Jump to content
Forum Cinema em Cena

Um Pró, dois contra


Recommended Posts

Arma do Além – Edmond Hamilton (Série Antecipação nº 20 – Galeria Panorama) ( 07.gif Péssimo) – Morgan Charne apesar de terráqueo é um Starwolf do planeta Varna, ou seja um pirata! Após um ataque ele tem uma divergência com seu grupo e é perseguido pelos piratas e esconde-se numa região escura do espaço. O mesmo é encontrado por uma nave terrestre do qual seu comandante alicia Morgan para sua tripulação. Morgan é assim responsável por várias peripécias em vários planetas onde foge de prisões e realiza um rapto de uma princesa e combate uma nave espacial no solo de um planeta!! Tudo isto em busca de uma misteriosa arma construída por uma raça de alienígenas. Uma verdadeira space opera e um herói onipresente e onipotente! Ruim! Muito ruim!!

 

 

 

                     

 

 

 

                   ArmadoAlm2.jpg

Link to post
Share on other sites
  • Replies 98
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Você já leu "O Contato", de Carl  Sagan? Se ainda não, poderá gostar.  

EU ainda tenho Cosmo e O Mundo Assombrado pelo Demônio também, e concordo com o seu comentário, este último deveria ser leitura obrigatória me escolas.    

Terminei "Vivos 20%" de John Wyndham. Mais uma Distopia (futuro onde a civilização regride). Do mesmo jeito do livro anterior são seres vindo do espaço, que se aloja nos mares abissais. Só por este fa

O Homem que via o Fututo – James Blish (Coleção Argonauta nº 350 – Livros do Brasil Lisboa) (07.gifPéssimo). Danny Caiden é um jornalista com alguns dons de adivinhar onde estão coisas perdidas, mas que um belo dia descobre que ouve vozes e pode adivinhar coisas futuras, por este motivo é demitido e parte numa cruzada para descobrir a fonte de seus poderes e de como ele funciona. Nesta procura, consulta desde videntes a parapsicólogos. Junto com o cientista Todd e com sua recém capacidade de PSIS eles descobrem a lei física que regem estes poderes. Contudo gangsteres e uma seita de homens psis vão fazer nosso herói utilizar de todos os seus poderes: Telecinésia, Teleporte, Telepatia e incríveis viagens no espaço tempo para derrotá-los. O livro é uma piada pela tentativa do Blish de justificar os poderes destes homens Psis via teoria físicas (utilizando o princípio de indeterminação de Heisenberg) e teorias malucas como o homem só usar parte de sua capacidade mental. O Mesmo cita vários estudos, contudo o mais sério o de James Houdine é citado como embuste. James Houdine foi um dos maiores mágicos do século passado e escreveu um bom livro (nunca traduzido no Brasil) em que detona vários destes poderes na nova era. O Mesmo instituiu um premio de um milhão de dólares para quem conseguir demonstrar sob testes controlados algum tipo de poder Psi. O prêmio permanece sem ganhador a mais de cinquenta anos...

 

 

 

 

 

                        sesu9h.jpg

Link to post
Share on other sites

Série Perry Rhodan (Coleção Galáxia 2000 – Editora Tecnoprint (Atual Ediouro) do número 01 à 536) e (SSPG (Star Sistemas e Projetos Gráficos Ltda) que relançou a série em edições duplas do número 650 ao 847). Na verdade nunca li nenhum livro da série que foi lançada na Alemanha na década de 60 e atualmente conta com mais de 2.500 livros! Na realidade é um pouco de preconceito pois a série, pelo que entendi, se prolonga por ciclos que vai de 25 a 50 volumes. Ou seja você tem que localizar todos os livros para endenter uma história completa! Ela me parece um tanto novelesca, uma verdadeira Space Opera! Achei um saite que é dedicado a série www.perry-rhodan.com.br, apreciadores podem dar uma espiada!

 

 

 

 

 

 

 

                      10xh81v.jpg

Link to post
Share on other sites

Presa – Michael Crichton (Editora Rocco) (2thumbs.gif Exelente). Prepare-se para devorar um livro de mais de 500 páginas em um ritmo alucinante. O autor do “Parque dos Dinossauros” demonstra toda a sua maestria neste livro que é classificado como Tecno-Thriller.

