Jump to content
Forum Cinema em Cena

Battlestar Galactica


leoff
 Share

Recommended Posts

B00064AFBE.01._PE33_.Battlestar-Galactica-2003-Miniseries._SCLZZZZZZZ_.jpg

Alguém mais assiste?

Battlestar Galactica é a nova versão da popular série homônima de 1978 (nitidamente inspirada em Star Wars) que só durou uma temporada, o que de certa forma ajudou a aumentar seu caráter mítico. A nova versão começou como uma mini-série de 3 horas lançada pelo Sci-Fi Channel em 2003. Criada por Ronald D. Moore, roteirista especializado em sci-fi e com passagem em Star Trek, Battlestar Galactica virou série no ano seguinte e já se encontra na 2a. temporada. Sucesso de crítica e público, ainda que mais restrita se comparada a mega-sucessos como 24 Horas e LOST, uma terceira já está garantida. Aqui no Brasil a mini-série já passou no Telecine Premium e Universal Channel. A partir da próxima terça, 10 de janeiro, passará em capítulos a partir das 22:00 hs no TNT. Falando em TNT, o canal já passou a 1a. temporada, que deverá ser reprisada após a mini-série, servindo de aquecimento para o inédito segundo ano.

Battlestar Galactica se passa numa galáxia habitada por 12 colônias humanas. Estas criaram os cylons (ou cilônios), robôs com inteligência artificial que se rebelaram contra seus mestres. Após anos de intensa batalha, os cylons se renderam e partiram para outro planeta. A mini-série começa 40 anos depois, quando a Battlestar Galactica, última astronave remanescente da guerra contra os cylons, está para ser aposentada. Porém os cylons fazem um ataque surpresa às 12 Colônias que extermina quase toda a população.

O Com. William Adama (Edward James Olmos), da Battlestar Galactica, assume o comando militar da resistência. No lado político, Laura Roslin (Mary McDonnel), secretária de cultura, relutantemente assume a Presidência das 12 Colônias. Derrotados, aos humanos sobreviventes só resta fugir para um novo lar, uma suposta 13a. Colônia há muito perdida chamada "Terra". Os cylons, porém, não terminaram. Eles criaram novos modelos capazes de imitar perfeitamente os humanos que se infiltraram dentre os sobreviventes. A destruição das colônias foi só o primeiro passo. Como diz a abertura da série: "Eles têm um plano". Mas qual?  

Partindo de uma premissa básica na ficção-científica, a luta Homem X Robô, Battlestar Galactica vai muito mais longe e se transforma no mais interessante sci-fi em muitos anos. Na verdade, o lado sci-fi é só a desculpa para contar histórias atemporais e outras nem tanto, mas em sintonia com o mundo pós 11 de setembro. A série aborda vários temas espinhosos da política e religião. A própria diáspora dos humanos rumo a uma Terra Prometida tem óbvio cunho religioso, ressaltado mais para o fim da 1a. temporada, quando elementos místicos aparecem. O embate entre o Com. Adama e a Pres. Roslin enfatiza a eterna disputa entre os poderes político e militar, sempre desconfiados um do outro mas igualmente dependentes. Os cylons disfarçados de humanos tornam todos suspeitos, aumentando o temor e paranóia de atentados. Ainda não explicado, há o elemento religioso: humanos rezam para as 12 divindades Greco-Romanas, enquanto os cylons se dizem escolhidos por Deus e que só cumprem seu desejo.

Contando com um elenco afiado, encabeçado por Edward James Olmos (Blade Runner e a série Miami Vice) e Mary McDonnel (Dança com lobos) e roteiros inteligentes, Battlestar Galactica é uma rara série de ficção-científica que enfatiza o desenvolvimento de personagens em vez do tecnicalismo científico que torna enfadonhas tantas séries do gênero.

leoff38725.4511689815
Link to comment
Share on other sites

  • Replies 194
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

  • 2 months later...
  • 1 month later...

Assistam. Sério. Já vi a Minisérie que deu origem (um filme com tres

horas de duração) e o primeiro episódio da primeira temporada. Eu, que

nem gosto muito de sci-fi, já virei fã. Quem curte então, vai gozar nas

calças.

 

Quem quiser, me procura, que eu digo como conseguir.

 

Link to comment
Share on other sites

Nunca vi nenhum episódio, mas estou louco pra ver, Cavalca. Ainda mais que soube que Lucy Lawless entrará para o elenco na terceira temporada. Detalhe: sou tão fanático por ela que assisti às 6 temporadas completas de Xena, a Princesa Guerreira e ainda aguentei assistir ao péssimo filme Locusts. smiley9.gif

Link to comment
Share on other sites

Poxa gente, agora fiquei emocionado. Finalmente alguém que assista a uma das melhores séries da atualidade. Melhor apenas se vcs tivessem postado no tópico que eu criei.  smiley9.gif

Link: http://www.cinemaemcena.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=100 42&KW=battlestar+galactica

E Cavalca... vc não viu nada. A série só melhora depois disso. O motivo de vc gostar da série é que no fundo BG não é sci-fi, é uma história de temas universais passada no futuro. Já estou no quarto eps. da segunda temporada; a TNT está passando a série às terças 23:00 e reprisa às 18:00 de sábado. E em maio a Universal lança aqui a primeira temporada em DVD.

leoff2006-4-15 8:42:2
Link to comment
Share on other sites

Nunca vi nenhum episódio' date=' mas estou louco pra ver, Cavalca. Ainda mais que soube que Lucy Lawless entrará para o elenco na terceira temporada. Detalhe: sou tão fanático por ela que assisti às 6 temporadas completas de Xena, a Princesa Guerreira e ainda aguentei assistir ao péssimo filme Locusts. smiley9.gif [/quote']

Também fiquei com vontade de ver, pelos comentários aqui no tópico.

Link to comment
Share on other sites

Assisti até o 1x11. A série deu uma pequena esfriada no "miolo" da

temporada. Espero que melhore nesses dois últimos episódios. Se bem que

nesse último epi. que eu vi, o Tom Zach apareceu de novo. Já é um dos

meus personagens favoritos.

 

E tá todo mundo falando hiperbem da segunda temporada. Tô animadão. e.gife.gif

 

Link to comment
Share on other sites

A cena do retorno dele me lembra muito uma cena de um certo clássico do cinema' date=' mas não sei se é intencional. Depois de assistir vamos ver se vc concorda comigo.[/quote']

Bah cara...nem me liguei. Qual filme?

O Poderoso Chefão. A cena em que o Robert Duvall conta ao Marlon Brando que o filho dele morreu. O Olmos tá bem parecido com o Brando, meio acabado, sentindo que há algo errado e por isso pede ao Tigh pra saber o que estava acontecendo e o Tigh só enrolando, precisando beber pra criar coragem e dar a notícia.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...