Jump to content
Fórum atualizado. Avançar páginas e Links do Youtube Voltaram a funcionar. ×
Forum Cinema em Cena
Tensor

O Que Você Anda Vendo e Comentando?

Recommended Posts

Time After Time (Um Século em 43 Minutos) - 5.2/10

 

Enorme decepção. Além do par romântico de McDowell parecer estar drogada o tempo todo tamanha a debilidade e incoerência nas atitudes, o filme é mesmo um romance que tenta se apoiar em um enredo criativo que não desenvolve bem.

Não foi uma boa ideia retratar a viagem no tempo (tema tão interessante), quando suas consequências são tão mal desenvolvidas. Na verdade, só servem para dar um embasamento um pouco mais sério e moral a uma trama estúpida (a violência continua a mesma, mas mais sofisticada em 100 anos). Mesmo assim, a incoerência predomina e o final é inacreditavelmente ruim.

 

OBS: trilhas sonoras altas e de bom gosto são insuficientes para um bom filme.

Share this post


Link to post
Share on other sites

A Última Casa da Rua (House at the End of the Street, Mark Tonderai, 2012) - Começa meio capenga: se, por um lado, a estória se esforça para não ser clichê, sem definir exatamente quem é o "vilão", o que está em jogo, por outro a narrativa é totalmente banal, sem nenhuma inspiração. Na parte final, tudo vai pro espaço. O diretor continua filmando tudo em piloto automático, mas a estória tb vira uma salada de clichês e bobagens, e aí nada se salva.

Share this post


Link to post
Share on other sites
A Viagem 
Samba-do-crioulo-doido-sci-fi quinem Fonte da Vida q mais parece ser seis filmes diferentes separados num só, porém vagamente relacionados. Nestas narrativas de épocas e lugares diferentes é mostrado como um mero e simples ato pode atravessar séculos e inspirar uma revolução. A premissa é interessante, mas como é praxe nestas tramas complexas umas estórias destoam mais q outras, por exemplo, a do futuro pós e pré-apocaliptico. As q se passam no passado são bem piegas até. Muito bem feito tecnicamentee com um vasto elenco estelar fazendo trocentos papeis simultâneos, o destaque vai pro Hugo Weaving, Tom Hanks e Jim Broadbent. Seria mais legal se não fosse tão longo, pois suas mais de 3hrs de duração testam nossa paciência ate não poder mais, pois o enredo so engrena mesmo no terço final. Razoável apenas. 7,5/10

 

CloudAtlas-OneSht.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cargo

Curiosa investida dos suicos numa sci-fi q comeca como Alien e Pandorum , e termina como Matrix . Num futuro proximo a Terra sera inabitavel e uma navezona tipo Galactica caindo-aos-pedacos sai a procura dum planeta habitavel pra humanidade, mas dai coisas estranhas comecam a acontecer com a tripulacao, q comeca a ir desta pra melhor aos poucos, tipo Comando Titanico. Nao q seja ruim, pelo contrario, tecnicamente esta producao de baixo orcamento é fabulosa, mas peca pelo roteiro meio confuso, principalmente no trecho final. Tem um climao meio Enigma do Horizonte , mas com alguns cliches basicos deste tipo de filme noir espacial. Vale como curiosidade a dar uma bizoiada, mas nao espere gde coisa. 8/10

 

cargo-movie-poster.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Magnolia Dir: Paul Thomas Anderson (1999)

 

215px-Magnolia_poster.jpg

 

Faz tempo que não revia este via este filme e continua tão bom quanto antes para mim o melhor filme do Paul Thomas Anderson o verdadeiro épico do sofrimento onde inúmeras coisas acontecem na rua Magnolia e varias pessoas como policial certinho e antiquado(Jonh C Reilly, um guru do sexo machista (Tom Cruise), um ex celebridade mirim (William H Macy) que se tornou um fracasso, o velho moribundo (Jason Rabords) e sua esposa desesperada (Julianne Moore), uma jovem emocionalmente problemática e viciada em cocaína (Melora Walters)  e seu pai canceroso (Phillip Baker Hall) apresentador de um talk show de sabe tudo a vidas deste personagem se encontram no mesmo dia com surpresas e reviravoltas com temas pesados como morte,solidão e tristeza tudo de maneira sincera espetacular a qual 3 horas de duração passam normalmente rápido, recomendadissimo  

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Sucesso a Qualquer Preço (Glengarry Glen Ross, James Foley, 1992) - filme inteligente e gostoso de assistir, levado por um elenco incrivelmente em sintonia. Os diálogos são ótimos. Interessante é que, olhando a filmografia do Foley, não parece que ele seja capaz de fazer um filme desse nível.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Sucesso a Qualquer Preço (Glengarry Glen Ross, James Foley, 1992) - filme inteligente e gostoso de assistir, levado por um elenco incrivelmente em sintonia. Os diálogos são ótimos. Interessante é que, olhando a filmografia do Foley, não parece que ele seja capaz de fazer um filme desse nível.

