Jump to content
Forum Cinema em Cena

Recommended Posts

O título claramente foi inspirado no nacional sobre espiritismo... já q o Cloud Atlas bebe dessa fonte e mtas outras...

 

Eu gostei do filme, ele é bastante complicado e mto truncado, mas para mim o resultado final, e a forma de como as histórias se intercalam foi mto inteligente, apesar de achar a história do velhinho desnecessária, o filme poderia ter passado sem ela, apesar de reconheço q algumas tiradas dela foi engraçado...

 

Para mim a melhor história foi disparada a de Nova Seul, queria mto ver um iflme inteiro só dessa história, e ali tem material para isso, o elenco simplesmente fantastico, tirando a halle barry, q atuando ao lado de Tom Hanks só mostra sua limitação, apesar dela estar ok na história do reator atomico.. e o Hugo Weaving oruba a cena sempre q aparece... principalmente torturando a alma do ton hanks no futuro pós-apocaliptico...

 

Mas ele tem seus defeitos, é demasiadamente longo, e em vários momentos bastante arrastado e carece de ritmo..., apesar do ritmo frenetico de nova seul...

 

resumindo, gostei bastante mas esperava mais dele... nota 4/5

Link to post
Share on other sites
  • Replies 64
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Acabei de assistir e não realmente uma obra prima mas esta longe de ser um filme fraco muito pelo contrario e tem muitas qualidades como manter o elenco principal nas 6 historias com mudanças de etnia

TRAILER DE 5 MINUTOS:  

Roger Ebert ficou sem palavras. Comparou a experiência com a de 2001 - Uma Odisseia no Espaço.

A Viagem (Cloud Atlas)

 

 

Sinopse:

 

 

Em 'A Viagem' várias histórias em épocas diferentes, passado, presente e futuro, estão conectadas mostrando como um simples ato pode atravessar séculos e inspirar uma revolução. Os diretores da trilogia Matrix e o diretor de ´Corra Lola Corra´ dirigem uma épica estória através dos séculos.

Elenco: Tom Hanks, Susan Sarandon, Jim Sturgess, Halle Berry, Hugh Grant
Direção: Tom Tykwer, Andy Wachowski, Lana Wachowski
Gênero: Drama
Duração: 172 min.
Distribuidora: Imagem Filmes
Classificação: 16 Anos

 

 

Quando o Pablo Villaça publicará o sua crítica no site?!!! rs

 

Abraços

Link to post
Share on other sites

Com tres diretores colocando a mão nao poderia ter dado outra: um belo samba-do-crioulo-doido... mas penso como o Sith, se tivessem focado apenas nas estorias focadas no futuro (o modernoso e o distopico) teria sido mais interessante. As q se passam no passado e presente sao um porre sem tamanho.. a duração tb pesou mto, tive q fazer força pra me manter acordado...mas enfim, mantenho meu pra esse projeto ambicioso q deixou a desejar de forma geral. 7,5/10

Link to post
Share on other sites

Um filme com quase 3 horas não tem como ser interessante o tempo todo, sempre vai ter um momento monótono ou algum personagem chato acontece e normal, mas no caso do Cloud Atlas (esquece a Viagem) não vai agradar a todos mesmo com sub-tramas paralelas e tão distintas como,passado , presente e futuro mudar aleatoriamente os seus protagonistas vai desapontar algumas pessoas oque e uma pena, mas não e porque e eu outras pessoas gostaram que tem ser unanimidade  viva a democracia.

Mas confesso que foi bom ver atores que eu particularmente gosto fora dos seus papeis naturais como Hugh Grant que sempre faz comedias românticas como um dos principais  antagonista  da trama e me impressionou como o  grotesco lider kona no ultimo segmento junto com e o Hugo Weaving ótimo a verdadeira encarnação do mal quando aparece algo ruim sempre  acontece , o próprio Tom Hanks surpreende e muito abandona de vez o papel de herói vive vários personagens contraditórios e falhos durante o filme e choca ao velo tão humano e cheio de defeitos no longa com medico ardiloso e nojento, recepcionista ambicioso, o escritor frustado e violento (a cena com critico e foda), o cientista reticente e apaixonado,  o atormentado e covarde  Zachary que  só encontra a sua redenção e coragem a ajudar Meronym (Halle Berry) que alias gostei da química do casal que parecem destinados a ficar mesmo contrariando a realidade de suas vidas passada e atual.

Algumas tramas são mais revelantes mesmo e eu tava achando chata de 2012 da casa de repouso dos idosos e no meio do fim ficou engraçada, a do advogado e o escravo eu esperava um desfecho trágico e previsível e não ela se torna edificante, e fiquei triste com os acontecimentos do compositor gay e o seu inquisidor musico que destrói a sua vida.

Sob a trama futurística da oriental 2144 e realidade uma mais cruel e injusta e da protagonista Sonmi 451 que nos toca pela sua inocência e o terrível destino que a aguarda  sob a proteção do comandante Chang curti demais as cenas dos dois e cenas de ação são fantásticas. Por isso e mais marcante para maioria das pessoas. As outras 2 tramas e eu gostei também a reporter(Halle Berry) corajosa que praticamente poe sua vida em risco e enfrenta um impiedoso assassino Bill Smoake (Hugo Weaving) e boa .

Cartas,livros,sonhos, amor, esperança esta tudo conectado.

