Jump to content
Forum Cinema em Cena

Recommended Posts

 

 

 

 

Adorei o comentário do Pablo sobre o paralelo com o sexo. É isso mesmo. A Meyer é uma amish. Sexo é tabu' date=' só para procriar e com um furinho no lençol. O paralelo entre a cravada do Edward é quase explícito. 

Aliás, é ela que aparece no filme naquela cena do bar quando a garçonete diz "aqui está seu prato vegetariano".

 
[/quote']

 

 

Renato! Ela não é Amish!0606060606 Tive uma crise de risos aqui.. imaginando uma Amish escrevendo sobre vampiros 13

Ela é Mormon... eles só casam entre eles e sexo só depois do casamento, mas tirando isso... eles são até mais liberiais que os ditos católicos05

 

A conotação sexual é clara no livro... mas o interessante é que como os vampiros da clã dos Cullen acreditam em Céu e Inferno, e o protagonista foi transformado em 1919, ele ainda acredita em conceitos e principios da época... enquanto a dona Bella, cheia de hormônios passa o tempo tentando levar o vampirinho pra cama! Não que ele não queira (acreditem.. lendo os livros vc sabe que ele quer..03) mas devido ao que já havia dito antes sobre ele não querer trasnformar Bella, o medo dele é de mata-la na hora H...ela é frágil (e humana)e digamos que durante o sexo vc não tem muito controle sobre suas.. hum.. emoçoes... Ou seja.. é totalmente justificavel, dentro do universo de Meyer, o sexo não rolar.

 

O recado aqui é simples.. espere a hora certa e faça com alguem que vc ame... de preferência depois de casar.

 

Na verdade o recado é mais penoso, quando se analisa todos os livros, mas eu não vou matar o buzz de quem ainda quer ler, neh...03

 

 

Cacete! 06 FINALMENTE consegui a explicação que tanto queria! Hahaha, eu não li os livros e nem vi o filme, e queria saber qual era a explicação que a autora dava pro tal do Edward não transformar a Bella em vampira.

 

Em relação a crítica do Pablo, não achei ruim, só acho que ele é bem previsível quando não gosta de um filme, sempre faz piadinhas etc.

Kate B.2008-12-24 16:48:08

Link to post
Share on other sites
  • Replies 150
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Afff...

 

O filme é muito bom, e eu concordo com a Nina.

Mas não acho que o trabalho dos outros deve ser criticado, além disso, do mesmo jeito que a Stephenie Meyer escreveu um livro, arriscando , pois não sabia se ele ia ser o incrivel sucesso que se tornou hoje, a diretora Catherine Hardwicke também tentou mostrar seu trabalho, que mesmo não agradando á todos, eu (minha opinião) acho que ela conseguiu fazer um excelente filme.

Aliás, se o filme fosse mesmo tão ruim como as pessoas estão dizendo aqui, ele não arrecadaria todos as centenas de milhões que arrecadou (isso em dinheiro e em fãs).

O trabalho de uma pessoa não deve ser criticado, afinal ninguem é perfeito, e tenho certeza que ela trabalhou muito para fazer esse filme, e por isso ela chegou onde está hoje.

O Pablo Villaça ainda é apenas um 'critico' de filmes nesse site, ele tem uma opinião, como todo mundo tem a sua. mas isso não deve servir de base para as pessoas que ainda não viram o filme. Vão ao cinema, assistam e depois dêem sua opinião. O filme está lá para ser visto, gostou, tudo bem, eu também gostei, não gostou? Paciência, tente ler o livro, ele é melhor que o filme. e não deixa nada a desejar no quesito diversão.

 

=P

 
Link to post
Share on other sites

 

Pessoas de nível superior leem ese livro e defendem-no com fervor? Pelo amor de Deus, né? Sinceramente, não sei se é pq me formei em História na federal de Ouro Preto, mas lá a galera não lia romancezinho de vampiro adolescente... Quando lia alguma coisa de vampiro era Anne Rice e Bram Stoker, mas td bein...

