Jump to content
Forum Cinema em Cena

Religião (#3)


Nacka
 Share

Recommended Posts

 

A questão de ser literal também requer compreensão do que está escrito. O texto não diz que os "céus literais" serão destruídos.. E o que seria céu literal na sua visão? Se a intenção do autor é narrar um fim devastador para o nosso mundo' date=' não implica que seja para todo o universo, afinal, a terra e o sol acabam e outros planetas e estrelas continuam no cosmos. Quando o autor diz que viu fogo no céu, devemos compreender que não significa que o céu está pegando fogo, mas pode ser a visão de vários meteóros ou cometas entrando na atmosfera da terra, por exemplo..

[/quote']

 

O versículo 7 diz: "Pela mesma palavra os céus e a terra que agora existem estão reservados

para o fogo, guardados para o dia do juízo e para a destruição dos

ímpios."

 

Então, literalmente falando, o texto diz que os céus (Sol, Lua, estrelas, cometas, planetas, galáxias) e a terra (o planeta terra) seriam destruídos. E se também entendermos o texto na sua forma literal, como você disse, haveria um fim devastador para o nosso mundo.

 

Então, podemos dizer que o "céu" e a "terra" não pode ser entendidos no texto em sentido literal porque isso contradiz Mateus 6:10 e Salmos 37:29.

 

Mas você acha que no Paraíso as pessoas continuarão a morrer e nascer' date=' por toda a eternidade, como é hoje?

[/quote']

Deus disse que vai acabar com a morte em Apocalipse 21:4 e João 17:3 diz que absorver conhecimento de Deus e de Jesus significa vida eterna. Portanto, as pessoas viverão eternamente na Terra porque este era e ainda é o propósito original de Deus.

 

 

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 3.9k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

 

 

Exatamente isso' date=' ou você não sabe ou não quer responder, portanto você me dará o direito de responder por você, o que demonstra ou falta de conhecimento bíblico de sua parte ou porque você não tem argumentos bíblicos válidos.

 

Isso é uma tremenda estultice... vc responder por mim - o que já é uma tolice - não significa que eu te dei o direito de responder por mim. Tal imbecilidade não existe em nenhuma discussão séria.

 

[/quote']

 

Sim, me deu o direito porque você não sabe a resposta ou não quer responder as perguntas que eu lhe fiz.

Nightcrawler2010-08-12 11:46:46

Link to comment
Share on other sites

 

Já que você diz que o tempo é indefinido' date=' então é incerto, o que pode não significa que é para sempre. Simplesmente não se sabe quando acabará, só isso. O "para sempre" do seu comentário, você colocou por acaso.

[/quote']

 

Não, não coloquei por acaso. Veja como outras traduções vertem esse texto de Salmos 104:5.

 

"Ele firmou a terra sobre os seus fundamentos para que jamais se abale;" (Nova Versão Internacional)

 

"Fundastes a terra em bases sólidas que são eternamente inabaláveis."(Versão Católica)

 

"Tu puseste a terra bem firme sobre os seus alicerces, e assim ela nunca será abalada."(Nova Tradução na Linguagem de Hoje)

 

"Lançou os fundamentos da terra, {para que} não vacile em tempo algum."(Almeida Revista e Corrigida, 1995)

 

 

Link to comment
Share on other sites

O que não anula a previsão cosmológica da destruição da terra. Essa visão da nova terra' date=' pode até acontecer antes. Mas porque o texto não pode estar se referindo a terra celestial?

[/quote']

Não sei se não anula.Afinal,"novo céu" pode significar uma mudança no universo de forma a evitar esta destruição da Terra.Ou até mesmo "nova Terra" pode significar uma Terra numa situação que não a atual de forma a não ser destruida pelas previsões que temos hoje em dia.

Não creio se tratar de terra celestial porque Isaías 65:21-23

 

"E edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o seu fruto.

 

Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos.

 

Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a perturbação; porque são a posteridade bendita do SENHOR, e os seus descendentes estarão com eles."

E no mesmo capítulo,no versículo 17 que postei alí mostra que o "mundo futuro" não foi feito para anjos,logo,não é nos céus.

 

E o mesmo livro,no capítulo 35:6,7 diz:

"Então os coxos saltarão como cervos, e a língua dos mudos cantará; porque águas arrebentarão no deserto e ribeiros no ermo.

 

E a terra seca se tornará em lagos, e a terra sedenta em mananciais de águas; e nas habitações em que jaziam os chacais haverá erva com canas e juncos."

e o mesmo livro,capítulo 11:6-9 :

"E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão e o animal cevado andarão juntos, e um menino pequeno os guiará.

 

A vaca e a ursa pastarão juntas, seus filhos se deitarão juntos, e o leão comerá palha como o boi.

 

E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide, e a desmamada colocará a sua mão na cova do basilisco.

 

Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, porque a terra se encherá do conhecimento do SENHOR, como as águas cobrem o mar."

 

Ou seja,todas estas descrições do que há de vir só se aplicam aqui na Terra,não nos céus.

 

Você acha que a única explicação para isso' date=' é de que a intenção foi criar uma terra igual o Éden? E quanto a terra celestial? Ele simplesmente quis enchear a terra e deixar a terra celestial como alternativa ou lugar para alguns? Porque essa segregação?

[/quote']

A terra celestial?Alí era para ser a morada dos anjos,não de humanos.Só passou a ser de humanos por conta do arranjo do rei messiânico que Deus proveu para resolver o problema gerado por Satanás.O propósito de Deus nunca foi que humanos vivessem nos céus.

Eu acho que depois de bilhões de anos desde a criação' date=' não faz sentido dizer que foi para nada.

[/quote']

Habitada por humanos somente a alguns milhares de anos.O que para Deus é bem pouco.

 

 

Não' date=' não coloquei por acaso. Veja como outras traduções vertem esse texto de Salmos 104:5.

 

"Ele firmou a terra sobre os seus fundamentos para que jamais se abale;" (Nova Versão Internacional)

 

"Fundastes a terra em bases sólidas que são eternamente inabaláveis."(Versão Católica)

 

"Tu puseste a terra bem firme sobre os seus alicerces, e assim ela nunca será abalada."(Nova Tradução na Linguagem de Hoje)

 

"Lançou os fundamentos da terra, {para que} não vacile em tempo algum."(Almeida Revista e Corrigida, 1995)

 

[/quote']

Legal,nunca tinha lido este texto em outras bíblias.

Por isso que costumo falar,as outras bíblias costumam ser bem mais claras do que a nossa.

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

 

Para você' date='minha falácia é verdadeira?[/quote']

 

 

 

 

 

Para mim, falácia é falácia.

 

 

 

 

 

A questão foi: Eu não poderia seguir seu deus, mesmo que me fosse

provada sua existência, devido as atrocidades por ele cometidas ou

cometidas por seus seguidores com seu apoio. Escravidão é uma dessas

atrocidades.

 

 

 

 

 

No lugar de tentar argumentar sobre isso, você resolveu falar de algumas

situações da relação patrão-empregado atual. Isso não resolve a questão

que coloquei. Não justifica ou melhora o fato da escravidão praticada

pelos hebreus e supostamente apoiada pelo seu deus. E não vai me fazer aceitar a escravidão que seu deus apoiou.

 

 

 

 

 

Se você é incapaz de discutir a questão colocada, seria mais fácil simplesmente se calar e parar de fazer esse papel ridículo.

 

 

 

Sim é sim.A imprensa é livre?

 

 

 

 

 

Como todos nós.

 

 

 

1-E o que este contrato e o que' date='no

caso do casamento religioso,a bíblia diz?Tenho deveres e obrigações

para com minha esposa.

 

 

 

2-Enquanto a empresa estiver pagando o salário do funcionário,ele têm deveres e obrigações para com a empresa.

 

 

 

3-Eu escolho o que bem entender para a vida dele e ele não pode fazer nada para me impedir.Cade a liberdade dele?

 

 

 

4-Qual a diferença entre um filho e um cachorro?[/quote']

 

 

 

 

1 e 2 - Ter obrigações para com alguem ou alguma instituição não tira

sua liberdade. Ninguem é obrigado a casar. Você casa sabendo que terá

direitos e

deveres para com a outra pessoa. O mesmo vale para o emprego. Se quer

ter o salário, tem que cumprir com seus deveres. Se que a companhia,

amor, atenção e tudo mais que uma esposa pode dar, precisa cumprir seus

deveres.

