Jump to content
Forum Cinema em Cena

John Carter Entre os Dois Mundos, Andrew


Recommended Posts

  • Replies 70
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Ainda não assisti, mas tive exatamente todas essas impressões só pelo trailer. rs... Me surpreendi com a reação positiva do Omelete. Forlani ficou empolgadíssimo com o filme. Chega bateu uma curiosidade. ;)

 

 

 

Pipocão razoável q esperava fosse “pior” mas cumpriu sua função de me entreter desencanadamente durante duas horas. Imagine os aborígenes e bichos esquisitos de “Avatar” ' date=' a estória do “Principe da Persia” , design de produção de “O Retorno do Jedi” e uma sequencia td chupada de “Ataque dos Clones” , e pronto! Nele acompanhamos as aventuras do personagem-titulo, q subitamente se vê transportado dos States do séc. 18 pra Marte (!?), e cai de pára-quedas num conflito épico entre seus  esquisitos habitantes.. O Taylor “Gambit”  Kitsch destila canastrice e inexpressividade no papel-titulo, dando espaço pros divertidos seres de CGI brilharem na pelicula, a maior parte deles uma cópia deslavada dos N´avi, so q verdes e com quatro braços. Até o gde Mark “Siniestro” Strong é desperdiçado como vilão meia-boca, da mesma forma como ocorreu no filme do lanternoso. O Willem Defoe então nem se fala, tá irreconhecível como um dos marcianos “bonzinhos”. A caprichada produção Disney não poupou din-din na ótima caracterização tanto do planeta vermelho como de seus variados e escrotos habitantes, mas poderia ter se esmerado mais no roteiro, simples e as vezes confuso, e no desenvolvimento dos personagens, tds rasos. Mas e daí, quem busca o sentido “truffautiano” da vida num filme da Disney? Dá pro gasto, com ressalvas, pois o 3-D é totalmente dispensavel. 8,5/10 [/quote']
Link to post
Share on other sites

Assiti e achei bacana e divertido e realmente não traz muita originalidade a trama e simples e até bem humorada, o paria John Carter( Taylor Kitsch) faz um heroi efeciente mas um pouco caricato que se envolvea contragosto em uma guerra civil em Marte e acaba ajudando a desperada e bela princesa Dejah (Lynns Collins) a fugir do seus destino, tudo com ótimos efeitos visuais e aventura jovial e a presença sempre bem vinda do vilão do momento Mark Strong que dominar o planeta. Achei bem legal as ideias do autor Edgar Rice Borroughs como homem normal ter poderes em Marte, revolução civil e magia pena que muitos cineastas contenporaneos andaram bebendo muito na sua fonte e tiram um pouco do brilho da obra, mas valeu.

John%20Carter

 

Obs: Ficou um belo para uma continuação mas a bilheteria morna talvez a suspenda.

 
Link to post
Share on other sites

OK, eu sei q esse filme é um livro q baseou dezenas de outros filmes como Avatar, SW, total recall, etc... Mas porra, precisava copiar as cenas desses filmes da mesma forma q já foram filmadas, a cena da arena é identica a do Ep. 2... e e a rede de nono raio ficou mto parecida com Avatar... isso sem q parecia q eu estavavendo um remake de prince of persia por mais da metade do filme...

 

Em resumo, é bem ruinzinho o filme, o q salva são seus ótimosefeitos, mas o 3d em algumas cenas estava podre... em outras ótimo... Mark Strong não sabia o q estava fazendo lá, e o protagonista não te carisma algum, e ficou surreal a forma de como Carter vira o fodão em pouquissimos dias...

 

nota 2/5... apenas pq as sequencias de batalha são divertida, tirando isso n~]ao sobra nada...

 

 

 

Link to post
Share on other sites

Achei ótimo. Cinemão sessão da tarde à moda antiga. Me lembro que nunca cansava de assistir à Sinbad Contra o Olho do Tigre. A estória de Carter inspirou todos os filmes de fantasia com criaturas fantásticas, príncipes e princesas que vieram depois dele. Senti empatia com os personagens (o casal tem um entrosamento legal, a heroína não é fresca e Carter é para mim o herói mocorongo perfeito. O 3D peca, principalmente pelo fato que acaba por transformar cenas de paisagens grandiosas em miniaturas esquisitas ( é mais um filme 2d que sofreu processo de pós em 3D). Em outro fórum o pessoal reclamou muito da ausência da lei de Newton no filme, mas Meu Deus, é um filme de fantasia!!! falar de ciência em Carter é como falar de religião em filme pornô...

Link to post
Share on other sites

Gostei bastante. É uma história clássica, que já foi contada inúmeras vezes, mas sempre quando bem filmada, funciona. O casal principal tem uma química ótima, o que ajuda muito no jogo de confiança que é estabelecido em boa parte do filme, que tem uma montagem que funciona perfeitamente (particularmente adorei a luta contra os tharks intercalado com um flashback de uma memória dolorosa para Carter) - até o seu ato final, em que a quantidade exagerada de clímaxes em um curto espaço de tempo quase põe tudo a perder.

 

Mas no fim de tudo é uma boa aventura, com personagens interessantes e carismáticos (em especial os selvagens tharks... uma espécie de Na'vi's verdes e não tão bonzinhos... hehehehe...). É uma pena que a fraca bilheteria lá na gringa desencoraje sequências...
Lucas2012-03-14 19:16:43
Link to post
Share on other sites
Eu vi o filme john carter e gostei muito. Realmente' date=' uma bela produção da Disney, acho que vai chegar a ser comparada com Piratas do Caribe e afins, já que a Disney pretende fazer uma continuação baseada nos livros.[/quote']

 

Sei não.