 

[/quote']

 

13Sério... Sunderhus... Eu tenho "nível superior" e me formei em Arquitetura e Urbanismo Na Federal de Fortaleza... e o que DIABOS isso tem haver com o fato de gostar ou não do livro!? 09

Eu gosto da série da Meyer, assim como gosto de algumas coisas da Rice (Acho Vampiro Armand uma leitura cansada...)e tenho verdadeira adoração pela obra do Bram Stoker.. já lí outras coisas sobre a tematica porque gosto do estilo, como por exemplo os The Southern Vampire Mysteries  da Charleine Harris ( que originaram a série True Blood).

 

Esse agurmentinho de "eu tenho nível superior e não leio isso ou aquilo" não é só preconceituoso como também é extremanente gentrificador.

 

Shame on you, Sunder, shame on you. 12

 

 

Se vc não entendeu o que eu quis dizer, não posso fazer nada... Mas, bom... A galera de História e Letras, pelo menos em grande maioria, que foi com a qual eu convive e convivo até hoje, não lê coisinhas como Crepúsculo... Se é preconceituoso de minha parte...? Sim...

 

PS.: Escreva em português, por favor...03 É sua língua mãe, não a desvalorize...

Link to post
Share on other sites

 

 

 

 

Afff...

 

O filme é muito bom' date=' e eu concordo com a Nina.

Mas não acho que o trabalho dos outros deve ser criticado, além disso, do mesmo jeito que a Stephenie Meyer escreveu um livro, arriscando , pois não sabia se ele ia ser o incrivel sucesso que se tornou hoje, a diretora Catherine Hardwicke também tentou mostrar seu trabalho, que mesmo não agradando á todos, eu (minha opinião) acho que ela conseguiu fazer um excelente filme.

Aliás, se o filme fosse mesmo tão ruim como as pessoas estão dizendo aqui, ele não arrecadaria todos as centenas de milhões que arrecadou (isso em dinheiro e em fãs).

O trabalho de uma pessoa não deve ser criticado, afinal ninguem é perfeito, e tenho certeza que ela trabalhou muito para fazer esse filme, e por isso ela chegou onde está hoje.

O Pablo Villaça ainda é apenas um 'critico' de filmes nesse site, ele tem uma opinião, como todo mundo tem a sua. mas isso não deve servir de base para as pessoas que ainda não viram o filme. Vão ao cinema, assistam e depois dêem sua opinião. O filme está lá para ser visto, gostou, tudo bem, eu também gostei, não gostou? Paciência, tente ler o livro, ele é melhor que o filme. e não deixa nada a desejar no quesito diversão.

 

=P

 
[/quote']

 

Isso Lenie! 01

Não tenho preconceitos com o livro, e se por acaso eu tivesse a oportunidade de ler(Estou terminando O Processo), não teria problemas.

 

[uPDATE2]O filme é fraco. A obra literária eu não sei. E uma coisa nada tem a

ver com a outra[/uPDATE2] << Para entender, siga o tópico. E me perdoem! Hoje é Natal!

 

Abraço e Feliz Natal!

Gabrielrpsteven2008-12-24 17:18:02

Link to post
Share on other sites

 

 

 

O filme é fraco. A obra literária eu não sei. E uma coisa nada tem a ver com a outra.

 

 

Sensatez é a alma do negócio...10

 

Alguma coisa me diz que escrevi merda... AHEUHAEUIAEHUHAEUIHAE

 

UPDATE

 

Estava me referido às artes, porém, pareceu que estava falando que livro T. não tinha relação com filme T.

 

Mudei para "O filme é fraco. A obra literária eu não sei. E uma coisa nada tem a ver com a outra, exceto o fato de ambas artes utilizarem meios diferentes para contar a mesma história. Pode dar certo em um, e errado em outra. Por que não?"  << Melhorou?

Gabrielrpsteven2008-12-24 17:04:38

Link to post
Share on other sites

 

 

Pessoas de nível superior leem ese livro e defendem-no com fervor? Pelo amor de Deus, né? Sinceramente, não sei se é pq me formei em História na federal de Ouro Preto, mas lá a galera não lia romancezinho de vampiro adolescente... Quando lia alguma coisa de vampiro era Anne Rice e Bram Stoker, mas td bein...

