Jump to content
Forum Cinema em Cena

Recommended Posts

  • Replies 150
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Ok.. soh vou me pronunciar depois de ver o filme, mas de antemão lí os

livros, o que com certeza me fará ter outra visão de metade das cenas e

situações descritas pelo Pablo na crítica.

 

 

 

 

 

Mas enfim, também acho que o filme deve ser alto explicativo e que

gosta-se deste independente de ter lido o livro em que foi baseado.

 

 

 

 

 

Embora, como leitora da serie ficaria extremamente chateada se diálogos

como o "So the lion fell in love with the lamb.. " tivessem sidos

cortados!!! auhahhauhau. Clichê, mas funciona na trama e no contexo que

EU, leitora, compreendo.

 

 

 

 

 

Sem mais por enquanto.

 

 

 

 

Link to post
Share on other sites

Pablo, chefinho. Eu posso estar cometendo o velho erro da generalização, mas...

 

Eu já vi livro bom virar filme ruim, mas nunca vi livro ruim virar filme bom.

 

Os diálogos parecem saídos de fotonovela?... porque o livro é uma malhação entre vampiros, só. O livro finge ter uma história, quando na verdade, a única razão de ser é mostrar um amor adolescente... A trama é totalmente wanna be e frustrante. Nos 4 livros da Meyer, ela prepara todo um clima para algo acontecer... e nunca acontece.

 

A coisa é tão absurda, que nem motivos claros para "dificultar" o relacionamento dos dois não existe. Quantos não lêem a sinopse e dizem "ué, é só ele morder ela e pronto". Pois é... Sendo que leva 4 livros para o casal protagonista entender isso.

 

Mas, pelo menos no livro, a relação entre os personagens é explicada de um jeito beeeeem mastigadinho. A relação dela com os pais é explicada à exaustão... E até o jeito confuso do Cullen também é explicado...

 

Então... mais pontos negativos para o filme, já que o pouco que o livro explica, a diretora não consegue passar para a tela.

 

ps: O tal "vilão" desse filme é mesmo fraco, até no livro. Aliás... Em todos os livros os vilões são fracos... afinal, o livro não é sobre vilões e mocinhos... é sobre a Malhação (o que pegou muitas meninas pelo pé... e espantou tantos outros... rs Eu mesma li os 4 livros num único fds esperando algo acontecer... e nada acontece.
Link to post
Share on other sites

rum... bem, sobre os livros:

 

 

 

 

 

Twilight realmente USA da trama vampiresca apenas como background para

um romance. Mas está looooooonnnnnngggeeeeee de "Malhação", Mon.

 

 

O fato do protagonista não apenas transformar o objeto de sua paixão e

resolver logo o problema também é explicado a exaustão nos 4 livros, o

que leve a este optar pela transformação apenas quando não há outra

saída e depois de muitas "negociações".

 

 

 

 

 

Os livros de Mayer fazem um Pouporri do universo vampiresco de vários

autores consagrados a temática. O que diferencia é que ela "humaniza"

seus vampiros. A necessidade de ir a escola, de trabalhar, de conviver

com humanos para sentirem-se menos monstros, já que praticamente todos

os vampiros da família Cullen adotaram essa vida "vegetariana" para

tentar salvar o que restou de suas almas. Isso.. eu disse ALMA. Porque

a trama, embora nunca claramente declarada, discute sim até onde

pecados são perdoados, e até onde o amor pode te salvar da "danação

eterna".

 

 

Para Edward, como pode-se perceber bem mais claramente em Midnight Sun

, versão de Twalight na visão deste personagem, ele é um monstro, uma

aberração. Trazer "sua amada" para este destino para ele é

condena-la... Vc passaria HIV para sua companheira só para fazer sexo

sem camisinha e ser feliz???? Ok, comparação esquisita, mas para ele é

mais ou menos assim. Com o tempo.. e digo, muito tempo pois isso vai se

esticando por 4 livros, Bella o faz entender que mesmo se tratando de um

vampiro, através de suas atitudes e de seu comportamento, ainda há

redenção divina, e eles merecem a felicidade.

