Jump to content
Forum Cinema em Cena
Giordanno

Boardwalk Empire

Recommended Posts

Era uma vez na América: em Boardwalk Empire, o crime compensa

 

 

 

 

boardwalk1.jpg

A Las Vegas do Atlântico em seu apogeu em 1920 é o cenário da nova série produzida por Martin Scorsese

Estréia daqui a pouco na HBO neste domingo, aqui nos EUA, Boardwalk Empire, a nova série criada por Terence Winter (o homem que nos deu Família Soprano), produzida por Martin Scorsese, Mark Wahlberg e  Stephen Levinson (Entourage, In Treatment). É o marco zero da temporada de outono na TV norte americana que, pelo que já pude ver, tem petiscos de alto nível: The Walking Dead, de Frank Darabont, Lone Star,  The Event, a nova temporada de Fringe, o Hawaii 5-0 reinventado e divertido. (E ano que vem ainda teremos a minissérie Mildred  Pierce, com Kate Winslet, Todd Haynes na direção; e Camelot, a saga arturiana por Ridley Scott.)

Boardwalk Empire está num outro plano. Vi seis dos 13 episódios da série e posso dizer, com segurança, que é, como Sopranos,

um trabalho que vai estabelecer um novo padrão para a produção em TV.

Ouso dizer que vai perturbar quem, na indústria da tela grande, ainda

pensa em cinema também como projeto artístico – é mais uma cutucada que a

liberdade criativa da TV, ancorada na certeza da distribuição e da

presença do público, aplica no cinemão tão ansioso com a crise.

Para mim, três coisas imediatamente chamaram a atenção: a maturidade

da linguagem narrativa, muito mais próxima do  bom cinema do que da TV;

os valores de produção, que também são de filme de grande porte; e a

uniforme e alta qualidade do desempenho de todo o elenco, com destaque

para Steve Buscemi, que carrega toda a série num tipo de papel que ainda

não o vimos fazer.

boardwalkbuscemi.jpg
O rei de Atlantic City: Buscemi como Nucky Thompson

Teve gente na crítica norte-americana que cismou com Buscemi, achou-o

deslocado no papel, reclamaram de sua “voz metálica”. Discordo

completamente: Buscemi constrói seu Nucky Thompson, o imperador de

Atlantic City, com todas as nuances de alguém capaz de ternura e

corrupção ao mesmo tempo,  violento com toda a frieza e a calma dos

verdadeiros gângsters, charmoso como todo bom político, irônico,

tristíssimo, complicado. Sem ele, Boardwalk Empire não seria talvez tão hipnótico, tão irresistível de ver.

Nucky, escrito magistralmente por Winter e sua equipe, é cem por

cento imprevisível, e seu universo inclui um andar inteiro do hotel Ritz

Carlton (com um mordomo alemão), várias amantes, amigos em quase todas

as máfias, inclusive o senado, e uma devoção por ternos italianos e

bebês prematuros.

Boardwalk Empire nasceu do livro  ”Boardwalk Empire: The

Birth, High Times, and Corruption of Atlantic City” de Nelson Johnson,

um ex-funcionário da secretaria de planejamento da cidade que, de tanto

cavucar os detalhes do passado da “Las Vegas do Atlântico” tornou-se um

de seus maiores historiadores. Johnson estava particularmente

interessado na figura de Enoch “Nucky” Johnson (nenhum parentesco),

tesoureiro da cidade na década de 1920, responsável tanto pelo boom de

turismo que enriqueceu Atlantic City quanto pela criação de uma rede de

corrupção e crime de dar inveja a Chicago.

Transformado no Nucky Thompson de Steve Buscemi, ele é o centro da

série da HBO, um rei-sol do período da lei seca nos EUA, mantendo em sua

órbita gângsters como Lucky Luciano (Vincet Piazza), Armold Rothstein

(Michael Stuhlbarg, sensacional) e um jovem Al Capone (Stephen Graham,

espetacular) ao mesmo tempo em que seduz as senhoras da Liga Contra o

Álcool com passionais discursos, cem por cento mentirosos (a ótima Kelly

McDonald, de Onde os Fracos Não Tem Vez, é uma delas) e educa

um jovem veterano da Primeira Guerra, Jimmy (Michael Pitt, excelente)

nos caminhos do sucesso a qualquer preço.

boardwalkcapone.jpg
Young guns: Michael Pitt é Jimmy, braço direito de Nucky, e Stephen Graham encarna o jovem Al Capone

“Eu não podia resistir a uma série sobre as origens do crime

organizado nos Estados Unidos”, disse Martin Scorsese para explicar seu

papel como produtor da série  e diretor do primeiro episódio de Boardwalk Empire.

