Jump to content
Forum Cinema em Cena

Recommended Posts

 

Eu tenho uma relação de amor e ódio com as críticas do Pablo. Algumas vezes' date=' o considero genial. Outras, parece que ele simplesmente assistiu a filme diferente que eu.

 

E esse conflito só aumentou após ter tido a oportunidade de fazer o curso de crítica cinematográfica com ele.

 

No curso, ele enfatizou que a crítica deve falar sobre o filme em si, sem levar em consideração os bastidores do filme ou suas origens. Mas, como sempre, toda regra tem exceção. Como é o caso de "Mamma Mia!"

 

Oras, é FUNDAMENTAL saber que o único motivo da existência do filme são as músicas do Abba. O musical original, bem como o filme, foram criados em torno destas canções. Assim, se Abba não é seu estilo musical, fique longe. Simples assim. Assim, me surpreende vendo o Pablo escrever coisas como "Mamma Mia! Sua trilha sonora, Ainda dá um monte de bola fora!" Oras, isso é desconhecer as razõpes que levaram à criação do filme.

 

É um filme feito por e para fãs do Abba. Nada mais, nada menos.

[/quote']

eu tambem não entendi isso. o que ele esparava? ele assiste um filme todo baseado nas musicas do abba e diz que a trilha dá bola fora, mas como pode ser se ela tem justo as melhores musicas do abba? a não ser que ele não goste de nenhuma musica do abaa, e aí já dava pra ele saber que a trilha dava bola fora mesmo antes de ver o filme, afinal isso ta escrito no poster.

 

E mesmo naqueilo que o Pablo se diz especialista - falar dos aspectos técnicos do filme - ele sim é quem dá bola fora. "Ai' date=' ai! Green screen todo dia!". Eu sinceramente não vi nenhum uso abusivo de green screen - e olhe que assisti o filme no cinema e em meu micro. O que eu vi foi um uso inadequado do recurso conhecido como "noite americana" - mas confundir noite americana com green screen é um pouco demais!

 

Pablo, Pablo... deixe o preconceito e os sentimentos pessoais de lado, e analise o filme como um crítico que às vezes você é. "Mamma Mia!" certamente não é nenhuma obra-prima - eu mesmo lhe dou uma note 3 de 5 - mas merecia uma análise melhor de sua parte - seja em forma convencional ou não.

 
[/quote']

eu vi grren scren numa cena do filme só, quando a donna dirije depois de buscar as amigas. tirando isso não vi mais nada, não entendi o que o pablo quis dizer. E o que é essa noite americana?

 

em geral eu concordo com o que a maioria falou, achei que a critica não condiz ao filme, um musical bem divertido, pra vc ver se divertir e cantarolar, sair do cinema com um sorriso no rosto. se ele está conseguindo isso alsançou seu objetivo.

 

Link to post
Share on other sites
  • Replies 84
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Ótima crítica.

Este filme não é para ser levado a sério de qualquer modo. É horroroso, tal qual a peça. 

Fique claro que o filme não é ruim por conter músicas do ABBA, vide O Casamento de Muriel. Esse sim, um bom filme, inclusive foi o seu sucesso que inspirou a peça, que acabou não chegando nem aos pés.

 

O problema deste filme é exatamente o mesmo problema da peça musical: é apenas uma desculpa para tocar as músicas do ABBA, sendo todo o resto meramente incidental.

 

Crítica tendenciosa? Se odiou não pode escrever? Crítica cinematográfica não é pesquisa científica em exatas, não. Tem que ter um repertório de conhecimentos para fazer? Certamente. Mas é irrefutável: crítica de cinema tem sempre alto teor de opinião, de doxa.

 

Com a crítica concorda quem quiser, que não quiser, escreva a sua.
Link to post
Share on other sites
qual problema de ser fa do abba?06ah' date=' seremos rotulados de "mediocres", so pra variar. e viva a criatividade.

 

 
[/quote']

Nenhum problema, eu mesmo tenho um DVD com clipes tosquíssimos do Abba que eu amo!06

 

Se os clipes são toscos (corrijo, tosquíssimos), por que tem o DVD?

