Jump to content
Forum Cinema em Cena

Religião (#4)


Recommended Posts

  • Replies 2.9k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Eu entendo que toda crença em um ser superior é uma religião e nesse sentido, o candomblé e congêneres devem ser tratados como todas as outras religiões são tratadas. A lei não faz essa diferença que

As discussões polêmicas continuam aqui.   Resgatando os últimos posts do Dook e do Nost em resposta ao Rafal (porque não é de se surpreender? ) Dook  Produtor Executivo       Registr

kkkkk   Mas conceitos são socialmente construídos e expressam, mais que a capacidade reflexiva individual, aquilo que foi historicamente concebido como meio de comunicação na coletividade.   Se ca

Não estou certo disto... me parece que o táxi é sim propriedade exclusiva do taxista. Este usa o seu próprio veículo e responde por ele em toda e qualquer circunstância, ainda que esteja prestando um serviço público. ... 

 

Pelo que eu sei, o Estado dá a permissão pro taxista usufruir do seu taxi para o fim público de transportar pessoas. 

 

Mas mesmo que não precise da tal permissão, o Táxi é um esporte privado, mas que tem uma função pública, de transportar quem precisa se deslocar. É diferente de uma casa, ou de um carro particular.

 

 

 

Se ele não pode podar quaisquer atitudes que julga inconvenientes em seu táxi, então liberamos a putaria de qualquer jeito

é, de fato, é complicado. Até onde o taxísta tem o direito de podar ou não as atitudes dos clientes?

 

Acho que ai vai de acordo com o consenso moral da sociedade em que ele está.É consenso geral que sexo e nudez (seja de quem for, de qual classe ou cledo), por exemplo, é atentado ao pudor. 

 

 

 

 

 

Eu não gosto. E isso vale para todos, inclusive se você fizer sexo com gatos. Quanto ao parágrafo do Adler, acho ambas as situações inadequadas assim como não gosto de pessoas falando ao celular gritando no ônibus.

 

 

Sim Scorfa, mas uma coisa é você gostar ou não, outra é ser moralmente certa ou errada.

 

Será que você não gostando de ver um casal se beijando tem o direito de impedi-las de faze-lo na sua frente?

 

Será que você não gostando de ver um casal homo se beijando tem o direito de impedi-las de faze-lo na sua frente?

 

Por mais que eu não goste, eu não acho correto impedi-las de faze-lo.

Link to post
Share on other sites

O casal pagou para ser levado para algum lugar e é este o serviço que tem q ser prestado. O pagamento do serviço, contudo, não dá direito ao pagante de fazer o que bem entende enquanto o serviço é prestado. 

 

Foi exatamente o que eu pensei... Pq, se entrarmos nessa de que pq é cliente e pagou pode fazer "o que bem entende" entramos na lógica e nos problema do desenho do Pato Donald que lida com o assunto "O cliente sempre tem razão"...

Link to post
Share on other sites

Eu não gosto. E isso vale para todos, inclusive se você fizer sexo com gatos. Quanto ao parágrafo do Adler, acho ambas as situações inadequadas assim como não gosto de pessoas falando ao celular gritando no ônibus.

 

Justamente... Acho incômodo essas situações... O problema é que hoje vivemos a era do "politicamente correto" e de que as pessoas estão liberadas para fazerem o que derem na telha... Sinceramente, não é para isso que existem normas de convivência social...

 

Outra coisa é muito importante de ser deixada clara... A pessoa pode sim exigir ser respeitada durante o cumprimento de sua função... Por mais que um aluno meu não ache errado ele fazer atividades de outro professor durante a minha aula, eu posso e devo exigir que ele guarde a atividade de outra disciplina e preste atenção na aula de História... Não importa se ele está quietinho, na dele, fazendo a atividade... A partir do momento em que eu considerei (e considero) isso um desrespeito a mim no cumprimento de minha função, eu tenho o direito de solicitar a ele que pare...

Link to post
Share on other sites

A questão é que se fosse o mesmo beijo de um casal hetero, o taxista não teria qualquer reação.

 

Como eu disse, comportamento inadequado , ou exagerado deve ser reprovado independente de quem estiver no táxi. Mas essa intolerância é um absurdo. Impressionante como existem pessoas que só aceitam a diferença se essa estiver longe delas.

Bizarro.

Link to post
Share on other sites

A questão é que se fosse o mesmo beijo de um casal hetero, o taxista não teria qualquer reação.

 

 

Aí já está entrando no campo da suposição... E se ele tivesse a mesma reação? Não podemos supor que ele não faria nada... Aí vc está assumindo a postura de considerá-lo, por esse ato, homofóbico...

Link to post
Share on other sites

Dook, você leu os outros posts e já expliquei que eu estava sendo irônico.

 

Quanto ao seu outro quote eu tb indaguei que com algum exagero poderia ser considerado comportamento inadequado , mas um simples beijo não.

 

Eu entendi a primeira parte... Nem precisava se dar ao trabalho de explicar de novo... My mistake...

