UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena
MacGruber

Oscar 2010: Indicados e Previsões

Recommended Posts

Vi "Bastardos Inglórios" e me diverti bastante, mas ainda prefiro a simplicidade de "Amor Sem Escalas", contagiou-me bastante o filme do Reitman. O Waltz merece o prêmio de fato, ri bastante, e o filme também honra as suas indicações - que trilha sonora e edição de som (não sei se é o termo técnico apropriado, mas enfim)! Contagiantes!

 

 

 

Só tem umas partes meio exageradas e a sub-trama da Kruger achei mal resolvido (SPOILER - precisava o Landa matar daquele jeitinho? Se ele não era um nazista e tal, como inteligente, poderia ser mais delicado, ainda que eu entenda que aquilo sirva para demonstrar que a sua frieza e o seu plano estavam perfeitamente traçados), além de ser TOTALMENTE desnecessário aquele exagero egocêntrico do "acho que isso é minha obra-prima", hein, Tarantino?

 

 

 

Não que isso seja um problema, é apenas uma contestação! Acho curioso que quando filmes "ruins" são nomeados, a maioria tem o costume de apedrejar a A.M.P.A.S. por ter razões políticas e os envolvidos no projeto por terem tocado em questões que agradam os velhinhos, mas não vi ninguém - apesar de o filme ter sido pouco comentado desde que entrei aqui - lembrando que a volta de Taranta se dá justamente num filme para os judeus etc.

 

 

 

A Fita Branca visto. A fotografia é extraordinária' date=' e não somente por ser bonita, mas por ser necessária. Ela existe para o filme menos gráfico do Haneke para que haja uma abstração daquele horror todo. Das indicadas que eu vi, é a melhor!

 

 

 

O filme ganhar Filme Estrangeiro é estranho, porque eles são meio burros e etc...mas, vai saber.[/quote']

 

 

 

Taí, esse filme também não é de II Guerra, nazistas et cetera? (Sim, estou sendo superficial, possivelmente o filme vai muito além disso e eu confio no Haneke, só estou levantando a bandeira principal aqui em termos de premiação) Como diria o professor do Flash em "Os Incríveis": "COINCIDÊNCIA? AAACHO QUE NÃO!" ltrhpsm2010-02-05 03:15:21

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

O mais incoerente disso tudo não é o cara amar Avatar e detestar Distrito 9.

O mais incoerente é que os fãs avatescos ficam querendo justificar o injustificável. Seria mais honesto o cara chegar e dizer: "Avatar é foda mesmo. Pelo visual e os efeitos incríveis é o melhor mesmo e acabou. E eu amo o filme por isso". 

Mas não... os caras ficam inventando história' date=' criando subtexto onde não existe, e tantas outras coisas mais (tem uns que só faltam fazer uma dissertação sobre a tal "luz do sol passando entre as folhagens"...)

 
[/quote']

 

 Que coisa, heim?!! O cara não entendeu uma linha do que escrevi. 06 Pra piorar, reproduz uma frase minha totalmente fora de contexto... 07 09

 Tudo bem, filho, vc não ter gostado de Avatar. Mas, se for argumentar contra, tente antes, usar o cérebro pra não falar besteira e leia com mais atenção. 03 

  

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

A Fita Branca visto. A fotografia é extraordinária' date=' e não somente por ser bonita, mas por ser necessária. Ela existe para o filme menos gráfico do Haneke para que haja uma abstração daquele horror todo. Das indicadas que eu vi, é a melhor!

 

O filme ganhar Filme Estrangeiro é estranho, porque eles são meio burros e etc...mas, vai saber.
[/quote']

 

Cada posição de camera nesse filme é reveladora (ou não). Não existe imagem disperdiçada. E o Haneke desta vez resolveu ser extremamente malvado com o que nos deixa ver. A cena da punição ao garoto já valeria o oscar.

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vi "Bastardos Inglórios" e me diverti bastante' date=' mas ainda prefiro a simplicidade de "Amor Sem Escalas", contagiou-me bastante o filme do Reitman. O Waltz merece o prêmio de fato, ri bastante, e o filme também honra as suas indicações - que trilha sonora e edição de som (não sei se é o termo técnico apropriado, mas enfim)! Contagiantes!

