Jump to content
Forum Cinema em Cena
Sign in to follow this  
-felipe-

Oscar 2010: Indicados e Previsões

Recommended Posts

Un Prophete do Jacques Audiard' date=' Abraços Pardidos do Almodóvar, A Procura de Eric do Ken Loach, 35 Doses de Rum da Claire Denis, Goodbye Solo do Ramin Bahrani, Amantes do James Gray, Um Homem Sério dos irmãos Coen, Mother do Joon Ho-Bong, 500 dias com Ela do Marc Webb, Onde Vivem os Monstros do Spike Jonze, La Nana de Sebastián Silva, Seraphine de Martin Provost, A Fita Branca do Haneke, Bem vindo do Philippe Lioret, Fish Tank da Andrea Arnold, Bright Star da Jane Campion...

 

Isso que eu fui lembrando assim na doida. Todo ano existem filmes bons e ruins, é só procurar e não se apegar exclusivamente a Oscar e hollywood.
[/quote']

 

 

[2] aqui.

 

Eu também vi e adorei Bem-vindo. Um Gran Torino melhorado e pra mim o melhor francês de um ano com várias pérolas de lá.

 

E falando em francesaiada, Un Prophete  - que ainda não vi - é mais um que foi chutado para o meio do ano...

Share this post


Link to post
Share on other sites

.. do blog anamariabahiana ..

 

 

 

"Numa interessante matéria da Entertainment Weekly desta semana (que infelizmente não está online), 3 entre 4 acadêmicos entrevistados garantiram que votaram em Meryl Streep na categoria…. O que isso pode indicar? Que o furor em torno de Sandra Bullock esmoreceu depois do prêmio da SAG, com Meryl Streep disparando. Seria seu primeiro Oscar desde A Escolha de Sofia, em 1982. Interessante…"

Share this post


Link to post
Share on other sites
.. do blog anamariabahiana ..

"Numa interessante matéria da Entertainment Weekly desta semana (que infelizmente não está online)' date=' 3 entre 4 acadêmicos entrevistados garantiram que votaram em Meryl Streep na categoria…. O que isso pode indicar? Que o furor em torno de Sandra Bullock esmoreceu depois do prêmio da SAG, com Meryl Streep disparando. Seria seu primeiro Oscar desde A Escolha de Sofia, em 1982. Interessante…"[/quote']

 

Bem como a Bahiana disse, a Bullock é de uma simpatia enorme, mas premiá-la por este filme será uma daquelas premiações medíocres, muito mais por motivos extra-trabalho-indicado, do que pelo filme em que ela concorre. Premiar a Streep não seria injustiça de forma alguma pois o que essa mulher faz em cena é assustador (quem ainda duvida que o trabalho dela é bem mais profundo do que parece é só dar uma procurada pela verdadeira Julia Child no Youtube). Mas como grande fã dessa gigante, não queria vê-la premiada por uma comédia. Porém, se vier o prêmio, tomara que ela tome uma maracujina na veia, descanse uns dois anos e volte num drama foda mesmo, aí sim para ganhar um Oscar numa temporada à la Helen Mirren, arrebatando tudo em seu caminho, e de uma vez por toda sacudir o reinado inabalável da Katherine Hepburn com seus quatro Oscars, um enorme exagero, na minha opinião.

 

  

meryl-streep-julie-julia_0.jpg

 

P.S.: Alguém leu a super matéria que a Isabela Boscov fez sobre a Meryl, na última Veja? Meu, Streep já é precocemente lendária! 

  

 
Daniel Aires2010-03-04 19:49:11

Share this post


Link to post
Share on other sites
Un Prophete do Jacques Audiard' date=' Abraços Pardidos do Almodóvar, A Procura de Eric do Ken Loach, 35 Doses de Rum da Claire Denis, Goodbye Solo do Ramin Bahrani, Amantes do James Gray, Um Homem Sério dos irmãos Coen, Mother do Joon Ho-Bong, 500 dias com Ela do Marc Webb, Onde Vivem os Monstros do Spike Jonze, La Nana de Sebastián Silva, Seraphine de Martin Provost, A Fita Branca do Haneke, Bem vindo do Philippe Lioret, Fish Tank da Andrea Arnold, Bright Star da Jane Campion...