 

[/quote']

 

13Sério... Sunderhus... Eu tenho "nível superior" e me formei em Arquitetura e Urbanismo Na Federal de Fortaleza... e o que DIABOS isso tem haver com o fato de gostar ou não do livro!? 09

Eu gosto da série da Meyer, assim como gosto de algumas coisas da Rice (Acho Vampiro Armand uma leitura cansada...)e tenho verdadeira adoração pela obra do Bram Stoker.. já lí outras coisas sobre a tematica porque gosto do estilo, como por exemplo os The Southern Vampire Mysteries  da Charleine Harris ( que originaram a série True Blood).

 

Esse agurmentinho de "eu tenho nível superior e não leio isso ou aquilo" não é só preconceituoso como também é extremanente gentrificador.

 

Shame on you, Sunder, shame on you. 12

 

É claro que essa comoção toda se deve ao publico adolescente que realmente está na idade em que o romance do livro é extremamente apelativo para seus hormônios.

 

Mas a qualidade do livro não deve ser questionada ou avaliada apenas pelo fato de que atrai um publico x ou y... generalização sempre peca.

 

O Sunder é formado e gosta de revistas em quadrinhokongsanfona24mp

06

 

E Rafa, se gostas de livros de vampiro, prestigia a literatura nacional. Já leu algum livro do André Vianco?

 

OBS: O livro do Stoker é foda.

 

Renato2008-12-24 17:05:48

Link to post
Share on other sites

 

 

O filme é fraco. A obra literária eu não sei. E uma coisa nada tem a ver com a outra.

 

 

Sensatez é a alma do negócio...10

 

Alguma coisa me diz que escrevi merda... AHEUHAEUIAEHUHAEUIHAE

 

Decidi mudar para "O filme é fraco. A obra literária eu não sei. E uma coisa nada tem a ver com a outra' date=' exceto o fato de ambos contarem a mesma história"  << Melhorou?

[/quote']

 

Não... Tava perfeito do jeito q estava... Não fui ironico em momento algum...

 

Link to post
Share on other sites

 

(...) Não sou crítica...portanto' date=' não faço críticas! Quem não é, devia também não fazer.

 

Senão sabe a respeito de um tema, não fale sobre ele...melhor assim. Evita de ser ridículo.

 

Assitir város filmes esse ano, fiz vários cursos de cinema e sou publicitária... desculpe, sei do que estou falando.

 

Li todos os livros da série antes de falar alguma coisa... sei também do que estou falando... não estou comentando por comentar, sei muito bem a respeito do que estou falando.

 

Se não gosta do livro e não tem paciencia com o filme... deve ter pelo menos mais uns 20 filmes em cartaz... vá ve-los e não perca tempo vendo um filme que, só de uvir alguém falar você já criou um preconceito.

 

Se não leu o livro não faça comentários sem saber do que se passa... e se você não conseguiu entender o filme por si só...sorry... acho que você deve ter sérios problemas, pq qlqr adolescente ou criança consegue entender!!

 

Looki: você encontra o script do filme em vários sites de fãs da série que estão espalhados pela internet (google). Mas tipo, como todo mundo que tá falando aki nem sequer teve trabalho de procurar nada a respeito antes de comentar (inclusive o critico)... acho que ninguém poderia te responder mesmo. (...)

 

[/quote']

 

Acredito que este é um site de cinema, e como tal, quando alguém comenta um filme, comenta-o como uma obra autônoma, dissociada de todo o universo que permeia o filme.

 

Esta situação me lembrou um dos extras do DVD O Grande Lebowski, em que os diretores do filme são convidados para uma entrevista numa revista de tapetes - o filme tem um tapete que é importante na trama. Os diretores estavam falando do filme, o reporter só queria saber de tapetes e a entrevista acabou sendo um fiasco, tudo porque cada parte só queria saber o que julgava mais interessante - e os interesses delas eram diferentes.

 

E, nesta análise do filme feita pelo crítico (Pablo ou qualquer usuário do fórum), o foco não está no conjunto da obra, e sim tão-somente no filme. Se o livro quis passar uma mensagem, e várias pessoas aqui falam outra coisa, é porque o filme não foi efetivo como obra autônoma, do ponto-de-vista de um fã.

