UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena
Mr. Scofield

Religião (#4)

Recommended Posts

De fato... péssimo pra você. O respeito é um conceito que só existe em um cenário onde também existem o certo e o errado. Se não existe certo e errado, se todo mundo está "certo", então não há desrespeito. Bancar a vinda do Papa é tão respeitoso quanto os ateus promoverem bobagens como "sessão de desbatismo". 

 

Por isso que é engraçado... a pessoa que defende essas idéias nem se dá conta do quão distante da realidade ela está e ainda acha que está abafando no mundo real. 

 

É como eu sempre digo: falar essas besteiras que você fala é fácil; difícil é viver de acordo. 

 

Mas pera ai, os ateus estão querendo que o governo banque essas bobagens de sessão de desbatismo? 

 

aff, parei!

 

Já é ridiculo uma pessoa querer se desbatizar (como bem disse sua tira ali em cima).

 

Mas ai será caso de polícia (ou da sociedade se manifestar) se exigir que seja uma conduta promovida pelo Estado.

 

Quanto ao respeito e tudo o mais, a questão é assumir-se como ser humano tal qual o outro, e que só pode responder moralmente pelos atos da cultura do qual sua moral foi construida. 

 

Num país de nação e estado cristão deve ser moral e ético bancar o papa, assim como as nações de estado mulçumano deve ser ético e moral bancar algum representante seu. 

 

Mas o problema no Brasil é que existem diversas religiões e crenças que são e devem ser representadas pelo Estado, ai que entra o problema de bancar o Papa.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Brasil é um país de maioria esmagadora católica, Adler, o que justifica o Estado bancar o Papa... O resto é fichinha, principalmente os ateus, que correspondem a uma partícula do povo brasileiro. Vc não entendeu isso ainda?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que a internet deu às pessoas uma ilusão violenta de espaço amostral em várias instâncias, aliás.  Povo acha que um espaço elitizado formado por um grupo específico preenche os requisitos para promover um fatorial que abrange a população inteira.

 

O número de ateus em rede é grande. Especialmente os intelectualizados revoltados. É claro que há muitas exceções, mas grande parte discursa e dispersa suas bobagens impositivas (porque não basta ser ateu, tem que mostrar/provocar/instigar que os outros vivem em um suposto mundo de fantasia) em ambientes múltiplos. De forma nenhuma, entretanto, eles são tão representativos em um contexto geral. Seu crescimento é até grande, mas ínfimo proporcionalmente em relação ao todo.

 

O melhor exemplo é o do número de pessoas que achavam que a Dilma ia ser deposta por um golpe de estado por causa das manifestações ou que a população passou a odiá-la mesmo com a evidência explícita que seu índice de aprovação ainda era mais de 50%.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu vi só um dos vídeos, não me interesso muito por ele porque não ligo muito por pessoas que focam tanto em desconstruções de Deus. Gostaria mais se ele só descrevesse uma outra percepção ao invés de confrontar tanto.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Carl Sagan era conciliador sim. Porém, ele não deixava de questionar assim como eu. Inclusive velhos hábitos e valores “inquestionáveis”.

 

Apenas questiono! Se questionar incomoda. Bem...  vão se danar. Não vivemos mais na porra da Idade Média como alguns acomodados acreditam. Logo não vou parar NUNCA de questionar tudo e todos.

 

Apenas estou colocando as cartas na mesa inclusive os custos OFICIAIS do “Papa dinheiro” aqui. E isto incomoda muita gente e mostra o grau debate dos reacionários de plantão.

 

 

 

 

 

 

http://www.youtube.com/watch?v=EIA27RtkoyE

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu realmente não me importo com o que os outros acreditam em si. Minha postura real com relação à religião vive puramente no campo comportamental e individual. Daí se tornam irrelevantes os confrontos. Pessoalmente o questionamento não me instiga porque eu sequer me importo se existem deuses.

