Jump to content
Forum Cinema em Cena

Oscar 2011: Indicados e Previsões


Nightcrawler
 Share

Recommended Posts

 

...Quem são os responsáveis por fazer essa pré-seleção? Há algum tempo' date=' me lembro de que o finado Gustavo-ao-quadrado/Cremildo dizia que eram os próprios compositores que votavam nas trilhas; assim como os diretores votavam para a sua categoria e daí por diante, a fim de definir os cinco indicados. Somente na hora de escolher o melhor do ano o voto era aberto a todos; conferem?

Se for isso mesmo, a culpa é dos próprios compositores. Concordo com o Dark e o Sall de que deveria haver um regulamento mais bem especificado para a categoria, ou que se permitisse aproveitamento de qualquer música, desde que o resultado final fosse original (quando analisadas as faixas durante toda a sua execução, e não trechos).[/quote']

 

É isso mesmo.

 

Para a maioria das categorias, somente os membros da Academia de uma área específica têm permissão para votar nos indicados (isto é, somente diretores enviam indicações para melhor diretor e somente editores enviam indicações para melhor editor).

 

Os indicados a filme e documentário estrangeiros são escolhidos por grupos de espectadores especiais, compostos de membros da Academia de todas as áreas, e todos podem selecionar os indicados a melhor filme. Os indicados a filme estrangeiro são selecionados a partir de uma lista de filmes submetida por nações estrangeiras.

 
Sall2010-12-22 22:51:40
Link to comment
Share on other sites

  • Replies 2.6k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Off topic

 

 

 

Hoje vi o Mother and Child' date=' do Rodrigo Garcia. É quase tão ruim quanto The Kids Are Allright, se é pra comparar filmes da Annette Bening. Aliás, é pior! Ambos são pretensiosos, mas esse aí ainda tem o lance das tramas interligadas. Aí fica puxado...

 

 

 

Sobre a Annette Bening, ele me parece realmente melhor neste, mas nada de muito melhor. Os dois trabalhos são corretos. E se for levar em conta que a melhor cena do filme (o que não quer dizer muita coisa) é da Kerry Washington, a coisa fica feia pra Bening.

 

 

 

E Rodrigo Garcia, meu amigo, fica em In Treatment que você ganha mais; que filme vergonhoso!

 

[/quote']

 

 

 

Xiii, isso vai levantar poeira por aqui, haha. O guidon e o FeCamargo vão te bater.

 

 

 

Por acaso vi na penúltima madrugada e adorei o filme e a Bening. Claro que o roteiro é bem espertinho quanto ao cruzamento das histórias, mas não vejo problema nisso, o filme não busca uma grande surpresa no final ou algo do gênero, é de fato previsível. Achei bonita a valorização da maternidade e como o filme coloca a questão da adoção e da forte ligação entre as mães e suas filhas; cada qual com suas formas de lidar com isso, mas sempre sem conseguir romper o vínculo.

 

 

 

--------------

 

 

 

Vi também Kick-Ass, imperdoável o que o Globo de Ouro fez.

 

 

 

Como assim Alice, Angelina Jolie e outras tragédias concorrem em comédia, enquanto que Chloe Moretz, Nicolas Cage e o filme - que eu nem gostei taaanto assim, por vários probleminhas - ficam de fora?!? Uma coisa é indicação política e esnobada garantida como ocorre nos circuitos em geral - e isso eu entendo, faz parte do jogo -, outra é essa bobeirada que os "críticos" internacionais o fazem.

 

 

 

Fora que tinha Toy Story 3 e as outras animações e eu nem vi Scott Pilgrim...

Link to comment
Share on other sites

 

...indicaria fácil a mila kunis e a trilha é muito boa mesmo' date=' mas eu avisei q ela seria desclassificada pela academia qd enviei meus palpites no bolão 06 (por ser justamente muito carregada em tchaikovsky). agora se eliminarem as de inception e the social network, pqp, não vai sobrar mais nada. acho q a academia tem q rever essa regra ai, deveria ter um 'percentual minimo de cópia' pq senão qq música/trilha hj em dia é cópia de alguma outra coisa q já existiu
[/quote']

 

É... praticamente toda trilha hoje contém algo já gravado anteriormente e etc. Sem sentido esse "rigor" da academia. Só falta agora desclassificar a trilha de Inception por causa de uma 1 estrofe de Non, Je Ne Regrette Rien...09 fala sério.

