Jump to content
Forum Cinema em Cena

Oscar 2012: Previsões


Oberon
 Share

Recommended Posts

Só pra aumentar ainda mais minha revolta com essa temporada' date=' acabo de assistir Warrior, um filme que triunfa sobretudo por sua incrivel estrutura narrativa. É inaceitável que Tom Hardy e Joel Edgerton não estejam na linha de frente por indicacoes - e é revoltante que Nick Nolte não seja favorito absoluto ao premio de coadj.

Trata-se de um filme sem notas falsas e de uma integridade assombrosa. Após essa cena final, estou aos cacos.
[/quote']


Não é revoltante quando o favorito é Christopher Plummer num trabalho magnífico,  em um filme ímpar.  Aliás, o McGregor e principalmente a Laurent (em um ano fraco de coadjuvantes) deveriam estar nas listas de indicados, assim como essa pérola de filme.

 

Plummer não lambe as botas de Nolte. E voce já viu Warrior, Welington?
Link to comment
Share on other sites

  • Replies 4k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Off-topic: Fui convidado para uma cabine de imprensa de L'Apollonide' date=' de Bonnelo, que concorreu em Cannes. Será em Belo Horizonte e São Paulo. Alguém já viu e tem alguma opinião se vale mesmo a pena a viagem?

 

 

 

[/quote']

 

 

 

O filme ia estrear hoje em São Paulo, mas por algum motivo não estrou. É um dos que mais quero ver de Cannes.

Link to comment
Share on other sites

 

O filme ia estrear hoje em São Paulo' date=' mas por algum motivo não estrou.[/quote']

 

O comunicado que recebi informa que a estréia será no dia 20 de janeiro em

Belo Horizonte, e em São Paulo a data será confirmada em

breve, com distribuição da Petrini Filmes.

Link to comment
Share on other sites

 

 

Gustavo, confirma isso aí. No comunicado que recebemos no grupo de críticos consta que a cabine é no dia 16 de janeiro aqui em BH e no dia 12 em São Paulo.

 

O filme é magnífico, assisti na Mostra CineBH e é um dos meus favoritos do ano.

 

EDITADO

 

Agora que li que você colocou a data de estréia como dia 20. Foi mal. rs

 

Como curiosidade, não sei pra onde você pretende viajar, mas a sala de cinema onde será a cabine em BH é bem fraca. Já a sala do Reserva, em São Paulo, dependendo de qual, pode ser boa.

 

 

 

 

Thico2012-01-06 19:03:12

Link to comment
Share on other sites

 

 

Como curiosidade' date=' não sei pra onde você pretende viajar, mas a sala de cinema onde será a cabine em BH é bem fraca. Já a sala do Reserva, em São Paulo, dependendo de qual, pode ser boa.

 

 

 

 

[/quote']

 

Se desse, eu iria pra SP mesmo, é mais "perto" (450km). Mas decidi que, por mais que eu ame cinema, não creio que valha a pena toda essa maratona.

 

Link to comment
Share on other sites

O BAFTA é MUUUUUITO importante. Todo ano eu tento enaltecer o seu valor e muitos por aí me criticam. Tirando uma certa exagerada no puxa saco britânico, eles são ótimos pra prever tendências do Oscar. Muito mais realista que esses zilhões de prêmios da crítica. Afinal, são, no fundo, acadêmicos, como no Oscar.

 

 

 

Redgrave fora do BAFTA é inexplicável. E olha q nem vi o filme dela e já acho inexplicável.

 

 

 

Harry Potter fora da LONG LIST é igualmente inexplicável. Pq Jesus????

 

 

 

 

 

Talvez vcs se choquem com o que eu vou dizer:

 

 

 

Árvore da Vida é viajado demais (eu gosto do filme!). É esse o ponto. Agrada aquelas pessoas que gostam do cinema mais artístico, mais alegórico e tal. E MUITA gente detesta o filme. Pessoas "normais", que tem um certo conhecimento de cinema, detestam o filme. E o que muita gente aqui esquece é que o Oscar, o BAFTA, o DGA, o PGA e etc são formado por pessoas não críticas e sim artistas, que não necessariamente gostam deste tipo de filme.

