada de tecnologia, cuidar de vida de humanos, só vai fuder com tudo.. humanos precisam de humanos!  e otra coisa, essa historia de auxiliar na medicina, vc assistiu "I am legend" ?

 

Link to comment
Share on other sites


Robôs cada vez mais inteligentes' date=' capaz de interagir mais com os seres humanos, de desenvolver habilidades mais complexas como dirigir nas grandes cidades, cozinhar e arrumar a casa. Dentro de alguns anos poderemos viver em casas inteligentes, onde tudo será interligado com nosso cérebro e comandos através da telepatia mental, desde acender a luz ou ligar a tv.

Além disso poderemos ter robôs com cérebros, semelhante ao dos seres humanos, de forma que poderão pensar, aprender e tomar decisões independentes e complexas no dia a dia.

Na medicina teremos 'nano' robôs programados para entrar no corpo humano para combater e destruir bactérias e vírus biológicos. Outro grande avanço, serão funções mais complexas no corpo humano como, desobstruir artérias e fazer cirurgias.


[/quote']

é aí teríamos a guerra: homem x maquina
com certeza.

penso assim pra que fazer robos que pensam, se o legal da vida é o pensamento critico e independento humano. e pra que inventar robos, se tá cheio de humanos na terra ?


Acredito que esse tipo de evolução tecnológica, será conforme nossas necessidades. Conforme mencionei, as funções robóticas com a nanotecnologia no auxílio da medicina, serão realidades no futuro. Teremos melhores resultados no combate a células cancerígenas por exemplo, ou vírus e bactérias.
 
E conforme esse avanço tecnológico vem crescendo cada vez mais, cientistas e programadores do mundo tudo continuarão essa evolução com variantes de máquinas inteligentes.
 
Robôs inteligentes, máquinas trabalhando junto à inteligência artificial, são estudos importantes onde máquinas serão programadas para cuidar de vidas e auxiliar cada vez mais na exploração de ambientes hostis, sistemas de segurança ou situações críticas em processos automatizados, onde a percepção e tomadas de decisões de tarefas mais complexas deverão ter um nível de programação semelhante ao modo como os seres humanos pensam.
 

essa parada de tecnologia, cuidar de vida de humanos, só vai fuder com tudo.. humanos precisam de humanos!  e otra coisa, essa historia de auxiliar na medicina, vc assistiu "I am legend" ?

Hollywood sempre provoca terror quando o assunto é robôs, máquinas inteligentes ou pesquisas médicas etc.. Assim foi em 'O Exterminador do Futuro', onde as máquinas se rebelaram contra os humanos, ou livros como 'A Dança da Morte' de Stephen King onde um vírus mortal também acaba com milhões de pessoas.

É claro que não podemos ignorar o fato de que mesmo os avanços nos ajudando a resolver diversos problemas, também podem nos prejudicar. O homem sempre tem um motivo para criar variantes para hostilizar ou destruir o outro, seja por causa de guerras, ataques ou terroristas etc. A nanotecnologia por exemplo, é um bom exemplo. Assim como no futuro ela poderá auxiliar a medicina no combate a doenças no organismo humano, combater células e vírus, também poderá criar um exército de robôs microscópicos programados para destruir.

Como pode ver, sempre será o ser humano a usar sua própria tecnologia contra os outros seres humanos, seja com o auxilio da tecnologia ou armas de destruir como a bomba atômica de Hiroshima e Nagasaki... E não uma rebelião de máquinas etc.. Por isso devemos ter leis cada vez mais rígidas, para tentar evitar esse tipo de coisa.

De qualquer forma a tecnologia é promissora na medicina, e poderá resolver vários problemas, com robôs inteligentes, olho biônico e membros artificiais.

 

Link to comment
Share on other sites

 

Robôs cada vez mais inteligentes' date=' capaz de interagir mais com os seres humanos, de desenvolver habilidades mais complexas como dirigir nas grandes cidades, cozinhar e arrumar a casa. Dentro de alguns anos poderemos viver em casas inteligentes, onde tudo será interligado com nosso cérebro e comandos através da telepatia mental, desde acender a luz ou ligar a tv.

Além disso poderemos ter robôs com cérebros, semelhante ao dos seres humanos, de forma que poderão pensar, aprender e tomar decisões independentes e complexas no dia a dia.

Na medicina teremos 'nano' robôs programados para entrar no corpo humano para combater e destruir bactérias e vírus biológicos. Outro grande avanço, serão funções mais complexas no corpo humano como, desobstruir artérias e fazer cirurgias.

 

[/quote']

é aí teríamos a guerra: homem x maquina

com certeza.

penso assim pra que fazer robos que pensam, se o legal da vida é o pensamento critico e independento humano. e pra que inventar robos, se tá cheio de humanos na terra ?

Acredito que esse tipo de evolução tecnológica, será conforme nossas necessidades. Conforme mencionei, as funções robóticas com a nanotecnologia no auxílio da medicina, serão realidades no futuro. Teremos melhores resultados no combate a células cancerígenas por exemplo, ou vírus e bactérias.