 

por algum motivo, decidi não apostar na trilha de Black Swan no bolão...06

Mas joguei firme na já desclassificada de True Grit12 

 

é verdade sall, tem q haver um limite de cópia

 

eu dançei tb na trilha de true grit! 06 como não tem pra baixar, não fiquei sabendo

 

Cisne Negro' date=' Bravura Indômita e O Vencedor fora da categoria de melhor trilha

Academia também desqualifica Minhas Mães e Meu Pai por uso de músicas pré-existentes



A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas sempre enfrenta problemas para definir quem pode e não pode concorrer ao Oscar de melhor trilha sonora. Quando a trilha recorre a material já gravado anteriormente, a desclassificação é quase certa, mas os critérios às vezes são subjetivos.

A Academia anunciou que quatro filmes da temporada de prêmios não poderão concorrer nessa categoria: Cisne Negro, Bravura Indômita, O Vencedor e Minhas Mães e Meu Pai. Os dois primeiros, porque suas trilhas "se diluem pelo uso de temas e outras músicas pré-existentes", segundo a AMPAS. No caso de Cisne Negro, a trilha de Clint Mansell pega emprestado, obviamente, as composições de Tchaikovsky para O Lago dos Cisnes. Já Carter Burwell usa em Bravura Indômita hinos do século 19, o que para a Academia não era "suficientemente original".

Os outros dois filmes foram desqualificados porque recorrem demais a canções avulsas, "o que diminui o impacto da trilha em si", segundo os organizadores do prêmio. O comitê aprovou, porém, a elegibilidade da trilha de O Discurso do Rei, embora Alexandre Desplat recorra a excertos de música clássica em momentos-chave do filme.

O debate deve se intensificar antes de saírem os indicados, já que dois fortes concorrentes neste ano, as trilhas de A Origem e A Rede Social, também usam temas pré-existentes. Hans Zimmer manipulou "Non, Je Ne Regrette Rien" em A Origem e Trent Reznor e Atticus Ross aproveitaram faixas do Nine Inch Nails em A Rede Social. A Academia ainda não se pronunciou sobre esses dois filmes.[/quote']

Isso sim é babaquice da Academia. Por questões como essa que eu era contrário à pontuação maior nas fases iniciais do Bolão, já que prever os pré-selecionáveis é sacanagem...

Quem são os responsáveis por fazer essa pré-seleção? Há algum tempo, me lembro de que o finado Gustavo-ao-quadrado/Cremildo dizia que eram os próprios compositores que votavam nas trilhas; assim como os diretores votavam para a sua categoria e daí por diante, a fim de definir os cinco indicados. Somente na hora de escolher o melhor do ano o voto era aberto a todos; conferem?

Se for isso mesmo, a culpa é dos próprios compositores. Concordo com o Dark e o Sall de que deveria haver um regulamento mais bem especificado para a categoria, ou que se permitisse aproveitamento de qualquer música, desde que o resultado final fosse original (quando analisadas as faixas durante toda a sua execução, e não trechos).

 

ltrhpsm, até onde ficou definido, a segunda etapa do bolão é a terceira q mais vale em pontuação

 

a primeira e a quarta teriam o mesmo peso (ficando em primeiro), a segunda etapa ficaria em terceiro e a terceira em quarto

 

a primeira como não tem prêmios técnicos pode continuar valendo mais junto com a última, e talvez fosse melhor inverter a segunda com a terceira etapa, o q acha beckin?

 

.

.

.

