Jump to content
Forum Cinema em Cena

A Casa da Mãe Joana


tigo
 Share

Recommended Posts

  • Replies 3.9k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

 

Estrôncio/Luizz/whoever' date=' achei que podia acabar sem a morte do escritor. Falhei no português, o filme foi frio sim, mas um tanto quanto forte. Como o próprio fantasma falou: "você sabe que isso não vai levar a nada, né?" (claro que ainda pensando que Lang teria ligação direta com a CIA) e cansou de falar que não ligava para a política. Ou seja, se o filme acabasse com ele indo embora simplesmente, não seria problema. Não vejo porque ele se politizaria e lutaria por algo a partir dali, simplesmente levou os manuscritos embora como prova, talvez pudesse dar a Ry (acho que era isso), mas ficava a critério da imaginação.[/quote']

 

SPOILERS

 

 

 

 

 

Eu não tenho problema nenhum com o final. Lembro que na hora levei um susto quando isso ocorreu, até achei um pouco abrupto a morte dele, mas a forma IMPECÁVEL como a cena foi conduzida me fez esquecer qualquer sentimento negativo que eu tinha sobre ele.

 

 

Putz, pra mim essa coisa dele levar ou não adiante não acrescentaria em nada. Já aquele plano final, Luishh falou tudo: This is Polanski.

 

A trama do filme é relativamente comum. Mas a direção do Polanski é algo de outro mundo. Lembro de ficar super-hiper-nervoso quando o McGregor faz a pesquisa no google.

 

E a cena do avião? 16

 

 

E a que ele engana os agentes?

 

A do Google achei curiosa pq me lembrou muito a das letras em Rosemary's Baby, de alguma forma.

 

De todos os filmes do Polanski, o que mais me lembra é A Morte e a Donzela, pela atmosfera politica da história.

 

Link to comment
Share on other sites

 

E pra Kah' date=' recomendo o Led Zeppelin, que citei há umas páginas. E advinha: eles são ingleses! 06[/quote']

 

Pelo visto minha birra com os states já ganha proporções maiores 06 Qual tu recomenda deles?

 

 

Stairway to heaven 1606

 

mesmo essa, que é boa, se perde...06

 

Quem é se perde é teu gosto e tua mente que acaba avariada pelas drogas, digo, pelo funk. 06

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

Muito bom na tensão' date=' nem senti o filme passar. A ideia hitchockiana de jogar um personagem aleatório no meio do rolo compressor de suspense e discussão entre pessoas do alto escalão é oportunamente aproveitada. O final-final que foi o problema, preferia algo mais frio e que deixasse aberto ao espectador; ou, ainda, um filme maior com um possível desenrolar do que ocorrera imediatamente antes.[/quote']

 

 

Eu adorei o Hitchcock factor ali. Na verdade acho que é meu filme predileto do ano passado junto com Death Proof, até por achar que ninguém deu muita bola.

 

Agora, o final é bem frio, não? 06

 

SPOILERS

 

 

 

 

 

Nossa, o final é absolutamente incrível. E o que o faz ser nem é a revelação (que todo mundo já sabia qual era), mas a forma como ele faz, com o bilhete passando de mão em mão, que é de pôr o coração pra fora. E as páginas voando? FOOOOOOOOOODA!!!!

 

 

Tem um Qzão de Michael Clayton ali, né? Muito bom.

 

E sério que o Sopa vai me fazer ficar voltando praquela página até ele editar? 06

 

Michael Clayton? Em qual das duas partes?

 

 

Nossa, tu não achou não? Esse lance do protagonista ter um acerto de contas via documentos com a "vilã fria" no final. Me lembrou muito.

 

É que Michael Clayton tem um blablabla, o Michael enganando ela e a punindo. Já Ghost Writer é mais cinico e classudo, a sequencia é de uma tensão silenciosa, é só o bilhete passando e eles trocando olhares. Achei MUITO mais impactante.

 

 

O do Polanski tá um degrau acima extamente por isso ae. Mas Michael é muito bom tb. A cara da Tilda naquela cena é incrivelmente impagável. 06

 

Eu gosto muito de Michael Clayton também. E a Tilda tá foda no filme.16

 

Vou votar na Olivia Williams e no Ewan McGregor no Prêmio CeC.

Lumière2011-01-24 00:27:18

Link to comment
Share on other sites


De todos os filmes do Polanski' date=' o que mais me lembra é A Morte e a Donzela, pela atmosfera politica da história.
[/quote']

 

 

Eu vi um dia desses e não me veio essa idéia, não. Talvez pq seja um filme em tempo real, enquanto Ghost Writer é mais clássico, tipo North by Northwest.

 

Me lembrou mais Rosemary's mesmo.
Link to comment
Share on other sites

 

De todos os filmes do Polanski' date=' o que mais me lembra é A Morte e a Donzela, pela atmosfera politica da história.

[/quote']

 

 

Eu vi um dia desses e não me veio essa idéia, não. Talvez pq seja um filme em tempo real, enquanto Ghost Writer é mais clássico, tipo North by Northwest.

 

Me lembrou mais Rosemary's mesmo.

 

Rosemary não me lembrou tanto. Talvez só o fator de que ele tem que lutar sozinho contra uma organização, mas isso é presente em quase todos os filmes do Polanski, de uma forma ou de outra.

 

Link to comment
Share on other sites

Talvez eu indique Olivia Williams também. Tinha feito uma pré-lista, mas aí deixei em outra casa e vi uns 15 filmes, sendo que uns 10 têm coisa para indicar, daí é melhor partir do zero. Aliás, o Beckin está igual ao Nacka, fazendo suspense e nada de avisar data do prêmio C&C, rs.

Link to comment
Share on other sites

Bruno: não existe homem feio' date=' existe homem pobre 06.gif

Ele tinha os dentes podres mesmo, mas é de britânico mesmo. Nunca vi um povo pra ter tanto dente feio e amarelado 06.gif
[/quote']

 

 

É o charme britânico que vc tanto elogia, oras. 06

 

O que isso diz sobre os Gallaghers: Noel coloca dentes novos pra ficar com uma cara decente. Liam coloca depois de levar a surra do século e perder todos. 06
Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...