Share this post


Link to post
Share on other sites

No campo filosófico também não me importa muito. É uma discussão muita improdutiva em minha opinião. Já no campo real das leis, o comportamento social de benefícios e malefícios me importa muito. Por exemplo: Gastos financeiros e finalidades, escândalos de pedofilia e outros escândalos sexuais, grupos de intolerância (incluindo de ateus), bloqueio de pesquisas como células tronco etc. Afinal isto me afeta indiretamente ou diretamente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dook, você só ignora, convenientemente, que cada membro da família tentava "empurrar" goela abaixo do moleque o sentido da vida e a militância de determinada religião.

 

Então não me venha com esse mimimi.

 

Se ele descobriu isso por si só e fez sentido pra ele neste momento, que seja... Pode ser que um dia ele descubra por si só que a religião era algo válido, ou não...

 

Não seja tão parcial.

Share this post


Link to post
Share on other sites

E você só entendeu o que bem quis Dook...

Mr. Scofield, não dá para negar que ele escolheu outro lado, mas se ele tivesse escrito em uma comunidade de católicos que a família dele sempre tentou enfiar o ateísmo goela abaixo mas que ali ele encontrou Jesus, Deus e a salvação, viriam aqui dizer: "Soltam as crianças na internet e dá nisso, 13 anos na cara e já entendeu todo o sentido da vida e já pode ingressar na militância cristã." ?

 

E quem somos nós para dizer que ele é ingênuo ou não? Ingênuo porque não acredita em Deus? Ingênuo porque sofreu uma "lavagem cerebral" do "time adversário"?

 

Repito, é muito conveniente olhar isso e achar que só porque ele, com toda sua possível imaturidade e ingenuidade, "escolheu" ser ateísta que ele seja imaturo e ingênuo.

 

Quantas crianças são empurradas e forçadas à ir, mesmo não sendo contra sua "vontade" já que os pais vão e ele vai porque ele "tem de ir também", à igreja, culto ou seja lá o que for? 

 

Eu mesmo, fui batizado e fiz 1ª comunhão sem nem bem entender o que era aquilo direito! Aliás, fiz Crisma "recentemente" (alguns poucos anos atrás) e hoje me vejo como um "deísta" inclinado ao ateísmo...

 

Uma pessoa é ingênua porque de acordo com o que ela "sentia" em determinado momento a religião não lhe fazia sentido?

 

Como eu disse, ele pode ser "ateu" hoje, mas isso não o torna "ingênuo" por si só, apenas vai de acordo com o modo como ele está enxergando as coisas HOJE... Daqui uns anos ele pode rever isso e acreditar em Deus! Ele continuar acreditando que Deus não existe é que o torna ingênuo? Não, passar a acreditar em Deus, vai torná-lo ingênuo? Não! Cada um acredite no que quiser, em uma árvore, em um deus alienígena, um homem com cabeça de coruja, uma torrada com uma imagem aleatória... Deixa o garoto...

Share this post


Link to post
Share on other sites

A ingenuidade é postural. Não está em se dizer ateu (aí falaríamos de maturidade), mas na contradição dele, ao mesmo tempo, condenar uma ideia desrespeitosa de "enfiar algo por sua goela abaixo" (não ME respeitaram) e adotar a mesmíssima postura ao dizer que o que eles falam "não tem sentido" (desrespeitando a crença DELES) ou que uma instituição o "abriu os olhos" (algo que soa como seguir cegamente sem nenhum questionamento ou mesmo uma idolatria equiparável). Ingênuo explicitamente por não ter consciência que está propagando exatamente o que tanto condenou em palavras mal escolhidas, só que com um ponto de vista diferente. Isso para mim é dedutível, não tem sentido ficar falando em "quem somos nós para...", afirmativas que soam como de forte potencial dramático ao meu ver, e não funcionam,  já que julgamos e somos julgados de acordo com referências lógicas o tempo todo.

 

A propósito, para mim não tem frescura. Se ele tivesse escrito na comunidade de católicos, eu teria falado exatamente a mesma coisa que falei acima.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas se ele é ingênuo, então deve-se relevar, até mesmo por não estar em uma idade em que normalmente não é a melhor fase para colocarmos as idéias de forma tão mais elaborada que essa... Até mesmo pessoas mais velhas não tem essa capacidade.

Essa imagem com a manifestação desse garoto não acrescenta ou diminui em nada o que quer que seja. É apenas um posicionamento dele que tomou corpo em uma rede social onde cada um diz o que bem quer para quem quiser ler.

