Jump to content
Forum Cinema em Cena
Mr. Scofield

Religião (#4)

Recommended Posts

Pra variar, novamente a discussão chega num ponto em que é mais importante debater o sufixo usado em tal palavra, ou como funciona a eleição à presidência da CDH, do que efetivamente os valores e a ideia em si.

 

O nervo central nunca é debatido de maneira simples e objetiva.

 

Impressionante. O Dook consegue debater de um jeito em que o pessoal fica se justificando de cada vírgula postada enquanto ele continua com rodeios. Apesar que nos últimos 2 ou 3 posts, li efetivamente argumentos, sem as ironias, ou ataques costumeiros.

 

 

Entrando no mérito.

 

Na minha cabeça a questão é simples, mas muito simples. A CDH discute assuntos dos quais envolvem todo e qualquer indivíduo. Seja ele amarelo com bolinha, gay, travesti, padre, estuprador, boleiro etc. Me parece óbvio que é necessário alguém que transite, ou ao menos tenha discernimento de transitar em todos estes assuntos de maneira  mais imparcial possível no que tange a todos os aspectos. O Feliciano claramente não se encaixa nesse perfil. Quando parece óbvio (de acordo com suas declarações) que seu julgamento a diversas questões seria diferente de acordo com a cor da pele ou identidade sexual do indivíduo.

 

Eu honestamente acredito que se ao invés dele tivesse sido escolhido um presidente que declarasse algo como " acho que todos os que estão presos hoje fizeram por merecer e pra começar um novo país deveríamos implodir todos os presídios.", a comoção seria a mesma e viria de pessoas, independentemente de uma relação com algum presidiário de maneira efetiva. 

 

E esse é o ponto. É o problema em questão.

 

Não adianta falar mal de outros problemas latentes que existem sim e são tão graves quanto, como justificativa ou querendo diminuir esse assunto tão sério em voga.

 

Essa indignação e envolvimento da sociedade é salutar sim, e talvez seja a ponta do iceberg, seja o início de uma maior preocupação e envolvimento com questões tão importantes do nosso país. 

 

Pra mim, só o fato da pessoa mais simples, estar no ônibus, numa mesa de bar, na sua igreja ou em casa, debatendo o assunto, se interessando por isso já é absolutamente efetivo. Mostra que ainda que a passos de formiga estamos caminhando pra frente. 

 

Ficar quieto a uma decisão absurda dessa sim seria no mínimo curioso, pra não dizer reprovável.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em tempo que fiz este post antes deste último do Dook.

Muito bom este último. Não concordo com tudo, mas era o que eu queria.

Opinião, sem rodeios. Uma conversa sem contra ataque, mas apenas discussão de ideias.

 

Como parabenizei Conan e Scofa, este último nem parece o dook que estou acostumando a ver teclar!

 

:D

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dook, você insiste na mesma coisa.

Pela centésima vez: e daí que ele foi colocado lá pelos partidos e pelos representantes da comissão??? Isto não invalida a mobilização social. Não tem relação uma coisa com a outra.

 

Eu não estou dizendo que invalida. Quer fazer mobilização? Faça... Mas é como você disse: a mobilização de nada adianta se a classe política não for sensível ao clamor do povo. No caso em específico, só a classe política pode tirá-lo de lá, não o povo. 

 

 

E daí se Feliciano terá triplo de votos? Querer impedir que as pessoas votem nele isso sim é anti-democrático. A questão é que a comissão de direitos humanos deixou de ser uma comissão desconhecida para ocupar um lugar primordial na mídia.

Neste caso, o ilustríssimo sr. Feliciano está fazendo um grande serviço à comunidade LGBT. Está colocando em pauta para grande parte da população uma agenda política que até então era desconhecida. O importante não são os votos a indivíduos, mas a visualização de determinados pontos que precisam ser discutidos. Agora os eleitores são públicos ativos e os direitos humanos passaram a ser um tema importante, e não um tópico de uma comissão irrelevante como você considera.

Além disso, o ilustríssimo sr. Feliciano também está escancarando ao Brasil e ao mundo a fração da sociedade brasileira que é extremamente retrógrada, e que até então ocupava um lugar velado. E mais do que nunca mostra a importância da comissão, pois se antes era aparentemente irrelevante, agora ficou evidente que existem motivos e pessoas que farão de tudo para negar os direitos a estas pessoas.

 

Não há o que comentar aqui... Toda essa análise interessa àqueles que são contra ou a favor do Feliciano. 

 

 

E você tem uma compreensão distorcida quando imagina uma terrível conspiração de uma entidade chamada LGBT para tomar conta do país e destruir o sistema familiar, instaurando um período de abominação e licenciosidade. E para isso, controlam uma massa de manobra amorfa...

 

Nunca disse isso, nunca sugeri isso. Contudo, por causa dessa sua colocação, começo a achar que sim, você é parte da massa de manobra amorfa pois acaba vendo como inimigo quem discorda de você. 

 

Acho difícil você entender que o direito dos homossexuais não é um tópico exclusivamente defendido por criminosos do LGBT que lançam palavra de ordem contra o sistema político. Os direitos dos homossexuais é um tópico discutido por uma parcela muito mais ampla da sociedade brasileira e no âmbito internacional, junto com outros tópicos.

 

Não há nada difícil de eu entender aí... eu não entrei nessa pauta e a CDHM não se presta à apenas discutir direitos dos homossexuais. 

 

E particularmente, não entendo que os homossexuais estejam pleiteando direitos, mas sim privilégios que nenhum outro setor da sociedade tem. Mas isto é assunto para outro tópico. 

 

 

Sua leitura da Bíblia sem embasamento histórico e social desqualifica os seus argumentos. E isto está patente aqui.

 

Não, não desqualificam porque claramente você não conhece a Bíblia e nega a sua serventia e aplicação prática. O que está patente é o seu ímpeto de me atacar, atacar a minha fé e aquilo que eu creio para tentar ganhar a discussão no grito. Comigo não funciona honey... 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comentando:

  

É bom saber porque não conheço os trâmites legais para tal. Como eles procederiam, Dook? É possível a revogação da decisão? O partido dele pode atuar se houver discordância?

 

Eu não conheço muito do Wyllis não, mas também tenho essa impressão. Ele utiliza a inteligência que parece ter como sutileza para inserir ideias extremistas.