 

Jack está desempregado e enquanto isto cuida de sua família, esposa e três filhos. Sua esposa Julia, uma bem sucedida vice-presidente de uma empresa de tecnologia a Xymos Thecnology vem demonstrando recentes melhorias na aparência e tem passado pouco tempo com a família, de modo que Jack passa a desconfiar de sua fidelidade. As coisas começam a esclarecer quando sua esposa sofre um acidente e Jack é convidado a trabalhar para a Xymos, vindo a descobrir que a empresa trabalha com nanotecnologia e que sua unidade industrial no deserto vem enfrentando problemas com um exame de bilhões de organismo nanoscópicos que atacam qualquer organismo vivo. Numa corrida eletrizante para combater estes organismos, Jack enfrenta uma ameaça que pode atacar a sua família e a todo ser vivente da terra.

 

Crichton autor que infelizmente morreu em 2008, sabia como ninguém construir uma obra. Envolvente, hábil com as palavras e com o assunto que estava lidando, o autor navega pelos assuntos tecnológicos e suas encruzilhadas. Vale a pela ser lido.

 

 

 

 

 

 

 

                         prgjq.jpg

Link to post
Share on other sites

O Vale da Criação – Edmond Hamilton (Coleção Argonautas nº 232 – Livros do Brasil Lisboa) (07.gifPéssimo) – Eric Nelson é um mercenário que luta na China contra os comunistas próximo a região do Himalaia. Em situação desesperada seu grupo é recrutado por um misterioso homem da montanha que lhes pede ajuda em sua guerra tribal. O grupo segue para uma vale perdido nos meio das montanhas em que dois grupos, os humanistas e a clã da irmandade estão conflito. Descobrem que a Clã da Irmandade é composta de homens, lobos, tigres, cavalos e águias que pensam!!! E consegue se comunicar por meio de uma tecnologia a muito perdida que através de uma tiara tem o poder de ler os pensamentos!!! Nelson é capturado pela Irmandade e através da tecnologia antiga sua mente é transferida para um lobo. Nesta condição Nelson reavalia suas ideias e após voltar a sua forma humana passa a lutar junto a Clã da Irmandade, descobrindo o segredo desta estranha tribo e derrotando seus companheiros e os Humanitas! Ruim! Muito ruim!!

 

 

 

 

 

 

 

                        OValedaCriao.jpg

Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...

Caça aos Robôs – Isaac Asimov (Editora Hemus) ( 2thumbs.gif Excelente). Ligi Baley é um investigador da Polícia designado para descobrir um assassinato na cidade espacial. Vivendo em uma Terra com megacidades e extremamente populosa, Baley como qualquer cidadão normal tem pavor de espaços abertos, onde justamente fica a cidade espacial. Além de ser obrigado de passar por processos de desinfectação pois os espaciais não possuem anticorpos contra as doenças da Terra. Baley é também obrigado a ter como companheiro de trabalho R. Danil Olivaw, algo muito complicado, pois o R. do Olivaw é a abreviação de Robô! Que são odiados por todos os cidadões da Terra, pois estão sendo obrigados, pelos espaciais, a substituir seus trabalhadores braçais por robôs. Uma Distopia, onde as megalópoles estão incrustadas na terra e ocupam vastos territórios, abrigando dezenas de milhões de pessoas. Asimov demonstra todo seu brilhantismo a descrever a vida, trabalho e transporte nestas megalópoles. As cenas de descrição delas, sempre me vêm à mente, quando ando em grandes shoppings e uma coisa que ele já apontava na década de cinquenta, do século passado, é que uma cidade na América do Norte era igual à outra na África. Uma coisa que podemos afirmar dos atuais shoppings, verdadeiras tendas de bazar globais. Outra coisa que me encanta ainda hoje no livro é a descrição de seu sistema de transporte! Tive oportunidade de atravessar um sistema de transporte deste, num aeroporto da Europa, e me vi mais uma vez mergulhado na obra do Asimov. Além da descrição do ambiente o grande mestre desenvolve como ninguém o confronto humano X máquina. Como também o confronto humano X humano (que é o confronto entre terráqueos X espaciais). No meio disto tudo está Barley que além de achar o assassino, deve entender o conflito que separa a humanidade. Vale a pena ler!

 

 

 

 

 

 

 

                            o7on87.jpg

Link to post
Share on other sites
  • 3 months later...

Jogador n°1 – Ernest Cline (Editora Leya) ( Excelente). Prepare-se para uma corrida atrás do Easter Egg de James Hollidy.