 

 

 

 

 

O 4 livros são um grande clichê romântico, com tantas outras obras

clássicas e apaixonantes. O diferencial, para melhor ou pior, é que este

romance está inserido em uma realidade fantasiosa.

 

 

O fato de todos os livros, no que se trata das tramas paralelas quanto

aos vilões, acaba sempre dando em nada, é sim algo extremamente

frustrante. O que não diminui o apelo que essas histórias têm no

decorrer da leitura.

 

 

 

 

 

Não se trata de um clássico instantâneo ou leitura de qualidade, mas de

um entretenimento que está claramente conquistando um publico feminino

que talvés cansou de Gossep Girls... e já é crescidinho demais para as

tramas de Mag Cabot.

 

 

 

 

 

Longe de ser uma adolescente que se encaixa na descrição acima ( estou

bem mais para uma Twilight Mommy), o que me prende o interesse na trama

de Meyer é sem duvida o fato de, apesar dos pormenores e das falhas, o

livro trata de uma velha formula que sempre dá certo: Um amor que,

apesar de todos os contratempos, é inevitável e necessário.

 

 

 

 

 

E sim, quando se está apaixonado, e quando se tem 17 anos, não se mede

esforços para ter nos braços nosso objeto de desejo.. (Been there, did

that..).

 

 

 

 

 

Sobre o filme, blah.. doesn't matter anyway.. não é que eu esteja acostumada em ver meus personagem bem retratados na telona..

 

 

 

 

Link to post
Share on other sites

Sempre gostei, e ainda gosto, das críticas do site cinemaemcena. Mas ultimamente tenho percebido que a necessidade do nosso amigo Pablo de expor seus pontos de vista ideológicos o faz comenter alguns deslises.

Como ele escreve suas opiniões, acho que posso então dar minha visão sobre elas também.

Dito isto, quero me ater a dois pontos:

1) Logo na introdução do texto, ele afirma que o diretor quer pregar a abstinência sexual e que acha que isso é bobagem por não ser eficaz. Mais eficaz seria ensinar sobre métodos anticoncepcionais e sobre DSTs.

2) Depois fala que o diretor quer mostrar sua visão glboalizada mostrando diversos grupos étnicos na mesma escola.

 

Como sempre tudo tem mais de um ponto de vista e vou dizer o que acho.

 

Primeiro, se mais gente educasse seus filhos tentando retardar a iniciação sexual, mostrando que o mehor é esperar o momento certo, a pessoa certa etc., acho que isto nos faria uma sociedade melhor. Porque? Porque esse negócio de ser moderno demais, dando liberdades para crianças e adolescentes de namorarem, ficarem, transarem, dizendo que apenas tem que tomar cuidados com DSTs e que tá tudo bem, não parece ser a melhor saída. O número de gravidas precoces só tem aumentado a despeito das propragandas do governo e da atuação dessas ONGs que só fazem isso o tempo todo.

No final das contas, na prática isso se transforma em insentivo ao sexo irresponsável. Me lembro de um comercial de TV em que o cara acorda de manhã com uma estranha no quarto. Se desespera e começa a procurar algo. Ai ele acha uma camisinha usada. Pronto, sorri satisfeito. E o comercial terminar: use camisinha. Ou seja, transar com uma estranha e depois nem se lembrar tudo bem. É só usar camisinha. Que mensagem um comercial desses passa na verdade aos adolescentes? Simples. Transem a vontade com quantos quiserem meus filhos. Sem problema. É só usar camisinha. Triste...

 

Claro que ensinar sobre educação sexual nas escolas e em casa é importante. O problema é que o modo como se faz isso hoje exclui quem quer ensiar seus filhos que não fazer sexo não engravida. E acho que esse é um ponto de vista válido.

 

Eu fico no meio termo. Devemos mostrar que sexo deve ser feito com certos cuidados prévios. Mas acho que tem que se ter cuidado para deixar claro que os cuidados não excluem a responsabilidade. Sinceramente acho que hoje se prega a irresponsabilidade completa.

