Jump to content
Forum Cinema em Cena

Homem de Ferro 2


joao_spider
 Share

Recommended Posts

  • Replies 532
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

O filme é o Tony Stark. Só vale a pena assistir por causa do Robert Downey Jr.

 

Assistir esse filme no cinema é uma maneira divertida de passar o dia. Mas, fora isso, é totalmente esquecível, ao contrário do ótimo primeiro filme, que debatia algumas questões importantes, como a indústria das armas.

 

O plot aqui : o vilão quer se vingar do Stark por causa da indústria do pai do Tony, que causou a desgraça da família dele. De resto, o vilão não tem grandes falas ou cenas, se sustentando basicamente no charme do Mickey Rourke.

 

O outro vilão até que é mais elaborado e o Sam Rockwell tá bem. Embora esse tipo de vilão tenha sido recorrente no cinema americano recente.

 

Scarlett apagadíssima ! Só brilha nas poucas cenas de ação (a do boxe e quando tem que lutar contra vários seguranças). Nem cumpre a função de personagem sexy que as fotos de divulgação sugerem que a personagem tem.

 

O personagem do Don Cheadle é a decepção do filme ! Fica o tempo todo querendo dar lição de moral no Tony e às vezes é obrigado a lutar contra ele. Mas fica meio idiota, ele roubar uma armadura e entregar de bandeja para o inimigo (mesmo sem a intenção de prejudicar o Tony).

 

O Jon Fravreau (diretor e também ator) é que tá bem como alívio cômico em várias cenas.

 

A personagem da Gwyneth é menos desenvolvida aqui do que no primeiro filme. No primeiro filme, a Pepper Potts tem várias cenas onde vemos que ela tem um amor platônico pelo chefe. Já neste filme, ela simplesmente vira uma pessoa que tem que assumir as responsabilidades do Tony e consertar as besteiras que ele faz, fora que o fato de ter sido nomeada C.E.O da Stark faz com que ela passe quase o filme todo brigando com o Tony.

 

Só no final é que a personagem dá uma melhorada, enfrentando o Hammer.

 

A batalha final entre o Tony e o Vanko é muito rápida ! Muito inferior ao clímax do primeiro filme.

 

Se tiver que comparar este com o primeiro filme.

 

Primeiro filme : feito pra contar uma história e pra ganhar dinheiro.

 

Segundo filme : feito só pra ganhar dinheiro e para promover o filme "Os Vingadores".

 

 

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

Tony Stark (Robert Downey Jr.) é um

personagem incrivelmente carismático. Sarcástico e narcisista ao

extremo, ele não hesita em soltar suas tiradas hilariantes nem mesmo

nas situações mais delicadas, na frente de senadores ou, pior ainda,

quando tenta se desculpar com a mulher que ama. Mesmo não concordando

com algumas de suas decisões, jamais conseguimos deixar de achar graça

diante da atitude (algumas vezes até egoísta) com que o cara encara a

vida e os outros ao seu redor. Mal podendo conter seu prazer em ser

idolatrado pela multidão agora que todos sabem que ele é o Homem de

Ferro, Stark desfruta de uma vida fácil regada a muitas festas e

bastante dinheiro. Mas nem tudo são rosas e Stark se vê pressionado

pelo governo a ceder a tecnologia militar que envolve sua armadura,

além de descobrir que o paládio em seu peito o está entoxicando. Para

piorar, o russo Ivan Vanko (Mickey Rourke) surge como o vilão Chicote

Negro disposto a destrui-lo de qualquer maneira.

Mantendo

sempre o ritmo frenético (os diálogos sempre obedecem uma dinâmica

rápida que pode fazer o expectador menos atento se perder), o diretor

Jon Favreau consegue se superar nesta sequência, agora que já

conhecemos o protagonista e suas origens o filme não perde tempo e logo

estabelece na primeira cena o surgimento do vilão interpretado por

Mickey Rourke. Recheado de sequências de ações empolgantes, como a que

acontece em Mônaco, o filme ainda assim decepciona um pouco em sua

sequência final, que surge apressada e não dá a devida duração ao

combate final.