 

Este eu assisti há muito tempo, mas lembro que achei um barato, especialmente pelo roteiro e pelas atuações do elenco (Pacino, Spacey, Baldwin, Arkin e, claro, LEMMON!), o que à época me preparou para a qualidade dos filmes subsequentes do Foley.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Este eu assisti há muito tempo, mas lembro que achei um barato, especialmente pelo roteiro e pelas atuações do elenco (Pacino, Spacey, Baldwin, Arkin e, claro, LEMMON!), o que à época me preparou para a qualidade dos filmes subsequentes do Foley.

 

O Lemmon é certamente o destaque mesmo, apesar de o Pacino estar soberbo. Sobre o Foley, posso dizer que achei Medo legalzinho. Desde a recepção terrível de A Estranha Perfeita (que eu acabei desistindo de ver), achei até que tinha se aposentado, vi no IMDb que tá trabalhando na TV agora.

Share this post


Link to post
Share on other sites

De Medo eu só me recordo da sinopse e de uma cena, o restante simplesmente sumiu da minha cabeça. Já A estranha perfeita eu ainda tenho bem claro comigo que se trata de um trabalho constrangedor para todos os envolvidos (exceto, talvez, para Halle Berry). Ou seja, do Foley eu só gosto mesmo de O sucesso a qualquer preço, pelos aspectos que apontei antes, embora eu precise rever.

Share this post


Link to post
Share on other sites

De Quinta a Domingo

Delicada e melancólica produção chilena q, num formato de road-movie, revela a crise familiar sob a ótica duma menina numa prosaica viagem de feriadão prolongado. Casal em crise leva sua prole pra trip q dá nome ao filme, e dali surge a troca de farpas entre os conjugues q são absorvidas de forma intimista pela pequena Lucia, q junta as peças gradativamente pra entender o q se passa com seus pais.  Claustrofóbico (td se passa dentro do carro) do inicio ao fim, com afiados (e breves) diálogos, gestos e, principalmente silencio, embarcamos junto dessa viagem ao norte chileno, como se estivéssemos no banco de trás do veiculo, onde a paisagem desertica enquadrada pela janela revela o espirito dos personagens. Com fotografia sutil e produção modesta, quem destoa mesmo é a estupenda Santi Ahumada no papel da jovem Lucia, q se revela mais adulta q seus pais briguentos nesta breve crônica de amadurecimento. 9,5/10
 

 

De_jueves_a_domingo-717232033-large.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Gago voltou. eeeeeeeeeeeeeeeee 

 

O último que vi foi o ótimo Tirez Sur Le Pianiste (Atirem no Pianista), do Truffaut. Truffaut = Deus.

 

Edit: Deus é o Tarkovsky, Truffaut é semi.

 

Edit 2: Posso ser politeísta? :B

 

 O Sapo de Peruca sempre disse que Deus é o de Palma. Enfim...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Trinca de "Sessão Sai-Capeta" , e baseadas em "fatos reais", pelo q tds fazem questao e anunciar.. Ahhh, vá!

 

A Aparição
Produção fraquinha e previsivel este suspense sobrenatural q mais parece q foi feito pra ser puramente veiculo comercial pro publico teen de nomes como a crepusculete Ashley Greene e o “harryportete” Tom Felton. A estória gira em torno de “coisa ruim” acontecendo numa casa interiorana onde um jovem casal acaba de se mudar, após uma sessão espírita q liberou uma entidade maligna. Com elementos q xerocam os melhorzinhos “Sobrenatural”, “O Grito”, “Pulse” e “Atividade Paranormal” , assim como tantos outros filmes do gênero, este filmeco é facilmente esquecível não somente pelas atuações canhestras de td elenco (sem exceção) como pelos dialogos estupido e pelo roteiro raso. Sem suspense algum, o troço nada mais é q um thriller. Igualmente fraco, por sinal. 4/10

 

the-apparition-poster-2012-tm.jpg

 

 

 

 

Possessão 
Superior q o filmeco acima, este filme de possessão infantil tem como principal destaque o fato de se calcar no folclore judeu, e apresenta um “capetinha circuncisado” de nome Dybuk. Na trama, filha de família (em crise) é possuída pelo tal tinhoso quinem “O Exorcista”, após compra de objeto hebraico amaldiçoado num brechó. Claro q pra esse trem o pai vai chamar um exorcista israelita-rastafari, porem sem carisma algum e por ai vai. O forte deste filme não são os sustos (nenhum) e sim os FX das manifestações (nojentos), mas nada q engrandeça a produção alem da conta, pq ate seu final é bem previsível. Do elenco so se salva o casal principal, Jeffrey Dean Morgan e Kyra Sedgwick, q se empenham em seus papeis, mas ainda assim não salvam o filme como um td, pois não foge do convencional. Inclusive com tds seus clichês. 7/10

 