 

Não estou dizendo que a crítica prega isso. Só estou usando o comentário para mostrar como o politicamente correto pode ser perigoso nesses tempos.

 

O outro ponto, esse apenas uma implicação minha mesmo :-) : e se na escola só tivesse aluno branco? Pablo citaria o racismo do diretor. De onde ele tirou que mostrar várias etnias é querer ser politicamente correto. E se aparecesse apenas um negro? O comentário seria, "mostrou um negro para não parecer racista"?  Qual a proporção de etnias devem ser mostradas para não parecer nada. Ser apenas diretor? Sei não, mas esse esquerdismo doente de nossos intelectuais as vezes atrapalha mais do que ajuda.

 

 

 

Link to post
Share on other sites

 

Ok.. vou ignorar o comentário acima, e os amigos do fórum sabem o porquê. 09

 

 

Fui ver o filme, juntamente com outras amigas (medicas, advogadas,

arquitetas, independentes, bem casadas e bem resolvidas para deixar

claro que o publico de Twilight, o livro, não é apenas garotinhas

leitoras de revistas teens) cercadas por uma multidão de meninas e

meninos (puts! Muitos meninos) loucamente apaixonados pelo filme mesmo

não tendo a menor ideia do que se trata...

 

 

 

Comentários absurdos, gritos histéricos e ensurdecerdes e outras coisas

fizeram parte da minha tarde... mas enfim, eis a minha impressão:

 

 

 

 

 

Crepúsculo é um dos piores filmes que eu já ví na minha vida toda! Não

por culpa do roteiro, que é extremamente fiel ao livro na medida do

possível, nem por culpa das atuações ( O Robert Pattison estava

convincente como Edward e a Kristen salvou algumas cenas, assim como

Billy Burk), mas pura e simplesmente por culpa da direção!!

 

 

Pelo amor de Deus, essa mulher deveria ser proibida de dirigir qualquer filme no futuro pelo bem e sanidade de todos.

 

 

 

Vc percebe a bomba que vai assistir ainda nos primeiros 5 minutos de

filme, quando uma câmara em movimentos frenéticos segue um veado que é

atacado por algo. A cena, dirigida por alguém competente poderia ter

ficado linda! A ideia é otima para iniciar a trama, mas ficou terrível!

 

 

 

Aliás, todas as vezes em que o roteiro pede um pouco mais da direção, o

filme se perde em cenas desorientadas, cortadas bruscas e efeitos

dignos de um episódio da série Charmed. (um episódio ruim, diga-se de

passagem).

 

 

 

A senhora diretora começou a lambança dela quando resolveu gravar a

sequência mais dramática no primeiro dia de filmagem.. sem dar tempo dos

atores entrarem nos personagens, desenvolverem a relação que cresce

durante o filme.. acaba resultando numa sequência de ação e romance

pauperrima, sem expressões e que fazem os espectadores se perguntarem se

aquele vampiro apaixonadíssimo de minutos atrás está desejando que o

objeto de sua paixão morra na frente dele porque ele não dá mesmo a

miníma, com aquela cara de ".. ow..ela tá morrendo.. ok.. fazer o que,

neh? alguém? o.O".

 

 

Mas nem tudo é tragédia neste filme. Cenas como a do jogo de beisebol

pagam a ida ao cinema para os fans da série. Ficou perfeitamente

adaptada à descrição do livro. Uma das poucas vezes que os efeitos

especiais funcionaram.

 

 

 

A cena em que Edward supostamente deveria brilhar no sol...( o que no

livro é descrito de forma bem convincente, e embasada em uma explicação

plaúsivel que tem haver com o mito criado, ou adaptado, por Meyer), que

foi feita pela Lucas Filme, acreditem se quiser, parece que o vampiro

adolescente está se preparando para um desfile de escola de sampa no

grupo de acesso do Rio de Janeiro.. glitter all over the place!