 

Há casos em que um diretor pega um livro, distorce a história dele e faz um filme muito bom (vide O Iluminado). Há outros que seguem o livro fielmente e também são muito bons (como em Um Sonho de Liberdade - adaptado de um conto). Agora, se alguém diz que uma adaptação de um livro é ruim, a coisa mais imatura que se pode responder é falar: o livro é bom e o filme é fiel ao livro. E, infelizmente, tô vendo isso por aqui.

 

Link to post
Share on other sites

 

Pessoas de nível superior leem ese livro e defendem-no com fervor? Pelo amor de Deus, né? Sinceramente, não sei se é pq me formei em História na federal de Ouro Preto, mas lá a galera não lia romancezinho de vampiro adolescente... Quando lia alguma coisa de vampiro era Anne Rice e Bram Stoker, mas td bein...

 

[/quote']

 

13Sério... Sunderhus... Eu tenho "nível superior" e me formei em Arquitetura e Urbanismo Na Federal de Fortaleza... e o que DIABOS isso tem haver com o fato de gostar ou não do livro!? 09

Eu gosto da série da Meyer, assim como gosto de algumas coisas da Rice (Acho Vampiro Armand uma leitura cansada...)e tenho verdadeira adoração pela obra do Bram Stoker.. já lí outras coisas sobre a tematica porque gosto do estilo, como por exemplo os The Southern Vampire Mysteries  da Charleine Harris ( que originaram a série True Blood).

 

Esse agurmentinho de "eu tenho nível superior e não leio isso ou aquilo" não é só preconceituoso como também é extremanente gentrificador.

 

Shame on you, Sunder, shame on you. 12

 

É claro que essa comoção toda se deve ao publico adolescente que realmente está na idade em que o romance do livro é extremamente apelativo para seus hormônios.

 

Mas a qualidade do livro não deve ser questionada ou avaliada apenas pelo fato de que atrai um publico x ou y... generalização sempre peca.

 

O Sunder é formado e gosta de revistas em quadrinhokongsanfona24mp

06

 

E Rafa, se gostas de livros de vampiro, prestigia a literatura nacional. Já leu algum livro do André Vianco?

 

 

 

 

Meu irmão é fã desse cara ae... Do Vianco...

 

E, leio revistas em quadrinhos sim... Qual o problema...?1106

Link to post
Share on other sites

Alguma coisa me diz que escrevi merda... AHEUHAEUIAEHUHAEUIHAE

Decidi mudar para "O filme é fraco. A obra literária eu não sei. E uma coisa nada tem a ver com a outra' date=' exceto o fato de ambos contarem a mesma história"  << Melhorou?
[/quote']

 

Hiuashiaushaiush

 

Sim, termine O Processo, e leia o Crepúsculo, se vc não gostar, não acho que tenha perdido tempo, e ainda mata a sua curiosidade ;)

 
Link to post
Share on other sites

 

 

 

O filme é fraco. A obra literária eu não sei. E uma coisa nada tem a ver com a outra.

 

 

Sensatez é a alma do negócio...10

 

Alguma coisa me diz que escrevi merda... AHEUHAEUIAEHUHAEUIHAE

 

UPDATE

 

Estava me referido às artes' date=' porém, pareceu que estava falando que livro T. não tinha relação com filme T.

 

Mudei para "O filme é fraco. A obra literária eu não sei. E uma coisa nada tem a ver com a outra, exceto o fato de ambas artes utilizarem meios diferentes para contar a mesma história. Pode dar certo em um, e errado em outra. Por que não?"  << Melhorou?

[/quote']

Cara, procura sensatez no dicionário...

Não precisava mudar nada não 06

 

Link to post
Share on other sites

 

 

 

 

Yeah! O dia em que somos perdoados quando cometemos erros...

 

Será que os assaltantes vão aproveitar? 17

 

PS: Assisti ontem A Felicidade Não Se Compra, de Frank Capra. Sensacional!

 

UPDATE

 

Para não desviar do foco Crepúsculo...

 

Parece que perdeu a liderança para Madagascar 2(No Brasil!)