 

Isso que eu fui lembrando assim na doida. Todo ano existem filmes bons e ruins, é só procurar e não se apegar exclusivamente a Oscar e hollywood.
[/quote']

 

Post perfeito.

 

Outras adições: Polícia, Adjetivo (Politist, Adjectiv, Corneliu Porumboiu); O Fantástico Sr. Raposo (Fantastic Mr. Fox, Wes Anderson); Arraste-me para o Inferno (Drag Me To Hell, Sam Raimi); É Proibido Fumar (Anna Muylaert); O Segredo dos Seus Olhos (El Secreto de Sus Ojos, Juan José Campanella); Five Minutes of Heaven (Oliver Hirschbiegel); Mary and Max (Adam Elliot); Tudo Pode Dar Certo (Whatever Works, Woody Allen); Vício Frenético (Bad Lieutenant: Port of Call New Orleans, Werner Herzog); London River (Rachid Bouchareb)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Un Prophete do Jacques Audiard' date=' Abraços Pardidos do Almodóvar, A Procura de Eric do Ken Loach, 35 Doses de Rum da Claire Denis, Goodbye Solo do Ramin Bahrani, Amantes do James Gray, Um Homem Sério dos irmãos Coen, Mother do Joon Ho-Bong, 500 dias com Ela do Marc Webb, Onde Vivem os Monstros do Spike Jonze, La Nana de Sebastián Silva, Seraphine de Martin Provost, A Fita Branca do Haneke, Bem vindo do Philippe Lioret, Fish Tank da Andrea Arnold, Bright Star da Jane Campion...

 

 

 

Isso que eu fui lembrando assim na doida. Todo ano existem filmes bons e ruins, é só procurar e não se apegar exclusivamente a Oscar e hollywood.
[/quote']

 

 

 

Já vi o 500 dias com ela, que gostei bastante. Alguns estão na minha lista já (A Fita Branca, Mother e Onde Vivem os Monstros). A Fita Branca ainda não tem em DVD, correto? Mas enfim, obrigado, vou ver do que se tratam os sugeridos que não conheço.

 

 

 

Só a última frase que magoou. 04.gif06.gif Ao Oscar eu nunca me apego, já a Hollywood... grande maioria do que assisto (à exceção de um ou outro terror oriental, espanhol, etc).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Outras adições: Polícia' date=' Adjetivo (Politist, Adjectiv, Corneliu Porumboiu); O Fantástico Sr. Raposo (Fantastic Mr. Fox, Wes Anderson); Arraste-me para o Inferno (Drag Me To Hell, Sam Raimi); É Proibido Fumar (Anna Muylaert); O Segredo dos Seus Olhos (El Secreto de Sus Ojos, Juan José Campanella); Five Minutes of Heaven (Oliver Hirschbiegel); Mary and Max (Adam Elliot); Tudo Pode Dar Certo (Whatever Works, Woody Allen); Vício Frenético (Bad Lieutenant: Port of Call New Orleans, Werner Herzog); London River (Rachid Bouchareb)
[/quote']

 

 

 

Obrigado também. Desses, já vi o Arraste-me para o Inferno(tive sérios "poréns" com o filme, mas pretendo reavaliar em uma segunda assistida), e quero ver O Fantástico Senhor Raposo. Vou prestar atenção nos outros. 03.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tenho uma tese meio doida sobre filme estrangeiro: se o Almodóvar e o Tarantino realmente apresentarem a categoria, o Haneke leva numa boa, pois acho que eles não iriam chamar dois grandes nomes pra entregar o Oscar para um diretor menos prestigiado.  Agora se houver surpresa, acho que o filme israelense pode levar, pois sua narrativa lembra Crash (multi-plot) e há três anos seguidos que Israel é indicado, sendo que ano passado o filme era favorito e perdeu pra o japonês.  Mas ainda acho que A Fita Branca leva, tendo  Un Prophete  como a maior ameaça.

Share this post


Link to post
Share on other sites
.. do blog anamariabahiana ..

