Jump to content
Forum Cinema em Cena

Você revê filmes? Porque?


Perucatorta
 Share

Recommended Posts

  • Replies 166
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Peruca está inspirado hoje. 06

 

Como sabem, eu pouco revejo filmes, simplesmente porque minha primeira opção é sempre ver algo diferente e sei lá porque isso ocorre. No entanto, a maior parte das experiências em revisitadas que fiz deram ótimos frutos, logo não sei responder a questão oposta muito bem: porque não revejo filmes?

 

Agora, quanto ao comentário do Renato:

 

Por exemplo, quando vi Morangos Silvestres do ídolo do Scofa, eu achei um porre e dormi profundamente.06

Acho que o fato de não conseguir captar a razão de um cineasta

cultuado ser cultuado é o que mais me motiva a rever filmes que não

gostei.

O que acho que deve ficar claro aqui é que não há problema em não gostar de um filme de um diretor cultuado ou mesmo de nenhuma de suas obras. A compreensão da forma de expressão de Almodóvar, de sua habilidade e delicadeza de dissecação da psiquê e relações femininas de jeito nenhum me faz admirar seus filmes, que acho um porre. A pergunta é: e daí? O culto geral, como o próprio nome diz, não é algo individual, portanto, minha influência na sua denominação é mínima. Assim, eu não preciso gostar de Almodóvar ou o Peruca de Bergman para que sejam cultuados e importantes e não há nada de errado nisso.

 

Quanto a rever filmes bons e ruins, eu também não sei estabelecer critérios. É algo de sentimento. Algumas vezes tenho vontade de rever filmes que detestei, dando uma segunda chance, outras alguns que adorei.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Um dos motivos pra gente rever filmes é apreciar mais uma vez boas atuações...

 

Existem filmes que eu assisti apenas assistindo o

filme. Não vi a direção. Numa revisão e a vi, porque a minha

sensibilidade (não sei se é a palavra correta) para o cinema já havia

aumentado. Por causa disso, a revisão foi melhor. Aconteceu com A Vila,

O Sexto Sentido, Old Boy e outros filmes.

Eu gosto de admirar os efeitos e cenários de filmes de animação (quando há o que admiriar).  Mas pra prestar muita atenção, preciso conhecer bem a história, pra poder retirar por tanto tempo a minha atenção dos personagens. Da última vez que vi Aladdin (nem sei quantas vezes eu já assisti), passei metade da primeira cena em que Jasmine aparece admirando o efeito aveludado da pena do sultão. A outra metade foi usada pra prestar atenção no cenário, principalmente nas formas arredondadas das árvores e sua textura.

 

Link to comment
Share on other sites

Esse ponto da Lucy é interessante mas eu discordo (ou não concordo inteiramente) com uma parte. Claro que existe evolução na sensibilidade mas eu acredito firmemente que existe flutuação na mesma também. Existem períodos em que estou disposto à garimpar clássicos, filmes independentes, cinema europeu e existem períodos que eu sei que se vir um filme preto-e-branco eu vou dormir imediatamente. E o contrário funciona também. Tem dia que se eu pego um Bay pela frente eu quase cometo suicídio (ou homicídio, que é mais proveitoso). Isso ocorre devido à uma natural flutuação de espírito que, creio eu, todos possuímos (em menor ou maior grau). E isso fortalece ainda mais minha defesa pela revisão de filmes que você gostou e que não gostou.

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

PT, essa flutuação da qual você falou acontece comigo também.

 

No meu post anterior, eu me referi ao período da minha vida em eu não sabia ver a direção (nem atuações). Ou que eu conseguia enxergar, mas não tanto quanto hoje. Eu assisti Cassino 4 vezes antigamente e nunca soube o que pensar da direção de Scorsese. Gradualmente eu fui melhorando, aprendendo a perceber certas coisas. E assim os filmes passaram a me alcançar de uma forma diferente (não que hoje eu me considere a deusa da sabedoria cinematográfica).

 

Lucy in the Sky2009-07-17 17:01:03

Link to comment
Share on other sites

Bom... tenho uma filmoteca de mais de 400 títulos, muitos destes títulos são filmes que eu vi quando eu era criança e pré-adolescente, isto já tem uns 14 anos no mínimo, tenho 28 anos.