Só tem umas partes meio exageradas e a sub-trama da Kruger achei mal resolvido (SPOILER - precisava o Landa matar daquele jeitinho? Se ele não era um nazista e tal, como inteligente, poderia ser mais delicado, ainda que eu entenda que aquilo sirva para demonstrar que a sua frieza e o seu plano estavam perfeitamente traçados), além de ser TOTALMENTE desnecessário aquele exagero egocêntrico do "acho que isso é minha obra-prima", hein, Tarantino?

Não que isso seja um problema, é apenas uma contestação! Acho curioso que quando filmes "ruins" são nomeados, a maioria tem o costume de apedrejar a A.M.P.A.S. por ter razões políticas e os envolvidos no projeto por terem tocado em questões que agradam os velhinhos, mas não vi ninguém - apesar de o filme ter sido pouco comentado desde que entrei aqui - lembrando que a volta de Taranta se dá justamente num filme para os judeus etc.

A Fita Branca visto. A fotografia é extraordinária, e não somente por ser bonita, mas por ser necessária. Ela existe para o filme menos gráfico do Haneke para que haja uma abstração daquele horror todo. Das indicadas que eu vi, é a melhor!

O filme ganhar Filme Estrangeiro é estranho, porque eles são meio burros e etc...mas, vai saber.


Taí, esse filme também não é de II Guerra, nazistas et cetera? (Sim, estou sendo superficial, possivelmente o filme vai muito além disso e eu confio no Haneke, só estou levantando a bandeira principal aqui em termos de premiação) Como diria o professor do Flash em "Os Incríveis": "COINCIDÊNCIA? AAACHO QUE NÃO!"

 

Sopa, o filme não é de Segunda Guerra e nem mesmo é sobre nazistas. Ele se passa antes da Primeira Guerra e, de certo modo, trata sobre a semente do que viria a ser o nazismo. Mas pode acreditar, é um trabalho complexo para os membros velhos e meio retardados da Academia entenderem isso. O filme do Haneke é o filme "oi?" do ano, aquele que o público médio sai do cinema coçando a cabeça e achando que o filme é sobre nada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Pa' date=' vc não entendeu D9??? 13 Vou tentar te ajudar, olha só:

O malvadinho - 19 começa a virar alienzinho - smilie_krebs e passa a entender os medinhos do etzinho.... ohhhhh.... que bunitinhu! baby

...

lol
[/quote']

Olá, roteiro de Avatar.

É incrível como há uma má vontade não apenas do FeCamargo como de muita gente com relação a D9.

 

E isso que o Thales falou é sintomático. A estrutura de Avatar tbm não é a msm? Mas, no entanto, Avatar é genial, enquanto D9 é uma porcaria, Cameron é o novo Griffith e o Blomkamp, o novo Bay!

Só porque um foi feito no maravilhoso mundo de Pandora e o outro se passa na Africa do Sul? Um é limpíssimo e, por isso, belo e o outro é sujo e, por isso, ruim? Ora, sejamos coerentes!!!

 

Ambos os filmes tem suas qualidades e defeitos e, sinceramente, pra mim, em ambos, as primeiras superam os segundos.

Valdir, naturalmente o FeCamargo está brincando. Pessoalmente acho District 9 uma premissa curiosa, mas um filme muito fraco em seu desenvolvimento. Na verdade, acho um horror essa indicação para melhor filme, considero que se ganhasse seria a pior vitória dos últimos 20 anos, pelo menos. Um personagem principal sem carisma algum, algumas cenas constrangedoras (tipo aquela da flor e da roupinha de transformer) e uma estória sem muitos atrativos em seu desenrolar. Entendeu? A forma de assimilar qualquer objeto é subjetiva.

