Jump to content
Forum Cinema em Cena

Batman V Superman: Dawn of Justice


AnakinSkywalker
 Share

Recommended Posts

Da minha parte, não vejo grandes problemas em continuar a história do Batman do Nolan.

 

A questão seria qual? Spoilers TDKR: Se o Bruce morreu ou não no TDKR? É isso ou o quê?

 

Porque se for isso... Bruce Wayne pode ter sobrevivido e aí depois da terra ser quase destruída no filme do Superman, ele resolve voltar a ativa. Blake poderia aparecer só pra mostrar que ele tá cuidando de Gotham City como o Nightwing, e assim o Bruce fica livre pra ir pra Metrópolis e investir o que rolou. E daí rola o encontro dos dois. Pra mim, é bem simples.

 

Se os fãs do Nolan/trilogia reclamarem que o final do filme não deixa claro se ele tá vivo ou não, o Nolan solta a expressão: "Linha do tempo". O filme novo considera uma linha do tempo onde ele sobreviveu e fim (E em futuros filmes podem até mostrar uma linha do tempo onde ele morreu).

 

Se a questão for que o filme do Nolan não tem os elementos fantásticos do Superman, mas aí... O Superman no filme demorou pra mostrar seus poderes, então tudo aconteceu depois da história do Batman mesmo. Poderiam escolher alguém mais velho pro Bruce Wayne pra deixar claro que esses elementos fantásticos teriam vindo bem depois da história do Nolan.

 

Enfim, posso dar dando uma visão simplista, mas é o que acho.

 

**E não estou falando que devam considerar os filmes do Nolan ou não. Mas que não vejo problemas nisso. Se usarem, bom, senão, tá bom também. Talvez nem dá pra usar mesmo, então que não usem. Sei lá.

 

cara, eu adoraria que fosse assim, mas no meu ver o problema é a idade do Batman, pois no terceiro filme se passaram 8 anos do segundo, entende-se que Bruce teria uns 40, talvez um pouco mais.

O Super tem 33.

para esse filme até daria, mas e para o futuro do UDC?

 

 

Link to comment
Share on other sites

 Bom, BATMAN de Tim Burton não era m filme de origem. As origens do Batman são trabalhadas muito superficialmente naquele filme, e funciona. O mesmo poderia ser feito em BATMAN VS SUPERMAN. É só marcar as diferenças das origens do Batman do Nolan. Exemplo, este Batman Reboot unca encontrou supervilões, isso poderia ser referenciado de alguma forma. Diferente do que ocorre no universo do Nolan, o assassino do casal Wayne poderia nunca ter sido encontrado, o que cria uma diferença determinante com o Batman do Nolan. A partir dai, só não perceberia que não se trata do mesmo Bruce Wayne quem não quer.

 

 C100, com certeza vimos filmes diferentes, e acredito que você viu o filme errado. BATMAN: GOTHAM KNIGHT é um universo a parte que só se baseia no universo do Batman e não pode ser considerado. Tanto é que na animação, Ana Ramirez é uma defensora do Batman, e no filme, ela desaprova as ações do vigilante. Não muito diferente do que houve com o desenho do Homem Aranha produzido pela MTV, que se baseava no 1º Homem Aranha do Raimi, onde ele enfrentava o Lagarto, que morria, mas depois Curt Connos aparece mega vivo em HOMEM ARANHA 2. Ou seja, só vale o que se vê nos filmes.

 

 É obvio que Batman não encontrou nenhum supervilão ou heroi entre BEGINS e TDK. Ele ficou impressionado por existir alguém como o Coringa. Seria impressionante toda essa surpresa do Batman se ele já tivesse topado comum Superman da vida. Em resumo, seria uma foração de barra das mais cretinas se fizessem isso.

 

  CASSINO ROYALE foi um reboot sim (o primeiro da longeva série), e não só uma troca de atores. Tanto que o filme coloca Bond em início de carreira, e tendo a M de Judy Dench como chefe. Sendo que em filmes anteriores, Bond dizia a M que ela era a primeira mulher a assumir o cargo, isso quando Bond já tinha uma longa carreira. Ou seja, o Bond de Daniel Craig não é o mesmo Bond que foi interpretado por seus cinco antecessores, diferente do Bond de Pierce Brosnan, que era o mesmo personagem vivido por Sean Connery.

 

 O GILSONDEE tá certo. Um Batman mais velho seria um tiro no pé agora, pois comprometeria futuras aparições do morcego no UDC cinematográfico.