Ainda

assim a Marvel brinda os fãs com referências agora escancaradas ao seu

Universo e deixa claro os rumos que aquilo tudo está seguindo. Basta

dizer que Nick Fury (Samuel L. Jackson) e sua agência S.H.I.E.L.D.

participa ativamente da narrativa desta vez, principalmente através das

ações da agente Natasha Romanoff (Scarlett Johansson, meu sonho de

consumo), vulga Viúva Negra (o filme jamais cita os codinomes dos

personagens dela e de Rourke, o que se revela apropriado). Além disso,

as aparições de dois objetos icônicos do Universo Marvel nos

quadrinhos, um no meio do filme e outro numa cena pós-créditos (não

saia do cinema sem conferir!), certamente farão os fãs explodir em

êxtase.

No

campo das atuações, Don Cheadle encontra mais espaço para seu

personagem e se sai melhor do que seu antecessor Terrence Howard,

Gwyneth Paltrow estabelece uma química interessante com o protagonista,

tendo que atuar como babá de Stark por diversas vezes, Mickey Rourke se

sai razoavelmente bem, apesar de flertar diversos momentos com o

caricato (seu grito no início do filme é um momento meio

constrangedor!), Scarlett Johansson (ai ai...) aproveita sua

sensualidade de forma apropriada para estabelecer sua personagem,

enquanto que Jon Fraveau (sim, o diretor do filme!) empresta seu

talento cômico ao agradável Happy (que nome!Hahaha). Samuel L Jackson

utiliza sua persona motherfucker para dar força à Nick Fury mesmo tendo

pouco tempo em cena e Sam Rockwell cria um tipo canalha estúpido

incrivelmente divertido. Isso sem falar da sempre inspirada ponta de

Stan Lee.

Mas

o destaque do filme, como não poderia deixar de ser, é Robert Downey Jr

e seu fascinante protagonista. Fosse interpretado por algum ator menos

talentoso, provavelmente sentiríamos antipatia por Tony Stark por

reprovarmos sua conduta. Mas o carisma com que Downey Jr o encarna é

tamanho que o expectador não deixa de torcer por ele e se divertir com

suas tiradas nem mesmo em seus momentos mais decadentes, como na cena

onde surge bêbado usando sua armadura durante uma festa (Aliás, a

relação de Stark com a bebida é insinuada de forma cada vez mais clara,

o que a julgar pelos quadrinhos pode significar que este será o rumo

que o arco dramático do personagem irá tomar na franquia futuramente).

Ainda

que eu tenha minhas ressalvas quanto ao projeto Vingadores, devido à

diferença de tom de narrativa entre a história de Thor e os outros, não

posso negar que a Marvel vem tecendo a teia toda de forma brilhante até

aqui. Vamos torcer para que continue assim.

 

 

 

Fonte:

http://bodeganerd.blogspot.com/2010/05/corleone-pipocas-bar-em-cartaz-02-homem.html

FelDias2010-05-08 10:26:12

Link to comment
Share on other sites

Diversão apenas um tiquim superior ao 1º filme, e até um pouco arrogante e megalomaníaca qto o playboy Tony Stark. O primeira metade é melhor q o resto, prometendo explorar a relação de celebridade do personagem do Downey Jr (q nasceu cinico pro papel) qto sua caidinha pela manguaça. Mas depois a narrativa fica convencional, óbvia e previsivel, exagerando no corre-corre básico. Destaque pro GP de Mônaco e pras atuações do Rockwell, Rourke e Downey Jr, estes dois últimos definitivamente dando a volta por cima. Cheadle entra mudo e sai calado. Paltrow e Johanson apenas transitam aqui e ali pra não deixar duvidas qto à masculinidade dos personagens, q passam boa parte se pegando pra ver quem tem biláu maior, no caso, trabucos. E Jackson cumpre sua ponta pavimentando terreno pro filme dos Vingadores. Enfim, um filme feito mais pra nerds/fãs (como eu!) pelas trocentas referencias ao mundo Marvel (escudo do Capitão América e o martelo de Thor, por ex), além de q quem não viu o 1º vai ficar totalmente boiando.