Consigo detectar muitos atrativos em Avatar e nenhum deles tem a ver com a qualidade gráfica. Haveria também a perspectiva de uma simplificação debochada? Claro que sim, mas é uma brincadeira.
Ao meu ver, os dois filmes não se comparam em nada, Avatar é infinitamente superior na execução, na construção dos personagens, no arco dramático e na criação do universo proposto. Reforço o que disse: TODA forma de assimilação é subjetiva.

Talvez pelo meu comentário, esteja parecendo que eu morro de amores por D9 e deteste Avatar com todas as minhas forças. Não é isso.

 

Tampouco acho que Avatar seja só casca (efeitos especiais e talz) como muito gente tem defendido aqui. Tem idéias ali. Acho que a estrutura narrativa do filme simples, sem dúvida. Qualquer um percebe isso. Mas acho a forma com que Cameron conta aquela história fascinante. Além disso, também sou daqueles que consegue ver "subtextos" em meio aquele roteiro pretensamente "básico".

 

Mas também não acho que Distrito 9 seja essa porcaria que muita gente pinta. Como em Avatar, tem idéias ali. Tem subversões ali. Em grande medida o filme constrói a "trajetória do herói"? Sim, mas eu acho que as coisas são mais complicadas que isso. Aliás, acho essa falta de carisma do herói uma das coisas mais interessantes do filme (e um grande motivo para o filme não ser tão adorável assim), ele não é o herói esperado (um Sam Worthington, por exemplo) e além disso em momento nenhum do filme ele é confiável, ele trai a "confiança" do espectador diversas vezes. Na segunda metade, o filme funciona como filme de ação? Sim, mas (claro, isso é SUBJETIVO) é um bom filme de ação e que não se contenta em ser um filme de ação, causa reflexão e, acima de tudo, tem idéias. Não dá pra comparar com Transformers, sinceramente.

 

Post muito longo, sorry. 08

Share this post


Link to post
Share on other sites

Confesso que gostei demais do "Olá, roteiro de Avatar". Hah

 

Curti a variedade da lista de indicados. Aqui e acolá aparecem filmes tidos por menos relevantes na corrida, com duas ou três indicações. Não me deu a impressão, que já tive em vários anos, de que a AMPAS viu apenas uns 15 filmes e tentou socá-los em tudo quanto é categoria. Acho que essa tendência de distribuir os louros vai se repetir na premiação também.

 

Creio que The Hurt Locker e Precious foram os filmes que saíram mais fortalecidos nas indicações. Já Up in the Air perdeu força por não ter entrado em Edição, assim como Avatar também ficou mais fraco por não ter entrado em Roteiro Original. Basterds teve o número de indicações que eu esperava, embora em categorias diferentes (perdeu Atriz Coadjuvante e Direção de Arte, mas entrou em Edição de Som e Mixagem de Som).

 

Essa vai ser uma cerimônia de entrega muito interessante. Alguém falou aqui - acho que foi o Sall, não me recordo direito - que a única categoria que Avatar tem como certa é a de Efeitos Visuais. Eu quase concordo com ele, pois acho que o filme também é franco favorito nas duas de som. Mas Direção de Arte e Fotografia? Sei não, acho que os acadêmicos podem muito bem preferir o old style, sem tanta interferência de CGI. Se eu fosse um desenhista de produção ou um cinematógrafo e pudesse votar, agiria exatamente assim, puxando a brasa pra minha sardinha.

 

Acredito que The Hurt Locker é, agora, mais favorito do que nunca. Deve ganhar Melhor Filme e Melhor Diretor, e tem grandes chances de ganhar também os prêmios de Fotografia e Edição. Avatar deve levar uns 3 (as duas de som e Efeitos Visuais), Up leva 2 (Animação e Trilha Sonora), assim como Basterds (Ator Coadjuvante e Roteiro Original, mas nessa última Locker pode atrapalhar) e Precious e Up in the Air 1 cada (Atriz Coadjuvante e Roteiro Adaptado).