 

Admita, você adora os clipes e não os acha nada tosco.

 

SORRIAM, O ABBA É ALEGRIA (até 1980, pelo menos)

 

1977hammer.jpg

 

Eu sou fã do ABBA (todos eles), principalmente da princesa aí da direita.

 

Questão política interna do ABBA: também adoro a dama aí da direita, o maior símbolo sexual da histórida da música. Mas eu acho a da direita mais bonita.

 

Melhor parar por aqui senão eu não termino. É muito delicada a questão Agnetha e Anni-Frid.
Link to post
Share on other sites
qual problema de ser fa do abba?06ah' date=' seremos rotulados de "mediocres", so pra variar. e viva a criatividade.

 

 
[/quote']

Nenhum problema, eu mesmo tenho um DVD com clipes tosquíssimos do Abba que eu amo!06

 

Se os clipes são toscos (corrijo, tosquíssimos), por que tem o DVD?

 

Admita, você adora os clipes e não os acha nada tosco.

 

SORRIAM, O ABBA É ALEGRIA (até 1980, pelo menos)

 

1977hammer.jpg

 

Eu sou fã do ABBA (todos eles), principalmente da princesa aí da direita.

 

Questão política interna do ABBA: também adoro a dama aí da direita, o maior símbolo sexual da histórida da música. Mas eu acho a da direita mais bonita.

 

Melhor parar por aqui senão eu não termino. É muito delicada a questão Agnetha e Anni-Frid.

 

errata:

 

Questão política interna do ABBA: também adoro a dama aí da esquerda, o maior símbolo sexual da histórida da música. Mas eu acho a da direita mais bonita.

 

Melhor parar por aqui senão eu não termino. É muito delicada a questão Agnetha e Anni-Frid.
Link to post
Share on other sites

Uma vez que o poema

Substituiu a prosa

Eis agora

A minha crítica oposta.

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Liberecas, liberecas

Quando argumentam

Não há nada que resta.

 

Julgam, menosprezam

Sempre desprezam

E já argumentam:

Não gosto, não presta.

 

Se Beatles é o melhor

E ABBA é o pior

Por que a comparação?

Jogar a melhor carta do baralho

Com risco de desmoralização?

 

Mamma-mia, trabalho original

Across the universe, cópia bem mal

Bem mal feita, bem mal redigida

Se em Mamma-mia, a filha quer o pai

Em Across, o filho é que vai.

 

Vai às origens, mas não ao equilíbrio

Em milhões, Across custou 45

Arrecadou só 28

Hum, que prejuízo!

O pior vem depois

Mamma custou 52

E já arrecadou 450

 

Hum, não tentei rimar 450

Ih, já devem ser 460

Ou 470 – vê, tudo rima!

Sou um poeta

E também um profeta.

 

Mamma-mia

Que maravilha!

Rumo às quinhentas

Quinhentas milhões de doletas

E à Meryl uma estatueta.

 

 

Cheers!
Link to post
Share on other sites

 

hahaha' date=' legal, prefiro essa!;D[/quote']

 

Isso aí.

 

Fiz como uma forma de resposta para aqueles que aplaudiam o "humor" ou "ironia" na crítica do Pablo.

 

Então eu escrevi para agradá-los. Se gostam tanto de humor e ironia, devem gostar da minha crítica também.

 

 

 

Link to post
Share on other sites

nunca lí neste site uma única crítica positiva sobre musicais de Pablo Villaça!Aproveito o encejo e mando lhe esta versão de Whiner Takes it All:

 

pobre do villaça,

suas criticas são só cagadas,

nada a dizer,

so aborrecer...

 

filmes musicais,

são feitos para relaxar,

não anuciam Cristo,

nem salvam espíritos...

 

Seus comentários são de amargar,

melhor não se pronunciar,

elogiou o "ratatui"

deve ter por fora recebido...

 

Hairspray sensacional,

mas ele achou bossal,

Narciso não acha belo,

o que não for reflexo....