Um mega milionário que morre e deixa sua bilionária herança para o primeiro que achar o ovo dentro de seu jogo, o OASIS. Na verdade o OASIS é mais que um jogo é uma realidade virtual completa onde você pode jogar, passear, estudar e até trabalhar dentro desta nova Matrix. Para vencer você precisa dominar diversos jogos do início dos games, como também conhecer toda a cultura pop dos anos 80, músicas, filmes, gibis etc.

Wade Watts é um dos “Caças-ovos” que foge para dentro do OASIS, para escapar da realidade de sua vida em 2044, onde grande parte da população vive em cidades containers, um tipo de favelão de aço. Mesmo não tendo grana para poder navegar por todo universo do OASIS, Wade se torna o primeiro a descobrir a primeira chave (são três, para atravessar três portões). Após esta descoberta, Wade se transforma em um astro do mundo virtual, vindo a descobrir também que sua vida real corre perigo, pois uma grande multinacional de comunicação, também está atrás do ovo e fará de tudo para ser o primeiro.

Além de uma corrida dentro de um game “coisa que já sou viciado”, Cline navega por toda cultura dos anos 80. Curtir demais as referências a bandas com R.E.M, Duran-Duran, a filmes clássicos como: “De Volta para o Futuro”, “StarWar” e principalmente “O Cálice Sagrado” do Monty Python. Lembra todos os primeiros consoles e computadores, também me lembrou dos velhos tempos de programar o computador em “Basic” ou “Pascal”.

O Livro só perde o brilho no final, termina uma água com açúcar. Contudo creio que Cline escreveu o mesmo objetivando sua venda como roteiro de filme.

 

2myt4eh.jpg

Link to post
Share on other sites

<p>Quando os Computadores Conquistaram o Mundo - A.E. Van Vogt (Coleção Argonautas nº 232 – Livros do Brasil Lisboa) (Ruim) – Temos aqui um livro narrado na primeira pessoa de um computador. Uma espécie de Hall 9000 (veja 2001 de Arthur C. Clake), que controla todo Estados Unidos. Transito, produção de fábrica e até a vigilância das residências está a cargo do computador central e do Corpo de Manutenção dos Computadores, qu

Link to post
Share on other sites

Quando os Computadores Conquistaram o Mundo - A.E. Van Vogt (Coleção Argonautas nº 232 – Livros do Brasil Lisboa) (Ruim) – Temos aqui um livro narrado na primeira pessoa de um computador. Uma espécie de Hall 9000 (veja 2001 de Arthur C. Clake), que controla todo Estados Unidos. Transito, produção de fábrica e até a vigilância das residências está a cargo do computador central e do Corpo de Manutenção dos Computadores, que por assumir o controle e a programação do computador, assumiu também o controle de polícia e controle da ordem interna do país. Glay Tate comanda uma trupe de andarilhos que são contra este tipo de controle e andam em vans pelo interior dos Estados Unidos apresentando um show da nova realidade humana e o chefe do Corpo de Manutenção dos Computadores Yahco Smith está disposto a acabar com este grupo. Utilizando poderes da Nova Era (Que já não é tão nova assim!!). Glay Tate vai lutar contra seu principal oponente, o computador central, para apresentar uma nova realidade a sua programação.

Vogt descamba para poderes paranormais e para “espíritos” . Pois Tate morre e assume o controle de outras pessoas para chegar perto da cede do computador central em Washinton D.C. Com um final muito, mas muito ruim, o computador Central estará captando os espíritos de todas as eras para ser o catalisador da ressurreição dos mortos de nossa cultura Judaica/Cristã. Blerghhh...

Só não dei uma classificação Péssima ao livro, por antever, um pouco, o controle de nossos passos, em que a nossa sociedade ocidental está adquirindo em nome da segurança.

 

QuandoosComputadoresConquistaremoMundo02.jpg

Link to post
Share on other sites

Jogador n°1 – Ernest Cline (Editora Leya) ( Excelente). Prepare-se para uma corrida atrás do Easter Egg de James Hollidy.

Um mega milionário que morre e deixa sua bilionária herança para o primeiro que achar o ovo dentro de seu jogo, o OASIS. Na verdade o OASIS é mais que um jogo é uma realidade virtual completa onde você pode jogar, passear, estudar e até trabalhar dentro desta nova Matrix. Para vencer você precisa dominar diversos jogos do início dos games, como também conhecer toda a cultura pop dos anos 80, músicas, filmes, gibis etc.

