Jump to content
Forum Cinema em Cena

Religião (#3)


Recommended Posts

A atitude deste casal não é surpresa para nós.Nos acostumamos a passar por coisas assim,faz parte.O que importa é que algumas pessoas escutam o que temos a falar.

 

Sobre o que o Nostromo falou,só tenho a falar que o que falamos não vem de nós,mas da bíblia.Nada além disto.

E sobre o casal,ele vão ter algumas surpresas,por que algumas coisas que eles pensam que nós acreditamos não é o que nós realmente acreditamos.....

Já passei por situação assim.....teve um cara que veio cheio de graça querendo me atacar falando do inferno,simplesmente falei:"concordo com você,nós TJ não acreditamos na existência do inferno"06

Para esse casal realmente nos deixar numa situação ruin por ridicularizar o que acreditamos,eles teriam que passar bem mais tempo na nossa companhia,e dificilmente os irmãos que visitam eles deixariam a coisa ficar por muito tempo.

Imagino que neste vídeo ele vai ridicularizar os irmãos em sí,não as crenças,já que ele não as conhece.

 

ABC

 

 

Link to post
Share on other sites
  • Replies 3.9k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

 

 

vc´s acreditam no Diabo, Satã, Capeta, Capiroto etc?   

[/quote']

 

sim, por que não?

Alguns até acham que o diabo é a humanidade que falta a Deus.

 

Acho que não precisa chegar a esse extremo para ver humanidade em Deus.

O Dilúvio é um belo exemplo da humanidade divina.

 

Link to post
Share on other sites
Conclusão: é possível aceitar racionalmente coisas que não podem ser provadas (ou que não precisam ser provadas)

 

Não é o caso das divindades e outras criaturas míticas.

 

Ainda assim faltaria o elemento da prova... A ciência não se satisfaz em ver algo funcionando' date=' ela quer entender porquê aquilo funciona como funciona...[/quote']

 

Concordo.

 

A grande questão é: e se Ele existir? Você já parou pra pensar nesta hipótese?

 

Já. E não faria muita diferença para mim se fosse provado que o deus descrito na bíblia existe. Eu não o seguiria. Baseado nas supostas ações dele e nas supostas palavras dele' date=' não o considero digno de adoração. Se existir e for como a bíblia diz que é, não passa de um humano com superpoderes.

 

Não entendi... como assim a crença não teria valor prático?

 

Em outras palavras: crença religiosa serve para nada.

 

 

 

 

 

Sobre o que o Nostromo falou' date=' só tenho a falar que o que falamos não vem de nós, mas da bíblia. Nada além disto.[/quote']

 

Isso deveria significar algo?

 

Acho que não precisa chegar a esse extremo para ver humanidade em Deus.

 

O Dilúvio é um belo exemplo da humanidade divina.

 

Assassinato em massa é, sem dúvida, algo bem humano...

 

 

Link to post
Share on other sites

Isso deveria significar algo?

Para quem é religioso' date='sim.

Assassinato em massa é, sem dúvida, algo bem humano...

A morte em sí nem é tão problemática assim,ele avisou antes e ninguém deu ouvido.

O que mostra a humanidade foi a escolha inconsequente e que,antes de enviar o dilúvio,ele queria era exterminar com a raça humana,ele havia deplorado ter feito o homem.Algo bem humano mesmo

 

 

Link to post
Share on other sites
Já. E não faria muita diferença para mim se fosse provado que o deus descrito na bíblia existe. Eu não o seguiria. Baseado nas supostas ações dele e nas supostas palavras dele' date=' não o considero digno de adoração. Se existir e for como a bíblia diz que é, não passa de um humano com superpoderes. [/quote']

 

Como Deus precisaria se revelar para que você o considerasse digno de adoração? Você já leu a Bíblia inteira, para ter acesso à TODAS as supostas ações Dele e TODAS as supostas palavras Dele?

 

E se Ele existir mesmo como a Bíblia diz, o seu destino final como alguém que rejeitou à Ele neste contexto não te assusta?

Em outras palavras: crença religiosa serve para nada.

 

Talvez não sirva para você, mas a ciência vem afirmando já há algum tempo que a crença religiosa serve sim para muitas coisas:

 

Dook2010-06-30 10:58:07
Link to post
Share on other sites

 

Para quem é religioso' date='sim.[/quote']

 

 

 

Como eu não sou...

 

A morte em sí nem é tão problemática assim' date='ele avisou antes e ninguém deu ouvido.

O

que mostra a humanidade foi a escolha inconsequente e que,antes de

enviar o dilúvio,ele queria era exterminar com a raça humana,ele havia

deplorado ter feito o homem.Algo bem humano mesmo

 

[/quote']

 

 

 

É realmente preocupante quando o suposto assassinato de milhões de pessoas é visto como algo "não tão problemático".