 

Direção de Arte, pra mim, é uma incógnita. Pode dar Avatar - embora eu não entenda exatamente o porquê, se a maior parte do desenho de produção é CGI - mas pode dar Parnassus também, ou mesmo Young Victoria. Esse prêmio é o que eu estou mais curioso pra ver o vencedor, pois ele pode dar uma dica de como a indústria está vendo esse novo modo de produção do cinema, estilo Avatar. Meu palpite é de que a AMPAS vai dizer "não, obrigado, não queremos dar um tiro no próprio pé, ficaremos com o modo tradicional mesmo".

 

É isso. Foi mal pelo post longo. E valeu, Thico e Ltr, pela lembrança.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Transformers é melhor que D9' date=' IMO. Mas eu sou um sucker do primeiro Transformers. [/quote']

 

Vai entender a opinião de cada um aqui?  Se isto fosse uma arena para cada um defender o seu filme todos se matariam uns aos outros, pois ninguém concorda quem de fato mercê ou não ser indicado ao Oscar. Sempre existe a diversidade de opiniões.  Nada contra a diversidade, mas seria muito pedir coerência às vezes? <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Transformers tanto o primeiro como o segundo é só pura piro técnica jogada na tela sem sentimentos do diretor.  Eu por mais que me esforça-se não conseguia sequer me envolver com nada, filme sem carisma, sem roteiro é uma interpretação mais artificial do que tudo.  Até uma apresentação de vídeo game tem mais expressão nas interpretações ali envolvidas. Como isto pode ter algo de bom? Será mesmo que Distrito 9 é vazio assim?

 

Se ele é nada de bom e vazio como teve tanto pano para manga na discussão?  

 

Afinal a premissa, que o pessoal achou que seria era de ver um documentário a priori, mas descambou como algo eclético e que foi interessante e inovador.  O universo deste filme é que não temos polimento de nada que é digno e isto causa repúdio.

 

Como disseram, as pessoas querem ver um herói ou mesmo um anti-herói, mas no filem não temos nada disto. E sim um cara qualquer que está preocupado com sigo mesmo e temos aqui uma humanidade tão e mais intensamente repulsiva que gosta de segregar.

 

Aprofundado muito mais a antipatia das relações humanas do que no filme do Cameron. Não é por nada que as pessoas não gostam do filme, o filme se passa justamente no país do apartheid, que é mais uma peça chave. Afinal é irônico ver negros que sofreram o mesmo processo de descriminado em um sistema de segregação fazerem o mesmo. Vemos um ciclo vicioso. O que é mostrado é claro, o homem que sofre o mal pratica o mal, o que é discriminado discrimina e isto incomoda. Vide o estado de Israel. Já que muitos esperam ver a virtude chamada de humanidade, após o homem sofrer e perceber o mal que sofre. Esperamos que ele aprendesse com sua tragédia construir um mundo melhor. Mas não ele não aprende nada e faz pior do que os seus perseguidores e isto é triste.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Confesso que gostei demais do "Olá' date=' roteiro de Avatar". Hah

 

Curti a variedade da lista de indicados. Aqui e acolá aparecem filmes tidos por menos relevantes na corrida, com duas ou três indicações. Não me deu a impressão, que já tive em vários anos, de que a AMPAS viu apenas uns 15 filmes e tentou socá-los em tudo quanto é categoria. Acho que essa tendência de distribuir os louros vai se repetir na premiação também.

 

Creio que The Hurt Locker e Precious foram os filmes que saíram mais fortalecidos nas indicações. Já Up in the Air perdeu força por não ter entrado em Edição, assim como Avatar também ficou mais fraco por não ter entrado em Roteiro Original. Basterds teve o número de indicações que eu esperava, embora em categorias diferentes (perdeu Atriz Coadjuvante e Direção de Arte, mas entrou em Edição de Som e Mixagem de Som).

 

Essa vai ser uma cerimônia de entrega muito interessante. Alguém falou aqui - acho que foi o Sall, não me recordo direito - que a única categoria que Avatar tem como certa é a de Efeitos Visuais. Eu quase concordo com ele, pois acho que o filme também é franco favorito nas duas de som. Mas Direção de Arte e Fotografia? Sei não, acho que os acadêmicos podem muito bem preferir o old style, sem tanta interferência de CGI. Se eu fosse um desenhista de produção ou um cinematógrafo e pudesse votar, agiria exatamente assim, puxando a brasa pra minha sardinha.

