Jump to content
Forum Cinema em Cena
Nacka

O Que Você Anda Vendo e Comentando?

Recommended Posts

É foda. 06.gif E olha que vi na estréia e acompanhado de 4 gurias que são fã da série.

 

 

 

E eu também já achei Extermínio 2 melhor do que o 1, não acho mais depois que revi esse primeiro, mas ainda assim é um baita filme.

Share this post


Link to post
Share on other sites
É' date=' o Tensor viu Allen, Peckinpah, Cameron, Carpenter, e o Schon chama a atenção pro Sex and the City. 06.gif [/quote']

 

Porra, mas a piada foi justamente essa né... ainda pus um smile viadinho pra ilustra-la 06

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 takentrailer230january2.jpg

 

Li um post aqui e conferi.<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

O mote filhasequestradadeagentequefarádetudoparalibertá-la é batido, é previsível, mas é desculpa perfeita p/  boas cenas de ação.
Bryan
(Liam Neesson), barbariza Paris em cenas de lutas megaultra agéis, rápidas a <?:namespace prefix = st1 ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:smarttags" />la Ultimato Bourne ! Mas o melhor é o processo de investigação, que parte de uma pista  zero para algo relevante que conduz a uma pista fodona... e outra... e outra...

Pay attention p/ uma cena tremendamente tensa (spoiler light) da garota embaixo da cama com os bandidões no quarto, celular ligado e do outro lado da linha Bryan ouvindo em tempo real cada segundo do seqüestro... aff!

O fato é que Paris não será a mesma depois de 96 horas com Bryan! ..."good luck" 03

 

Taken” – 11,0/10,0

MariaShy2010-06-16 18:43:11

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Voltando ao post do Tensor' date=' Whatever Works não é ruim, mas qualquer episódio de Curb Your Enthusiasm é superior.[/quote']

 

eu discordo. sobretudo a terceira temporada, que tem uns episódios bem fracos. mas a série é genial, e o filme é ótimo, principalmente até a primeira metade.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

brilho.jpg

 

 

Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças (Michel Gondry' date=' 2004) - 8,5

 

 

Melhorou ainda mais nessa revisada. É comovente mesmo ver as lembranças sendo destruídas na mesma proporção em que o arrependimento pelo ato vai crescendo, angusitante. E como reflexo disso um dos romances mais bonitos e espirituosos da década passada.[/quote']

SPOILER

 

 

 

 

Eu adoro ver aquele romance real ser desconstruído. Embora o filme seja surreal, ele nos transporta para a realidade de um relacionamento que é como tantos outros, inclusive na sua ruína. É triste ver o rancor do final e comparar com a empolgação do início, separados por um meio no qual o amor foi morrendo. Também gosto do final desesperançoso. Eles são as mesmas pessoas que eram antes e vão cometer os mesmos erros (se esquecermos os nossos erros, ficamos sem a chance de aprender com eles). E tem as atuações também. Winslet, Carrey e até Dunst, que passou despercebida.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Infelizmente, como já acontece há vários anos, não estou conseguindo

postar textos longos. A moderação já sabe deste problema também há

bastante tempo.

 

Quando minha internet permite, eu tenho colocado

os textos, na íntegra no fórum (vide vários post no fórum dos livrose e aqui mesmo neste tópico).

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
O Lobisomem' date=' Dirigido por Joe Johnston

Comentários no meu blog.
[/quote']

de acordo com a proposta do tópico, né movio?06

 

Ele vai te responder lá no blog dele e depois passa aqui pra avisar. 06

Share this post


Link to post
Share on other sites

She's Out of My League (Jim Field Smith, 2010)

 

Gratíssima

surpresa este aqui, seja pelo ótimo protagonista ou pela maravilhosa

garota do título (que não é desprovida de talento). Ri do começo ao fim,

mesmo com o roteiro batido. Só retiraria as malditas músicas emo que

aparecem vez por outra.

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Invictus

 

Nelson Mandela está na mídia nestes tempos de Copa do Mundo na África do

Sul e, nada melhor que assistir ao filme Invictus

dirigido por Clint Eastwood para conhecer um pouco melhor este homem de

determinação, coragem e patriota acima de qualquer suspeita. Morgan

Freeman na pele de Mandela e Matt Damon como o capitão do time de Rugby

Francois Pienaar fazem um ótimo trabalho de interpretação e

caracterização de seus personagens reais. O filme, apesar de retratar um

esporte pouco conhecido por brasileiros, não chega a atrapalhar ou ser

enfadonho já que não é propriamente um filme sobre o esporte, mas sobre a

determinação de Nelson Mandela em usar o esporte para unir o povo

sul-africano após o fim do regime racista.

 

No filme o poema de William E. Henley intitulado “Invictus” é citado

duas vezes por Mandela uma vez que tal poema serviu de inspiração para

que o presidente sul-africano enfrentasse seus medos e serviu-lhe de

inspiração para encontrar coragem para lutar e manter-se íntegro como

homem. Apesar de décadas na prisão não se deixou abater e, ao sair do

cárcere, tornou-se presidente de seu país e, sem rancores, perdoou a

todos e resolveu lutar para que seu país deixasse de ser uma nação

racista e vingativa.  Abaixo o tal poema na íntegra publicado no site

Casa da Cultura.

Invictus

Autor: William E Henley

 

Tradutor: André C S Masini

Do fundo desta noite que persiste

 

A me envolver em breu – eterno e espesso,

 

A qualquer deus – se algum acaso existe,

 

Por mi’alma insubjugável agradeço.