Juro que vai ser meu último UPDATE nesse mês. 3d09

 

Gabrielrpsteven2008-12-24 17:25:43

Link to post
Share on other sites

Eis a minha humilde, e de maneira genérica, opinião sobre a adaptação (li o livro e assisti ao filme)

Quando vc lê ou se depara com a obra de grandes mestres (escritores, roteiristas, diretores, atores), vc fica tão maravilhado que tudo funcionou tão bem (quando acontece), que vc se detém a honrar o trabalho e aos cumprimentos.

Quando vc lê ou se depara com a obra de apenas bons profissionais, há geralmente alguma coisa do tipo “poh, isso foi legal, mas poderia ter sido abordado desta maneira...ou simplesmente evitado”.

Mas quando estes “profissionais” são pouco imaginativos, geralmente há apenas lamentos.

Em Crepúsculo, já pelos problemas evidenciados por vcs acima quanto à direção, adaptação, atuações e Defeitos NADA especiais, há o maior problema: o roteiro realmente é fiel ao livro, e é neste último que reside à falta de imaginação (embora o filme deva se sustentar sozinho).

O livro de Stephenie Meyer é enfadonho e repetitivo. Ela consegue em uma página transformar Edward e Bella em personagens interessantíssimos, e no outro, uns pés no saco. Parece que ao desenvolver uma idéia interessante (o romance entre um vampiro e uma humana, visto que na maioria dos contos sobre vampiros há esse fascínio mútuo do poderoso imortal e o fraco, mas dotado de vida, humano) a escritora começou a encontrar diversos problemas pra justificar o cenário ao qual se passa a narração: a escola. O primeiro seria a exposição dos vampiros ao Sol, pois bem, nada melhor do que adicionar as qualidades que se têm quando é vampiro (força, destreza, beleza) o fator: “brilha, brilha estrelinha”. Talvez o motivo pelo qual Bella se sinta tão diferente dos demais, é que sua descendência evolutiva não tenha vindo de primatas, e sim de pavoas ou de alguma outra ave onde os machos têm as penas mais coloridas e ornamentadas. Os acertos da narrativa são sempre acompanhados de erros, como por exemplo: quando Edward diz que não precisava de todos estes adereços atrativos, já que é forte e rápido pra se sobrepor a qualquer preza, fica evidente que tudo no predador é convidativo, porém Bella insiste em nos lembrar a cada duas frases usando os adjetivos “lindo e perfeito” toda vez que Edward anda, fala, sorrir, grunhe, faz careta, biquinho... putz... por sorte, como vampiro, ele é privado de necessidades fisiológicas animais.. senão certamente haveria uma passagem: “Lá estava ele lindo e perfeito sentado no vaso, sua expressão de força para defecar era linda e perfeita, os barulhos que acompanhavam os seus cheirosos flatos eram agradáveis quanto uma orquestra”.

Outro problema encontrado que não é justificado nem no livro é o porquê de após um século, os vampiros ainda se submeterem ao segundo grau repetidas vezes, visto que o próprio Carslile (que no livro tem um capítulo destinado apenas a sua história e no filme tem 4 falas) quando ciente de sua natureza e de que tem todo tempo do mundo, procura evoluir seu intelecto para melhor conviver com os humanos ofuscando seu lado “monstro”, frequenta algumas universidades da Europa, aprende medicina, música, conhece vampiros influentes... mas como pai e líder de um clã atípico no sentido “eu quero que meus filhos sejam melhores do que sou” é um fiasco. Quando algo de bom deveria ser adaptado, no filme é esquecido... principalmente em relação aos outros vampiros da família Cullen (que também inclui a Hale), ninguém sabe quem mordeu quem, nem de onde vieram ou quantos anos têm. Esqueceram até de mencionar que além de Edward e Alice, Jasper também tem uma notória habilidade... a de controlar os sentimentos das pessoas ao redor, se bem me lembro foi mais ou menos assim que Meyer descreveu “ele tem o poder de acalmar multidões e atiçar rebeliões”. Isso é bem interessante pra ser esquecido não acham?

Embora o livro descreva Rosalie como a perfeição em vampira, aqui forçaram um cabelo louro em Nikki Reed (só pq foi dirigida por Catherine Hardwicke em Aos Treze) que a deixou muito artificial, ainda pior que Jessica Alba como a mulher invisível do quarteto fantástico, o que é uma pena, pq ambas são lindíssimas morenas.