 

 Sem querer ser chato, mas já sendo, ainda sinto o pessoal daqui com a mente fechada. Enquanto todos estão pensando em formas de derrubar as várias barreiras que Nolan estabeleceu para tentar impedir usos futuros do seu Batman, acho que eu sou o unico que esta tentando ver os lados positivos de um Batman reboot. Será que eu sou o unico que vê um lado positivo nisso?

Link to comment
Share on other sites

 Ai é que tá PRIMO. Acho que seguindo os moldes de 24 HORAS e 007, as aventuras do UDC deviam se passar no "eterno agora", onde os heróis envelhecem numa velocidade radicalmente menor do que envelheceriam na realidade. Ou seja, praticamente não envelhecem.

Link to comment
Share on other sites

Diz isso ao Robert Downey Jr  :D

 

 Não estou dizendo que atores maduros não podem interpretar os seus personagens. Acho que você me interpretou mal

 

 Downey JR, não parece envelhecer. O mesmo vale pro Kiefer Sutherland na serie 24 HORAS. 

 

 Os atores podem envelhecer, mas os poersonagens não, saca?

 

 Exemplo, Sean Connery interpretou Bond até os quarenta e poucos. Depois foi substituido por Roger Moore, que era mais jovem. Mas ainda era o mesmo personagem na mesma linha cronológica.

 

 As experiencias de Jack Bauer duraram muito mais do que "os oito anos" que duraram a série 24 HORAS. Mas não vemos estes efeitos sobre o Jack Bauer de Kiefer Sutherland, já que as tramas se passam no "eterno agora"

 

 Deu pra sacar, PRIMO?

Link to comment
Share on other sites

 A questão não é essa, PRIMO. Na verdade, nem passou perto, PRIMO. Mas acho que a culpa foi minha por ter aberto espaço pra essa interpretação.

 

 Deixa eu tentar ser mais claro. Se mantiverem o Batman do Nolan, mas o Bale não voltar, não necessariamente o seu substituto tem que ter a mesma idade que ele ou ser mais velho, por que o Batman não  tem a mesma idade do Bale, saca? Ele "envelhece" muito mais lentamente que o Bale. Deu pra sacar?

 

 Ou mesmo Jack Bauer. Em tese, Bauer é mais velho que Sutherland, já que quinze anos se passam entre a 1ª e 8ª temporada, quando na realidade, se passam somente oito anos. Mas como o personagem não "envelhece" naturalmente, isso não afeta o desempenho de Jack nas cenas de ação.

Link to comment
Share on other sites

Agora, depois que você editou a postagem anterior, realmente deu pra entender, Questão! E, sim, concordo, claro.

 

Mas voltando então ao argumento principal em relação ao que o Gilson disse: acho até mais interessante para o UDC que Batman seja retratado como um personagem com aproximadamente 39 (ou até mais), e o Superman seja retratado como um cara de pouco mais de 30 anos. Nos quadrinhos, a idade dos dois é quase a mesma, mas não vejo problema se o Batman for mais velho. E, claro, a idade do personagem Bruce, no cinema, pode ser assim retratada (um cara um pouco mais velho) tanto com o Bale quanto com outro ator, caso o Bruce do Nolan seja usado. Bruce sempre foi visto em diversas mídias como um cara cujos efeitos do tempo incidem muito menos no desempenho físico e mental, e isso é muito bacana de ser usado! Ele é um humano que vai ao limite da capacidade.

Link to comment
Share on other sites

 O UDC trabalha com duas versões, PRIMO. Em uma delas, Bruce nasceu no mesmo dia em que Clark chegou na Terra. Na outra, o casal Wayne fo assassinado no mesmo dia em que Clark chegou a Terra.

 

 Ou seja, em uma 1ª versão, os dois tem a mesma idade (já uqe Clark permaneceu num estado "congelado" em sua viagem espacial. Já na 2ª versão, Bruce seria oito anos mais velho.

 

 Mas PRIMO, eu estou falando, e ninguém esta me ouvindo.  Só estou vendo tentativas de derrubar as barreiras impostas pelo Nolan pra tentar impedir que usassem o seu Batman futuramente.

 

 Não estou vendo ninguém (além de mim) tentando abordar o outro lado da questão. O uso de um Batman Reboot neste filme. É capaz de se juntar a mim neste exercício? :D  

Link to comment
Share on other sites

Questão, acredito que se for pensar em um planejamento teria que ser reiniciado, não tem jeito.