 

 

 

 

 

3 - Primeiramente, você não pode fazer o que bem entender. Existem

leis. E mesmo que você escolha desrespeitar essas leis, isso não vai

mudar o fato de que seu filho continua sendo um cidadão livre sob seus

cuidados. Quando você decide tirar os direitos de alguem, é você que se

torna um criminoso e não ele que se torna um escravo.

 

 

 

 

 

4 - "Eu tenho medo"® by Regina Duarte. 06

 

 

 

 

Não sabe?Por favor' date='deixe de babaquise.

 

Você

acha que uma pessoa que vê a morte como única saída do emprego alguém

livre?Alguém que está ali por livre e espontanea vontade?Vamos deixar

de ser hipócritas e assumir a verdade.Hoje os funcionários ,em muitos

casos, não se diferenciam muito de um escravo.[/quote']

 

 

 

 

 

O único babaca por aqui é você, Rafal, insistindo em justificar

escravidão.

 

 

 

 

Hipocrisia é você vir falar de um deus de amor, enquanto tenta

justificar massacres, escravidão, fanatismo... supostamente apoiados ou

cometidos diretamente por esse mesmo deus. Olhe-se no espelho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1 - Não tenho esta visão' date=' muito pelo contrário.

Vários fatos (ajudas) somente vieram a tona pós morte dele. Se ele

quisesse ter o ego acariciado, tornaria pública. Tem uma passagem que

diz..."a mão direita não precisa saber o que a esquerda faz". O ponto

de discordância é o egoísmo. Venho escrevendo desde o início sobre

isto, e não é idéia fixa, é constatação de tudo que me cerca, do que

vivi, presenciei e descobri, ou seja, meus princípios. Se alguém se

coloca a frente em determinada situação, também não critico, apenas

afirmo que (para muitos) o egoísmo é sim um defeito. Mas respeito a tua

opinião, só não gosto quando afirmas por mim.

 

 

 

2 - Se fosse da forma como colocastes, talvez, porém falamos de

muitos médicos, advogados, engenheiros, políticos (sic) e diversas

profissões que, no mínimo, demonstram certa evolução intelectual, que

procuram e procuravam contato com o mundo espiritual. A constatação de

que é possível se comunicar, não pretende mudar a tua opnião, mas sim

mostrar que ela existe e não é fantasia. (Existe um caso que fiquei

sabendo domingo ao assistir um programa televisivo, de um americano que

estuda cientificamente casos de reencarnação). E, na minha opinião,

quem age da forma que você colocou é massa de manobra. Elas existem, e

quem se utiliza delas é sim um "falcatrua".

 

 

 

3 - Tem uma parte que resumiu tudo, até o momento em sua opinião

ela não é, e para muita gente ainda não é também. Mas este é um momento

transitório. Mediunidade não é ciência, desta forma concordo contigo,

como falei anteriormente, mediunidade é uma faculdade humana. O

que escrevi é que o espiritismo é um estudo científico.

Sobre carapuça até pode ser que levei para o lado errado, mas

meias palavras bastam para verificar um contexto tendencioso. E para

completar, também não afirmei que vejo fantasmas, apenas vejo espíritos

desencarnados. Quem dera ter a honra de falar com Deus. Com certeza

quem afirmo que fala diretamente com ele deve estar blefando. Podemos

sim ser agraciados pela força que vem dele. Basta querer.

 

 

 

4 - Apenas um desabado outrora.
[/quote']

 

 

 

1 - Não é necessária a publicidade para ter o ego acariciado.

 

 

 

Toda vez que você se submete a uma seleção de emprego/estágio ou

faculdade, está se colocando a frente de outros. Toda vez que você

decide gastar entre 10 e 20 reais no cinema, você está se colocando a

frente de pessoas que poderiam ser ajudadas com esse dinheiro. Toda vez

que você gasta energia eletrica para usar o PC para postar aqui nesse

fórum, você coloca sua vontade de discutir a frente de tantas outras

coisas mais úteis que podiam ser feitas com essa energia ou com o

dinheiro que você gasta nela. Toda vez que entra em uma fila, está se

colocando a frente de outros. Toda vez que entra em um ônibus lotado,

está se colocando a frente dos que não conseguiram entrar.

 

 

 

Agora, me responda, por favor: Qual o problema em se colocar a frente

dos outros? Você mesmo não faz isso o tempo todo? Tem algo errado entre

suas experiências, suas ações e seu discurso... Não estão batendo... 17

 

 

 

 

 

 

 

2 - Credulidade não depende da carreira profissional. Não há

"constatação" de que é possível estabelecer contato com espíritos. Isso

não é fato. Sua fé nisso não irá tornar verdade.

 

 

 

E eu duvido muito que alguem estude cientificamente um fenômeno que não

pode ser observado direta ou indiretamente. Ele pode ter teorias. Mas,

nesse caso, nem científicas elas são, pois não há base teórica ou

prática que sustente a teoria da reencarnação.

 

 

 

O que você chama de "massa de manobra" são pessoas como você mesmo. Qual diferença você vê entre você e a "massa"?

 

 

 

 

 

 

 

3 - Mediunidade não é faculdade humana até que se prove o contrário.

Pode provar? Se puder, me avise. E o espiritismo não é um estudo

científico. Pare de insistir nessa bobagem. Depois reclama quando digo

que você não sabe o que é ciência...

 

 

 

Ver espíritos desencarnados, ver fantasmas... dá no mesmo para mim.

Procure um psiquiatra ou pare de mentir ou prove que é a verdade.

Também tem a possibilidade de você estar usando drogas, mas prefiro nem

cogitar essa.

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

Para mim' date=' falácia é falácia.

 

A questão foi: Eu não poderia seguir seu deus, mesmo que me fosse provada sua existência, devido as atrocidades por ele cometidas ou cometidas por seus seguidores com seu apoio. Escravidão é uma dessas atrocidades.

 

No lugar de tentar argumentar sobre isso, você resolveu falar de algumas situações da relação patrão-empregado atual. Isso não resolve a questão que coloquei. Não justifica ou melhora o fato da escravidão praticada pelos hebreus e supostamente apoiada pelo seu deus. E não vai me fazer aceitar a escravidão que seu deus apoiou.

 

Se você é incapaz de discutir a questão colocada, seria mais fácil simplesmente se calar e parar de fazer esse papel ridículo.

[/quote']

Ai que está.Falácia é usada para defender que algo é certo.Porém,não estou aqui defendendo a escravidão,muito pelo contrário.O que estou fazendo é mostrando as semelhanças entre a escravidão e os empregos de hoje em dia, observando assim que,se o sistema atual é aceitável aos olhos das pessoas,a escravidão não pode estar tão errada assim para estas pessoas já que ambas compartilham algumas características.

Logo,o que estou falando ser enquadrado ou não como falácia não muda nada,já que não estou defendendo a escravidão.

 

Você que não percebeu,mas a questão colocada já se resolveu.O problema é que foi gerada uma nova questão,você negar que a escravidão e os empregos atuais compartilham algumas características práticas.Situação essa que foi observada pelo Gustavo inclusive.

 

Como claramente você não foi capaz de encontrar meu ponto de vista sobre esta questão,vou colocar aqui mais destacada:

 

3-Se você considera Deus um hipócrita por ele não deixar seu povo ser escravo mas deixar outros povos serem' date='sim,ele é hipócrita.

[/quote']

 

Logo,se você define como "atrocidades" as coisas que foram feitas no passado e acha que o modo dele de agir é hipócrita se negando assim a segui-lo,não siga a ele.Simples assim.

 

O que apontei é que você deve tentar visualizar como era o mundo no passado e ver o que REALMENTE melhorou no mundo atual, além de analisar a questão da supremacia universal e do livre-arbítrio dado ao homem.

 

Outro ponto importante que você deveria analisar antes de tomar uma posição,o arranjo da época.

Naquela época Israel era a nação de Deus,logo,ele a defendia contra inimigos e a ajudava a prosperar.Deus é amor,mas ele não se refreia de punir aqueles que atacam seus servos.Como falei,se você acha isso hipocrisía,tudo bem.

 

btw,duvido muito que sua posição continuaria sendo esta se fosse provada a existência de Deus.

 

 

 

 

Rafal2010-08-16 00:14:11

Link to comment
Share on other sites

THX,

 

Estive pensando em outro ponto aqui,o texto de 2 Pedro 3:10 vêm logo antes de "Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça."

