Jump to content
Forum Cinema em Cena

Filme sobre Assange e o WikiLeaks


Alexander Bell
 Share

Recommended Posts

[Depois de A Rede Social] Agora, quem terá seu surgimento retratado nos cinemas é outro site bastante conhecido: o WikiLeaks - organização responsável por tornar públicos mais de um milhão de documentos confidenciais de governos e empresas de todo o planeta. Segundo a Variety, as produtoras Joseph Entertainment e Michelle Krumm Prods adquiriram os direitos autorais do livro The Most Dangerous Man in the World (ou O Homem Mais Perigoso do Planeta), que será lançado ainda em 2011. A obra, escrita pelo repórter australiano Andrew Fowler, narra a trajetória do criador da organização, Julian Assange, desde a infância até sua prisão, no ano passado.

 

Fonte: Cinema em Cena

cnt337244_h300_a0x0_Julian-Assange-e-solto-apos-9-dias-preso-em-Londres_2010121622926.jpg

 

Assange me lembra um pouco o Tim Robbins, mas ele está muito velho para o papel. Outro nome que me vem à mente é o de Neil Patrick Harris (foto abaixo)

 

neil-patrick-harris-4.jpg
Link to comment
Share on other sites

Putz! O ator super parece com ele.

 

Então, biografia é complicado pa a história de vida dele pode nem ser muito interessante... se bem que alguém que tem peito p/ revelar segredos mundiais...

 

Só tô pensando se TODOS  os líderes mundiais que tiveram seus segredos revelados pela wikileaks, promoverem um boicote ao filme ... aff! 19.gif
Link to comment
Share on other sites

Todo mundo querendo aproveitar a onda de A Rede Social. E ainda me dizem que o filme não é nada de demais; ah vai! Mesmo não sendo um filme de massa, está sendo um dos mais comentados dos últimos tempos, e levando discussões para além da própria obra. Sem precisar de sei lá quantos bilhões como teve Avatar.

 

 

 

Quanto ao filme, acho que é cedo demais para fazê-lo. A história de Assange e do Wikileaks pode render mais - ou nem tanto como se previa - e acho que seria mais sábio pensar com calma no projeto antes de querer o público enquanto o tópico ainda está sendo discutido com relevância.

Link to comment
Share on other sites

Concordo acho Cedo de mais mesmo. Até porque ainda tem muita coisa podre para ser contada e revelada pelos paraísos fiscais de corruptos de vários governos, incluso o Brasil. A não ser que eles sejam inescrupulosos e fazem uma série de filmes Julian Assange. E outra quero ver um diretor de peso assim como <?:namespace prefix = st1 ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:smarttags" />em A Rede Social, que tivemos o David Fincher. Talvez o Oliver Stone ou melhor Michael Moore que foi um dos maiores defensores do Wikileaks. <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

Link to comment
Share on other sites

Daí' date=' somente esses líderes não assistirão a esse filme. rs.. ;)[/quote']

Não se proibissem o filme de ser exibido em seus países alegando uma desculpa esfarrapada(ou não) como a do estupro.

 

Eu acho que a hora é agora, antes que seja um filme "rest in peace". Estão cogitando até pena de morte p/ o cara, caso ele seja extraditado... aff!
MariaShy2011-01-22 19:35:40
Link to comment
Share on other sites

Gosto dele e além do mais. Não é qualquer um que é tão bem valorizado pela crítica internacional.

 

Premiações

Ganhou o Oscar de Melhor Documentário, por "Tiros em Columbine" (2002).

Ganhou o Cesar de Melhor Filme Estrangeiro, por "Tiros em Columbine" (2002).

Ganhou o Independent Spirit Awards de Melhor Documentário, por "Tiros em Columbine" (2002).

Ganhou a Palma de Ouro, no Festival de Cannes, por "Fahrenheit 9/11" (2004).

Ganhou o Prêmio do 55º Aniversário, no Festival de Cannes, por "Tiros em Columbine" (2002).

Ganhou a Menção Honora, no Festival de Berlim, por "Roger e Eu" (1989).

Ganhou o prêmio Bodil de Melhor Filme Americano, por "Tiros em Columbine" (2002).