 

 

Parece que é possível sim, eles tem regimento interno que prevê a anulação das eleições em casos parecidos. E isso já está sendo visto pela própria CDHM, principalmente depois que o infeliz disse que a Comissão era dominada por Satanás até ele chegar. 

 

E, sim, o Willys é assim mesmo... a coisa rola na base da sutileza, e por ser um discurso feito com a maior tranquilidade e serenidade, acaba gerando adeptos. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que o termo correto seria homossexualidade para natureza homossexual e homossexualismo para comportamento. Mas quanto a urticária não há com que se preocupar, pelo menos com relação a mim. Por exemplo, eu já falei várias vezes que pessoalmente acho um horror as paradas gays e passeata de consciência negra, etc.

 

Então, de acordo com a comunidade gay, você seria homofóbico... 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não adianta falar mal de outros problemas latentes que existem sim e são tão graves quanto, como justificativa ou querendo diminuir esse assunto tão sério em voga.

 

Não é questão de diminuir, é questão de cobrar coerência no que se refere à mobilização. Todos os holofotes estão em cima do Feliciano e devem ficar, com razão, mas cadê a mobilização para o Renan, para o Genoíno e para o Cunha? Querem se mobilizar, se mobilizem, mas vamos ser coerentes. Vamos metralhar todos que merecem. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu não apelo para o grito, Dook. Ora nenhuma. E sim, eu sei que infelizmente só os políticos podem tirar o cara de lá. Por isto tem tantos problemas. Mas é preciso um jeito de exercer pressão sobre os políticos de modo legal mas que os "intimide" na arena política. É preciso criar um desconforto para eles. Mas isso não é sinônimo de crime ou violência.

 

Cobrar coerência é intelectualmente interessante, mas na prática é uma outra dinâmica. Vamos pedir um formulário de coerência àqueles que protestam como condição de manifesto? Claro que não. Cada um protesta pelos seus direitos. O problema não está no movimento contra o Feliciano, mas a ausência dele em outros casos. Neste sentido, o protesto é importante e pode até se tornar referência a futuros movimentos sociais.

 

Eu penso exatamente como o Gust. Faço dele as minhas palavras, sintetiza bem o ponto:

 

"Não adianta falar mal de outros problemas latentes que existem sim e são tão graves quanto, como justificativa ou querendo diminuir esse assunto tão sério em voga.

 

Essa indignação e envolvimento da sociedade é salutar sim, e talvez seja a ponta do iceberg, seja o início de uma maior preocupação e envolvimento com questões tão importantes do nosso país.

 

Pra mim, só o fato da pessoa mais simples, estar no ônibus, numa mesa de bar, na sua igreja ou em casa, debatendo o assunto, se interessando por isso já é absolutamente efetivo. Mostra que ainda que a passos de formiga estamos caminhando pra frente.

 

Ficar quieto a uma decisão absurda dessa sim seria no mínimo curioso, pra não dizer reprovável."

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os dois brasileiros são os corinthianos detidos na Bolívia pela morte de um adolescente boliviano no jogo da Libertadores. Não, eles não estão no corredor da morte (!!) e, por mim, podem apodrecer lá, já que há indícios bem fortes de que são os autores da barbaridade.

 

Em tempo: sou corinthiano.

 

Não, não.Pelo que ví numa entrevista que ele deu para o programa Agora é Tarde da Band são dois brasileiros que realmente estão num corredor da morte num país Africano, dá uma olhada na entrevista, está no site da Band.

 

Vamos lá Rafal, eu falei da homossexualidade (comportamento) e não do homossexual (pessoa). O homossexual não herdará o Reino porque comete abominação. Mais uma aulinha de Bíblia pra você:

 

Você pegou dois textos da antiga Lei Mosaica que não vigora mais.Se vigorasse, teríamos que matar os homossexuais, e acho que você concorda que não é isso que se deve fazer, certo?

E quando pegou um texto que vigora, é possível perceber uma clara diferença de conceito.

Em um temos abominação, em outro temos obsceno.

 

O texto que postei é claro, apenas aqueles 7 pecados são considerados "abominação".

 

 

Nem você, que não só assiste filmes, como depois emporcalha os tópicos dos mesmos no fórum com suas "opiniões". Olhe para a trave que está no seu olho, tire-a para depois apontar o cisco no olho do outro, hipócrita! (Mateus 7:1-5).

 

Eu postando em tópicos de filmes?Dá uma procurada aí que acho que você não vai encontrar não.

 

 

Eu já acho que não dá pra separar a figura do político do pastor, sendo essa uma das razões pelas quais entendo que pastor não deve se envolver com política. O Feliciano não está Presidente da CDHM, ele é Presidente da CDHM, portanto representa a Comissão e os valores que ela defende dentro e fora dela. Da mesma forma que ele é pastor dentro e fora da igreja e representa a igreja e os seus valores dentro e fora dela. Por isso, quando o imbecil queima seus próprios irmãos na fé da CDHM, dizendo que a Comissão, antes dele, estava dominada pelo diabo, não só ele presta falso testemunho contra os irmãos que lá estão como também age com falta de decoro parlamentar.

 

 

Realmente, não dá para separar, mas o que vejo é que ele separa, ele muda completamente quando está no culto e quando está na comissão, basta ver alguns vídeos.

Quanto a frase dele queimar outros evangélicos que estão na comissão, isso é um problema inerente ao sistema de igrejas em ilhas que os evangélicos adotaram, sempre um irmão vai prejudicar outro.

 

 

Mais uma vez: homossexualismo é comportamento, homossexualidade é condição. A frase do Jean fala em homossexualidade (mas não sei se ele quis dizer homossexualismo porque não vi o video). Independente disso, não faz sentido para mim o impedimento de um comportamento do outro baseado em suas crenças individuais SE tais comportamentos não te prejudicam ou te envolvem.

 

Postei este texto para mostrar que, biblicamente, homossexualidade não é abominação, não estava me referindo à frase do Jean, estava me referindo à afirmação do Dook.

 

 

Não é questão de diminuir, é questão de cobrar coerência no que se refere à mobilização. Todos os holofotes estão em cima do Feliciano e devem ficar, com razão, mas cadê a mobilização para o Renan, para o Genoíno e para o Cunha? Querem se mobilizar, se mobilizem, mas vamos ser coerentes. Vamos metralhar todos que merecem.