 

Acredito que The Hurt Locker é, agora, mais favorito do que nunca. Deve ganhar Melhor Filme e Melhor Diretor, e tem grandes chances de ganhar também os prêmios de Fotografia e Edição. Avatar deve levar uns 3 (as duas de som e Efeitos Visuais), Up leva 2 (Animação e Trilha Sonora), assim como Basterds (Ator Coadjuvante e Roteiro Original, mas nessa última Locker pode atrapalhar) e Precious e Up in the Air 1 cada (Atriz Coadjuvante e Roteiro Adaptado).

 

Direção de Arte, pra mim, é uma incógnita. Pode dar Avatar - embora eu não entenda exatamente o porquê, se a maior parte do desenho de produção é CGI - mas pode dar Parnassus também, ou mesmo Young Victoria. Esse prêmio é o que eu estou mais curioso pra ver o vencedor, pois ele pode dar uma dica de como a indústria está vendo esse novo modo de produção do cinema, estilo Avatar. Meu palpite é de que a AMPAS vai dizer "não, obrigado, não queremos dar um tiro no próprio pé, ficaremos com o modo tradicional mesmo".

 

É isso. Foi mal pelo post longo. E valeu, Thico e Ltr, pela lembrança.

 
[/quote']

 

 Interessante... Eu aposto (mesmo com o histórico apontando o oposto... 06) justamente no contrário: "não, obrigado,não vamos dar um tiro no próprio pé, não ficaremos com o modo tradicional. Vamos reconhecer as inovações tecnológicas e o sucesso de público e crítica dessa nova forma de fazer Cinema".

 Aguardemos.     

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

 

 

Bastardos é o TDK desse ano.

 

Olha a ofensa...

 

 

 

Não é nenhuma ofensa dizer isso, mas eu respeito a sua opinião. Eu quis dizer que Bastardos assim como TDK foi esnobado pela grandeza do que foi o trabalho de Tarantino e pra mim Bastardos foi o filme do ano e como você mesmo disse: Bastardos sim é OP. Pena que a AMPAS irá dar o prêmio para Guerra ao Terror que nada mais é do que mais um filme de guerra e dos filmes de guerra oscarizáveis, é o pior deles.

 

Você mesmo disse anteriormente que Transformers é melhor do que D9 mas novamente eu respeito a sua opinião.

Nightcrawler2010-02-05 13:21:16

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

 

 

De fato é um OP' date=' independente de premiações, mas é certo que se beneficiaria, comercialmente falando. E no final das contas, esse não é o principal objetivo do Oscar? O incremente na bilheteria dos ganhadores? Avatar certamente não precisa disso, e entre Bastardos e Guerra ao Terror, eu acharia (se me importasse) que o melhor filme deveria ganhar.

 

 

 

Mas enfim, tanto faz mesmo. Continuo "torcendo" por Preciosa [/quote']Framboesa pra Bastardos não rola, jogaria o filme lá embaixo

 

 

 

Eu acho que nesse caso, é o prêmio Framboesa de Ouro que seria jogado lá embaixo, caso tentasse se meter a besta com um filme como Bastardos Inglórios. Premiar um filmaço desses os deixaria totalmente desacreditados.

 

O prêmio já está lá embaixo há muito tempo, então jogaria o filme lá embaixo porque Bastardos é um baita filme.

 

Já pensou se a Bullock perde o Oscar e ganha o Framboesa?? 06

 

Espero que isso não ocorra.

 

Framboesa e MTV Movie Awards = prêmios de nerds.

Nightcrawler2010-02-05 13:13:06

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

Não é nenhuma ofensa dizer isso' date=' mas eu respeito a sua opinião. Você mesmo disse anteriormente que Transformers é melhor do que D9 mas novamente eu respeito a sua opinião.

 

[/quote']

 

Tava zoando. Nem desgosto de TDK.03

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

Não é nenhuma ofensa dizer isso' date=' mas eu respeito a sua opinião. Você mesmo disse anteriormente que Transformers é melhor do que D9 mas novamente eu respeito a sua opinião.