Ganhou o prêmio de Melhor Filme - Voto Popular, na Mostra São Paulo de Cinema, por "Tiros em Columbine" (2002). 

http://www.imdb.com/name/nm0601619/awards

Plutão Orco2011-01-24 02:38:19
Link to comment
Share on other sites

Não sei qual a abordagem que darão, no que focarão mais a biografia, mas verdade seja dita, ele conseguiu um feito:  se manter vivo.

Isso com uns 8374544445 países que poderiam providenciar uma morte "acidental"  por assalto, por atropelamento...

 

Anyway, acho que o filme seria interessante ver a origem dessa idéia.

Tipo, um dia o cara acordou de bom humor e teve um insight de cutucar todas as nações do mundo...afff!idea.gif

 

 

 
Link to comment
Share on other sites

Acho que é muito cedo para transformar a vida desse criminoso em filme.

 

nts nts... vai me dizer que acredita nas acusações de crime sexual? A primeira coisa nas cartilhas de 'gerenciamento de crises' dos governos é desacreditar os "subversivos" atribuindo a eles algum crime sexual.

 

Ou você não sabe que na Suécia o simples fato de transar (de forma consensual) sem camisinha, é crime?

 

E quanto ao vazamento dos documentos, até hoje os EUA não conseguiram enquadrar ele em alguma tipificação penal.

 

O cara é um anti-herói, jogando a sujeira no ventilador e vendo o circo pegar fogo. Ele está fazendo um favor à sociedade global. E a história que eu quero ver não é a da vida dele, e sim sobre o WikiLeaks.
Link to comment
Share on other sites

Eu acho que esse documentário vai acabar saindo! Gerou muita polêmica.

 

Fundador do WikiLeaks vira tema de documentário

Uma das personalidades mais influentes de

2010, o autraliano Julian Assange (foto), fundador do portal

WikiLeaks, será tema de documentário.

 

Vencedor do Oscar por Taxi to the Dark Side,

Alex Gibney será o responsável pela direção do filme, cujos direitos

de produção foram adquiridos pela Universal Pictures durante o Festival

de Sundance.

 

Gibney dirigiu ainda Enron - Os Mais Espertos da Sala e é um dos grandes documentaristas norte-americanos. Ex-presidente da Universal, Marc Shmuger irá co-produzir o longa.

 

Assange

foi uma das figuras mais comentadas de 2010, com seu WikiLeaks fazendo

barulho ao divulgar informações e documentos sigilosos do governo dos

Estados Unidos. Em meio a tudo isso, ainda sofreu uma acusação de

abuso sexual e estupro na Suécia.

 

Em eleição da conceituada

revista Time, Julian Assange ficou atrás apenas do fundador do Facebook

Mark Zuckerberg - cuja história é retratada em A Rede Social - dentre as personalidade do ano passado.

 

Além

deste documentário, é provável que a história do fundador do WikiLeaks

chegue também aos cinemas na forma de ficção. Os produtores Michelle

Krumm e Barry Josephson adquiriram os direitos da biografia de Assange

"The most dangerous man in the world", escrita pelo jornalista Andrew

Fowler.

 

Notícia: Filme sobre Wikileaks.

 

Fonte: Adoro Cinema.

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

 

nts nts... vai me dizer que acredita nas acusações de crime sexual? A primeira coisa nas cartilhas de 'gerenciamento de crises' dos governos é desacreditar os "subversivos" atribuindo a eles algum crime sexual.

 

 

 

Ou você não sabe que na Suécia o simples fato de transar (de forma consensual) sem camisinha' date=' é crime?

 

 

 

E quanto ao vazamento dos documentos, até hoje os EUA não conseguiram enquadrar ele em alguma tipificação penal.

 

 

 

O cara é um anti-herói, jogando a sujeira no ventilador e vendo o circo pegar fogo. Ele está fazendo um favor à sociedade global. E a história que eu quero ver não é a da vida dele, e sim sobre o WikiLeaks.
[/quote']

 

 

 

Déjà vu... icon_rolleyes.gif

 

 

 

Não me referi ao suposto "estupro". Me referi à publicação de documentos sigilosos, publicação de mensagens pessoais roubadas e à cumplicidade com hackers. O que ele faz é crime em diversos países, é anti-ético e é egoísta. Nenhuma das ações dele se reverteram em benefícios para a população mundial. Muito pelo contrário. Os crimes dele ameaçam as relações entre vários países, alimentando hostilidades e xenofobia.

