Jump to content
Forum Cinema em Cena
Equipe CeC

Batman - The Dark Knight (# 3)

Recommended Posts

 

Em abril de 1940' date=' na edição 38 da revista Detective Comics, surge o primeiro, o mais popular e longevo parceiro mirim de herói: Robin, O Menino Prodígio (The Boy Wonder), criação de Jerry Robinson, então um artista com apenas dezessete anos de idade. Vejam só: a jovem cria de Robinson completará 66 anos no mês que vem!

 

 

 

Richard Grayson (apelidado de “Dick”), o primeiro Robin, foi

criado para humanizar a figura do Batman. Assim, o Menino-Prodígio

serviria como um contraste para os métodos violentos e sombrios

utilizados pelo Homem-Morcego que, segundo os críticos da época,

influenciavam negativamente os leitores.

 

 

 

Antes de Robin, Batman era um personagem violento, que não hesitava em

ser perverso e matar seus inimigos. Com o surgimento desse órfão de um

casal de trapezistas, as histórias do Batman ganharam diálogos, leveza

e humor, graças também à galeria de vilões cômicos como o Coringa,

também criado por Robinson.

 

 

 

Bob Kane era então auxiliado por Bill Finger e Jerry Robinson na

concepção dos roteiros e desenhos das histórias. Ao contrário do que

possa parecer, Robin não foi batizado em homenagem ao seu criador. Em

entrevista ao site hq.cosmo.com.br, Robinson revelou que o personagem

"ganhou seu nome por causa de Robin Hood. Isso porque eu era fã deste

herói arqueiro quando jovem e inspirei as roupas do personagem em

desenhos que o ilustrador M.C. Wyatt havia feito para o livro de Robin

Hood que li na minha infância. Então a história de eu ter dado meu nome

é boa e engraçada, mas não é verdadeira."

 

 

 

Depois do Menino-Prodígio, pareceu ser regra inventar parceiros-mirins

para todos os outros personagens que surgiram após o Homem-Morcego.

Dessa safra vieram, não necessariamente nesta ordem, o Ricardito para o

Arqueiro Verde, a Dianinha para a Mulher-Maravilha, o Aqualad para o

Aquaman, o Kid Flash para o Flash, o Bucky para o Capitão América e o

Centelha para o Tocha Humana original.

 

 

 

E as aventuras seguiam com vilões maquiavélicos, cientistas loucos,

alienígenas e nazistas sendo derrotados um de cada vez ou todos de uma

vez só. Os heróis e seus parceiros mirins estavam sempre prontos a

lutar em defesa dos fracos e oprimidos, destruindo tudo e todos que

afrontassem a verdade, a justiça, a moral e os bons costumes. Até

surgir, na vida real, um vilão com um plano infalível, que escreveria

seu nome na história abalando para sempre a indústria das histórias em

quadrinhos.

 

 

 

O psiquiatra Frederick Wertham publica em 1954 o livro A Sedução dos Inocentes,

onde afirmava que os quadrinhos eram responsáveis pela inversão de

valores e pela corrupção e delinquência juvenil. O trecho mais

conhecido e citado do livro fala justamente da relação entre Bruce

Wayne e Dick Grayson, apontada errônea e preconceituosamente por

Wertham como uma relação entre dois homossexuais que moram numa mansão suntuosa com lindas flores em vasos enormes.

 

 

 

Algumas vezes, Batman está de cama por causa de algum ferimento. Robin

aparece sentado ao seu lado. Eles levam uma vida idílica. Tem um

mordomo, Alfred. Batman aparece algumas vezes de roupão. Parece um

paraíso, um sonho de consumo de dois homossexuais que vivem juntos. Às

vezes aparecem num sofá. Bruce reclinado e Dick ao seu lado sem paletó

e de camisa aberta.

 

Foi dessa forma que Wertham deduziu a “homossexualidade” entre Batman e

Robin. Para demonstrarem masculinidade, os personagens não deveriam

evidenciar preocupação um com o outro, não terem um mordomo, nunca

dividirem uma mansão, tampouco um sofá e estarem sempre de paletó.

