Jump to content
Forum Cinema em Cena

Você Gosta de Filmes "Ruins"? Por quê?


Perucatorta
 Share

Recommended Posts

essa última frase do Raziel faz bastante sentido.

 

sobre o exemplo do peruca: eu acho que como o cinema é 90% ou mais parte emocional, um filme pode vir a cair bem em uma determinada hora, num determinado tipo de humor do espectador, na hora em que assiste. reunir a galera pra assistir Two Lovers provavelmente vai dar gente engatando um ronco e outros tantos reclamando de chatice, vale mais assistir um Massacre da Serra Elétrcia (remake) que tem mais a ver com esse espírito de get together.

 

 

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 158
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

 Recentemente ví CINDERELA BAIANA, com a Carla Perez. O filme é ruim em todos os aspectos, mas há muito tempo não ria tanto vendo um filme.

 

 A quuestão é, o filme funcionou comigo como humor, mas esse claramente não era o seu objetivo. Isso o torna ruim? Essa é a questão. Eu acho q o filme é ruim sim em nivel d qualidade, pois claramente não cumpriu seus objetivos, mas isso não quer dizer q não possa divertir.
Link to comment
Share on other sites

 Sempre dizem q é mais facil dizer oq não é, do q oq é. E é verdade.

 

O filme deveria ser um romance, nem uma comedia rômantica. Não sei dizer qual era o objetivo, mas sei dizer qual não era. claramente fazer o espectador rir a cada três minutos não era o objetivo. O filme tem mais humor involuntario do q espinhos em um porco espinho.
Link to comment
Share on other sites

 

"O objetivo do tópico é discutir se é possível identificar muitas "falhas" grosseiras em um filme e se divertir"

 

Nesse caso depende se o diretor consegue cumprir sua obra, mesmo com algumas falhas. Qualquer filme tem falhas, mas se as falhas forem o elemento principal do filme e comprometer a obra toda, então é ruim sim. Considerando um filme com um monstro malfeito em 3D ou claramente de borracha que deve ser combatido, por estar destruindo uma cidade por exemplo (alguns podem associar isso apenas uma limitação). Nesse caso, o elemento principal já deixa parte da obra frustrada por não conseguir transmitir uma sensação de medo ou realidade, mas por outro lado pode provocar risos por ser tão malfeito. Mas isso não é suficiente para dizer se o filme é ruim ou não, tem que considerar o "todo". Tecnicamente é ruim, mas um filme não pode ser considerado ruim só porque não é impecável tecnicamente. No caso de situações inconcebíveis e engraçadas, também não é o suficiente para avaliar a obra, depende do contexto.

 

Em filmes de terror é comum uma cena que remeta a humor, que pode aparentar incompetência do diretor, mas também pode ser de propósito. É como se a situação incorporasse uma paródia, mas quando isso passa a ser o plano central e não funciona, acaba comprometendo e aí sim temos um filme ruim.

 
Link to comment
Share on other sites

Então você não curte humor involuntário? Eu acho show.

 

Mas o que tu considera "involuntário" ? Citando o seu próprio exemplo do cara que faz o coquetel molotov, tu não acha que isso foi intencional ? Eu não tenho dúvidas que existe uma "maldade" ali, que o cara já tá fazendo um filme de plot e execução totalmente batidas, de espírito trash, então pensa "por que não perder a linha com isso aqui ?".

Não existe produção de um filme que um "erro" desse porte passe como despercebido, ou levado realmente a sério, essa "inocência" não chegaria a um estúdio de cinema hoje. Isso é só um gancho pra trazer ao filme essa aura de trashy - de certa forma, me lembra os filmes do Lucio Fulci, que o cara tá usando uma pistola, as balas acabam, e na tomada seguinte o cara tá dando tiro de novo. É liberdade artística po, e desde que o resultado funcione comigo, eu acho que tem mais é que estimular mesmo. Cinema não é realidade...
Link to comment
Share on other sites

 

Eu acho que é possível que seja um "erro", não no sentido de "foi sem querer", mas no sentido de ir contra a idéia original sem precisar. Só pra complementar, o molotov foi utilizado como pretexto pra tacar fogo na casa, pois o cara achou que terminar com a house on fire seria mais assustador or whatever.  O filme flerta deliberadamente com o trash em algumas cenas (e quando faz é onde funciona melhor mesmo), mas não acho que essa era a idéia aqui.