Até porque tudo que ele disse esta sendo dito na concepção DELE... Então querer inferir significados ao que ele diz, mesmo que as palavras sejam colocadas de tal forma, é um tanto quanto besta.

 

Preste atenção e verá que a contradição é inerente ao ser humano...

 

Somos contraditórios, e muito! Imagine uma criança de 13 anos...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Porque tenho que relevar? Achei ingênuo e incoerente sim e estou me manifestando contra esse modo de expressão. E você mesmo está inferindo significado ao que ele diz com um monte de suposições e ainda criando um monte de artifícios para defesa do pobrezinho. Não tenho que relevar nenhuma postura que considero inadequada por vir a discriminar a crença dos outros e propagar algo que considero potencialmente nocivo. Não é por ser um adolescente que não posso discordar de algo.

 

Aliás,frases como "todos nós somos" ou "quem somos nós para..." não funcionam. Elas são tentativas de esvaziar posicionamentos e retirar quaisquer referências para debates. Não chegam a lugar nenhum.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, eu não tô defendendo ninguém! Apenas estou propondo uma reflexão. Aonde já se viu ficar se doendo por causa da manifestação de uma pessoa com 13 anos de idade?

 

Não por considerar alguém menos ou mais capacitado, mas é porquê aos 13 anos de idade a noção e visão de mundo ainda é muito limitada.

 

Se ficar nessa de "não vou relevar" ele também tem direito de "não relevar" e ficar nessa discussão que só vai gerar desgaste e pouco vai acrescentar para a vida de ambos, já que geralmente vão ficar mais preocupado em provar que o outro é quem está desrespeitando do que seguirem suas vidas e acreditando naquilo que bem entenderem.

 

Pergunto, o que espera ler em uma comunidade de Ateus? Pessoas exaltando Jesus ou Deus?

 

Da mesma forma que haverá pessoas exaltando a sua "fé" em comunidade de cristãos, haverá pessoas exaltando sua "fé" na comunidade de ateus, na de budistas, na de deístas, na de agnosticistas e por aí vai...

 

Ele foi em uma comunidade cristã manifestar-se dessa forma? Não! Ele foi em uma comunidade de ATEUS... Quem foi lá se doer foi quem tirou esse "print"... 

 

Então você tem que relevar SIM, porque ele não veio aqui enfiar na sua ou de qualquer outra pessoa, goela abaixo o que ele acredita, alguém foi lá no terreno deles, de ATEUS e achou, olha só que coisa (!), um manifesto ateu!

 

Olha só... Se eu for na de cristãos, provavelmente vou achar, veja só (!) manifestações cristãs que de alguma forma discrimina os ateus...

 

É fácil ficar copiando e colando aquilo que é conveniente e que vai provar nossos pontos de vistas... Eu tô tentando provar o meu de forma conveniente e na minha opinião, buscando uma reflexão...

 

"O todo é maior do que a soma das partes."

Share this post


Link to post
Share on other sites

Saga, mais uma vez: acho que o foco se perdeu no garoto. A crítica maior é à atea. Mas ninguém tem que relevar nada (como ele vai relevar algo meu se sequer vai ler o que escrevo?) e ninguém está se doendo por nada, eu só me manifesto contra posturas assim, entendeu?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sério, enquanto ficar se doendo pelas manifestações da ATEA e reagindo, mais eles vão continuar se doendo e se manifestando e isso é um ciclo vicioso... Eles só se manifestam dessa forma porquê tem quem insista em se manifestar contra os ateus, daí acabam se manifestando contra os cristãos... Acho que eles querem se manifestar contra quem fica tentando enfiar goela abaixo, mas acaba atingindo cristão que respeita. Daí o cristão que respeita, acaba se doendo e também ataca, e a bola de neve vai aumentando...

 

Se cada um se preocupasse mais em continuar vivendo de acordo com o que acredita ao invés de ficar vivendo impor ao outro aquilo que acredita, seria muito melhor...

 

Só tenho a lamentar que ninguém queira ceder e sempre vai ter um para botar fogo ou jogar gasolina ao invés de seguir em frente...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...