Embora hoje pareça ser consenso que o dito “psiquiatra” só quisesse

aparecer, a verdade é que os seus escritos abriram uma escara enorme na

indústria dos quadrinhos e marcou para sempre a mais famosa dupla de

super-heróis. Uma Batwoman e uma Batgirl tiveram de ser introduzidas

nas histórias da Dupla Dinâmica para que não hovessem dúvidas a

respeito da heterossexualidade dos dois. Não adiantou muito.

 

 

 

Ainda hoje os fãs são obrigados a conviver com todo tipo de chacota

relacionada com o assunto. O delicioso (!) seriado dos anos sessenta,

onde os personagens eram protagonizados por Adam West e Burt Ward, contribuiu para que a piada fosse propagada durante anos. Como esquecer da “canonização” que Robin dava a tudo e a todos?

 

 

 

Poucos anos depois do livro ter sido publicado, o que teve de ser feito

foi separar o Homem-Morcego do Menino-Prodígio. Wertham conseguiu

abalar os alicerces da Mansão Wayne, e promover uma verdadeira caça às

bruxas, onde era comum pais furiosos queimarem pilhas de revistas em

praças públicas diante dos olhos estarrecidos de seus filhos (já se

imaginou no lugar desses pobres coitados?). Os heróis nada puderam

fazer contra este vilão poderosíssimo. Infelizmente, eles eram feitos

apenas de papel e tinta.

 

 

 

Sendo assim, Dick teve de deixar a Mansão Wayne aos poucos. Robin passa então a fazer parte da Turma Titã (The Teen Titans), equipe composta também por Aqualad e Kid Flash, reunidos pela primeira vez no número 54 da revista The Brave And The Bold, de julho de 1964, pelo roteirista Bob Haney e pelo desenhista Nick Cardy.

Nesta história, publicada no Brasil na edição 100 do formatinho Os

Novos Titãs, da Abril, o Menino-Prodígio mostra capacidade para liderar

a equipe que agregaria também Dianinha e Ricardito algumas histórias

depois. Em 1969, na história “One bullet too many!”, publicada no número 217 de Batman, Dick se despede de Bruce e Alfred para cursar a universidade. A história foi escrita por Frank Robbins, desenhada por Irv Novick e arte-finalizada por Dick Giordano.

 

 

 

Não dá para dizer que os três foram influenciados, quinze anos após a

publicação de A Sedução do Inocente, por Wertham. Pode-se dizer sim que

a história pretendeu devolver o aspecto sombrio ao Homem-Morcego, que

abandona a Batcaverna e transforma o prédio da Fundação Wayne em

quartel-general. Em fevereiro de 1984, agora na edição 39 da revista The New Teen Titans (Os Novos Titãs 17, extinto formatinho da Editora Abril)

que publicava as histórias da equipe agora comandada por um Robin mais

maduro, Grayson resolve abandonar definitivamente o uniforme colorido,

mas não o combate ao crime.

 

 

 

Numa espécie de homenagem ao seu mentor, confecciona um traje de aspecto sombrio, passando a agir sob a alcunha de Asa Noturna (lembram da saga O Contrato de Judas,

publicada nas edições 18 a 20 do formatinho Os Novos Titãs, da Abril?

Foi nesta saga que o Asa apareceu pela primeira vez) . As histórias que

contam os primórdios do Asa Noturna podem ser conferidas na revista Os

Novos Titãs, publicada pela Panini.

 

Jason Todd, o segundo Robin, aparece pela primeira vez em março de 1983 no número 357 de Batman,

surpreendido pelo Morcego quando tentava roubar os pneus do Batmóvel.

