Jump to content
Forum Cinema em Cena

Grêmio #2


Tensor
 Share

Recommended Posts

Não...seja no campo ou não é preconceito do mesmo jeito e estamos sujeito a lei....

E quem disse que deixa de ser preconceito?

 


1 - então' date=' é aquele negóvio. No esporte deveria ser encarado de outra forma. Algum jogador vai à delegacia prestar queixa por lesão corporal quando recebe uma entrada mais forte? Não sou especialista no assunto, mas acho que isso devia ser mais claro...

2 - Não, não vejo tanto como preconceito. Vejo mais como uma ofensa, o mesmo que chamar o cara de "filho da puta"
[/quote']

 

Quem comparação mais descabida com esse negócio de 'filha da puta'...06

 

Mas o espírito é esse... No calor do jogo os caras se ofendem de tudo quanto é coisa, inclusive gringo de merda pro Maxi e outros estrangeiros que jogam por aqui. Não tem cabimento transformar isso em caso de polícia.

 

Além do mais, foi no início da partida, ele podia ter tomado alguma providência no intervalo. O fato de ter deixado pra depois do jogo é indício de que algum dirigente do Cruzeiro o orientou a fazer isso e causar um constrangimento. Vai acabar saindo pela culatra, pois isso gerou um clima de guerra pro jogo de volta.
Link to comment
Share on other sites

 

 
E quando a discussãozinha' date=' vá se foder aquele macaco fdp. Deve ter chamado o Maxi de Barbie, Xuxa, viado, putão, etc, o tempo todo... E com aquela cabeleira ele até parece mesmo, assim como aquele negrão parece um macaco.

 

Ah, e aqui vai ser uma guerra! mal posso esperar. 16
[/quote']

Como sabem, sou avesso à qualquer tipo de preconceito, mas o comentário do Tensor é absurdamente perfeito. Pelamor em um campo de futebol com jogadores no calor da partida haver punição por causa de uma idiotice dessas, ofensas são comuns. Que ridículo, putz. 07

Quanto a classificação ficou muito mais para o Cruzeiro que para o Grêmio, mas o jogo no Olímpico vai ser interessante. 01

 

Você é avesso a qualquer tipo de preconceito mas acha 'natural' isso?

 

araujo, dentro do campo, sangue quente... nãos ei... eu também tendo a absolver.

Agora, porque chamar de macaco é racismo? Chamar um gordo de elefante não teria o mesmo efeito?

 

Não...seja no campo ou não é preconceito do mesmo jeito e estamos sujeito a lei....

E quem disse que deixa de ser preconceito?

 

 

ta, e chamar o cara de barbie, xuxa, veado, etc, não é preconceito sexual? é mais leve, ou agora vai impedir isso também?

 

pára, além de macaco é um putão. eu sou dos que acham que dentro daquelas 4 linhas vale todo tipo de ofensa.

 

oh my 06

 

Eu concordo com o Tensor. Vai tomar no cu todo mundo desse politicamente correto. Cara que joga mesmo e pá, sabe que o que acontece em campo deveria permanecer lá. Jogo catimbado > fair play. 06061616

 

E do jogo, tá tudo aberto. Se o Autuori, a torcida, colocarem sangue nos olhos, o Grêmio faz um gol no comecinho e incendeia a partida inteira.

Mas não sei como é que o Túlio e o Alex Mineiro conseguem ser titulares.

 

Link to comment
Share on other sites

 
E quando a discussãozinha' date=' vá se foder aquele macaco fdp. Deve ter chamado o Maxi de Barbie, Xuxa, viado, putão, etc, o tempo todo... E com aquela cabeleira ele até parece mesmo, assim como aquele negrão parece um macaco.

 

Ah, e aqui vai ser uma guerra! mal posso esperar. 16
[/quote']
Como sabem, sou avesso à qualquer tipo de preconceito, mas o comentário do Tensor é absurdamente perfeito. Pelamor em um campo de futebol com jogadores no calor da partida haver punição por causa de uma idiotice dessas, ofensas são comuns. Que ridículo, putz. 07
Quanto a classificação ficou muito mais para o Cruzeiro que para o Grêmio, mas o jogo no Olímpico vai ser interessante. 01

 

Você é avesso a qualquer tipo de preconceito mas acha 'natural' isso?


araujo, dentro do campo, sangue quente... nãos ei... eu também tendo a absolver.
Agora, porque chamar de macaco é racismo? Chamar um gordo de elefante não teria o mesmo efeito?

 

Não...seja no campo ou não é preconceito do mesmo jeito e estamos sujeito a lei....

E quem disse que deixa de ser preconceito?

 

 

ta, e chamar o cara de barbie, xuxa, veado, etc, não é preconceito sexual? é mais leve, ou agora vai impedir isso também?