 

[/quote']

 

Tava zoando. Nem desgosto de TDK.03

 

Editei o meu comentário lá em cima ^^

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

  O Oscar, segundo Babenco - Estado de São Paulo diretodafonte

 

 Hector Babenco, que integra o júri da Academia de Hollywood desde que seu filme O Beijo da Mulher Aranha foi indicado, cedeu aos apelos da coluna e antecipou os votos que enviará à organização do Oscar. “Não penso nos filmes que fizeram ou farão a maior bilheteria ou naqueles que são mais cotados na mídia”, adverte. E mais: “Tampouco me impressiono ou me iludo com propostas politicamente corretas”.

Como é então que você escolhe? “Me concentro exclusivamente no que senti durante a experiência de ver o filme. E naquilo que permanece depois de algum tempo.”

Índice de acerto? “Olha, invariavelmente eu... erro.”

EM QUEM ELE VAI VOTAR

linkMelhor filme: UP - Altas Aventuras

linkMelhor direção: Kathryn Bigelow

linkMelhor ator: Colin Firth

linkMelhor atriz: Gabourey Sidibe

linkMelhor filme estrangeiro: Fita Branca

 

----------------------------------------------------------------------------------------------

 

 PS 1: Comparando com minhas apostas, só coincidimos na aposta por Gabourey e no fato de que normalmente erro em quase todas minhas previsões...06

 

 
Deadman2010-02-05 13:41:40

Share this post


Link to post
Share on other sites

Deadman:

 

"Interessante... Eu aposto (mesmo com o histórico apontando o oposto... 06) justamente no contrário: 'não, obrigado,não vamos dar um tiro no próprio pé, não ficaremos com o modo tradicional. Vamos reconhecer as inovações tecnológicas e o sucesso de público e crítica dessa nova forma de fazer Cinema'.

 Aguardemos."     

 

Você acha mesmo que eles poderiam pensar assim? Avatar custou uns 300 milhões de dólares. Quantos produtores têm à sua disposição uma soma dessas pra fazer um filme? Do outro lado do ringue, tem-se The Hurt Locker, um primor de economia (foi feito com menos de 15 milhões, se não me engano) que não deu prejuízo - apesar da bilheteria pequena - e que tem um potencial enorme para dar retorno financeiro. Entre os dois, o PGA escolheu o filme de Bigelow.

 

Esclareço que não estou defendendo um filme ou outro quanto à sua qualidade (vou ver Locker nesse final de semana, e no cinema, é claro), estou apenas tentando prever como o acadêmico vai votar.

 

Quanto ao teor do seu último post, sobre o que disse Hector Babenco, posso dizer que, da lista de indicados a Melhor Filme eu vi Avatar, Up e Inglourious Basterds. Qual deles eu considero o de melhor qualidade? Up, sem dúvida. Mas uma vitória dele é praticamente impossível. Pete Docter disse que as pessoas não costumam considerar a animação como um gênero (ou seja, como um filme como qualquer outro), e sim como uma outra forma de mídia cinematográfica. Essa virada de perspectiva é uma coisa fantástica, mas poucas pessoas têm a mesma percepção que ele. Enquanto isso não mudar, as grandes animações (como, em outros anos, Ratatouille e As Bicicletas de Beleville, e nesse ano, Up e Coraline - e eu ainda nem vi The Fantastic Mr. Fox) vão continuar condenadas ao gueto que é o prêmio de Melhor Animação. Uma pena mesmo.