 

 

Defeitos imperdoáveis de pós produção, como falhas de maquiagem, lentes

de contatos colocadas em close, manchas de dedos nos braços brancos

dos personagem e outras, são outro ponto negativo do filme, outra vez

culpa da incompetência da diretora, que passou 3 meses em pós produção, embora

eu ache que ela passou esse tempo tirando catota do nariz....

 

 

 

 

Como leitora devo deixar claro que, para leitores mais maleáveis, como

a grande maioria do publico, o filme deve ter parecido

perfeito, pois diferentes de outras adaptações literárias como Harry

Potter, o roteiro se manteve completamente fiel ao original, sem grandes

cortes ou falta de sequências... até as licenças poéticas foram inseridas

cuidadosamente sem descaracterizar a historia.

 

 

 

 

 

Volto a dizer: Nas mãos de alguém competente, com um orçamento melhor,

mantendo-se até o elenco, o filme seria bom, com certeza, pois é

possível enxergar claramente o quanto "Wanna Be"ele é!

Penny Lane2008-12-19 23:38:00

Link to post
Share on other sites

Já vi que aqui temos uma fã fiel ao livro. Sinceramente, não li o livro por uma espécie de PRÉ-conceito (não PREconceito, interpretem-me corretamente). Já imaginava a babaquice que vi no filme. E não posso deixar de acrescentar uma crítica à história comentando o quão idiota é o motivo pelo qual os ''vampiros'' não aparecem ao sol: eles BRILHAM!! Sério, que coisa mais imbecíl! :o

Ok, tudo bem, talvez no livro isso seja melhor detalhado - como acima comentou a fã Penny Lane - mas o que acontece é que no filme essa cena é absurdamente patética (assim como o 'baseball vampiro').

 

Sim, também concordo que nas mãos de um DIRETOR DE CINEMA (não digo um homem, obviamente, e sim um(a) profissional da sétima arte - porém bem acima da média, para fazer essa história valer alguma coisa) 'Crepúsculo' talvez (!) viesse a se tornar um bom filme.

E, embora eu não tenha gostado de 'Crepúsculo', confesso que gostei de certos detalhes da trama. Por exemplo, adorei a protogonista Bella (vale dizer que Kristen Stewart fez um trabalho excelente, notável, ainda mais se levado em conta a incompetência da 'diretora', Catherine Hardwicke, por trás de tudo); também gostei do personagem Carlisle (impressão minha ou o ator que o interpreta, Peter Fancinelli, está parecido com Tom Cruise?); e fiquei intrigado com a bela Alice (Ashley Greene está linda no papel; aliás, estramente parecida com uma prima minha o.o). E, sim, estou esperando a seqüência (bizarramente ansioso), pois esta será dirigida por Chris Weitz (e se ele fizer com 'Lua Nova' o mesmo que fez com 'A Bússula de Ouro', será um longa bem interessante de se assistir).

Ademais, o melhor do filme é a trilha sonora do ótimo Carter Burwell.
Link to post
Share on other sites

Indignada

É essa a palavra q melhor me descreve agora.

Ainda bem q ele falou q não tinha lido o livro mesmo.

Ta certo. O filme não é uma SUPER PRODUÇÃO mas pô! Ele falou muita coisa q não tem nada a ver! E o filme so não é produzido por q O LIVRO faz sucesso e NÓS queremos ver a adaptação? É CLARO que frases do tipo "O leão se apaixonou pelo cordeiro" TINHAM que estar no filme! Eu ainda achei que faltou frase!! Ô meu queridooooo, se vc quer ver um filmaço com tudo que tem direito, vai procurar um filme se ação ou coisa parecida da Warner, etc! Por q, até onde eu saiba, a historia é um romance e pronto acabou! É especialmente voltada para o publico adolescente mesmo e se vc, o aduto, não gosta é problema seu!

