Jump to content
Forum Cinema em Cena

Bastardos Inglórios, de Quentin Tarantino


crazy
 Share

Recommended Posts

  • Replies 645
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Esse lance de 'homenagem ao Brando' pode até ter algum fundamento, mas eu, particularmente, interpretei aquelas caretas do Pitt na premiére do filme como sendo um total desconforto do Aldo Raine diante daquela encenação desastrosa e principalmente por estar diante do Caçador-Mor de Judeus, louco pra meter uma porrada nele, mas tendo que se conter. =p
Link to comment
Share on other sites

 

Eu vejo crítica aos soldados norte-americanos no filme inteiro...

 

Eu vejo anti-heróis filhos da puta' date=' escrotos, caricatos, mas ao mesmo tempo estranhamente carismáticos. Coisas mais saídas de uma literatura pulp barata do que de um front de batalha...
[/quote']

 

E isso impede de ser uma crítica?

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

 

 

 

 

Mas não deixa de ser uma crítica' date=' dado que o personagem do Pitt representa os norte-americanos... Agora lembro que foi o próprio Pitt mesmo que tomou a iniciativa de descumprir, dado que ele mesmo fala que seria apenas mais uma repreensão entre muitas que ele teve, coisa assim...
[/quote']

 

 

 

 

 

Não... não vejo crítica nisso... a intenção foi só humilhar o filho da puta-mor do filme mesmo...
Eu vejo crítica aos soldados norte-americanos no filme inteiro...

 

 

 

Nah...isso é o que o Michael Moore faria. O Tarantino está muito acima desses julgamentos político-ideológicos. Ele só pegou emprestados alguns elementos históricos importantes para dar uma brincada à maneira dele.

 

O que coloca Tarantino acima disso? Sinceramente, acho que nada... Mas, bom, eu não sou fãzóide do cara e esse "Bastardos" é o segundo filme de Tarantino que eu teço elogios (o anterior foi "Um Drink para o Inferno", que nem dirigido por ele foi...)

 

PS.: Não sou fã de Pulp Fiction, gosto só dos personagens de Travolta e Jackson nele... Do resto do filme, não curto (mas preciso revê-lo, agora mais velho)...

Link to comment
Share on other sites

Mas não deixa de ser uma crítica' date=' dado que o personagem do Pitt representa os norte-americanos... Agora lembro que foi o próprio Pitt mesmo que tomou a iniciativa de descumprir, dado que ele mesmo fala que seria apenas mais uma repreensão entre muitas que ele teve, coisa assim...

 

Não... não vejo crítica nisso... a intenção foi só humilhar o filho da puta-mor do filme mesmo...
[/quote']

 

Acho que ele quis mesmo é que o caçador de judeus não saísse impune da história toda.

Landa, o  nazi o filho da puta-mor do filme se safar numa boa depois de muitos da resistência terem morrido pela causa tiraria completamente o gostinho do revide, da vingança.

Seria um  anticlimax total... aff!
MariaShy2009-10-20 07:06:30
Link to comment
Share on other sites

 

O que coloca Tarantino acima disso? Sinceramente' date=' acho que nada... Mas, bom, eu não sou fãzóide do cara e esse "Bastardos" é o segundo filme de Tarantino que eu teço elogios (o anterior foi "Um Drink para o Inferno", que nem dirigido por ele foi...)

 

PS.: Não sou fã de Pulp Fiction, gosto só dos personagens de Travolta e Jackson nele... Do resto do filme, não curto (mas preciso revê-lo, agora mais velho)...

[/quote']

 

Sunder, o Taranta não é um cara de enfiar metáforas e críticas sociais em seus filmes. Ele é um cara mais de referências e tals. Se existe um cara que caga para a função social de seu cinema é ele.

 

 

Link to comment
Share on other sites

tarantino é pop e ponto final.....só muda de genero.....mas continua sendo pop, esta nas entrelinhas....é so olhar pra cara do Brad Pitt...

 

Taranta expos as vísceras do pop com Pulp Fiction e desde entao ele é copiado por diretores ditos "descolados"......... Guy Ritchie é um deles
crazy2009-10-20 14:21:23
Link to comment
Share on other sites

Adorei o filme!

 

Sempre achei Tarantino talentoso e estiloso, mas nunca teve muito o que dizer, sempre foi meio "foolish", este é sem dúvida seu filme mais inteligente! Desta vez ele buscou referências mais clássicas, e não de seus adorados filmes B, e se saiu muito bem, percebe-se que ele assistiu a tudo mesmo! rs
Link to comment
Share on other sites

 

Qualquer um que usa "cornucópia" numa discussão' date=' já começa mal. Não que eu faça lá muita ideia do que significa...

[/quote']

 

Existem dicionários. Esse género de observações corre o risco de sugerir que não respeita a opinião alheia simplesmente por não concordar.

 

Além de que não começa bem nem mal, simplesmente começa. Bem ou mal não é algo que lhe compete a si julgar...