 

 

 

Isso explica o sucesso de Missão Madrinha de Casamento. Sabe pq ele está sendo indicado? POVO! Apelo popular! Os norte-americanos adoraram o filme. E adoraram não como obra artística, conceitual, revolucionária. Gostaram como experiência e por isso indicam o filme.

 

 

 

Isso explica várias outras indicações meramente populares no Oscar, vide Um sonho possível. E quer saber? Eu gosto destas indicações! Deixa o Oscar menos elitista! E por isso ele é tão famoso e admirado pelas pessoas normais (aquelas não especialistas como nós, mas não patos que só vêem Crepúsculo e Transformers). Pq ele tb indica este tipo de filme. O Oscar é, choquem, um prêmio popular. Claro que eles não vão indicar Piratas do Caribe, Alice no país das maravilhas, Crepúsculo....mas é um prêmio acessível ao grande público e que muitas vezes premia o filme mais acessível, do que o difícil (Uma mente brilhante X Gosford Park, Gladiador x Traffic, Chicago x O pianista, Discurso do Rei x Rede Social, Titanic X Los Angeles, Shakespeare x Ryan...isso sem ir pro fundo do baú, que a lista ficaria ainda maior).

 

 

 

Resumindo: Oscar não é Cannes. 06.gifSync2012-01-06 19:43:00

Link to comment
Share on other sites

 

 

 

Talvez vcs se choquem com o que eu vou dizer:

 

 

 

Árvore da Vida é viajado demais (eu gosto do filme!). É esse o ponto. Agrada aquelas pessoas que gostam do cinema mais artístico' date=' mais alegórico e tal. E MUITA gente detesta o filme. Pessoas "normais", que tem um certo conhecimento de cinema, detestam o filme. E o que muita gente aqui esquece é que o Oscar, o BAFTA, o DGA, o PGA e etc são formado por pessoas não críticas e sim artistas, que não necessariamente gostam deste tipo de filme.

[/quote']

 

Enxergo uma contradição aí. Diz que o filme agrada a pessoas que apreciam cinema mais "artístico", logo deveria agradar aos votantes do BAFTA e do Oscar, pois eles é que são, de fato, artistas.

 

E discordo quanto à outra parte: justamente os artistas são mais aptos a reconhecer esse tipo de trabalho desafiador e ambicioso por entenderem como alcançar os resultados e também terem experiência em decodificar o que essas formas de expressão peculiares podem significar.

 

O que se deve lembrar é que há exceções para regras, mesmo para a Academia. Não fosse assim, David Lynch não teria sido indicado por Veludo Azul nem Cidade dos Sonhos, Kieslowski por A Fraternidade É Vermelha, Hiroshi Teshigahara por A Mulher da Areia, Fellini um monte de vezes, Almodóvar por Fale com Ela etc.

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

Talvez vcs se choquem com o que eu vou dizer:

 

 

 

Árvore da Vida é viajado demais (eu gosto do filme!). É esse o ponto. Agrada aquelas pessoas que gostam do cinema mais artístico' date=' mais alegórico e tal. E MUITA gente detesta o filme. Pessoas "normais", que tem um certo conhecimento de cinema, detestam o filme. E o que muita gente aqui esquece é que o Oscar, o BAFTA, o DGA, o PGA e etc são formado por pessoas não críticas e sim artistas, que não necessariamente gostam deste tipo de filme.