 

 

 

 

 

Como Deus precisaria se revelar para que você o considerasse digno de adoração?

 

Você já leu a Bíblia inteira' date=' para ter acesso à TODAS as supostas ações Dele e TODAS as supostas palavras Dele?[/quote']

 

Muito bem, vou entrar no jogo do "e se ele existir?".

Primeiramente ele deveria ser coerente. Depois deveria começar a se comportar como uma criatura mais elevada e não como um ser humano medíocre. Por fim, deveria ter mais respeito por suas criações. Confiança, amor e adoração devem ser conquistados. Até o presente momento ele fez nada para merecer as 3 coisas.

 

Inteira? Não. Por que? Você acha que se eu ler um relato de boa ação dele vou apagar da minha memória as atrocidades que dizem que ele cometeu? Sem falar nas que foram cometidas em nome dele e ele mesmo nem se deu ao trabalho de impedir...

 

E se Ele existir mesmo como a Bíblia diz' date=' o seu destino final como alguém que rejeitou à Ele neste contexto não te assusta? [/quote']

 

Não.

 

O que me assusta é a possibilidade de me tornar alguem que aceita todo tipo ato grotesco cometido por seu "pai" só para usufruir das vantagens oferecidas por ele (interesse) e/ou só porque ele é seu "pai" (amor cego).

Talvez não sirva para você' date=' mas a ciência vem afirmando já há algum tempo que a crença religiosa serve sim para muitas coisas:

 

[/quote']

 

Efeito placebo e especulações. Uma pílula de farinha também faz milagres.

 

Além de que meditação e autocontrole emocional não requerem uma crença religiosa.

 

Link to post
Share on other sites


Muito bem' date=' vou entrar no jogo do "e se ele existir?".


Primeiramente ele deveria ser coerente. Depois deveria começar a se comportar como uma criatura mais elevada e não como um ser humano medíocre. Por fim, deveria ter mais respeito por suas criações. Confiança, amor e adoração devem ser conquistados. Até o presente momento ele fez nada para merecer as 3 coisas.

Inteira? Não. Por que? Você acha que se eu ler um relato de boa ação dele vou apagar da minha memória as atrocidades que dizem que ele cometeu? Sem falar nas que foram cometidas em nome dele e ele mesmo nem se deu ao trabalho de impedir...[/quote']

 

Bom, vc nunca leu-a inteira então não existe nem discussão a ser começada aqui... Pense na Bíblia como um longo filme de, sei lá, 4 horas. Vc só o entende (e, via de consequência, torna-se apto a criticá-lo com propriedade) se começa a assistir desde o começo e prossegue até o desfecho. Se pega no meio ou se dorme em algumas partes ou ainda se assiste só as cenas de ação, não vai compreender o contexto de determinadas circunstâncias, escolhas e atitudes e se analisá-lo com base apenas nas partes que assistiu, fatalmente incorrerá numa análise que não reflete a obra em si.

 

E penso que é desta forma que muitos incrédulos - incluindo você - encaram as Escrituras. Lêem uma parte aqui, outra ali, ouvem falar de outras e partir desses pedacinhos constróem um todo completamente desprovido de sentido e dão a esse todo um valor que não encontra respaldo no conteúdo escriturístico. Em outras palavras, critica-se a Bíblia como um todo por causa de uma ou outra parte mais chocante.  

 

A revelação divina contida nas Escrituras é progressiva e, para ser compreendida na sua totalidade, mister se faz o conhecimento de todo o conteúdo.

O cristianismo e, principalmente Deus, só passaram a fazer sentido pra mim depois que resolvi conferir por mim mesmo que está escrito na Bíblia.

 

Diante do quadro que vc me colocou, torna-se improdutivo comentar sobre o restante do seu post.
Dook2010-06-30 16:14:56
Link to post
Share on other sites

Discordo completamente.

 

Eu já li grande parte da bíblia. E sinceramente acho bem difícil que as poucas partes faltantes poderiam me fazer achar assassinato em massa, por exemplo, mais aceitável.

 

Em qualquer contexto as atitudes erradas de seu deus continuarão sendo erradas.

 

Compreender as razões de uma atitude não vai me fazer aceitar essa atitude como correta.

 

 

Link to post
Share on other sites

 

Claro que você discorda... pq achei que desta vez poderia ler uma resposta diferente?

 

06

 

Não sei...

 

Talvez porque você ache que as bobagens que você escreve para tentar justificar as bizarrices bíblicas teriam algum efeito comigo.

 

06

 

Link to post
Share on other sites

Não creio que são as "bobagens" (sic) que não tem efeito... É você que não dá o braço a torcer...

