Jump to content
Fórum atualizado. Avançar páginas e Links do Youtube Voltaram a funcionar. ×
Forum Cinema em Cena
Lucy in the Sky

Você compra DVDs piratas?

Recommended Posts

  o cara pagar 1' date='50 num pirata podendo comprar um original por 7,00 pra mim tem outro nome. quem é pobre pobre mesmo sequer compra dvds 06
[/quote']

 

Enquanto alguém que compra um dvd por 7, assisti a um filme eu assisto a 4 06. Mas cada um vai pelo lado que acha melhor 06

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

pois é' date=' mas eu sou pobre e só compro originais.

[/quote']

Então você não é pobre. 06

Ou no mínimo não é tanto quanto outras pessoas. Já parou pra pensar que existem diferentes níveis de pobreza?

Eu também não sou cheia de dinheiro e compro originais (dos filmes que eu gosto, e não de qualquer coisa que eu encontro pelo caminho).

 

 

 

você falou em níveis agora. antes tinha falado de pobre apenas, e eu sou pobre e compro dvds originais. o cara pagar 1,50 num pirata podendo comprar um original por 7,00 pra mim tem outro nome. quem é pobre pobre mesmo sequer compra dvds 06

Existem diferentes níveis de renda entre os que são considerados pobres. E quanto menos dinheiro a pessoa tem, menos dinheito ela tem pra comprar DVDs. Isso é difícil de entender?

De 1,50 pra 7,00 é muita coisa, se a gente sair somando vários DVDs, e principalmente pra quem tem menos renda (um valor que pra você não é muito, pra outra pessoa pode ser).

E sim, tem muito pobre que compra um aparelho de DVD fuleira e se enche de DVDs piratas.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  nem todos podem comprar DVDs originais.

 

 

Na boa' date=' quer comprar DVD pirata, compra, não tô nem aí, mas pelo menos nos poupe dessas desculpas ridículas. Não ter condições de adquirir determinado produto não é justificativa para pegar sem pagar. Creio que tu não tem condições de comprar uma Ferrari, certo? Então quem sabe tu vai lá e pega a do Ronaldo ou sei lá quem, e depois tentar explicar na justiça que tu pegou porque "nem todos podem comprar" uma Ferrari.
[/quote']

Não ligo mesmo para essas questões morais sobre pirataria.

E não sou só eu, que posso comprar  DVDs originais, que tenho direito a lazer.

 

Mas é uma questão complicada. Como definir a linha que separa o que podemos ou não podemos fazer em nome de uma necessidade que não pode ser atendida da forma legal?

(sim, lazer também é necessidade)

 

Talvez o ideal fosse ausência de pirataria e filmes nas locadoras a um preço acessível. Tinha uma razoavelmente boa que eu costumava frequentar, e só ia lá. Todos os filmes que eu compro no pirateiro, pegaria nessa locadora.

 

E, lógico, DVDs pra vender num preço justo.

Lucy in the Sky2009-07-21 17:26:20

Share this post


Link to post
Share on other sites

 


Mas é uma questão complicada. Como definir a linha que separa o que podemos ou não podemos fazer em nome de uma necessidade que não pode ser atendida da forma legal?
(sim' date=' lazer também é necessidade)
[/quote']

 

Já foi pra cima do muro, é? Antes não via problema, agora a questão já é "complicada". Mas eu te ajudo. A questão é simples, na verdade. Se tu ficou na dúvida se ultrapassou a linha ou não, consulte o Código Penal. Se o que tu fez tá previsto lá, tu ultrapassou.

 

E outra: quem não pode comprar um DVD original para satisfazer a sua "necessidade de lazer", pode escolher outra forma de se divertir, da mesma forma que eu gostaria de saciar a minha necessidade dirigindo a já citada Ferrari, mas, como não posso comprar, tenho que me divertir de outras formas. 

 


E' date=' lógico, DVDs pra vender num preço justo.
[/quote']

 

O preço do DVD é justo hoje em dia, como já explicaram. Mais uma desculpa inócua.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

 

 

Mas é uma questão complicada. Como definir a linha que separa o que podemos ou não podemos fazer em nome de uma necessidade que não pode ser atendida da forma legal?

