Jump to content
Forum Cinema em Cena

Central de Notícias


Tannenbaum
 Share

Recommended Posts

Ninguém pode acusá-lo de  ludibriador, já que escancara suas intenções.

Estranho é que, apesar de falar abertamente em fundar uma igreja com intenção de lucros, comc erteza não lhe falatria fiéis...afff!

 

 

My God ! Qual é o fetiche de brincar com armas...carreagadas...e apontá-las p/ o rosto ? Afff!

Quem tem arma supostamente sabe como usá-las e do qto ela é perigosa... ou supostamente deveriam saber !

Acho que teve um ator (não se se era aquele de "O Corvo") que morreu assim tb.

Link to comment
Share on other sites

Não era só um mero ator, era o unico filho do Bruce Lee com um grande futuro pela frente, na verdade essas armas deveriam ter balas de festim, no caso suspeitavam até de uma familia rival ao do Bruce Lee na China que teria armado tanto com o proprio Bruce com remédios e o filho com uma bala de verdade, mas isso é outra historia...

 

Bora montar uma igreja, quem vai de pastor? :D

Link to comment
Share on other sites

É isso.  Ele em "O Corvo" esteve  estupendo !

 

Não era só um mero ator, era o unico filho do Bruce Lee com um grande futuro pela frente, na verdade essas armas deveriam ter balas de festim, no caso suspeitavam até de uma familia rival ao do Bruce Lee na China que teria armado tanto com o proprio Bruce com remédios e o filho com uma bala de verdade, mas isso é outra historia...

 

Bora montar uma igreja, quem vai de pastor? :D

 

kkkkkkkkkkkkkkkk

Eu fico na sacolinha !

 

 

Polícia divulga imagem de suspeito de ter atirado em menino boliviano

suspeitomatarmeninoreproducaofutura.jpg

 

O assaltante Diego Rocha Freitas Campos, 20, condenado por roubo e apontado pela polícia como suspeito de matar o menino boliviano Brayan Yanarico Capcha, 5, havia sido beneficiado pela Justiça com a saída temporária do Dia das Mães, mas não retornou à prisão. 
A polícia acredita que, em 52 dias nas ruas, Campos participou de roubos de motos e de outras casas na região de São Mateus (zona leste). 
 
Até agora, três dos cinco suspeitos pela morte do menino foram presos. Um deles, um adolescente de 17 anos detido anteontem, disse à polícia que Campos lhe telefonou no sábado, desesperado, informando que se escondia da polícia e de bandidos. 
Segundo o adolescente, os próprios parceiros de crime que invadiram a casa de Brayan e roubaram R$ 4.500 ameaçaram matar Campos depois de ele disparar contra o menino, que estava no colo da mãe e havia dado duas moedas ao atirador e pedido para não morrer. 
 
No domingo, Campos foi perseguido por policiais perto do Parque do Carmo (zona leste), mas conseguiu escapar. Também continuava foragido até ontem o suspeito Wesley Soares Pedroso, 19.
 
 
 
 
De repente tava drogado. Só assim p/ entender como um ser humano faria algo assim a uma criança...aff!
 
E os que têm/ teriam direitos a tais beneficios deveriam ser melhor estudados.
Dezesseis dias apenas de prisão é suficiente p/ julgar que um bandido, se for solto, não fugiria? 
Link to comment
Share on other sites

Disparar contra um menino inocente é a pior crueldade que possa ter um ser humano, só porque estava chorando e pedia para viver, meu Deus...

 

Pior que esses não aprendem, por um lado os idiotas liberam um marginal para os dias das mães que provavelmente nem amor pela própria mãe deve ter e a trata como uma puta e o outro que não mudou em nada, continua o mesmo marginal de quando entrou... ou a mãe dele é a cabeça da quadrilha com a tal moto na garagem  :D... "meu filho o que você faz aqui no meu dia, tenho tantos outros trabalhos pra você..."

 

Essa policia e as pessoas que o liberaram são dignas de um bom filme de comédia pastelão.

Link to comment
Share on other sites

Eu acho estranho esse código de honra que os criminosos tem, tipo pode estuprar, amtar, roupar, torturar, ams qd se trata de mãe ou crianças eles se vingam.

Dizem que este aí está sendo jurado de morte até pelos pprios comprasas, por ter matado uma criança.

