Jump to content
Forum Cinema em Cena
Administrator

Carros

Recommended Posts

Ar manual = Você liga ele e , em geral , tem 3 ou 4 velocidades .

Ar Automático = Você regula a temperatura desejada no interior do veículo seja através de um disco semelhante ao manual onde estão as marcações com as diversas temperaturas (ex: Marea) ou através de botões de + e - e um visor digital ( a maioria dos outros)  .

No caso do Picasso , um visor verde ( eu acho ) no caso das MBs , LCD .

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Ar manual = Você liga ele e ' date=' em geral , tem 3 ou 4 velocidades .

Ar Automático = Você regula a temperatura desejada no interior do veículo seja através de um disco semelhante ao manual onde estão as marcações com as diversas temperaturas (ex: Marea) ou através de botões de + e - e um visor digital ( a maioria dos outros)  .

 

 
[/quote']

 

e qual a sua opinião sobre isso? para trocar o ar manual pelo automático, e colocar acendedor automático nos faróis e limpador de pára-brisas automático ficará mil e quinhentos a mais (já no preço que passei...)
Thiago Araujo2008-11-10 14:22:32

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tudo depende de quanto você curte parafernálias eletrônicas . Eu , por exemplo , curto o ar automático mesmo sabendo que é uma frescura , mas não dou bola para sensor de chuva ou acendimento automático de faróis .

Apenas tenha em mente que no dia em que você for vender o carro , você não irá recuperar o valor dos acessórios .

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tudo depende de quanto você curte parafernálias eletrônicas . Eu ' date=' por exemplo , curto o ar automático mesmo sabendo que é uma frescura , mas não dou bola para sensor de chuva ou acendimento automático de faróis .

Apenas tenha em mente que no dia em que você for vender o carro , você não irá recuperar o valor dos acessórios .

 

 
[/quote']

 

é que já que vou pagar um preço que para as minhas condições é caro, que tenha pelo menos umas 'frescurinhas'...06 o que não dá para entender é o Polo (R$ 43000,00) ter ar condicionado mas não tem vidro elétrico...que critério besta...06

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uma coisa que acho legal na Citröen e que a maioria das outras montadoras faz uma econonia porca é ter o vidro elétrico nas quatro portas . Geralmente os populares só tem vidros elétricos na frente e manual atrás .

Outra coisa legal no C3 é sua direção , que não é hidráulica e sim elétrica , muito mais leve .

Aliás , minha filha mais velha já "avisou" que quer um C3 quando fizer 18 .

Mas em termos de design puro eu acho o Punto , com aquela frente imitando Maseratti , mais bonito .

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Uma coisa que acho legal na Citröen e que a maioria das outras montadoras faz uma econonia porca é ter o vidro elétrico nas quatro portas . Geralmente os populares só tem vidros elétricos na frente e manual atrás .

Outra coisa legal no C3 é sua direção ' date=' que não é hidráulica e sim elétrica , muito mais leve .

Aliás , minha filha mais velha já "avisou" que quer um C3 quando fizer 18 .

Mas em termos de design puro eu acho o Punto , com aquela frente imitando Maseratti , mais bonito .

 

 

 
[/quote']

 

Ai que tá pegando...06 do resto, nem se compara...11

Share this post


Link to post
Share on other sites

Thiago , nunca se esqueça que você passa a maior parte do tempo dentro do carro e não olhando para ele .

Comprar um carro apenas por aparência considero um desejo insano por status

 

Status é você comprar algo que não precisa , com um dinheiro que você não tem para impressionar quem você não gosta 06

Share this post


Link to post
Share on other sites
Thiago ' date=' nunca se esqueça que você passa a maior parte do tempo dentro do carro e não olhando para ele .

Comprar um carro apenas por aparência considero um desejo insano por status

 

Status é você comprar algo que não precisa , com um dinheiro que você não tem para impressionar quem você não gosta 06
[/quote']

 

é...tô pensando muito no conforto, só por isso me sinto atraído ainda pelo C3, pois esteticamente ele parece muito feminino...0806

 

Não é o meu caso, pois se não já tinha trocado o meu 'poizé' faz tempo...06 falando sério, não vejo isso como 'status' não, é porque acho bonito kct...06 se preocupasse com 'status' tinha namorado uma pessoa que não me interessei sentimentalmente por causa disso...06

mas vou fazer 'test-drive' em todos esses carros aí, no qual eu sentir mais vontade vou levar...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Putz... com tantos comentários a favor tenho que começar a cogitar novamente o C3 ' date=' pelo que ele oferece está bem mais barato que o Polo e o Punto...

por R$ 46.000,00 pego um C3 XTR 1.4 8V (aquela que parece a versão 'off-road'), air-bag motorista e passageiro, vidro elétrico nas quatro portas, Ar condicionado automático; Faróis com acendimento automático e Limpadores de pára-brisas com acionamento automático.  retrovisores com regulagem elétrica...bla-bla...

 

Qual a diferença de ar condicionado manual e e automático??? é bobagem??? não ligo muito para essas coisas, mas já que vou pagar um preço um pouco elevado para um carro acho que tenho que ter um pouco de conforto...

 

 
[/quote']

 

EEEEEEEEEEEEEE... Agora sim!!! Tá vendo... Só pesquisar e perguntar que sai ganhando... Não ira se arrepender... 03

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ford Fiesta Sedan de nova geração nasce na China

Verve Notchback, que apareceu primeiro no Salão de Guangzhou, deu origem ao novo sedã compacto da Ford

(18-11-08) - O sedã do Ford Fiesta de nova geração apareceu há pouco menos de um ano atrás. Chamado na época de Verve Notchback, o modelo estreou no Salão de Guangzhou, na China. Nada mais natural do que o modelo de produção em série também ser mostrado no país asiático, que promete ser um dos maiores mercados da Ford no mundo. E um que, neste momento difícil para a empresa no exterior, pode significar sua sobrevivência.Há poucas informações oficiais sobre o modelo. A bem da verdade, só temos as fotos oficiais, alguns locais de produção (China, Tailândia e México, de onde ele será exportado para os EUA) e a noção de que ele usará “tailored blanks” em sua carroceria. Esse sistema, já usado no VW Polo, utiliza espessuras diferentes de chapas de aço para reforçar a segurança e diminuir o peso do veículo.