 

E conforme esse avanço tecnológico vem crescendo cada vez mais, cientistas e programadores do mundo tudo continuarão essa evolução com variantes de máquinas inteligentes.

 

Robôs inteligentes, máquinas trabalhando junto à inteligência artificial, são estudos importantes onde máquinas serão programadas para cuidar de vidas e auxiliar cada vez mais na exploração de ambientes hostis, sistemas de segurança ou situações críticas em processos automatizados, onde a percepção e tomadas de decisões de tarefas mais complexas deverão ter um nível de programação semelhante ao modo como os seres humanos pensam.

 

essa parada de tecnologia, cuidar de vida de humanos, só vai fuder com tudo.. humanos precisam de humanos!  e otra coisa, essa historia de auxiliar na medicina, vc assistiu "I am legend" ?

Hollywood sempre provoca terror quando o assunto é robôs, máquinas inteligentes ou pesquisas médicas etc.. Assim foi em 'O Exterminador do Futuro', onde as máquinas se rebelaram contra os humanos, ou livros como 'A Dança da Morte' de Stephen King onde um vírus mortal também acaba com milhões de pessoas.

É claro que não podemos ignorar o fato de que mesmo os avanços nos ajudando a resolver diversos problemas, também podem nos prejudicar. O homem sempre tem um motivo para criar variantes para hostilizar ou destruir o outro, seja por causa de guerras, ataques ou terroristas etc. A nanotecnologia por exemplo, é um bom exemplo. Assim como no futuro ela poderá auxiliar a medicina no combate a doenças no organismo humano, combater células e vírus, também poderá criar um exército de robôs microscópicos programados para destruir.

Como pode ver, sempre será o ser humano a usar sua própria tecnologia contra os outros seres humanos, seja com o auxilio da tecnologia ou armas de destruir como a bomba atômica de Hiroshima e Nagasaki... E não uma rebelião de máquinas etc.. Por isso devemos ter leis cada vez mais rígidas, para tentar evitar esse tipo de coisa.

De qualquer forma a tecnologia é promissora na medicina, e poderá resolver vários problemas, com robôs inteligentes, olho biônico e membros artificiais.

 

 

 

bom concordo até certo ponto.

amanha edito minha resposta pois estou indo durmir 12

 

Link to comment
Share on other sites

Odo' date='

Essa tecnologia talvez não demore tanto assim para chegar, cientista já estão desenvolvendo uma nova tecnologia para armazenar dados em bactérias. Esses sistemas poderão armazenar dados por milhares de anos. Os átomos podem armazenar até 250 terabytes de dados por milímetro cúbico de terra.

Você poderá salvar seus dados no DNA de uma bactéria, os cientistas já conseguiram até salvar uma música em mp3 numa bactéria.[/quote']Mais uma promessa? 06

 

O problema do armazenamento de dados é que tecnologia pra isso existe, mas a indústria quer ganhar mais dinheiro lançando sucatas como Blu-Ray e HD-DVD, com capacidade pífia, mesmo que eles possam desenvolver discos mil vezes maiores, vão investir a cada 5 anos em discos com o dobro da capacidade, aí os trouxas vão continuar comprando. 07

 

Algo parecido é feito com os DVDs. Você compra hoje, amanhã lançam uma edição especial, e aí compra de novo. Depois lançam uma edição de colecionador, estendida, etc. etc.

 

Ah, mas por que não lançaram a melhor edição anos atrás? Não é porque não podiam, é porque não queriam mesmo.

 

Só que no caso dos DVDs/CDs/Blu-Rays, você pode conseguir esse material por "outros meios" (baixando pela internet) e nem se preocupar com isso. Já no caso das mídias, você está à mercê da indústria.

 

Antigamente era a mesma coisa, uma fita VHS custava mais caro que um DVD-R e pra não correr o risco de acabar a gravação no meio, eu nunca gravava no modo SP/2 horas (melhor qualidade). Gravava sempre em EP/6 horas.

 

Antes a gente costumava gravar um filme, depois um jogo, depois uma reportagem... tudo na mesma fita.

Resultado? Muita coisa hoje você não encontra em DVD, e certamente nunca sairá nesse formato. Mas e se nessa época, do VHS, dos videocassetes, já houvessem fitas com muito mais espaço e retendo a qualidade das 2 horas?

 

pensou nisso? Como a gente sairia lucrando hoje? Sim, porque do acervo da TV brasileira, muita coisa já foi destruída, seja por descaso (as emissoras pegam e destróem o material antigo mesmo), seja porque antigamente os caras pegavam e gravavam em cima.

 

Hoje já é possível você gravar algum material exclusivo (que não saiu em DVD, por ex.) na qualidade que você quiser, ocupando o espaço que quiser (com uma placa de captura, porque o gravador de DVD de mesa é = ao videocassete em limitação de tamanho/qualidade).

 

Mas o problema é, onde guardar tanta coisa?

 

Eu só sei que o dia em que sairem dispositivos de armazenamento muito maiores que esses discos e HDs pequenos de hoje em dia, tudo vai melhorar, pra mim.