Uma justiça estranha... mas nesse caso, bem vinda!

Link to comment
Share on other sites

Paulo Henrique Amorim é condenado à prisão por injúria

  12054404.jpeg

 

O apresentador Paulo Henrique Amorim, da TV Record, foi condenado à prisão por chamar o jornalista Heraldo Pereira, da TV Globo, de "negro de alma branca".

A pena, por crime de "injúria preconceituosa", foi fixada em um ano e oito meses de reclusão, e substituída por pena restritiva de direito a ser ainda definida.

Como Amorim completou 70 anos em fevereiro, os desembargadores diminuíram a pena em três meses, "diante da atenuante de senilidade" prevista em lei.

 

Em 2009, o apresentador, que mantém um blog na internet, publicou um texto com críticas a Heraldo Pereira. Nele, disse que o jornalista era "negro de alma branca" que "não conseguiu revelar nenhum atributo para fazer tanto sucesso, além de ser negro e de origem humilde".

Na sentença, a desembargadora Nilsoni de Freitas Custódio considerou que as declarações de Amorim "foram desrespeitosas e acintosas à vítima" e que "foi nítida a intenção de ofender a honra" de Pereira.

A advogada Maria Elizabeth Queijo, que representa Amorim, disse que vai recorrer.

"O Paulo exerceu o direito de crítica. Ele tem esse estilo muito contundente, irônico, cortante. Mas a história toda da vida dele é de defesa dos negros, das cotas, de políticas afirmativas. Soa estranho ser acusado dessas práticas."

 

No ano passado, Amorim teve que se retratar publicamente, em anúncios de jornais, por causa das declarações sobre Heraldo Pereira.

Link to comment
Share on other sites

 

Partida de futebol no Maranhão termina com atleta morto e árbitro esquartejado

Crime ocorreu após expulsão dentro de campo, na cidade de Pio XII

Um crime chocou a cidade de Pio XII, no Estado do Maranhão, no último domingo (30), durante uma partida de futebol.

Segundo a polícia da cidade, o jogador de um dos times, Josenir dos Santos Abreu, de 30 anos, se irritou por ter sido expulso e desferiu pontapés no árbitro Otávio Jordão da Silva, de 20 anos.

Após ter sido agredido, Otávio teria retirado uma faca da cintura e a lançou contra o peito de Josenir, que não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

Revoltados, alguns populares que assistiam à partida não se conformaram com a morte de Josenir e partiram para cima do árbitro. Otávio foi amarrado, agredido, apedrejado e depois esquartejado. A cabeça do juiz foi pendurada em uma estaca.

Em nota, o delegado regional de Santa Inês, Valter Costa, que cuida do caso, afirmou que usa de vídeos gravados por celulares de testemunhas para identificar os criminosos. 

— Relatos de testemunhas já indicaram algumas pessoas que estavam no local na hora do fato. Vamos identificar e responsabilizar todos envolvidos. Um crime nunca vai justificar o outro. Ações como essa não colaboram com a legalidade de um estado de direito.

 

Link to comment
Share on other sites

Mas pela descrição ali, todo mundo vai ao jogo armado de faca...aff!

 

Mas onde estava a polícia enqto o cara tava sendo amarrado, agredido e apedrejado ???

E o que a polícia poderia ter feito contra um bando de selvagens??? Vai ver que o policiamento do estádio não era tão grande por ser um jogo de pouca importância. Há de convir que ninguém esperava que o povão ia dar uma de Leatherface, por que pelo visto só faltaram comer o cara ali.

Link to comment
Share on other sites

Ah sei lá, tipo assim o cara vai apitar um jogo, veste o uniforme de juiz  e leva uma faca p/ o campo ?!!!

 

Tem noção do que deve ter sido aquilo ? Tipo 489723473645 pessoas assistindo  matança, 392848365 cúmplices involuntários... 349374754 testemunhas...

 

E é meio louco tu imaginar que isso não é novo, séculos antes, espetáculos assim eram assistidos no Coliseu, semelhante a um estádio...afff!