Quanto à motorização, o mais provável é que ela seja a mesma que já está no Fiesta europeu, ou seja, quatro motores a gasolina (1,25-litro, 1,4-litro, 1,6-litro e 2-litros, da família Duratec, respectivamente com 75 cv, 80 cv, 100 cv e 150 cv) e dois a diesel (1,4 e 1,6-litro, com 68 cv e 90 cv). A Ford, de todo modo, já adianta: nada de Fiesta Sedan no mercado europeu. O Velho Continente não é muito fã de sedãs pequenos.

Como já adiantamos, existe a possibilidade de o carro ser feito no Brasil, tese reforçada pelo anúncio de investimentos em Taubaté, que fabricará no país os motores Sigma. Na Europa, eles têm quatro opções de capacidade volumétrica: 1,25 litro de 73 cv, 1,4 litro de 88 cv, 1,6 litro com 125 cv e 1,7 litro com 152 cv. Caem como uma luva como opção para o novo carro. Os retrovisores e o volante do novo Fiesta, como você já sabe, também já estão sendo fabricados por aqui.

Como o que chega à China costuma chegar rápido aqui, esperemos que a nova geração do Fiesta venha, no máximo, até 2010, data estimada para ele começar a ser vendido nos EUA.

abre-Fiesta-Sedan.jpg 1-Fiesta-Sedan_pequeno.jpg 2-Fiesta-Sedan_pequeno.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Presidente da Ford adverte para efeito dominó de falência de montadora

NOVA YORK (AFP) - O presidente da Ford, Alan Mulally, advertiu nesta terça-feira os parlamentares americanos para os efeitos devastadores da falência de uma das maiores montadoras de carros americanas, devido a um efeito dominó com conseqüências consideráveis no emprego.

"A quebra de um dos nossos concorrentes teria um efeito devastador em todas as montadoras e concessionárias", alertou Mulally, citando um estudo realizado pelo instituto CAR.

 

Até três milhões de empregos poderiam ser afetados, ressaltou Mullaly pouco antes de sua audiência na comissão dos assuntos bancários do Senado.

 

Tal falência significaria "uma perda anual de 150 bilhões de dólares em termos de salários e de 60 bilhões de dólares em termos de impostos", destacou.

 

"Nossa indústria é muito interdependente, particularmente para nossos fornecedores (...) A Ford sentiria os efeitos da falência de uma das montadoras nacionais em poucos dias, talvez até em poucas horas", alertou.

 

As três principais construtoras automobilísticas americanas defenderam um aumento da ajuda federal ao setor, que já prevê uma verba de 25 bilhões de dólares. Esta soma, porém, ainda não foi desbloqueada.

 

Mulally lembrou que o setor automobilístico representa cerca de 4,5 milhões de empregos diretos e indiretos nos Estados Unidos. "Peço a vocês que considerem nossa demanda não como procedente de empresas separadas, mas como procedente de uma indústria e de uma economia no sentido mais amplo do termo".

 

Horas antes, o presidente da Chrysler, Robert Nardelli, disse que sem uma ajuda "imediata" do governo federal, o grupo não terá um nível de liqüidez suficiente para prosseguir com suas funções normais.

 

"Se não houver um apoio financeiro imediato, a liquidez da Chrysler poderá cair abaixo do nível exigido para poder garantir nossas atividades normais", revelou Nardelli à comissão do Senado.

 

No início do mês, a General Motors avisou que o grupo poderá ficar sem liquidez no primeiro semestre de 2009.

Share this post


Link to post
Share on other sites

>
>
Fechar?

Isso é estratégia para conseguir ajudar do governo..
Sabem que o Lula esta financiando a galera..

Quem é que não quer dinehiro a juros baratíssimos??

13

 

Putz...06

 

 

Alias, a GM tá sendo oportunista, há muito tempo já tá 'ruim das pernas' e tá aproveitando essa crise mundial para pedir ajuda ao governo...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Faróis xenônio com os dias contados

 

Eles facilitam a visibilidade para quem os possui, mas ofusca a visão de quem está de encontro a eles. Os faróis de gás xenônio, populares "xenon", estão com os dias contados nas ruas brasileiras. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) editou uma série de medidas para evitar que a "guerra de luzes" se transforme em acidentes e vítimas. A partir de 1º de janeiro de 2009, serão exigidos uma série de equipamentos mais sofisticados para que seja permitido circular com este tipo de farol.

 

Segundo a resolução 294 do Contran, só poderão rodar com faróis de xenônio os carros que tiverem um sistema que regula a altura das lâmpadas quando há desnível na pista ou sobrecarga do porta-malas. A regulagem da altura das lâmpadas impede que o facho de luz do farol suba e ofusque outros motoristas. Também passarão a ser obrigatórios os limpadores de farol, para que uma possível sujeira não mude a direção da luz.

 

Na prática, quem instalou os faróis de xenônio provavelmente terá que tirá-los, como aconteceu há poucos meses com os engates, que também viraram mania nacional. Segundo o Contran, quem desrespeitar a norma, considerada como infração grave, estará sujeito à multa de R$ 127 e retenção do veículo.

KSYVICKIS2008-12-04 23:03:12

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...