Jump to content
Forum Cinema em Cena

2012 - Roland Emmerich


Alexander Bell
 Share

Recommended Posts

  • Replies 261
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

  • 2 weeks later...

Amei a proporção do Cristo em relação à cidade.

 

 

 

Sem querer defender essa bomba em potencial, mas acho que é pq o Cristo está em primeiro plano. Olha a rapa lá na base dele.

 

 

 

Mas ficou feio mesmo, a base que recebeu a onda se confunde com o mar lá embaixo.

Link to comment
Share on other sites

Eu prevejo... que o personagem do Cusack e/ou sua família serão os únicos sobreviventes.

 

E que deve haver algum conflito familiar envolvendo eles, que será resolvido durante a grande catástrofe. Talvez uma crise no casamento.

 

E que a explicação para o grande evento será bem idiota (isso se houver alguma explicação).

 

E que algum personagem alertará os demais sobre o desastre que está por vir, porém será desacreditado. Talvez seja o personagem do Cusack. Ou algum amigo dele.

 

 

Link to comment
Share on other sites

parece que o filme se baseia no claendario maia cujo fim do mundo ocorrerá em dezembro de 2012....na falta e uma data pro fim do mundo desde 1999 os malucos de plantão estão considerando esta data para o fim da humanidade....diversos astronomos e cientistas confirmam que realmente algo ira acontecer com o planeta nesta data devido ao posicionamento dos planetas e até mesmo do proprio sistema solar em relação ao centro da via láctea (!)....outros falam de um tal de planeta x ou nibiru que devido a sua órbita perpendicular a orbita da terra estaria em rota de colisão com o nosso planeta programado para dezembro de 2012...enfim...na falta do que fazer os conspiradores de plantao tem um prato cheio para estudar tais teorias....uma mais maluca que a outra.....

Link to comment
Share on other sites

Eu prevejo... que o personagem do Cusack e/ou sua família serão os únicos sobreviventes.

E que deve haver algum conflito familiar envolvendo eles' date=' que será resolvido durante a grande catástrofe. Talvez uma crise no casamento.

E que a explicação para o grande evento será bem idiota (isso se houver alguma explicação).

E que algum personagem alertará os demais sobre o desastre que está por vir, porém será desacreditado. Talvez seja o personagem do Cusack. Ou algum amigo dele.
[/quote']

 

Mas mesmo com esse festival de clichês, o filme pode funcionar. Quem sabe?01
Link to comment
Share on other sites

parece que o filme se baseia no claendario maia cujo fim do mundo ocorrerá em dezembro de 2012....na falta e uma data pro fim do mundo desde 1999 os malucos de plantão estão considerando esta data para o fim da humanidade....diversos astronomos e cientistas confirmam que realmente algo ira acontecer com o planeta nesta data devido ao posicionamento dos planetas e até mesmo do proprio sistema solar em relação ao centro da via láctea (!)....outros falam de um tal de planeta x ou nibiru que devido a sua órbita perpendicular a orbita da terra estaria em rota de colisão com o nosso planeta programado para dezembro de 2012...enfim...na falta do que fazer os conspiradores de plantao tem um prato cheio para estudar tais teorias....uma mais maluca que a outra.....

Isso me fez sentir vontade de ver o filme.

 

By the way,  vi um já com o mesmo título só que totalmente voltado p/ o lado religioso, conversão e tals... bem ruinzinho ... afff !
Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...

E tem algum filme do Emmerich que se baseia em algo mais que isso?? Podem falar o que quiserem, mas o cara dirige as bobagens mais bem feitas do cinemão hollywoodiano atual. O Bay deveria ter umas aulas com ele.

 

Visto o trailer hoje na sessão de Bastardos Inglórios... Apocalíptico... 06

 

Estréia no globo terrestre em 13 de novembro, uma sexta-feira... 06
Link to comment
Share on other sites

Olha, um clash of titans entre essa fera aí e o Bay ia ser páreo duro viu... Na real, o único bom filme do Emmerich é Independence Day. Eu gosto do Day After Tomorrow, mas admito que é prazer culpado (principalmente quando a destruição dá uma parada pra desenrolar a traminha). As cenas de destruição, porém, são fodaças.

Por outro lado, o cara dirigiu desgraças como Godzilla, 10000BC, O Patriota e, destaque, SOLDADO UNIVERSAL - com a dupla dinâmica Van Damme e Dolph Lundgren. Ou seja, proporção de bombas semelhante às do Bay.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Olha' date=' um clash of titans entre essa fera aí e o Bay ia ser páreo duro viu... Na real, o único bom filme do Emmerich é Independence Day. Eu gosto do Day After Tomorrow, mas admito que é prazer culpado (principalmente quando a destruição dá uma parada pra desenrolar a traminha). As cenas de destruição, porém, são fodaças.
Por outro lado, o cara dirigiu desgraças como Godzilla, 10000BC, O Patriota e, destaque, SOLDADO UNIVERSAL - com a dupla dinâmica Van Damme e Dolph Lundgren. Ou seja, proporção de bombas semelhante às do Bay.
[/quote']

 

Existe uma diferença substancial aí entre os dois... o Bay acha que arrebenta e o Emmerich não tem arrombos de pretensão ou ataques de estrelismo. Isto é sentido nos filmes de ambos.

 

Quanto à filmografia, o único dele que eu realmente não gosto é 10.000 b.C.; gosto de Godzilla, acho até meio subestimado. É uma bobagem, mas uma bobagem que se assume como tal e tem até algumas coisas peculiares... um filme americano, feito para americanos em que o único personagem que não é um mico é um francês? Como não gostar de um filme assim?

 

06
Link to comment
Share on other sites

 

Olha' date=' um clash of titans entre essa fera aí e o Bay ia ser páreo duro viu... Na real, o único bom filme do Emmerich é Independence Day. Eu gosto do Day After Tomorrow, mas admito que é prazer culpado (principalmente quando a destruição dá uma parada pra desenrolar a traminha). As cenas de destruição, porém, são fodaças.

Por outro lado, o cara dirigiu desgraças como Godzilla, 10000BC, O Patriota e, destaque, SOLDADO UNIVERSAL - com a dupla dinâmica Van Damme e Dolph Lundgren. Ou seja, proporção de bombas semelhante às do Bay.

[/quote']

 

Existe uma diferença substancial aí entre os dois... o Bay acha que arrebenta e o Emmerich não tem arrombos de pretensão ou ataques de estrelismo. Isto é sentido nos filmes de ambos.

 

Quanto à filmografia, o único dele que eu realmente não gosto é 10.000 b.C.; gosto de Godzilla, acho até meio subestimado. É uma bobagem, mas uma bobagem que se assume como tal e tem até algumas coisas peculiares... um filme americano, feito para americanos em que o único personagem que não é um mico é um francês? Como não gostar de um filme assim?

 

06

 

Exatamente.

 

Vejo o Emmerich como um diretor que levanta a bandeira dos filmes-catástrofe (que também pode-se dizer que são descendentes dos filmes sci-fi apocalípticos dos anos 50/60). É inegável que o Emmerich não acerta todas (10000 B.C. tá aí para provar isso), mas ele é beeeeeeem melhor que o Bay...

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...