Link to comment
Share on other sites

Bebê considerado morto é achado com vida em capela de hospital

 

igreja_tavora.jpg

 

** Um bebê considerado morto após o parto em um hospital de Joaquim Távora, a 180 quilômetros de Londrina, no norte do Paraná, foi encontrado com vida na capela do hospital, três horas depois. A menina, nascida na segunda-feira (8), está internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Infantil Sagrada Família, em Londrina.

De acordo com a enfermeira do Hospital Lincoln Graça de Joaquim Távora Ana Cláudia Oliveira, responsável pelo parto, o bebê nasceu vivo, mas a equipe médica constatou que ele não respirava. Um médico foi chamado para assistir a equipe, que, após diversas tentativas de reanimar a criança, percebeu que não havia nenhum sinal vital. "Eu posso garantir: a criança estava morta. As pupilas não respondiam mais à luz. Todos os sinais comprovavam que não havia mais vida", afirma a enfermeira.

Ana Cláudia conta que, por ser uma criança, solicitou que o corpo fosse encaminhado à capela interna do hospital. "É um anjinho, uma criança. Não queria que fosse para o necrotério".

No entanto, três horas depois da morta constatada, a avó da criança, Eliza Cabral Silva, a dona da funerária contratada pela família, Rosiles Ferro, e a própria Ana Cláudia notaram que a menina passou a mexer as pernas enquanto estava envolta em um cobertor sobre o altar.

"Quando eu vi, não sabia se ficava feliz ou triste. Fiquei sem reação", diz a avó do bebê. "Não acreditava no que estava vendo. Foi Deus", garante. A enfermeira também diz acreditar que a bebê voltou a respitar por intervenção divina. "Não há explicação médica. Eu, pessoalmente, só posso acreditar que foi um milagre", afirma a funcionária do hospital.

 

no mínimo, sem explicação, extraordinário, ou incapacidade humana.. va saber.. 

Link to comment
Share on other sites

Ator Andrew Garfield propõe Homem-Aranha gay

 

Em entrevista a site americano, intérprete do super-herói sugeriu o ator para o papel do par homossexual de Peter Parker: Michael B. Jordan

 

O novo Homem-Aranha, Andrew Garfield, questionou recentemente a sexualidade de um dos heróis mais tradicionais da Marvel. Em uma entrevista ao site da revista americanaEntertainment Weekly, o ator de O Espetacular Homem-Aranha disse que teve uma discussão filosófica com o produtor Matt Tolmach a respeito da personagem Mary Jane, par romântico do herói na trama.

“Eu estava meio que brincando a respeito de Mary Jane. Eu perguntei, ‘E se Mary Jane fosse um homem?’ Por que nós não podemos descobrir que Peter está explorando a sua sexualidade? Seria até inovador! Então, por que ele não pode ser gay? Por que ele não pode gostar de garotos?”, afirmou o ator.

Garfield até sugeriu um ator para o papel de namorado do nerd Peter Parker: Michael B. Jordan, que ficou conhecido no seriado americano A Escuta. “Eu sou obcecado pelo Michael B. Jordan desde A Escuta. Ele é tão carismático e talentoso. Nós poderíamos ter uma relação inter-racial e bissexual”. A ideia chegou aos ouvidos do director Marc Webb, que, quando perguntado pelo site a respeito da nova sexualidade do personagem, não levou a sério a proposta: “Isso é brincadeira?”.

fonte:veja.com.br

Link to comment
Share on other sites

Polícia Civil investiga sinais feitos no palco antes da morte do MC Daleste

 

foto-mc-daleste2.jpg

 

Após as primeiras análises de vídeos gravados por fãs do momento em que o funkeiro Daniel Pellegrine, o MC Daleste, é atingido por um tiro durante um show, a Polícia Civil de Campinas (SP) investiga imagens que mostram sinais feitos por pessoas que estavam em cima do palco, atrás do cantor, e que poderiam indicar códigos passados ao atirador.

As testemunhas que estavam no palco, incluindo o rapaz que teria fotografado o criminoso, serão ouvidas na manhã desta quarta-feira (10) na Divisão de Homicídios da Delegacia de Investigações Gerais (Dig). A família do cantor também deve prestar depoimento ainda nesta tarde.

Segundo a polícia, os sinais identificados podem significar outras mensagens não relacionadas ao crime, mas serão investigados. Após analisar as imagens, os investigadores concluiram que o atirador estava em uma posição privilegiada, de frente para o palco, mas não no meio da plateia. Para essa conclusão, a principal hipótese é que o público teria se assustado e corrido ao ouvir o primeiro disparo, que chegou a ferir o cantor de raspão. Portanto, o suspeito estaria fora da plateia.