Ou seja,claramente esses novos céus e nova Terra virão APÓS a suposta destruição da Terra.

Então,o que falta definir é se realmente esta "nova terra" é o planeta Terra ou uma terra nos céus.

 

 

----------------------

Uma coisa que andei pensando estas dias.Biblicamente falando,é possível existir vida inteligente em outro planeta?Acredito eu que sim,afinal,a bíblia nem nega e nem afirma.

 

Link to comment
Share on other sites

 

Ai que está.Falácia é usada para defender que algo é certo.Porém' date='não estou aqui defendendo a escravidão,muito pelo contrário.O que estou fazendo é mostrando as semelhanças entre a escravidão e os empregos de hoje em dia, observando assim que,se o sistema atual é aceitável aos olhos das pessoas,a escravidão não pode estar tão errada assim para estas pessoas já que ambas compartilham algumas características.

Logo,o que estou falando ser enquadrado ou não como falácia não muda nada,já que não estou defendendo a escravidão.

 

Você que não percebeu,mas a questão colocada já se resolveu.O problema é que foi gerada uma nova questão,você negar que a escravidão e os empregos atuais compartilham algumas características práticas.Situação essa que foi observada pelo Gustavo inclusive.[/quote']

 

Falácia não pode ser usada para defender coisa alguma em uma discussão. Falácia não tem valor como argumento. Você não entendeu isso ainda?! Nossa... está difícil essa ficha cair... 13

 

O trabalho assalariado respeita os direitos do trabalhador e o respeita como ser humano. O problema não é o sistema de trabalho assalariado e sim os indivíduos que o distorcem. Há pessoas como os diretores da Marisa que sempre vão tentar impor sua vontade sobre o sistema. Cabe a nós denunciar e as autoridades punir.

 

Já na escravidão não há qualquer respeito pelo escravo. Afinal, a própria redução do homem a propriedade já é um desrespeito. Não tem escravidão menos pior ou menos errada ou com apenas algumas falhas. Ela por si só já é um erro, uma falha, o pior sistema de trabalho possível.

 

O trabalho assalariado NÃO "compartilha algumas características" com a escravidão. O que você está fazendo é o mesmo que dizer que viajar de avião é semelhante a se jogar de um prédio, em questão de segurança, só porque acontecem alguns acidentes com os aviões. Entende?

 

Sua comparação é totalmente nonsense. Você pega uma coisa certa que contem alguns problemas porque nada é perfeito e tenta igualar com outra coisa que é totalmente falha desde sua base e sob qualquer ponto de vista.

 

E o Gustavo ainda embarcou no seu delírio... 06

 

Como claramente você não foi capaz de encontrar meu ponto de vista sobre esta questão' date='vou colocar aqui mais destacada:

 

"3-Se você considera Deus um hipócrita por ele não deixar seu povo ser escravo mas deixar outros povos serem,sim,ele é hipócrita."

 

Logo,se você define como "atrocidades" as coisas que foram feitas no passado e acha que o modo dele de agir é hipócrita se negando assim a segui-lo,não siga a ele.Simples assim.

 

O que apontei é que você deve tentar visualizar como era o mundo no passado e ver o que REALMENTE melhorou no mundo atual, além de analisar a questão da supremacia universal e do livre-arbítrio dado ao homem.

 

Outro ponto importante que você deveria analisar antes de tomar uma posição,o arranjo da época.

Naquela época Israel era a nação de Deus,logo,ele a defendia contra inimigos e a ajudava a prosperar.Deus é amor,mas ele não se refreia de punir aqueles que atacam seus servos.Como falei,se você acha isso hipocrisía,tudo bem.

 

btw,duvido muito que sua posição continuaria sendo esta se fosse provada a existência de Deus.

 

[/quote']

 

Repetindo: A época era outra, mas o deus é o mesmo. Em um mundo sem o seu deus, tudo bem. Eu aceito o fato de que os humanos de milhares de anos atrás não tinham consciência do quanto escravizar é errado. Faltava-lhes evolução social. Como não havia nenhum ser superior para nos ensinar, levamos séculos para entender que isso é errado.

 

Mas nós estamos cogitando a possibilidade do conteúdo da bíblia ser real. Se há um deus, se ele estava sempre em contato com os humanos e interferindo nos acontecimentos, é inaceitável a idéia de que ele deixou passar, apoiou e/ou cometeu esse erro. Se ele existe e é como descrevem, isso não poderia ter acontecido. Então ele não existe ou não é como o descrevem.

 

Além disso, uma coisa é punir alguem por cometer erros como o de atacar outras pessoas gratuitamente. Outra bem diferente é permitir que seus servos cometam erros só porque eles são seus servos. Seria o mesmo que eu permitir a um filho meu abusar das empregadas só porque ele é meu filho. Uma atitude errada é errada não importando quem toma essa atitude e nem quem sofre com ela. Não importa a que deus eles servem e nem a que deus os inimigos serviam, a escravidão continuará sendo um erro. Será que você não entendeu isso ainda também?!

 

E você pode duvidar. Direito seu. Todo crente adora empinar o nariz do alto de sua arrogância infundada e dizer que ninguem é feliz sem sua crença, que nas dificuldades todo descrente pede ajuda a seu deus, etc, etc... Isso aí não é novidade para mim. Você não é o primeiro e nem será o último a duvidar do meu caráter. 09

 

Link to comment
Share on other sites


1 - Não é necessária a publicidade para ter o ego acariciado.

Toda vez que você se submete a uma seleção de emprego/estágio ou faculdade' date=' está se colocando a frente de outros. Toda vez que você decide gastar entre 10 e 20 reais no cinema, você está se colocando a frente de pessoas que poderiam ser ajudadas com esse dinheiro. Toda vez que você gasta energia eletrica para usar o PC para postar aqui nesse fórum, você coloca sua vontade de discutir a frente de tantas outras coisas mais úteis que podiam ser feitas com essa energia ou com o dinheiro que você gasta nela. Toda vez que entra em uma fila, está se colocando a frente de outros. Toda vez que entra em um ônibus lotado, está se colocando a frente dos que não conseguiram entrar.

Agora, me responda, por favor: Qual o problema em se colocar a frente dos outros? Você mesmo não faz isso o tempo todo? Tem algo errado entre suas experiências, suas ações e seu discurso... Não estão batendo... 17

2 - Credulidade não depende da carreira profissional. Não há "constatação" de que é possível estabelecer contato com espíritos. Isso não é fato. Sua fé nisso não irá tornar verdade.

E eu duvido muito que alguem estude cientificamente um fenômeno que não pode ser observado direta ou indiretamente. Ele pode ter teorias. Mas, nesse caso, nem científicas elas são, pois não há base teórica ou prática que sustente a teoria da reencarnação.

O que você chama de "massa de manobra" são pessoas como você mesmo. Qual diferença você vê entre você e a "massa"?

3 - Mediunidade não é faculdade humana até que se prove o contrário. Pode provar? Se puder, me avise. E o espiritismo não é um estudo científico. Pare de insistir nessa bobagem. Depois reclama quando digo que você não sabe o que é ciência...

Ver espíritos desencarnados, ver fantasmas... dá no mesmo para mim. Procure um psiquiatra ou pare de mentir ou prove que é a verdade. Também tem a possibilidade de você estar usando drogas, mas prefiro nem cogitar essa.
[/quote']

1 - Maneira distorcida de ver as coisas em Nostromo? Respeitando o direito de todos e a liberdade individual, não se coloca a frente de ninguém, apenas se usa o espaço que, por direito, é de todo o indivíduo. Se você não vê desta forma, paciência. Repetindo, o problema é o egoísmo, pela enésima vez.

2 - Existe sim a constatação. Não é pelo fato de você não acreditar que os contatos não existem. Os "fenômenos" assim chamados por você, são observado diretamente. Sobre massas, a diferença é que eu, ou qualquer pessoa que pensa e age livre por sua própria consciência, não são massa de manobra. Bem simples assim.

3 - Provar para você? Quanta tolice e perda de tempo. Não consegue nem ver o mais óbvio, quem dirá algo sutil. E jamais alguém em sã consciência irá fazer isto para "mostrar" algo a quem é incrédulo. Verás pelos teus olhos. Bobagem? Para você acredito mesmo que seja, uma pessoa materialista será isso, e apenas issso, até que algo aconteça para mudar. Ou talvez seja medo?