Não é questão de idade de ator, mas sim da personagem, a Warner está começando seu universo agora, com man of  Steel, é o que eles disseram, não eu, então, começar com o Batman envelhecido, excluirá algumas possibilidades, não!?

então, reboot nele, mas sem precisar contar as origens, porque isso todos sabemos, foi bem feito e ficaria over.

Link to comment
Share on other sites

 Mas PRIMO, eu estou falando, e ninguém esta me ouvindo.  Só estou vendo tentativas de derrubar as barreiras impostas pelo Nolan pra tentar impedir que usassem o seu Batman futuramente.

 Não estou vendo ninguém (além de mim) tentando abordar o outro lado da questão. O uso de um Batman Reboot neste filme. É capaz de se juntar a mim neste exercício? :D  

 

Desta vez, não, meu amigo! rs

Ontem eu até comecei a escrever um roteiro para o início (apenas) de "Batman e Superman" heheh

 

E confesso, é muita ponta pra amarrar. Por isso é um desafio mais atrativo, confesso.

Link to comment
Share on other sites

Pra mim, tanto faz. Usem o do Nolan, ou rebooteiem o Batman. O povo que vai fazer o filme que decida. Minha preocupação é se o filme vai ficar bom ou não.

 

Só acho que se podem usar o do Nolan (não vi nenhum grande empecilho pra isso), porque não? Ficar rebootando o personagem o tempo todo, não sou muito a favor, não. Enfim.

Link to comment
Share on other sites

 Mais pontas pra amarrar do que em reutilizar a trilogia Nolan?, não creio :D

 

 GILSONDEE, essa vai pra você também.

 

 Acredito que vocês viram BATMAN filme de Tim Burton de 1989. Naquele filme, a origem do Batman não é esmiuçada como foi em BEGINS. Tudo o que sabemos é que os pais foram assassinados, e que Bruce desapareceu por mais de uma década (mas não é contado o que ele fez nesse meio tempo, é deixado em mistério)

 

 Ao descobrir que Batman é Bruce Wayne, Clark investigaria o seu passado. (ai seria bom pra desenvolver que existe um cérebro por trás dos musculos e que Clark é um excelente jornalista). Clark descobriria que o assassino dos Wayne nunca foi pego (diferente da trilogia do Nolan).

 

 Pronto, origem do Batman contada de forma rápida e sem enrolação, diferenciando da origem contada pelo Nolan.

 

O que acham?

Link to comment
Share on other sites

 Mais pontas pra amarrar do que em reutilizar a trilogia Nolan?

 

Não, não.

Eu me referia exatamente à trilogia Nolan.

Quer dizer, não apenas as pontas dela, neh... As dela e os encaixes dela em mundo que agora sofreu uma invasão alienígena.

 

São esses os tais desafios atrativos aos quais eu me referia.

Link to comment
Share on other sites

 Mas você não vê nenhum ponto positivo na utilização de um Batman Reboot? Um Batman que não ficou "marcado" pela "tentativa de assassinato de seu universo" cometida pelo Nolan em seu filme anterior?

 

 Você não acha que a historia poderia correr de forma muito mais natural e livre se não tivesse que ficar "amarrando essas pontas" que o Nolan deixou lá deliberadamente para atrapalhar este uso?

Link to comment
Share on other sites

A conversa então é sobre o processo pré-estréia, certo?

Roteirista tem que ralar, ainda mais se é por um bem maior (neste caso, a satisfação do público e a renda). Para o público geral, a informação sobre a dificuldade não chega, então não vejo problema.

A Marvel Studios ralou (sem comparar os níveis de dificuldade aqui), e o público apenas assistiu a um filme muito bem realizado.

 

Correr de forma mais natural poderia, mas confio muito na força da criatividade para sanar possíveis problemas.

No caso da obra pronta, com os problemas sanados ainda na fase do roteiro, o público assiste à obra e pronto, se estiver bem amarrado.

 

O desafio, o processo, pode ser mais difícil, mas o resultado em potencial, na minha opinião, seria muito mais bem-vindo.

 

Eu vejo pontos positivos no reboot, sim, mas vejo ainda mais pontos positivos no uso do Bruce iniciado por Nolan.

Link to comment
Share on other sites

Releia meu post e vai ler que eu disse que a bilheteria foi boa prum lado mas pro outro, não foi tanto assim. Ou seja, não estou falando categoricamente que o filme fracassou, e nem discordando categoricamente de vocês, mas para o que a Warner tava querendo e sonhando do filme, não creio que tenha chegado. Ou seja, as coisas não estão no "mar de rosas" (pelo menos na cabeça da Warner). Minha base pra afirmar isso? Abandonar uma seqüência de MoS pra colocar esse filme do Batman com Superman na frente, é minha base. Então, sim, nitidamente pra mim, na minha opinião, a Warner tá insegura (E sem muita razão, na minha opinião. MoS 2 poderia sim sair sem problemas).