 

 

Linhas de investigação

A Polícia Civil segue várias linhas de investigação para desvendar a motivação do crime, entre elas, a de que o cantor teria se envolvido com uma mulher em Campinas, que seria namorada de um líder de uma facção criminosa na cidade. Outra hipótese considerada é de uma briga antes da apresentação no CDHU da Vila San Martin, envolvendo o tempo de show combinado com o funkeiro.

Ainda entre as suspeitas, a polícia investiga o relato de uma testemunha, que diz ter visto o atirador usando luvas e fugindo em um Gol vermelho, após o disparo. Nesta quarta (10), peritos do Instituto de Crimanilística (IC) seguem analisando as imagens gravadas por fãs que estavam no show.

 

Morte
 

O funkeiro Daniel Pellegrine, de 20 anos, morreu após ser atingido por um disparo no abdômen quando começava um show no CDHU do bairro San Martin, em Campinas, na noite de sábado (6). A Polícia Militar informou que o cantor foi levado para o Hospital Municipal de Paulínia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante a madrugada. MC Daleste foi enterrado na manhã desta segunda-feira (8), no Cemitério da Vila Formosa em São Paulo.

Logo após o ocorrido, um fã publicou um vídeo na internet, que mostra o momento em que MC Daleste é atingido por um tiro. Outras imagens também divulgadas na internet mostram que o funkeiro chegou a levantar após ser atingido pelo disparo.

 

 

 

 

Como pode alguém atirar em alguém num palco em meio a um monte de pessoas ?

Será que não viram ninguém com uma arma, pq seria preciso tempo p/ mirar no alvo e quem estivesse ao lado eprceberia... supostamente...

Link to comment
Share on other sites

kkkk..tubarões voadores foi foda... :D

Filme de terror trash vira febre na internet

“Sharknado”, do canal Syfy, ganhou o mundo on-line no final da semana passada
 

AB7878A12D1E4D7F975195CDAEA5E.jpg

Reprodução

Se uma onda de tornados atingir a Costa Leste dos Estados Unidos e lançar uma série de tubarões brancos no meio da população indefesa, a situação dificilmente causará mais barulho na internet do que o lançamento de “Sharknado”, o mais novo filme original do canal Syfy.

A produção congestionou o Twitter na noite de lançamento, no último dia 11, com 5.000 tuites por minuto, e chegou ao segundo lugar do Google Trends, ranking de assuntos mais pesquisados na rede de buscas. Esta é uma grande conquista para uma produção inferior a US$ 1 milhão, segundo Thomas Vitale, vice-presidente executivo do canal na área de programação e produções originais.

Em entrevista na manhã da última sexta-feira (12), Vitale falou sobre o filme quando o assunto ainda dominava a internet. Veja a seguir:

FORBES: Parabéns por terem movimentado a internet inteira por um dia. Fiquei sem entrar durante a noite e, quando acessei hoje de manhã, pensei que um desastre relacionado a tubarões e tornados tinha acontecido.

Thomas Vitale: Uma vez fizemos um filme chamado “Monster Ark” (“Arca de Monstros”, em tradução livre), sobre a outra arca de Noé, e isso saiu como notícia de verdade em alguns sites. Nós nos sentimos como Orson Welles e os ataques dos marcianos.

F: Esse é o maior barulho já feito com algo original de vocês?

TV: Já fizemos filmes antes que fizeram muito barulho, mas, como as redes sociais continuam crescendo, eles ficam maiores. “Sharktopus” foi enorme para nós e “Mega Python Versus Gatoroid”, com Deborah Gibson e Tiffany, também. Muitas pessoas estavam interessadas em assistir a ídolos teen brigando entre si. Mas nada foi tão grande assim para nós.

F: O quão grande estamos falando, em relação aos índices de audiência?

TV: Tudo que temos é regional, bem difícil de julgar. Nós não conseguimos números reais, de âmbito nacional. Mas acho que isso vai além desses índices. Primeiro, o nome foi lançado. Isso aumentou a visibilidade das redes e revelou senso de humor. O Syfy é um canal com muita variedade de programação. Nós temos séries incrivelmente reais como “Face Off” e outras com roteiros incríveis como “Defiance”.