 

A mesma coisa que acontece com os processadores, meu PC foi comprado em 2004 e em 2007/2008 já está obsoleto. Só que pelo menos no caso dos processadores, a evolução foi considerável. Já um Blu-Ray e um HD de 1 TB são tecnologias muito datadas.

 

E já que vocês falaram em banda larga, olhem só essas duas notícias.

 

Detalhe: pra ter uma conexão tão rápida como a descrita na primeira notícia, talvez seja necessário um computador de uns US$ 100 mil pra lidar com tanto tráfego.

 

Tecnicamente isso seria (e já é) possível, o problema são as questões políticas. Infelizmente as nossas atuais estruturas políticas e econômicas não querem permitir ou mesmo ajudar o livre tráfego de informações. Uns vêem ele como ameaça (governos, poder vigente), outros tentam fazer dinheiro fácil colocando pedágios no caminho...

Pense

rápido: quem tem a conexão de internet mais rápida do mundo? Muito

pouco provavelmente você pensou em Sibritt Löthberg, uma senhora de 75

anos que vive em uma pequena cidade no interior da Suécia.

 

 A

internet de Sibritt, que comprou o primeiro computador recentemente,

tem uma velocidade de 40GB/s. Com essa conexão é possível baixar filmes

inteiros em alta resolução em poucos segundos.

 

 Quem conseguiu a

internet mais rápida do mundo para a iniciante na web foi Peter

Löthberg, seu filho, que trabalha na Cisco, empresa de TI.

 

 Mas a

Senhora Löthberg não está fazendo cópias piratas de filmes em DVD para

aumentar a renda, e sim cedendo sua casa para que seu filho a utilize

como plataforma de testes.

 

Peter quer transformar a conexão em alta

velocidade a partir de fibras em um meio viável e aplicável.

 

 O

modelo de conexão proposto por Peter, segundo informações de um jornal

sueco, permite que os dados trafeguem entre dois pontos por até dois

mil quilômetros de distância um do outro, sem intermediários e sem

perda de dados.

 

http://crunchgear.com/2007/07/12/old-swedish-lady-gets-worlds-fastest-internet-connection

 

Brasileiro paga 395 vezes mais caro pela banda larga do que no Japão, diz Telcomp

 

Da Redação - 03/09/2007 - 13:04

 

São Paulo, 03 de setembro de 2007

 

Os brasileiros pagam uma das maiores taxas para ter acesso à banda larga em todo o mundo, aponta pesquisa da TelComp

(Associação Brasileira de Prestadoras de Serviços de Telecomunicações

Competitivas). O alto custo, segundo a associação, é conseqüência da

falta de concorrência na oferta do serviço.

 

 Ao comparar

operadoras nacionais com empresas que atuam na Europa, Japão e Estados

Unidos, a Telcomp, que tomou como referência a velocidade de um

Megabyte por segundo (Mbps), identificou que o brasileiro de Manaus,

por exemplo, paga 395 vezes mais caro pela mesma velocidade oferecida

no Japão.

 

 Pelo estudo, a NET em São Paulo cobra R$ 39,95 por mês

por um Mbps. A Telefônica pede R$ 159,80 pela mesma velocidade. Em

Brasília, a BrT oferece um Mbps por R$ 239 e em Manaus esse valor sobe

para R$ 716,50.

 

 Na Europa, a Tiscali italiana cobra por um Mbps

o equivalente a R$ 4,32 ao mês; na França, a Orange cobra R$ 5,02 pela

mesma velocidade. Nos Estados Unidos, o preço pedido pela Time Warner é

o equivalente a R$ 12,75.

 

Já os internautas japoneses podem adquirir

internet banda larga de um Mbps do Yahoo! por R$ 1,81. Os valores do

levantamento foram pesquisados pela TelComp, nos próprios sites das

operadoras em 10 de julho de 2007.

 

 Como resultado dos valores

praticados pelas operadoras nacionais, apenas uma pequena parcela da

população, 0,7%, possui acesso à internet de mais de um Mbps. A União

Internacional de Telecomunicações, estabelece banda larga como igual ou

acima de 2Mbps.

 

 Para Luis Cuza, presidente executivo da TelComp,

o principal problema é a inoperância do setor público em não cumprir o

que está previsto na Lei Geral de Telecomunicações (Lei n° 9.472/97).

 

 "O

governo federal, por meio das agências reguladoras, deve implementar as

ferramentas de competição já previstas em lei e decreto e atuar de

forma mais firme nas questões de fusões e aquisições dos players do

mercado.

 

A concorrência propicia melhores preços e serviços. É

necessário criar mecanismos que promovam esse movimento e, desta forma,

o Brasil contará com serviços de qualidade e com custos mais

acessíveis", aponta.

 

 Segundo Cuza, a concorrência só será

possível se houver uma significativa otimização da rede pública e

diversificação do controle das plataformas para, assim, aumentar a

quantidade de soluções disponíveis aos consumidores, o que teria efeito

direto nos custos do Mbps.

 

 Fonte: http://wnews.uol.com.br/site/noticias/materia.php?id_secao=4&id_conteudo=8813

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...