Sobre seu último parágrafo, quantos anos tens, 10?
Link to comment
Share on other sites


1) Então' date=' literalmente falando, o texto diz que os céus (Sol, Lua, estrelas, cometas, planetas, galáxias) e a terra (o planeta terra) seriam destruídos. E se também entendermos o texto na sua forma literal, como você disse, haveria um fim devastador para o nosso mundo.

2) Então, podemos dizer que o "céu" e a "terra" não pode ser entendidos no texto em sentido literal porque isso contradiz Mateus 6:10 e Salmos 37:29.
[/quote']
1) Sim, segundo a Bíblia, tudo acabará. O que seria "novos céus" pra você?

2) Ou Mateus e Salmos não podem ser entendidos no sentido literal, por contradizer o texto acima, ou devemos interpretar conforme o contexto.


Deus disse que vai acabar com a morte em Apocalipse 21:4 e João 17:3 diz que absorver conhecimento de Deus e de Jesus significa vida eterna. Portanto' date=' as pessoas viverão eternamente na Terra porque este era e ainda é o propósito original de Deus.
[/quote']
Logo, é um erro você dizer que o ciclo de gerações continua... Esse seu comentário só ratifica o que venho falando.


Não' date=' não coloquei por acaso. Veja como outras traduções vertem esse texto de Salmos 104:5.
[/quote']
Sim colocou. Não estou comparando com algum texto bíblico, veja o que você escreveu: "permanecerá por tempo indefinido, ou seja, para sempre"

Quando um sindicato anuncia greve por tempo indefinido, quer dizer que é para sempre?


Alí era para ser a morada dos anjos' date='não de humanos.Só passou a ser de humanos por conta do arranjo do rei messiânico que Deus proveu para resolver o problema gerado por Satanás.O propósito de Deus nunca foi que humanos vivessem nos céus.
[/quote']
Mas o fato é que num determinado momento passou a ser.

Habitada por humanos somente a alguns milhares de anos.O que para Deus é bem pouco.

Para ele até milhões ou bilhões de anos é pouco... Quando falamos em divindade' date=' devemos considerar o infinito.  Mas comentei com base na nossa percepção do tempo.

1) Estive pensando em outro ponto aqui,o texto de 2 Pedro 3:10 vêm logo antes de "Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça." Ou seja,claramente esses novos céus e nova Terra virão APÓS a suposta destruição da Terra.
Então,o que falta definir é se realmente esta "nova terra" é o planeta Terra ou uma terra nos céus.

2) Uma coisa que andei pensando estas dias.Biblicamente falando,é possível existir vida inteligente em outro planeta?Acredito eu que sim,afinal,a bíblia nem nega e nem afirma.


1) Tem razão. E como será essa nova terra? Veja o que diz Apocalipse: "E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe." Se a nova terra será o planeta Terra, porque não existirá mais o mar? Acho que não é apenas definir se é o planeta terra ou celestial, mas também se será outro universo mesmo. Pode ser outro universo, com leis da física que nem podemos imaginar.

2) Podemo existir até milhões de civilizações na galáxia. E sobre vida inteligente, é interessante algumas teorias como a do Von Daniken, de que os deuses dos livros sagradas escritos no decorrer da história, narram literalmente a visita de astronautas de outros planetas na terral. Ou seja, os antigos na falta de outro termo, chamavam esses astronautas de deuses, ao descreverem suas naves inclusive como no início de Ezequiel.

Link to comment
Share on other sites


Uma coisa que andei pensando estas dias.Biblicamente falando' date='é possível existir vida inteligente em outro planeta?Acredito eu que sim,afinal,a bíblia nem nega e nem afirma.
[/quote']

 

Este é um assunto interessante, pois não há revelação clara nas Escrituras. Aqui a especulação é livre. Por ora, fico em cima do muro... Mas considerando que o termo "mundo" em João 3:16 no grego dá a conotação de "cosmos", ou seja, TODO o universo, TUDO que abrange a Criação (e, portanto, bem mais além que nosso inóspito planetinha), dá pra dar uma palinha extra sobre a existência de seres extraterrestres.
Link to comment
Share on other sites

 

 

 

 

 

1 - Não é necessária a publicidade para ter o ego acariciado.

 

 

 

Toda vez que você se submete a uma seleção de emprego/estágio ou

faculdade' date=' está se colocando a frente de outros. Toda vez que você

decide gastar entre 10 e 20 reais no cinema, você está se colocando a

frente de pessoas que poderiam ser ajudadas com esse dinheiro. Toda vez

que você gasta energia eletrica para usar o PC para postar aqui nesse

fórum, você coloca sua vontade de discutir a frente de tantas outras

coisas mais úteis que podiam ser feitas com essa energia ou com o

dinheiro que você gasta nela. Toda vez que entra em uma fila, está se

colocando a frente de outros. Toda vez que entra em um ônibus lotado,

está se colocando a frente dos que não conseguiram entrar.

 

 

 

Agora, me responda, por favor: Qual o problema em se colocar a frente

dos outros? Você mesmo não faz isso o tempo todo? Tem algo errado entre

suas experiências, suas ações e seu discurso... Não estão batendo... 17

 

 

 

 

 

 

 

2 - Credulidade não depende da carreira profissional. Não há

"constatação" de que é possível estabelecer contato com espíritos. Isso

não é fato. Sua fé nisso não irá tornar verdade.

 

 

 

E eu duvido muito que alguem estude cientificamente um fenômeno que não

pode ser observado direta ou indiretamente. Ele pode ter teorias. Mas,

nesse caso, nem científicas elas são, pois não há base teórica ou

prática que sustente a teoria da reencarnação.

 

 

 

O que você chama de "massa de manobra" são pessoas como você mesmo. Qual diferença você vê entre você e a "massa"?

 

 

 

 

 

 

 

3 - Mediunidade não é faculdade humana até que se prove o contrário.

Pode provar? Se puder, me avise. E o espiritismo não é um estudo

científico. Pare de insistir nessa bobagem. Depois reclama quando digo

que você não sabe o que é ciência...

 

 

 

Ver espíritos desencarnados, ver fantasmas... dá no mesmo para mim.

Procure um psiquiatra ou pare de mentir ou prove que é a verdade.

Também tem a possibilidade de você estar usando drogas, mas prefiro nem

cogitar essa.

 

[/quote']

 

 

 

Eu nem chamo de teoria, uma vez que teorias são hipóteses abalizadas por comprovação experimental.

 

 

 

Logo' date='se você define como "atrocidades" as coisas que foram feitas no

passado e acha que o modo dele de agir é hipócrita se negando assim a

segui-lo,não siga a ele.Simples assim.

 

 

 

O

que apontei é que você deve tentar visualizar como era o mundo no

passado e ver o que REALMENTE melhorou no mundo atual, além de analisar

a questão da supremacia universal e do livre-arbítrio dado ao homem.

 

 

 

Outro ponto importante que você deveria analisar antes de tomar uma posição,o arranjo da época.

 

Naquela

época Israel era a nação de Deus,logo,ele a defendia contra inimigos e

a ajudava a prosperar.Deus é amor,mas ele não se refreia de punir

aqueles que atacam seus servos.Como falei,se você acha isso

hipocrisía,tudo bem.

 

 

 

btw,duvido muito que sua posição continuaria sendo esta se fosse provada a existência de Deus.

 

 

[/quote']

 

 

 

 

 

Bem, não queria entrar nesse mérito de fé, pois eu seria hipócrita e

também porque isto é uma crença,e como tal, é muito pessoal, assim como

os julgamentos consequentes a ela.

 

 

 

 

 

Mas existe ai uma contradição, se Deus deu livre-arbitrio e apoiou a

escravidão, existe ai uma incompatibilidade, um erro Divino. Para mim,

os designeos de Deus e a Bíblia são mensagens veladas, simbólica, não

há nada ali sendo literal.

 

 

 

 

 

Hipócrita todos nós somos em algum grau, pois os mesmos erros que outros cometem nós cometemos em algum grau e em algum ponto.

 

 

 

 

 

 

1 - Maneira distorcida de ver as coisas em Nostromo? Respeitando o direito de todos e a liberdade individual' date=' não se coloca a frente de ninguém, apenas se usa o espaço que, por direito, é de todo o indivíduo. Se você não vê desta forma, paciência. Repetindo, o problema é o egoísmo, pela enésima vez.