 

Ou seja são filmes anos 80 e até digamos 95. Bom, na época obviamente não tinha um senso crítico. Hoje após eu ter assistido no mínimo, no mínimo uns 8000 filmes na vida, acho que tenho.

 

Se você conseguir assistir uns 10 filmes por semana, dá tranquilo para assistir uns 500 por ano, na realidade 520 (52 semanas). Multiplique aquilo por digamos 16 anos, você chega a 8000.

 

Cinéfilo compulsivo, sabem como é... tenho que assistir pelo menos um filme por dia. Começei a minha "cinefilia" oficialmente quando eu tinha uns 12 anos, antes disto assistia esporadicamente

 

Mas é bom rever títulos da infância as vezes, mas hoje atualmente o trabalho e outras obrigações me impedem de assistir, então para evitar "rever" um filme, prefiro assistir via DVD, VHS desta maneira.

 

Um filme padrão de 2 horas eu gasto pelo menos 3 horas para assistir, eu volto atrás, revejo as vezes a mesma cena algumas vezes, as vezes eu volto ao começo para pegar algum detalhe, as vezes paro,  faço outra coisa, torno a assistir.

 

Tenho um certo "déficit de atenção", tipo assim... minha fente flutua e dispersa demais.

 

Tanto é que um dia gastei cerca de 12 horas para assistir a trilogia do "Senhor dos Anéis", comecei tipo 2 da tarde e terminei quase 2 da manhã

 

Eu até parei de ir ao cinema, prefiro ver em DVD ou sei lá "baixado"

 

Desta maneira você fica com o filme impresso no cérebro e você não precisa revê-lo novamente.

 

Link to comment
Share on other sites

Revejo filmes, porque, desde que eles ofereçam substância suficiente, há espaço para novas descobertas, novos pontos de vistas. Com o avançar da idade, às vezes enxergamos certas fitas de modo diferente de anos atrás.

 

E revejo filmes também para reavaliá-los, em especial quando não gostei muito ou não entendi da primeira vez.

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

Mas Mime' date=' essa procura por substância me parece excluir o fator diversão da equção, não acha? Peguemos a trilogia Indiana Jones como exemplo. Não há "substância" a descobrir, certo?

[/quote']

 

Usando Indiana como exemplo, reveria a trilogia por nostalgia, no caso. Ou para apreciar as habilidades de Spielberg no comando de fitas de aventura.

 

Realmente, não é em todo lugar que se encontra "substância", mas em geral é isso que gosto de procurar. Não tendo a pensar muito em diversão...

 

Link to comment
Share on other sites

 

Mas Mime' date=' essa procura por substância me parece excluir o fator diversão da equção, não acha? Peguemos a trilogia Indiana Jones como exemplo. Não há "substância" a descobrir, certo?

[/quote']

 

Posso dar um pitaco aqui?

 

Claro que cada um enxerga da maneira que melhor lhe cabe, mas, pra mim, diversão é um tipo de substância. Eu, por exemplo, prefiro um milhão de vezes me divertir com Os caçadores da arca perdida que absorver o que Réquiem para um sonho tem a oferecer. A simples diversão do primeiro parece, aos meus olhos, muito mais interessante que o simples "drogas faz mal" do segundo. Puro entretenimento pode ser muito mais inteligente que um filme-de-conteúdo, se é que me entendem.

Link to comment
Share on other sites

Mas Mime' date=' essa procura por substância me parece excluir o fator diversão da equção, não acha? Peguemos a trilogia Indiana Jones como exemplo. Não há "substância" a descobrir, certo? [/quote']

Usando Indiana como exemplo, reveria a trilogia por nostalgia, no caso. Ou para apreciar as habilidades de Spielberg no comando de fitas de aventura.

Realmente, não é em todo lugar que se encontra "substância", mas em geral é isso que gosto de procurar. Não tendo a pensar muito em diversão...

 

Quer dizer que o seu objetivo ao ver um filme não é se divertir?
Link to comment
Share on other sites

 

 

Mas Mime' date=' essa procura por substância me parece excluir o fator diversão da equção, não acha? Peguemos a trilogia Indiana Jones como exemplo. Não há "substância" a descobrir, certo? [/quote']

 

Usando Indiana como exemplo, reveria a trilogia por nostalgia, no caso. Ou para apreciar as habilidades de Spielberg no comando de fitas de aventura.