 

Se isso fosse feito não sobraria político neste país.

Share this post


Link to post
Share on other sites

size_590_Tu%C3%ADte_pol%C3%AAmico_de_Mar

size_590_pastor11.jpg?1363026713

size_590_pastor8.jpg?1363026662

size_590_pastor6.jpg?1363026630

size_590_pastor5.jpg?1363026612

 

size_590_pastor3.jpg?1363026568

size_590_pastor15.jpg?1363026789

 

Em minha opinião também os comentários do Pastor não são nada de mais. Esse é um primeiro de abril atrasado como a mentalidade de alguns de vocês. Vamos aproveitar e seguir cegamente o livro “sagrado” (escrito por espertalhão troll anônimo) e apoiar outras abominações contraditórias. Alias com esse livro seguido à risca é o exemplo máximo de sexismo, racismo, homofobia entre outras intolerâncias que serviu de base de inúmeras atrocidades históricas.

 

Sério que tem consideração por fanáticos? Quando os mesmos não tem consideração nenhuma e buscam destruir as conquistas de muitos por uma sociedade mais harmônica e diversificada.

 

Não é nada demais ser conivente contra esses discursos? Isto não é defender liberdade de expressão ou liberdade e democracia isto é ir à contra mão dela.

 

Mas lógico que os criminosos, loucos ou fanáticos não se acham criminosos, loucos ou fanáticos.  Sempre tem uma desculpa furada. Com certeza quem faz e prática crime do discurso e apoio ao ódio na maioria das vezes se acha inocente. Alguns não aprendem nada com a História.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Então, de acordo com a comunidade gay, você seria homofóbico... 

Provavelmente. Mas felizmente nem todos vêem assim. 

 

Quando falei que não via diferença entre as duas frases, é que ambas tem potencial para disparar ondas de ódio: a frase do Feliciano pode disparar ondas de ódio contra os negros por parte de grupos que já tem histórico de tratar negros com preconceito; a frase do Wyllis pode disparar ondas de ódio não contra os homossexuais, mas contra todos aqueles que pregam que a homossexualidade é abominação. Seria como "bem, grupo 'x' entende que homossexualidade é abominação é tal entendimento é um discurso de ódio, portanto vamos odiá-los e impedí-los de disseminarem esse ponto de vista".

Entendi. E faz completo sentido. Nossa discordância está na "homossexualidade como abominação", que eu considero inadequado, na verdade inaceitável para exercer uma conduta de nível social, saindo do âmbito individual. Não dá para falar no nível pessoal porque não é atingível. Mas eu poderia gritar, chorar e espernear que não conseguiria mudar o que se passa dentro das pessoas.

 

No caso, a teologia dele é isso mesmo: a raça negra seria amaldiçoada porque descende do filho amaldiçoado de Noé, Cã, que segundo a teologia podre do Feliciano, fez sexo com o próprio pai quando este se embriagou. Ocorre que não há base bíblica para afirmar que houve um ato homossexual ali. O que dá pra dizer com segurança é que o filho zombou do pai naquele estado e, naquele contexto familiar, o patricarca era A figura de autoridade na família, sendo que atráves dele, Deus agia na vida da família. Zombar do pai naquele contexto, seria o mesmo que zombar de Deus, portanto, Cã foi amaldiçoado por seu pai sim, mas isso não quer dizer que tudo pelo que os negros passaram em sua história é RESULTADO DIRETO de tal maldição. A humanidade inteira está debaixo da maldição do pecado e isso faz com que nós, constantemente, desejemos passar por cima uns aos outros, o tempo inteiro. Basta o devido estímulo. Óbvio que depois disso o Feliciano tentou se explicar, mas não adianta...

Bom, muito obrigado pelos esclarecimentos. É...aí, então, ele pegou pesado...Se mesmo na bíblia se encontra problemas na afirmação, imagine quando fugimos a ela. A ideia de maldição adquire facilmente um cunho de subestimação e marginalização do negro de forma a criar uma situação imutável.

 

 

Ela não foi manipulada, ele disse isso mesmo. Na época, a comunidade evangélica caiu de pau em cima dele, rolou até a ilustração abaixo:

 

O problema ao meu ver é usar esta frase estúpida dele para tirá-lo da CDHM. Sim, ele disse uma besteira do tamanho do mundo, uma mentira da grossa, mas tirá-lo do cargo por ele expressar bobagens? Isso não seria censura? E, sim, tá todo mundo usando isso agora como barril de pólvora.

É porque o pessoal (eu, inclusive) vê como uma conduta anti-ética. Não há espaço para isso ao meu ver em uma comissão cuja função contradiz atitudes como essas. Eu não vejo como uma simples bobagem na medida em que reflete um pensamento de um representante e, provavelmente refletirá em sua conduta.

 

 

Bom, estamos partindo então de pressupostos e conceitos diferentes. Eu entendo que a conduta homossexual é moralmente errada e pretendo sustentar isso. O Wyllis diz que tal entendimento é discurso de ódio e quem pensa assim deve ser silenciado.

Não sei, mas acho que sua postura tem conotação bíblica porque socialmente falando não vejo nenhuma justificativa plausível para, como já disse várias vezes, achar abominável um comportamento a qual não afeta ou prejudica ninguém que não queira dele participar. Por outro lado, FORA DA ESFERA BÍBLICA, a qual encontra justificativa em um ser de cunho superior ao humano (portanto, indiscutível), não cabe a ninguém julgar a liberdade do outro. É por isso que teria terrível dificuldade de compreender uma visão assim, mas mais do que isso, acho que essa visão deve ser abolida socialmente mesmo, como lhe falei. 

 

 

Concordo plenamente. Por isso que acho que pastor não tem q se envolver com política e se o faz, largue o ministério. E como já disse pro Rafal, não tem como dissociar a figura do pastor, da figura do parlamentar. Os valores pessoais dele não mudam só porque das 8h às 17h ele exerce uma função eletiva pública.

Aqui discordamos. Acho que sim, existe uma ética profissional vinculada ao cargo que ele assumiu. Agora a perspectiva dele sai da esfera individual e passa a ser social, cujos valores podem ser contraditórios e, nos casos que requerer deve ser optado pelo SOCIAL. A conduta é a prevista nos códigos que regem os cargos. Nesse caso, se há incompatibilidade e ele não sabe separar as duas coisas, SIM, ele deve ser destituído do cargo.

