Jump to content
Forum Cinema em Cena

O Que Você Anda Vendo e Comentando?


Nacka
 Share

Recommended Posts

 

Revisto:

 

Daylight (Rob Cohen' date=' 1996)

 

Olha, eu sempre fui um dos defensores

do Stallone. O cara é limitado mas já entregou algumas atuações muito

boas, além de uma espetacular em Rambo. Mas cara, aqui o bichinho está

b-a-d! O filme já não ajuda muito, mas ele parece que erra de propósito o

tom de todas as frases que vomita. É alarmante.

 

 

[/quote']

Não me importo com a atuação dele em Daylight. E gosto do filme.

 

Link to comment
Share on other sites

Red Hill (Patrick Hughes, 2010)

 

Esse western australiano é tão

bobinho quanto divertido. Sei lá, sou meio sucker para esse tipo de

filme, me contento com pouco. E aqui realmente não temos muito. É

basicamente um Charles Bronson aborígene que sai da prisão e resolve

detonar a lei de uma cidadezinha. Gostei da edição de som, que faz os

tiros de revolveres soar como canhões. Não busca realismo e sim

entretenimento, que é o que importa.

 

Link to comment
Share on other sites

winters_bone_sangueetripas.jpg%20


Simplesmente sensacional a direção de Debra Granik.

Somos inseridos nessa sociedade em Missouri e pouco a pouco vamos descobrindo o porque dessa estética azul e pesada adotada pela direções de fotografia e arte.
Atuações excelentes' date=' inclusive da Jennifer Lawrence (que já virou musa pra mim) e de John Hawkes, sempre imprevisível.

Uma pena não ter o marketing que merecia no Brasil.[/quote']

Tb acho que o filme merecia/poderia ser melhor divulgado.

Me lembrou um pouco "True Grit"
Achei essa Jennifer Lawrence estupenda!
Link to comment
Share on other sites

The Tourist (Florian Henckel von Donnersmarck, 2010)

 

Eu tenho

certeza que existem formas menos constrangedoras de ganhar dinheiro do

que a que Depp e Jolie fizeram aqui. Eles poderiam transar com cavalos,

por exemplo. Entre as coisas horríveis, tenho que destacar a edição, que

meu Deus, dá pena. E as reviravoltas estúpidas que negam completamente

tudo que vimos anteriormente. Sério, onde arrumaram esse diretor?

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

The Tourist (Florian Henckel von Donnersmarck' date=' 2010)

Eu tenho certeza que existem formas menos constrangedoras de ganhar dinheiro do que a que Depp e Jolie fizeram aqui. Eles poderiam transar com cavalos, por exemplo. Entre as coisas horríveis, tenho que destacar a edição, que meu Deus, dá pena. E as reviravoltas estúpidas que negam completamente tudo que vimos anteriormente. Sério, onde arrumaram esse diretor?

[/quote'] 

 

 

Ele dirigiu a Vida dos Outros, que é excelente. Mas nesse ai ele cagou mesmo, um filme que não vai a lugar nenhum e por isso bem desinteresante.

 
Link to comment
Share on other sites

DESTINOS LIGADOS (MOTHER AND CHILD) - 9/10 - Rodrigo Garcia realiza um drama melancólico, maduro e extremamente eficiente. Logicamente que ele não consegue resistir a necessidade de fazer com que as histórias se liguem e para isto criar algumas reviravoltas ou omitir certas ações, mas gosto da maneira como as 3 linhas narrativas do filme conseguem explorar muito bem a temática sobre a relação entre mães e filhos. O legado que cada um de nós carregamos, a nossa herança hereditária que nada é capaz de apagar, a maneira como, no caso, as mães estabelecem uma influência tão permanente e intensa na vida de seus filhos. O elenco está todo ótimo a começar pela Annette Bening que carrega com sensibilidade uma personagem duríssima dramaticamente. Naomi Watts é uma atriz formidável e acompanhar a jornada de sua personagem, a sua rigidez inicial e a sua posterior e inabalável força em gerar seu bebê foi de uma poderosa força narrativa aliada ao seu talento. Kerry Washington surpreende com uma atuação convincente já que sua personagem é movida muitas vezes por sentimentos facilmente condenáveis. Thiago Lucio2011-02-19 18:21:42
Link to comment
Share on other sites

 

Scott Pilgrim Contra o Mundo (Scott Pilgrim vs. The World) 2010, Edgar Wright - 7/10

 

"An epic of epic epicness": só se for para os fãs nerds mesmo... mas vale pela criatividade ao transpor para as telas um mix do universo dos quadrinhos, dos games e a cultura pop.

 

 
Sall2011-02-19 20:49:32
Link to comment
Share on other sites

 

 

Ele que começou! 06

 

Em todo caso' date=' Irreversible é bem mais eficiente que essa bobagem do Aroldão.
[/quote']

Eu falei brincando. O Noé é um gênio tecnicamente e um idiota tematicamente mesmo.06


 

 

Tem talento com imagens, e é muito bom na manipulação. Parando pra pensar, é tipo um Trier acéfalo.
Link to comment
Share on other sites

The Kids are All Right   6.2/10

 

Quando um filme tem uma premissa alternativa demais, a ousadia pode funcionar como algo original ou se render a vários conceitos "comuns" e apenas raspar em uma questão promissora.