 
Alexei2010-02-05 16:30:05

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Quanto ao teor do seu último post' date=' sobre o que disse Hector Babenco, posso dizer que, da lista de indicados a Melhor Filme eu vi Avatar, Up e Inglourious Basterds. Qual deles eu considero o de melhor qualidade? Up, sem dúvida. Mas uma vitória dele é praticamente impossível. Pete Docter disse que as pessoas não costumam considerar a animação como um gênero (ou seja, como um filme como qualquer outro), e sim como uma outra forma de mídia cinematográfica. Essa virada de perspectiva é uma coisa fantástica, mas poucas pessoas têm a mesma percepção que ele. Enquanto isso não mudar, as grandes animações (como, em outros anos, Ratatouille e As Bicicletas de Beleville, e nesse ano, Up e Coraline - e eu ainda nem vi The Fantastic Mr. Fox) vão continuar condenadas ao gueto que é o prêmio de Melhor Animação. Uma pena mesmo.[/quote']

 

Eu também considero essa situação muito triste, mas às vezes penso que as próprias engrenagens do Oscar colaboram para essa segregação, especialmente pelos fatores que circundam a premiação. Se na visão deles uma simples indicação é sinônimo de celebração, o que dirá um prêmio propriamente dito, mesmo que numa categoria menos importante.

 

Mas não é de se espantar, já que ainda hoje há um número substancial de pessoas fora de Hollywood que enxergam as animações como expressões artísticas de menor porte. Deve haver um motivo muito forte pra isso, mas eu sinceramente não sei qual é.

 

Eu assisti a seis dos dez indicados ao prêmio principal, todos eles numa sala de cinema, e, assim como você e o próprio Babenco, não escolheria outro filme que não Up. A sensibilidade, o humanismo e, é claro, as qualidades cinematográficas do filme do Pete Docter são inacreditáveis, das melhores coisas que pude assistir no ano passado. E já não é de hoje que esse tipo de coisa acontece: pra mim, Ratatouille e A viagem de chihiro eram melhores que todos os filmes do Oscar de seus respectivos anos.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
  O Oscar' date=' segundo Babenco - Estado de São Paulo diretodafonte

 

 Hector Babenco, que integra o júri da Academia de Hollywood desde que seu filme O Beijo da Mulher Aranha foi indicado, cedeu aos apelos da coluna e antecipou os votos que enviará à organização do Oscar. “Não penso nos filmes que fizeram ou farão a maior bilheteria ou naqueles que são mais cotados na mídia”, adverte. E mais: “Tampouco me impressiono ou me iludo com propostas politicamente corretas”.

Como é então que você escolhe? “Me concentro exclusivamente no que senti durante a experiência de ver o filme. E naquilo que permanece depois de algum tempo.”

Índice de acerto? “Olha, invariavelmente eu... erro.”

EM QUEM ELE VAI VOTAR

linkMelhor filme: UP - Altas Aventuras

linkMelhor direção: Kathryn Bigelow

linkMelhor ator: Colin Firth

linkMelhor atriz: Gabourey Sidibe

linkMelhor filme estrangeiro: Fita Branca

 

----------------------------------------------------------------------------------------------

 

 PS 1: Comparando com minhas apostas, só coincidimos na aposta por Gabourey e no fato de que normalmente erro em quase todas minhas previsões...06

 

 
[/quote']

 

Votos interessantes os de Hector Babenco.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Consegui sobreviver a Nine... Cotillard é a melhor' date=' não adianta. O Day-Lewis tenta fazer algo interessante, mas a verdade é que o filme não tem o menor calor... Quando finalmente decolou, era a cena final.

 

E até que a música da Hudson é bonitinha.
[/quote']

 

Eu acho que quem rouba a cena nesse filme é a (e até me dá vergonha de dizer isso) Fergie. O número dela é brilhante, o único que faz jus ao cara que dirigiu Chicago.

 

Mas a Cotillard dá um show também. Se alguém do elenco de Nine merecia ser indicada, é ela. Na conversa final com o Guido, ela tá magnífica e dá um peso fantástico a relação deles e também é responsável (junto com a Fergie) pelos únicos números que prestam (apesar de eu ter gostado também do "Cinema Italiano"). A Penelope Cruz, além de não convencer como louca, tem um número péssimo. Só tá lá pra comprovar que é gostosa.

 

Me deu pena do Day-Lewis. Está constrangedor nessa caricatura patética de italiano.