 

**Sobre o "mimimi", vocês se ofedem facilmente aqui. Tanto que falei isso diretamente pro Slash e você, por tabela, acabou se incomodando. Sim, porque tava falando dele. Os post dele que li aqui vi ele insistindo nisso de forma gratuita. Não falei de você e nem que você faz isso. Anyways, se isso incomodou tanto, peço desculpa aí, pra você e pra ele.

 

Não importa o que disseste sobre a bilheteria ser boa ou não, estás desviando o assunto. Estávamos citando um fator que qualquer pessoa com um mínimo de conhecimento de bilheteria sabe que é relevante (não ser uma sequência), e tu, ao invés de simplesmente colocares um contraponto (do tipo, "sim, isso é um fator, mas a meu ver não é preponderante neste caso por esse motivo"), tentaste desqualificar pura e simplesmente, taxando de mimimi. E nem faz diferença se foi pra mim ou pra outro usuário (apesar de que, bem depois de o Slash ter escrito isso, eu tb citei e o Saga Stark tb citou, portanto qualquer um de nós tinha mais motivo pra se considerar o destino da mensagem). pq isso quebra a troca de ideias, em benefício da personalização do debate. E se te parece que isso é se ofender facilmente, estás errado duas vezes: uma pq ofender não é o termo, e sim irritar; e outra pq não é facilmente: vários usuários do fórum, ao longo de vários anos, adotaram exatamente essa postura, para não ter que expor o fato de que não conseguiriam expor seu pensamento (ou nem mesmo tinham argumentos a expor) no mesmo nível de seus interlocutores. Chega, joga uma frase ou duas fazendo pose de que nem precisa argumentar nada, e espera ser reconhecido como fodão. E, pra quem fica apenas pelo ambiente do fórum, pode parecer que funciona, mas se tu soubesses quão transparentes esses truques são, e como as pessoas do fórum com quem tenho mais contato entendem que são apenas estratagemas e não dão respeito nenhum a isso, ficarias impressionado. Pode até não ter sido o teu caso, pode ter sido coincidência, mas a forma como te expressaste foi exatamente a dos pseudo-argumentadores que queriam ganhar respeito sem fazer nada para merecer, e foi isso que motivou minha reação. E, olhando em retrospecto, peguei um pouco pesado demais, e também peço desculpas.

Link to comment
Share on other sites

 Mais pontas pra amarrar do que em reutilizar a trilogia Nolan?, não creio :D

 

 GILSONDEE, essa vai pra você também.

 

 Acredito que vocês viram BATMAN filme de Tim Burton de 1989. Naquele filme, a origem do Batman não é esmiuçada como foi em BEGINS. Tudo o que sabemos é que os pais foram assassinados, e que Bruce desapareceu por mais de uma década (mas não é contado o que ele fez nesse meio tempo, é deixado em mistério)

 

 Ao descobrir que Batman é Bruce Wayne, Clark investigaria o seu passado. (ai seria bom pra desenvolver que existe um cérebro por trás dos musculos e que Clark é um excelente jornalista). Clark descobriria que o assassino dos Wayne nunca foi pego (diferente da trilogia do Nolan).

 

 Pronto, origem do Batman contada de forma rápida e sem enrolação, diferenciando da origem contada pelo Nolan.

 

O que acham?

 

gostei bastante.

até porque o filme vai ser longo de qualquer maneira, imagina se querer mostrar tudo detalhado.

Link to comment
Share on other sites

 Mas você não vê nenhum ponto positivo na utilização de um Batman Reboot? Um Batman que não ficou "marcado" pela "tentativa de assassinato de seu universo" cometida pelo Nolan em seu filme anterior?

 

 Você não acha que a historia poderia correr de forma muito mais natural e livre se não tivesse que ficar "amarrando essas pontas" que o Nolan deixou lá deliberadamente para atrapalhar este uso?

 

Sem dúvida que haveria vantagens em criar um personagem desde o princípio voltado a existir no universo em questão. Haveria outros problemas, no sentido de como introduzir um personagem novo e importante diretamente em um filme em que ele tem que interagir com outro personagem importante, e de como contar a origem desse personagem sem cair em repetição, em função da proximidade com a trilogia do Nolan. Mas não ter que inventar conexões com os filmes existentes seria uma vantagem, sem dúvida.

Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

×
×
  • Create New...