 

 

Então, aí entra outra parte da minha discordância. Não entendo tais discursos como agentes CAUSADORES da violência. Quem quer fazer mal ao homossexual não precisa do discurso bíblico de que homossexualidade é abominação. E aí está o problema: a pessoa deve ser responsável criminalmente por outro ter cometido o crime supostamente baseado na frase do primeiro?

 

Se for, temos então que denunciar o David Fincher pois foi por causa do discurso seu contido em Clube da Luta que o estudante de medicina invadiu o cinema e matou 12 pessoas. Temos que tirar todos os filmes de Hollywood de cartaz.

Não é a mesma coisa. Isso fica óbvio quando falamos sobre as funções da arte, que, além de não guardar compromisso com o real e nenhuma função social, não tem o objetivo de agregar pessoas que compartilhem da opinião de personagens que servem para contar uma estória. A arte é forma de expressão amoral em essência, a moralidade pode ser uma OPÇÃO do diretor pela liberdade da qual goza.

 

Não dá para comparar um discurso na vida real que é ofensivo e discriminatório de conotação direta, ainda mais de um representante da população.

 

 

Entendi o seu exemplo e é aí que está o problema ao meu ver: fora a frase sobre os negros - que é lamentável e como já ficou bem claro, dispensa maiores esclarecimentos - não vejo o tal ódio aos homossexuais tão propalado. As afirmações dele a respeito da questão da homossexualidade não são diferentes das que eu tenho feito. Certa vez ele disse em entrevista que discorda de manifestações públicas de afeto homossexual porque isso é constrangedor. Bingo! Feliciano é homofóbico e odeia gays. Só que essa posição dele é compartilhada POR VOCÊ, portanto, pelo raciocínio ora exposto, você, Scofield, seria homofóbico e odiador de gays. Isto é verdade? É claro que não. Entende?

Sim, eu detesto, como você sabe. Mas isso funciona para mim como eu não gosto de...berros nos telefones celulares no ônibus, não há particularização. Na verdade, há várias condutas heterossexuais que considero inadequadas ou desrespeitosas, é questão de gosto. Por outro lado, você me conhece bem para saber que minha personalidade tem algumas nuances a respeito e não me iludo como alguns dizendo que sou completamente livre de preconceitos. O problema do pastor é o conjunto da obra. Há um histórico e até video dele fazendo afirmações que sustentam tal posição como homofóbica. Daí fica difícil de dizer porque não tive paciência de examinar o caso à fundo, mas tenho visto que ele diz muitas besteiras. Entretanto, o problema maior aqui é que há um vínculo da posição com o cargo que ele ocupa. Disso não há paralelo.

 

 

Para mim não é óbvio, ao contrário... o sr. Tolerância vem demonstrando excessiva intolerância contra os evangélicos. neste sentido, nenhum dos dois saem melhor ao meu ver. Nenhum.

Não tenho condição de te responder sobre isso. Eu não acompanho nada do Wyllis porque não sou parte de nenhum dos grupos que ele defende ou ofende e ele parece muito restrito a eles. Acho que felizmente, então.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Você pegou dois textos da antiga Lei Mosaica que não vigora mais.Se vigorasse, teríamos que matar os homossexuais, e acho que você concorda que não é isso que se deve fazer, certo?

E quando pegou um texto que vigora, é possível perceber uma clara diferença de conceito.

Em um temos abominação, em outro temos obsceno.

 

Não estou discutindo aplicação ou não desse ou daquele versículo, estou me atendo à conceitos e estes não mudam do antigo para o novo testamento no caso em que estamos discutindo.

 

E não há diferença conceitual entre abominação e torpeza (o texto não fala de obsceno). Basta ver o significado de ambas as palavras no dicionário.

 

O texto que postei é claro, apenas aqueles 7 pecados são considerados "abominação".

 

Que é do livro de provérbios, do antigo testamento, escrito debaixo do contexto da lei mosaica. Pelo seu critério então, ele não vigora hoje. 

 

 

Eu postando em tópicos de filmes?Dá uma procurada aí que acho que você não vai encontrar não.

 

Encontrei:

 

http://forum.cinemaemcena.com.br/index.php?/topic/4270-the-walking-dead/page-7#entry1206640

 

E há uma página inteira com tópicos de filmes com posts seus. 

 

http://forum.cinemaemcena.com.br/index.php?app=core&module=search&section=search&do=search&fromsearch=1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Scofa já tinha postado isso páginas atrás, mas ficou sufocado pelo debate em torno do Feliciano. 

 

Acho absurdo porque sou totalmente a favor da separação Igreja / Estado. Ademais, a bancada evangélica promover esse tipo de mudança no ordenamento jurídico mostra mais uma vez que ela se esqueceu de que seu papel é o da divulgação das boas novas do Evangelho e não a promoção de imposição de valores seus. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho a Bíblia um livro obviamente fora de contexto hoje. Quem segue a Bíblia cegamente é fanático por natureza. Não tem meio termo.

 

Bíblia sobre escravidão


Cada pessoa tem que ser submissa às autoridades, já que as que existem vieram ou foram estabelecidas por Deus.
- Romanos 13:1

"Escravos, obedecei em tudo aos vossos senhores terrenos, não só sob o seu olhar, como se os servísseis para agradar aos homens, mas com simplicidade de coração, por temor de Deus".
- Colossenses 3:22

"Servos, sedes submissos, com todo o temor aos senhores, não só aos bons e humanitários, mas também aos que são duros".
- I Pedro 2:18

O Senhor manda amar uma mulher infiel como Deus ama os filhos de israel, que se voltam para outros deuses e gostam das tortas de uvas passas.
- Oséias 3:1

Todos os escravos devem considerar os seus senhores dignos de toda a honra, para que não se fale mal do nome de Deus.
- I Timóteo 6:1

Escravos, obedeçam aos vossos senhores.
- Efésios 6:5

Os escravos devem estar submissos em tudo aos senhores. Que lhes sejam agradáveis, não os contradigam, não roubem.
- Tito 2:9-10

"Se alguém ferir seu escravo ou sua escrava com um bastão e morrer sob suas mãos, seja punido severamente, mas se sobreviver um ou dois dias, não seja punido, porque é seu dinheiro"
- Êxodo 21:20-21

