Jump to content
Forum Cinema em Cena

Grêmio #2


Tensor
 Share

Recommended Posts

É que os clubes se devoram um ao outro' date=' mas ia ser legal se todos tirassem o time de campo com o leilão e o Ronaldinho fosse jogar na Arábia.[img']smileys/06.gif" align="absmiddle" alt="06" />

 

 

 

 

Concordo.

 

 

 

Ele viria para cá todo serelepe achando que ia abalar e ia voltar com o rabo entre as pernas.

 

 

 

Pena que os dirigentes daqui não teriam culhões para isso.

Link to comment
Share on other sites

Tem gente falando que foi uma negociação normal e eu discordo. O Assis agiu de má fé certamente. Ficar falando pra todo time que está quase certo não é "ser esperto"' date=' é ser safado mesmo.

 

[/quote']

 

 

 

Pois é, também achei a mesma coisa. Essa foi a comprovação final de que jogador de futebol, hoje em dia, não é nada mais do que um "fazedor de dinheiro" para os empresários, e isso não importando se o seu empresário é o seu irmão.

Link to comment
Share on other sites

E aquela história de meta pra 2014, de voltar à Seleção, de conquistar títulos e etc foi tudo pro espaço. O Ronaldinho trocou a Libertadores pela Copa do Brasil, trocou a cobrança dos torcedores gremistas pela festa dos rubro-negros, e vai viver em ritmo de aposentadoria, na praia, como aliás vem fazendo desde 2006.

 

 

 

Sobre a negociação, não tem que ficar brabinho e reclamar que o Assis mentiu, que o Ronaldinho não tem amor à camisa, etc. Isso aí é assim mesmo, o Assis usou um clube pra aumentar a oferta do outro. Quando o Grêmio chegou ao limite, o jogo acabou.

Link to comment
Share on other sites

Eu não acho que tenha que ser assim. Do jeito que foi conduzida a negociação, o Assis fechou bem as portas e queimou o filme do irmão.

 

Analisar propostas diferentes é válido, ficar usando uma para erguer a outra diversas vezes é demais. É como eu disse, os clubes no Brasil são muito desesperados...

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Aliás, o Zini explicou o otimismo do Odone e do Vicente Martins. Segundo ele, enquanto rolava a reunião no Rio com o Galliani, o Assis mandava SMS dizendo que estava tudo ok, que não era pra se preocupar.

 

 

 

Um antídoto pra essa situação agora, pra evitar o desânimo da torcida e que isso tenha resultados negativos na prática, é demonizar o Ronaldinho e o Assis e apoiar o Odone. Tem que comprar a história que o Odone tiver pra contar, não interessa se ele foi ingênuo ou não. É o único jeito de diminuir os prejuízos. Não pode é o torcedor ficar contra o próprio clube.

Link to comment
Share on other sites

Aliás' date=' o Zini explicou o otimismo do Odone e do Vicente Martins. Segundo ele, enquanto rolava a reunião no Rio com o Galliani, o Assis mandava SMS dizendo que estava tudo ok, que não era pra se preocupar.

 

 

 

Um antídoto pra essa situação agora, pra evitar o desânimo da torcida e que isso tenha resultados negativos na prática, é demonizar o Ronaldinho e o Assis e apoiar o Odone. Tem que comprar a história que o Odone tiver pra contar, não interessa se ele foi ingênuo ou não. É o único jeito de diminuir os prejuízos. Não pode é o torcedor ficar contra o próprio clube.[/quote']

 

 

 

E essa denominação do Ronaldinho e do Assis, seja qual for a história que o Odone contar, não estará muito longe da verdade, já que os dois agiram de má-fé, para dizer o mínimo.

Link to comment
Share on other sites

Eu não acho que tenha que ser assim. Do jeito que foi conduzida a negociação' date=' o Assis fechou bem as portas e queimou o filme do irmão.Analisar propostas diferentes é válido, ficar usando uma para erguer a outra diversas vezes é demais. É como eu disse, os clubes no Brasil são muito desesperados...

 

[/quote']

 

São mesmo, e o Assis sabe disso. Essa negociação, do jeito que foi conduzida, só aqui no Brasil. Duvido ver coisa parecida na Europa, onde um dirigente ligaria pro outro na mesma hora e diria "Ah é? Esse negão vai ver uma coisa...". Sobre a imagem do Ronaldinho, o Assis pôs na balança. O Ronaldinho tá queimado aqui no sul, onde a mágoa vai durar. Do rio Uruguai pra cima surge uma polêmica mais divertida na semana que vem e todo mundo vai esquecer. Principalmente quando a temporada começar pro Flamengo. Basta o primeiro gol ou o primeiro passe de letra pra imprensa inteira festejar o Gaúcho, e ninguém mais lembrar como foi a negociação.