 

vistos:

 

get low: mediocre, mas a atuação de duvall é competente. é sério q dicaprio com atuações do naipe de inception e shutter island vai ficar de fora?!?! esse sim, deve ter sido o mais revoltado com o sag

 

rabbit hole: igualmente mediocre, com uma atuação boa da nicole, apenas. de tanto vcs falarem é a primeira vez q me senti incomodado com o nariz da 'ex-musa' 06

 

tetro: esse do coppolão me surpreendeu! ótima estória, ótimas atuações (principalmente a do vincent gallo!) e tecnicamente f*** . está entre os melhores do ano
D4rk Schn31d3r2010-12-23 02:40:35
Link to comment
Share on other sites

OFF:

 

 

 

Primeiro elogio que leio a Tetro. Tem maior cara de filme sem sal, hehe. E vi Mary & Max, animação de 2009. Alguém sabe se podia ter concorrido ao Oscar de 2010? Nem achei tão bom como poderia ter sido (ainda que tenha chorado, já que peguei o filme para isso, haha), mas merecia uma lembrança; ainda que eu não tenha visto O Fantástico Sr. Raposo até hoje (shame on me!).

 

 

 

E por falar em Oscar de animação de 2010, alguém viu aquele The Secret of Kells??? Será que ainda vai ser lançado no Brasil?

Link to comment
Share on other sites

 

Minhas expectativas gigantes talvez tenham prejudicado minha primeira vez com Black Swan (a metáfora sexual inclusive é bem pertinente ao filme). Acabei de assisti-lo, mais espero que goste mais da próxima vez. É, no entanto, no mínimo, um bom filme. Natalie Portman tem uma performance impressionante, ela realmente tem uma entrega corporal imensa e parece que emagreceu para o papel. Mila kunis é uma escolha fantástica, existe uma certa semelhança física com Portman que é muito bem explorada pelo filme. Não acho que sua performance vale uma indicação, mas ela é interessante, sexy, jovem, provavelmente vai ser indicada. Barbara Hershey está muito bem e muito bonita ainda. Enfim, ainda quero ver o filme no cinema.

 

Leleo2010-12-23 09:42:50

Link to comment
Share on other sites

 

Off topic

 

 

 

Hoje vi o Mother and Child' date=' do Rodrigo Garcia. É quase tão ruim quanto The Kids Are Allright, se é pra comparar filmes da Annette Bening. Aliás, é pior! Ambos são pretensiosos, mas esse aí ainda tem o lance das tramas interligadas. Aí fica puxado...

 

 

 

Sobre a Annette Bening, ele me parece realmente melhor neste, mas nada de muito melhor. Os dois trabalhos são corretos. E se for levar em conta que a melhor cena do filme (o que não quer dizer muita coisa) é da Kerry Washington, a coisa fica feia pra Bening.

 

 

 

E Rodrigo Garcia, meu amigo, fica em In Treatment que você ganha mais; que filme vergonhoso!

 

[/quote']

 

 

 

Xiii, isso vai levantar poeira por aqui, haha. O guidon e o FeCamargo vão te bater.

 

 

 

Por acaso vi na penúltima madrugada e adorei o filme e a Bening. Claro que o roteiro é bem espertinho quanto ao cruzamento das histórias, mas não vejo problema nisso, o filme não busca uma grande surpresa no final ou algo do gênero, é de fato previsível. Achei bonita a valorização da maternidade e como o filme coloca a questão da adoção e da forte ligação entre as mães e suas filhas; cada qual com suas formas de lidar com isso, mas sempre sem conseguir romper o vínculo.

 

 

 

--------------

 

 

 

Vi também Kick-Ass, imperdoável o que o Globo de Ouro fez.

 

 

 

Como assim Alice, Angelina Jolie e outras tragédias concorrem em comédia, enquanto que Chloe Moretz, Nicolas Cage e o filme - que eu nem gostei taaanto assim, por vários probleminhas - ficam de fora?!? Uma coisa é indicação política e esnobada garantida como ocorre nos circuitos em geral - e isso eu entendo, faz parte do jogo -, outra é essa bobeirada que os "críticos" internacionais o fazem.

 

 

 

Fora que tinha Toy Story 3 e as outras animações e eu nem vi Scott Pilgrim...

 

Sopa, infelizmente não vi nada disso que você citou no Mother and Child. Pra começar, a estrutura é bem falha, fazendo com que você se esqueça de determinados plots à medida que ele valoriza outros. Como se em alguns momentos do filme as personagens não focadas naquela hora sumissem e voltassem por conveniência narrativa. Isso faz com que o filme seja desconjuntado, desarmonioso e, acima de tudo, pretensioso, porque quer que a gente compre essa lógica irregular (eu não compro).