 

Link to comment
Share on other sites

 

Vou ver hoje na sessão das 21h, e depois me manifesto. Boto fé nesse filme, gosto desse tipo de comédia.

Tarantino é dos poucos que conseguem fazer comédia engraçada, enquanto os outros fazem BullShit e dão o rótulo "COMÉDIA". Coisas como Bruno, Se Beber não Case, Borat e outros lixos que não tem graça alguma, pra minha surpresa a "COMÈDIA" nacional Os Normais 2 é ainda pior.

JocaBoboca2009-10-22 15:05:06

Link to comment
Share on other sites

 

Qualquer um que usa "cornucópia" numa discussão' date=' já começa mal. Não que eu faça lá muita ideia do que significa...

[/quote']

 

Existem dicionários. Esse género de observações corre o risco de sugerir que não respeita a opinião alheia simplesmente por não concordar.

 

Além de que não começa bem nem mal, simplesmente começa. Bem ou mal não é algo que lhe compete a si julgar...

 

Engraçado que o cara coloca "cornucópia" numa resenha, mas simplesmente consegue enfiar um acento agudo em gênero...

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

Vocês são estranhos! Perdem mais tempo a comentar os comentários que a comentar o filme. Talvez pudessem ser mais condescendentes com um indivíduo que não escreve como vocês escrevem por motivos que parecem óbvios. Mas tudo bem, se pensam ser mais interessante esse género de comentários isso é convosco.

 

No entanto uma coisa é certa, o acento que referem está correcto. Afinal existe mais que uma grafia e nem todos moramos no mesmo continente (parece ser óbvio mas enfim...).

 

E também me parece que são mais susceptíveis à forma que ao conteúdo. Mentalidades diferentes. Tudo bem.

 

Só para finalizar, continuo sem compreender qual o problema de uma palavra tão banal como cornucópia. Se encontrarem uma forma simples de expressar o mesmo agradecia que mo indicassem para que da próxima vez não vos ofenda assim tanto.

 

quiescente2009-10-22 15:44:21

Link to comment
Share on other sites

Tarantino conseguiu fazer um filme daqueles raros que são o divisor de águas. Se provou como o melhor cineasta em atividade no mundo. Bastados Inglórios é um passeio sem regras pelo cinema, e um dos melhores passeios que já fiz. Escrevi uma resenha e mandei pro Foras publicar no Multiplot! Quando estiver no ar eu aviso.

 

Link to comment
Share on other sites

 

ok' date=' então exclua as brincadeiras com a cornucópia (hihi), pastiche (hihi) e etc, ainda sobra as metaforas. Ou seja, teu comentário além de ser engraçado na forma, foi estranho no conteúdo.[/quote']

 

Ok, ok, não batam mais.

 

O que pretendi dizer é que o filme me pareceu uma colagem de cenas mal articuladas entre si, algumas das quais acessórias, cenas essas que apesar de permitirem de certo modo a alguns dos actores brilhar me pareceram pouco naturais e réplicas no estilo, na forma e no conteúdo de obras como as de Sergio Leone.

 

Gostei do simbolismo de determinadas cenas das quais destaco o incêndio no cinema, a arte como manifesto consubstanciada em realidade, mas por essa ocasião já estava tão entediado que nem prestei grande atenção.

 

E continuo a pensar que Tarantino se está permanentemente a copiar a si próprio e a outros dos grandes autores como o referido embora essa atitude em si aparente novidade e inovação.

 

E agora antes que voltem a sentir-se ofendidos saliento que esta é apenas a minha opinião e já vi que muitos cinéfilos e a generalidade da crítica louva imenso o filme como é seu direito. Ainda bem que encontraram mais na obra que eu e não deram por desperdiçadas as 3h que passaram na sala de cinema.

 

Mas tudo isto está implícito no meu ridicularizado comentário inicial, nem mais nem menos.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

 

Ok' date=' ok, não batam mais.

 

[/quote']

 

Oh oh, irmão Patrício...

Não acho que você precisa se preocupar com debilóides que tem preguiça de consultar o dicionário, quanto menos retirar, ou repetir em outras palavras o que já disse.

Até porque quem tem esse tipo de preguiça não vai entender de qualquer maneira.

JocaBoboca2009-10-22 16:55:51

Link to comment
Share on other sites

 

jura que vcs são irmãos? seria genial se sim.

 

O problema aqui é complicado mesmo hem?

Irmão porque apesar de falar o mesmo idioma, tem algumas diferenças sutis na forma como se usa e tal, puts...

 

Mas já que você pediu, lá vai.

Todos somos irmãos, os religiosos dizem que somos irmãos por causa de Adão e Eva, Ok esse é o maior BullShit que já foi contado, mas tem gente que acredita, certo?

Quem tem o pé no chão, sabe que somos tudo Homo Sapiens Sapiens, não só quem fala português, mas todas pessoas na Terra, e pelo DNA podemos até rastrear quanto tempo atrás tivemos um ancestral comum, a todos humanos.

Hummpf, acho que estou perdendo meu tempo, mas pelo menos eu tento...

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...