Wade Watts é um dos “Caças-ovos” que foge para dentro do OASIS, para escapar da realidade de sua vida em 2044, onde grande parte da população vive em cidades containers, um tipo de favelão de aço. Mesmo não tendo grana para poder navegar por todo universo do OASIS, Wade se torna o primeiro a descobrir a primeira chave (são três, para atravessar três portões). Após esta descoberta, Wade se transforma em um astro do mundo virtual, vindo a descobrir também que sua vida real corre perigo, pois uma grande multinacional de comunicação, também está atrás do ovo e fará de tudo para ser o primeiro.

Além de uma corrida dentro de um game “coisa que já sou viciado”, Cline navega por toda cultura dos anos 80. Curtir demais as referências a bandas com R.E.M, Duran-Duran, a filmes clássicos como: “De Volta para o Futuro”, “StarWar” e principalmente “O Cálice Sagrado” do Monty Python. Lembra todos os primeiros consoles e computadores, também me lembrou dos velhos tempos de programar o computador em “Basic” ou “Pascal”.

O Livro só perde o brilho no final, termina uma água com açúcar. Contudo creio que Cline escreveu o mesmo objetivando sua venda como roteiro de filme.

 

2myt4eh.jpg

 

Poutz, faz uns meses que li a sinopse desse livro, mas não achei resenha dele. Então fiquei na dúvida se valia à pena comprá-lo e tals.

 

Mas vendo aqui seus comentários, parece que ele é realmente interessante mesmo com esse pecadinho aí no final. Acho que viou arriscar.

 

 

Ps.: Também adoro ficção, acabei de ler 'Contato' e adorei apesar de ter achado que o livro só funcionou perfeitamente até 50% dele. Não achei que ele fez da protagonista um robô, mas devido a tudo o que ela passou (como a perda do pai e o sexismo enfrentado na universidade) justificam um pouco essa frieza dela.

 

Quero ler ainda "O Mundo Assombrado pelo Demônio" e “Dragões do Edem”, mas isso vai ser mais pra frente e se eu conseguir encontrar os livros!

Link to post
Share on other sites

Xenocídio - Orson Scott Card (Coleção Pulsar – Devir Livraria) (Bom) – Mais um livro da Saga do Ender que está sendo chamada de Enderverso. Desta vez o Orson nos presenteia com um rol grande de personagens e de dificuldades que nosso herói vai ter que enfrentar. Além da frota que encaminha para o Planeta Luzitânia (Veja meu comentário anterior). Temos também o vírus Descolada que está fora de controle, a eminência da descoberta da Jane pelo resto da humanidade e uma guerra entre humanos e porquinhos. Card brilhantemente nos apresenta outro planeta: “Caminho”. Colonizados por chineses, é na verdade uma experiência de controle social, que para estar sobre controle da Federação dos Planetas é introduzida um doença compulsiva/repetitiva, que conhecemos como TOC, em sua elite social. Gostei muito da forma que o autor tratou a dualidade de doença e tradição que a religião e o controle social adquiriu no planeta Caminho e de como mesmo diante da realidade dos fatos, condicionamento e tradição são fatores a ser considerado para enfrentar a realidade.

Card aprofunda muito mais, nesta obra, as formas de conflitos e interação que os humanos vão enfrentar a entrar em contato com outras formas de inteligências. A forma de interação tecnológica, social e cultural são bem trabalhadas entre humanos, porquinhos e abelhudos e somos apresentando, mas profundamente, a outra forma de inteligência e sua origem também. A Entidade Jane, uma forma de inteligência computacional é mais trabalhada e debatida neste livro. Temos também o vírus descolada, debatido como uma forma de vida pensante ou um programa virótico elaborado por outra inteligência.

O ponto negativo vai para forma milagrosa em que todos os problemas são resolvidos, como a descoberta da viagem além da velocidade da luz e do universo paralelo onde entidade superiores entram em contato com nossos heróis e resolvem seus problemas.

O Livro também deixa uma série de perguntas sem respostas que devem ser solucionados em obras posteriores. Tomara que a Devir não leve muito tempo para publica-las. Por sinal , as publicações da série Pulsar estão saindo a conta gotas. Temos mais de um ano em que nada de novo é publicado!!