E o que torna ainda mais interessante essa documentação de um outro

tempo, quase 100 anos atrás, é o paralelo com uma outra América em

apuros, fracionada por outros tipos de quadrilhas, outros tipos de

corrupção, outros fanáticos conservadores – a América de hoje, na

ressaca dos tempos em que a ganância era uma virtude.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Procurei e não encontrei tópico. Conferi ontem o piloto dirigido pelo mestre e só tenho uma coisa a dizer: OBRIGATÓRIO!!!!. É cinema na telinha.  Esses dois caras ai da foto  ai acima vão ser figuras recorrentes nessa série, q já foi renovada pra 2ª temporada (o piloto teve audiencia altíssima, 4,8 milhões). Já tenho o que "importar"  segunda pela manhã, minha semana começou  bem.01

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

sei..

 

super-hiper-duper-mega produção.. o Steve Buscemi bem como sempre, apesar de estar na dele...

 

Mas achei o piloto meio "morno" demais.. previsível além do permitido.. apesar dos bons personagens.. e fica a expectativa que a trama cresça..

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu assisti ao piloto e gostei bastante.

 

Apesar de eu não ter o mesmo encanto com programas refazendo esta época dos gângster, como tenho com a época da máfia italiana, achei que o resultado foi satisfatório e o episódio, apesar de um pouco extenso e arrastado demais em algumas partes, se mostrou bem equilibrado.

 

Acredito que tenha tudo para melhorar daqui pra frente, pois já mostrou que tem um bom potencial.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mesmo com o 2º e 3ª episódios não sendo tão empolgantes quanto o primeiro, ainda tem muitas cenas boas e o quadro vai se desenhando, com Jimmy encurralado, sem um rumo certo, abandonando a família e se mudando para Chicago. Embora muita coisa acontece, parece que tudo gira em torno deste personagem mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

É gente, com o elenco, direção e produção de peso a série já teve mais de 4 milhões de telespectadores na sua estréia nos EUA, por aqui, é só esperar para ver se fará o mesmo sucesso no dia 17.

O que vocês acham?? 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

A série continua fantástica. Adorei este episódio 4. Pra mim o roteiro continua brilhantes e os atores estão muito bons. O jovem Al é doidinho de pedra e a cada dia da pra perceber que logo ninguém irá segurar este cara, pois se agora um zé ninguém já pensa que pode com todo mundo, imagina quando for realmente poderoso!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi os dois primeiros episódios e gostei. A série ainda tá num processo de desenvolver mesmo como vai ser de fato a narrativa, mas o piloto (com direção energética do Scorsa) já é bem animador, com aquela coisa de explorar a construção da américa, criação de gangsters, questões culturais, etc. O Buscemi e a Kelly McDonald já me parecem bem promissores, to bem curioso pra ver como vão se encaminhar os seus personagens, assim como o do Michael Pitt.

 

E é tecnicamente um deslumbre.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Assisti apenas o primeiro episódio. Tecnicamente a série está muito bem. Figurinos, cenários... até as atuações em sua maioria variam entre médias e boas.

 

Mas... é muito chata, sonolenta, entediante...

 

Dou outra olhada na série quando estiver no fim da temporada.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estou no décimo..altissímo nível...a aparição do fantasma da ópera foi show..excelente personagem...Al Capone agora vai dexiar de ser "moleque" e vai virar homem e será o Capone que conhecemos...do lado de Atlantic City agora que a emboscada tomou outros rumos..o bicho vai pegar..

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi até o 11 e tirando alguns probleminhas com o desenvolvimento da história (diga-se, bem arrastadas as vezes), faz valer a pena quando tem,os um episódio como este 11. Pior é que só podemos fazer o mesmo que Nucky faz no final, visitar um vidente pois não dá para saber o que realmente está por vir.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Primeiro episódio da 2° Temporada visto..começou bem..ao contrário do final da primeira temporada que foi irregular. Destaque pro agente Federal e pra cena do discurso do Nuchy na igreja da comunidade afro..genial..