Link to comment
Share on other sites

Diversão apenas um tiquim superior ao 1º filme' date=' e até um pouco arrogante e megalomaníaca qto o playboy Tony Stark. O primeira metade é melhor q o resto, prometendo explorar a relação de celebridade do personagem do Downey Jr (q nasceu cinico pro papel) qto sua caidinha pela manguaça. Mas depois a narrativa fica convencional, óbvia e previsivel, exagerando no corre-corre básico. Destaque pro GP de Mônaco e pras atuações do Rockwell, Rourke e Downey Jr, estes dois últimos definitivamente dando a volta por cima. Cheadle entra mudo e sai calado. Paltrow e Johanson apenas transitam aqui e ali pra não deixar duvidas qto à masculinidade dos personagens, q passam boa parte se pegando pra ver quem tem biláu maior, no caso, trabucos. E Jackson cumpre sua ponta pavimentando terreno pro filme dos Vingadores. Enfim, um filme feito mais pra nerds/fãs (como eu!) pelas trocentas referencias ao mundo Marvel (escudo do Capitão América e o martelo de Thor, por ex), além de q quem não viu o 1º vai ficar totalmente boiando. [/quote']

 

 

"Enfim, um filme feito mais pra nerds/fãs (como eu!) "

definitivamente um filme não feito pra nerds/fãs.

é um filme comercial q visa a maior fatia possivel de jovens compradores de bilhetes.

vou deixar pra ver o filme daki a 2 ou 3 fins-de-semana, pq é mta favelation no cinema aki. kero q fique bem vazia a sala.
Link to comment
Share on other sites

Diversão apenas um tiquim superior ao 1º filme' date=' e até um pouco arrogante e megalomaníaca qto o playboy Tony Stark. O primeira metade é melhor q o resto, prometendo explorar a relação de celebridade do personagem do Downey Jr (q nasceu cinico pro papel) qto sua caidinha pela manguaça. Mas depois a narrativa fica convencional, óbvia e previsivel, exagerando no corre-corre básico. Destaque pro GP de Mônaco e pras atuações do Rockwell, Rourke e Downey Jr, estes dois últimos definitivamente dando a volta por cima. Cheadle entra mudo e sai calado. Paltrow e Johanson apenas transitam aqui e ali pra não deixar duvidas qto à masculinidade dos personagens, q passam boa parte se pegando pra ver quem tem biláu maior, no caso, trabucos. E Jackson cumpre sua ponta pavimentando terreno pro filme dos Vingadores. Enfim, um filme feito mais pra nerds/fãs (como eu!) pelas trocentas referencias ao mundo Marvel (escudo do Capitão América e o martelo de Thor, por ex), além de q quem não viu o 1º vai ficar totalmente boiando. [/quote']

 

 

"Enfim, um filme feito mais pra nerds/fãs (como eu!) "

definitivamente um filme não feito pra nerds/fãs.

é um filme comercial q visa a maior fatia possivel de jovens compradores de bilhetes.

 

mas não é td mundo q vai sacar e perceber as varias referências q o filme joga ali e ali durante td o tempo de duracao da pelicula..03
Link to comment
Share on other sites

Tão divertido quanto o primeiro filme. Talvez este tenha a vantagem de dar uma ameaça maior para o Homem de Ferro. Vanko faz um tipo muito mais ameaçador do que o inimigo anterior e Mickey Rourke dá este escopo com o pé nas costas. Hammer, pelo contrário, é só um almofadinha com o rei na barriga... mas serve com um ótimo contraponto a Tony Stark, um Stark loser.