"Numa interessante matéria da Entertainment Weekly desta semana (que infelizmente não está online)' date=' 3 entre 4 acadêmicos entrevistados garantiram que votaram em Meryl Streep na categoria…. O que isso pode indicar? Que o furor em torno de Sandra Bullock esmoreceu depois do prêmio da SAG, com Meryl Streep disparando. Seria seu primeiro Oscar desde A Escolha de Sofia, em 1982. Interessante…"[/quote']

 

Essa amostra é insignificante e gostaria de ver a Sandra Bullock ganhando o Oscar. Gosto dela como atriz, é carismática e tal, além de ser muito bonita. Não posso dizer se seria justo ou não pq não a vi no filme e nem mesmo todas as outras indicadas (e todas as outras atuações femininas do ano), mas um Oscar seria bacana pra ela. Ainda assim que está mais pra ela do que para a Streep.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

Un Prophete do Jacques Audiard' date=' Abraços Pardidos do Almodóvar, A Procura de Eric do Ken Loach, 35 Doses de Rum da Claire Denis, Goodbye Solo do Ramin Bahrani, Amantes do James Gray, Um Homem Sério dos irmãos Coen, Mother do Joon Ho-Bong, 500 dias com Ela do Marc Webb, Onde Vivem os Monstros do Spike Jonze, La Nana de Sebastián Silva, Seraphine de Martin Provost, A Fita Branca do Haneke, Bem vindo do Philippe Lioret, Fish Tank da Andrea Arnold, Bright Star da Jane Campion...

 

Isso que eu fui lembrando assim na doida. Todo ano existem filmes bons e ruins, é só procurar e não se apegar exclusivamente a Oscar e hollywood.
[/quote']

 

Post perfeito.

 

Outras adições: Polícia, Adjetivo (Politist, Adjectiv, Corneliu Porumboiu); O Fantástico Sr. Raposo (Fantastic Mr. Fox, Wes Anderson); Arraste-me para o Inferno (Drag Me To Hell, Sam Raimi); É Proibido Fumar (Anna Muylaert); O Segredo dos Seus Olhos (El Secreto de Sus Ojos, Juan José Campanella); Five Minutes of Heaven (Oliver Hirschbiegel); Mary and Max (Adam Elliot); Tudo Pode Dar Certo (Whatever Works, Woody Allen); Vício Frenético (Bad Lieutenant: Port of Call New Orleans, Werner Herzog); London River (Rachid Bouchareb)

Saulo e Luizz, adorei as sugestões. Desses só vi Drag me To Hell, Two Lovers e Vício Frenético. Gosto dos 3, mas não demais. Normalmente vejo muitos filmes não-hollywoodianos. Esse ano vi pouquíssimos filmes fora do circuito por falta de tempo mesmo.

Mr. Scofield2010-03-04 21:49:58

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Também gostaria de ver Sandra vencendo. Gostei de seu trabalho no filme. É que ficamos comparando SANDRA x MERYL. E aí é covardia. 

Sync2010-03-05 00:53:34

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não sei, eu acho a Sandra realmente fraca aqui, de verdade; mas as concorrentes não empolgam, então sei lá, entre ela e a Meryl eu prefiro a Meryl, mas seria uma vitória meio amarga, por um filme bem questionável, atuação dentro do esperado, não sei, talvez fosse melhor, como já sugeriram aqui, esperar e dar o prêmio em outra performance dela, melhor. Já a Sandra, possivelmente, não terá outra chance, mas vencer por isso?O filme é péssimo, e ela não faz nada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Também gostaria de ver Sandra vencendo. Gostei de seu trabalho no filme. É que ficamos comparando SANDRA x MERYL. E aí é covardia. 

 

Eu tb penso assim.... e na pior das hipóteses sigo a lógico do que o panta comentou... essa é uma oportunidade única para a Sandra. Já para a Streep, o ano que vem ela tá de volta... rs

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

O Lumiere bem lembrou do Vício Frenético do Werner Herzog.16

 

E pra não parecer que sou metido a indie-cult06, o filme do Tarantino é genial.