2 - Existe sim a constatação. Não é pelo fato de você não acreditar que os contatos não existem. Os "fenômenos" assim chamados por você, são observado diretamente. Sobre massas, a diferença é que eu, ou qualquer pessoa que pensa e age livre por sua própria consciência, não são massa de manobra. Bem simples assim.

3 - Provar para você? Quanta tolice e perda de tempo. Não consegue nem ver o mais óbvio, quem dirá algo sutil. E jamais alguém em sã consciência irá fazer isto para "mostrar" algo a quem é incrédulo. Verás pelos teus olhos. Bobagem? Para você acredito mesmo que seja, uma pessoa materialista será isso, e apenas issso, até que algo aconteça para mudar. Ou talvez seja medo?

Sobre seu último parágrafo, quantos anos tens, 10?
[/quote']

1° O problema é que você antes de ajudar os outros se sente safisteifo por ajudar os outros, se agrada ajudando os outros 03

 

2° As experiências  vivenciadas por pessoas que dizem ver espiritos podem

ser um espectro de coisas, desde desturbios psicóticos, miragens, até

realidade mesmo, e para tanto é preciso averiguar, fazer experimentos,

o espiritismo NÃO É ciência porque ele se embasa somente nas

experiências das pessoas e quando tenta averiguar a natureza dessa

experiência ou esbarra em algum disturbio psiquico ou na falta de

qualquer evidência, portanto, ter as experiências pessoais como

embasamento não é experimentação, não é evidência pra nada.

 

 

 

Seria o mesmo que dizer que a gravidade existe porque as pessoas a

experimentam, mas sem que houvesse testes que a evidênciassem. O

"Gravidatismo" não seria Ciência, uma vez que o que as pessoas

sentissem poderia ser um bocado de coisas, menos a gravidade. Graças a

experimentos e métodos que a evidênciasse, a Gravidade se tornou uma

Lei.

 

E sobre qual a diferença de um cachorro pra um bebê é que um é  Canis lupus familiaris e o outro é Homo sapiens sapiens. Um percebe o homem como um lider de matilha(mesmo "reconhecendo" não ser de mesma espécie, não se colocando como se fosse da mesma espécie), outro percebe o homem como seu pai, ou como amigo, ou como alguém... 

 

Se você tem um cão, você não necessariamente o está causando mal, agora se você tem(ter como objeto-posse) um filho, você ESTÁ causando mal a criança e ao seu desenvolvimento 03

Gustavo Adler2010-08-16 11:58:30

Link to comment
Share on other sites


Mas considerando que o termo "mundo" em João 3:16 no grego dá a conotação de "cosmos"' date=' ou seja, TODO o universo, TUDO que abrange a Criação (e, portanto, bem mais além que nosso inóspito planetinha), dá pra dar uma palinha extra sobre a existência de seres extraterrestres.
[/quote']
Mas a Bíblia usa os dois termos: Mundo e Universo. E se for no sentido de universo, continua válido para qualquer civilização em planetas distantes. Fazendo um paralelo com a terra, o evangelho foi divulgado para o mundo de várias formas, uma delas aconteceu quando cruzaram o oceano e pegaram para os índios por exemplo. A dsitância foi vencida aí. Fazendo uma comparação: No futuro, as naves espaciais seriam o mesmo que os navios. Ou seja, a bordo de naves espaciais, será possível pregar para outras civilizações. Claro que estou exagerando um pouco, mas é uma possibilidade. De qualquer forma, nada impede que outra civilização tenha recebido a mensagem divina de outra forma.

 
Link to comment
Share on other sites

 

1) Sim' date=' segundo a Bíblia, tudo acabará. O que seria "novos céus" pra você?

2) Ou Mateus e Salmos não podem ser entendidos no sentido literal, por contradizer o texto acima, ou devemos interpretar conforme o contexto.

[/quote']

1) Se trata de um governo celestial, cujo Rei é Jesus Cristo.

2) Não faria sentido o texto de Mateus e Salmos não ser entendido em sentido literal pois Jesus, ensinando a oração do Pai-Nosso diz que a vontade de Deus seria feita em "toda a terra", já o texto de Salmos traz o mesmo sentido de Apocalipse 5:10 e Mateus 5:5 e de Salmos 37:11.

 

A palavra hebraica usada no texto é "’é·rets" que significa “1. a. terra [earth], a terra inteira [globo terrestre] ([em contraste] com parte dela) . . . b. terra, [em contraste] com céu . . . c. terra=habitantes da terra . . . 2. terra [land]=a. país, território . . . b. distrito, região . . . 3. a. chão, superfície do solo . . . b. solo, como produtivo.”

 

 

Sim colocou. Não estou comparando com algum texto bíblico' date=' veja o que você escreveu: "permanecerá por tempo indefinido, ou seja, para sempre"

Quando um sindicato anuncia greve por tempo indefinido, quer dizer que é para sempre?

[/quote']

Não, não coloquei. Apenas pus porque as versões da Bíblia que eu coloquei confirmam esse sentido e a própria Tradução do Novo Mundo diz: "Não será abalada, por tempo indefinido ou para todo o sempre."

Respondendo à sua pergunta: Quando uma data para o fim da greve não é anunciada, a greve permanece até que surja essa data e termine a greve.

Portanto, quando o texto diz que a terra permance por tempo indefinido, significa que a terra não tem uma data definida para o seu fim, significando que a mesma permanecerá para sempre.

 

Link to comment
Share on other sites

 

O trabalho assalariado respeita os direitos do trabalhador e o respeita como ser humano. O problema não é o sistema de trabalho assalariado e sim os indivíduos que o distorcem. Há pessoas como os diretores da Marisa que sempre vão tentar impor sua vontade sobre o sistema. Cabe a nós denunciar e as autoridades punir.

 

Já na escravidão não há qualquer respeito pelo escravo. Afinal' date=' a própria redução do homem a propriedade já é um desrespeito. Não tem escravidão menos pior ou menos errada ou com apenas algumas falhas. Ela por si só já é um erro, uma falha, o pior sistema de trabalho possível.

[/quote']

Não estou falando que ela PODE ser usada.Estou falando o PORQUE ela é usada,sei que falácia não têm valor como argumento.

 

Realmente o sistema de empregos atuais,em teoria,respeita o trabalhador e pode ser punido se não respeitar.Concordo contigo.

Só que,na esfera pratica,a coisa fica um pouco mais complicada,veja só o que a lei considera como prática análoga a escravidão:

 

"O trabalho análogo ao de escravo é aquele em que a pessoa é submetida a condições degradantes, como jornada exaustiva (acima de 12h, como prevê a lei), servidão por dívida (tem a liberdade cerceada por dívida com o empregador) e corre riscos no ambiente de trabalho. "

 

Não sou advogado,talvez o Dook possa ajudar nisso aqui,mas acredito que se tirarmos apenas uma destas características,dívida com o empregador por exemplo,a lei não pode mais punir o empregador.Porém,na prática,a pessoa continua sendo abusada pelos empregadores e não vê outra saída além de continuar alí.

 

Veja que o tempo todo eu não estou tratando do sistema.O sistema realmente é mais justo.Eu estou tratando de pessoas.E,se tratando deste assunto,pessoas (praticamente) escravizam pessoas e nós nada fazemos.Ficamos esperando o governo ou a própria pessoa dar um jeito nisso,fugir deste emprego.

O problema é que,mesmo que ela consiga entrar em outro emprego,existe grande chance dela também ser (praticamente) escravizada neste também.

Então,o sistema mudou,mas as pessoas não e elas continuam achando normal ser abusado pelos patrões.

 

Se há um deus' date=' se ele estava sempre em contato com os humanos e interferindo nos acontecimentos, é inaceitável a idéia de que ele deixou passar, apoiou e/ou cometeu esse erro.

[/quote']

Ele interferiu apenas no que diz respeito ao seu propósito,ou seja,abrir caminho para Jesus vir.

 

Os humanos escolheram seguir o próprio caminho e ele deixou e têm deixado isso.Logo,se os povos da época consideravam correto escravizar,ele deixava isso acontecer.

 

O máximo que ele fazia era legislar sobre isso,já que esse era o papel dele como Deus daquelas pessoas.Mas veja,até nisso ele meio que parou,já que os Israelitas,depois de um tempo,pediram para ter um rei assim como os outros povos tinham.Então esse rei,também humano e escravagista,passou a legislar.