O que eu amei em relação aos comentários nas redes sociais na noite do último dia 11 é que o público entendeu o que estávamos fazendo. Eles entenderam que nós estávamos criando um evento feito para entreter. Este é o objetivo do filme. O Syfy já ganhou Emmys. Mas nós também queremos que as pessoas apenas tirem seus sapatos, peguem uma bebida qualquer e se divirtam.

Nós já fizemos cerca de 250 filmes como este e, quando começamos a fazê-los, os telespectadores não entenderam bem. Fomos questionados por um monte de pessoas e pela imprensa. Agora, eles realmente entendem. Centenas de milhares no Twitter estavam falando sobre o “Sharknado” e sacaram que estávamos nos divertindo.

F: A resposta da crítica também foi incrivelmente favorável. James Poniewozik, da “Time”, voltou das férias mais cedo para escrever sobre isso. Você ficou surpreso com os críticos terem tantas coisas boas para dizer sobre o evento?

VT: Eles escreveram sobre o que ocorreu. Quando nós começamos a fazer isso, eles comparavam nossos filmes a produções de ficção científica sérias. Não é mais o caso. Para um filme exagerado e escapista, este é realmente bom, e é isso que eles estão falando. Isso foi realmente animador. Outro grupo que entendeu isso foi o de celebridades. Isso foi divertido de saber. Vocês viram que a Mia Farrow assistiu ao filme com o Philip Roth?

F: Sim.

VT: Isso apenas mostra que todo mundo precisa de entretenimento escapista de vez em quando, sejam os críticos de televisão, o público em casa, ou qualquer um com o talento de Roth. É por isso que estamos na televisão ultimamente. É para se conectar com as pessoas. Eu quero trabalhar na TV desde os 10 ou 11 anos. Trata-se de se conectar às pessoas em massa.

F: Quanto “Sharknado” custou para o Syfy?

 

VT: Nós pagamos US$ 750.000 ou US$ 800.000 para produzir esses filmes. Eles custam cerca de US$ 1,5 milhão ou US$ 2 milhões. Os orçamentos geralmente são auxiliados por incentivos fiscais dos locais que filmamos.  E já rodamos ao redor do mundo, em todos os continentes, menos Antártica. Os filmes são feitos como coproduções de empresas independentes. A Asylum fez “Sharknado”. Nós provavelmente temos meia dúzia de empresas de produção independente que fazem isso para nós e a Asylum foi uma das melhores.

Nós comissionamos os filmes. “Sharktopus” foi uma ideia de uma mulher do time da equipe de marketing. Ela falou: “Vocês deveriam fazer um filme chamado ‘Sharktopus’”. Nós respondemos: “Nicole, esta é uma ótima ideia. Nós vamos fazer o ‘Sharktopus’ e o nome da personagem principal será Nicole”.

F: Um dos fatores que parece ter ajudado “Sharknado” foi o timing correto. Não havia quase nada nos grandes noticiários, esportes ou qualquer lançamento para competir na televisão. Foi proposital?

 

VT: Sempre há um pouco de mágica quando coisas como esta acontecem. Penso que seja uma combinação de título, um grande elenco e o fato de que não havia nenhuma grande notícia. Era uma noite de verão e eu sabia que tubarão e verão formam uma boa combinação. Então, foi uma mistura de acontecimentos felizes com algo planejado.

 

 

 

sharknado.jpg

 

trailer

Link to comment
Share on other sites

Cientistas descobrem o maior vírus já registrado:Pandoravírus
 

 

virus-gigante-descoberta-div.jpg

 

O Pandoravírus tem 1 mícron, maior do que bactérias parasitas. Além disso, seu genoma também é gigantesco, com 2,47 milhões de bases - mais do que muitos micro-organismos. A descoberta, afirmam pesquisadores, pode reabrir o debate sobre se esses seres fazem parte da árvore da vida.

 

Os cientistas descobriram duas espécies de pandora, a maior no Chile, e outra na Austrália.
Os vírus, ao contrário de outros seres, não têm a capacidade de sintetizar suas próprias proteínas e se reproduzir. Para isso, eles precisam de um hospedeiro e, por isso, muitos cientistas não os consideram seres vivos.