 

Mas se quer outro exemplo, pegue o Plan 9 mesmo. Bizarramente, não creio que ele foi feito para ser engraçado.

 

Perucatorta2010-01-14 17:17:41

Link to comment
Share on other sites

Entendi. Mas aí tratavam-se de outros tempos né, Ed Wood foi praticamente a gênese do cinema independente, parada tão amadora que dá pra dizer que era feita nas coxas. E realmente, não foi feito pra ser engraçado...

Agora, quando é o caso de ser RUIM de verdade (como o exemplo lá da carla perez que citaram), daí a piada pode até funcionar, mas uma vez só. E ainda assim, duvido que alguém encare um filme com a carla perez como "um filme" né. Tu já vai sabendo que vai ser só uma chacota.
Link to comment
Share on other sites

Você não tem nenhum "guilty pleasure"? Algum filme que é um apanhado de elementos que tu não considera da melhor qualidade individualmente mas que' date=' por algum acaso, funcionam quando agrupados, intencionalmente ou não? Eu tenho vários assim. Não consigo estabeler alguma regra para o que vai me agradar, às vezes sou pego de surpresa.[/quote']

 

 

 

Lembro da época em que fizeram um tópico dedicado a esse assunto lá no cCc. Esse termo, o tal do guilty pleasure, é muito complicado pra mim, porque eu realmente não me sinto nem um pouco culpado por gostar de um filme. Já pedi para diversas pessoas que me definissem o espírito da expressão, e com algum esforço te digo que apesar de conseguir apontar várias opções estúpidas em Todo mundo em pânico 3, ele foi um filme que me fez rir um bocado na época de seu lançamento. Com a diferença que eu sei o porquê delas serem efetivas em mim. Um filme cujo humor de muitas cenas me afastam e que em outras me aproxima, que casa com o meu gosto.

 

 

 

É o mais próximo que consigo chegar com essa proposta. No geral, se eu não curto um filme eu não gosto mesmo. É bem raro acontecer algo misterioso no sentido de "como fui gostar de um filme com tantas cenas ruins? E com tantos detalhes terríveis nessas cenas toscas. Ah, só sei que gostei". Tanto que não me lembro de nenhum caso.

 

 

 

E A dama na água não é de modo algum um prazer culpado. Reconheço muitas falhas no filme, assim como sei dizer muito bem seus inúmeros acertos. E alguns deles são, a meu ver, maravilhosos. Entendo perfeitamente quem não curte o filme, mas comigo ele funciona que é uma beleza.

 

 

 

De todo modo, eu também não costumo estabelecer o que me agrada e o que me repele. Mas é natural que com o tempo as nossas predileções já estejam bem definidas. Mesmo assim, passo longe de engessá-los, como muitas pessoas fazem.

Link to comment
Share on other sites

Entendi. Mas usei a expressão por usar também. Até acredito que tenha gente que tem vergonha (ou culpa) de admitir que gosta de determinado filme, mas a idéia aqui é gostar de algo que muita gente acha ruim.

 

E agora já temos uma kriptonita sua, assim como Transformers é a minha e Episódio 1 é a do Dook, hehehe

 

 

Link to comment
Share on other sites

E tem cena pra isso ?

O pior é q não.06 É q no filme a Carla Perez é uma moça muito pura, sabe06 Ela anda de microsaia e minishort o filme todo, mas é muito pura.06

 

 Claro q eu não ví o filme esperando um grande filme do cinema nacional. Ok, eu confesso, no começo achei q fosse um pôrno mesmo06, mas quando ví o horario notei q a informação não procedia. Mas o filme tem erros tão grotescos, e muitas vezes em cenas q deveriam ser dramaticas... Meu, é um achado da ruindade.

 

 A questão é q como o SCHON disse, não vai funcionar d novo entende. Por isso apesar d ele ter me feito rir pacas, eu provavelmente não vou rir d novo. E é claro e notorio q o diretor não queria me divertir tanto. Em resumo, eu me diverti, mas isso não faz do filme bom, pelo menos pra mim. 
Link to comment
Share on other sites

Hum.