 

pára, além de macaco é um putão. eu sou dos que acham que dentro daquelas 4 linhas vale todo tipo de ofensa.


oh my 06


Eu concordo com o Tensor. Vai tomar no cu todo mundo desse politicamente correto. Cara que joga mesmo e pá, sabe que o que acontece em campo deveria permanecer lá. Jogo catimbado > fair play. 06061616

 

Holanda passou a ser minha seleção principal depois que não devolveu aquela bola pra Portugal na Copa de 2006. 1606 Mas ta louco, os caras precisando vencer e devolver a bola pro adversário é muita burrice. Holanda. 16
Link to comment
Share on other sites

E' date=' Bat, acrescento mais: o Cruzeiro jogou razoavelmente desfalcado ontem. E nem só pelo Ramires (que considero uma perda mais para o Cruzeiro que o Victor representa para o Grêmio, apesar deste também ter sido significativo para o tricolor gaúcho), mas pela falta de um lateral-esquerdo de ofício, do Fabrício e de algumas outras lesões.

 

[/quote']

 

 

 

Cruzeiro jogou improvisado com M. Paraná que é volante na lateral esquerda. Fernandinho, Sorín, Athirson e Gerson Magrão, todos da lateral esquerda, estão machucados.

 

Thiago Ribeiro, que vinha jogando com Kléber, está machucado. Leo Fortunato, zagueiro titular que joga ao lado de Leonardo Silva, está machucado. Ramires, foi vendido mas joga até o fim da libertadores, está na seleção. Fabrício, titular, está machucado.

Link to comment
Share on other sites

não é questão de politicamente correto' date=' ninguem aqui é hipócrita. só que, ao meu ver, tudo tem limite sim. [/quote']

 

o maxi chamou ele de macaco, o cara se descontrolou e acertou um tapa nele. se o juiz tivesse visto, teria expulsado. É uma arma. Olha o que o Zidane fez em 2006... (sabe-se lá o que o Materazzi disse).

 

Pra mim isso da apenas mais graça ao futebol. Se eu fosse jogador, pra desestabilizar o adversário, falaria até de filho mongolóide que ele tivesse.
Link to comment
Share on other sites

 

 

 

não é questão de politicamente correto' date=' ninguem aqui é hipócrita. só que, ao meu ver, tudo tem limite sim. [/quote']

 

o maxi chamou ele de macaco, o cara se descontrolou e acertou um tapa nele. se o juiz tivesse visto, teria expulsado. É uma arma. Olha o que o Zidane fez em 2006... (sabe-se lá o que o Materazzi disse).

 

Pra mim isso da apenas mais graça ao futebol. Se eu fosse jogador, pra desestabilizar o adversário, falaria até de filho mongolóide que ele tivesse.

 

sim, de ti eu não duvidaria uma atitude dessas mesmo.

 

sobre essa questão, falaram dos xingamentos que o maxi recebera, tchê até o narrador da tv chama o maxi lopez de "la barbie", aí de repente vira ofensa? humm, processem o narrador. a ofensa vai muito do ofendido. eu não sei vcs, mas eu canso de ver amigos se chamando de viado, fdp etc, mas nunca vi chamando de macaco, não sem a intenção manifesta de criticar a cor do cara, numa tentativa ridícula de inferiorizá-lo.

 

batgody2009-06-25 15:11:21

Link to comment
Share on other sites

Sobre o Kléber, acho ele melhor que o Maxi, mas especificamente na partida de ontem não achei que ele tenha feito nada demais. Ele preocupa muito, atrai marcação, sempre há aquela sensação de que possa fazer algo diferente, mas ontem ele ficou mais prendendo bola, tocando de lado, tentando cavar algumas faltas. Chute a gol me lembro de um, uma bola que ele estrou sozinho e deu na orelha da bola, padrão Alex Mineiro like, mandando pro lado da área.

 

Quem acabou com o jogo de ontem foi o Wagner, esse sim desequilibrou.
Link to comment
Share on other sites

Acusado de racismo, Maxi López tem nome gritado por gremistas

Centroavante argentino recebe apoio dos torcedores em Belo Horizonte e também em Porto Alegre. Ele fala à tarde sobre denúncia de Elicarlos

Alexandre Alliatti Porto Alegre

Tamanho da letra

A-

A+

Maxi López, à esquerda, no desembarque: atacante dará depoimento após o treino da tarde

Uma parte significativa da torcida do Grêmio parece estar ao lado do argentino Maxi López no momento em que o jogador é acusado de manifestação racista contra Elicarlos, do Cruzeiro. Em Belo Horizonte, no momento em que deixou o ônibus da equipe gaúcha após a derrota de 3 a 1 e foi até a delegacia do Mineirão, o centroavante teve o nome gritado pelos gremistas que ainda estavam presentes lá. A cena se repetiu nesta quinta-feira, no retorno do Grêmio a Porto Alegre.

O gringo foi o atleta mais aplaudido pelos torcedores que foram ao aeroporto recepcionar o time. Assim que pisou no saguão de desembarque, o atacante teve o nome gritado pelos torcedores. O jogador, protegido por seguranças, passou reto pelo local, sem dar entrevistas.