 

Quanto à segunda, afirmar que um simples beijo não pode ser considerado inadequado, vindo de alguém que defende ferrenhamente o respeito à qualquer pensamento diferente (sendo imoral ou não), é uma pérola... Um beijo não pode ser considerado inadequado sob qual padrão? O seu? Se for, que piada, pois de que vale para o outro o seu padrão sobre o que é comportamento inadequado ou não? O taxista, em sua ignorância, preconceito ou bom senso ou critério, tem todo o direito de achar que um simples beijo, dentro do seu próprio táxi, é um comportamento inadequado.

 

Ademais, é muita ingenuidade afirmar que um beijo num táxi é um comportamento apenas simples, sem nenhum significado libidinoso aparente, sendo que preliminares de ato sexual são coisa comum em táxis... Filmes e relatos de dezenas de taxistas já esgotaram o assunto.

Link to post
Share on other sites

Eu não gosto. E isso vale para todos, inclusive se você fizer sexo com gatos. Quanto ao parágrafo do Adler, acho ambas as situações inadequadas assim como não gosto de pessoas falando ao celular gritando no ônibus.

 

Perfeito! De acordo com alguns "padrões" expostos aqui, você estaria sendo preconceituoso... Afinal, que te afeta uma pessoa falando ao celular no busão? No busão já há barulho demais, inclusive do próprio veículo, algo que você não tem como impedir que ocorra. 

Link to post
Share on other sites

Pelo que eu sei, o Estado dá a permissão pro taxista usufruir do seu taxi para o fim público de transportar pessoas. 

 

Mas mesmo que não precise da tal permissão, o Táxi é um esporte privado, mas que tem uma função pública, de transportar quem precisa se deslocar. É diferente de uma casa, ou de um carro particular.

 

 

Sim, mas o taxi ainda é do taxista. Se ocorrer alguma prática criminosa dentro do táxi, como atentado violento ao pudor - que se encaixa perfeitamente no caso que estamos discutindo - o taxista responde por ele. Assim, tem todo o direito de determinar o que pode e o que não pode fazer dentro do táxi. 

Link to post
Share on other sites

Eu não posso afirmar isso, mas nem você pode afirmar que um beijo num táxi é certeza de preliminar pra sexo.

 

Muito mais inverossímil do que minha indagação.

 

O que eu acho é que ter um táxi e prestar serviço às pessoas requer um grau de tolerância ao diferente e à sociedade.

Você impedir um beijo entre um casal vejo como uma atitude exagerada. Se foi apenas um beijo.

 

Agora se fosse a situação de que estivessem se amassando, obviamente eu não veria problema no taxista interferir e pedir que parassem.

 

Link to post
Share on other sites

O que eu acho é que ter um táxi e prestar serviço às pessoas requer um grau de tolerância ao diferente e à sociedade.

Você impedir um beijo entre um casal vejo como uma atitude exagerada. Se foi apenas um beijo.

 

A sua última frase disse tudo: "Se foi apenas um beijo"...

 

E, sinceramente, não vejo como uma atitude exagerada... Direito dele... Eu não deixaria um casal de alunos se beijarem dentro da escola, e quando eu digo dentro, não estou falando em sala de aula, mas dentro da escola como um todo...

Link to post
Share on other sites

Então você nunca tomou taxi ou conversou com taxista... 

 

E depende do beijo... se for selinho - o q acho meio complicado em um casal homossexual dentro do táxi, até vai. Mas se for o beijo de língua, isso já é preliminar sim senhor. 

 

E se não me engano, o taxista alegou que pediu que o gesto não fosse praticado pelo casal, pelo que o mesmo não foi atendido, resultando na recusa de levá-los onde queriam. 

 

Eu não posso afirmar isso, mas nem você pode afirmar que um beijo num táxi é certeza de preliminar pra sexo.

Muito mais inverossímil do que minha indagação.

Link to post
Share on other sites

Então você nunca tomou taxi ou conversou com taxista... 

 

E depende do beijo... se for selinho - o q acho meio complicado em um casal homossexual dentro do táxi, até vai. Mas se for o beijo de língua, isso já é preliminar sim senhor. 

 

E se não me engano, o taxista alegou que pediu que o gesto não fosse praticado pelo casal, pelo que o mesmo não foi atendido, resultando na recusa de levá-los onde queriam. 

 

Exatamente... A reportagem traz que o casal não atendeu a solicitação do taxista...

Link to post
Share on other sites

hahaha, sério... mastubarção mental por causa de um beijo num taxi??

 

No país do carnaval, alguém falar de beijo em taxi ser atentado ao pudor quase cai no ridículo. Antes de elaborações retóricas, usem o bom senso...

 

Se vc acompanhou a discussão toda vc pode muito bem entender porque estamos conversando a respeito desse assunto...

Link to post
Share on other sites

não preciso ver o "histórico" para perceber que a discussão sobre o beijo de língua deve ou não ser classificado como preliminar trata-se de uma desconexão com a realidade.