Nas garras do destino e seus estragos,

 

Sob os golpes que o acaso atira e acerta,

 

Nunca me lamentei – e ainda trago

 

Minha cabeça – embora em sangue – ereta.

Além deste oceano de lamúria,

 

Somente o Horror das trevas se divisa;

 

Porém o tempo, a consumir-se em fúria,

 

Não me amedronta, nem me martiriza.

Por ser estreita a senda – eu não declino,

 

Nem por pesada a mão que o mundo espalma;

 

Eu sou dono e senhor de meu destino;

 

Eu sou o comandante de minha alma.

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Acho que as pessoas se enganam sobre o filme Invictus.

O filme é uma grande homenagem ao Mandela, enfocando a tacada de mestre que o cara deu.

 

Quando todos esperavam uma espécie de retaliação, ele se mostrou superior.

 

O único defeito grave no filme é que Clint não conseguiu mostrar de maneira tão evidente o quanto os brancos sul-africanos eram fanáticos por rugbi. Além do rugbi "representar" a elite branca dominante.

 

Por esse errinho de Clint, quem não conhece ou conheceu a história do país, não entende a dimensão das atitudes de Mandela e fica achando tudo "nhé".

 

PS: Numa vingança, guerra ou caça as bruxas, a primeira coisa a ser destruída são os símbolos. Desde os tempos mais remotos.

 

 

 

 
Sall2010-06-19 12:06:03

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

O Lobisomem' date=' Dirigido por Joe Johnston

 

Comentários no meu blog.

[/quote']

 

de acordo com a proposta do tópico, né movio?06

Neste caso, concordo com o Renato. O tópico não é para indicar outros sites onde as opiniões podem ser lidas, é para tecer comentários a respeito do que você anda vendo ou comentando entre os amigos.

Já fazemos propaganda de nossos blogs em nossas assinaturas e não há mal em citá-los no meio do texto sucinto para os usuários que quiserem ler mais, mas fazer de um link o comentário único do filme é de doer e constitui flood, assim como um cara que chega aqui e fala: "o filme x é bom, legal". Que tipo de discussão proporciona algo assim?

Mr. Scofield2010-06-19 14:04:43

Share this post


Link to post
Share on other sites
Kick-Ass é diversão da mais alta qualidade. Um dos melhores filmes de "super-heróis" que  já vi...


 

Kick-Ass é bem bacana sim, mas o melhor filme de super-heroi mesmo é Corpo Fechado, q não tem nenhum nerd teen trajado com autocolante pra se auto-afirmar..

Share this post


Link to post
Share on other sites
Invictus

 O filme' date=' apesar de retratar um esporte pouco conhecido por brasileiros, não chega a atrapalhar ou ser enfadonho já que não é propriamente um filme sobre o esporte....

[/quote'] 

 

Apesar de adorar o filme, achei que poderia ter explorado mais o esporte, exatamente por eu adorar demais o Rugby....

 

 

 

O único defeito grave no filme é que Clint não conseguiu mostrar de maneira tão evidente o quanto os brancos sul-africanos eram fanáticos por rugbi. Além do rugbi "representar" a elite branca dominante.

 

 

 
 

 

Eu acho que ficou claro, alias, o Clint usou muito o grupo de seguranças para demonstrar isso...

Share this post


Link to post
Share on other sites

I Love You Phillip Morris (Glenn Ficarra, John Requa, 2009)

 

Esse é

mais um daqueles filmes que ficam em um limbo entre os mundos

engraçadinho e seriozinho. Não sabia nada antes de ver e se soubesse

teria evitado, pois tem 3 fatores que me incomodam. É um filme onde Jim

Carey (1) é um gay (2) que aplica golpes (3). Tem algumas cenas

surpreendentes, entretanto.

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

I Love You Phillip Morris (Glenn Ficarra' date=' John Requa, 2009)

 

Esse é

mais um daqueles filmes que ficam em um limbo entre os mundos

engraçadinho e seriozinho. Não sabia nada antes de ver e se soubesse

teria evitado, pois tem 3 fatores que me incomodam. É um filme onde Jim

Carey (1) é um gay (2) que aplica golpes (3). Tem algumas cenas

surpreendentes, entretanto.

[/quote']

Como eu disse no tópico do filme, ele é mesmo sério e cômico, mas pra mim conseguiu combinar bem os dois estilos. E eu torci muito pelo casal e pra ele parar com os golpes, apesar deles serem engraçados.

 

 

SPOILER

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu tive raiva da melação que foi a morte do personagem de Carey, porque não combinou com o resto do filme, mas pensei que poderia ser mais um golpe. Tem até o clichê "personagem que fez muita coisa errada lembra da infância quando está morrendo". Quando o filme subverte aquela parte é ótimo. 06

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

Como eu disse no tópico do filme' date=' ele é mesmo sério e cômico, mas pra mim conseguiu combinar bem os dois estilos. E eu torci muito pelo casal e pra ele parar com os golpes, apesar deles serem engraçados.

 

 

SPOILER

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu tive raiva da melação que foi a morte do personagem de Carey, porque não combinou com o resto do filme, mas pensei que poderia ser mais um golpe. Tem até o clichê "personagem que fez muita coisa errada lembra da infância quando está morrendo". Quando o filme subverte aquela parte é ótimo. 06[/quote']

 

SPOILERS

 

Eu curti duas cenas. A do acidente e a qual descobrimos que ele é baitola. Como eu não tinha lido a sinopse, fiquei de cara...06

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×
×
  • Create New...