 

Downey Jr. segue carregando o filme nas costas... o que qualquer ator menos tarimbado transformaria em arrogância, ele transforma em carisma... como a cena do depoimento ao Senado. Ok... o drama com o paládio é fraquinho, fraquinho... mas abre espaço para as patéticas/hilárias cenas de crise de Stark (onde mais uma vez o que poderia ser aborrecido fica divertido com o talento do ator).

 

PS: Depois desta sequência de Mônaco fica claro que tá na hora de Hollywood produzir um filme fodão sobre automobilismo (com o Stallone longe, por favor...)...
Link to comment
Share on other sites

Minha única implicância nesse filme é com o bocó do Don Cheadle, q faz o tal “Maquina de Combate”. Ta certo q o roteiro não ajuda a desenvolver sua persona pois ele ta lá so pra ser o “brother” do Tony Stark, mas meu, q atorzinho mais inexpressivo! O cara é uma versão afro de Steven Seagal; tem o dom de dizer “baby, eu te amo!” e “meu deus, estou morrendo!”com a mesmissima expressão!!! Nesse quesito o Terence Howard tinha mto mais presença, e teria valido apena pagar o qto pedia pra voltar pro papel e não colocar esse outro negão, q tem a eterna cara de vira-lata passando fome.

 

Link to comment
Share on other sites

Ah' date=' ela é feinha, vá. Aquele nariz, sei não [/quote']

Incrível como os conceitos de beleza das mulheres diferem dos nossos, não? Rsrsrs

 

Ainda bem já que não acho homem nenhum bonito. 06

 

Gostei do filme, pena que achei alguns personagens pouco desenvolvidos incluso o da Viuva Negra e Chicote. Depois eu comento com mais detalhes.
Link to comment
Share on other sites

Pra mim Potts é a mulher sexy do filme.

 

O que o Raziel postou é verdade. 06

 

A Potts é sexy???0906

 

Caramba Gwyneth Paltrow já esteve mais bonita inclusive no outro filme. Neste parece que ela fez uma plástica já que seu rosto está super estranho parece muito botox e o corpo prefiro não comentar. 06
Link to comment
Share on other sites

 

 

 

 

 

 

Pra mim Potts é a mulher sexy do filme.

 

O que o Raziel postou é verdade. 06

 

A Potts é sexy???0906

 

Caramba Gwyneth Paltrow já esteve mais bonita inclusive no outro filme. Neste parece que ela fez uma plástica já que seu rosto está super estranho parece muito botox e o corpo prefiro não comentar. 06

Eu acho Gwyneth Paltrow bonita. Mas uma pessoa não precisa ser linda pra ser sexy. E uma mulher não precisa ter peitão e beição pra ser a mais linda. Ser sexy depende da atitude, da personalidade, do jeito da pessoa, e não só da aparência. São quesitos nos quais, para o meu gosto, Potts ganha facilmente (além da ganhar na beleza). Mesmo que eu achasse Johansson linda, Potts continuaria ganhando, porque Johansson está morta no filme. Como já foi dito, mulheres e homens têm idéias diferentes sobre o que é atraente numa mulher. Não vejo nada de sexy numa peituda com roupa apertada rastejando de quatro.

Lucy in the Sky2010-05-10 16:36:13

Link to comment
Share on other sites

Que delícia é ter uma franquia como essa do Homem de ferro. Totalmente despretensiosa, irreverente, hilária, toca rock pesado durante as sequências de ação, elenco genial e com um protagonista magnífico (Tony Stark/Robert Downey Jr. é o meu ídolo!).

 

Terminei o segundo exatamente como terminei o primeiro: ansioso pela continuação.