.

Xenocdio.jpg

Link to post
Share on other sites

Uma homenagem póstuma a Ray Bradbury. O Autor morreu no dia 06 de Junho deste ano. Li a muitos anos- luz atrás sua maravilhosa distopia “Fahrenhait 451”, como também lembro de ter visto o filme numa seção da madrugada da globo. Esta é a temperatura de combustão do papel medida em escala adotada pelos americanos. A Distopia nos apresenta um grupo de bombeiros que ao invés de apagar incêndio, toca fogo em livros!! Pois os mesmos são perigosos, e tem o triste hábito de fazer as pessoas pensarem, sonharem e imaginar!! Isto não é aceito de forma nenhuma pela ditadura que comanda o país.

Adoro tecnologia e como já comentei por aqui não vejo a hora dos e-readers ficarem baratos e os livros digitais também! Mas me pergunto o que vou fazer com meus livros tradicionais de papel?? Tocar fogo é que não!!! Considero um crime em escala humanitária este tipo de ato. Até para livros que não valem o custo da nobre arvore que tombou para dar sua origem.

Por enquanto vou ajeitando espaço nas prateleiras já lotadas e a existência do livro como objeto físico será uma realidade até a minha morte.

Me pergunto e depois? Quando todos os livros estiverem nas nuvens (espaço virtual onde guardaremos nossos arquivos)?? Quem será o guardião destes tesouros (e dos imprestáveis também!!).

Nós humanos temos um estranho hábito de esconder nossos defeitos e isto extrapola a nível de grupo, tribo e países. Que garantia teremos que nossos arquivos nas nuvens não serão tocados... Como saber se uma frase ou conteúdo de uma obra não foi adulterado?? Nossas mentes são limitadas e a quantidade de dados vai extrapolar qualquer conjunto de memória humana. Se bem que este seria um excelente tema para uma obra de ficção...

 

f_104741-1.jpg

Link to post
Share on other sites
  • 4 weeks later...

A Luz das Estrelas – Theodor Sturgeon (Coleção Argonauta nº 198) (Ruim) – Temos aqui uma coleção de quatro contos publicado pelo Sturgeon na década de 60.

O Mundo Bem Perdido – Rootes e Grunty são os únicos passageiros da nave Starmite 439 que tem como objetivo levarem de volta ao planeta Dirbanu duas aves do amor que são originários deste planeta. Estes animais são humanoides e cidadões fugitivos deste planeta. A Terra ver esta missão como um excelente oportunidade de contactar e manter relações com este isolado planeta. Grunty não gosta das aves e tenta matá-las, mas através de desenho das mesmas, ele as liberta e junto com Rootes informam a Dirbanu da morte em viagem das aves contudo não conseguem acordo de relação com o planeta. Detalhe as aves são homoafetivas;

O Processo Artnano – A Terra se encontra em dependência da tecnologia de marte e dos marcianos. Estes possuem poderes limitados de telepatia, bem como são fornecedores de Urânio 235 enquanto que a terra lhes fornece a matéria prima Urânio 238. Slimmy Cob e Bell Bellow são dois terráqueos inconformados com esta situação, e partem para o planeta Artnano onde além de enganarem os marcianos, descobrem a tecnologia da transformação.

O Contetor e a Barreira – A terra e alguns planetas de nossa galáxia estão superlotadas. É quando se descobre a Galáxia Luanae e uma civilização muito antiga que ajudam a terráqueos a desenvolver tecnologia de foguetes mais rápido que a luz. Dentro da Galáxia Luanae existe quatro planetas do tipo terrestre que a civilização Luanae convida para ocupar, contudo existe uma barreira em torno da galáxia que destrói qualquer objeto que ela atravessa. Comandante Steev, dirige sua nave e um conjunto de cientistas para desativar a barreira. Contudo é uma simples camareira da nave com um poder de não acreditar em nada que resolve o problema....

O Fantasma – Um conto de terror que não sei porque faz parte da coletânea! Nem merece comentário.