Surpreso com a ousadia do rapaz, Batman resolve treiná-lo achando que

encontrou o substituto perfeito para Richard. Esta foi uma das raras

vezes em que Batman se enganou com alguém. O sucessor de Grayson era um

jovem revoltado, descuidado e pouco disposto a seguir regras. Foi

espancado violentamente pelo Coringa e seus capangas antes de ser morto

na história A death in the family, escrita por Jim Starlin, desenhada por Jim Aparo e arte-finalizada por Mike Decarlo.

 

 

 

Numa votação promovida pela DC, a maioria dos leitores foi a favor da

morte do segundo Robin. Os artistas responsáveis pela história não

fizeram por menos e mostraram com detalhes o cruel espancamento e

assassinato de Jason pelo Coringa. Após este episódio, Batman se torna

ainda mais sombrio devido à amargura causada pela morte de seu parceiro.

 

 

 

Mas a lenda não poderia morrer. Após enfrentar a relutância de um herói

amargurado por ter perdido de forma trágica seu segundo companheiro, Timothy Drake

é o terceiro a assumir o manto de Robin. Desta vez, o menino por trás

da máscara demonstra ser bem mais esperto que seu antecessor, revelando

a Dick como deduziu que ele foi o primeiro Robin e Bruce Wayne era

Batman.

 

 

 

Vendo o herói que tanto admirava se martirizando pela morte de Jason,

Tim pede a Dick que volte a vestir o manto de Robin pois, a seu ver, o

Cavaleiro das Trevas precisa do Menino-Prodígio. O novo personagem

consegue seu lugar na Batcaverna após salvar Batman e Asa Noturna do

vilão Duas-Caras, demonstrando habilidades que seus antecessores não

possuíam, tendo carisma e personalidade forte, adotando, inclusive, um

uniforme diferente do tradicional usado por Dick e Jason.

 

 

 

Uma curiosidade: quem escolheu o uniforme usado por Tim foi o diretor de Batman e Batman, o Retorno, Tim Burton,

que optou por uma das opções mostradas pelos desenhistas da época. Nas

HQs, o uniforme foi modificado por Batman antes de ser entregue a Tim.

 

 

 

A despeito de comentários maldosos, Robin é um dos mais importantes

personagens das HQs. Amado por uns, odiados por tantos outros,

inclusive gente da indústria das HQs e do cinema (entre produtores,

diretores e atores, parece que ninguém quer dar espaço ao personagem

numa nova safra de filmes do Batman) o Menino-Prodígio segue firme e

forte, mesmo não tendo, injustamente, a força de personagens que

surgiram na mesma época que ele. No entanto, sua importância é quase

tão forte quanto à do Batman.

 

 

 

O Menino-Prodígio apareceu com o intuito de fazer com que os leitores

mais jovens se identificassem ainda mais com as histórias numa época em

que as HQs de super-heróis ainda eram vistas com inocência. Para o

público em geral, que não acompanha estes personagens conhecidíssimos,

Robin é tão popular quanto seu mentor, Superman ou Mulher-Maravilha. Já

há alguns anos, o personagem tem aventuras solo ou ao lado dos seus

companheiros Titãs, auxiliando Batman quando é preciso.

 

A história do primeiro encontro entre Batman e Dick Grayson, o primeiro Robin, está sendo recontada nos EUA por Frank Miller e pelo desenhista Jim Lee na série All-Star Batman & Robin, The Boy Wonder, sucesso de público e crítica em terras ianques, chegando a ocupar o primeiro lugar na lista dos gibis mais vendidos por lá.

 

 

 

Seria uma forma de Miller se redimir com Richard pela forma como ele abordou o personagem em O Cavaleiro das Trevas 2?

Na seqüência de uma das melhores HQs de todos os tempos, que mostra um

futuro alternativo para os principais personagens da DC, Miller mostra

Dick Grayson como um assassino frustrado por não ter o seu amor

correspondido pelo Cavaleiro das Trevas.

 

 

 

Wertham abraçaria Miller se estivesse vivo. Podíamos ficar sem essa... Tsc...