 

Sobre os dramas, bem rasinho tudo, né? Fora que as construções das personagens beira o amadorismo. "Ela é assim porque foi abandonada, e trata o mundo do jeito que seu abandono fez consigo mesma" Oh! Sinceramente, precisa de mais que isso pra eu achar algo minimamente interessante. Quando eu pensava que a personagem da Naomi Watts fosse ficar interessante, BAM, ela fica grávida e começa a amolecer, e toma as decisões mais imbecis - e convenientes, diga-se de passagem - para que as pecinhas se liguem no final. SPOILER. O que é o fato da Kerry Washington morar na rua da frente da Annette Bening? MEU DEUS!!!

 

Enfim, achei uma merda. Mas Kick-Ass é muito, muito, MUITO bom mesmo!!!

 

Link to comment
Share on other sites

Não deu pra resistir. Assisti "Cisne Negro". Confesso que superou as minhas expectativas, que já eram bem positivas. Darren Aronofsky dirige um filme sublime, do começo ao fim. Pra mim, o melhor do ano, com boa distância. Ainda vou postar minha crítica, mas ainda preciso digerir essa obra-prima.

Link to comment
Share on other sites

 

 

Olha, Mother And Child não é incrível, mas também não acho essa bomba toda que o Thiago pintou...srsrsr. O filme tem sim um esquematismo grande e um erro de roteiro GROTESCO, que é o tempo entre a gravidez de Naomi Watts, com relação ao tempo das outras estórias. É como se ela tivesse ficado grávida por tipo, anos...srsrsr. Eu ria no cinema quando me dei conta disso... 06

 

Agora a atuação da Bening, acho fantástica. Aquela amargura e radicalismo inicial, vão dando lugar a uma personagem mais humana com o passar do filme. Melhor coisa disparada, mas o Rodrigo Garcia precisa mudar. Ele está preso a fórmula de filmes anteriores e isso realmente o está prejudicando.

 

FeCamargo2010-12-23 11:45:06

Link to comment
Share on other sites

Minhas expectativas gigantes talvez tenham prejudicado minha primeira vez com Black Swan (a metáfora sexual inclusive é bem pertinente ao filme). Acabei de assisti-lo' date=' mais espero que goste mais da próxima vez. É, no entanto, no mínimo, um bom filme. Natalie Portman tem uma performance impressionante, ela realmente tem uma entrega corporal imensa e parece que emagreceu para o papel. Mila kunis é uma escolha fantástica, existe uma certa semelhança física com Portman que é muito bem explorada pelo filme. Não acho que sua performance vale uma indicação, mas ela é interessante, sexy, jovem, provavelmente vai ser indicada. Barbara Hershey está muito bem e muito bonita ainda. Enfim, ainda quero ver o filme no cinema.
[/quote']

 

Indicação pra Mila Kunis só se o fime chegar forte no Oscar como tem aparecido nas associações...
Link to comment
Share on other sites

Olha' date=' Mother And Child não é incrível, mas também não acho essa bomba toda que o Thiago pintou...srsrsr. O filme tem sim um esquematismo grande e um erro de roteiro GROTESCO, que é o tempo entre a gravidez de Naomi Watts, com relação ao tempo das outras estórias. É como se ela tivesse ficado grávida por tipo, anos...srsrsr. Eu ria no cinema quando me dei conta disso...

Agora a atuação da Bening, acho fantástica. Aquela amargura e radicalismo inicial, vão dando lugar a uma personagem mais humana com o passar do filme. Melhor coisa disparada e o Rodrigo Garcia precisa mudar. Ele está ficando preso a fórmula de filmes anteriores e isso realmente está prejudicando.
[/quote']

 

Sério que tem esse erro tão primário na história?? PQP...06
Link to comment
Share on other sites

Mother and child começa muito bem, mas degringola da metade para o final. Gosto muito de Benning e Watts no filme e acho a Kerry Washington meio estranha. Ela faz uma coisa com a boca que me lembra um pouco a Renée Zellweguer, com aquele bico irritante. Mas ela tem uma cena realmente muito boa.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Bem que o filme da Sofia podia estar mais bem cotado nessas premiações, pelo menos em roteiro que acho bem melhor do que o The kids are Al right por exemplo.Não entendo  pq a montagem do Scott Pilgim não esta parecendo nas listas de melhores do ano.Seria uma briga pesada com as de A Rede Social e A Origem.Acho as 3 montagens brilhantes.