 

e sim, vi o histórico. E o que eu vi foram pessoas trajando opiniões pessoais com vestimentas de normas sociais. Você tem todo o direito de não gostar de alguma coisa. Agora querer transformar isso em regra social são outros 500. Eu não gosto da parada gay. Acho uma grande bobagem. Mas é direito das pessoas promoverem e participarem da passeata.

Transformar o direito do taxista em reprovar o beijo no fato do beijo ser uma prática criminosa de atentado violento ao pudor é má fé.

 

Do mesmo modo não digo que o taxista foi criminoso. Mas considero a atitude dele ridícula.

Link to post
Share on other sites

No meu caso, não quero transformar nada em norma social. Não cabe a mim fazer isso nem sou autoridade para determinar comportamentos ideais. O que posso fazer aqui (e acho que é o que estamos fazendo) é conversar e discutir opiniões. Por isso fiz questão de começar com um "eu não gosto".. A verdade é que não dou a mínima para o politicamente correto ou incorreto/se no Brasil ocorre, é liberado ou não, etc (hahah). Me incomodam TODOS os casos desse tipo, muito embora compreenda o que o Gust disse que provavelmente no caso da notícia se fossem heterossexuais não aconteceria nada na reação do taxista.

 

By the way, acho super válidas discussões a partir de qualquer assunto. Não sei quem cunhou este termo estúpido de masturbação mental (em qualquer contexto de fórum), mas considero uma besteira sem tamanho já que estamos em um tópico específico e o objetivo do fórum é suscitar discussões a partir de qualquer substrato sugerido pelos argumentadores.

Link to post
Share on other sites

Perfeito! De acordo com alguns "padrões" expostos aqui, você estaria sendo preconceituoso... Afinal, que te afeta uma pessoa falando ao celular no busão? No busão já há barulho demais, inclusive do próprio veículo, algo que você não tem como impedir que ocorra. 

 

Pois é. Povo ainda não entendeu que o espaço ao ser dividido passa a ser coletivo. O respeito mútuo poda várias reações individuais. Eu posso dar um beijo de amor em minha namorada em casa ou em um ambiente romântico, então porque fazê-lo em um local onde posso incomodar outras pessoas? Há convenções de comportamento que não precisam necessariamente ser traduzidas em lei. ISTO (ora vejam só) é bom senso.

Link to post
Share on other sites

Pra apimentar um pouco aqui...

 

http://noticias.gospelmais.com.br/biblia-reeditada-ativistas-gays-condenada-lideres-cristaos-46918.html

 

Bíblia reeditada por ativistas gays é condenada por líderes cristãos, que a vêem como prova de que qualquer um pode distorcer a verdade

 

A Bíblia já sofreu alterações ao longo dos anos, como a inclusão/exclusão de livros. Alguns apócrifos já fizeram parte da bíblia.
 
A bíblia protestante inclusive tem menos livros que a católica, por considerar esses livros apócrifos.
 
Se há distorção da "verdade" isso já deve ter acontecido há muito tempo.
Link to post
Share on other sites

Pois é. Povo ainda não entendeu que o espaço ao ser dividido passa a ser coletivo. O respeito mútuo poda várias reações individuais. Eu posso dar um beijo de amor em minha namorada em casa ou em um ambiente romântico, então porque fazê-lo em um local onde posso incomodar outras pessoas? Há convenções de comportamento que não precisam necessariamente ser traduzidas em lei. ISTO (ora vejam só) é bom senso.

 

A primeira coisa que falei foi exatamente do uso do bom senso.

Mas o que vi foi a discussão em termos do que é legal ou ilegal; se o tal ato foi criminoso. E o pior, discutindo se beijo de língua pode ser considerado uma preliminar e, com isso, o ato ser enquadrado no crime de atentado violento ao pudor (???).

 

Imagino o taxista ter que responder à justiça porque foi pego com um casal beijando no banco de trás...

Link to post
Share on other sites

não preciso ver o "histórico" para perceber que a discussão sobre o beijo de língua deve ou não ser classificado como preliminar trata-se de uma desconexão com a realidade.

 

e sim, vi o histórico. E o que eu vi foram pessoas trajando opiniões pessoais com vestimentas de normas sociais. Você tem todo o direito de não gostar de alguma coisa. Agora querer transformar isso em regra social são outros 500. Eu não gosto da parada gay. Acho uma grande bobagem. Mas é direito das pessoas promoverem e participarem da passeata.

Transformar o direito do taxista em reprovar o beijo no fato do beijo ser uma prática criminosa de atentado violento ao pudor é má fé.

 

Do mesmo modo não digo que o taxista foi criminoso. Mas considero a atitude dele ridícula.

 

Que viagem cimério, ninguém aqui está vestindo opinião pessoal como se fosse norma social. É fato que se vc se amassar com outra pessoa em local público será repreendido por alguma autoridade. 

 

E sim, concordo que a manobra em cima do taxista é má fé pura e simples do casal gay que quer os seus 15 minutos de fama - como tantos outros.

 

Agora, não vejo a atitude dele como ridícula... Ele estabeleceu um limite e o mesmo não foi respeitado. 

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...