 

 

 

Atualmente, Asa Noturna faz parte da superequipe dos Renegados e Robin

faz parte dos Novos Titãs. Ambos auxiliam seu mentor e trabalham em

dupla sempre que necessário. Suas aventuras podem ser vistas nas

revistas Os Novos Titãs e Batman, ambas publicadas pela Panini. Até

onde se sabe, Jason Todd continuará morto.

 

 

 

Duas garotas ainda vestiriam o traje de Robin: Stephanie Brown foi, durante um curto período de tempo, a “menina-prodígio” da cronologia oficial. Carrie Kelly foi a Robin da série O Cavaleiro das Trevas,

de Frank Miller. Sempre me perguntei o que o Dr. Wertham diria se uma

das duas fosse a primeira parceira do Homem-Morcego. Acusaria-o de

pedofilia? É o tipo de resposta que só se obtém em realidades

alternativas...

 

Fonte: http://www.sobrecarga.com.br/node/view/9477[/quote']

ironsunder2008-06-09 10:04:05

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bob Kane criou originalmente o Batman como vigilante solitario. O Robin foi desculpa p/ dar apenas um parceiro menor de idade p/ ele, com a finalidade mercadologica de ampliar o publico de leitore$ infanti$ da revista na qual ele era publicado, um pouco maior. Isso nos idos da decada de 30/40. E dá-lhe Aqualad, Ricardito, Bucky, Kid Flash, Moca Maravilha...etc, ou o aparecimento de herois com pets, tipo Kripto..14  Batman tb teve um bat-cão nas hqs...alguem faz questao dele na telona?06

Noutras, Robin é perfeitamente dispensavel. Ate pq se der brexa pro Menino Prodigio, logo vem a BatGirl, Batmirim, Bat isso, Bat aquilo, etc..09 E isso nao condiz com o universo do Nolan.
Jorge Soto2008-06-09 10:26:27

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu tô com o Sunderhus nessa, se o Robin faz parte da história do Batman, pq não coloca-lo?

 

Tenho certeza de q o Nolan dará uma visão do Robin adequada a essa franquia, e na minha opinião o Robin teria de ser um menino mesmo ( na faixa dos 12 a 16 anos).

 

A verdade é q o Robin só foi maltratado na série de 60 e nos filmes do Joel (nessa caso como todo o resto).

 

Agora nas Hq´s e principalmente na série animada o Robin foi muito bem colocado.

 

 

 

E Linck, fiquei feliz pelo seu retorno amigo, dificilmente eu te via no msn por causa dos seus hábitos noturnos...rsrsrsrs, tenho certeza de q vc vai contribuir bastante para esse fórum.

 

 

 

E Sunder, valeu pelo último post heim... 16.gif

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

Olha, sinceramente, podem até tacar pedra em mim, mas acho que seria

interessante sim ver um Robin sob a direção do Nolan. Aliás, seria a

única chance de ver esse personagem em uma roupagem decente. Querendo

ou não, o Robin é parte integrante e importante na mitologia do

Morcego... o Robin existe antes mesmo do Coringa (não vamos entrar no

mérito do pq da criação).

 

 

 

O problema é que além das piadas, ficou o trauma de Batman & Robin de 1997.

 

 

 

Aí o pessoal fica com o pé atrás.

KSYVICKIS

 

O Robin faz parte da mitologia do Batman sim. Porém, ele não aparece em Begins e TDK porque a franquia mostra os primeiros anos do Batman em ação (pelo menos essa é o motivo "oficial").

 

 

leoJoker2008-06-09 11:00:32

Share this post


Link to post
Share on other sites
Olha' date=' sinceramente, podem até tacar pedra em mim, mas acho que seria interessante sim ver um Robin sob a direção do Nolan. Aliás, seria a única chance de ver esse personagem em uma roupagem decente. Querendo ou não, o Robin é parte integrante e importante na mitologia do Morcego... o Robin existe antes mesmo do Coringa (não vamos entrar no mérito do pq da criação).

O problema é que além das piadas, ficou o trauma de Batman & Robin de 1997.

Aí o pessoal fica com o pé atrás.