 

[/quote']Enxergo uma contradição aí. Diz que o filme agrada a pessoas que apreciam cinema mais "artístico", logo deveria agradar aos votantes do BAFTA e do Oscar, pois eles é que são, de fato, artistas.E discordo quanto à outra parte: justamente os artistas são mais aptos a reconhecer esse tipo de trabalho desafiador e ambicioso por entenderem como alcançar os resultados e também terem experiência em decodificar o que essas formas de expressão peculiares podem significar.O que se deve lembrar é que há exceções para regras, mesmo para a Academia. Não fosse assim, David Lynch não teria sido indicado por Veludo Azul nem Cidade dos Sonhos, Kieslowski por A Fraternidade É Vermelha, Hiroshi Teshigahara por A Mulher da Areia, Fellini um monte de vezes, Almodóvar por Fale com Ela etc.

 

 

 

Discussão interessante.

 

 

 

O Oscar pra mim é uma mescla. Tem ali uma ala que premia filmes mais artísticos, ousados, provacantes, dos quais o público em geral (REPITO: me refiro àquelas pessoas com certo gabarito em cinema e que gostam do assunto, mas nao afixionados como nós) não aprecia. E é justamente essa ala que premiou/indicou Lynch, Kieslowki, Almodóvar e Teshigaha. Mas perceba que essa ala dificilmente consegue levar seus filmes à vitória, sendo prova máxima disso que Kubrick, Altman, Mallick e Hitckcock jamais venceram o premio de direção.

 

 

 

Mas a ala maior é daquelas pessoas que entendem de cinema, gostam de cinema, tem bom gosto para arte, mas que são, antes de tudo, seres humanos. Seres humanos sucetíveis a acharem Árvore da Vida e Gosford Park chatíssimos e se adocicarem com O discurso do rei, Titanic, Uma mente brilhante, Shakespeare Apaixonado, Quem quer ser um milionário.

 

 

 

E repito: esta é a graça do Oscar! O charme dele é esse! A mescla! Dando preferencia para os filmes mais sentimentais e populistas em várias ocasiões, sem esquecer, é claro, de premiar outros estilos (Onde os fracos não têm vez, Guerra ao Terror...).

 

 

 

Eu me apaixonei por Oscar vendo o meu filme preferido da época (Titanic) levar o Oscar e eu achei o máximo o filme vencer e torci por ele loucamente e eu era uma criança. Digo o mesmo com relação a Uma mente brilhante, que eu amava naquela época. Hoje já vejo q aqueles filmes não eram tão sensacionais assim e tenho hoje uma visão mais de crítico e não muito mais de mero espectador, visão esta que, na minha opinião, prevalece nos votantes do Oscar. (Dei uma viajada filosófica agora. 06.gif )

Link to comment
Share on other sites

 

Talvez vcs se choquem com o que eu vou dizer:

 

 

 

Árvore da Vida é viajado demais (eu gosto do filme!). É esse o ponto. Agrada aquelas pessoas que gostam do cinema mais artístico' date=' mais alegórico e tal. E MUITA gente detesta o filme. Pessoas "normais", que tem um certo conhecimento de cinema, detestam o filme. E o que muita gente aqui esquece é que o Oscar, o BAFTA, o DGA, o PGA e etc são formado por pessoas não críticas e sim artistas, que não necessariamente gostam deste tipo de filme.

 

[/quote']

 

 

 

O fato de não gostar do filme deve também afetar o julgamento das pessoas. Só assim pra nem sequer incluir A Árvore da Vida entre as melhores fotografias. Claro que melhor filme é um conceito relativo, mas melhor fotografia é bem menos, e é preciso ser cego pra não enxergar o trabalho magnífico que foi feito no filme. E não me choca nem um pouco, eu sei que a maioria das pessoas detestou o filme. O cara na sessão em que eu estava se levantou da cadeira e saiu xingando baixinho no meio da exibição.

Link to comment
Share on other sites

O Tinker etc já tá tendo pré-estréia e tem cabine de imprensa na semana que vem. Tô ansioso...