"Quando comprares um escravo hebreu, servir-te-á seis anos, mas ao sétimo sairá livre e gratuitamente. Se entrou sozinho, sozinho sairá; se estava casado, sua esposa sairá com ele. Se seu amo lhe tiver esposa, e esta lhe tiver dado à luz filhos ou filhas, a mulher e os filhos serão de seu amo e ele sairá sozinho. Se o escravo, porém, disser: "Amo meu senhor, minha esposa e meus filhos; não quero sair livre", então seu senhor o levará diante de Deus, fá-lo-á aproximar-se da porta ou do umbrau da mesma e lhe furará a orelha com uma sovela, e ficará seu escravo para sempre.
- Êxodo 21:2-6

"Escravos e escravas para vos servires, podereis adquiri-los entre os povos circunvizinhos. Poderes também comprá-los dentre os filhos dos estrangeiros, que habitarem entre vós e dentre suas famílias, nascidos e crescidos na vossa terra, e serão vossa propriedade".
- Levítico 25:44-45

"De fato, vós, irmãos, vos fizestes imitadores das igrejas de Deus que estão na Judéia, que se deram a Cristo Jesus, tendo igualmente devido sofrer, da parte dos vossos compatriotas, o mesmo que eles próprios sofreram da parte dos judeus; judeus esses que deram a morte a Jesus e as profetas e nos perseguiram; eles não agradam a Deus e são adversários de todos os homens".
- I Tessalonicenses 2:14-15

A Bíblia sobre mulheres


Deus disse à mulher: "Multiplicarei grandemente os teus sofrimentos e a tua gravidez; darás à luz teus filhos entre dores; contudo, sentir-te-ás atraída para o teu marido, e ele te dominará".
-Gênesis 3:16

Se uma mulher der à luz um menino ela ficará impura por sete dias. Mas se nascer uma menina, então ficará impura por duas semanas.
- Levítico 12:2-8

Quando um homem e uma mulher se unirem com emissão de sêmen, se banharão e ficarão impuros até a tarde. Se uma mulher menstruar, ficará impura até sete dias após o término do fluxo, sendo que tudo o que ela tocar ficará impuro até a tarde. Se alguém tentar tocá-la ou tocar em um móvel deixado impuro por ela, ficará impuro até a tarde. Quem se juntar a ela durante este período ficará impuro por sete dias.
- Levítico 15:18-33

"Mulheres, sede submissas aos vossos maridos, como convém no Senhor"
- Colossenses 3:18

As mulheres tem de ser submissas aos vossos maridos.
- I Pedro 3:1

Os maridos devem permitir que as suas mulheres, que são de um sexo mais frágil, possam orar.
- I Pedro 3:7

A cabeça do homem é Cristo, a cabeça da mulher é o homem e a cabeça de Cristo é Deus.
- I Coríntios 11:3

O homem não foi criado para a mulher, mas a mulher para o homem.
- I Coríntios 11:9

As mulheres devem ficar caladas nas assembléias de todas as igrejas dos santos, pois devem estar submissas, como diz a lei.
- I Coríntios 14:34

Se a mulher trair o seu marido, ela será feita em objeto de maldição pelo Senhor, sua coxa irá descair e seu ventre inchará.
- Números 5:20-27

Se uma jovem é dada por esposa a um homem e este descobre que ela não é virgem, então será levada para a entrada da casa de seu pai e a apedrejarão até a morte.
- Deuteronômio 22:20-21

"É melhor alojar-se num canto do terraço, do que com mulher rixenta em casa espaçosa".
- Provérbios 25:24

"Aquela que é verdadeiramente viúva e desamparada, põe em Deus a sua esperança e persevera, noite e dia, nas súplicas e nas orações. Aquela, porém, que se entrega aos prazeres, mesmo vivendo, está morta. "
- I Timóteo 5:5-6

Que a mulher aprenda em silêncio, com total submissão. A mulher não poderá ensinar nem dominar o homem.
- I Timóteo 2:11-12

O marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja. Do mesmo modo que a igreja é submissa a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo aos maridos.
- Efésios 5:22-24


Atrocidades e Absurdos na Bíblia


"E, se o Senhor, teu Deus, a entregar nas tuas mãos, passarás a fio de espada todos os seus varões. As mulheres, porém, as crianças, o gado e tudo o que houver na cidade, todos os seus despojos, os tomarás para ti, e desfrutarás da presa dos teus inimigos, que o Senhor, teu Deus, te houver entregue".
- Deuteronômio 20:13-14

"E comerás um biscoito de cevada, a qual cozerás, à vista deles, com excrementos humanos."
- Ezequiel 4:12

"Suscitai ao seu lado um malévolo, e um acusador esteja à sua direita. Citado em juízo, seja condenado, e fique sem efeito a sua defesa. Sejam abreviados os seus dias, e receba outro o seu lugar. Fiquem órfãos os seus filhos, e viúva a sua esposa. Andem errantes e mendigando os seus filhos, e esmolem longe das suas casas em ruínas. Vincule-lhe o credor todos os seus bens, e os estranhos roubem as suas fadigas. Ninguém mais lhe mostre benevolência, nem haja quem se compadeça de seus órfãos. Sua descendência seja voltada ao extermínio; e na próxima geração extinga-se o seu nome."
- Salmo 109:6-13

"Bravo o que tomar os seus filhinhos e os esmagar contra uma pedra!"
- Salmos 137:9

"Não deixarás viver nenhuma feiticeira."
- Êxodo 22:17

"Quem sacrificar a algum deus que não seja o único Senhor, será posto em interdito."
- Êxodo 22:19

[Moisés para os soldados dele:] "Agora, pois, matai todos os varões de entre as crianças e toda a mulher que tenha tido relações com homem; mas conservai com vida, para vós, todas as donzelas que não tenham conhecido varão."
- Números 31:17-18

"Aos que crerem acompanhá-los-ão estes milagres: em meu nome expulsarão demônios, falarão novas línguas, pegarão em serpentes e, se beberem algum veneno mortífero, não lhes fará mal, imporão as mãos aos doentes, e eles recobrarão a saúde."
- Marcos 16:17-18

"E, se a tua mão é para ti ocasião de pecado, corta-a; é melhor entrares na vida mutilado, do que tendo ambas as mãos e ires para a geena, para o fogo inextinguível. E, se o teu pé é para ti ocasião de pecado, corta-o; melhor é entrares na vida coxo, do que tendo ambos os pés e seres lançado na geena. E, se o teu olho é para ti ocasião de pecado, arranca-o; melhor é entrares no reino de Deus com um só olho, do que tendo ambos os olhos e seres atirado à geena, onde o seu verme não morre e o fogo não se extingue. Pois todos serão salgados pelo fogo."