Link to comment
Share on other sites

Entrevista do Assis pro David Coimbra:

 

 

 

http://wp.clicrbs.com.br/davidcoimbra/2011/01/08/exclusiva-com-assis-o-problema-foi-o-milan/?topo=13,1,1,,,13

 

 

 

Assis: Existe uma indenização devida ao Milan. O Milan está criando uma certa dificuldade. Nós estávamos acertados, mas o Milan entrou no negócio. O presidente falou que o Grêmio não queria dar indenização ao Milan e é isso mesmo. Entre nós estava tudo bem, mas, quando o Galliani veio ao Brasil, ele viu como estava a situação e endureceu. Foi por isso que a situação chegou nesse pé que está agora.

 

 

 

Here we go... desculpa pronta desde semana passada. 06.gif

Link to comment
Share on other sites

o troco dos colorados...

 

ronaldinho1111.jpg

 

06

 

 

 

Quem ri por último ri do Grêmio

 

Comecei a desconfiar de que isso ia acontecer quando a apresentação de Ronaldinho Gaúcho no estádio do Grêmio Cornoalegrense, com capacidade para 25 mil sentados e 25 mil no colo, marcada para ontem, não rolou. Deu um problema lá e tiveram que tirar as caixas de som, foi uma tremenda bala de troco (Que Coisa Triste). Mas nada comparável à patética coletiva convocada para tarde de sábado. Nunca vi um clube com tanta determinação, com tanta vontade de aparecer como vítima. Mesmo com os caras disputando provincialmente com os chorolados, eméritos passadores de recibos enlouquecidos, o Odone jogando a toalha foi o maior recibo do mundo ocidental. Pior foram os coleguinhas do Uruguai do Norte, parecia que estavam  a fim de promover o remake de uma música do Teixeirinha. Fizeram de tudo pra ver o sangue jorrar nas coxilhas. Por sorte o boi era manso.

Apesar de ter muita gente só esperando entrar ao vivo pra dar o furo tudo segue indefinido. Pelo menos na minha matemática 99,99 não é 100. Certo mesmo só uma coisa: Gaymio is Over.

 

06
Link to comment
Share on other sites

O Assis é um cara de pau, hoje levou representantes pra tentar reabrir as negocições com o Grêmio, e levou um sonoro não.

 

 

 

Nunca escondi que o Ronaldinho era um dos meus maiores ídolos do futebol, mas o que ele fez é baixo. Ta muito abaixo do digno. Se o Renato vem me dizer que não existe amor a camisa, eu concordo em partes apenas. O Grêmio tinha uma ótima oferta, do nível ou próxima de qualquer outra. Ninguém tava pedindo o Ronaldinho de graça aqui. Ele teria uma excelente salário, um time disputando a Libertadores e um ótimo elenco do lado. E principalmente iria se redimir com a torcida que ele dizia amar. Agora o que ele fez com Palmeiras, Flamengo e Grêmio, de falar para TODOS que estava fechado, usar com TODOS o mesmo discurso, é sinceramente o momento mais baixo que eu vi na história do futebol. Isso não são negócios. Tão vindo muitos boatos de que ele não ta merda nenhuma confirmado no Fla, e de que ainda existe a remota possibilidade dele voltar pro Grêmio. Eu me sentiria envergonhado se o Odone aceitasse depois de tudo.

 

 

 

Eu tinha 14 ou 15 anos quando ele saiu daquela forma. Mesmo tendo fodido o Grêmio não consegui guardar mágoa. Torci pra caramba pro cara durante a carreira toda. Mas agora entendo completamente todo o ressentimento que muitos sustentavam desde 2000. O Grêmio não conseguir um negócio desses é bem razoável, até pelo nível do jogador, mas ele ficar no próprio site dizendo que por ele já tava no Grêmio, que aceitaria jogar até por menos e etc, iludir dando como certa a contratação pros dirigentes... Putz, ele repetiu a MESMA coisa de antes. Sacaneou praticamente da mesma forma. É um dos maiores canalhas que eu tenho conhecimento. Não pisaria no Olímpico enquanto ele vestisse essa camisa.Tensor2011-01-09 20:19:29

Link to comment
Share on other sites

O chato pra nós é que, ao contrário do outros clubes, o Grêmio só correu atrás dessa contratação por iniciativa da outra parte, porque o Ronaldinho supostamente queria jogar no Grêmio. O fator emocional era o que permitia ao clube competir com marcas do futebol paulista e carioca. Mas se a questão era emocional, nem haveria competição em primeiro lugar, não é mesmo? Isso que eles demoraram a perceber. Se o Ronaldinho quisesse jogar no Grêmio, ele estaria jogando no Grêmio. Simples assim.

 

 

 

E agora não adianta mais vir, o clima com a torcida e o projeto de marketing foram pro espaço, o efeito seria oposto.

Link to comment
Share on other sites

Tensor, parabéns, você acabou de descobrir que seu ídolo tem pés de barro. Você eu tenho certeza que pagaria para jogar no Grêmio. Mas esses caras são assim mesmo, são uns putos mercenários, não vou generalizar, mas 99% deles são assim. É a vida.

 

O Foras tá vendo a coisa da forma mais que é mesmo.