Se Crepusculo tivesse mesmo todo esse apelo sexual q vc falou, aaaaah hahaha, vc ia ver só o q ia acontecer! E tem mais! No livro, há quem diga q é uma metáfora da castidade e não desse apelo sexual q vc falou aí! E o filme não ta ruim com relação a isso, não! O Edward se afastou, não foi? Não tem nada a ver com o fato de ele poder morde-la, vc não entendeu os fatos! Mesmo q a adaptação tenha deixado a desejar no quesito "explicações" estamos aqui pra isso!! Nós, fãs, que lemos o livro podemos explicar tudo, contar tudo para aqueles q se interessarem! Veja a obra completa, livro, filmes, entreveistas e o q for antes de sair por aí falando coisas sem noção. Eu não fui a unica q ficou chocada por sua falta de conhecimento antes de escrever essa critica. Até onde eu saiba, vc tem q pesquisar antes.
Crepúsculo pode até não ser o melhor filme ou livro do século, mas a legião de fãs prova o valor da história. E só mais uma coisa: CHEGA de comparar Harry Potter com Crepúsculo! Os dois não tem ABSOLUTAMENTE NADA A VER! São universos totalmente diferentes!
Link to post
Share on other sites

A minha nota para o filme é 8.0. Meu primo (que vale ressaltar, não gosta desse tipo de coisa, ele nem gosta de ir ao cinema! Só foi por que eu o arrastei pra lá)deu nota 10.0. Pra ele, o filme ta muito bom (ele também não leu nenhum dos livros mas disse que gostou e entendeu tudo e ainda me provou isso depois), o que prova que até pra pessoas que não leram nada da historia (sim, ele nem sabia do que se tratava) podem gostar e entender o filme. E eu só dei nota 8.0 por que umas 4 ou 5 coisas me desagradaram. Foram umas diferenças entre o livro e o filme. mas foi só isso. Sendo a Summit e sabendo que eles não tinham muita verba, fui pro cinema ja com uma ideia do q apareceria e confesso q ainda me surpreendi. A cena do jogo de baseboll estava melhor do q eu tinha esperado! Eu não estava esperando tudo aquilo não! Nem a relação com os trovões, nem nada. Então, sim, eu gostei do filme e quero ver a sequencia. Estou depositando minhas melhores esperanças no diretor Chris Weitz.

Pra mim, mesmo q todo o filme fosse uma droga, mas ja valeria MUITO a pena ver só por causa da cena da clareira (que pra mim ainda esta mais emocionante que no livro, quando o Edward confirma ser um vampiro) e a cena do jogo de baseball!
Link to post
Share on other sites

Jesus! Ok... "Helenzzinha".

 

 

O negocio é o seguinte.

 

 

Primeiro de tudo, no cinema existe uma regra simples para adaptações

literárias. Se vai fazer uma, faça de uma maneira que TODOS, leitores

ou não, entendam do que se trata. Simples. Vc pode ser ou não fiel ao

livro em que se baseou, pode apenas te-lo como mote, ou mesmo segui-lo

ao pé da letra, mas sem dúvida deve fazer algo que atraia um publico

variado, além do publico alvo óbvio, os leitores.

 

 

 

 

 

No caso do filme Crepúsculo (Twilight) isso, simplesmente NÃO

aconteceu. O filme não consegue segurar a trama do livro, nem mesmo

consegue ser coeso e convencer o espectador dos sentimentos dos

protagonistas, transformando todo o que sentimos ao ler Twilight em uma

paixonite adolescente.

 

 

Já me ative ao quesitos técnicos no post anterior, mas agora para te

responder vou ter que explicar outros detalhes que covem aos que leram o

livro.

 

Por exemplo, na sequência final, quando Edward ver Bella sendo

consumida pelo veneno da mordida de James, a interpretação de Robert

Pattison é de uma tristeza de dar dó! Ele simplesmente transforma

Edward em um robô sem expressão. O mais chato nisso é que podemos ver a

relação entre os protagonistas, mesmo que mal realizado, crescer

durante

o filme. Sendo que na sequência final da luta ela seca

completamente...chegando a confundir os desavisados. O que ocorre é que

a diretora filmou toda a sequência da luta no primeiro dia de gravação.