 

saulomeri2010-03-05 09:51:43

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa cena dela segurango o frango é constrangedora.  Eu também acho furada essa história aí do blog da Ana Maria (eu gosto muito dela).  Lembrem-se que no Globo de Ouro, um grupo infinitamente inferior ao do Oscar, ela, que vota, disse que Avatar não seria sequer indicado, porém ele foi e ganhou.  Sem contar ano passado, com a história de que teria vazado que a Hathaway teria ganho o prêmio de atriz em drama e quem foi a vencedora?  Ano passado também, segundo os jornais, Amy Adams e Rourke iriam ganhar o Oscar.  Ganharam?  Pra mim não passa de especulação, acho que não vão desperdiçar talvez a única chance de premiarem a Bullock.  É só prestar atenção na equação: Sandra Bullock+dois grandes sucessos de público no mesmo ano = audiência.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Finalmente, pude conferir ontem o favorito a ser O filme da noite do Oscar: The Hurt Locker (Guerra ao Terror).

Não, não me animei a conferi-lo no Cinema. Afinal, há tempos, já o tinha percebido na prateleira da locadora e não tive nenhuma vontade de vê-lo; mas o fiz em alto nível (TV de 42”, em HD e som 5.1).

Depois de 131min percebi os porquês de, eventualmente, vir a ser o filme mais premiado da noite: é um típico filme americano (militar fodão, “corajoso” – entenda-se, maluco – que salva o dia, colocando na reta o dele e dos seus budys) que, de modo velado, enfia metade do dedo na ferida aberta da guerra estúpida do Iraque (que segue adiante...). A Academia gosta desse tipo de filme, mesmo o mise-em-scène não sendo ufanista, tá tudo lá.

Detalhe: interessante ver aqui pessoas criticando o roteiro de Avatar e jogando o desse filme nas alturas já que a história de THL é da profundidade de um pires. O único grande mérito é ser enxuto e direto já que praticamente cola no personagem Will James, um sargento especialista egoísta, viciado, perturbado, masoquista e perdido. Baseado nas desventuras diárias do cara, o filme é quase um tratado niilista (sai do nada e não leva a lugar algum) e pessimista sobre o ser humano. E finaliza com uma mensagem clara: você pode ser um escroto filho da puta, não saber pra onde ir e o que quer da vida, mas se é bom em algo (mesmo que não faça sentido algum a serventia desse dom), pelo menos isso pode te manter vivo. Mesmo que sua vida seja uma grande bosta.

Dos três grandes concorrentes à Melhor Filme (Avatar, Bastardos Inglórios e Guerra ao Terror) é o mais fraco. Mãsss... como é bem filmado (fato indubitável) e traz uma história que mexe com fatos emocionalmente estreitos e pertinentes à nação yankee, deve levar o careca de Melhor Filme ou de Melhor Diretor (particularmente acho que não leva os dois...).

O filme é bom, bem atuado (Anthony Mackie está muito melhor que Jeremy Renner e nem indicado foi. Vai entender...), muito bem editado, tem cenas antológicas (beleza plástica da cena inicial, o confronto no deserto e a cena do “corredor de cereais”), uma fotografia e som fodas, mas o filme em si não é essa Brastemp, não.

Vejamos o que vai acontecer na noite do Oscar em relação à essa incensada obra da Kathryn Bigelow... Façam suas apostas.

PS 1: vamos combinar que essa mania de filmar a la Paul Greengrass já deu o que tinha que dar, né? Que saco esse negócio de enquadrar tudo com delirium tremens...   

PS 2: Ahh, não podia deixar de comentar: o filme é tenso pra cacete!! Outro grande mérito do longa.      

Deadman2010-03-05 14:12:46

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Deadman, seu post sobre The Hurt Locker é a CONTRADIÇÃO em pessoa 06

 

Tô sem tempo agora, depois faço um breve comentário sobre cada parágrafo seu.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Deadman' date=' seu post sobre The Hurt Locker é a CONTRADIÇÃO em pessoa 06

 

Tô sem tempo agora, depois faço um breve comentário sobre cada parágrafo seu.

 

 
[/quote']

 

 Manda bala!! machinegun

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...