 

 

 

Acho que vou acabar indo amanhã à noite, vai estar passando no PlayArte Bristol. Estou curioso, porque o livro em que ele é baseado é uma coisa chata e quase ininteligível. Realmente não consegui visualizar nenhum filme saindo dele, ainda mais um que fosse bom.

Link to comment
Share on other sites

 

O BAFTA é MUUUUUITO importante. Todo ano eu tento enaltecer o seu valor e muitos por aí me criticam. Tirando uma certa exagerada no puxa saco britânico' date=' eles são ótimos pra prever tendências do Oscar. Muito mais realista que esses zilhões de prêmios da crítica. Afinal, são, no fundo, acadêmicos, como no Oscar.  [/quote']

O BAFTA sempre acaba exagerando em puxar o saco dos filmes britânicos. Como My week with Marylin tendo o maior número de pré-indicações, por exemplo.

 

O fato de não gostar do filme deve também afetar o julgamento das pessoas. Só assim pra nem sequer incluir A Árvore da Vida

entre as melhores fotografias. Claro que melhor filme é um conceito

relativo' date=' mas melhor fotografia é bem menos, e é preciso ser cego pra

não enxergar o trabalho magnífico que foi feito no filme. E não me choca

nem um pouco, eu sei que a maioria das pessoas detestou o filme. O cara

na sessão em que eu estava se levantou da cadeira e saiu xingando

baixinho no meio da exibição.[/quote']

 

E acho que afeta mesmo. Podemos ver que a maioria das indicações é

distribuida entre os mesmos filmes, e um filme cotado a Best picture,

por exemplo, gera muito mais notoriedade para seus atores, que por sua

vez passam a ter mais chances a indicações e por aí vai. Fica a

impressão que, quando as pessoas gostam do filme, tentam encaixá-lo no

maior número possível de categorias, e o inverso acontece com os filmes

que não gostaram.

 

Isso não é exclusividade do oscar, no entanto. O mesmo acontece no Globo

de Ouro, no Batfa e até mesmo no prêmio do Cinema em cena.

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

 

 

 

 

 

 

 War Horse = E.T + O Resgate do Soldado Ryan! Ou não, é apenas Steven Spilberg, um dos maiores diretores da história, desenvolvendo mais uma vez o seu cinema de emoção, valores, folhetinesco, às vezes manipulador, e de costumeiro apuro técnico.

 

 Destaque absoluto para a trilha de John Williams. Intervencionista? Sim. Grandiloquente? Sim. Linda? Sim. Williams e Spilberg foram feitos um para o outro! Em que pese a excelência, achei um pouco exagerada a fotografia de Janusz Kaminsk. Aquela luz divinizante, vinda de trás dos personagens nas cenas domésticas, era descenessária.  Transforma ambientes lúgubres e pobres em ambientes edulcorados, dourados...

 

 Não deve ganhar o Oscar. Talvez porque ele seja um filme "juvenil" (entendem o que quero dizer? ). Mas os cavalos, esses sim, mereciam um Oscar feito de feno ou aveia. Melhores do que todos os atores de Malhação.

 

Ecos de Nada de Novo no Front, E o Vento Levou..., A felicidade não se compra...E, como o Thico observou muito bem, uma refilmagem de uma cena de Munique, dessa vez com muito maior magnitude.

 

Por fim, Spilberg fora da categoria de Direção seria tremendamente injusto. Se há de se ter uma vaga para o cinema popular que a vaga seja dele. A sétima indicação a esse gênio da sétima arte.