 

Há 10 anos, os cientistas já haviam descoberto um vírus gigantesco, o mimivírus. O tamanho impressionou os pesquisadores que sugeriram uma teoria, controversa, de que esse ser é descendente de uma célula que perdeu parte de seus genes e se transformou em um parasita. Desde então, os estudiosos buscam outros vírus gigantes que possam dar embasamento e mais pistas para essa teoria.

...

Os pandora, contudo, têm grandes diferenças com os demais vírus. Falta a eles o gene que cria uma cápsula ao redor do material genético. Além disso, seus genes são diferentes de todos aqueles conhecidos em outros seres. "A falta de similaridade pode indicar que são originários de uma célula primitiva de uma linhagem totalmente diferente das bactérias, archaea e eucariontes", diz Jean-Michel Claverie, da Universidade de Marseille e um dos descobridores do pandoravírus.

 

O microbiólogos dividem a vida em três grande categorias. Contudo, para os cientistas, podemos ter que considerar agora a criação de novos domínios. "Estes vírus podem indicar não apenas a existência de um quarto domínio, mas também de um quinto, um sexto, etc", diz Raoult.

 

Para alguns pesquisadores, é cedo demais para rediscutirmos a árvore da vida, mas os vírus gigantes já justificariam a discussão. "O que a descoberta do pandoravírus e do mimivírus faz é deixar mais claro que os 'domínios' da vida são concepções arcaicas que fazem nada mais a não ser deixar os vírus fora de seu lugar de direito da mesa onde a história da vida é contada", diz Curtis Suttle, professor da Universidade de Colúmbia Britânica, no Canadá.

 

FONTE: Terra

 

 

 

Oremos... com força!

Link to comment
Share on other sites

kkkk..tubarões voadores foi foda... :D

Filme de terror trash vira febre na internet

“Sharknado”, do canal Syfy, ganhou o mundo on-line no final da semana passada
 

AB7878A12D1E4D7F975195CDAEA5E.jpg

Reprodução

Se uma onda de tornados atingir a Costa Leste dos Estados Unidos e lançar uma série de tubarões brancos no meio da população indefesa, a situação dificilmente causará mais barulho na internet do que o lançamento de “Sharknado”, o mais novo filme original do canal Syfy.

A produção congestionou o Twitter na noite de lançamento, no último dia 11, com 5.000 tuites por minuto, e chegou ao segundo lugar do Google Trends, ranking de assuntos mais pesquisados na rede de buscas. Esta é uma grande conquista para uma produção inferior a US$ 1 milhão, segundo Thomas Vitale, vice-presidente executivo do canal na área de programação e produções originais.

Em entrevista na manhã da última sexta-feira (12), Vitale falou sobre o filme quando o assunto ainda dominava a internet. Veja a seguir:

FORBES: Parabéns por terem movimentado a internet inteira por um dia. Fiquei sem entrar durante a noite e, quando acessei hoje de manhã, pensei que um desastre relacionado a tubarões e tornados tinha acontecido.

Thomas Vitale: Uma vez fizemos um filme chamado “Monster Ark” (“Arca de Monstros”, em tradução livre), sobre a outra arca de Noé, e isso saiu como notícia de verdade em alguns sites. Nós nos sentimos como Orson Welles e os ataques dos marcianos.

F: Esse é o maior barulho já feito com algo original de vocês?

TV: Já fizemos filmes antes que fizeram muito barulho, mas, como as redes sociais continuam crescendo, eles ficam maiores. “Sharktopus” foi enorme para nós e “Mega Python Versus Gatoroid”, com Deborah Gibson e Tiffany, também. Muitas pessoas estavam interessadas em assistir a ídolos teen brigando entre si. Mas nada foi tão grande assim para nós.

F: O quão grande estamos falando, em relação aos índices de audiência?

TV: Tudo que temos é regional, bem difícil de julgar. Nós não conseguimos números reais, de âmbito nacional. Mas acho que isso vai além desses índices. Primeiro, o nome foi lançado. Isso aumentou a visibilidade das redes e revelou senso de humor. O Syfy é um canal com muita variedade de programação. Nós temos séries incrivelmente reais como “Face Off” e outras com roteiros incríveis como “Defiance”.