 

E o filme é péssimo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Confesso que gostei demais do "Olá' date=' roteiro de Avatar". Hah

 

Curti a variedade da lista de indicados. Aqui e acolá aparecem filmes tidos por menos relevantes na corrida, com duas ou três indicações. Não me deu a impressão, que já tive em vários anos, de que a AMPAS viu apenas uns 15 filmes e tentou socá-los em tudo quanto é categoria. Acho que essa tendência de distribuir os louros vai se repetir na premiação também.

 

Creio que The Hurt Locker e Precious foram os filmes que saíram mais fortalecidos nas indicações. Já Up in the Air perdeu força por não ter entrado em Edição, assim como Avatar também ficou mais fraco por não ter entrado em Roteiro Original. Basterds teve o número de indicações que eu esperava, embora em categorias diferentes (perdeu Atriz Coadjuvante e Direção de Arte, mas entrou em Edição de Som e Mixagem de Som).

 

Essa vai ser uma cerimônia de entrega muito interessante. Alguém falou aqui - acho que foi o Sall, não me recordo direito - que a única categoria que Avatar tem como certa é a de Efeitos Visuais. Eu quase concordo com ele, pois acho que o filme também é franco favorito nas duas de som. Mas Direção de Arte e Fotografia? Sei não, acho que os acadêmicos podem muito bem preferir o old style, sem tanta interferência de CGI. Se eu fosse um desenhista de produção ou um cinematógrafo e pudesse votar, agiria exatamente assim, puxando a brasa pra minha sardinha.

 

Acredito que The Hurt Locker é, agora, mais favorito do que nunca. Deve ganhar Melhor Filme e Melhor Diretor, e tem grandes chances de ganhar também os prêmios de Fotografia e Edição. Avatar deve levar uns 3 (as duas de som e Efeitos Visuais), Up leva 2 (Animação e Trilha Sonora), assim como Basterds (Ator Coadjuvante e Roteiro Original, mas nessa última Locker pode atrapalhar) e Precious e Up in the Air 1 cada (Atriz Coadjuvante e Roteiro Adaptado).

 

Direção de Arte, pra mim, é uma incógnita. Pode dar Avatar - embora eu não entenda exatamente o porquê, se a maior parte do desenho de produção é CGI - mas pode dar Parnassus também, ou mesmo Young Victoria. Esse prêmio é o que eu estou mais curioso pra ver o vencedor, pois ele pode dar uma dica de como a indústria está vendo esse novo modo de produção do cinema, estilo Avatar. Meu palpite é de que a AMPAS vai dizer "não, obrigado, não queremos dar um tiro no próprio pé, ficaremos com o modo tradicional mesmo".

 

É isso. Foi mal pelo post longo. E valeu, Thico e Ltr, pela lembrança.

 
[/quote']

 

Cara, fui eu mesmo quem falou. Inclusive quase fui chamado de louco varrido por isso 06 Mas os fanboys entendem errado e qualquer "ai" que se fale do filme (mesmo quando falamos bem) o pessoal já fica nervosinho.

 

Concordo com todo o seu texto. Não apenas pelo conteúdo mas principalmente também pela forma como vc expôs seu raciocínio.  

Na parte "Se eu fosse um desenhista de produção ou um cinematógrafo e pudesse votar, agiria exatamente assim, puxando a brasa pra minha sardinha"... eu também faria o mesmo. Até porque, boa parte do trabalho do Dir. de Fotografia e do Dir. Arte é feito EM CAMPO e não na pós produção.

 

Se todos os comentários fossem como o seu, o fórum seria bem melhor. Aí a gente não veria coisas tipo: "dá nojo só de lembrar a gordinha de Precious" ou "o filme tal é um lixo (aliás, isso é comentário??06) ou "cala a boca e pára de falar besteiras" (como muitos falam aí, pagando de entendido e o fodão do cinema...). Nem em chats por idades de 12 a 15 anos vejo posts desse tipo.

 

Que essa guerrinha besta e infantil ("o meu é foda/o seu é lixo"), dê lugar a comments que tragam alguma novidade e informação sobre os assuntos.

 

 

 

 
Sall2010-02-05 23:19:51

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×