Jump to content
Forum Cinema em Cena

Erros de Star Wars


Dook
 Share

Recommended Posts

Tópico motivado por este post do buldogao no tópico "G.I. Joe":

 

Para entender o presente e o meu argumento de que se deve pensar nesses filmes partindo do ponto de vista infantil' date=' basta voltar os olhos para o passado.


Eu sou da época de Starwars. Lembro do entusiasmo com o filme, lembro das guerras com espadas de plástico com meus primos, fazendo "zuuuummmm zuuuooooommm" com a boca, imitando o efeito sonoro do filme. Lembro até da propaganda do Nescau e de tomar esse achocolatado justamente por causa do filme. Enfim, eu era fanático por Starwars.

Algum tempo atrás, por saudosismo, fui assistir de novo a trilogia original que eu não via desde a infância. Pra quê que fui fazer uma coisa dessas!

Tudo o que funcionou perfeitamente para minha mente infantil se revelou um fiasco para o meu eu adulto! Exemplos:


- Skywalker é avisado por Leia: "Fuja, Luke, é uma armadilha!". Nosso esperto heroi em seguida parte correndo em direção a princesa! A Força pode estar com ele, mas a inteligência... Tenho minhas dúvidas...


- No início do segundo filme, Skywalker foi promovido a comandante dos rebeldes, mas "saiu como batedor para investigar uma atividade suspeita num canto gelado do planeta...". Que tipo de exército manda o capitão como batedor? Com certeza não um que queria ganhar a guerra.


- Esse exército só não é pior que o do Império, onde Darth Vader mata cada capitão que lhe traz más notícias. Quanta esperteza, hein? Matar o mensageiro ajuda muito a estimular seu exército a lhe informar sobre o que está ocorrendo...


- E os personagens? Como eu pude acreditar que um abominável homem das neves de pelo castanho poderia participar de uma guerra? Se o sujeito sequer consegue aprender a falar qualquer idioma (exceto o de seus grunhidos?).


- E o R2D2? Um robô TRADUTOR de todos os idiomas da galáxia, que não possui um modo vocal para se comunicar! Pior! Ele fala emitindo bip-bips, numa linguagem que Luke Skywalker aprendeu a entender! Seria essa galáxia muito, muito distante uma filial de Portugal? Ao invés do robô ter modo vocal, é o humano que aprende a entender bip-bips?


E por aí vai... Enfim, hoje Starwars é cult, é um mito sagrado do cinema, mas só é assim porque crianças e adolescentes (do mesmo tipo que hoje assistem Transformers e G.I.Joe) não são tão exigentes quanto nós adultos na hora de ver um filme.
[/quote']

 

 
Link to comment
Share on other sites

- Luke é um herói... that's his job...

Ou lembrando A Vingança dos Sith:

 

Obi-Wan: Pressinto uma armadilha...

Anakin: Próximo passo?

Obi-Wan: Cair nela!

 

- Sei lá que tipo de exército faz isso. Era conveniente para o roteiro... e assim foi...

 

- Claro que estimula... medo. Pode ver que ninguém se atreve a contrariá-lo ali...

 

- Não gosta do Chewie e do R2? Queime no inferno!

 

Star Wars é o que é porque é uma saga que nos leva a lugares distantes com criaturas estranhas, onde há uma luta do bem contra o mal... e que sim... muitas vezes é ingênua... mas essa é a moral de tudo isso... o fantástico, a aventura e principalmente a grande jornada do personagem central que é Anakin Skywalker é que são o coração. Racionalizar essas bobagens só faz abortar o espetáculo...
Link to comment
Share on other sites

 

 

Hahahha, vou ter que dar multi-quotes:

 

 

- Skywalker é avisado por Leia: "Fuja' date=' Luke, é uma armadilha!". Nosso esperto heroi em seguida parte correndo em direção a princesa! A Força pode estar com ele, mas a inteligência... Tenho minhas dúvidas...[/quote']

 

É verdade, que idiota, deveria ter deixado a mina morrer mesmo. Ele foi em direção à morte certa, tanto é que morr...(oops, ele não morreu e salvou a Léia)

 

 

- No início do segundo filme' date=' Skywalker foi promovido a comandante dos rebeldes, mas "saiu como batedor para investigar uma atividade suspeita num canto gelado do planeta...". Que tipo de exército manda o capitão como batedor? Com certeza não um que queria ganhar a guerra.

[/quote']

 

 

É verdade, todos sabemos que o cargo mais alto do exército é capitão. Imagina que aqui um capitão subiria favelas pra matar bandido. Ooops, capitão Nascimento é um idiota...

 

 

- Esse exército só não é pior que o do Império' date=' onde Darth Vader mata cada capitão que lhe traz más notícias. Quanta esperteza, hein? Matar o mensageiro ajuda muito a estimular seu exército a lhe informar sobre o que está ocorrendo...[/quote']

 

Pois é, Darth Vader deveria aprender mais sobre psicologia motivacional. Afinal, todos sabemos que se manter vivo não é um bom incentivo pra ninguém.

 

 

- E os personagens? Como eu pude acreditar que um abominável homem das neves de pelo castanho poderia participar de uma guerra? Se o sujeito sequer consegue aprender a falar qualquer idioma (exceto o de seus grunhidos?).

 

Pois é' date=' os cachorros que eram usados na segunda guerra eram todos bilingues. Além disso, falar varias línguas é característica obrigatória quando se trata de guerrear.

 

- E o R2D2? Um robô TRADUTOR de todos os idiomas da galáxia, que não possui um modo vocal para se comunicar! Pior! Ele fala emitindo bip-bips, numa linguagem que Luke Skywalker aprendeu a entender! Seria essa galáxia muito, muito distante uma filial de Portugal? Ao invés do robô ter modo vocal, é o humano que aprende a entender bip-bips?

 

Poxa, no meu filme não existia esse robô que misturava o R2-D2 com o C-3PO. Devia ter pêgo a versão extendida do diretor na net!

 

 

E por aí vai... Enfim' date=' hoje Starwars é cult, é um mito sagrado do cinema, mas só é assim porque crianças e adolescentes (do mesmo tipo que hoje assistem Transformers e G.I.Joe) não são tão exigentes quanto nós adultos na hora de ver um filme.

[/quote']

 

Deixa eu adivinhar? Dezoitão? Já tirou carta? E buldogão, com esse nome já sei qeu tu fala umas 3 linguas...06

 

 

Perucatorta2009-12-16 15:25:41

Link to comment
Share on other sites

Tudo issop prova que os humanos eram muito evoluídos.

Han Solo entendia o idioma de Chewbacca, do Jabba, Greedo e qualquer outro alienígena que cruzasse seu caminho.

 

E o R2-D2 tinha um "modo vocal": chamava-se C-3PO.

 

Vai ver os humanos ficaram tão evoluídos e fluentes em tantas linguagens, que as demais espécies nem se preocupavam em aprender o "inglês espacial", deixando o trabalho para os dróides de protocolo.
Link to comment
Share on other sites

Se não me engano o Luke só conversava com o R2 qdo estavam na nave e lá aparecia no monitor o que o R2 dizia..fora isso..só o C3Po o entendia...

 

E com o Chewbaca era o mesmo que conversar com um cachorro...se o Totó entende pq o Chewie não?

 

A propópsito tb acho besteira racionalizar um filme fantasia...

 

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...