- Marcos 9:43-49

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que radical lá tem para todo partido e claro não são somente os evangélicos. E nem todos cristãos (incluindo evangélicos) são radicais. Temos ainda lá o Bolsonaro que não é evangélico, mas um radical cristão como o Feliciano igualmente racista, homofóbico e até violento.

 

E sim sou contra todos que não sabem diferenciar a religião ali de seu trabalho.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Reinaldo Azevedo disparando:

 

 

 

02/04/2013

 às 7:25
Wyllys e dois deputados petistas recorrem até a falso perfil no Facebook para calar adversários. E amplos setores da imprensa aplaudem! Um dia ainda vão propor o “controle social da piada”

O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) tem a mania de tratar como inimigas as pessoas que discordam dele. Pior: parece achar que a homofobia é a única razão que leva a essa discordância. É um sestro que carrega lá do BBB. Quando foi indicado para o paredão, Pedro Bial quis saber por que, na sua opinião, fora o mais votado. Ele mandou bala: “Vai ver é porque eu sou gay”. Ali nascia o seu vitimismo agressivo e triunfante. Como os demais participantes não eram gays, não podiam usar essa condição a seu favor. O que diriam, afinal: “Fui indicado porque sou louro”, “fui indicada porque sou mulher”, “fui indicado porque sou morena”, “fui indicado porque sou hétero”? Wyllys acabou levando a bolada. Agora deputado, em companhia de dois outros colegas, os petistas Érika Kokay (DF) e Domingos Dutra (MA), Wyllys fez uma coisa feia: resolveu apelar à Procuradoria-Geral da República para criminalizar seus adversários políticos ou intelectuais. E ainda diz que o faz em nome da liberdade. Um dos alvos, claro!, é o deputado Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara. Outro é o pastor Silas Malafaia — nesse caso, então, a coisa vai além das franjas do absurdo. Já chego ao ponto. Antes, algumas considerações.

Democracia decadente e controle da mídia
Escrevi ontem à noite um texto sobre aquelas 70 pessoas que foram ao Palácio do Planalto protestar contra Feliciano portando velas acesas. Exigiram que a presidente Dilma Rousseff se manifeste contra o deputado do PSC. Cobraram que a chefe do Executivo atue contra uma comissão do Legislativo. Sob o pretexto de defender as minorias e os direitos humanos, propõem, sem pestanejar, a violação de um dos pilares do regime democrático. Conhecem o pensamento de Wyllys, é certo, mas devem achar que Montesquieu era um banana com aquele negócio de independência entre os Poderes.

A evidência de que a democracia brasileira se degrada não está na manifestação em si — ao contrário: coisas assim só são possíveis em sociedades livres. O sintoma da decadência está no fato de que amplos setores da imprensa aplaudem o que é um convite à violência institucional.

A turma, aliás, que quer o “controle social da mídia” — viu, Zé Dirceu?; viu, Rui Falcão? — já sabe o bom mau caminho: o negócio é fazer as Blitzen no Congresso e sair por aí acedendo velas. Depois virão o “controle social das piadas”, “o controle social da opinião”… O Brasil vai ficar lotado de aiatolás bondosos dizendo o que podemos pensar ou não, o que podemos dizer ou não, que religião podemos ter ou não. Os que acreditam em Deus devem deixar de lado essa ideia estúpida de absoluto e acreditar em Wyllys — que já venceu Montesquieu, como é sabido. Faço uma ironia, mas a coisa é séria.

A acusação
A representação criminal contra um grupo de pessoas, que inclui Feliciano e Malafaia, está na página do próprio deputado do PSOL. A íntegra está aqui. Há uma penca de acusações: difamação, calúnia, falsificação de documentos, formação de quadrilha, falsidade ideológica e improbidade administrativa. As acusações são muitas porque eles querem transformar uma penca de pessoas em rés. Deve ser uma das peças mais absurdas em que pus os olhos nos últimos tempos. Fica óbvio que Wyllys e os demais deputados se querem acima das críticas. O parlamentar do PSOL parece achar razoável sair por aí acusando os desafetos de racistas, homofóbicos, fundamentalistas etc., mas se zanga quando eles reagem.

Muito bem! Qual é a principal peça que apresentam contra Feliciano? Um vídeo (abaixo), divulgado pelo deputado em seu Twitter, com crítica à atuação de alguns deputados que o atacam. Se alguém quiser ver, segue abaixo. Retomo depois.

 

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=Attv1bTVazk

 

Retomo

É evidente que há aí um trabalho de edição que pode dar acento exagerado a determinadas falas, eventualmente distorcendo-lhes o sentido. Mas pergunto: é coisa muito diferente do que os militantes fizeram com várias falas do próprio deputado? Será mesmo uma agressão mais severa do que aquelas que ele passou a enfrentar cotidianamente, seja na comissão, seja à porta das suas igrejas, seja nas redes sociais? Então o pau que bate em Chico é diferente daquele que bate em Francisco? Ora… Mas isso fica para a Procuradoria-Geral.

No caso de Malafaia, o troço, como escrevi, vai além das franjas do absurdo. A representação usa esta mensagem de uma página de Facebook contra o pastor:

Maolafaia-Falso-Facebook-480x277.png

Página falsa
Ocorre que esse é um perfil falso. Não pertence ao líder religioso. O verdadeiro não é “Pastor Silas Malafaia”, como vai acima, mas “Silas Malafaia Oficial”. O curioso é que a própria representação fala sobre a existência de perfis falsos, mas parte do princípio de que os responsáveis por eles são justamente os que têm seus respectivos nomes usados à revelia.

Wyllys não disse aquelas sandices à CBN. Ocorre que Malafaia também não postou a tal mensagem. Há um tuíte que é, de fato, de autoria do líder religioso, mas se insere perfeitamente no direito que as pessoas têm à crítica — ou Wyllys e os dois outros deputados pairam acima das divergências?