 

A ideia de uma família com um casal de lésbicas e filhos obtidos por inseminação soa muito legal e atual. É um espaço que as pessoas têm medo de explorar por ser atípico. A ideia de família, de acordo, principalmente com nossas fortes origens católicas, está sempre relacionada a estrutura tradicional. Um dos fatores mais interessantes (e polêmicos) está na relação dos filhos com os pais e perante os outros, seus possíveis desvencilhamentos psicológicos e sociais.

 

O problema é...o que fazer disso para obtermos uma trama de um filme? É necessário criar dramas, emoções construídas sobre um enredo atraente. E aqui, a falha imperdoável: caímos no lugar comum. O filme de Cholodenko pouco alça voos mais altos. E aí o filme perde o diferencial. Seria mais proveitoso ver um casal forte e seguro de si o tempo todo (como pelas ações anteriores das personagens, parece ser). Com seus problemas, é verdade, porque todos temos, mas seguros. O enfoque na sexualidade, que permeia o filme em quase toda sua extensão, prejudica tal diferencial e transforma a ideia em um filme comum e sem graça. O mal é deletado, tudo se recompõe e todos vivem felizes para sempre. Muito fraco. Tive a impressão ruim de que só foi indicado para mostrar que a academia é cool.

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

The Kids are All Right   6.2/10
...
[/quote']

Gostei mais da Moore no filme e deveria ser ela a indicada e não Benning (se bem que tem a cena do jantar em que ela está estupenda!) e for God's sake, pq raios Ruffalo e não Eckhart (Rabbit Hole) ????... aff!! 13 MariaShy2011-02-20 11:49:10
Link to comment
Share on other sites

Tropa de Elite 2 - Tudo que Guerra ao Terror da Bigelow queria ser e não foi. Tecnicamente primoroso a sequencia da busca de armas no Tanque é de arrepiar. E o BD está a altura da excelência técnica do filme. Só falta agora assistir ao primeiro.

 

  
Link to comment
Share on other sites

O ÚLTIMO MESTRE DO AR - 2.5/10 - Que porre! Se não bastasse M. Night Shyamalan ter se queimado com "A Dama na Água" e "Fim dos Tempos", o cara me vem com esse daqui. O que falar desse aqui? Os efeitos especiais são fracos e muito mal empregados, o que demonstra que o indiano não tem competência para comandar uma produção que se utilize continuamente destes recursos. O elenco é ruim, composto por atores limitados, mas todos são muito mal dirigidos. Dá pra sentir certo esforço de Dev Patel em legitimar o seu personagem, mas ele é constantemente sabotado por si próprio, pelo roteiro e/ou pelo diretor. O resto é composto por jovens atores sem talento, mas também sem um mínimo de carisma (talvez a garota principal, irmã do zero a esquerda, seja a melhorzinha, mas muito pouco). O filme não consegue estabelecer sua premissa, não consegue sustentar sua própria mitologia, tenta assumir uma postura de aventura épica no melhor estilo de "Senhor dos Anéis", mas não consegue nem copiar um "Crônicas de Nárnia" da vida. E convenhamos que pra ser pior do que "Crônicas de Nárnia" tem que ser muito ruim mesmo. Menos mal que Shyamalan não resolver dar as caras do lado de lá das câmeras, já foi vergonhoso pelo seu trabalho por trás das câmeras mesmo. Thiago Lucio2011-02-20 13:38:29
Link to comment
Share on other sites

Só tem uma sequência que presta no filme todo. Quando ele visita a nação da terra eu acho, que tem uma sequência sem cortes de várias demonstrações de habilidades deles. Eu até senti um lapso de esperança nessa cena, que era no início do filme. Depois o troço descamba de uma forma vertiginosa.

 

Shame!!!!!

 

 

Link to comment
Share on other sites

Só tem uma sequência que presta no filme todo. Quando ele visita a nação da terra eu acho' date=' que tem uma sequência sem cortes de várias demonstrações de habilidades deles. Eu até senti um lapso de esperança nessa cena, que era no início do filme. Depois o troço descamba de uma forma vertiginosa.

Shame!!!!!
[/quote']

 

Eu sinceramente não consegui salvar na minha mente nada que prestasse desse filme. A sorte dele é que eu já assisti filmes piores do que este...09 
Link to comment
Share on other sites

 

Só tem uma sequência que presta no filme todo. Quando ele visita a nação da terra eu acho' date=' que tem uma sequência sem cortes de várias demonstrações de habilidades deles. Eu até senti um lapso de esperança nessa cena, que era no início do filme. Depois o troço descamba de uma forma vertiginosa.

 

Shame!!!!!

[/quote']

 

Eu sinceramente não consegui salvar na minha mente nada que prestasse desse filme. A sorte dele é que eu já assisti filmes piores do que este...09 

 

06.gif

 

Entendo, mas como sou muito fã do animé eu tentei me agarrar nos detalhesinhos, mas é um desastre a coisa toda.08

 

Link to comment
Share on other sites

Revisto:

 

The Quick and the Dead (Sam Raimi, 1995)

 

O Raimi é um cineasta

tão peculiar quanto genial. O cara possui algumas câmeras que são só

dele e que são muito bacanas. Além disso (ou até por isso), seus filmes

ficam naquela linha delicada entre o sério e o cômico, saindo da tensão

para a descontração em segundos. E o elenco está ótimo, da Stone ao

Hackman. Muito bom, pra rever sempre.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

×
×
  • Create New...