Link to comment
Share on other sites

Olha' date=' Mother And Child não é incrível, mas também não acho essa bomba toda que o Thiago pintou...srsrsr. O filme tem sim um esquematismo grande e um erro de roteiro GROTESCO, que é o tempo entre a gravidez de Naomi Watts, com relação ao tempo das outras estórias. É como se ela tivesse ficado grávida por tipo, anos...srsrsr. Eu ria no cinema quando me dei conta disso... 06

Agora a atuação da Bening, acho fantástica. Aquela amargura e radicalismo inicial, vão dando lugar a uma personagem mais humana com o passar do filme. Melhor coisa disparada, mas o Rodrigo Garcia precisa mudar. Ele está preso a fórmula de filmes anteriores e isso realmente o está prejudicando.
[/quote']

 

 

Dependendo do ponto de vista, é um tipo de atuação mais interessante do que as do tipo da Portman.  Conheço pessoas que acham Cottilard incrível mas preferem Christie justamente por ser uma coisa mais contida, onde a atuação está num olhar, num pequeno gesto.  Eu gosto dos dois.  A grandiosidade de Theron, Cottilard, Portman e a sutileza de Mirren, Winslet, Moore. 
Link to comment
Share on other sites

 

 

A Sofia conseguiu. Um universo relativamente semelhante a Encontros e Desencontros e ela nos apresenta um outro filme. Outro ponto de vista, outra aproximação de personagem... Somewhere é belíssimo e sem dúvidas o melhor filme que vi recentemente.

 

Na curta e cuidada filmografia dela, eu o coloco no topo. Um caso a se pensar melhor em outras revisitadas.

 

Elle Fanning além de encantadora e talentosa, ainda patina! Morri... 08

 

FeCamargo2010-12-23 14:16:56

Link to comment
Share on other sites

Bem que o filme da Sofia podia estar mais bem cotado nessas premiações' date=' pelo menos em roteiro que acho bem melhor do que o The kids are Al right por exemplo.Não entendo  pq a montagem do Scott Pilgim não esta parecendo nas listas de melhores do ano.Seria uma briga pesada com as de A Rede Social e A Origem.Acho as 3 montagens brilhantes.[/quote']

 

O problema é que basicamente (e historicamente) os 5 indicados em Edição são aqueles que concorrem a Melhor Filme.

Pode pegar a lista de indicados dos últimos 5 ou 10 anos e repare...

Caso parecido acontece com Fotografia (mas acho que com menos intensidade).

 

Logo, as chances de Scott Pilgrim entrar são ínfimas...

 

 
Link to comment
Share on other sites

Mais prêmios...

 

Utah Film Critics Association

Melhor Filme: 127 Hours e The Social Network (empate) / Melhor Direção: David Fincher e Christopher Nolan (empate) / Melhor Ator: James Franco / Melhor Atriz: Natalie Portman / Melhor Ator Coadjuvante: Christian Bale / Melhor Atriz Coadjuvante: Jacki Weaver / Melhor Roteiro: The Social Network. 
Link to comment
Share on other sites

Sobre as trilhas sonoras, concordo com o resto do pessoal. Essas regras acabam por tirar boa parte da graça da categoria, e normalmente sempre entram alguns candidatos que não mereciam estar ali de jeito nenhum. Uma pena sobre a trilha de Cisne Negro, baixei esses dias e é realmente bem boa. Sobre as ainda elegíveis, gosto bastante da de Como Treinar o Seu Dragão (um prazer, assim como o filme) e da do Trent Reznor pra A Rede Social, que é muito legal, embora pareça ser um pouco fora dos padrões da academia, mas o filme tá tão forte que deve entrar. Tenho ouvido bastante essa última.