(sim' date=' lazer também é necessidade) [/quote']

 

Já foi pra cima do muro, é? Antes não via problema, agora a questão já é "complicada". Mas eu te ajudo. A questão é simples, na verdade. Se tu ficou na dúvida se ultrapassou a linha ou não, consulte o Código Penal. Se o que tu fez tá previsto lá, tu ultrapassou.

Engano seu. A questão não ficou complicada agora. Eu sempre penso nessas coisas. Penso, estudo, escrevo, pois tem a ver meu curso. E quando eu falei em linha, falei do que é justo ou injusto, não do que é legal ou ilegal (são coisas diferentes).

 

 

E outra: quem não pode comprar um DVD original para satisfazer a sua "necessidade de lazer"' date=' pode escolher outra forma de se divertir, da mesma forma que eu gostaria de saciar a minha necessidade dirigindo a já citada Ferrari, mas, como não posso comprar, tenho que me divertir de outras formas. [/quote']

Talvez, mas as possibilidades para os pobres são poucas.

 

 

E' date=' lógico, DVDs pra vender num preço justo.

[/quote']

 

O preço do DVD é justo hoje em dia, como já explicaram. Mais uma desculpa inócua.

Não considero justo o preço dos DVDs em geral. Mas encontro DVDs a preços corretos. Compro mesmo quando não encontro mais barato, só não compro satisfeita.

 

Quem quiser odiar as pessoas que compram DVDs piratas por falta de condições, que odeie. Eu é que não condeno...

Lucy in the Sky2009-07-21 17:44:53

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu não compro e sou totalmente contra. Na verdade sinto vontade de bater nesses vendodores ambulantes e nos consumidores ambulantes 06

 

Cada um inventa sua desculpa. Q é mais barato, que é pobre, que é mais fácil e rápido de adquirir e bla bla bla.

Pra mim não passa de desculpa esfarrapada!

 

Vc é pobre? Vai estudar e trabalhar, assim terá condições de ter coisas de qualidade. A não ser que seja pobre de espirito, ai só a morte pra resolver...

 

Se a qualidade é a mesma? Só um "burr*" pra não ver a diferença! A não ser claro, que vc seja pobre de espirito e goste de porcaria.

 

DVD é caro? Se vcs estão ativos no forum tem o acesso a internet, e qualquer "batoré" sabe que no mundo virtual existe inumeras lojas e maneiras de comprar filmes. Existe os sebos, que pra quem vai, sabe que encontramos coisas fantasticas e baratas. Ex.: O homem que não estava lá R$ 6,00. Sob o dominio do mal(1962) novo por R$2,90.

E existe tb as lojas no exterior, que todos estamos cansados de ver na sessao de BD e DVD adquirido. BD de R$20,00 é caro?

 

Se comprar pirata na rua é a mesma coisa que "baixar"?

Mais uma vez só sendo um pobre de espirito e um desprovido de conhecimento pra achar que é tudo igual.

Qdo se faz download, vc retira o conteudo de sites e não paga por isso. Legalmente falando tb é errado, pq existe direitos autorais.

Qdo vc, seu infeliz, compra de bancas em ruas, vc esta alimentando um cartel que favorece o crescimento crime organizado.

-Ah, mas o rapaz que eu compro é pobre e tem um filinho pra criar!

FODA-SE ele. Ele vai continuar assim! Quem tem que dar oportunidade pra ele não é o chinês ou um mafioso qualquer.

E não é vendendo dvd pirata que ele irá conseguir dar uma vida melhor pra familia. Lembra do "estudar e trabalhar"? É isso.

 

 

E qdo se fala em crime, não é apenas o ato da pirataria que esta em jogo. Abaixo de quem produz o DVD existe uma cadeia gigante. O mesmo cara que lucra com pirataria investe em trafico de drogas e outros crimes. Investindo em trafico, nas ruas existirá mais traficantes e mais viciados. E vc pode ser a proxima vitima no sinal ou dentro da sua casa. Expliquei assim, bem didatico pra uns aqui entenderem.