 

E convenhamos, Gaúcho não tem perfil para ser ídolo de ninguém. Mala... e esse episódio todo só serviu para evidenciar ainda mais isso.

 

Enfim, a boa análise de José Ilan.

 

Mico poderia ter sido evitado

sáb, 08/01/11

por ilan |

categoria por a+b

gremiover.jpg

 

O Grêmio pulou fora. Desistiu. Derrubou o rei. Misturou o tabuleiro. Tirou o time de campo. Pediu arrego. Não brinca mais.

Cansou de ser engambelado pelo quase cômico Assis.

E tarde demais, descobriu que palavra vale para alguns. Mas só para alguns.

Até me identifico com isso, jogo nesse time. Palavra, acima de tudo.

Mas é óbvio que, partir do princípio de que todos são confiáveis, é mais do que boa fé no ser humano. Na vida, é muito perigoso. No futebol, ingenuidade inaceitável.

Em se tratando do empresário e irmão de Ronaldinho, então, nem se fala. Paulo Odone, num misto de lamento e desabafo, quase convenceu de tão magoado e surpreso. Pareceu mesmo ser a última pessoa do Brasil a descobrir que não participava de uma negociação, e sim de um grande e patético leilão.

Não dá pra criticar a atitude do Grêmio de encerrar a conversa. Nem de decepcionar-se por não ter merecido prioridade sentimental do jogador que revelou, e que agora quer apagar de sua História.

Mas demorou demais. Ficou óbvio que o clube só desistiu quando sentiu que havia perdido o leilão. Querer sair por cima, como mocinho, não cola. Se não concordava com os métodos tortos e leiloeiros do negócio, deveria ter se retirado antes.

Teria se poupado de ser usado e exposto. E não teria passado o constrangimento de anunciar unilateralmente um acordo – “acordo” onde só um lado confirma?! – e chegado ao cúmulo de montar e desmontar uma festa.

Enfim, um histórico e desnecessário mico.

RG10.jpg

Agora, o Flamengo que se vire e se cuide com Assis, este mesmo que afirmou há pouco – pasmem – que “ainda nem conversou” com o clube.

Devem chegar a um acordo, claro. Todas as partes envolvidas querem. E a diretoria rubro-negra, desta vez, vem dando aula na condução do acerto.

Mas cautela nunca é demais.

Porque de Assis, já se sabe: sem documento assinado, reconhecido, autenticado e carimbado, palavra empenhada só rima com… Nada.

Link to comment
Share on other sites

Mas Ronaldinho já era.

 

 

 

Coates não vai vir também pq o Grêmio não vai mais formar parceria com a Traffic.

 

 

 

E sinceramente, o time atual me agrada. Não lamentaria de irmos pra uma Libertadores com o que temos, apesar de seria bom contratar alguns pra reserva. Nem precisa ser grandes nomes. Com Neuton no lugar do Fábio Santos o time apenas melhora

 

 

 

Victor

 

Gabriel

 

Mário

 

Paulão

 

Neuton

 

Adilson

 

Rochemback

 

Lucio

 

Douglas

 

Jonas

 

André Lima (Borges)

 

 

 

Pra mim um baita time. Precisamos de um meia reserva, de um volante reserva e de um lateral esquerdo pra reserva. E pra mim fecha a régua. Boto muita fé. Mas agora tem que esquecer essa história e ir 100% focado. Se vencer a Libertadores esse inicio de ano vai ser automaticamente apagado.

Link to comment
Share on other sites

Deve ter uns 20 eu acho. Mas não sei o certo.

 

 

 

Lembro que inicio do ano passada tava a expectativa pra ele subir, mas daí o Grêmio já tinha fechado os guris que iriam para os profissionais. No meio do ano se cogitou a mesma coisa, e de novo adiaram. E agora finalmente ele já ta fazendo a pré temporada com o grupo principal.

Link to comment
Share on other sites

vamos ao que interessa...

 

Borges reassume condição de titular no primeiro coletivo do ano no Grêmio

Lúcio segue no meio-campo e Gilson ocupa a vaga deixada por Fábio Santos

Vinícius Rebello

viní[email protected]

 

No primeiro coletivo da temporada, o técnico Renato promoveu a volta de

Borges ao time titular. O jogador que terminou o ano de 2010 no

departamento médico inicia 2011 prestigiado pelo treinador.

 

André

Lima, que foi muito bem no final do Brasileirão passado está entre os

suplentes. O Grêmio ainda não recebeu um documento do Hertha Berlin e o

jogador não deve ter condições legais de atuar no primeiro jogo do

Gauchão Coca-Cola.

 

Lúcio segue no meio-campo. Na lateral-esquerda, na vaga deixada por Fábio Santos, que não renovou contrato, começa Gilson.

 

O

time do Grêmio que começa o primeiro coletivo do ano tem: Victor,

Gabriel, Paulão, Rafael Marques e Gilson, Rochemback, Adilson, Lúcio e

Douglas; Jonas e Borges.

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...