A assessoria de imprensa do Grêmio informou que Maxi falará sobre a situação depois do treino da tarde, em entrevista coletiva no Olímpico. No depoimento que deu à polícia no Mineirão, o jogador disse que não chamou Elicarlos de macaco, como alega o cruzeirense, e argumentou que, por ser argentino, sequer sabe o significado da palavra em português

Link to comment
Share on other sites

Alex, ídolo do Cruzeiro, trata polêmica do racismo como 'frescura'

Craque do Fenerbahçe, da Turquia, porém, não condena denúncia de Elicarlos contra o argentino Maxi López

 

Alex assistiu de camarote a toda a confusão envolvendo o jogo entre Cruzeiro e Grêmio, pelas semifinais da Libertadores. Ídolo da Raposa, o jogador foi homenageado pelo clube celeste antes da partida no Mineirão. Ganhou até placa como lembrança à Tríplice Coroa (Estadual, Copa do Brasil e Brasileirão) em 2003. Depois da partida, ele jantou com profissionais do Grêmio no Hotel Ouro Minas, onde está hospedado. Por volta de 4h, ao ir para o quarto, o jogador conversou com a reportagem do GLOBOESPORTE.COM sobre a acusação de racismo feita por Elicarlos, do Cruzeiro, a Maxi López, do Grêmio.

 

- Para mim, isso é frescura. É algo que acontece o tempo todo dentro de campo. É totalmente normal. Não entendo como algo fora do comum - disse o craque do Fenerbahçe, da Turquia.

 

O jogador disse que já foi vítima de racismo em campo e que também já usou termos que poderiam ser apontados como preconceituosos.

- Aconteceu comigo várias vezes. E já fiz também. Eu não denunciaria - afirmou o meia.

 

Porém, o jogador diz que não condena Elicarlos por ter feito a acusação a Maxi López. O cruzeirense disse que foi chamado de macaco pelo argentino do Grêmio.

 

- Elicarlos está no direito dele. Só ele e o Maxi sabem o que aconteceu ali. É compreensível. O que não pode é ter uma dimensão exagerada. Não é a primeira vez que aconteceu e também não será a última - comentou Alex.

 

O canhotinho lembrou que toda a polêmica será mais um ingrediente para esquentar o jogo da volta, na quinta-feira da semana que vem, no Olímpico. O primeiro duelo terminou 3 a 1 para o Cruzeiro.

 

- O circo está montado. É Libertadores, é decisão. Os dois times vão usar isso. É mais um fator - observou.

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

 
E quando a discussãozinha' date=' vá se foder aquele macaco fdp. Deve ter chamado o Maxi de Barbie, Xuxa, viado, putão, etc, o tempo todo... E com aquela cabeleira ele até parece mesmo, assim como aquele negrão parece um macaco.

 

Ah, e aqui vai ser uma guerra! mal posso esperar. 16
[/quote']

Como sabem, sou avesso à qualquer tipo de preconceito, mas o comentário do Tensor é absurdamente perfeito. Pelamor em um campo de futebol com jogadores no calor da partida haver punição por causa de uma idiotice dessas, ofensas são comuns. Que ridículo, putz. 07

Quanto a classificação ficou muito mais para o Cruzeiro que para o Grêmio, mas o jogo no Olímpico vai ser interessante. 01

 

Você é avesso a qualquer tipo de preconceito mas acha 'natural' isso?

Acho e repito: ridículo. O Tensor deu exemplos absolutamente perfeitos de outros adjetivos bonitinhos usados pelos jogadores e DUVIDO que algum nunca tenha usado pelo menos um, releia-os. Futebol masculino é jogo viril e isso faz parte.

Mr. Scofield2009-06-25 18:14:22

Link to comment
Share on other sites

E, finalmente, sobre a questão Elicarlos-Maxi (esse argentino está em todas, caramba!):

 

Primeiro, o Maxi é um babaca por ter dito isso (tanto quanto qualquer outro jogador que faça algo do tipo, como o Materazzi xingando a mãe e a irmã do Zidane). E não acho que esse tipo de atitude faça parte do jogo. Uma coisa é forjar faltas, fazer cera, esse tipo de coisa. Outra é ser baixo, mesquinho. Há milhares de formas de provocação, mas essa que o Maxi escolheu é simplesmente imbecil e retardada.

 

E segundo que se o caso tivesse ocorrido comigo, eu certamente não tomaria qualquer tipo de providência, mas basicamente porque eu não ligo pra xingamentos em geral. Em mim, é o tipo da coisa que não surte efeito, é bobeira mesmo. Mas se ofendeu o Elicarlos (e isso é, como disse o Alex, compreeensível) ele deve buscar medidas legais caso haja o respaldo da lei.

 

A única palhaçada ao redor desse episódio mesmo é o espetáculo armado pela polícia (talvez armada estrategicamente pela diretoria do Cruzeiro, pelo que deram a entender as reportagens).

 

Link to comment
Share on other sites

 

se eu pudesse copiar um post, seria esse seu, carica. vai ao encontro do que penso. é como eu disse, a ofensa vai muito do ofendido, ele sabe o nível que isso toma nos ouvidos dele, e isso não pode ser contestado por ninguém.

batgody2009-06-25 19:27:16

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...