Jump to content
Forum Cinema em Cena

Recommended Posts

Reproduzindo comentário que postei no Omelete:

 

 

 

É uma película razoável, nem muito boa, nem muito ruim, não empolga e nem desaponta. É um filme mediano, vale a pena assistir se você estiver louco para pegar um cinema, mas não tiver nada de excelente passando (como foi o meu caso, a outra opção era Besouro Verde).

 

 

 

Resumindo, não é um puta filme, é um filme puta. Ok, a piada foi horrível, mas eu vou explicar porque faz sentido chamar Bruna Surfistinha de filme puta: sexo com uma prostituta é direto aos finalmentes, não tem as preliminares antes e nem o ficar agarradinho depois, você está pagando pela hora e quer ir direto ao assunto.

 

 

 

O maior defeito do filme, na minha opinião é justamente isso, parece que há alguma pressa para colocar a Rachel na rua e começar a contar logo a história da Bruna, de forma que o desenvolvimento da personagem no momento crucial da adolescência fica meio prejudicado, você fica sem entender direito porque afinal uma menina de classe média largou a família para se prostituir.

 

 

 

Eu só sei o que ouvi da boca dela, ela diz que queria ser independente, não depender de mais ninguém, mas o filme não explora muito os sentimentos dela naquela fase, ela não devia ter que explicar o que sentia o filme devia ser capaz de nos fazer sentir isso e essa falha atrapalhou um pouco a minha identificação com a personagem.

 

 

 

O mesmo problema acontece no final, com a recuperação do vício em cocaína, se é que ela se recuperou. O que parece é que de repente ela resolveu parar de se drogar e parou, mas o filme nos poupa de mostrar essa superação do problema.

 

 

 

Enfim, sob esses aspectos assistir a Bruna Surfistinha parece mesmo transar com uma prostituta: falta emoção, falta criar um vínculo, as preliminares são curtas e nada de ficar abraçadinho no final. Mas isso não quer dizer que no meio disso tudo não se possa ter momentos prazerosos. A Débora Secco faz uma puta atuação (olha a piadinha infame aí de novo...), assim como a Drica Morais e o filme apesar de ter tanto sexo quanto aqueles filmes que passam de madrugada no Telecine Action não é tão apelativo, a comparação com pornochanchada não procede. O sexo aparece sempre dentro de um contexto, às vezes até cômico ao mostrar algumas taras de alguns clientes.

 

 

 

É um filme divertido, bem mediano, mas melhor do que a média dos filmes nacionais que assisti ultimamente. De 0 a 10 eu daria nota 6.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bela crítica, saio do filme sempre querendo dizer algo sobre ele e não consigo colocar em palavras, sempre que leio a crítica do Pablo parece que tudo esta lá. Incrível.

 

Uma dúvida, como faço para dar a minha nota (estrelas) para o filme?

Na ficha do filme está lá Leitores e a média de estrelas, mas não sei como votar.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Filminho meia boca. Mas acho que a Débora Secco fez um bom trabalho ali. Gostei das partes em que mostra ela saindo com caras realmente escrotos, conseguiram me deixar com nojo de várias cenas ... principalmente quando ela tá lá no R$ 20,00.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que faltou pro filme na minha opinião foi ousadia, a Déborah Secco não se parece nada com a Rachel Pacheco. O filme de fato não é ruim, mas o desenvolvimento e explicações e a falta de ousadia na minha opinião(algo que não me surpreendeu pra deixar bem claro) deixaram o filme decepcionante. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...