KSYVICKIS


O Robin faz parte da mitologia do Batman sim. Porém, ele não aparece em Begins e TDK porque a franquia mostra os primeiros anos do Batman em ação (pelo menos essa é o motivo "oficial").
[/quote']

 

Isso eu concordo e aceito até, se realmente é assim está certo. Mas se ela faz parte, acho interesssante mostrá-lo de uma maneira decente sim, e pelo que vimos em begins e nesse próximo ele teria inteligência para fazer isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 SOTO, O FANFARRÃO DE SEMPRE06.

 Quanto ao Robin, acho q ele deve aparecer, mas não num 3º filme. Fechem a trilogia com o Batman solo, pessoalmente acho melhor. Quanto ao visual, já postei a linha q acho q deve seguir, mas posto d novo.

Jason_Todd_Hush4.jpg

 Subtraindo as armas, e trocando o sobretudo por uma capa.

 

 E aquela imagem q postaram, seria a Arlequina perfeita para os filmes do Nolan. Eu já disse, e repito, sou a favor do retorno do Coringa, em q ela apareceria.

 Valeu16
Questão2008-06-09 12:23:17

Share this post


Link to post
Share on other sites

06060606

batcão 16

 

não agora a serio eu tambem sou daqueles que gostaria de ver o robin nas maos do nolan acho que seria muito interessante e estou de acordo com aquilo que alguem disse (aborrece-me voltar atras para ver quem foi 13) que o robin devia aparecer apenas num filme e depois tornar-se nightwing e ai sim poderiamos ter um filme do nightwing a solo com o mesmo actor e a mesma proposta realista.

 

Embora eu gostasse que isso acontecesse definitivamente nao seria no 3.º filme mas sim possivelmente num quarto

 

acrescentando uma imagem do uniforme do robin que eu gosto

 

120px-153341-tim-drake_400.jpg
_squall__2008-06-09 12:32:52

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ok ok... O tópico realmente tá ficando animado! Ainda mais com os retornos do Grande Régis PN e do Grande Linck, e a participação feminina da Bárbara 'Ksyvickis'. 10

 

E como o mundo anda em círculos, cá nós aqui outra vez discutindo o Robin. Então vamos lá:

 

Sou do time que é a favor da aparição do Robin, e como já disseram, o Nolan talvez seja o único diretor capaz de retratá-lo de uma forma decente. E como já disse antes, para o Robin funcionar nessa franquia, ele não deve morar com o Wayne, porque além das piadinhas maldosas, isso evitaria a constatação do óbvio: Wayne adota um protegido = Batman com novo parceiro. E como já disse, o povo de Gotham não é tão burro e cego quanto o de Metrópolis.

 

Mas convenhamos, nada de uniforme vermelho com capa amalera, né? Gostei daquele com o sobretudo, mas eu manteria o sobretudo, sendo preto. E quanto à idade, realmente um pivete não daria conta numa luta corpo a corpo com um capanga bruta-montes. Seria algo em torno dos 18 anos.

 

Mas como o Nolan já tem um arco de histórias bem defenido para os 3 filmes, sou a favor da aparição do Robin num possível quarto filme, mas nada impediria que Dick Graysson já fosse introduzido no terceiro filme, com a morte de sua família no final do filme.
Alexander_Bell2008-06-09 12:52:46

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ah, bacana... então já teremos 3 filmes.. Não vejo a hora de de TDK, e torço para que seja tão bom quanto begins... Hoje meu filme preferido.

Sei que o debate sobre o Robin está bom, mas alguém pode me responder aquela questão do coringa e a palhaçinha??

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Poderiam deixar uma ponta parecida com a q foi deixada na minisserie "BATMAN E O MONGE". Por exemplo, no final do 3º filme, Wayne esta lendo o jornal, e há um anuncio" CIRCO HALY CHEGA SEMANA QUE VEM A CIDADE".

VALEU16
Questão2008-06-09 13:02:23

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu gostei do q vc disse Bell, mas eu não vejo problema no Robin morar com o Wayne não.