 

Realmente, não é em todo lugar que se encontra "substância", mas em geral é isso que gosto de procurar. Não tendo a pensar muito em diversão...

 

Quer dizer que o seu objetivo ao ver um filme não é se divertir?

 

Não, não é.

Mime2009-07-17 21:48:36

Link to comment
Share on other sites

 

 

Posso dar um pitaco aqui?

 

Claro que cada um enxerga da maneira que melhor lhe cabe' date=' mas, pra mim, diversão é um tipo de substância. Eu, por exemplo, prefiro um milhão de vezes me divertir com Os caçadores da arca perdida que absorver o que Réquiem para um sonho tem a oferecer. A simples diversão do primeiro parece, aos meus olhos, muito mais interessante que o simples "drogas faz mal" do segundo. Puro entretenimento pode ser muito mais inteligente que um filme-de-conteúdo, se é que me entendem.[/quote']

 

Pitacos seus são sempre válidos.

 

E concordo plenamente, por isso coloquei a palavra substância entre aspas. Diversão é uma parcela substancial da minha vida, para usar um trocadilho tosco.

 

Link to comment
Share on other sites

 

Mas Mime' date=' essa procura por substância me parece excluir o fator diversão da equção, não acha? Peguemos a trilogia Indiana Jones como exemplo. Não há "substância" a descobrir, certo?

[/quote']

 

Posso dar um pitaco aqui?

 

Claro que cada um enxerga da maneira que melhor lhe cabe, mas, pra mim, diversão é um tipo de substância. Eu, por exemplo, prefiro um milhão de vezes me divertir com Os caçadores da arca perdida que absorver o que Réquiem para um sonho tem a oferecer. A simples diversão do primeiro parece, aos meus olhos, muito mais interessante que o simples "drogas faz mal" do segundo. Puro entretenimento pode ser muito mais inteligente que um filme-de-conteúdo, se é que me entendem.

Concordo. Eu falo em conteúdo.

Todo filme que eu gosto considero como tendo conteúdo. Só que de tipos diferentes.

 

Então você (Mime) encara o cinema de forma puramente cultural? Escapismo não te apetece?

 

De boa' date=' duvido.

 

[/quote']

 

Eu também duvido.

 

Link to comment
Share on other sites

Eu revejo  filmes sempre ainda mais se for Blockblusters  por exemplo

   este ano revi transformers a vingança dos Derrotados -5 vezes no cinema

Star trek - 3 vezes no cinema

A Era do Gelo 3- 2 vezes no cinema

X-men origens Wolverine - 2 vezes no cinema

O Exterminador do futuro a salvaçao- 2 vezes no cinema

Sexta feira 13 -3 vezes no cinema

Moster vs aliens - 2 vezes no cinema

Harry potter devo reve mais umas 4 vezes ate na proxima semana

e tambem todo filme que vejo no cinema eu revejo em dvd.
Link to comment
Share on other sites

 

Então você (Mime) encara o cinema de forma puramente cultural? Escapismo não te apetece?

 

De boa' date=' duvido.

 

[/quote']

 

Sim, encaro de forma cultural, e escapismo só me apetece de quando em quando. Se me divirto, é só um plus, não um objetivo.

Você está naquela fase do cinéfilo em que ele desvaloriza a diversão escapista, porque está preocupado em ser intelectual? Ou não é uma fase?

 

Link to comment
Share on other sites

Eu revejo  filmes sempre ainda mais se for Blockblusters  por exemplo

   este ano revi transformers a vingança dos Derrotados -5 vezes no cinema

Star trek - 3 vezes no cinema

A Era do Gelo 3- 2 vezes no cinema

X-men origens Wolverine - 2 vezes no cinema

O Exterminador do futuro a salvaçao- 2 vezes no cinema

Sexta feira 13 -3 vezes no cinema

Moster vs aliens - 2 vezes no cinema

Harry potter devo reve mais umas 4 vezes ate na proxima semana

e tambem todo filme que vejo no cinema eu revejo em dvd.

 

sapo, vc esqueceu de frisar sabiamente neste seu topico aquele adendo petinente referente a criancas e protozoarios..
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...