 

 

 

 

25h331y.jpg

Link to post
Share on other sites

O Mundo que nos Espera 1 & 2 – Robert A. Heinlein (Coleção Argonauta nº 124 & 125 ) (Ruim) – Hugh e sua famíla são transladado para uma outra dimensão depois que bombas atômicas caem em cima de seu abrigo nuclear. Tentando sobreviver sozinhos ao estilo Robson Crusoé, plantando e ajeitando ferramentas com o material que possuem, descobrem por fim que não estão em outra dimensão e sim no futuro onde os países do hemisfério norte de extinguiram na terceira guerra mundial e agora são os países da África e os negros dominam o mundo. A brancos são simples escravos sem vontade num Estados Unidos que é um território selvagem. Não pretende se manter nesta na condição de escravo e trama um plano para fugir com Bárbara amiga de sua filha. O Plano contudo falha e eles sã enviados de volta ao passado antes da detonação das bombas, conseguindo contudo se salvar numa mina abandonada.

O livro é um libero contra a escravidão, e o preconceito de cor, onde os negros se comportam piores que os brancos, pois comem adolescentes brancos... Como livro de ficção é uma negação completa.

 

 

 

2czt08i.jpg

 

 

9bf1b7.jpg

Link to post
Share on other sites

A Cidade e as Estrelas – Arthur C. Clarke (Editora Devir) ( Excelente). A Editora Devir está relançando no Brasil esta grande obra do Arthur C. Clarke. Justo quando estava reclamando da mesma, pela demora de publicar outro livro da coleção pulsar, ela nos premia com esta maravilhosa obra! Apesar de já possuir o livro, estou cogitando a aquisição desta nova edição só pelo acabamento perfeito das edições da Devir.

Bem, vinha adiando o comentário desta obra do Clarke. Pois simplesmente já li uma dezena de vezes! E a cada leitura descubro uma aspecto novo e uma nova visão desta obra que foi lançada em revistas na década de 40, e acabada definitivamente pelo autor em 1955. Ou seja a mesma tem mais de meio século.

Estamos um bilhão de anos no futuro e a humanidade se escondeu na ultima cidade da terra. A brilhante Diaspar. Esta cidade é uma Utopia perfeita, onde todos vivem vidas completas e não se preocupam com a morte, pois no final de uma vida com centenas de anos, sua personalidade vai para uma matriz cristalina e poderá ganhar vida novamente num futuro distante, tendo assim a imortalidade!

Contudo neste ambiente perfeito, existe Alvin, nosso herói, que sente-se completamente deslocado neste paraíso. Alvin tem uma grande vontade de conhecer o mundo fora da cidade, que todos dizem não passar de um deserto inabitável. E o lá fora significa os invasores que venceram os terráqueos acabando com seu império e deixando para eles somente o planeta Terra.

Numa odisseia individual, Alvim vai atrás de pistas que vão leva-lo para fora de Diaspar e também da própria Terra, na direção dos sete sóis. Onde consegue encontrar algumas respostas para suas perguntas e também descobrir a verdade sobre o passado da raça humana e de seu planeta.

Bem, creio que o eu primeiro encanto deste livro é a própria cidade de Diaspar! Imagine a cidade de Dubai elevada a décima potência!!! Passear numa cidade com estas características e visualizar os edifícios e construções como obras de arte foi o que senti na descrição do Clarke.

O segundo encanto e a realidade virtual, que o autor nos descreve como “Sagas”. Foi a primeira vez que ouvi a descrição da realidade virtual. Ou seja uma matriz binária elaborada por um computador e levado diretamente ao seu cérebro. Creio que esta foi a primeira descrição de uma realidade virtual feita numa obra de ficção. (Não tenho certeza! Mas de todos os autores que já li até agora o primeiro foi o Clarke).

O terceiro encanto foi as máquinas! A nave espacial, o robô ajudante, o sistema de transporte que interliga as cidades e o computador central de Diaspar, são tipos servos perfeitos. As vezes mais inteligente que seus próprios donos.

A Odisséia de Alvin, sua viagem de descoberta de Lys e seus habitantes com poderes telepáticos, sua luta para superar a inércia social de sua cidade, a descoberta o Pólipo alienígina e a seita dos Grandes, finalizando com o encontro com Vanamonde a mentalidade pura que lhes desvenda todo os mistérios. São tipo um “Senhor dos Anéis” condensado.

A última leitura que fiz do livro, creio que a dois anos atrás. Me deparei analisando os aspectos a ciência Fisica da obra. Temos os moradores de Lys com sue poderes telepáticos. Numa década em que se acreditava em poderes mediúnicos e que o cérebro estava começando a ser pesquizado, este tipo de comunicação poderia ser viável, mas com nosso atual conhecimento isto é pura magia.