 

 

 

Se desde sempre ele morou na mansão Wayne, pq mudar isso? Vc mencionou sobre a questão do povo de Gothan desconfiar, bom, até agora nas hq´s isso não aconteceu, então pq criar essa questão na nova franquia? Coloca o muleque lá que com as mãos do Nolan ficará interessante ver (ao menos eu espero q fique legal mesmo nas mãos do Nolan, q conforma já disse, apesar de confiar na direção dele, não boto a minha mão no fogo não)

 

 

 

E cá entre nós heim, tem alguém nesse fórum q realmente se importa com as piadinhas do Batman?? 09.gif

 

Mesmo se o Batman fosse gay, ele ainda seria um baita de um herói.

 

 

 

 

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eu gostei do q vc disse Bell' date=' mas eu não vejo problema no Robin morar com o Wayne não.

Se desde sempre ele morou na mansão Wayne, pq mudar isso? Vc mencionou sobre a questão do povo de Gothan desconfiar, bom, até agora nas hq´s isso não aconteceu, então pq criar essa questão na nova franquia? Coloca o muleque lá que com as mãos do Nolan ficará interessante ver (ao menos eu espero q fique legal mesmo nas mãos do Nolan, q conforma já disse, apesar de confiar na direção dele, não boto a minha mão no fogo não)

E cá entre nós heim, tem alguém nesse fórum q realmente se importa com as piadinhas do Batman?? 09.gif
Mesmo se o Batman fosse gay, ele ainda seria um baita de um herói.



[/quote']

 

bem, eu me importaria muito, pq ai o uniforme dele seria de outra cor q nao a preta..06
Jorge Soto2008-06-09 13:09:01

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tenho muita curiosidade em saber qual a visão do Nolan para a (rica) mitologia do Robin.

 

Mas, confesso que tenho ainda mais vontade de ver o personagem em um filme dos Titãs, já como Asa Noturna, mostrando em poucos flashbacks o treinamento com o Batman.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ah! Soto, só vc viu...qta maldade nesse seu coração, menino mal, muito mal.

 

 

 

E quem vê pensa q vc se importa com isso...vc é o q mais zoa o morcegão... 06.gif06.gif

 

 

 

Eu vou lá ficar preocupado com a sexualidade do Wayne, o Batman é o meu herói preferido, independente de qq coisa.

 

 

 

Agora q eu vou ser taxado de fazóide mesmo... 06.gif06.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Então Bárbara minha linda, até o momento não surgiu nenhuma informação a respeito disso, ninguém asbe se o Coringa irá aparecer novamente num possivel futuro filme do Batman.

 

Na minha opinião, tudo irá depender da opinião das pessoas, se o povo gostar desse Coringa, acho q veremos o palhaço num futuro filme sim (independente da morte do Ledger pq pra mim ele pode ser substituido numa boa).

 

 

 

Agora tem pessoas q discordam disso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

Agora tem pessoas q discordam disso.

 

Eu por exemplo... hauhauahua.

 

Se a performance do Ledger foi tão boa como se anda especulando, eu não colocaria o Coringa de forma direta no próximo filme. Somente o citaria. E acho que é mais ou menos isso que o Nolan fará.

 

Ainda sobre Robin, concordo com o que muitos falaram aqui: não há momento melhor para o Robin entrar na franquia, sob a tutela do Nolan. Mas... não sei se o próprio Nolan pensa assim.

 

Aliás, tem muita gente já falando em quarto filme... olha, pra mim a trilogia está de bom tamanho. Depois do terceiro filme, deixe o morcego descançar. Tem ainda a grande gama da DC pra fazer estréia no cinema.

 

Por mim, depois da trilogia Nolan, Batman novamente só no filme da Liga....

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O problema leoJoker é q a marca Batman é umas das mais rentáveis da DC/Warner, então pode esperar por vários filmes do Batman viu, duvido q eles ficaram apenas nesses três.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...