A dita representação criminal é um saco de gatos. E me parece que a aberração técnica é mais método do que loucura. Por quê? Com base numa reportagem da Folha, por exemplo, acusam Feliciano de improbidade administrativa por causa de funcionários oficialmente lotados em seu gabinete, mas que serviriam à denominação religiosa à qual ele é ligado. Muito bem! O que isso tem a ver com Malafaia e com alguns outros que estão sendo acusados por delitos que, entendo, são de opinião? Resposta: NADA! O trio só está interessado em juntar adversários no mesmo saco de gatos.

Chega a ser uma piada que Wyllys processe Feliciano, dizendo-se perseguido. Ora, quem é que lidera a campanha nacional contra o presidente da comissão? Incluir Malafaia na peça acusatória é a evidência escancarada de má-fé. Ele não é político, não está na comissão — é, apenas, alguém com o direito a uma opinião. Mas com direito à SUA opinião, não a de um falso perfil.

Espero que a mesma imprensa que está endossando esse espetáculo de intolerância não venha a pagar caro por sua estupidez. Está confundindo o direito à divergência e ao protesto — e as praças estão aí para isso — com a “boa censura”, como se isso fosse possível.

Não queremos ser tutelados pelo estado, certo? E creio haver um razoável consenso nisso (os petistas discordam, desde que eles sejam o estado, claro!). Cumpre indagar se a tutela exercida por minorias — ou maiorias — organizadas é legítima. Para alguém que se orienta segundo os critérios da democracia política, a resposta é uma só: NÃO!

A imprensa brasileira, com as exceções costumeiras, vive um momento vergonhoso. Entende, de modo estúpido, que a única censura que se deve repudiar é a legal. Se um dia lhe ocorrer de escarafunchar a biblioteca, verá que há outra tão ou mais perversa: aquela que pretende censurar mais do que a liberdade de expressão; pretende impedir o próprio exercício do pensamento em nome de valores supostamente infensos a quaisquer questionamentos.

Resta-nos aguardar agora o “controle social da piada”. Os humoristas podem começar a treinar as piadas construtivas. Nessa toada, a liberdade, especialmente na Internet, está com os dias contados. Se acham que o cristianismo, que eles adoram esculhambar — e o fazem, felizmente, sem qualquer censura —, é uma religião problemática, é porque não conhecem o laicismo controlado por alguns fanáticos. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Texto muito parcial, parece que ele quer defender um lado só através da crítica ao outro, mas parece que o pessoal não percebeu ainda que as duas posturas não precisam ser avaliadas contrapondo-se porque não têm caráter exclusivo uma em relação a outra. Não me agradou.

Acho a Bíblia um livro obviamente fora de contexto hoje. Quem segue a Bíblia cegamente é fanático por natureza. Não tem meio termo.

Sim. As passagens que postou são perturbadoras.

Share this post


Link to post
Share on other sites

E não há diferença conceitual entre abominação e torpeza (o texto

não fala de obsceno). Basta ver o significado de ambas as palavras no dicionário.

 

 

torpeza:

"Ação ou procedimento de ignóbil, vergonhoso, sórdido.

Que demonstra indecências ou obscenidades.

Qualidade do que é nojento ou repugnante. "

 

abominável:

"Que excita a aversão, o horror: crime abominável.

Muito mau: gosto abominável. (Sin.: detestável, execrável.)"

 

Na minha bíblia está obsceno, que é o mesmo que torpe.Mas torpe não é o mesmo que abominável.

 

Que é do livro de provérbios, do antigo testamento, escrito debaixo do contexto da lei mosaica. Pelo seu critério então, ele não vigora hoje.

 

Nem todas as partes das Escrituras Hebraicas são parte da Lei Mosaica, o livro de Provérbios foi escrito por Salomão e outros, onde grande parte do conhecimento existente alí foi dado por Deus a Salomão.

A maior parte (senão toda ela) da Lei Mosaica está em Levítico.

 

 

É mesmo, tinha esquecido que já postei neste fórum sobre filmes.

Bom, isso foi a mais de 3 anos, hoje consigo me controlar e evito entretenimento violento.

 

 

Bíblia sobre escravidão

 

Esse tema já foi falado neste tópico.

A escravidão era normal naquele época, tanto quanto o sistema de empregados que temos nos dias de hoje.Só que, nenhum dos dois é bem visto por Deus, veja o que ele promete para o novo mundo:

 

"E hão de construir casas e [as] ocuparão; e hão de plantar vinhedos e comer os [seus] frutos. 22 Não construirão e outro terá morada; não plantarão e outro comerá.Porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore; e meus escolhidos usufruirão plenamente o trabalho das suas próprias mãos. 23 Não labutarão em vão,"

 

Esse é o sistema que Deus acha correto, quem conhece a bíblia sabe disso.

 

 

Deus disse à mulher: "Multiplicarei grandemente os teus sofrimentos e a tua gravidez; darás à luz teus filhos entre dores; contudo, sentir-te-ás atraída para o teu

 

marido, e ele te dominará".

-Gênesis 3:16

 

E não é verdade?O parto não é dolorido?As mulheres não são dominadas pelos homens?Essa foi a punição dela, e essa foi a do homem:

 

"E a Adão ele disse: “Porque escutaste a voz de tua esposa e foste comer da árvore a respeito da qual te ordenei, dizendo: ‘Não deves comer dela’, maldito é o solo por tua causa. Em dor comerás dos seus produtos todos os dias da tua vida. 18 E ele fará brotar para ti espinhos e abrolhos, e terás de comer a vegetação do campo. 19 No suor do teu rosto comerás pão, até que voltes ao solo, pois dele foste tomado. Porque tu és pó e ao pó voltarás.”

"

 

AMBOS foram punidos, homem e mulher.Por isso a humanidade é amaldiçoada, como o Dook bem disse.

 

 

Se uma mulher der à luz um menino ela ficará impura por sete dias. Mas se nascer uma menina, então ficará impura por duas semanas.

- Levítico 12:2-8

 

Essa lei, que não vigora mais, protegia a mulher no pós-parto, que você deve reconhecer que é um momento delicado para a mulher, e , como a ciência não era muito desenvolvida naquela época, era melhor não incomodar a mulher enquanto a natureza fazia o trabalho dela.