 

 

 

Quanto a ele ser anti-herói, eu ri. O conceito de herói e derivados anda tão banalizado... Até um ladrãozinho de informação que, do alto de sua arrogância, quer decidir o que é melhor para o mundo, é chamado de anti-herói hoje em dia.

 

 

 

A história da Wikileaks deve ser tão entediante quanto a do Facebook. Não faço questão de ver.Nostromo2011-01-29 01:03:47

Link to comment
Share on other sites

Ué... se a história não interessa a vocês, simplesmente não assistam ao filme... simples assim. Mas acredito que existam alguns milhões de pessoas que discordam de vocês e acham que essa é uma história interessante para ser contada.

 

Quanto a considerá-lo um anti-herói, acredito sim que ele está fazendo um favor às nações, principalmente àquelas das quais as grandes nações estão falando mal ou explorando.
Alexander_Bell2011-01-29 22:45:37
Link to comment
Share on other sites

Todo mundo querendo aproveitar a onda de A Rede Social. E ainda me dizem que o filme não é nada de demais; ah vai! Mesmo não sendo um filme de massa' date=' está sendo um dos mais comentados dos últimos tempos, e levando discussões para além da própria obra. Sem precisar de sei lá quantos bilhões como teve Avatar.

 

 

 

Quanto ao filme, acho que é cedo demais para fazê-lo. A história de Assange e do Wikileaks pode render mais - ou nem tanto como se previa - e acho que seria mais sábio pensar com calma no projeto antes de querer o público enquanto o tópico ainda está sendo discutido com relevância.[/quote']

 

 

 

ué, como não é filme de massa? o filme já começa com mais ou menos 500 milhões de viewers em potencial, e é óbvio que todo o marketing milionário ajuda o filme a crescer. a crítica babando ovo, o Fincher é o diretor """""de arte""""" mais rentável em hollywood junto com o Nolan (onde """"diretor de arte""""" mais rentável em hollywood stands for blockbusters supostamente vanguardistas) e sei lá. os milhões não têm nada a ver. nenhum filme precisa de 500 milhões, nenhum filme precisa de 100 milhões. mas as pessoas gastam isso porque é normal. assim como gastam 100 milhões numa foto da monroe ou num quadro do david. entrar nessa questão de dinheiro é perda de tempo, porque a gente realmente nunca sabe o que tá acontecendo. ou a gente realmente vai comprar a ideia que atividade paranormal custou 15 mil? onde que filme de 15 mil dólares passa nos cinemas brasileiros, etc.

 

 

 

e não é mérito nenhum gerar filmes. pulp fiction gerou uma porrada de coisas, mudou um pouco a forma de hollywood dar um approach nesses filmes policiais. mas o mérito de pulp fiction não é esse, o mérito é ele ser bom. na verdade, tudo que acontece fora do filme - e isso é mais opinião minha, logico - serve só pra distrair a gente do que acontece no filme em si. esse filme do wikileaks parece ser uma ideia ainda mais idiota do que, sei lá, filme do restart. ou filme do facebook. pelo menos o facebook teve o fincher, que eu considero meio fraco, mas ele ainda sabe fazer as coisas, e o sorkin, que é genio. agora vai saber o que vai sair desse filme do wikileaks.Troy Atwood2011-01-30 12:33:12

Link to comment
Share on other sites

 

Ué... se a história não interessa a vocês' date=' simplesmente não assistam ao filme... simples assim. Mas acredito que existam alguns milhões de pessoas que discordam de vocês e acham que essa é uma história interessante para ser contada.

 

Quanto a considerá-lo um anti-herói, acredito sim que ele está fazendo um favor às nações, principalmente àquelas das quais as grandes nações estão falando mal ou explorando.
[/quote']

 

 

Nas mãos de um bom diretor essa história patética pode virar uma grande estória, um jogo de espionagem resultante em uma nova guerra fria, seria um grande filme, mas o cara não pode ser um heroi, tudo que ele colocou em público foi fermento de futricas internacionais, nada de realmente digno de OHHHHHHHH foi colocado, então, o cara é um babaca...

 

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...