 

vou me retirar,

pq nada tenho a acrescentar,

mas para finalizar,

se não gosta do gênero, mande outro lá...

 

 
Link to post
Share on other sites

 

Quando se estuda história do cinema se passa a entender melhor o porquê dos musicais levarem a pecha de "filmes ruins", "popularescos", etc. Mas há grandes filmes musicais, avant-garde, alguns que provocaram verdadeiras revoluções, então é preciso ser ponderado. Assim como não basta um filme ser um drama ou um épico para ser um filme bom.

 

Mas quando um filme é ruim, ele é ruim mesmo, sendo musical ou não. O problema é que as pessoas não conseguem conceber a idéia de que é possível gostar de filmes ruins, risos! Guilty pleasures, como dizem. Tem filmes horrorosos que são maravilhosos. Que nos divertem, que nos emocionam. Mas que são caça-níqueis, mal acabados, mal cortados, mal fotografados, mal atuados, roteiro catastrófico, etc, etc. Não é feio gostar de filme ruim. Só tem que saber reconhecer que tem filmes que contribuem menos ou simplesmente não contribuem para o cinema enquanto arte e técnica.

 

Quem acha que o Pablo é menos generoso quando se trata de musicais devia espiar essas críticas aqui:

 

pedroargenti2008-10-06 17:55:22
Link to post
Share on other sites

 

Boa sacada....mas em gosto particular' date=' eu sempre vou preferir Beatles a Abba. 05

Qto aos filmes, ainda não assisti Mamma Mia, então não posso comentar. 01

 

[/quote']

 

Sim, sim, é uma questão de opinião pessoal.

 

Sabe, tem duas coisas que incomodam os fãs do Abba.

 

Primeiro, nunca houve uma banda tão hostilizada na histórida da música quanto o Abba. É muita hostilidade; a coisa chega às raias do ódio.

 

Dizem que o motivo é que a banda era ruim, brega ou sei lá o que mais. Mas, se era tão ruim, por que tanta questão de atacar a banda. Logicamente, há alguma coisa na banda que incomoda os detratores. E tudo isso vem desde os anos 70.

 

O Abba foi o grupo musical que dominou a música mundial entre meados dos anos 70 até o início dos anos 80. Tanto tempo de dominância é sinal da qualidade que a música possui.

 

Segundo, essa tendência de argumentar a suposta simplicidade das músicas da banda em comparação com a alegada complexidade das músicas dos beatles.

 

Na sala do forum específica do filme, eu escrevi.

 

"Nós todos vivemos em um submarino amarelo, submarino amarelo, submarino amarelo" (Beatles)
 

"Eu quero segurar a sua mão, eu quero segurar a sua mão" (Beatles)

Ah, são os beatles, é o máximo

 

MAS se a letra for

 

"Se você estiver só quando os pássaros bonitos se forem, eu ainda estou livre, dê uma chance a mim" (Abba) OU

 

"Eu já passei por todos os grandes romances, eu sentia que você roubava as minhas oportunidades" 

 

ah, aí não! Aí é brega, banal, etc

 

Música simples, todas as bandas fazem, mas somente o Abba é massacrado por este motivo.

 

Não digo que você tenha o comportamente acima descrito. Você manifestou serenamente a sua preferência pelos Beatles, sem agressões injustificadas.

 

 

 

 

 

Link to post
Share on other sites

 

nunca lí neste site uma única crítica positiva sobre musicais de Pablo Villaça!Aproveito o encejo e mando lhe esta versão de Whiner Takes it All:

 

pobre do villaça' date='

suas criticas são só cagadas,

nada a dizer,

so aborrecer...

 

filmes musicais,

são feitos para relaxar,

não anuciam Cristo,

nem salvam espíritos...

 

Seus comentários são de amargar,

melhor não se pronunciar,

elogiou o "ratatui"

deve ter por fora recebido...

 

Hairspray sensacional,

mas ele achou bossal,

Narciso não acha belo,

o que não for reflexo....