Acredito que ela não conseguiu passar ao seu elenco a importância da

cena e o que ela deveria significar.

 

 

Outro detalhe: o roteiro original contia varias outras sequências que

linkavam importantes partes do filme. Estas foram cortadas durante a

edição, o que prejudicou consideravelmente a qualidade do filme.

 

 

As atuações também não ajudaram muito. Aparentemente nenhum dos atores,

com exceção dos humanos e dos nômades, se preocupou em ler o livro para

entender seus personagem... e se fizeram, devem ter um serio problema

de interpretação de texto. Enquanto a Bella de Kristen é muito over, o

Edward de Pattison é raso demais. Os demais personagem principais não

tiveram nem mesmo a chance de interpretar algo. Suas falas foram tão

secundárias que até os humanos tiveram mais importância no filme.

 

 

Devo dizer que meu preferido no filme de longe é o Cherife Charlie.

Billy Burk estava perfeito. Exatamente como Charlie é descrito no

livro. Afetuoso, mas com sérios problemas de relacionamento. Acho que

foi a única relação bem desenvolvida do filme.

 

 

 

 

 

Para os fans como vc ( me referindo diretamente à hellenzzinha), o

filme foi extremamente apelativo pois conteve diálogos chaves e cenas

praticamente identicas ao do livro. O problema, minha cara ,é que

transcrições só funcionam quando se consegue conecta-las e esse não foi

o caso.

 

 

 

 

 

 

 

 

Concordo com vc em uma coisa, também estou depositando minhas fichas no Weitz, já que pior que isso não deve sair mesmo.

 

Link to post
Share on other sites

 

 

 

 

 

 

Como leitora devo deixar claro que' date=' para leitores mais maleáveis, como

a grande maioria do publico, o filme deve ter parecido

perfeito, pois diferentes de outras adaptações literárias como Harry

Potter, o roteiro se manteve completamente fiel ao original, sem grandes

cortes ou falta de sequências... até as licenças poéticas foram inseridas

cuidadosamente sem descaracterizar a historia

[/quote']

 

 

Me quotei para dizer.... I told you so.. 030606060606

Penny Lane2008-12-22 22:50:43

Link to post
Share on other sites

 Adaptação do filme não foi perfeita, porque fazer adaptações de filmes não é fácil - tentem fazer melhor...

E embora tenha erros de continuação, qual fime não tem? No filme Maria Antonieta aparece um All Star em pleno século XVIII !!!

 

Mas independente de qualquer coisa, há uma grande diferença entre ler um livro porque é best seller - e começar a ler com preconceito - e ler para entender. A trama do livro, é basicamente sobre um romance. Edward Cullen não quer transformar Bella Swan em vampira por motivos explícitos no livro Lua Nova. Quem leu relamente sabe. Porque não criticar o desconexo Cinderela, que fala sobre...? Ah, claro, a madrasta maldosa que não quer que sua entiada vá ao baile. E é um livro aclamadíssmo. Porque não se pode mais escrever um livro por escrever sem ser bombardeado de críticas de pessoas que não são capazes de fazer melhor?
Link to post
Share on other sites

HAHAHA!!! Acabei de ler os posts e não consigo parar de rir!

Harry Potter fiel ao roteiro? Adoro oslivros, mas desde quando HP é fiel ao livro? Não com aquela interpretação sem vida do Daniel Radcliff, que ganha rios de grana pra fazer o Harry, sem contar que já me contentei em Hermione, Rony e Draco como meros coadjuvantes. Harry Potter quase não teve falas em ODF!!!

Mas voltando ao assunto, pelo amor de Deus! A coisa tá tão absurda que já estão falando de apelo sexual, sendo que Bella é uma adolescente com hormonios, e, Edward é, digamos, um macho. Sinceramente já vi apelos sexuais maiores vendendo na seção infanto juvenil, sem contar que os adolescentes vivenciam apelo sexual bem maior.

