UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena
sunderhus

O Livro de Eli

Recommended Posts

Eu queria ter gostado desse filme como o pessoal' date=' mas não deu. Achei regular, no máximo.

 

Esses irmãos Hughes (assim como o Tom Ford) me parecem o tipo de artista que se rende a qualquer surto criativo que lhe passa pela cabeça e que não possui maturidade suficiente para perceber que certas coisas são desnecessárias. Acaba que O Livro de Eli torna-se um filme caricatural e exagerado, lembrando em alguns momentos uma obra de Zack Snyder (ele ficaria orgulhoso com o excesso de slow motions presentes aqui).

 

Mas tem bons momentos e não é, de jeito nenhum, ruim.
[/quote']

 

Existe algum problema em se render a qualquer surto criativo? Isso me pareceu uma dogmatização absurda e sem sentido, uma tentativa páblica de estabelecer padrões para o que deve ou não ser feito em cinema. Cheira a censura, ou seja, um diretor estaria PROIBIDO de se entregar a qualquer surto criativo que tenha... Absurdo, absurdo. 

 

Quando eles são ruins, existe.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eu acho louvável o cara abdicar um pouco da coerência narrativa em pró desses surtos criativos. Eu já acho que isso deveria ser feito mais vezes.

 

Pois é... isso me lembra John Carpenter e aí faz sentido o Lumiére não gostar dos filmes dele. O que mais ele faz é se entregar a surtos criativos, sejam eles de acordo com a narrativa ou não.

Share this post


Link to post
Share on other sites

SPOILERS

 

Sim, o filme dá essa impressão, mas não explica claramente se é isto.

 

Por outro lado precisamos avaliar também que um filme pode "vender" ilusões sobre a sua narrativa com o fito de nos confundir deliberadamente gerando uma experiência mais complexa e fascinante...  

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

SPOILERS

 

Sim' date=' o filme dá essa impressão, mas não explica claramente se é isto.

 

Por outro lado precisamos avaliar também que um filme pode "vender" ilusões sobre a sua narrativa com o fito de nos confundir deliberadamente gerando uma experiência mais complexa e fascinante...  
[/quote']

 

Essa questão aí é bem clara no filme, pelo amor de Deus... Só não dá pra falar por causa dos SPOILERS e tal... Esperar mais um cadin ajuda pra gente poder falar abertamente... Mas, como o tópico tá dando pouca repercursão, infelizmente, esse cadin não vai demorar tanto...

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O filme não é ruim, mas é o mais fraco que Denzel Washington já fez nos últimos anos.

 

Ele não consegue se estabelecer em nenhum gênero. Tem um pouco de ação, um pouco de drama, um pouco de misticismo, um pouco de ficção pós-apocalíptica, mas não consegue convencer em nenhum deles. =/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu não assisti inteiro e, sinceramente, acho que não vou ver o final11

 

Outro que achei uma bomba é Atraídos Pelo Crime, meu jesus.... que filme chato, arrastado... repugnante, argh! Assisti uma hora e não aguentei mais, pulei fora! O que aconteceu com o Ethan Hawke, tá acabadaço... e não é coisa do personagem18

Share this post


Link to post
Share on other sites
O filme não é ruim' date=' mas é o mais fraco que Denzel Washington já fez nos últimos anos.

 

Ele não consegue se estabelecer em nenhum gênero. Tem um pouco de ação, um pouco de drama, um pouco de misticismo, um pouco de ficção pós-apocalíptica, mas não consegue convencer em nenhum deles. =/
[/quote']

 

tb achei isso... enfim, dessa ultima safra de filmes apocalipticos fico com o do Viggo Mortensen e Robert Duvall,  The Road .. bem melhor!16

Share this post


Link to post
Share on other sites

bom filme, tem suas sacadas (o casal de velhinhos) e suas derrapadas (mila Kunis perfeita, sobrancelhas feitas, pele sedosa, no contexto do filme desloca um pouco, pois o resto do elenco é bem sujo) enfim....entretenimento de primeira, e só...

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ainda não tive a oportunidade de ver "A Estrada"... Tenho grandes esperanças que venha a ser um filme, no mínimo, muito bom (tem Mortensen, que mata a pau sempre!)... Agora, sinceramente, não vi Livro de Eli passeando em vários gêneros, sinceramente não... É uma ficção científica pós-apolíptica... E, como qualquer filme desse gênero, ele traz elementos dos mais diversos... O que há, a bem da verdade é isso (no meu entender) é uma tremenda má vontade... Estava conversando com um amigo meu cinéfilo q tinha como falha em sua lista de filmes vistos a falta de Blade Runner... Outro dia ele finalmente o viu... E, qual a opinião dele a respeito do mesmo: "Terrível!"... E não no bom sentido...

 

O que fico pensando é como o público atual veria filmes que consideramos obra-primas, como Blade Runner, Laranja Mecância, 2001... Para mim, Livro de Eli está no mesmo nível dos dois primeiros, e é superior ao terceiro citado por mim (que todos sabem, não gosto nem um pouco...)

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
...
O que fico pensando é como o público atual veria filmes que consideramos obra-primas' date=' como Blade Runner, Laranja Mecância, 2001... Para mim, Livro de Eli está no mesmo nível dos dois primeiros, e é superior ao terceiro citado por mim (que todos sabem, não gosto nem um pouco...)

[/quote']

131313 ... afff!!!!!

Acho que preciso rever o filme!