 

Ah, se todo filme de super-herói fosse assim.
Link to comment
Share on other sites

Pra mim Potts é a mulher sexy do filme.

 

O que o Raziel postou é verdade. 06

 

A Potts é sexy???0906

 

Caramba Gwyneth Paltrow já esteve mais bonita inclusive no outro filme. Neste parece que ela fez uma plástica já que seu rosto está super estranho parece muito botox e o corpo prefiro não comentar. 06
 

 

acho a Paltrow uma gracinha....mas tão fraquinha atuando...pelo menos no Iron Man...
Link to comment
Share on other sites

Ao término da sessão, estava bastante empolgado, mas o filme está caindo. Ao contrário do primeiro.

 

 

 

Personagens mal-aproveitadas, algumas tentativas de reaproveitamento de clima do primeiro filme e, como disse o Soto, Don Cheadle fraco toda vida; fora o draminha com o paládio utilizado apenas para o personagem do Samuel L. Jackson aparecer - mas, afinal, o que raios é a SHIELD??? E discordo do Lucas, achei o vilão do Rourke fraquinho, fraquinho. Não fosse o Rourke, aliás, poderia ter ficado tosco (chicotinho? O cara não era inteligente à beça?), vide a forma com a qual ele é encerrado (cadê o clímas contra o vilão? Bah, e faltaram algumas mortezinhas e destruição ali; tudo pela censura).

 

 

 

Enfim, tem toda a diversão que vocês já comentaram e não precisa de muito mais do que isso, mas é um filme bom e pronto; tem o seu espacinho reservado e não decepciona. Quanto à comparação com filmes de super-herói, respondo ao Luizz: prefiri filmes ousados como Homem-Aranha (1 e 2), Batman - O Retorno e os dois do Nolan, apesar do fazoidismo criado em torno deles.

Link to comment
Share on other sites

mas' date=' afinal, o que raios é a SHIELD??? .[/quote']

 

"Superintendência Humana de Intervenção, Espionagem, Logística e Dissuasão"...faz o monitoramento das ações dos super-heróis, Coronel Nick Fury, ex-agente da CIA era o diretor da SHIELD (hoje não acompanho mais quadrinhos, não sei quem é o atual diretor, mas o Tony Stark também já foi)
Link to comment
Share on other sites

Eu ainda não me decepcionei com Paltrow. Gosto mais dela em:
1. Emma' date=' A Prova, Os Excêntricos Tenenbaums, Shakespeare Apaixonado.
2. O Amor é Cego, Homem de Ferro 1 e 2.
Ela está uma fofura em O Amor é Cego (sem trocadilhos).
[/quote'] 

 

Ela é uma fofura...o problema (eu acho) é que ela é péssima atriz.

 

Obs: Só vi "O amor..." e "Homem..."
Link to comment
Share on other sites

Feia a Johansson não é, o problema é a preguiça dela e falta de ousadia para escolher papéis. Não consegue mostrar a que veio como atriz. A Paltrow até que tem carisma, apesar do personagem fraco, mas a Scarlett não se justifica só pelo roteiro ruim. É fraquinha mesmo (ou não se esforça).

Link to comment
Share on other sites

 

Feia a Johansson não é' date=' o problema é a preguiça dela e falta de ousadia para escolher papéis. Não consegue mostrar a que veio como atriz. A Paltrow até que tem carisma, apesar do personagem fraco, mas a Scarlett não se justifica só pelo roteiro ruim. É fraquinha mesmo (ou não se esforça).[/quote']

Gosto dela em Lost in Translation. Em The Other Boleyn Girl ela está OK. E em O Grande Truque e Homem de Ferro 2 está invisível. Por preguiça de se esforçar ou falta de talento, ela é o tipo de atriz que pode facilmente cair na armadilha de criar uma carreira sustentada pela "beleza". Se é pra continuar assim, vai ser uma daquelas atrizes que morrem para o cinema quando chegam aos 40.

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...