 

Mas quero me prender em algo que vc disse aqui que passou despercebido...

 

Depois deveria começar a se comportar como uma criatura mais elevada e não como um ser humano medíocre. Por fim' date=' deveria ter mais respeito por suas criações. Confiança, amor e adoração devem ser conquistados.[/quote']

 

A relação de Deus com suas criaturas se assemelha um bocado à relação de um pai com seus filhos. Um pai precisaria justificar a seus filhos através de ações e atitudes que é digno de respeito e honra e amor? Ou isto é derivado pelo simples fato dele ser pai?

 

Vc deixaria de respeitar e honrar o seu pai caso ele parecesse um "mau pai" aos seus olhos? E será que você "conquistou" o amor do seu pai? Será que ele te ama pq você "fez por merecer" esse amor?
Dook2010-07-01 10:26:39
Link to post
Share on other sites

 

Não creio que são as "bobagens" (sic) que não tem efeito... É você que não dá o braço a torcer...

 

Várias vezes eu corrigi erros meus que você apontou. Várias vezes lhe dei razão. Você não pode dizer que eu não dou o braço a torcer.

 

Eu concordo que só vou compreender as motivações do seu deus lendo a mensagem dele completa.

 

O problema é que você acha que eu vou passar a aceitar as atrocidades dele' date=' se eu compreender a "revelação" do seu deus. E não vou. Os fins não justificam os meios. Para mim isso não tem discussão. Se ele existe e é como a bíblia relata, se ele fez o que a bíblia diz que fez, não verei essas atitudes como algo bonito e não o adorarei. Não importa as intenções dele.

 
A relação de Deus com suas criaturas se assemelha um bocado à relação de um pai com seus filhos. Um pai precisaria justificar a seus filhos através de ações e atitudes que é digno de respeito e honra e amor? Ou isto é derivado pelo simples fato dele ser pai?

 

Vc deixaria de respeitar e honrar o seu pai caso ele parecesse um "mau pai" aos seus olhos? E será que você "conquistou" o amor do seu pai? Será que ele te ama pq você "fez por merecer" esse amor?

 

Claro que um pai deve, através de suas atitudes, se mostrar merecedor do respeito e do amor de seus filhos. O que você está querendo dizer? Que um filho tem que amar e respeitar mesmo um pai que o espanca, por exemplo? Algumas pessoas até desenvolvem uma relação doentia de amor com quem as maltrata. Mas certamente esse não é o meu caso. E eu não apoio isso. Respeito e amor devem ser dados para quem nos respeita e nos ama.

 

Sim, eu deixaria de respeitar meu pai se ele se mostrasse um mau pai.

 

E não, eu não precisei conquistar o amor do meu pai no início da relação. Pais amam seus filhos, geralmente, só de olhar para eles. Mas posterioremente eu fiz por merecer o amor dele. Eu posso dizer com certeza que, atualmente, ele tem mais motivos para me amar do que apenas o "porque sou filho dele".

 

O problema da sua analogia é que nós somos biologicamente programados para amar automaticamente quem vemos cuidar de nós e quem vemos como nossos descendentes. O mesmo não ocorre com uma criatura da qual nada sabemos, nunca vemos e só vamos ter alguma idéia sobre ela depois que somos levados à igreja. Amor automático entre pai e filho tudo bem. Mas esperar amor automático entre um humano e uma criatura mítica não tem sentido algum.

Link to post
Share on other sites

Sugiro uma leitura do evangelho espírita. Em minha opinião, não se deve levar os escritos da bíblia ao pé da letra, mas sim, intepretá-los.

Somente fazendo isto, conseguirás (se quiser) entender o que Deus quer para todos nós aqui neste plano.
Link to post
Share on other sites

É realmente preocupante quando o suposto assassinato de milhões de

pessoas é visto como algo "não tão problemático".

Não' date='não é.

Se esses milhões não fossem mortos,outros milhões seriam mortos por estes milhões.

Outro ponto importante do dilúvio é que existiam demônios encarnados aqui também.

Ou seja,a terra estava um verdadeiro inferno,com humanos e demônios tocando o terror por aqui,imagina se Deus não mata todo mundo....

Confiança, amor e adoração devem ser conquistados.

Confiança : Sempre cumpriu o que prometeu.

Amor: Deu o próprio filho para salvar a humanidade,você faria isso?

Adoração:Aqui sim,é DEVER do homem adorar a ele.Mas não vejo nenhum problema nisso,já que confio e amo ele.

Sem falar nas que foram cometidas em nome dele e ele mesmo nem se

deu ao trabalho de impedir...

 

Na verdade não foi em nome dele.

E,além do mais,estas pessoas provavelmente serão ressuscitadas no futuro.

 

Link to post
Share on other sites

 

Não' date='não é.