Temos também a velocidade mais rápida que a luz e a total violação da teoria da relatividade. Mas como disse o próprio Clarke. Nossa tecnologia atual parecerá magia para nossos antepassados. Quem sabe com um bilhão de tempo no futuro este tipo de mágica não será possível...

Por ser um clássico, por ser Arthur C. Clarke, por ser o melhor livro do autor, pelo novo lançamento, Um livro que vale a pena ser lido.

 

 

a287mc.jpg

 

 

Edições da Nova Fronteira e da Editora Abril

 

 

aqedg.jpg

 

 

15n36ua.jpg

Link to post
Share on other sites

Castrocaf, onde consigo achar esse livro?

Só achei O Fim da Infância e Encontro com Rama ( e ainda não comprei), mas queria esse!

 

Se souber onde encontro também: "Amor sem limites" (Robert A. Heinlein) e do "Guerra sem fim" (Joe Haldeman) , já ajuda! ^_^

Link to post
Share on other sites

Cara Tica, no Caso do Livro da Editora Devir não encontrei ainda em nenhuma livraria. Deve ser normal, pois no caso do último lançamento "Angela entre dois mundos" do Calife, demorou alguns meses do anúncio do lançamento até poder encontrar o mesmo em livraria. Em todo caso acho que você pode fazer o pedido direto a editora.

 

Você conhece o site "Estante Virtual" (http://www.estantevirtual.com.br/)? O Mesmo congrega os melhores sebos do Brasil. Em uma consulta rápida na página do mesmo encontrei 28 livros "A Cidades e as Estrelas" (Edições da Nova Fronteira e da Abril), 40 livros "Amor sem Limites" e 27 "Guerra sem Fim".

 

Compro muito via este site e nunca tive problema de receber o livro! Encontro muito coisa antiga que não consigo encontrar aqui em minha cidade.

Link to post
Share on other sites

Opa, conheço o "Estante Virtual" sim!

Da última vez que pesquisei, os livros não estavam em boas condições ou estavam esgotados. De qualquer forma, aqui em SP tem muito sebo, o problema é que esse tipo de livro não fica disponível muito tempo.

Particularmente gosto de livros novos, mas vou dar uma olhada melhor no site!

 

Obrigada!!

Link to post
Share on other sites

Castrocaf, fui na Cultura nesse fds e "descobri" que todos os Livros do Arthur C. Clarke que foram lançados pela Nova Fronteira, vão ser relançados agora pela Aleph. É só uma questão de tempo para termos acesso a livros novinhos e com capas mais lindas! :rolleyes:

 

Como citei, até agora só temos 'Encontro com Rama' e 'O Fim da Infância'!

Link to post
Share on other sites

Sentinelas do Espaço – Erik Frank Russell (Coleção Argonauta nº 16) (Péssimo) – David Raven e Leina são mais que humanos mais que mutantes são sentinelas do espaço. Destinado ao planeta terra para vigiar seus habitantes e evitar o contato deles com os Denebs. Por uma infeliz acaso, Raven é classificado como mutante e designado como agente do serviço de inteligência da terra para combater as possíveis sabotagens que estão sendo provocadas pelos mutantes de marte e Vênus em uma guerra não declarada. Com seus poderes de sentinela Raven enfrenta diversos tipos de mutantes: Telepatas, Hipnóticos, Telecinéticos entre outros até encontrar o chefe da conspiração e derreta-los. Entretanto outra guerra se desenha no ar entre mutantes e humanos.

Uma grande diferença entre os bons escritores de ficção e estes autores de space opera é não considerar fatos básicos da física. Imagine um poder do tipo telecinético, para poder transportar qualquer objeto você precisa gerar força independente a forma misteriosa que ela vai agir no objeto, ela precisa ser gerada por energia dentro do cérebro do telecinético. Ora todo fluxo de energia gera calor! Daí que este poder seria muito pequeno movendo no mínimo pequenos objetos! Contudo nosso herói consegue levitar no ar! Ou seja a geração de calor em seu cérebro seria suficiente para frita-lo.

 

 

 

 

25ic4u0.jpg

Link to post
Share on other sites
  • 8 months later...

Oi pessoal !!!  Quanto tempo não!!   Parei de escrever por um bom tempo, mas não parei de ler!!  Acho que  junto com respirar é uma das poucas coisas que não consigo parar de fazer!!

