Jump to content
Forum Cinema em Cena

As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian


joao_spider
 Share

Recommended Posts

Nem tudo é perfeito. Sweeney Todd tem sangue aos borbotões, no entanto ouvir aquela cantilena desafinada é tortura. Esse aqui vai ser (ou pelo menos tem tudo para) uma reedição do primeiro, bonitinho mas ordinário.

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 118
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

O mais patético destas adaptações é que as Crônicas de C.S. Lewis nunca ultrapassam o número de 100 páginas e, ainda assim, realizam um filme de 2 horas e 24 minutos!

 

Peguem o exemplo de outras adaptações como Harry Potter, A Bússola de Ouro, O Senhor dos Anéis.. Os livros são gigantescos e a duração não fica longe disso. 09
Link to comment
Share on other sites

bem colocado grack!na verdade a adaptaçao do primeiro narnia é excelente, pq é totalmente fiel ao livro. o problema de narnia é q o material, o livro, é BEM pessimo, cliche, e os filmes nao tem pra onde ir, ficam nessa mesmice. pra piorar colocaram atores ruins, ai é foda. "a bussola" foi o fiasco q foi nos eua por causa da new line, q cortou metade do filme, final, tudo. na bussola precisariamos de 2h30 a 3 horas pra termos um bom filme. ai narnia 1 tem quase 2h:30, ein?enfim, sei nao...

Link to comment
Share on other sites

 

Nem tudo é perfeito. Sweeney Todd tem sangue aos borbotões, no entanto ouvir aquela cantilena desafinada é tortura. Esse aqui vai ser (ou pelo menos tem tudo para) uma reedição do primeiro, bonitinho mas ordinário.

[/quote']

 

Na verdade, existem vários outros motivos para eu não gostar de filmes com crianças protagonistas, e um deles é que não suporto em ver criança "salvando o dia", enquanto os adultos do filme são somente espectadores.

Isso deve ser o meu lado machista-brucutu falando alto.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Bilheteria USA: As Crônicas de Nárnia: O Príncipe Caspian

Seqüência da franquia consegue boas críticas e lidera, mas fica abaixo da primeira parte

 

E mais um grande lançamento chegou essa semana aos cinemas da América do Norte. Com boas críticas e expressivos

 

 

56,6 milhões de dólares em 3.929 salas, As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian finalmente conseguiu tirar o Homem de Ferro do primeiro lugar, onde ficou pelas duas últimas semanas. O resultado, porém, ficou abaixo do esperado, já que O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa, primeiro filme da série de Nárnia, tinha feito 65 milhões em dezembro de 2005.

 

 

Na trama de Príncipe Caspian,

apenas um ano se passou para os irmãos Pevensie desde a primeira

aventura, mas 1.300 anos de história transcorreram na dimensão de

Nárnia, agora dominada pelos telmarinos, que baniram os animais

falantes e as criaturas mitológicas. Assim, o reino precisa novamente

da ajuda dos irmãos. Curiosamente, é um legítimo herdeiro dos

telmarinos, Caspian, quem clama pelos reis em nome da antiga magia de

Nárnia. O longa chega ao Brasil em 30 de maio. Assista a clipes do filme.

 

Fonte: omelete.com.br

 

 

Link to comment
Share on other sites

O primeiro filme é muito fraco, por isso as minhas expectativas não estão lá essas coisas, mas pelo trailer essa continuação promete ter mais qualidade ... td vai depender da direção e do roteiro ... principais problemas do filme anterior ... e vamos torcer para que a trilha sonora tenha melhorado tb...09
Link to comment
Share on other sites

Exclusivo no Y!: diretores de 'As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian' falam sobre o filme

Confira o vídeo que traz diretor, atores e técnicos do filme contando sobre 'As Crônicas de Nárnia: O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa', que foi o primeiro longa da série, e sobre as novidades do próximo longa que estréia dia 30 de maio.

 

Só para se ter uma idéia, em 'As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian', a protagonista precisa novamente da ajuda dos irmãos Pevensie contra a dominação dos telmarinos, que baniram os animais falantes e as criaturas mitológicas. Eles são invocados pela trompa mágica de Susana (Anna Popplewell) e, ironicamente, Caspian (Ben Barnes), legítimo herdeiro desse povo, clama pelos reis em nome da antiga magia de Nárnia.

 

Segundo a crítica do Yahoo! Cinema, este segundo filme da série é mais bruto e cruel que o primeiro, e continua abordando assuntos mais pesados, como a guerra travada entre a população cheia de seres fantásticos e animais falantes de Nárnia contra os telmarinos. A trama funciona como uma metáfora à própria adolescência, fase na qual as pessoas descobrem o mundo adulto, abandonando as crenças e a inocência da infância.