 

 Se vc compra DVD pirata, vc injeta dinheiro no crime. É a mesma coisa do cara que compra pó ou maconha.

 Agora se vc compra pirata e ainda cheira ou fuma... quem sabe em outra encarnação vc aprende.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu sempre questiono meus argumentos em favor da pirataria (nem tudo que eu penso é uma certeza absoluta). Tem seu lado mau, mas também tem outro lado... Apesar dos questionamentos, continuo tranqüila quanto ao pessoal que compra, mas não deixa de comprar original, que é o meu caso, e ao pessoal que compra só pirata por questão de condição financeira. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu já falei.

 

Só uma comentário sobre um comentário que eu já fiz, antes que alguém entenda errado.

[quote name='Eu]A questão não ficou complicada agora. Eu sempre penso nessas coisas. Penso' date=' estudo, escrevo, pois tem a ver meu curso. E quando eu falei em linha, falei do que é justo ou injusto, não do que é legal ou ilegal (são coisas diferentes).[/quote']

Com "nessas coisas" eu quis dizer assuntos que envolvem um conflito entre o que é justo e o que é legal (e parece que tudo é sempre injusto de alguma forma, por isso é complicado). E com "escrevo" que me referi a questões de provas e redações.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Qual a definição de justo/injusto e legal/ilegal?

 

E qual o seu curso?

 

Ah, na sua cidade nao tem sebo e existe poucas locadoras. ok?!

Será que o mercado ai não é pra esse tipo de comercio?

Pq será? Pq ninguem arrisca a abrir um sebo ou uma boa loc. por ai?

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

De 1' date='50 pra 7,00 é muita coisa, se a gente sair somando vários DVDs, e principalmente pra quem tem menos renda (um valor que pra você não é muito, pra outra pessoa pode ser).
E sim, tem muito pobre que compra um aparelho de DVD fuleira e se enche de DVDs piratas.

[/quote']

Se continuar com isso, de tentar chegar num valor "justo" e que não seja muito para outra pessoa, chegaríamos a quanto? 50 centavos?

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

 

Qual a definição de justo/injusto e legal/ilegal?

 

E qual o seu curso?

 

Ah' date=' na sua cidade nao tem sebo e existe poucas locadoras. ok?!

Será que o mercado ai não é pra esse tipo de comercio?

Pq será? Pq ninguem arrisca a abrir um sebo ou uma boa loc. por ai?

 

[/quote']

Culpa minha não é, pois eu freqüentei locadoras até elas alcançarem a insignificância. Nos sebos eu tentaria ir, mas se tivesse problema com DVDs riscados, não teria mais coragem.

 

E quem não tem dinheiro não vai comprar, nem querendo nem não querendo. Sobram os que têm dinheiro e não querem comprar (mas veja que estamos falando de um dos Estados mais pobres do país).

 

No sebo daria pra comprarem, o problema é que se acostumaram com os piratas, e isso eu critico. Foi o que levou as locadoras a se acabarem, mesmo alugando DVDs a preços baixos (mas os preços só baixaram por causa da pirataria). Se não fosse a pirataria, hoje nem sei em que valor estaria a locação... 09

 

É como eu já falei. O bom seria locadoras sem preços altos demais. DVDs originais num valor que dê pra lucrar, mas nunca com exageros. Nada de pirataria. E os pirateiros trabalhando de outra forma.

 

-------------------------------

 

A lei pode fazer determinações que a sociedade ou parte dela aceita como justas ou considera injustas. O que não significa que a sociedade esteja certa e a lei esteja errada ou o contrário.

 

De 1' date='50 pra 7,00 é muita coisa, se a gente sair somando vários DVDs, e principalmente pra quem tem menos renda (um valor que pra você não é muito, pra outra pessoa pode ser).

E sim, tem muito pobre que compra um aparelho de DVD fuleira e se enche de DVDs piratas.

[/quote']

Se continuar com isso' date=' de tentar chegar num valor

"justo" e que não seja muito para outra pessoa, chegaríamos a

quanto? 50 centavos?

 
[/quote']

 

Eu não disse que deveríamos chegar a um valor que

todos considerem justos. Se fosse assim, não seria 50 centavos, e sim

de graça.