Vamos lá livro Épico de Conor Kostick (Editora Galera / Recorde) (bom)  -  Estamos na Nova Terra um novo planeta para a raça humana.  O Autor não explica como nem porque a humanidade foi parar nele,contudo este novo planeta abomina a violência todos que cometerem este ato são banidos para fora da convivência social e desplugado do Épico.

O Épico é a realidade virtual da Nova terra. Aqui a população pode fugir um pouco da labuta diária de minerar e plantar que se exige dos colonos para adaptar o planeta as necessidades humanas.  Épico também é a única forma de se juntar dinheiro nesta sociedade, e como nossa geração de games maníacos sabe em qualquer jogo de computador você consegue dinheiro e tesouros matando monstros e descobrindo tesouros escondidos, bem como porções e armas especiais a medida que você escala as etapas dos jogos.

Nosso herói é Erick um jovem agricultor numa vilazinha afastada dos principais centros deste novo mundo. Erick está cansado de tentar evoluir seus personagens e ser morto pelo grande dragão vermelho. Após um novo fracasso cria um novo personagem para ele:Cindela.  Uma personagem feminina cujos poderes são beleza, destreza e uma boa ladra.  Coisa fora do padrão dos personagens geral do épico que exige força e armas para ganhar os primeiros trocados matando trolls!

A tentar desafiar a central de abastecimento para conseguir um novo trator e painel solares para as casas os aldeões da vila e conseguir um empate honroso com a equipe da central. Descobri-se que o pai do Erick é um fugitivo. Que foi banido por cometer ato de violência.

Em uma grande batalha dentro do Épico, Erick e seu personagem Cindela vai reunir seus amigos,matar o Dragão vermelho e partir um aventura  atrás de um misterioso item que encerrará de vez o jogo.  Descobrindo também que a central de abastecimento fará de tudo para impedi-los e que o próprio jogo tem entidades autos ciente que precisaram ser contornadas.

Kostick resume muito a característica do jogo Épico dando um só uma alternativa de jogo: Capa espada e feiticeiros. Contudo nos traça uma nova característica de sociedade pautada em um jogo virtual. Um bom livro recomendo.

 

 

1y653k.jpg

Link to post
Share on other sites

UNISION – A rede social do futuro - Andy Mariano (Jangada – Editora Pensamento Cultrix Ltda) (Bom) – Mais um livro relacionado a realidade virtual, parece que temos uma fixação pelo assunto com os novos autores...

Ambrose Truax é filho mais novo de Martin Truax presidente da UniCorpe dona da UNISION, uma mistura da realidade virtual e facebook.  Ambrose é um dos desenvolvedores da rede apesar de jovem tem sua própria equipe de trabalho, desenvolvendo também a  nova versão do UNISION.  Contudo Ambrose é sequestrado e acaba parando na subcúpula uma espécie de cidade marginal abaixo da grande cidade leste (que acho que seja Nova York). Lá encontra-se com Mistletoe uma jovem que acaba de perder seus pais adotivos. Juntos vão percorrer subcúpula e a cidade leste fugindo de Martin e tentando impedir a implementação da nova versão.

Mariano aprofunda neste livro o que seria uma realidade virtual em que todos os seus desejos e gostos são filtrados por uma rede que lhe entrega um mundo cor-de-rosa enquanto você entrega todo seu dinheiro e vida para estar dentro da mesma. Ao mesmo tempo em que parte da população está completamente displugado e vivendo em uma cidade marginal. Umbom livro e uma assombrosa distopia.  O livro também tem uma conexão com uma realidade paralela dentro da UNISION de onde veio instrução para fabricação dos dois personagens principais. O tratamento deste tópico ficou meio frouxo e confuso no desenvolvimento do autor.

 

 

 

5f0rvr.jpg

Link to post
Share on other sites

Invasores na Lua – Kris Neville (Galeria Panorama –Série Antecipação nº 65)(Péssimo) – Um livro confuso onde alienígenas com base na lua ameaçam a terra com mísseis nucleares. A única alternativa dos humanos é lançar um astronauta numa missão suicida a base alienígena. A simples história da subida do astronauta ao foguete é cheia de idas e vindas. E no final este  astronauta adquire poderes quase divinos (não sei como) e salva tudo!! Uma completa perda de tempo de leitura.

 

 

 

2pqw00j.jpg

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...