 

Nós estamos vivendo nas mesmas condições daquelas pessoas.Nosso sistema de empregos não é perfeito,Deus o considera errado e prometeu nos dar um correto.Mas porque então ele deixa que ele se mantenha e nos deu princípios sobre como trata-lo?Porque ele têm deixado "homem governar homem".

 

Outra bem diferente é permitir que seus servos cometam erros só porque eles são seus servos.

Não é bem assim.

Os erros que os Israelitas cometiam eram os mesmo que os outros povos cometiam.Logo' date='ele deixa TODOS os humanos cometerem estes erros.

 

Mas o fato é que num determinado momento passou a ser.

Nota:Não por vontade de Deus,mas por força das circunstâncias.

 

Para ele até milhões ou bilhões de anos é pouco... Quando falamos em divindade' date=' devemos considerar o infinito.  Mas comentei com base na nossa percepção do tempo.

[/quote']

Mas não podemos pensar com base na nossa percepção.A bíblia é a palavra de Deus,não nossa.Então,quando ele diz que não criou a terra "para nada" ele está falando isso com base na percepção dele,não na nossa.

 

1) Tem razão. E como será essa nova terra? Veja o que diz Apocalipse: "E vi um novo céu' date=' e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe." Se a nova terra será o planeta Terra, porque não existirá mais o mar? Acho que não é apenas definir se é o planeta terra ou celestial, mas também se será outro universo mesmo. Pode ser outro universo, com leis da física que nem podemos imaginar.

 

2) Podemo existir até milhões de civilizações na galáxia. E sobre vida inteligente, é interessante algumas teorias como a do Von Daniken, de que os deuses dos livros sagradas escritos no decorrer da história, narram literalmente a visita de astronautas de outros planetas na terral. Ou seja, os antigos na falta de outro termo, chamavam esses astronautas de deuses, ao descreverem suas naves inclusive como no início de Ezequiel.

[/quote']

Quanto à seu questionamento a cerca da eternidade,o texto que o Dook postou mostra que TODOS que tiverem fé em Jesus viverão para sempre,logo,as pessoas que viverem nesta "nova terra" viverão para sempre.

 

1)Não nego que existe possibilidade de ser em outra galáxia,mas não creio que este texto de Revelação deva ser analisado de forma literal.Quer dizer,Deus vai destruir o céu?

Veja o que Revelação 19:13 diz:"13 E o mar entregou os mortos nele, e a morte e o Hades entregaram os mortos neles, e foram julgados individualmente segundo as suas ações."

Ou seja,que "mar" é este?Seriam estes mortos os que morreram afogados?Mas porque então não mostra "a terra" entregando os mortos?

 

2)Pois é,acabei de ver um documentário no History Channel chamado "Visitantes" que fala um pouco sobre isso,bem interessante aqueles desenhos dos povos antigos.

 

Este é um assunto interessante' date=' pois não há revelação clara nas Escrituras. Aqui a especulação é livre. Por ora, fico em cima do muro... Mas considerando que o termo "mundo" em João 3:16 no grego dá a conotação de "cosmos", ou seja, TODO o universo, TUDO que abrange a Criação (e, portanto, bem mais além que nosso inóspito planetinha), dá pra dar uma palinha extra sobre a existência de seres extraterrestres.

[/quote']

Pois é,também fico em cima do muro,mas não consigo ficar quieto,começo a pesquisar e debater com outras pessoas este assunto.O problema é que para alguns religiosos eu estou tendo pensamentos errados,anti-bíblicos.

Enfim,pelo que lí no texto de João 3:16,alí mostra o porque Deus enviou Jesus,não creio que nos dê algums pista.

Afinal,ou Deus enviou Jesus para vários planetas para morrer pelos pecados de outras civilizações ou apenas mostra que Deus ama toda a criação,todo o universo.

O que condiz com uma idéia que tive sobre o universo.Ou ele foi criado para que possa existir vida na Terra,o que seria uma baita falta de otimização de projeto e que não condiz com um ser todo-poderoso ou Deus fez este universo do tamanho que ele é apenas para que as criaturas dele e ele mesmo possam apreciar a beleza dele.Isto é,considerando que não existem outras civilizações no universo.

 

Mas existe ai uma contradição' date=' se Deus deu livre-arbitrio e apoiou a escravidão, existe ai uma incompatibilidade, um erro Divino. Para mim, os designeos de Deus e a Bíblia são mensagens veladas, simbólica, não há nada ali sendo literal.

[/quote']

Gustavo,

Deus permitir que algo aconteça não é igual a Deus apoiar este algo.

O que está dando problema aqui é que Deus legislava naquela época e deu normas sobre como escravizar.

Mas,como falei,ele não podia ditar por completo como as pessoas deveriam agir,ele não podia dar o ritmo das coisas,então ele apenas seguiu e têm seguido o ritmo criado pelos humanos.

Como a própria bíblia mostra,nem mesmo os empregos atuais são considerados corretos por Deus,mas ele deixa rolar.

 

Mas a Bíblia usa os dois termos: Mundo e Universo. E se for no sentido de universo' date=' continua válido para qualquer civilização em planetas distantes. Fazendo um paralelo com a terra, o evangelho foi divulgado para o mundo de várias formas, uma delas aconteceu quando cruzaram o oceano e pegaram para os índios por exemplo. A dsitância foi vencida aí. Fazendo uma comparação: No futuro, as naves espaciais seriam o mesmo que os navios. Ou seja, a bordo de naves espaciais, será possível pregar para outras civilizações. Claro que estou exagerando um pouco, mas é uma possibilidade. De qualquer forma, nada impede que outra civilização tenha recebido a mensagem divina de outra forma.

[/quote']

Exatamente.

Inclusive,pode haver algum planeta aonde o desejo de Deus se cumpriu,ou seja,os "humanos" de lá são perfeitos e vivem para sempre.

 

 

Rafal2010-08-16 15:47:29

Link to comment
Share on other sites

 

 

Não estou falando que ela PODE ser usada.Estou falando o PORQUE ela é usada' date='sei que falácia não têm valor como argumento.

 

Realmente o sistema de empregos atuais,em teoria,respeita o trabalhador e pode ser punido se não respeitar.Concordo contigo.

Só que,na esfera pratica,a coisa fica um pouco mais complicada,veja só o que a lei considera como prática análoga a escravidão:

 

"O trabalho análogo ao de escravo é aquele em que a pessoa é submetida a condições degradantes, como jornada exaustiva (acima de 12h, como prevê a lei), servidão por dívida (tem a liberdade cerceada por dívida com o empregador) e corre riscos no ambiente de trabalho. "

 

Não sou advogado,talvez o Dook possa ajudar nisso aqui,mas acredito que se tirarmos apenas uma destas características,dívida com o empregador por exemplo,a lei não pode mais punir o empregador.Porém,na prática,a pessoa continua sendo abusada pelos empregadores e não vê outra saída além de continuar alí.

 

Veja que o tempo todo eu não estou tratando do sistema.O sistema realmente é mais justo.Eu estou tratando de pessoas.E,se tratando deste assunto,pessoas (praticamente) escravizam pessoas e nós nada fazemos.Ficamos esperando o governo ou a própria pessoa dar um jeito nisso,fugir deste emprego.

O problema é que,mesmo que ela consiga entrar em outro emprego,existe grande chance dela também ser (praticamente) escravizada neste também.

Então,o sistema mudou,mas as pessoas não e elas continuam achando normal ser abusado pelos patrões.

 

[/quote']

 

O problema aqui é que julgamos uma forma de trabalho acreditando que a forma que vivemos é a mais justa. Bem, o que é ser justo? será que simplesmente dar a liberdade do cidadão sair do emprego é ser justo com um cidadão? ele é dotado de razão e, portanto, é um ser por si mesmo? é dono de si mesmo? ou precisa que alguém diga o que ele tem que fazer e o que ele não tem que fazer? até onde vai o desrespeito ao outro? até quando tratamos o outro como bonequinha de pano ou como um cidadão dono de si e dotado de consciência?

 

 

 

 

Não é bem assim.

Os erros que os Israelitas cometiam eram os mesmo que os outros povos cometiam.Logo' date='ele deixa TODOS os humanos cometerem estes erros.