 

Mas não adianta, minha favorita do ano ainda é a do Desplat pra O Escritor Fantasma, que provavelmente vai ser esquecida. Um crime...

 

-------------------

 

ps; Somewhere vazou inclusive em 720p. Wtf. Não esperava assim tão cedo.
Link to comment
Share on other sites

Dark, podemos inverter alguma pontuação sim, vcs que sabem, o bolão é de todos nós, qualquer sugestão é bem vinda pra debate.

 

 

Off topic

Hoje vi o Mother and Child' date=' do Rodrigo Garcia. É quase tão ruim quanto The Kids Are Allright, se é pra comparar filmes da Annette Bening. Aliás, é pior! Ambos são pretensiosos, mas esse aí ainda tem o lance das tramas interligadas. Aí fica puxado...

Sobre a Annette Bening, ele me parece realmente melhor neste, mas nada de muito melhor. Os dois trabalhos são corretos. E se for levar em conta que a melhor cena do filme (o que não quer dizer muita coisa) é da Kerry Washington, a coisa fica feia pra Bening.

E Rodrigo Garcia, meu amigo, fica em In Treatment que você ganha mais; que filme vergonhoso!
[/quote']

Xiii, isso vai levantar poeira por aqui, haha. O guidon e o FeCamargo vão te bater.

Por acaso vi na penúltima madrugada e adorei o filme e a Bening. Claro que o roteiro é bem espertinho quanto ao cruzamento das histórias, mas não vejo problema nisso, o filme não busca uma grande surpresa no final ou algo do gênero, é de fato previsível. Achei bonita a valorização da maternidade e como o filme coloca a questão da adoção e da forte ligação entre as mães e suas filhas; cada qual com suas formas de lidar com isso, mas sempre sem conseguir romper o vínculo.

--------------

Vi também Kick-Ass, imperdoável o que o Globo de Ouro fez.

Como assim Alice, Angelina Jolie e outras tragédias concorrem em comédia, enquanto que Chloe Moretz, Nicolas Cage e o filme - que eu nem gostei taaanto assim, por vários probleminhas - ficam de fora?!? Uma coisa é indicação política e esnobada garantida como ocorre nos circuitos em geral - e isso eu entendo, faz parte do jogo -, outra é essa bobeirada que os "críticos" internacionais o fazem.

Fora que tinha Toy Story 3 e as outras animações e eu nem vi Scott Pilgrim...

 

Nem tinha pensado nisso, mas é verdade. Fica ainda mais vergonhoso... aliás, a única coisa que se salva pra mim nas indicações de comédia é a menção a Emma Stone. Ela realmente mereceu a indicação. Mas de qualquer maneira Easy A,que é um filme bacaninha,  também ficou de fora pra coisas como Alice e etc...

 

Sobre Toy story, não sei,  mas nunca vejo animações indicadas a melhor filme nos globes, não mais ao menos, desde que começou a ter uma categoria de animação própria. A categoria certamente precisava dessa vez.

 

Mas enfim, é um grupo de jornalistas idosos, na sua maioria estrangeiros, que tão cada vez mais piorando o gosto e nem prever o oscar mais direito conseguem. Ainda lembro um pessoal aqui jurando que Avatar ia vencer depois que bateu The Hurt Locker ano passado.
Link to comment
Share on other sites

 

Sim' date=' para sincronizar no final todas as estórias, devido a idade da bebê... a gravidez da Naomi durou alguns anos...[img']smileys/06.gif" align="absmiddle" alt="06" />...Já tem Somewhere da Sofia para baixar também. smileys/03.gif" align="absmiddle" alt="03" />

 

 

 

 

Me manda aquele MP básico por favor!^-^

Link to comment
Share on other sites

Bem que o filme da Sofia podia estar mais bem cotado nessas premiações' date=' pelo menos em roteiro que acho bem melhor do que o The kids are Al right por exemplo.Não entendo  pq a montagem do Scott Pilgim não esta parecendo nas listas de melhores do ano.Seria uma briga pesada com as de A Rede Social e A Origem.Acho as 3 montagens brilhantes.[/quote']

 

 

 

Apesar de não ter gostado quanto você, o Rike e o FeCamargo, tenho de concordar. Espero que ele surpreenda em alguma categoria, como a vitória de Maria-Antonieta em figurino (ao lado da vitória de O Segredo dos Seus Olhos este ano, foi uma das coisas que me fez pular do sofá e ir à varanda gritar, haha).