ThePossession2012Poster.jpg

 

 

 

 

A Entidade 
Disparadamente o melhor da trinca acima, este suspense sobrenatural tem um terror eficiente, clima assustador e desfecho satisfatório. Ali acompanhamos um escritor (de livros policiais) atrás de assunto prum novo best-seller se mudando com a família pruma casa onde ocorreu um crime brutal. Mas no sótão encontra uma caixa de filmes caseiros mostrando o assasinato de varias famílias, q o incitam a ir atrás de respostas e inspiração pro novo livro. Mal sabe na furada q ta se metendo pq td tem conexão com o além.. Com cenas agoniantes, sugestão, fotografia escura, atuações satisfatórias e “found footage“ bem utilizado, este filme esta longe de ser OP, ate pq tem alguns clichês. Mas salvou a noite com algo realmente te deixa num clima cagante durante a sessão. 9/10

 

PamIsSinister.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Gago voltou. eeeeeeeeeeeeeeeee 

 

!!!

 

Finalmente recuperei o ânimo -- e o tempo minimamente necessário -- para conversar sobre filmes. Percebo que o ritmo e o número de usuários no fórum diminuiu com o passar do tempo, mas tudo bem. É bom estar de volta.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Semum

Curioso terrozão turco (sim, isso mesmo!) q vale uma visita principalmente pela origem árabe. Nele acompanhamos um jovem casal se mudando pruma casa, ate q o conjugue começa a demonstrar atitudes estranhas e nada humanas. Claro q chamam um exorcista muçulmano, q constata um tinhoso ancestral se apossando do cara...e por ai vai. O enredo é clichê, sim, mas o plus é o elemento islâmico na bodega, q traz td uma crença em torno do demo com varios detalhes interessantes sobre a criação, por Alá. Investigativo, gore, climão pesado e até misógino, esta produção simples não tem nada de OP, até pq suas atuações sao bem canhestras e forçadas, alem de varias referencias cinematograficas do genero (homenagens?). Pelo contrario, é um terror B q ja vale pela ousadia do empreeendimento. Destaque pra oração de abertura. 8/10

 

Semum+(Turquia,+2008)+poster.JPG

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vermelho como o Céu 
Belissima produção italiana q reverbera o fantástico “Cinema Paradiso” ao homenagear a Sétima Arte de forma emotiva e emocionante. Nos anos 70, um moleque (após ficar cego num acidente) é obrigado a freqüentar um rígido internato, mas aos poucos descobre sua vocação e forma de se conectar ao mundo: contando historias com sons captados num velho gravador. Longe de cair na pieguice melodramática de superação, o filme envereda pelo lirismo e bom humor graças ao carisma de td seu elenco-mirim, a começar pelo Luca Capriotti no papel principal. Sim, tem sua dose de excessos e previsibilidade, mas no geral o saldo é positivo pq a pelicula é cativante demais. Filme obrigatório pra estudantes de Cinema, Radio e TV, o destaque disparado vai pra sequencia da apresentação teatral final. E não esqueça de ter um lenço à mão. 9,5/10

 

vermelho-como-o-ceu.jpg
 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Indomável Sonhadora (Beasts of the Southern Wild) - não diz muito a que veio, e é bem chatinho em alguns momentos, mas tem umas cenas muito foda, é tri bem feito visualmente. A atuação da guriazinha é bem boa. Não achei embasbacante, mas ela é novinha, e tal, é surpreendente por esse lado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Night of the Living Dead 3D: Re-Animation

Terror picareta q busca pegar carona em dois clássicos, o clássico de Romero e Re-Animator, dos quais busca ser uma mistureba vagamente relacionado com os originais. Mas é td uma merda mal produzida q lembra esquete do Chapolim com algum gore. A estoria gira em torno dum diretor de funeraria q coleciona corpos no sotao, so q esqueceu q o pai dele fazia experimentos com alguns q os deixava vivos e por ai vai. Claro q terá uns jovens bocós q vao dar as caras e começa o corre-corre, mas é td mal feito q dá ate vergonha comentar q vi isso ai. Perdi meu tempo com um troço q tem cenas vergonhosas, como a do morto-vivo dando um pega num baseado com a bosca costurada...bahhh! Pior q nem como terrir presta pq a produção é paupérrima e os dialogos canhestros. Triste fim de ver um balofo Jeffrey Combs se meter nesta barca furada. Gore? Pouco e mal-feito. Passe longe deste caça-niquel. 2/10

 

NIght+Of+The+Living+Dead+Reanimation.Fun

Share this post


Link to post
Share on other sites

220px-Trouble_with_the_Curve_Poster.jpg

 

Curvas da Vida É incrível como conseguiram colocar tantos clichês em 100 minutos de filme. Sério, são tantos conflitos pessoais e mágoas de passados mal resolvidos que algumas vezes chega a beirar a comédia. Quem salva o filme é Adams, adorável como sempre. 2/5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...