 

 

 

Dá pra vender por determinado valor e lucrar? Se dá, então não vendam por 30 reais (e eu sei que nem todo DVD custa 30 reais)

Lucy in the Sky2009-07-21 21:23:09

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eu sei que muita gente não liga para essas coisa de moral e etc' date=' mas eu me sentiria um baita fdp e não me perdoaria sabendo que estou ajudando a quebrar as locadoras da minha cidade e ao mesmo tempo financiando uma atividade ilegal.[/quote']

 

 

 

Somos dois, então. Pode ser uma atitude aparentemente simplista, mas eu não tenho capacidade de pensar complexamente e trabalhar de forma "construtiva e grandiosa", hehe.

 

 

 

Ah, e outro bom tópico por aqui, que legal.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Engano seu. A questão não ficou complicada agora. Eu sempre penso nessas coisas. Penso' date=' estudo, escrevo, pois tem a ver meu curso. E quando eu falei em linha, falei do que é justo ou injusto, não do que é legal ou ilegal (são coisas diferentes).[/quote']

 

Não, falou em legal e ilegal, porque tu te referiu à linha que separa o que podemos fazer do que não podemos. Só se tu vive em alguma sociedade primitiva em que cada um pode fazer o que bem entender de acordo com o seu próprio conceito de justo e injusto.


Talvez' date=' mas as possibilidades para os pobres são poucas.[/quote']

 

Isso é irrelevante. O ponto central é: ele tem outras opções.

 



Não considero justo o preço dos DVDs em geral. Mas encontro DVDs a preços corretos. Compro mesmo quando não encontro mais barato' date=' só não compro satisfeita.

[/quote']

 

Tu quer o que, DVD a R$ 0,50? Quem sabe a loja te paga para levar o DVD, fica bom assim?


Quem quiser odiar as pessoas que compram DVDs piratas por falta de condições' date=' que odeie. Eu é que não condeno...
[/quote']

 

Ahh, de novo levantou a bandeirinha da defesa dos direitos dos pobres, que comovente. Mas eu não odeio ninguém, só acho necessário manter uma coerência. Se eu acho errado roubar uma Ferrari só porque não tenho condições de comprar uma, tambem tenho que achar errado comprar um DVD pirata só porque não posso comprar um original. Isso é coerência, o que aparentemente te falta (a menos que tu aches certo roubar a Ferrari..  daí o teu caso é mais sério).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu só compro originais, sempre ! Sem chances de ter um DVD pirata no meio da minha coleção, pois ficaria tosco ao extremo ! Ultimamente ando pegando algumas edições importadas, além de ter excelente qualidade dá um charme a mais na coleção ! Se o cara da banquinha depender do meu dinheiro está fodido !

Share this post


Link to post
Share on other sites
A lei pode fazer determinações que a sociedade ou parte dela aceita como justas ou considera injustas. O que não significa que a sociedade esteja certa e a lei esteja errada ou o contrário.

 

 

 

O fato de você não achar injusto comprar DVD's piratas não tira a injustiça do ato, pois, como o nome diz, é a Justiça quem determina o que é certo ou errado; esteja isso de acordo com o meu ou seu parâmetro. O que você pode fazer é se lançar na política ou apoiar políticos que defendam a liberalização dos DVD's piratas etc. Igual ao povo da maconha: desde que não comprem a parada, por mim, podem levantar bandeiras e cacete a quatro. Mas que é proibido, é. Assim como eu acho injusto ter de conviver com fumante de tabaco, daí aprovar as ideias do Serra, por exemplo, neste sentido; mas não vou bater no cara que estiver fumando por perto, ou mesmo num local determinado, caso a Lei na região nada especifique sobre o caso.

 

 

 

Em suma: eu te entendi, você está questionando - chegou ao ponto essencial da questão, afinal - o que é certo e o que é errado. Feliz ou infelizmente, é a lei quem define. Outro possível questionamento é a questão da moral humana, que também acho falho, tendo em vista que você estará alimentando toda a rede levantada pelo guirpm.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mudei de idéia e resolvi responder uma coisa.