 

Ainda de acordo com a crítica 'Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian' representa um amadurecimento da série, se comparado ao 1º filme.

Assista ao vídeo com os diretores falando sobre a história.

Link to comment
Share on other sites

Infelizmente o primeiro filme não me empolgou e, sinceramente, não estou afim de pagar 13 reais para assistir essa segunda parte. Se bem que na minha cidade, Natal, o Cinemark tem uma promoção de 4 reais pra filmes que começam as 15:00 horas. Se Nárnia se encaixar nesse horário, talvez eu dê uma conferida. Mas sem grandes expectativas. 

 

Link to comment
Share on other sites

Eu gostei do filme, mas levem em consideração que tbm gostei bastante do primeiro, o que não parece ser um grupo majoritário por aqui. Achei esse um pouco mais sombrio e menos agradável, características que apreciava no outro e tornam portante a continuação levemente inferior, um pouco cansativa as vezes, mas ainda assim bem bom. 4/5

 

Ps: com todas aquelas guerras, espadadas e flechadas achei que o filme tivesse censura pg-13 (se até Harry Potter tem), mas é só pg mesmo.13

 

 

Link to comment
Share on other sites

AS CRÔNICAS DE NÁRNIA: PRÍNCIPE CASPIAN - 4,5/10 - Os animais digitais são bem feitos e só. Nós temos aqui 4 jovens atores sem um pingo de carisma (até mesmo a mais nova aqui tá um porre), aquele escalado para ser o tal Caspian é menos pior. O filme tem pose, mas lhe falta alma. As sequências luta/ação/batalha (luta??? ação??? batalha????) são fraquíssimas e requentadas. Peraí ... me dêem 3 minutos pra descansar ... O filme não é mais sombrio, ele é escuro. E não é que o tal do Gregson errou de novo no tom da trilha, alguns trechos são até bem compostos, mas totalmente desconectados com as sequências. Sergio Castellito se sai bem em um papel cruel, não necessariamente pelas suas maldades. Depois que eu saí do cinema eu tomei uma decisão: se houver um "Nárnia 3", eu certamente não verei. E nunca pensei que diria isso: o primeiro é melhor (5/10).

 

PS: É impressão minha ou o diretor do Shrek errou até numa tomada área em que apresenta uma panorâmica da fuga de Caspian logo no começo? A câmera vai, vai, vai ... passa "por cima" do príncipe ... e vai, vai, vai .... chega num laguinho que fica do lado ... e só depois há o corte. Eu acho que ele se perdeu legal ... 17
Thiago Lucio2008-06-04 00:35:06
Link to comment
Share on other sites

As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian - 8/10 05

 

MELHOR QUE O PRIMEIRO

 

Para começar, o filme é bem menos infantil que o 1°(10). Temos vilões humanos, narnianos refugiados apos serem perseguidos por sabe-se la quanto tempo, um vilão ambicioso o bastante para eliminar membros de sua própria familia para atingir seus objetivos, um vilão coajuvante que espera somente o momento certo para tirar seu rei de cena e assumir o comando(e isso acaba acontecendo 06), problemas de convivência entre os protagonistas e uma pitada bem leve de romance entre Caspian e Susan.

 

A luta entre Pedro e Miraz é foda 16

Que venha o próximo filme, se for nesse nível. Já vai valer a pena ir ao cinema assistir.

 

 
Link to comment
Share on other sites

2/5

 

Ah Thiago, a falta de carisma das crianças (que realmente é verdade) está loooooonge de ser o principal erro desses pirralhos. O REAL problema na atuação deles é que ele JAMAIS convencem como grandes guerreiros como os narnianos os chamam ou mesmo como dignos de todo o poder e glória que recebem. O que eu vi foram crianças brincando de espadachim e reizinho e rainhazinha.

 

Quanto ao resto, o filme é esquemático do início ao fim. Os roteiristas parecem fazer ter feito um resumo dos principais acontecimentos do filme e espremido num filme de 144 minutos. Lamentável. As cenas de ação até são boas, bem como o subtexto religioso (NISSO eu concordo com o Pablito), mas quase todo o resto é de uma estupidez singular.

 

O melhor do filme é mesmo o CGI (a equipe de Indy IV deveria aprender com a Disney), tanto é que os melhores personagens são o ratinho lutador e o sábio texugo. Já o Castellito, não vi nada demais.

 

Também prefiro o primeiro filme.
Bernardo2008-06-07 13:37:06
Link to comment
Share on other sites

Eu gostei!