Se esses milhões não fossem mortos,outros milhões seriam mortos por estes milhões.

Outro ponto importante do dilúvio é que existiam demônios encarnados aqui também.

Ou

seja,a terra estava um verdadeiro inferno,com humanos e demônios

tocando o terror por aqui, imagina se Deus não mata todo

mundo....[/quote']

 

 

 

Eu acho que um deus onipotente, onipresente, oniciente, perfeito e

cheio de amor teria capacidade para resolver o problema sem apelar para

a matança.

 

 

 

Como eu disse, assassinato em massa é mesmo algo bem humano.

 

 

Confiança: Sempre cumpriu o que prometeu.

Amor: Deu o próprio filho para salvar a humanidade' date='você faria isso?

Adoração:Aqui sim,é DEVER do homem adorar a ele.Mas não vejo nenhum problema nisso,já que confio e amo ele.[/quote']

 

 

 

Cumpriu?

 

 

 

Sacrificou o filho porque quis. Eu não pedi isso. Aliás, qualquer

pessoa mentalmente sã nunca pediria nem aceitaria que outra sacrificasse seu filho

por ela. Isso é atitude de gente

doente. Um deus fazendo isso é ainda pior. E sacrificou para nos salvar

dele mesmo, visto que o teatrinho de salvação e perdição é invenção

dele. Não sei como você vê amor nisso.

 

 

 

Eu não acho que temos deveres para com essa criatura, se ela existir.

 

 

 

Na verdade não foi em nome dele.

E' date='além do mais,estas pessoas provavelmente serão ressuscitadas no futuro.

 

[/quote']

 

 

 

E daí? Ter o poder para trazer as pessoas de volta não torna certo brincar com as vidas delas.

 

 

 

Link to post
Share on other sites

 

Eu acho que um deus onipotente' date=' onipresente, oniciente, perfeito e cheio de amor teria capacidade para resolver o problema sem apelar para a matança.

 

Como eu disse, assassinato em massa é mesmo algo bem humano.

[/quote']

A única forma dele resolver isto sem matar ninguém seria usar o poder dele para modificar a forma da pessoa agir,mas ele é justo,e aí seria o fim do livre arbítrio.

 

Cumpriu?

 

Sacrificou o filho porque quis. Eu não pedi isso. Aliás' date=' qualquer pessoa mentalmente sã nunca pediria nem aceitaria que outra sacrificasse seu filho por ela. Isso é atitude de gente doente. Um deus fazendo isso é ainda pior. E sacrificou para nos salvar dele mesmo, visto que o teatrinho de salvação e perdição é invenção dele. Não sei como você vê amor nisso.

 

Eu não acho que temos deveres para com essa criatura, se ela existir.

[/quote']

Sim,cumpriu.

A bíblia é repleta de promessas cumpridas,basta ler.Mas isso você já deixou claro que não quer fazer.

 

Ninguém pediu que ele sacrificasse o filho,mas todos pedem a salvação do pecado e da morte.E a única forma disto ser feito é a com a morte de um ser humano perfeito,e foi o que ele fez.

Mas você está certo,nenhuma pessoa faria tal coisa,somente Deus e seu profundo amor pela humanidade.

Aliás,Deus não forçou Jesus a se sacrificar por nós,ele fez por livre e espontanea vontade,Deus não força ninguém a nada.Logo,o que aconteceu é que Jesus deu a vida pela humanidade(pois também a ama) e Deus aceitou isto(pois também a ama),e ambos sofreram muito por isso.

 

Não é invenção dele,tanto não é,que Deus deixou os humanos viverem da forma que bem entendessem,e veja como ficou a situação.Então sim,devemos buscar a salvação que é exatamente voltar a viver num mundo governado por ele.

E vejo amor nisso por ele diz que quando alguém toca num servo dele é como se estivessem tocando a menina dos olhos dele.Ou seja,deve doer muito nele ver as coisas como estão.

E daí? Ter o poder para trazer as pessoas de volta não torna certo brincar com as vidas delas.

Primeiro:Quem matou estas pessoas não foi ele,mas outro ser humano.

Segunda:Ele não pode intervir pois está dando tempo para estes mesmo humanos provarem que podem viver sem ele.

Ou seja,ele não esta brincando,na verdade esta sofrendo muito por ser justo e deixar a humanidade provar seu argumento.

 

 

Rafal2010-07-03 16:51:21

Link to post
Share on other sites

Deus num mata ninguém. Ele emprestou o corpo q temos pra algum proposito e ele sabe a hora de recolher. Agora o ruím mesmo é ver um oniburrente q não deve saber a fórmula da água e nem fazer um arroz querer ter explicações para os designos de Deus!

Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

Announcements


×
×
  • Create New...