Eu acho a discussão interessante!

 

Na minha opinião, é tudo questão de bom senso. Para ilustrar, vou usar um exemplo.

 

Núcleo - Missão ao Centro da Terra. Terrível, correto? Direção constrangedora, roteiro amador, situações e momentos cretinos. Entretanto, não nego que me diverti assistindo. Foi um passatempo, me entreteu.

 

Não acho que devemos nos envergonhar por gostar de um filme assumidamente ruim.

 

Aliás, acho a recíproca verdadeira também. Se às vezes gostamos de filme ruins, podemos, muito bem, não gostar de filmes bons. Aliás, acho que qualidade nem sempre está relacionada a gosto pessoal.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

PT. Posso usar outro exemplo?

 

Hitchcock e Psicose. A pessoa pode não gostar do filme, mas afirmar que ele é mal dirigido, que possui uma péssima montagem... É algo absurdo. A história do cinema, o próprio cinema acaba definindo sua qualidade.

 

Assisti a Moon outro dia. Achei a atuação do Sam Rockwell incrível, o desenho de produção fantástico, a direção precisa. Mas o filme não desceu. Não me agradou, não me envolveu. Entretanto, reconheço o valor que ele possui.

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

PT. Posso usar outro exemplo?

 

Hitchcock e Psicose. A pessoa pode não gostar do filme' date=' mas afirmar que ele é mal dirigido, que possui uma péssima montagem... É algo absurdo. A história do cinema, o próprio cinema acaba definindo sua qualidade.

 

Assisti a Moon outro dia. Achei a atuação do Sam Rockwell incrível, o desenho de produção fantástico, a direção precisa. Mas o filme não desceu. Não me agradou, não me envolveu. Entretanto, reconheço o valor que ele possui.

 

[/quote']

 

Ok, usando o seu exemplo, Moon é um bom ou mal filme pra você?

 

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Casos que eu considero guilty pleasures são aqueles filmes manipuladores, que todos aqui já estão cansados de ver por aí... Comédia Romântica talvez seja o gênero mais comum onde isso acontece (inclusive alguém uma vez disse que não existem obras-primas deste gênero, o que é uma observação interessante). Troca de olhares entre atores, situações ultra-arranjadas e idealizadas, além da "boa" e velha trilha intrusiva.

 

Vc pega essa joça aqui:

 

large_7432bba5a3014848b6d284f42c9a0f38.jpg

 

Já vi umas 3 vezes, a noite na TV. 5 Estrelas.06

 

 
Link to comment
Share on other sites

 

PT. Posso usar outro exemplo?

 

Hitchcock e Psicose. A pessoa pode não gostar do filme' date=' mas afirmar que ele é mal dirigido, que possui uma péssima montagem... É algo absurdo. A história do cinema, o próprio cinema acaba definindo sua qualidade.

 

Assisti a Moon outro dia. Achei a atuação do Sam Rockwell incrível, o desenho de produção fantástico, a direção precisa. Mas o filme não desceu. Não me agradou, não me envolveu. Entretanto, reconheço o valor que ele possui.

 

[/quote']

 

Ok, usando o seu exemplo, Moon é um bom ou mal filme pra você?

 

É muito relativo, Sapo.

Não acho que analisar filmes envolva somente o aspecto "pessoal", entende?

Digo. O filme não cai no meu gosto, então eu não acho ele bom para mim! Mas reconheço o valor artístico dele!

 

Link to comment
Share on other sites

Entendi. Mas usei a expressão por usar também. Até acredito que tenha gente que tem vergonha (ou culpa) de admitir que gosta de determinado filme' date=' mas a idéia aqui é gostar de algo que muita gente acha ruim.E agora já temos uma kriptonita sua, assim como Transformers é a minha e Episódio 1 é a do Dook, hehehe[/quote']

 

 

 

Então é isso mesmo, porque eu sei e compreendo mesmo porque a maior parte das pessoas detesta Todo mundo em pânico 3. Que há muita coisa estupidamente ruim no filme eu não tenho dúvida. Mas tem coisas que me fazem rir de verdade. Não são muitas, e foi há um certo tempo, mas nem vou nem dizer quais são, pois a coisa pode ficar mais feia ainda pro meu lado! Hahaha.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...