 

 

Quando um homem e uma mulher se unirem com emissão de sêmen, se banharão e ficarão impuros até a tarde. Se uma mulher menstruar, ficará impura até sete dias após o

 

término do fluxo, sendo que tudo o que ela tocar ficará impuro até a tarde. Se alguém tentar tocá-la ou tocar em um móvel deixado impuro por ela, ficará impuro até a

 

tarde. Quem se juntar a ela durante este período ficará impuro por sete dias.

- Levítico 15:18-33

 

Outra lei que visava a saúde da mulher.

 

 

"Mulheres, sede submissas aos vossos maridos, como convém no Senhor"

- Colossenses 3:18

As mulheres tem de ser submissas aos vossos maridos.

- I Pedro 3:1

 

A esposa é uma ajudadora, mas é dever do homem presidir a família, é dever dele trazer o sustento:

 

"Certamente, se alguém não fizer provisões para os seus próprios, e especialmente para os membros de sua família, tem repudiado a fé e é pior do que alguém sem fé.

"

 

Veja, se o marido, mesmo que for cristão, não der o sustento da família dele, ele é pior do que alguém que não têm fé.

Como em qualquer organização, a família deve ter alguém que a presida, senão vira uma bagunça.Mas a bíblia também diz que as coisa na família devem vir de um consenso.

 

 

Os maridos devem permitir que as suas mulheres, que são de um sexo mais frágil, possam orar.

- I Pedro 3:7

 

Não sei da onde você pegou está lista, mas este texto esta transcrito incorretamente, veja:

 

"Vós, maridos, continuai a morar com elas da mesma maneira, segundo o conhecimento, atribuindo-lhes honra como a um vaso mais fraco, o feminino, visto que sois também herdeiros com elas do favor imerecido da vida, a fim de que as vossas orações não sejam impedidas."

 

 

A cabeça do homem é Cristo, a cabeça da mulher é o homem e a cabeça de Cristo é Deus.

- I Coríntios 11:3

 

Ou seja, temos a Jesus como exemplo.Ele não foi autoritário e ,ainda mais, deu a vida dele por nós, assim como o homem deve fazer por sua família.

 

 

O homem não foi criado para a mulher, mas a mulher para o homem.

- I Coríntios 11:9

 

Sim, Eva foi criada para ajudar Adão.

 

 

As mulheres devem ficar caladas nas assembléias de todas as igrejas dos santos, pois devem estar submissas, como diz a lei.

- I Coríntios 14:34

 

Este texto fala sobre ensinar na congregação, e o arranjo estabelecido diz que mulheres não devem ensinar, ou seja, ser pastoras, na congregação.(Coisa que os evangélicos não seguem).

 

 

Se uma jovem é dada por esposa a um homem e este descobre que ela não é virgem, então será levada para a entrada da casa de seu pai e a apedrejarão até a morte.

- Deuteronômio 22:20-21

 

Prostituição era uma crime que levava a morte no Israel antigo.E uma mulher que no primeiro casamento não fosse virgem, era considerada prostituta.

 

 

"É melhor alojar-se num canto do terraço, do que com mulher rixenta em casa espaçosa".

- Provérbios 25:24

 

Aquele típico ditado, "antes só que mal acompanhado". E isso vale tanto para homens quanto para mulheres.

 

 

"Aquela que é verdadeiramente viúva e desamparada, põe em Deus a sua esperança e persevera, noite e dia, nas súplicas e nas orações. Aquela, porém, que se entrega aos

 

prazeres, mesmo vivendo, está morta. "

- I Timóteo 5:5-6

 

Assim como todos nós, as viúvas não são liberadas para pecar só porque são viúvas.

 

 

Que a mulher aprenda em silêncio, com total submissão. A mulher não poderá ensinar nem dominar o homem.

- I Timóteo 2:11-12

 

Esse é o texto que falei que os evangélicos não seguem, mulheres não devem ser pastoras.

 

 

O marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja. Do mesmo modo que a igreja é submissa a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo aos

 

maridos.

- Efésios 5:22-24

 

Faltou o 25:

"Maridos, continuai a amar as vossas esposas, assim como também o Cristo amou a congregação e se entregou por ela".

 

Como falei, alguém teria que chefiar a família, Deus escolheu o homem e mandou que ele amasse sua esposa a ponto de MORRER por ela.

 

 

"E, se o Senhor, teu Deus, a entregar nas tuas mãos, passarás a fio de espada todos os seus varões. As mulheres, porém, as crianças, o gado e tudo o que houver na

 

cidade, todos os seus despojos, os tomarás para ti, e desfrutarás da presa dos teus inimigos, que o Senhor, teu Deus, te houver entregue".

- Deuteronômio 20:13-14

 

As pessoas pensam que Deus é só paz e amor, que tudo são flores, mas Deus é justo também, e não desconsidera matar os iníquos.Veja o que ele disse:

 

"Não retribuais a ninguém mal por mal. Provede coisas excelentes à vista de todos os homens. 18 Se possível, no que depender de vós, sede pacíficos para com todos os homens. 19 Não vos vingueis, amados, mas cedei lugar ao furor; pois está escrito: “A vingança é minha; eu pagarei de volta, diz Jeová.”

"

 

É meu amigo, o bicho vai pegar.

 

 

"E comerás um biscoito de cevada, a qual cozerás, à vista deles, com excrementos humanos."

- Ezequiel 4:12

 

Nesta passagem, Ezequiel estava mostrando aos Israelita as condições deploráveis que eles passariam quando Jerusalém fosse sitiada, ele estava encenando uma profecia.

Mas se você seguir a leitura, verá que Ezequiel pede a Deus para ele não usar excrementos humanos naquela encenação, então Deus deixa ele usar estrume de vaca, algo comum naqueles dias.

 

Depois falo dos outros.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nem todas as partes das Escrituras Hebraicas são parte da Lei Mosaica, o livro de Provérbios foi escrito por Salomão e outros, onde grande parte do conhecimento existente alí foi dado por Deus a Salomão.

 

A lei mosaica não foi dada por Deus a Moisés?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Este texto fala sobre ensinar na congregação, e o arranjo estabelecido diz que mulheres não devem ensinar, ou seja, ser pastoras, na congregação.(Coisa que os evangélicos não seguem).

 

Evangélicos VÍRGULA... os evangélicos NEO-PENTECOSTAIS não seguem. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...