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

Gostei do retorno. Muitos personagens para desenvolver mas acho que a série se dá bem nisto.

Cara, que raiva do Nucky durante os discursos diferentes para cada uma de suas audiências. Faz me lembrar que a política da época não era tão diferente da atual, mas com todos os outros personagens querendo seu pescoço. nem sei se isto vai muito longe. E o General Zod tava com tudo hein? Sai com a mina dele pra jantar e detona com o restaurante!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu gosto bastante dessa série. Cheguei a comentar a primeira temporada no blog.

 

 

 

O que me incomoda, e pelo visto não só a mim, é a lentidão da narrativa em alguns episódios. Quando as histórias começam a se cruzar e a trama indica um caminho, novos personagens são inseridos e a narrativa volta a ficar confusa, pois você queria ver mais dos personagens principais e eles são castrados.

 

Pode ser uma impaciência minha, mas realmente enche o saco às vezes. Ainda não vi os novos episódios, mas tenho ouvido coisas muito boas a respeito.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Episodios 2 e 3 da segunda temp vistos. Destaques cena da cadeia com o White e como essa Margareth eh porreta. No terceiro, Nucky sozinho e com poucos amigos peita os traidores.

 

 

 

"Eu me lembrarei deste dia quem estava aqui comigo e quem nao estava"

 

 

 

"Eu pago minhas promessas e aqui vai mais uma, vou destruir voce"

 

 

 

 

 

Big One2011-10-16 19:43:46

Share this post


Link to post
Share on other sites

Episodio 9, serir chegandomao fim e digo com sefuranca que esta 2 temp, esta foda, superou a primeira.

 

 

 

Nunca ataque um acougueiro em seu local de trabalho. Teve uma cena de estrqngulamenro no banheiro que lembrou os velhos filmes de mafia. Mas o angustiante mesmo estava por vir. A doenca de uma crianca.

 

 

 

"O que eh mais importante que a saude querida? O seu marido fez isso a voce." Bang!

 

Big One2011-12-02 13:48:30

Share this post


Link to post
Share on other sites

Apos um final impactante, eu esperava um capitulo de preparacao para a season finale, porem o que foi outro capitulo foda. Tivemos um flashback do Jimy, o personagem dele ganhou varias camadas apos isso, simpatizo mais com ele agora. muita coisa fez sentido cim relacao ao seu jeito, a relacao com a mae, ao mesmo tempo acompanhamos o presente de Nucky onde a casa esta caindo, a fe, confianca sao postos a prova.

 

 

 

Margareth, ate onde eh conveniente para ela usufruir de todas as benesses do Nucky enquanto ela entra em contradicao quando aponta o dedo do acusador.

 

 

 

Que venha a season finalle...

 

Big One2011-12-11 21:21:18

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa temporada tá muito tri. Muita gente gosta de reclamar do ritmo lento da série, entre outras coisas, mas eu sempre gostei disso, e todos esses últimos episódios principalmente tem demonstrado a relevância de toda essa construção relativamente mais demorada de alguns personagens.

 

A única coisa que não tem me agrado muito tem sido o núcleo religioso no qual a personagem da McDonald tem sido submetida. Não sei, mas acho que o caminho pelo qual a Margaret tava até o meio da temporada era bem mais interessante, incluindo a história do passado dela e tudo mais.

 

Spoilers, talvez...

 

Não vi a finale ainda, mas to esperando mais alguns personagens morrerem. Só espero que não matem a mãe do Jimmy, ao menos por enquanto. Gretchen Mol tá foda no papel e quero ver ela ter mais tempo de tela ainda.

E po, não matem o Van Alden também 06.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi a finale ontem.

 

SPOILERS

 

Tava imaginando que o Jimmy ia morrer, considerando que eles praticamente encerraram tudo o que tinha pra explorar com o personagem no episódio anterior. Era meio que necessário. Isso vai da chance da série ir em direções diferentes. Tomara que teje bastante Capone, Luciano e Rothstein na próxima temporada.

 

Só acho que tão estragando demais a personagem da McDonald...

 

E a cena da morte foi foda. Buscemi sensacional 16.

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...