 

SPOILER:

 

Não estava nas minhas previsões gostar tanto do filme; fiquei rendido no arame.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SergioBenatti2012-01-07 16:22:49

Link to comment
Share on other sites

| National Society of Film Critics

BEST PICTURE
1. Melancholia
– 29 (Lars von Trier)
2. The Tree of Life – 28 (Terrence Malick)
3. A Separation – 20 (Asghar Farhadi)

 

 

BEST DIRECTOR
1. Terrence Malick – 31 (The Tree of Life)
2. Martin Scorsese – 29 (Hugo)
3. Lars von Trier – 23 (Melancholia)

 


BEST ACTOR
1. Brad Pitt – 35 (Moneyball, The Tree of Life)
2. Gary Oldman – 22 (Tinker Tailor Soldier Spy)
3. Jean Dujardin – 19 (The Artist)



BEST ACTRESS
1. Kirsten Dunst – 39 (Melancholia)
2. Yun Jung-hee – 25 (Poetry)
3. Meryl Streep – 20 (The Iron Lady)



BEST SUPPORTING ACTOR
1. Albert Brooks – 38 (Drive)
2. Christopher Plummer – 24 (Beginners)
3. Patton Oswalt – 19 (Young Adult)



BEST SUPPORTING ACTRESS
1. Jessica Chastain – 30 (The Tree of Life, Take Shelter, The Help)
2. Jeannie Berlin – 19 (Margaret)
3. Shailene Woodley – 17 (The Descendants)

 

 

BEST NONFICTION
1. Cave of Forgotten Dreams – 35 (Werner Herzog)
2. The Interrupters – 26 (Steve James)
3. Into the Abyss – 18 (Werner Herzog)



BEST SCREENPLAY
1. A Separation – 39  (Asghar Farhadi)
2. Moneyball – 22 (Steven Zaillian, Aaron Sorkin)
3. Midnight in Paris – 16 (Woody Allen)


BEST FOREIGN-LANGUAGE FILM
1. A Separation – 67 (Asghar Farhadi)
2. Mysteries of Lisbon – 28 (Raoul Ruiz)
3. Le Havre – 22 (Aki Kaurismäki)


BEST CINEMATOGRAPHY
1. The Tree of Life – 76 (Emanuel Lubezki)
2. Melancholia – 41 (Manuel Alberto Claro)
3.  Hugo – 33 (Robert Richardson)

 

____

 

Um dos mais relevantes prêmios da crítica, quase sempre na contramão do "estouro da boiada", mas que esse ano seguiu algumas tendencias. 06
Ronny2012-01-07 18:25:40
Link to comment
Share on other sites

 

 

 

National Society of Film Critics

 

 

BEST PICTURE

1. Melancholia

– 29 (Lars von Trier)

2. The Tree of Life – 28 (Terrence Malick)

3d04

 

BEST ACTOR

1. Brad Pitt – 35 (Moneyball)

 

3d52

 

BEST ACTRESS

1. Kirsten Dunst – 39 (Melancholia)

 

3d35

 

BEST SUPPORTING ACTRESS

1. Jessica Chastain – 30 (The Help)

3d27 

 

 

Cremildo2012-01-07 18:06:01

Link to comment
Share on other sites

Brad Pitt parece se fortalecer na disputa (por mais que não seja o melhor ator do ano, essa é sua chance de vencer, assim como houve com a Julia Roberts em 2001 e a Bullock em 2010). Conforme alguns colegas do Fórum disseram recentemente, o Oscar é uma festa popular (e não para celebrar filmes de arte e trabalhos elogiados pela crítica).

 

 

 

É uma pena ter que 'gastar' espaço aqui para reclamar mais uma vez desses prêmios pro chato do Brooks. Que venham logo os Golden Globes pro Plummer vencer e se firmar como favorito. Felizmente seu principal concorrente não foi lembrado pelo Sags!

 

 

 

A única cerimônia da temporada que pretendo 'gastar' meu tempo assistindo é o Oscar (isso se eles lembrarem de indicar a Glenn).

Link to comment
Share on other sites

O Brooks pelo menos é ator... agora essa porta do Brad Pitt ganhando prêmio por fazer careta é de chorar.

 

As pessoas deviam serguir o exemplo do Marlon, mandar índias pro Oscar, Aborígenes, Flagelados, Somalianos e tudo mais... Talvez um vídeo interativo em 3D... Pq sentar lá e presenciar esses absurdos é ofensivo.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...