O que eu amei em relação aos comentários nas redes sociais na noite do último dia 11 é que o público entendeu o que estávamos fazendo. Eles entenderam que nós estávamos criando um evento feito para entreter. Este é o objetivo do filme. O Syfy já ganhou Emmys. Mas nós também queremos que as pessoas apenas tirem seus sapatos, peguem uma bebida qualquer e se divirtam.

Nós já fizemos cerca de 250 filmes como este e, quando começamos a fazê-los, os telespectadores não entenderam bem. Fomos questionados por um monte de pessoas e pela imprensa. Agora, eles realmente entendem. Centenas de milhares no Twitter estavam falando sobre o “Sharknado” e sacaram que estávamos nos divertindo.

F: A resposta da crítica também foi incrivelmente favorável. James Poniewozik, da “Time”, voltou das férias mais cedo para escrever sobre isso. Você ficou surpreso com os críticos terem tantas coisas boas para dizer sobre o evento?

VT: Eles escreveram sobre o que ocorreu. Quando nós começamos a fazer isso, eles comparavam nossos filmes a produções de ficção científica sérias. Não é mais o caso. Para um filme exagerado e escapista, este é realmente bom, e é isso que eles estão falando. Isso foi realmente animador. Outro grupo que entendeu isso foi o de celebridades. Isso foi divertido de saber. Vocês viram que a Mia Farrow assistiu ao filme com o Philip Roth?

F: Sim.

VT: Isso apenas mostra que todo mundo precisa de entretenimento escapista de vez em quando, sejam os críticos de televisão, o público em casa, ou qualquer um com o talento de Roth. É por isso que estamos na televisão ultimamente. É para se conectar com as pessoas. Eu quero trabalhar na TV desde os 10 ou 11 anos. Trata-se de se conectar às pessoas em massa.

F: Quanto “Sharknado” custou para o Syfy?

 

VT: Nós pagamos US$ 750.000 ou US$ 800.000 para produzir esses filmes. Eles custam cerca de US$ 1,5 milhão ou US$ 2 milhões. Os orçamentos geralmente são auxiliados por incentivos fiscais dos locais que filmamos.  E já rodamos ao redor do mundo, em todos os continentes, menos Antártica. Os filmes são feitos como coproduções de empresas independentes. A Asylum fez “Sharknado”. Nós provavelmente temos meia dúzia de empresas de produção independente que fazem isso para nós e a Asylum foi uma das melhores.

Nós comissionamos os filmes. “Sharktopus” foi uma ideia de uma mulher do time da equipe de marketing. Ela falou: “Vocês deveriam fazer um filme chamado ‘Sharktopus’”. Nós respondemos: “Nicole, esta é uma ótima ideia. Nós vamos fazer o ‘Sharktopus’ e o nome da personagem principal será Nicole”.

F: Um dos fatores que parece ter ajudado “Sharknado” foi o timing correto. Não havia quase nada nos grandes noticiários, esportes ou qualquer lançamento para competir na televisão. Foi proposital?

 

VT: Sempre há um pouco de mágica quando coisas como esta acontecem. Penso que seja uma combinação de título, um grande elenco e o fato de que não havia nenhuma grande notícia. Era uma noite de verão e eu sabia que tubarão e verão formam uma boa combinação. Então, foi uma mistura de acontecimentos felizes com algo planejado.

 

 

 

sharknado.jpg

 

trailer

 

 

SHARKNADO ganha continuação para o ano que vem
17/07 - 12h12
por Luísa Teixeira de Paula

Há alguns anos, quem poderia pensar que um filme sobre uma literal tempestade de tubarões seria um sucesso em 2013? Pois é o que aconteceu com Sharknado, de Anthony C. Ferrante (Hospital Maldito). Apesar de ter sido feito para a televisão americana, o projeto explodiu no Twitter e foi um dos assuntos mais comentados no mundo inteiro durante sua primeira exibição, na última quinta-feira, 11 de julho.

Com tamanha repercussão, o canal Syfy anunciou que uma continuação foi confirmada para o ano que vem. Aproveitando também a audiência nas redes sociais, a emissora anunciou que o subtítulo de Sharknado 2 será escolhido a partir de um concurso, também no Twitter. Para participar, basta mandar sua sugestão para @SyfyMovies usando a hashtag #Sharknado.