 

 

 

Ao contrário de vocês, acho o filme o menos bom da Sofia... Aliás, ainda que adore todos, reparei que ela vem caindo no meu conceito. Meu favorito é Virgens Suicidas, o impacto daquela obra foi demais para mim. Revi Encontros e Desencontros pouco depois de ver o novo e, se este cresceu no meu conceito, Somewhere caiu, por ser bem similar àquele.

 

 

 

Quanto às montagens, como disse o Sall, o problema é que pelo menos quatro dos indicados faziam parte dos cinco indicados a melhor filme. Como agora são dez na categoria principal, é óbvio que os cinco de edição estarão lá e como Scott Pilgrim está longe de figurar no top 10...

 

 

 

Elle Fanning além de encantadora e talentosa' date=' ainda patina! Morri... [/quote']

 

 

 

Puxa, ao ver Kick-Ass tinha certeza de que tinha visto outra atriz mirim loirinha brilhando num filme recente e achei que conhecia a Moretz dessa obra aí, mas confundi com a Fanning. Como admirador da beleza loira, confesso que as queria como filhas. 06.gif

 

 

 

Sobre as trilhas sonoras' date=' concordo com o resto do pessoal. Essas regras acabam por tirar boa parte da graça da categoria, e normalmente sempre entram alguns candidatos que não mereciam estar ali de jeito nenhum. Uma pena sobre a trilha de Cisne Negro, baixei esses dias e é realmente bem boa. Sobre as ainda elegíveis, gosto bastante da de Como Treinar o Seu Dragão (um prazer, assim como o filme) e da do Trent Reznor pra A Rede Social, que é muito legal, embora pareça ser um pouco fora dos padrões da academia, mas o filme tá tão forte que deve entrar. Tenho ouvido bastante essa última.[/quote']

 

 

 

Concordo quanto à de A Rede Social em tudo. Não levará, mas o caso é bem similar ao de Slumdog Millionaire a meu ver; trilha diferente, mas como é o filme do ano, estará no top 5.ltrhpsm2010-12-24 00:06:21

Link to comment
Share on other sites

Sobre Toy story' date=' não sei, mas nunca vejo animações indicadas a melhor filme nos globes, não mais ao menos, desde que começou a ter uma categoria de animação própria. A categoria certamente precisava dessa vez.

 

 

 

Mas enfim, é um grupo de jornalistas idosos, na sua maioria estrangeiros, que tão cada vez mais piorando o gosto e nem prever o oscar mais direito conseguem. Ainda lembro um pessoal aqui jurando que Avatar ia vencer depois que bateu The Hurt Locker ano passado.[/quote']

 

 

 

Não tinha me lembrado disso; como eles tinham indicado os outros Toy Story há séculos fiquei na expectativa. Por essas razões não gosto da categoria de animação. É bom para revelar os filmes que não sejam da Pixar, mas, por outro lado, é tão previsível o vencedor e ainda tira a chance de o filme ser lembrado na categoria principal (ok que o Oscar vai lembrar agora, mas graças às dez vagas).

 

 

 

Filme estrangeiro faz tempo que não aparece na categoria principal também, hein? Nas duas premiações... Tirando O Tigre e o Dragão, nem me lembro de outro destaque na década.

 

 

 

E, de fato, a premiação perdeu parte da graça por ter nomes repetidos e estar afastada do Oscar. Por um lado é bom ter essa "independência" (na verdade, eu acreditei mais em Guerra ao Terror graças à derrota no Globo, já que nessa década os caras erraram quase tudo - perdi as contas, mas fiz no começo do ano; devem ter batido em uns 30%), mas, por outro, vira uma bobagem sem tamanho. Enfim... Como eu não sou fã de séries, gosto dea acompanhar a premiação também para saber um pouco mais delas.

Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...