 

De fato o filme deixa de lado todo aquele tom inócuo do primeiro filme e tudo acontece no "agora, já, vamo lá" o que é sempre bom. Os insights bíblicos são deliciosos e complementares aos do primeiro filme e constituíram o grande atrativo pra mim. Aliás, vou mais longe: se alguém quer ter uma noção de como funciona a fé cristã assistam qualquer Nárnia (ou leiam os livros, se preferirem). Nada de babaquices como Deixados para Trás, entre tantos outros filmes feitos para pura e simples pregação. No mais, o filme realmente estabelece um paradoxo indigesto entre o tom sombrio que necessita mostrar e a violência extremamente asséptica que exibe em seus 144 minutos. É uma pena que cineastas se submetam a esse tipo de escolha apenas para não parecer tão chocantes à grande maioria do público...

 

4/5
Link to comment
Share on other sites

2/5

 

Ah Thiago' date=' a falta de carisma das crianças (que realmente é verdade) está loooooonge de ser o principal erro desses pirralhos. O REAL problema na atuação deles é que ele JAMAIS convencem como grandes guerreiros como os narnianos os chamam ou mesmo como dignos de todo o poder e glória que recebem. O que eu vi foram crianças brincando de espadachim e reizinho e rainhazinha.

 

Quanto ao resto, o filme é esquemático do início ao fim. Os roteiristas parecem fazer ter feito um resumo dos principais acontecimentos do filme e espremido num filme de 144 minutos. Lamentável. As cenas de ação até são boas, bem como o subtexto religioso (NISSO eu concordo com o Pablito), mas quase todo o resto é de uma estupidez singular.

 

O melhor do filme é mesmo o CGI (a equipe de Indy IV deveria aprender com a Disney), tanto é que os melhores personagens são o ratinho lutador e o sábio texugo. Já o Castellito, não vi nada demais.

 

Também prefiro o primeiro filme.
[/quote']

 

O que mais me impressiona, Bernardo, é que essas crianças foram selecionadas dentre milhares de outras. Eu me nego a acreditar que não houve ninguém melhor do que eles para serem escolhidos (acho que a única que pode vingar no futuro é a menina do arco e flecha que, coitada, fica perdida e sem ação na maioria das sequências de batalha). Resumindo, acho que eles não tem carisma, nem talento ... se eles tivesse o primeiro já seria alguma coisa. Até o muleque lá do "Eragon" se sai melhor do que esses daí.

 

A sensação que eu tive é o filme utiliza a cenografia de filmes antigos ... sabe, quando uma novela acaba e eles reutilizam o cenário ... achei que tanto a estética como a narrativa usam de elementos reciclados em uma falta de originalidade e ousadia de doer. Eu achei que aquela sequência da chegada deles no castelo renderia uma bom clímax, mas não se cumpriu. E sinceramente acho esse subtexto religioso tão vazio, inócuo e inofensivo que chega a ser tolo.

 

O uso do CGI realmente é muito bom (melhorou bastante se considerarmos o primeiro filme). Gostei do texugo, mas esse ratinho me soou uma cópia tão insonsa do "Gato de Botas" que não teve a menor graça. Gostei do Castelitto, dos atores de verdade, foi o melhor, cheguei a realmente considerá-lo um sujeito perigoso. Pelo menos até a luta dele com o bebê-chorão e irmão mais velho desse grupinho.

 

Gostei mais do primeiro filme por ele ter sido mais fantástico. Nada contra a ser sombrio - ou escuro neste caso - , mas creio que o primeiro tem um pouco mais de personalidade.
Link to comment
Share on other sites

Ah não po! O moleque de Eragon não se compara a os 5 daqui. Daí eu tenho que discordar, mas no resto eu concordo.

 

Realmente, parece que eles usaram o mesmo cenário (ou locações). Até a trama é reciclada do primeiro, novamente os irmãos tendo que lutar contra algum tirano para recuperar Narnia aos seus verdadeiros donos e no final voltando para a Inglaterra e blábláblábláblá...09

 

E eu gostei do ratinho, achei ele muito carismático (especialmente se comparado aos pirralhos). É legalzinho.

 

E também não pretendo ver mais filmes de Narnia de jeito nenhum. hehehehe
Link to comment
Share on other sites

 

 

Dook, o Beato Salu dó fórum. Deprimente...

 

 

Sério, voc6e deveria ter vergonha de mandar os outros fazerem sexo quando os crentes claramente não podem fazer isso antes do casamento.07

 

Leia as "críticas" desse site. Tu vai gostar:

 

http://cinegospel.wordpress.com/

 

Em tempo, não vou ver esse filme nem fodendo. Não aguentei nem meia hora do primeiro...

 

Perucatorta2008-06-09 14:13:22

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...