[/quote']

 

 

 

Gustavo' date='

Deus permitir que algo aconteça não é igual a Deus apoiar este algo.

O que está dando problema aqui é que Deus legislava naquela época e deu normas sobre como escravizar.

Mas,como falei,ele não podia ditar por completo como as pessoas deveriam agir,ele não podia dar o ritmo das coisas,então ele apenas seguiu e têm seguido o ritmo criado pelos humanos.

Como a própria bíblia mostra,nem mesmo os empregos atuais são considerados corretos por Deus,mas ele deixa rolar.

 

 

[/quote']

 

entendo o que você quer dizer, o problema é que legislar, e dar normas como escravizar é apoiar a escravidão. Tudo bem que o ritmo das pessoas naquela época seja a escravidão, mas o Deus não precisaria dar normas de como escravizar, bastando que desse normas de como se relacionar com as pessoas, em fundamentos, com igualdade e respeito, agir em uma comunidade escravocrata dizendo como elas devem escravizar é dizer que é legal escravizar, é dar o que o próprio Deus se opõe, exploração e ir contra o livre-arbitrio

 

Link to comment
Share on other sites


Eu nem chamo de teoria' date=' uma vez que teorias são hipóteses abalizadas por comprovação experimental.
1° O problema é que você antes de ajudar os outros se sente safisteifo por ajudar os outros, se agrada ajudando os outros 03

2° As experiências  vivenciadas por pessoas que dizem ver espiritos podem ser um espectro de coisas, desde desturbios psicóticos, miragens, até realidade mesmo, e para tanto é preciso averiguar, fazer experimentos, o espiritismo NÃO É ciência porque ele se embasa somente nas experiências das pessoas e quando tenta averiguar a natureza dessa experiência ou esbarra em algum disturbio psiquico ou na falta de qualquer evidência, portanto, ter as experiências pessoais como embasamento não é experimentação, não é evidência pra nada.

Seria o mesmo que dizer que a gravidade existe porque as pessoas a experimentam, mas sem que houvesse testes que a evidênciassem. O "Gravidatismo" não seria Ciência, uma vez que o que as pessoas sentissem poderia ser um bocado de coisas, menos a gravidade. Graças a experimentos e métodos que a evidênciasse, a Gravidade se tornou uma Lei.

E sobre qual a diferença de um cachorro pra um bebê é que um é  Canis lupus familiaris e o outro é Homo sapiens sapiens. Um percebe o homem como um lider de matilha(mesmo "reconhecendo" não ser de mesma espécie, não se colocando como se fosse da mesma espécie), outro percebe o homem como seu pai, ou como amigo, ou como alguém... 

Se você tem um cão, você não necessariamente o está causando mal, agora se você tem(ter como objeto-posse) um filho, você ESTÁ causando mal a criança e ao seu desenvolvimento 03
[/quote']

Buenas, em primeiro lugar gostaria que revesse seu conceito de teoria, pois TODA teoria surge com experiências de um universo de análise.

1 - Sentir-se feliz AJUDANDO alguém, não é egoísmo e muito menos colocar-se a frente de alguém. O problema, ao meu ver, é ajudar alguém somente para se sentir feliz.

Para não causar mais contradições, gostaría que vocês me respondessem, se na sua opinião, egoísmo é virtude?

2 - Podem ser muitas coisas, isto vai sempre depender da interpretação de alguém, pois não existem verdades absolutas, nem no tão aclamado campo científico. Sempre existiu e sempre existirá alguém que colocará em cheque, e isto não sou eu ou você que escrevemos, a história mostra.

Eu continuo achando que existe estudo científico por trás da doutrina, mas se vocês pensam diferente, ótimo.

Não entendi a parte do cachorro, creio que é de outra discussão.
Link to comment
Share on other sites

Uma coisa que andei pensando estas dias.Biblicamente falando' date='é possível existir vida inteligente em outro planeta?Acredito eu que sim,afinal,a bíblia nem nega e nem afirma.
 

Este é um assunto interessante, pois não há revelação clara nas Escrituras. Aqui a especulação é livre. Por ora, fico em cima do muro... Mas considerando que o termo "mundo" em João 3:16 no grego dá a conotação de "cosmos", ou seja, TODO o universo, TUDO que abrange a Criação (e, portanto, bem mais além que nosso inóspito planetinha), dá pra dar uma palinha extra sobre a existência de seres extraterrestres.
[/quote']

 

Pegando o gancho da FAB, acredito sim. No espiritismo, existem algumas revelações a respeito. Existe um livro que fala sobre as revelações de Maria, e ali constam alguns trechos que são claros quanto aos OVNIs.

Além disto, tratamos sobre a pluraridade dos mundos.

Porém, não sei qual seria minha reação num contato direto, ainda mais depois que assisti ao Contatos de 4º Grau, 02
Comunista2010-08-17 04:36:23
Link to comment
Share on other sites

 

 

Buenas' date=' em primeiro lugar gostaria que revesse seu conceito de teoria, pois TODA teoria surge com experiências de um universo de análise.

1 - Sentir-se feliz AJUDANDO alguém, não é egoísmo e muito menos colocar-se a frente de alguém. O problema, ao meu ver, é ajudar alguém somente para se sentir feliz.

Para não causar mais contradições, gostaría que vocês me respondessem, se na sua opinião, egoísmo é virtude?

2 - Podem ser muitas coisas, isto vai sempre depender da interpretação de alguém, pois não existem verdades absolutas, nem no tão aclamado campo científico. Sempre existiu e sempre existirá alguém que colocará em cheque, e isto não sou eu ou você que escrevemos, a história mostra.

Eu continuo achando que existe estudo científico por trás da doutrina, mas se vocês pensam diferente, ótimo.

Não entendi a parte do cachorro, creio que é de outra discussão.
[/quote']

 

egoísmo não é virtude, uma vez que egoísmo não é uma qualidade que se ganha, e sim que existe. Todos nós somos egoístas, e agimos em prol dos outros por egoísmo, a começar pelo julgamento de agir em prol do outro. Ora, você age em prol do outro porque sabe que você não gostaria de estar no lugar do outro. Isto é um ato egoísta por natureza.

 

Mas é importante salientar que não estou aqui querendo contestar seu conceito de egoísmo, ou tirar dos que gostam de ajudar os outros o seu devido valor. Mas estou apenas constatando que ajudar os outros é uma ação egoísta, pelo menos no espectro humano, uma vez que essa ajuda é pra buscar reconforto, e o reconforto do outro é reconforto de si mesmo.

 

E sobre ciência, creio que você não entendeu, não estou dizendo que a Ciência é verdadeira, que ela é dona da Verdade, que diz a Verdade absoluta, ora, eu não acredito na tal verdade absoluta.

 

O que estou dizendo é que a Ciência é um área do conhecimento humano que explora o objeto de estudo a busca de EVIDÊNCIAS de sua existência e de sua natureza. Mais uma vez volto ao exemplo da gravidade, primeiro se constatou que existe algo que faz as coisas e seres ficarem presos na Terra, mas como se há seres que voam? então fora feitos ESTUDOS, EXPERIMENTOS para evidenciar a gravidade. As experiências não foram com relação ao que as pessoas sentiam e sim com relação fenômenos físicos que sob determinados experimentos revelavam a natureza e a existência da Gravidade.

 

Por isso que o espiritismo não é ciência, porque não houve experimento algum que revelasse a existência de espíritos, a ciência não trabalha com suposições, ela não cria nada, e sim produz entendimento do que já existe 03

 

ah sobre o Cachorro é a respeito da comparação que o Rafal fez do Bebê com um Cachorro

Gustavo Adler2010-08-17 15:31:30

Link to comment
Share on other sites

O problema aqui é que julgamos uma forma de trabalho acreditando que a forma que vivemos é a mais justa. Bem, o que é ser justo? será que simplesmente dar a liberdade do cidadão sair do emprego é ser justo com um cidadão? ele é dotado de razão e, portanto, é um ser por si mesmo? é dono de si mesmo? ou precisa que alguém diga o que ele tem que fazer e o que ele não tem que fazer? até onde vai o desrespeito ao outro? até quando tratamos o outro como bonequinha de pano ou como um cidadão dono de si e dotado de consciência?

Exato.

O sistema atual não é perfeito,assim como a escravidão não era.