 

vou me retirar,

pq nada tenho a acrescentar,

mas para finalizar,

se não gosta do gênero, mande outro lá...

 

 
[/quote']

 

eh, eh

 

"filmes musicais,

são feitos para relaxar,

não anuciam Cristo,

nem salvam espíritos..."

 

Mamma mia, como a grande maioria dos musicais, é isso aí: um filme de diversão. Mamma-mia, especificamente, é um prozac em forma de filme/musical.

"Hairspray sensacional,

mas ele achou bossal,

Narciso não acha belo,

o que não for reflexo...."

 

Bom ver que outra pessoa teve a mesma sensação que eu tive.

 

"E já argumentam:

Não gosto, não presta."

 

Link to post
Share on other sites

beatles é unanimidade, vai ganhar de abba sempre em todos os quesitos, mas fico com "mamma mia!" ao inves daquela bostinha chamada "across the universe"; ali so as musicas dos beatles se salvam, msm, pq o filme é terrivel. os beatles mereciam uma coisa melhor; "mamma mia!" acerta por nao ser pretensioso, e claro, usar as armas q tem - ninguem esperava algo poetico ou mais trabalhado em termos de historia e trama para um filme com musicas do abba, originalmente feitas pra isso, entreter. ja "across the universe" perde a chance de ser algo maior, pois material para isso tinha - errou feio.

Link to post
Share on other sites

Profecia cumprida! Mamma mia ultrapassa os US$ 500 milhões.

 

Já começam a pensar em US$ 600 milhões e talvez 1 bilhão com a venda de DVDs. Veja abaixo.

 

Mamma Mia! crosses $500 million worldwide

Arthur J Pais

< = =text/>

 

 

06mamma1.jpg
A still from Mamma Mia!

< ="/uim/include/movies_top.htm" =text/>

 

< ="http://www.rediff.com/uim/include/flash.htm" =text/>

 

Top Emailed Features

trans.gif
Special: The Best Films of the 60s
Ameesha turns on the heat!
Spotted! Priety Zinta's school photograph

Have you tried this?
Ask a question
News on your Desktop

Advertisements
DVD/VCD - take a pick
Building Construction - click
Advertise ur service here

Get Movies updates:

What's this?

at_newsl.gif

at_xml.gif

at_js.gif

at_sms-n.gif

336by280banner3_230908.gif < id=banner2 name=banner2>>

arrow.gifAdvertisement

Dress Your Baby With Love.

All the must have goodiesfor the high maintenance baby.

www.babyvogueindia.co.in

Call%20centre%20Calling!

Call centre Calling!

Find Call centre Jobs on P4C Classifieds!

Find me a Job!

5Rediff P4C Classifieds

October 06, 2008 15:27 IST
Last Updated: October 06, 2008 16:47 IST

The biggest hit of the year so far The Dark Knight [Images] is slowly approaching the $1 billion milestone worldwide but it is the continuing success of Mamma Mia! that is astounding Hollywood.

For the film, which cost just about $60 million (one third the budget of The Dark Knight) crossed $500 million mark worldwide this weekend, and with several territories including Japan [Images] to open in the next few months, the musical could end its run with $600 million worldwide.

And that would make the feel good musical one of the most profitable films of the decade, with plenty of money to flow from ancillary sales including DVD. Universal, which distributed the film worldwide, could easily see more than a $1 billion gross from the theatrical and ancillary sales.

06mamma2.jpgThe great success the film is enjoying has given a boost to the theatrical production of the show of the same name on Broadway in New York and several other venues including Berlin and Stockholm across the world. "We have seen the film and now we want to watch it live," is the comment you hear from the audiences in New York who pay about $85 to see the show live, eight times the money they would see spend seeing it on the screen. 

The film which uses some of the best songs of ABBA, the Swedish pop sensation of the 1970s and 1980s has by now grossed more than two times the solid take of the Oscar-winning musical Chicago. The songs include SOS, Money, Money, Money and Dancing Queen.

A sing-along edition with the subtitles of all the songs in the film was released in North America and reportedly brought an extra $10 million at the box-office. Sing along editions are being readied for many countries.