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que fico pensando é como o público atual veria filmes que consideramos obra-primas' date=' como Blade Runner, Laranja Mecância, 2001...
[/quote']

 

Depende da referência desse público atual... Fato é que esses filmes sobreviveram e sobrevivem independentemente de opiniões contrárias.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Também acredito que seja por aí. No entanto, vejo muitas pessoas das gerações atuais ainda assim gostarem muito de Laranja Mecânica, por exemplo (talvez por causa da violência, que indubitavelmente sempre atrai interesse).

Vale dizer que eu não nasci nessa época (o filme é de 71), tenho 32 anos e adoro o filme do mesmo jeito. Aliás, só o vi em 2005, mais ou menos.

Quanto ao Livro de Eli acho um bom filme, mas só.  Creio que haverá um impacto maior nos cristãos por alguns valores de identificação, assim como Chico Xavier tem sobre os espíritas (embora em um âmbito bem maior nesse último caso).

Mas de fato, o comentário do Sunder procede por outro lado. Percebo que dificilmente um filme recente entra na minha lista de filmes preferidos. Na verdade, estou vendo que ela está envelhecendo com o tempo, pois quanto mais filmes antigos vejo, mais a lista vai se moldando como "clássica". Não sei exatamente por que esse fenômeno ocorre, mas é  inconsciente, apesar de notável.

 

Mr. Scofield2010-04-15 11:48:19

Share this post


Link to post
Share on other sites

As vezes roteiro e interpretação ficam sufocados em meio a techno disponível hoje, relegados a segundo plano.

 

Há ainda a escravidão/dependencia de bilheteria. Preferem filmes efemeros mas de grande impacto (mesmo que não sejam mais lembrados dali um ano) a filmes que marcarão época, mas de bilheteria "normalzinha".
MariaShy2010-04-15 12:22:51

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ainda não tive a oportunidade de ver "A Estrada"... Tenho grandes esperanças que venha a ser um filme' date=' no mínimo, muito bom (tem Mortensen, que mata a pau sempre!)... Agora, sinceramente, não vi Livro de Eli passeando em vários gêneros, sinceramente não... É uma ficção científica pós-apolíptica... E, como qualquer filme desse gênero, ele traz elementos dos mais diversos... O que há, a bem da verdade é isso (no meu entender) é uma tremenda má vontade... Estava conversando com um amigo meu cinéfilo q tinha como falha em sua lista de filmes vistos a falta de Blade Runner... Outro dia ele finalmente o viu... E, qual a opinião dele a respeito do mesmo: "Terrível!"... E não no bom sentido...O que fico pensando é como o público atual veria filmes que consideramos obra-primas, como Blade Runner, Laranja Mecância, 2001... Para mim, Livro de Eli está no mesmo nível dos dois primeiros, e é superior ao terceiro citado por mim (que todos sabem, não gosto nem um pouco...)

 

[/quote']

 

 

 

Eu gostei muito do Livro de Eli. Essa conversa sobre gêneros é uma das maiores bobagens nas conversas entre cinéfilos. Quando alguém me fala que o filme "não se decide em que gênero está e tal e tal" eu digo: Vou fazer um filme sobre sua vida. Por favor, qual é o gênero da sua história?

 

O filme é um drama, mas, possui cenas de ação, é um romance, mas, tem humor, é terror, mas tem humor, é ficção, mas tem ação, é documentário, mas tem comédia.

 

Tentem rotular em gêneros os filmes de Felline, de Truffaut, de Kieslowsk, de Bergman, entre vários outros "dessezinhos". Gênero é rótulo, é generalizar vários numa etiqueta para que o público em geral, que eu acredito que não é o caso das pessoas que escrevem aqui, possam se situar melhor. Levar a namorada. Ir com os amigos. Não levar a mãe no cinema para ver Irreversível, etc.

 

No princípio do filme (voltando ao Livro de Eli), eu achei que as cenas contemplativas, slow-motions, o instrumental quase new age (que, aliás, me lembrou Vangelis em Blade Runner), iria me cansar. Mas, a medida em que o filme andou, ele conseguiu me imergir no clima (rs), exatamente por sua capacidade sensorial.

 

 

 

Agora, não dá nem para comparar com Blade Runner, Laranja Mecânica e muito menos com 2001. Isso dá polícia.

 

 

 

Sobre o "corpo fechado", de forma discreta para que os que ainda não viram não entenderem.

 

A começar pela sinopse que se deve falar para quem ainda não viu (eu sou contra falar sinopse, nem leio):

 

"Numa Terra devastada, pós-apocalíptica, um homem carrega um livro que contém a salvação da humanidade e por isso é perseguido." Pronto! Tá bom assim!

 

Que livro? Ele tá indo para onde? Quem persegue ele?

 

Vai assistir o filme. É um crime falar mais que isso.

 

Para quem viu, é só pensar um pouco porque é obvio.

 

Uma pessoa que leva a salvação da humanidade não pode ser qualquer uma e certamente não está "desamparada". Vai ser difícil uma bala barrar o seu caminho. O lance está nesse "amparo" que ele tem.      

Share this post


Link to post
Share on other sites
Spoiler:

 

 

 

Um profeta em cenário pós apocaliptico... e cego

 

 

 

 

By the way, não me lembrou apenas "The Road", mas "Mad Max" e "Filhos da Esperança".
[/quote']

 

 

 

Eu espero que tenha dado tempo para as pessoas que participam aqui do fórum irem ver o filme antes de ler a sua mensagem.milimetros2010-04-16 22:02:50

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×