 

Custou muito pro estúdio e não rendeu tanto. Como As Cronicas de Narnia já tinha dado problemas pra Disney (fazendo ela abandonar a franquia logo no 2º filme), então não sei se ela vai dar uma segunda chance pra esse (pode até dar, mas vai diminiur e muito os custos de produção).
Jailcante2012-03-17 17:25:51
Link to post
Share on other sites

Assisti John Carter semana passada e apesar de não ter achado nada de especial na versão 3D do filme, mesmo assim continua sendo uma ótima diversão, superior incluse aos últimos três Piratas do Caribe. Uma pena que não esteja arrecadando tanto nos EUA, assim fica difícel de imaginar um segundo filme. Detalhe pelo altíssimo custo de 250 milhões e mais o que gastaram com publicidade. Pelo jeito algumas cabeças vão rolar nos bastidores da Disney.

 

 

Link to post
Share on other sites

 

Na terceira posição' date=' John Carter - Entre Dois Mundos fez mais US$ 13,51 milhões, marcando um dos maiores fracassos recentes para a Disney, já que o filme custou US$ 250 milhões e em 10 dias soma apenas US$ 53 milhões nos EUA. Mundialmente, o filme passa de US$ 150 milhões, mas está muito longe de ser o sucesso esperado pelo estúdio. A adaptação para as telas da série literária A Princesa de Marte, de Edgar Rice Burroughs,

acompanha John Carter, um veterano de guerra acidentalmente

transportado até Marte que ajuda o povo da princesa Dejah Thoris a

enfrentar a guerra civil no planeta

 

[/quote']

 

Bilheteria esse semana também não foi boa. O filme vai ficar só no primeiro mesmo pelo jeito.

 

 

 

Link to post
Share on other sites

Então não haverá continuação...

 

 

 

 

 

 

Dizia eu que a aritmética...

 

 

 

 

 

rs...

 

 

 

Acho que um fator para o "fracasso" foi a época do lançamento do filme...

 

 

 

Poderiam deixar para meio do ano ou fim do ano... Férias, verão... esse tipo de coisa... Não sei exatamente qual período isso compreende, nos EUA...

Link to post
Share on other sites

Disney admite que "John Carter" dará prejuízo de US$ 200 milhões

O estúdio Disney admitiu nesta segunda-feira que o fracasso nas bilheterias de seu último grande lançamento, "John Carter: Entre Dois Mundos", gerará um prejuízo operacional de US$ 200 milhões no segundo trimestre de seu ano fiscal, segundo informou a empresa em comunicado.

A Disney investiu US$ 350 milhões no filme, sendo US$ 250 milhões em produção e o restante na campanha de divulgação, segundo estimativas dos analistas, e após sua estreia, no dia 9 de março nos Estados Unidos, seus números foram decepcionantes.

A fita arrecadou até o momento US$ 53 milhões em território americano, segundo o site Box Office Mojo, o que dizimou as possibilidades de rentabilidade do projeto que nasceu com intenção de ser uma saga.

Segundo os dados da Disney, "John Carter" conseguiu até agora US$ 184 milhões em bilheteria no mundo todo.

A empresa, no entanto, se mostrou entusiasmada com as perspectivas de seu ramo de filmes para o resto do ano com os lançamentos de "Os Vingadores" e "Valente".

Também acho injusto o longa render tão pouco afinal e filme que cumpre o papel de entreter sem maiores pretensões.

Link to post
Share on other sites

Pô, gostei pra caramba! Eu não tinha grandes expectativas, não curti o trailer, mas fui assim mesmo. E que grata surpresa. Que se dane se lembra Star Wars, Avatar, Príncipe da Pérsia...(quem veio antes, o ovo ou a galinha?)... o importante é que o filme diverte, nos apresenta um universo bastante rico e uma história com conteúdo (e não apenas um mero pretexto para as cenas de ação e efeitos visuais).

 

 

 

E o finalzinho do filme, quando o Ned termina de ler o diário, é no mínimo genial. Saí do cinema entusiasmado, coisa que há muito não sentia ao sair de uma sala de cinema. :)

 

 

 

Acredito que com um elenco mais estrelado, melhor marketing (virais e tal) e uma data de estréia no verão americano teriam dado resultados bem melhores de bilheteria.

Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...

E cabeças começaram a rolar...

 

 

 

Fracasso de John Carter derruba presidente da Disney

 

 

 

O enorme fracasso de John Carter levou o presidente da Walt Disney Company, Rich Ross, a deixar o cargo. Ross havia sido um dos maiores apoiadores do filme, inclusive autorizando o aumento do orçamento de US$ 200 milhões para US$ 250 milhões.

 

 

 

Como esse valor não inclui os custos de divulgação, o resultado final foi um prejuízo de aproximadamente US$ 200 milhões, um marco negativo na história do estúdio.

 

 

 

Para piorar a situação de Ross, ele desagradou produtores do calibre de Jerry Bruckheimer (da série Piratas do Caribe e dezenas de outros filmes), que viu o orçamento de seu O Cavaleiro Solitário reduzido em US$ 35 milhões, o que quase inviabilizou o longa.

 

 

 

Rich Ross era presidente da Walt Disney Company desde 2009. Antes disso ele ocupou o mesmo cargo no Disney Channel, desde 1996, onde foi responsável por franquias como High School Musical e Hannah Montana.

 

 

 

O nome do substituto de Ross ainda não foi divulgado.

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...