Mamma Mia [Images]! has not only become the highest grossing film in Meryl Streep's [Images] three decade long career but also for the former James Bond [Images], Pierce Brosnan [Images]. Though critics found his singing very awkward, the audiences love him playing one of the three men who could be the father of the soon would be bride.   

What has surprised Hollywood is that unlike most American musicals which do less business abroad than at home, Mamma Mia! gross abroad, especially in the United Kingdom, has dwarfed its performance in America.

06mamma3.jpgAccording to the trade publication, Variety, the movie starring Meryl Streep as an American mother living in a small Greek island and hiding a secret from her soon to be married daughter, is generating unprecedented repeat audiences in the United Kingdom.

While the movies is ending its North American run with a strong $145 million could reach that level in the United Kingdom. Variety reported that the holdover biz continued to be exceptions there rising over the weekend 25 percent to $1.4 million in its 13th week for a cume of $123.3 million.

The film has done strong business in countries such as France [Images] and Italy [Images] that are not enthusiastic for American musicals.

The film is inspired by the Broadway and West End hit of the same name which was also directed by Phyllida Lloyd  responsible for the Broadway and West End shows.

Over the last decade the theatre version has become a major musical phenomenon: from smash hit in London [Images] to global sensation, the stage production of Mamma Mia! has already been seen by more than 30 million people in over 170 cities in eight languages around the world.

06mamma4.jpgIt has generated over $3 billion in ticket sales alone in theatres in cities including New York, Denver, San Francisco, Toronto, London, Paris, Berlin, Athens and Moscow [Images]. The show has been seen by more than 750,000 people in Korea alone in the past three years where it has played in three cities including Seoul. The show makes Korean musical theatre history as having played the highest number of performances to the most number of people.

In addition to the box-office gross at the theatres, the show has also generated nearly $500 million in sales of CDs, shirts and other souvenirs connected to the musical. In North America, where the stage musical has played in more than 120 cities, it is the Broadway production which is the flag-carrier. Even in the fall months, when the box-office dips, Mamma Mia! is proving to be an exception grossing nearly $1 million a week in a theatre with nearly 1500 seats; on an average, 90 percent of the seats have been sold in September.

Now that the movie musical is getting ready to end its theatrical run in North America, it would be take a few weeks for the DVD and the Blue-Ray version to hit the market. DVD stores are expecting a record breaking performance in DVD sales and rentals that could exceed the theatrical gross of $145 million by a significant margin. 

Link to post
Share on other sites

Profecia cumprida.

 

US$ 500 milhões já foram. Agora estão buscando os US$ 600 milhões e talvez 1 bilhão com a chegada dos DVDs.

 

 

Mamma Mia! crosses $500 million worldwide

http://www.rediff.com//movies/2008/oct/06mamma.htm

Arthur J Pais

The biggest hit of the year so far The Dark Knight is slowly approaching the $1 billion milestone worldwide but it is the continuing success of Mamma Mia! that is astounding Hollywood.

For the film, which cost just about $60 million (one third the budget of The Dark Knight) crossed $500 million mark worldwide this weekend, and with several territories including Japan to open in the next few months, the musical could end its run with $600 million worldwide.

And that would make the feel good musical one of the most profitable films of the decade, with plenty of money to flow from ancillary sales including DVD. Universal, which distributed the film worldwide, could easily see more than a $1 billion gross from the theatrical and ancillary sales.

The great success the film is enjoying has given a boost to the theatrical production of the show of the same name on Broadway in New York and several other venues including Berlin and Stockholm across the world. "We have seen the film and now we want to watch it live," is the comment you hear from the audiences in New York who pay about $85 to see the show live, eight times the money they would see spend seeing it on the screen.

The film which uses some of the best songs of ABBA, the Swedish pop sensation of the 1970s and 1980s has by now grossed more than two times the solid take of the Oscar-winning musical Chicago. The songs include SOS, Money, Money, Money and Dancing Queen.

A sing-along edition with the subtitles of all the songs in the film was released in North America and reportedly brought an extra $10 million at the box-office. Sing along editions are being readied for many countries.