Desta vez, o temido tornado de tubarões será ambientado em Nova York. A atriz Tara Reid (American Pie), que está no primeiro longa, já afirmou estar interessada em voltar para a sequência.

Ainda não há previsão para o início das filmagens.

Link to comment
Share on other sites

Norueguesa que denunciou estupro é condenada à prisão em Dubai
 

w=638%7C81810.jpg

Um tribunal de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, condenou à prisão uma norueguesa de 24 anos que afirmou ter sido estuprada no país. A jovem foi condenada a 16 meses de reclusão por ingerir bebida alcoólica, fazer sexo fora do casamento e atentar contra a decência.

Marte Deborah Dalelv fez a denúncia por estupro em março, quando estava em viagem de negócios pelo país. Longe de conseguir o tratamento que queria da polícia, a vítima passou vários dias em uma cela, até que finalmente entrou em contato por telefone com seus parentes e o consulado norueguês.
 

Diante do caso, Oslo anunciou nesta sexta-feira (19) que vai apoiar a jovem judicialmente. "A sentença em Dubai a uma norueguesa que denunciou um estupro é contrária a nosso sentido da justiça. Daremos a ela apoio no processo de apelação", manifestou o ministro das Relações Exteriores norueguês, Espen Barth Eide, em sua conta do Twitter.

O caso mostra "a posição legal da mulher em muitos países", acrescentou, ao expressar o compromisso do governo norueguês com os direitos da mulher, especialmente nesse caso.

A imprensa norueguesa vem repercutindo com assombro a história da jovem. Graças ao empenho do consulado, a norueguesa conseguiu ser libertada, à espera de julgamento, e passou um período em uma instituição religiosa, informa a imprensa norueguesa.

(Com EFE)

 
 
 
Mundo cão p/ as mulheres...aff!
As vezes têm-se a imrpessão de que é melhor fazer justiça com as pprias mão, tipo, resolver o problema a la Africa !
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

**

Madeira com imagem semelhante a de santa chama atenção no RS

 

¨ ¨ santa.jpg

 

¨¨ No altar da igreja São Sebastião, em Jaquirana, na Serra do RS, uma tora de madeira com uma imagem que lembra Nossa Senhora Aparecida chama atenção de moradores e visitantes. A marca foi identificada em uma madeireira da cidade de pouco mais de 4 mil habitantes, há poucos dias. Nesta segunda-feira (29), o G1 entrou em contato com o padre Mário Pereira dos Santos, que se mostra cauteloso sobre o assunto.

Padre Mário diz que respeita a opinião de fiéis que acreditam que a imagem encontrada na tora é de Nossa Senhora Aparecida, mas prefere ser mais racional. "Tem a semelhança. Há o pessoal que olha, e em um olhar subjetivo parece mesmo a imagem. Mas claro que em um olhar mais racional, mais objetivo, se vê que é um efeito da madeira", justificou.

Olhar científico

Biólogo e professor da Universidade de Caxias do Sul, Marcelo Rossato examinou a madeira com a imagem. De acordo com o profissional, a marca foi provavelmente ocasionada pela entrada de organismos que provocam alterações teciduais. "Verificamos que o tronco não apresenta uma forma circular, há um vinco que provavelmente foi causado por uma lesão humana ou natural que provavelmente ocasionou uma lesão nos tecidos de proteção (epiderme vegetal)", explica ele por e-mail.

Em td caso, é bem curiso..:: :huh: 

Link to comment
Share on other sites

"Menino-peixe, recebe tratamento gratuito na China" 102_3036-blog-fish-boy-01.jpg

**Pan Xianhang ganhou grande atenção da imprensa chinesa e foi chamado de"Menino-peixe" por causa do aspecto da sua pele, lembrando escamas. Na verdade, o pequeno chinês nasceu com ictiose (dermatose caracterizada pela secura e aspereza da pele). 

Com a repercussão do caso na mídia, um hospital de Hangzhou (China) decidiu oferecer gratuitamente tratamento para Pan. Ele está internado com a mãe. 

 

De acordo com o site "Imagine China", a doença afetou a forma das pálpebras, do nariz, da boca e das orelhas. O movimento das pernas e dos braços também foi prejudicado.

 

tadinho, gente!!

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...