 A discussão aqui era sobre um filme que só recebeu 37 milhões de dólares para fazer o filme, e arrecadou em pouco mais de um mês quase 200 milhões de dólares no mundo. Mal feito ou não tem muita coisa pior no mercado cinematográfico, que realmente deveria ser criticada.

 

Mesmo que a direção seja uma verdadeira merda, eu gosto. Pronto. E tenho um recado ros desocupados de plantão com eu agora:

 

FAÇAM MELHOR!!!
Link to post
Share on other sites

Vou ressaltar que cada um tem a sua opinião e a minha é que o filme se superou no quesito ''adaptação''... Embora eles tenham deixado de lado algumas cenas importantes, deu um ótimo entendimento pra quem não havia nem lido o livro.

Posso informar ao caro senhor Pablo que a opinião dele é só dele, mas que a minha é totalmente ao contrário do que ele disse, e acho que o filme fez tanto sucesso quanto o filme, sucesso merecido smiley9
Link to post
Share on other sites

 

 Adaptação do filme não foi perfeita' date=' porque fazer adaptações de filmes não é fácil - tentem fazer melhor...

E embora tenha erros de continuação, qual fime não tem? No filme Maria Antonieta aparece um All Star em pleno século XVIII !!!

 

[/quote']

 

Lorenna, honey.. por favor, não vamos comparar um filme da Copolinha, cheio de referências pops como Maria Antonieta com Crepusculo, ok...!?02

 

Só para vc entender, de uma maneira bem simples, o All Star no filme da Copolinha é uma referencia ao personagem tipicamente adolescente de Maria Antonieta...além de referencias visuais a Copolinha usou tb de uma trilha sonora atual inserida no contexto da história.. lindamente inserida , uma das minhas trilhas sonoras preferidas 03

 

 

 

Link to post
Share on other sites

 

Indignada

É essa a palavra q melhor me descreve agora.

 

Ainda bem q ele falou q não tinha lido o livro mesmo.

 

Ta certo. O filme não é uma SUPER PRODUÇÃO mas pô! Ele falou muita coisa q não tem nada a ver! E o filme so não é produzido por q O LIVRO faz sucesso e NÓS queremos ver a adaptação? É CLARO que frases do tipo "O leão se apaixonou pelo cordeiro" TINHAM que estar no filme! Eu ainda achei que faltou frase!! Ô meu queridooooo' date=' se vc quer ver um filmaço com tudo que tem direito, vai procurar um filme se ação ou coisa parecida da Warner, etc! Por q, até onde eu saiba, a historia é um romance e pronto acabou! É especialmente voltada para o publico adolescente mesmo e se vc, o aduto, não gosta é problema seu!

 

Se Crepusculo tivesse mesmo todo esse apelo sexual q vc falou, aaaaah hahaha, vc ia ver só o q ia acontecer! E tem mais! No livro, há quem diga q é uma metáfora da castidade e não desse apelo sexual q vc falou aí! E o filme não ta ruim com relação a isso, não! O Edward se afastou, não foi? Não tem nada a ver com o fato de ele poder morde-la, vc não entendeu os fatos! Mesmo q a adaptação tenha deixado a desejar no quesito "explicações" estamos aqui pra isso!! Nós, fãs, que lemos o livro podemos explicar tudo, contar tudo para aqueles q se interessarem! Veja a obra completa, livro, filmes, entreveistas e o q for antes de sair por aí falando coisas sem noção. Eu não fui a unica q ficou chocada por sua falta de conhecimento antes de escrever essa critica. Até onde eu saiba, vc tem q pesquisar antes.

Crepúsculo pode até não ser o melhor filme ou livro do século, mas a legião de fãs prova o valor da história. E só mais uma coisa: CHEGA de comparar Harry Potter com Crepúsculo! Os dois não tem ABSOLUTAMENTE NADA A VER! São universos totalmente diferentes!