Mamma Mia! has not only become the highest grossing film in Meryl Streep's three decade long career but also for the former James Bond, Pierce Brosnan. Though critics found his singing very awkward, the audiences love him playing one of the three men who could be the father of the soon would be bride.

What has surprised Hollywood is that unlike most American musicals which do less business abroad than at home, Mamma Mia! gross abroad, especially in the United Kingdom, has dwarfed its performance in America.

According to the trade publication, Variety, the movie starring Meryl Streep as an American mother living in a small Greek island and hiding a secret from her soon to be married daughter, is generating unprecedented repeat audiences in the United Kingdom.

While the movies is ending its North American run with a strong $145 million could reach that level in the United Kingdom. Variety reported that the holdover biz continued to be exceptions there rising over the weekend 25 percent to $1.4 million in its 13th week for a cume of $123.3 million.

The film has done strong business in countries such as France and Italy that are not enthusiastic for American musicals.

The film is inspired by the Broadway and West End hit of the same name which was also directed by Phyllida Lloyd responsible for the Broadway and West End shows.

Over the last decade the theatre version has become a major musical phenomenon: from smash hit in London to global sensation, the stage production of Mamma Mia! has already been seen by more than 30 million people in over 170 cities in eight languages around the world.

It has generated over $3 billion in ticket sales alone in theatres in cities including New York, Denver, San Francisco, Toronto, London, Paris, Berlin, Athens and Moscow. The show has been seen by more than 750,000 people in Korea alone in the past three years where it has played in three cities including Seoul. The show makes Korean musical theatre history as having played the highest number of performances to the most number of people.

In addition to the box-office gross at the theatres, the show has also generated nearly $500 million in sales of CDs, shirts and other souvenirs connected to the musical. In North America, where the stage musical has played in more than 120 cities, it is the Broadway production which is the flag-carrier. Even in the fall months, when the box-office dips, Mamma Mia! is proving to be an exception grossing nearly $1 million a week in a theatre with nearly 1500 seats; on an average, 90 percent of the seats have been sold in September.

Now that the movie musical is getting ready to end its theatrical run in North America, it would be take a few weeks for the DVD and the Blue-Ray version to hit the market. DVD stores are expecting a record breaking performance in DVD sales and rentals that could exceed the theatrical gross of $145 million by a significant margin.
Link to post
Share on other sites

600 milhoes é muito dificil' date=' mas nao impossivel. é q o filme ja estreou em quase todos os lugares, e os mercados restantes nao sao tao fortes. mas dos 550 passa. ja é o musical de maior sucesso internacional de todos, e repito, custou 52 milhoes. é mais de 10 vezes o q custou!

[/quote']

 

É, parece difícil mesmo, pantalaimon. Mas eu vou torcer mesmo assim. Acho que vou ajudar a chegar aos 600, assistindo pela quinta vez.   
Link to post
Share on other sites

Eu adoro ABBA, acho suas músicas alegres, divertidas, pra dançar mesmo! Quem os compara com os Beatles é porque não se lembra que eles também tiveram seus momentos pop... 

 

A questão é que ABBA não é cool...eles já foram considerados bregas e pop demais, não é legal pra esse povo cult admitir que gosta de algo tão popular!

 

E quem não gosta de musicais, não adianta, nunca vai curtir mesmo, e no caso de um crítico de cinema que não gosta de musicais, só resta se basear nas críticas internacionais mais conceituadas para dar seu veredicto -  "Across the Universe e Moulin Rouge foram considerados bacanões? Então tá, eu aprovo! E outra...não é porque um filme não é profundo e cheio de referências que ele não é bom.

 

Já no caso de um musical sobre o ABBA, aí não tem como, elogiar um gênero que não se gosta com músicas de uma banda que não se gosta é impossível mesmo.

 

Eu já adorei, saí feliz do cinema, tive vontade de cantar e dançar, a mesma sensação que tive ao ver Hairspray!

 

The "feel good" movie!

 

03
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...