E citações legais:

 

"Nossas vidas não pertencem somente a nos, estamos unidos uns aos outros no passado e presente"

"Em cada crime e cada gentileza traçamos nosso futuro"

"Existe uma ordem natural neste mundo, que aqueles que tentam ir  contra ela não acaba"

"O livro pela metade e como uma historia de amor pela metade"

" O fraco e a carne que alimentas os fortes"

 

Sob alguma maquiagem de alguns atores terem ficada toscas ou deliberadamente assim oque foi bom para podemos reconhece-los em cena, e um filme que e bom ver 2 vezes para curtir os detalhes ricos presentes na tela e me arrisco dizer que vai ficar mais famoso com o tempo e virar cult ,mas ainda assim não e uma obra prima mas um ótimo longa

 

cloud-atlas-3.jpgcloud-atlas-4.jpg

cloud-atlas-1.jpgcloud-atlas-2.jpg

 

Obs: JÁ ESTA EM CARTAZ

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Link to post
Share on other sites

Bem, a história do filme é todas as histórias juntas, e não cada história separada. Olhar cada história sepada e esperar que essas histórias é que lhe vão entreter me soa como alguém esperar que cada parte de um filme, o primeiro ato, o segundo, o terceiro, é que vão entreter separadamente, e não a história do filme como um todo (apesar de podermos separar qual parte melhor nos entretem ou de fato nos entretem). Não sei, mas sinto que esse problema de ver cada história como uma coisa por si só, ou seja, ver vários filmes dentro de um, ou vários contos dentro de um, acho um problema de espectativa do espectador, não do filme.

 

A história do cara com o amigo negro escravo e o médico falcatrão é muito boa, a do jovem músico homossexual que vai trabalhar com um grande compositor idoso é excelente para o tema que o filme quer abordar. A história do velhinho fugindo do asilo é meio desnecessária, a história da naomi é empolgante mas também soa como deja vu (clichê) e a história de uma civilização do futuro nativa, que aparenta ser uma civlização "primitiva" que tem uma richa com a tribo canibal, é excelente tbm, e o delírio do cara é fantástico.

 

O grande problema do filme é que ele maior parte das histórias não são dúbias, não intrigam, só contam. São histórias corridas, em nenhum momento deixa-nos intrigado com algo, ou com alguma questão, com algum personagem. Só no conflito entre o jovem e o velho musico que culminou na sua morte é que foi intrigante e assim estimulante. 

Link to post
Share on other sites

o problema do filme é q não te envolve... pelo menos no meu caso..

 

Em alguns momentos eu senti isso, mas acho que é justamente porque eu via cada história e esperava sua continuação.

 

Foi dificil pra mim esperar que o proximo ato do filme seja contado por outra história e não aquela que eu tava vendo.

 

mas mesmo assim, quando acabou o filme é que me dei conta que o filme tinha me agrado apesar de tantas idas e vindas.. 

Link to post
Share on other sites

Não gostei, achei chato, longo, cansativo, pretensioso e excessivamente dramático no final, mas achei bem bacana essa explicação de um usuário do imdb (bem simples e objetiva):

 

"The central theme is that a man freed a slave, wrote a book about it, this book in turn inspired another man while he was writing a symphony, that man wrote letters that helped a woman uncover a horrible conspiracy, and her book was published by a man who was wrongfully incarcerated. The man who was wrongfully incarcerated inspired a woman to start a revolution, and she became a god to people in the far future... That's really all the movie is about, it's just a really fun adventure through time watching each event impact another" - by duffasaurus

 

E, Soto, esse seu gráfico (o primeiro) é bem bacana sim.

Link to post
Share on other sites

Censura chinesa corta 40 minutos do filme "A Viagem".

 

10jan2013---cena-do-filme-a-viagem-longa


As autoridades chinesas cortaram 40 minutos do filme "A Viagem" (Cloud Atlas), de coprodução americana e alemã, divulgou nesta quarta-feira (23) a imprensa estatal.

O anúncio foi feito após os cortes sofridos pelo mais recente filme de James Bond, "007 - Operação Skyfall", que provocaram a frustração do público e até mesmo críticas indiretas da imprensa oficial.

O filme "A Viagem" tem duração de 172 minutos na sua versão original, porém foi encurtado para pouco mais de duas horas após passar pela censura da Administração Estatal chinesa para Rádio, Cinema e Televisão (SARFT).

Os agentes da SARFT não foram localizados para comentar a informação.

A codiretora do longa, Lana Wachowski, acredita que o filme pode ser visto na sua versão original pela internet.

A pirataria é comum na China e a versão completa já registrou milhares de downloads.

Algumas das cenas excluídas eram de nudez, noticiou a imprensa local.

O longa entrelaça seis histórias ao longo de vários séculos, de um diário de 1849 de uma viagem oceânica pelo Pacífico até um clone rebelde numa Coreia futurista.

As regras de censura na China não são claras e as razões dos cortes também não são explicadas. São poucos os filmes que escapam ilesos dos censores chineses.

Link to post
Share on other sites

Sinceramente , eu assisti o filme pensando em Lost ,e  logo tal como habituei em lost , eu tentei encontra a relação direta entre as história , e especificamente nesse filme , a relação entre as várias vidas vividas por um espirito , mas isso eu não encontrei e isso foi bem confuso para mim , pois espirito para mim é basicamente essência , e  esses espíritos pareciam mudar de essencial a cada vida , vide por exemplo esse cara da foto qual era vilão numa história , e herói na outra : 

Screen+shot+2012-12-12+at+1.16.15+PM.png

Link to post
Share on other sites

Eu me surpreendi positivamente com o filme, mas ele é exageradamente longo, e como já disseram, algumas linhas narrativas são inferiores e outras muito mais interessantes, além de uma ou outra "desnecessária"... dava pra ser um filme mais enxuto, dinâmico e interessante... Realmente uma coisa impacta diretamente na outra e as pessoas não possuem essa percepção, até prq não é intenção, é apenas a vida acontecendo...

Link to post
Share on other sites
  • 4 months later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...