 

entendo o que você quer dizer, o problema é que legislar, e dar normas como escravizar é apoiar a escravidão. Tudo bem que o ritmo das pessoas naquela época seja a escravidão, mas o Deus não precisaria dar normas de como escravizar, bastando que desse normas de como se relacionar com as pessoas, em fundamentos, com igualdade e respeito, agir em uma comunidade escravocrata dizendo como elas devem escravizar é dizer que é legal escravizar, é dar o que o próprio Deus se opõe, exploração e ir contra o livre-arbitrio

Eu entendo que isso é polêmico.Entendo que legislar sobre algo é como apoiar este algo.

Mas o que aconteceria se Deus não legislasse?Os escravos Israelitas seriam tratados como os escravos das outras nações eram tratados.Por exemplo,um amo que espancasse seu escravo era obrigado a libertar tal escravo.Você não acha que se esta lei não existisse os Israelitas espancariam os escravos?A própria bíblia diz que Deus não remove dos homens a aflição (para os escravos,a própria escravidão) mas que dá meios para que o homem possa suportar.

Outro exemplo,se um amo matasse o escravo,deveria ser morto também.Acha que eles fariam isso se a lei não existisse?

Como falei,Deus vai criando leis de acordo com a situação do homem e então segue esta lei quem quer.Porque,se Deus criar leis de acordo com o que ele acha correto,ele não estará nos deixando seguir com nossas próprias pernas e então a questão da supremacia universal não será resolvida nunca.

O Nostromo acha Deus punitivo e etc,mas ele é bem liberal e faz bastantes concessões para os humanos e sofre muito por elas

O texto de Isaías 65:21-23 mostra claramente que Deus não concorda nem com a escravidão e nem com os empregos atuais,veja:

 

"E edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o seu fruto.

 

Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos.

 

Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a perturbação; porque são a posteridade bendita do SENHOR, e os seus descendentes estarão com eles."

 

Então porque a bíblia legisla sobre os empregos atuais:

 

"Não deves defraudar o teu próximo e não deves roubar. A remuneração dum trabalhador contratado não deve ficar contigo a noite toda até à manhã"

 

Levítico 19:13

"Assim, ficai naquela casa, comendo e bebendo as coisas que provêem, porque o trabalhador é digno de seu salário. Não vos estejais transferindo de casa em casa"

 

Lucas 10:7

 

Porque Deus cria leis de acordo com o que o homem faz.

Esse mundo não é o mundo que Deus quer que os humanos vivam.Se assim fosse,nem mesmo a bíblia seria escrita.Mas ele legisla sobre um mundo que ele não aceita para que seus servos tenho um mínimo de respeito e dignidade para com o próximo e para com eles mesmo.

 

Vou dar um exemplo:

Um pai não quer que o filho vá para uma festa,mas o filho insiste muito e o pai então fala:"Tá,pode ir,mas me liga de 1 em 1 hora".

Quer dizer,o pai não concorda com a festa,mas por amor ao filho deixou ele ir e legislou sobre ela.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

O problema aqui é que julgamos uma forma de trabalho acreditando que a forma que vivemos é a mais justa. Bem' date=' o que é ser justo? será que simplesmente dar a liberdade do cidadão sair do emprego é ser justo com um cidadão? ele é dotado de razão e, portanto, é um ser por si mesmo? é dono de si mesmo? ou precisa que alguém diga o que ele tem que fazer e o que ele não tem que fazer? até onde vai o desrespeito ao outro? até quando tratamos o outro como bonequinha de pano ou como um cidadão dono de si e dotado de consciência?

[/quote']

Exato.

O sistema atual não é perfeito,assim como a escravidão não era.

 

entendo o que você quer dizer' date=' o problema é que legislar, e dar normas como escravizar é apoiar a escravidão. Tudo bem que o ritmo das pessoas naquela época seja a escravidão, mas o Deus não precisaria dar normas de como escravizar, bastando que desse normas de como se relacionar com as pessoas, em fundamentos, com igualdade e respeito, agir em uma comunidade escravocrata dizendo como elas devem escravizar é dizer que é legal escravizar, é dar o que o próprio Deus se opõe, exploração e ir contra o livre-arbitrio

[/quote']

Eu entendo que isso é polêmico.Entendo que legislar sobre algo é como apoiar este algo.

Mas o que aconteceria se Deus não legislasse?Os escravos Israelitas seriam tratados como os escravos das outras nações eram tratados.Por exemplo,um amo que espancasse seu escravo era obrigado a libertar tal escravo.Você não acha que se esta lei não existisse os Israelitas espancariam os escravos?A própria bíblia diz que Deus não remove dos homens a aflição (para os escravos,a própria escravidão) mas que dá meios para que o homem possa suportar.

Outro exemplo,se um amo matasse o escravo,deveria ser morto também.Acha que eles fariam isso se a lei não existisse?

Como falei,Deus vai criando leis de acordo com a situação do homem e então segue esta lei quem quer.Porque,se Deus criar leis de acordo com o que ele acha correto,ele não estará nos deixando seguir com nossas próprias pernas e então a questão da supremacia universal não será resolvida nunca.

O Nostromo acha Deus punitivo e etc,mas ele é bem liberal e faz bastantes concessões para os humanos e sofre muito por elas

O texto de Isaías 65:21-23 mostra claramente que Deus não concorda nem com a escravidão e nem com os empregos atuais,veja:

 

"E edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o seu fruto.

 

Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos.

 

Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a perturbação; porque são a posteridade bendita do SENHOR, e os seus descendentes estarão com eles."

 

Então porque a bíblia legisla sobre os empregos atuais:

 

"Não deves defraudar o teu próximo e não deves roubar. A remuneração dum trabalhador contratado não deve ficar contigo a noite toda até à manhã"

 

Levítico 19:13

"Assim, ficai naquela casa, comendo e bebendo as coisas que provêem, porque o trabalhador é digno de seu salário. Não vos estejais transferindo de casa em casa"

 

Lucas 10:7

 

Porque Deus cria leis de acordo com o que o homem faz.

Esse mundo não é o mundo que Deus quer que os humanos vivam.Se assim fosse,nem mesmo a bíblia seria escrita.Mas ele legisla sobre um mundo que ele não aceita para que seus servos tenho um mínimo de respeito e dignidade para com o próximo e para com eles mesmo.

 

Vou dar um exemplo:

Um pai não quer que o filho vá para uma festa,mas o filho insiste muito e o pai então fala:"Tá,pode ir,mas me liga de 1 em 1 hora".

Quer dizer,o pai não concorda com a festa,mas por amor ao filho deixou ele ir e legislou sobre ela.

 

 

 

 

então, continua sendo incompatível, pois não precisaria legitimar uma escravidão "mais tolerável"(sic) porque toda a humanidade escraviza. Se Deus quisesse criar normativas de como tratar os seus irmãos, deveria não legitimar a escravidão e legitimar o respeito ao outro não importando o credo, a cor, a origem...

 

Link to comment
Share on other sites

então' date=' continua sendo incompatível, pois não precisaria legitimar uma

escravidão "mais tolerável"(sic) porque toda a humanidade escraviza. Se

Deus quisesse criar normativas de como tratar os seus irmãos, deveria

não legitimar a escravidão e legitimar o respeito ao outro não

importando o credo, a cor, a origem...

[/quote']

Você acha que se Deus falasse apenas :"Respeitem o próximo",eles respeitariam os escravos?Para as pessoas daquela época,era CORRETO escravizar alguém,não era falta de respeito.

Logo,se Deus apenas falasse para eles respeitarem as pessoas,eles escravizariam assim mesmo,e da forma como eram escravizadas as pessoas nas outras nações.

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

então' date=' continua sendo incompatível, pois não precisaria legitimar uma

escravidão "mais tolerável"(sic) porque toda a humanidade escraviza. Se

Deus quisesse criar normativas de como tratar os seus irmãos, deveria

não legitimar a escravidão e legitimar o respeito ao outro não

importando o credo, a cor, a origem...

[/quote']

Você acha que se Deus falasse apenas :"Respeitem o próximo",eles respeitariam os escravos?Para as pessoas daquela época,era CORRETO escravizar alguém,não era falta de respeito.

Logo,se Deus apenas falasse para eles respeitarem as pessoas,eles escravizariam assim mesmo,e da forma como eram escravizadas as pessoas nas outras nações.

 

Bem, deixa pra lá, estamos fazendo milhares de conjecturas de uma época que não vivenciamos, só masturbação mental!

 

Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...