É tanto coisa entre o livro o filme que já estou cansado de escrever e a maioria de vcs nem vão ler, pq é hora de tomar banho pra ceia de Natal xD.

Feliz Natal

Link to post
Share on other sites

 

Nossa... Depois disso eu não vou

mais escrever nada por aqui... Apenas observar pra evitar que isso

descambe... O cara acabou com o livro... hehehe

 

 

 

 

 

De maneira nenhuma o  cara "acabou" com livro. Ele apenas deu uma

opinião, similar  à opinião do nosso amigo Renato, sobre o livro. É

fato que a narrativa de Bella  irrita muitos leitores, porque como

uma garota perdidamente apaixonada ela idolatra o objeto de desejo.

 

 

Embora Edward se ache um mostro, ela o acha perfeito e enfatiza isso em

cada paragrafo, até o último livro. Irritante para alguns, para outros

é entendível..  outro fato é que o livro foi escrito do ponto de vista de

uma menina apaixonada. Eu entendo completamente como é ter 17 anos e se

apaixonar perdidamente por alguém que, para vc, é tão perfeito e digno

de todo o seu amor e adoração.

 

 

 

 

 

Sobre o fato de eles repetirem o ensino médio várias vezes. Bem, eles

não só apenas repetem o ensino médio, como cursam diversas faculdades.

O que ocorre é que o quanto antes eles iniciam sua vida em uma cidade,

mais tempo poderão se estabelecer nesta. No  caso de Forks é a segunda

vez que os Cullen morram no local. Desta vez resolveram começar no

inicio do segundo grau. Nos outros livros vemos a ida de Rosalie e 

Emmet para a Universidade. Também é mencionado as vezes que Edward

estudou em Harverd, Yele e outras universidades.. Medicina, Direito,

Musica... ele seguiu os passos do "Pai", assim como os outros membros

da  família Cullen.

 

 

 

O fato de eles frequentarem a escola, tendo a opção de se manter no

anonimato justificado pelo "home school" tem relação com o estilo de

vida dos Cullen. Viver entre os humanos, fazer coisas que os humanos

fazem é uma maneira de se sentirem menos monstros. É perceptível que

isto não é algo que todos os Cullen fazem de bom grado. Mas

aparentemente  Chalisle os ensinou que está próximo, diariamente, do

sangue humano os fazem menos suscetíveis a este.

 

 

 

 

 

Assim Charlisle , um dos personagem mais interessantes do livro, vive

clinicando, operando,  lidando com o sangue diariamente. Salvar vidas é

a sua maneira de buscar redenção.

 

 

 

 

 

As estórias dos Cullen são tão interessantes quanto  a trama geral de

Twilight. Infelizmente, como se trata de um romance, o filme se focou

apenas no casal de protagonista (ponto negativo).

 

 

 

 

 

Enfim, os livros da Mayer realmente não agradam à todos e é totalmente

compreensiva a opinião dos meninos (me referindo ao Renato e ao Mateu

?! ) sobre a obsessão de Bella com Edward.

 

 

 

 

 

 

 

 

Para Sunder.. Desculpe-me mas é uma mania minha usar de expressões de outros idiomas nos meus texto... mas C'est la vie,  neh!?

 

 

 

 

 

Para Renato.. sim conheço mas não gosto do estilo dele... acho que ele

viaja na maionese quando contextualiza seu universo... mas é a minha

opinião ...devo dizer que só li um livrinho.... devo dar outra chance em

breve. No momento estou me dedicando a coleção da Charlaine.

 

 

 

 

Link to post
Share on other sites

Não ligo para o que Pablo Villaça diz,pois se eu for me importar vou perder muito tempo...

Ele pode não ter gostado do filme(Opinião dele)

Eu gostei do filme e é o que realmente importa...Concordo que os efeitos foram péssimos,mais isso foi por conta do orçamento que foi em torno de 35 milhões de dólares.Com esse orçamento não da para fazer efeitos de otima qualidade..

 

 

Agora é esperar e torcer para que o orçamento de "LUA NOVA" seja bom para poder ter efeitos muito bons..

 

 

PS:EU LI O LIVRO E POSSO DIZER QUE A HISTÓRIA É MUITO LINDA..VALE A PENA LER..0501
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...