[/quote']

 

Sem querer ser chato, mas já sendo, um filme tem q se bastar por si só... Se o filme não dá conta de explicar as coisas, ele cai em qualidade, não há dúvida alguma quanto a isso...03

 

Link to post
Share on other sites

 

 Adaptação do filme não foi perfeita' date=' porque fazer adaptações de filmes não é fácil - tentem fazer melhor...[/quote']

Você já viu "Poderoso Chefão"? Ou "Silêncio dos Inocentes"? Ou "Mercador de Veneza"? Ou "Perfume - A História de um Assassino"? São apenas exemplos de filmes baseados em livros que foram excelentemente bem adaptados...03

 

 

 

Mas independente de qualquer coisa' date=' há uma grande diferença entre ler um livro porque é best seller - e começar a ler com preconceito - e ler para entender. A trama do livro, é basicamente sobre um romance. Edward Cullen não quer transformar Bella Swan em vampira por motivos explícitos no livro Lua Nova. Quem leu relamente sabe. Porque não criticar o desconexo Cinderela, que fala sobre...? Ah, claro, a madrasta maldosa que não quer que sua entiada vá ao baile. E é um livro aclamadíssmo. Porque não se pode mais escrever um livro por escrever sem ser bombardeado de críticas de pessoas que não são capazes de fazer melhor?
[/quote']

 

Nossa... Aqui... Aclamado? Eu já li tanto especialista metendo os ferros nos livros que vc não tem nem idéia... Eu não li, e simplesmente não tenho vontade de ler... Depois de descobrir q os vampiros evitam sair ao sol pq eles brilham (ou como bem brincou meu irmão, "eles viram porpurina") isso perdeu completamente o meu respeito... Vai ler Anne Rice, aquilo sim é algo decente sobre vampiros...03

 

Link to post
Share on other sites

 

 Adaptação do filme não foi perfeita' date=' porque fazer adaptações de filmes não é fácil - tentem fazer melhor...[/quote']

Você já viu "Poderoso Chefão"? Ou "Silêncio dos Inocentes"? Ou "Mercador de Veneza"? Ou "Perfume - A História de um Assassino"? São apenas exemplos de filmes baseados em livros que foram excelentemente bem adaptados...03

 

 

 

Sunder.. só pra comentar que eu NÃO gostei da adaptação de Perfume...rs ... Grenouille ficou estremamente rasinho ...gostei do interprete dele quando criança, mas depois...rs não mesmo... De resto o filme foi até rasoável... mas como se trata de um dos meus livros favoritos, eu não consigo ser imparcial na avaliação deste... 08

 

Enfim, mas no quesito "adaptação para TODOS" com certeza ele impera, pois lendo ou não o original belissimo de Patrick Süskind vc entenderá o filme e apreciará, pois estem tem uma das fotografias mais lindas dos ultimos anos, além de uma trilha delicadissima.... 03

 

Link to post
Share on other sites

Caro sunderhus, se quer ler algo realmente bom sobre vampiros - embora adore Anne Rice - vá ler Bram Stocker.

Ou então vá ler Charles Bukowski, ou então Vladmir Maiakowski, George Orwell já que a discussão virou sobre literatura de verdade...

 

Independente de Crepúsculo filme ter sido fraco em relação ao livro, independente que, segundo vcs acham, só adolescentes fanáticos gostarem disso, o fato é que o filme foi bom o suficiente para arrecadoar 200 milhões de dólares em um mês. E embora eu não vá ganhar nada perdendo meu tempo com vcs estou defendendo minha opnião. E esse idiota deste Pablo só falou coisas idiotas e desconexas porque vi o filme e não percebi nenhum apelo sexual.

 

 
Link to post
Share on other sites

Desculpe minha ignorância. Mas não consigo compreender a relação entre George Orwell e o citado Crepúsculo. Na verdade, deve ser porque eu não li Crepúsculo.

 

Seja como for, uma dica para quem for entrar na briga seria: escrevam parágrafos pequenos e com palavras de fácil compreensão. Senão não haverá dialogo.

 

e tenho dito. Não vale a pena.

 

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...