 

Não' date=' falou em legal e ilegal, porque tu te

referiu à linha que separa o que podemos fazer do que não podemos. Só

se tu vive em alguma sociedade primitiva em que cada um pode fazer o

que bem entender de acordo com o seu próprio conceito de justo e

injusto.

[/quote']

Aí está o motivo pelo qual eu questiono minha própria opinião sobre a pirataria. Tenho uma opinião de um lado, mas capengando onde está, e sem conseguir ir para o outro lado, pelos motivos que eu já expliquei mais do que o necessário.

 

Mas vale dizer que achando certo ou errado, eu não mudaria meu comportamento.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu não disse que deveríamos chegar a um valor que todos considerem justos. Se fosse assim' date=' não seria 50 centavos, e sim de graça.

Dá pra vender por determinado valor e lucrar? Se dá, então não vendam por 30 reais (e eu sei que nem todo DVD custa 30 reais)

[/quote']

É, eu chegaria na parte de distribuírem DVDs gratuitamente.

 

R$ 30,00 geralmente para DVDs duplos. Mas o problema com os altos preços também estão nos impostos.  A carga tributária nos DVDs chega 40%

 

O correto seria imunidade tributária. E as distribuidoras deixarem de ser tão gananciosas. Já lucram com o filme nos cinemas e ainda querem lançar DVDs com preços absurdos.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

pois é' date=' os caras não entendem que é IMPOSSÍVEL ficar igual, tecnicamente falando.

[/quote'].

 

Eu não compro pirata, muito em função de ser um troço q alimenta uma rede criminosa q vai muito além do comércio de DVDs, mas também em função da, em geral, qualidade tosca e tb porque coleciono e prefiro ter o original na minha coleção. Agora sou obrigado a discordar de vc num ponto chapa. Não é impossível ficar com a mesma qualidade. Já gravei DVD q ficou com qualidade idêntica a do original. Pega uma mídia dupla camada, elimina faixa de aúdio indesejada(em geral eu deixo só a faixa de áudio original) e fatalmente vc faz um dvd com qualidade de áudio e video iguais ao original. Já fiz, e já vi; ninguém  me contou... Se colocar o original e uma cópia feita assim lado a lado em 2 TVs, não tem como saber qual é qual... Eu costumava copiar bastante, catava da locadora e copiava eu mesmo, nunca comprava de camelô. Depois perdi a pilha e fui comprando originais e dando as minhas copias, a maioria pro meu irmão... Mas ainda tenho uns 8 ou 10 q tenho cópias de ótima qualidade, como descrevi acima, e simplesmente não tenho coragem de comprar o original. Um exemplo: aluguei Hotel Ruanda q nunca tinha visto e gostei do filme. Fiz uma cópia em DVD dual-layer q ficou perfeita. Outro dia nas Americanas, tava comprando DVD e tinha por 12,90, já fui pegando, mas vi a contracapa e o troço é tela cheia, mutiladão, coisa q eu não lembrava... Devolvi pra prateleira na mesma hora.. Se fosse wide eu tinha catado o orginalzito na boa, mas não me pilhei a pagar pelo full. Tosqueira por tosqueira, fico com a minha cópia... Se pintar em wide ou em BD ou edição estrangeira digna, eu compro e passo o meu DVD-R, senão, ele fica... Agora,independente de qqr questão ética ou moral uma coisa é fato; catar de camelozão é alimentar o crime organizado e isso eu não faço. É preferível gravar vc mesmo da locadora ou baixar da internet...

Highlander2009-07-21 23:21:25

Share this post


Link to post
Share on other sites

tava falando em relação ao comércio, High, cê acha que eles tem todo esse cuidado em fazer uma cópia? nem fodendo. e mesmo assim, eu já copiei filmes de locadora pra poder ver mais tarde, por exemplo, e nunca achei exatamente igual - apesar de muito bom.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Certamente q o chinezão q copia pro camelô vender não tem rigorosamente nenhum cuidado ou preocupação com a qualidade... Até pq, infelizmente, boa parte das pessoas q compram esse tipo de produto também não têm...

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...